• BSL NE
  • VIP TAXI teresina
  • bbrock
  • assinatura jornal

Notícias Esplanada

22 de junho de 2017

MP solta-ladrão

Poder, Política e Mercado

MP solta-ladrão

Parlamentares já apresentaram 97 emendas à Medida Provisória nº 784 que aumenta os poderes de punição do Banco Central e da Comissão de Valores Mobiliários. O texto formulado pela equipe econômica do Governo enfrenta resistência da oposição, e ainda não começou a ser discutido em comissão especial – que sequer tem data de instalação. A proposta autoriza o BC e a CVM a assinarem acordo de leniência com pessoas físicas ou jurídicas que confessarem a prática de infração. É uma forma clara de fugir da mira do Ministério Público, da Polícia Federal e obviamente da cadeia.

Precedente

Para a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, a MP “repete e torna lei benesses concedidas à JBS, que confessou irregularidades e recebeu perdão para seus dirigentes”.

Fila anda

As delações nas mãos de procuradores colocaram Geddel Lima numa situação complicada. Por sua gestão como vice de Pessoa Jurídica da Caixa no Governo Dilma.

Juiz linha-dura

O caso Geddel está com o juiz Valisney Oliveira, da 10ª Vara Federal. Há quatro meses, homologou delação do empresário Alexandre Margotto, ligado ao doleiro Lucio Funaro.

Cocô para Maia

Alguns gabinetes de Ministérios e do Congresso receberam nos últimos meses correspondências indigestas: dentro do envelope, com os respectivos endereços, papéis higiênicos sujos de fezes. Na sexta-feira, o destinatário foi o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. O Departamento de Polícia Legislativa da Câmara já investiga.

Spam oficial

Um numero de DDD 11 com foto do ministro Moreira Franco, da Secretaria da Presidência, tem espalhado para desconhecidos mensagens de WhatsApp com agendas do presidente Temer na Rússia. O Palácio não comentou. Na terça, celular da Coluna recebeu quatro mensagens com a foto da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

Cadê o dinheiro?

O Governo de Minas Gerais está escalonando o pagamento dos servidores em até três parcelas. Em junho, foram nos dias 12 e 19 – as duas primeiras parcelas – mas, segundo informações, o dinheiro só entra na conta depois do fechamento dos bancos.

Tá bom..

A assessoria do Governo informou que “o calendário de pagamento dos servidores do Executivo foi adotado em fevereiro do ano passado, em função das dificuldades”.

Baleia azul

A Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara analisará PL que obriga que se retirem da internet conteúdos que induzam, instiguem ou auxiliem o suicídio.

Chefe Online

Prestes a ser denunciado pelo PGR, o presidente Michel Temer ordenou aos ministros palacianos que o informem minuto a minuto sobre a crise no Brasil, enquanto passa em agenda pela Rússia e Noruega. O Palácio trabalha com a hipótese de a denúncia de Janot contra Temer ser apresentada somente na próxima semana.

Cadê o prédio?

O Iphan da Bahia e o Iphan nacional são um poço de silêncio sobre a licença da construção do edifício La Vue Ladeira da Barra, em Salvador, aquela que derrubou o então ministro Geddel Lima. Questionados, nenhum dos dois órgãos quis responder.

Desmentido

Sindicalistas desmentem o relator da Reforma Trabalhista, senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que em seu parecer – derrotado na Comissão de Assuntos Sociais do Senado – apontou que a OIT teria chancelado o texto do Governo de Michel Temer.

Aula de História

Domingo tem o gratuito Rolé Carioca, que vai passear pela região da Central do Brasil. Os professores da Estácio Rodrigo Rainha e William Martins vão contar que a proclamação da República aconteceu bem ali, diante do Panteão de Caxias.

Errou o santo

Aula de História do Brasil é necessário e faz bem à saúde (mental). No fim dos anos 90 (há testemunhas), uma senhorinha de Minas foi flagrada rezando um terço em frente à estátua de Caxias com seu cavalo, pensando ser São Jorge.  

20 de junho de 2017

Noruega cobra a conta

Poder, Política e Mercado

Noruega cobra a conta

O presidente Michel Temer desembarca em Oslo, na Noruega, na quinta, diante de uma crise diplomática-governamental para resolver, e terá de dar respostas rápidas para não passar vergonha. O ministro do Meio Ambiente norueguês, Vidar Helgesen, enviou no fim de semana carta ao colega Zequinha Sarney criticando a aprovação da MP 756, que reduz área de preservação em floresta nacional no Pará – conforme revelou a Coluna ontem. A Noruega acompanha de perto os assuntos da Amazônia. O país doou mais de US$ 1 bilhão para o fundo da Amazônia, administrado pelo Brasil.

Ruralista

Os noruegueses sabem que Temer representa a bancada ruralista no Congresso. Lembram em especial que ele não defendeu as mudanças do novo Código Florestal.

Garoto-propaganda

Em Moscou, Temer vai defender a carne brasileira, após o escândalo da operação Carne Fraca. Como vice de Dilma, Temer foi o garoto-propaganda dos frigoríficos nacionais.

Do peito

Temer foi o abre-portas da carne brasileira para o mercado asiático, e a Rússia é dos maiores importadores. Ele ficou amigo do ex-premiê Dmitri Medvedev por isso.

Dois pesos

Curiosamente, Temer defenderá o setor, mas por outro lado ataca pessoalmente o maior fornecedor de carnes para a Rússia, o delator e seu algoz Joesley Batista.

Jogo de adultos

Veja o poder da indústria alimentícia – em especial, mas há outras de interesse – e a de agências de publicidade. A Câmara Federal segura há um ano na fila do plenário o projeto de lei 5921/2001 – que tramita há 16 anos na Casa. De autoria do deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), proíbe publicidade para venda de produtos infantis.

Efeito catártico

Segundo o deputado, há abusos e informações equivocadas e ou propositalmente ilegais e com informações falsas em anúncios. Especialistas apontam que o efeito catártico faz crianças pressionarem os pais a consumir e comprar tais produtos.

Ementa

O projeto acrescenta parágrafo ao art. 37, da Lei nº 8.078, de 11 de setembro de 1990, que “dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências”.

No chão

A TAM deixou mais de 100 passageiros no chão ontem de madrugada em São Luís (MA) num voo que seguiria para Brasília. Por manutenção de última hora em avião. 

Baixou

A Lava Jato está em alta (ainda bem), mas a venda do livro do procurador Deltan Dallagonl, “A luta contra a corrupção”, vai mal. Caiu de R$ 39,90 para R$ 33,90.

Durval & Joesley

Joesley Batista deu uma de Durval Barbosa, lembram dele? O delator que colocou o governador do DF na cadeia há 8 anos. Tal como Joesley, Durval distribuiu dinheiro (mas o público), está livre, sem processos e com dinheiro no bolso.

Engavetador-geral

Dos atuais 23 pedidos de impeachment do presidente Temer “esquecidos” pelo presidente Câmara, o aliado Rodrigo Maia, 19 são relacionados ao escândalo JBS e estão registrados em “situação de andamento”.

Chocadeiro

Chamado por deputados da oposição de “chocadeiro”, Maia sequer se posicionou até agora sobre as representações com base nas denúncias que envolveram os ex-ministros Marcelo Calero (Cultura) e Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo).

Caso Geddel

Os três pedidos de impeachment de Temer baseados no escândalo Calero/Geddel foram apresentados em novembro passado e apontam que ele cometeu crime de responsabilidade. À época, Calero acusou Geddel de tê-lo pressionado para que o Iphan aprovasse o projeto imobiliário La Vue Ladeira da Barra em Salvador.

ILS no Galeão

A Coluna errou. O Aeroporto do Galeão tem sim os sistemas ILS e ALS para auxílio a pilotos para pousos e decolagens sob neblina, garante a concessionária. E por isso vira a solução para vários aviões impedidos de pousar em outras cidades por mau tempo.

Ponto Final

“Esse ‘fica, não fica’ no governo faz o PSDB ficar com cara de chantagista. Diz que vai sair pra ganhar novos prêmios por sua falsa lealdade”

Do ex-deputado mensaleiro Roberto Jefferson (PTB-RJ). 

19 de junho de 2017

Senadores empresários

Poder, Política e Mercado

Senadores empresários

Dez dos 14 votos favoráveis às mudanças na legislação trabalhista na Comissão de Assuntos Econômicos são de senadores que declararam à Justiça Eleitoral participação em empresas ou fazendas. São os tradicionais patrões – em detrimento de representantes reais do trabalhador na Casa. A proposta será votada amanhã, na Comissão de Assuntos Sociais, onde o relator, senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), manteve o texto aprovado pela Câmara e pela CAE. 

De acordo com levantamento feito pela Coluna, os senadores que disseram “sim” à reforma trabalhista são proprietários ou têm participação em ramos empresariais diversificados. Confira abaixo:

Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN): participação no Capital Social da Rádio Cabugi do Seridó Ltda. e na Empresa Jornalística Tribuna Do Norte;

Raimundo Lira (PMDB-PB): participação na empresa Bravesa Brasília Veículos;

Simone Tebet (PMDB-MS): proprietária de uma gleba da Fazenda Santo Antonio da Matinha, no município de Caarapo (MS);

Valdir Raupp (PMDB-RO): proprietário de ações na Cooperaram Ltda. e quotas da empresa Aj Rocha e Matos Ltda;

José Agripino Maia (DEM-RN): proprietário de quotas em várias empresas comunicação: rádios  Ouro Branco, Santa Cruz, Trairy Ltda, Libertadora, Tropical Comunicações e participação na empresa Empreendimento São João Ltda;

Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE): proprietário de quotas do posto BVM Ltda. e na empresa APJ Empreendimentos;

Wellington Fagundes (PR-MT): 96% do capital da empresa Waf Gestão e Investimentos Ltda;

Armando Monteiro (PTB-PE): participação na Cia. Geral de Melhoramentos (PE) e Noraco S/A Ind. Laminados;

Ataídes oliveira (PSDB-TO): 99% das quotas do capital da empresa Araguaia Administradora de Consorcio Ltda e 90% das quotas da empresa Avel Automóveis e Eletrodomésticos Ltda;

Cidinho Santos (PR-MT): 50% do capital social da empresa União Avícola Agroindustrial Ltda. 


Na conta

O prefeito João Dória Jr está mapeando digitalmente cada canto da capital de São Paulo para cobrar o IPTU em 2018. Será a maior atualização do imposto já feita na cidade.

Conta mais

O presidente Temer deve saber de algo que o restante do Brasil merece conhecer ao citar, em nota oficial, que Joesley Batista esconde seus verdadeiros sócios na JBS.

Trio unido

Há acordão político para derrubar a delação de Joesley na PGR – e passa pelo STF. Se vingar, caem as denúncias contra Michel Temer, Lula da Silva e Aécio Neves.

Mundo de olho

Vidar Helgesen, ministro do Meio Ambiente da Noruega – um dos países que mais preservam suas florestas – enviou carta de três páginas ao ministro da pasta similar em Brasília, Sarney Filho, à qual a Coluna teve acesso. Mostrou-se preocupado com a aprovação de MP no Congresso que autoriza pecuária e plantio em reserva florestal.  

Festa na floresta

A MP aprovada reduziu para menos da metade a área de proteção da floresta nacional do Jamanxin, no Pará: de 1,3 milhão de hectares para 561 mil hectares. Festa para garimpeiros, pecuaristas e quem pretende vender terras (inclusive para estrangeiros).

Memorial A.N.

Aécio Neves foi gravado: pedindo R$ 2 milhões de propina; chamou ministro da Justiça de bosta, articulando para derrubá-lo (e conseguiu); sugeriu matar preposto que carregaria dinheiro; envolveu ministro do STF em tráfico de influência para votação no Senado etc etc. Mas o pedido de prisão do PGR foi porque fez reunião com senadores.

Lascou-se

Afastado do cargo, ao postar foto no Facebook com senadores avisando de reunião a bem do Brasil, Aécio caiu na conhecida vaidade de (tentar) mostrar Poder. Em suma, o então senador Delcídio do Amaral, do PT, foi preso por muito menos.

Tancredo

Aliás, ao telefonar para Gilmar, o senador não seguiu a máxima que o avô Tancredo Neves ensinava de público: Telefone serve para marcar reunião. E no lugar errado.

Detona-Governo

Joesley, em entrevista, pegou leve com Lula da Silva ao fazer acusações genéricas e evitar citá-lo mais. Reforçou a tese do Palácio de que ele é o ‘homem do PT’.

Previdência..

Paralisada na Câmara desde o escândalo JBS, a reforma da Previdência é fundamental e necessária, porém, “insuficiente para o cumprimento do teto de gastos”. É o que aponta relatório do Instituto Fiscal Independente (IFI), órgão vinculado ao Senado Federal.

..patina

O estudo resume o quadro de incertezas econômica e política em breve frase: “O pano de fundo não melhorou e os riscos de um cenário mais pessimista aumentaram”.

CVM no alvo

A Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização, Controle e Defesa do Consumidor (ufa!) quer explicações da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre falhas das empresas de auditoria externa contratadas pela Petrobras.

Ah, Price..

O senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) quer saber se o TCU investiga irregularidades denunciadas por essas empresas. “A Price disse nos balanços que a Petrobras era uma empresa viável e com as contas regulares”, afirma o tucano.

15 de junho de 2017

O poder da lama

Poder, Política e Mercado

O poder da lama

A maior tragédia ambiental do Brasil completará dois anos daqui cinco meses e até hoje a Samarco não pagou um centavo dos R$ 344,8 milhões em multas aplicadas pelo Ibama – que autuou a mineradora 23 vezes. A empresa recorreu de todas, nas instâncias administrativas do órgão ambiental, onde o processo afunda no lamaçal da burocracia. Apenas duas multas avançaram para a “2ª instância” nas dependências do Ibama, e as outras continuam na “1ª instância”, informa o órgão.

Hum...

A Samarco informa que vai cumprir programa de reparação via TAC com Governos Minas e ES. E sobre multas, que há “aspectos jurídicos que precisam ser reavaliados”.

300 hectares

Os ex-moradores de Bento aprovaram a construção do novo distrito. Serão 226 casas em outro local – a terraplanagem começa em agosto e as casas só em 2018. 

Governo & co

Nada também da multa de R$ 5 bilhões que o MP Federal tentou aplicar contra a poderosa mineradora sócia da Vale – sociedade da União com grandes grupos privados.

Fora da lei

Levantamento do setor mostra que 4,6 bilhões de cigarros foram vendidos sem pagar impostos em 2016 por empresas brasileiras que atuam ilegalmente no País. A cada 10 maços de cigarros vendidos no Brasil, 4,5 são contrabandeados do Paraguai. Adivinha quem é o maior fabricante de cigarros no país vizinho? O presidente Horácio Cartes.

Validade vencida

Com centenas de mandatários investigados na Lava Jato e nas delações da JBS, os regimentos internos da Câmara e Senado ficaram ultrapassados. As normas não têm definição sobre pedidos de afastamento de parlamentares, agora decididos pela Justiça.

Regalias em dia

Há movimento de sérios técnicos legislativos para mudar isso. No Senado, além de regalias, foram mantidos dados de atividades do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e do ex-líder do governo, Delcídio do Amaral, alvos de ordens de afastamento.

Faz sentido

Na sede do PSDB do Distrito Federal ainda está escrito na fechada “Oposição a favor do Brasil”. Verdadeiro cenário do que ocorre hoje em relação ao Governo Temer.

Grampo revela

O ex-PGR Cláudio Fontelles protocolou no Senado pedido de impeachment de Gilmar Mendes por crime de responsabilidade. Acusa ligações políticas com senador Aécio.

Velório

O Vem pra Rua não foi.. para a rua. Mas mandou quatro coroas fúnebres de flores, fixadas no portão do TSE, em crítica aos ministros que votaram para salvar Temer. 

Engraçadinho

Conhecido como membro da Bancada da Bala – dos financiados pela indústria armamentista – o deputado Capitão Augusto arrumou jeito de sair pela tangente: distribui balinhas cuja embalagem traz seu nome e a frase “Bancada da bala”.

Tá explicado

Presidente do Conselho de Ética, o senador João Alberto informa que tirou licença médica durante esta semana e por isso “ainda não tomou conhecimento da representação em desfavor do senador do PSDB- MG, Aécio Neves”. Curioso, logo agora!

A conferir

O senador garante que, semana que vem, receberá, em mãos, a documentação e tomará as providências necessárias. É na terça que o STF decide se Aécio será preso ou não.

Tá bom

O ministro Mendonça Filho (Educação) avisa que utilizou aviões da FAB para cumprir agenda oficial, conforme previsto em lei. Esteve em Alagoas e em Pernambuco, na quinta e na sexta, para liberar recursos e visitar as escolas atingidas pelas enchentes. Mas depois voou para Recife, onde reside com a família. 

14 de junho de 2017

Temer escapa

Poder, Política e Mercado

Temer escapa

Depois do sufoco no julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE, que poderia apeá-lo do cargo, o presidente Michel Temer respira aliviado, por ora. A conta do Palácio é a de que ele tem 290 votos na Câmara Federal para derrubar a vindoura denúncia do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, amparada na delação de Joesley Batista. Para Temer virar réu no STF, são necessários 342 votos dos 513 deputados.

Camburão na pista

O PSDB faz tanto suspense sobre ficar ou não na base do Governo Temer como se dependesse do presidente a prisão ou liberdade de Aécio Neves nas mãos do STF.

Toga quente

Aécio pode preparar a mochilinha. Até ontem à noite o placar informal no pleno do STF era a grande maioria pela prisão do senador afastado na próxima terça.

O acordo

O acordo dos governadores tucanos com Michel Temer segurou o PSDB na base do governo. Passa pela nova renegociação das dívidas e mais benesses para os Estados.

EXTRA
Leniência

A Gontijo, cujo ônibus capotou ontem no sul de Minas deixando dois mortos e 17 feridos, acredite, está blindada contra fiscalização da Agência Nacional de Transportes Terrestres e Polícia Rodoviária Federal. A Justiça proíbe que fiscais e policiais revistem ou apreendam veículos da empresa. Processo 0017379-25.2006.4.01.3800.

Hein!?

“Determino, ainda, que as requeridas, ou seus servidores, abstenham-se da prática de qualquer ato tendencioso a impor sanções administrativas à autora, seja de que ordem for (advertências, multas, apreensões/retenções de veículos, impedimento de seguir viagem etc.)”, determinou o juiz, a favor da Gontijo, deixando ANTT e PRF inertes.

No acostamento

Procuradas, a Gontijo informou que foi uma fatalidade: motorista desviou de caminhão que invadiu a contramão e capotou. E que deu assistência às vítimas feridas. A que “em virtude de decisão judicial, inclusive com ameaças de prisão a agentes da ANTT, caso haja descumprimento,  a fiscalização tem obedecido à ordem judicial”.

Cadê?

A Advocacia do Senado e o Conselho de Ética da Casa guardam numa gaveta há oito meses o pedido de cassação de Renan Calheiros feito por juízes de primeira instância.

Efeito boiada

O escândalo da JBS interferiu na rotina do Congresso. A reforma da Previdência foi para a gaveta, por ora. E o Senado analisou 38 matérias em maio – em abril foram 60.

Parou

O processo de cassação de Aécio Neves continua parado no Conselho de Ética. Mais de 25 dias depois de apresentada pelo Rede e PSOL, a representação ainda aguarda um despacho do presidente  João Alberto (PMDB-MA).

Acorda, João!

O peemedebista sequer convocou reunião do conselho para esta semana e não prevê data de envio da denúncia para análise da Advocacia do Senado.

Blindagem

Aliados do presidente Temer na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara estão vigilantes para evitar a convocação do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para explicar sua atuação, entre 2012 e 2016, como CEO da J&F Holding, dona da JBS.

Faca no pescoço

O requerimento de convocação foi apresentado há mais de 20 dias pelo deputado Edmilson Rodrigues (PSOL-PA): “Temos que saber a natureza das atividades desempenhadas pelo ministro: se era consultivo ou tomando decisões estratégicas.”

Olha ele aí!

O advogado goiano do casamento de R$ 8 milhões, Djalma Rezende, pré-candidato ao Palácio das Esmeraldas, como a Coluna revelou, não brinca. Apareceu com 6.2% numa pesquisa para governador.

Antidrogas

Os advogados Paulo Fernando Melo e Patrícia Naves foram indicados pelo Conselho Federal para representarem a OAB no Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas. No Ministério da Justiça.

13 de junho de 2017

Exército de prontidão

Poder, Política e Mercado

Exército de prontidão

O presidente Michel Temer, o ministro Raul Jungmann (Defesa) e o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Sergio Etchegoyen, analisam a possibilidade de autorizar, novamente, o emprego das Forças Armadas para a garantia da Lei e da Ordem no dia 30 de junho – data de novo protesto e greve geral convocados pelas centrais sindicais. Apesar de polêmica, o Governo está disposto a recorrer à medida para evitar novo quebra-quebra na Esplanada dos Ministérios.

A conta

A AGU tenta cobrar a conta das centrais da quebradeira na Esplanada. Reparos (os pequenos) passaram de R$ 1,5 milhão. Sindicatos dizem que foram Black-blocs

Teoria

A associação dos servidores da Abin está revoltada com a VEJA. Considera a reportagem irresponsável e sem qualquer prova de que espionou o ministro Fachin.

Contra-ataque

Agora, a Asbin quer investigação sobre as teorias da revista: “Exigimos uma apuração rigorosa das supostas investigações (..) para garantia de idoneidade da Agência”.

Confusão

É confusa a perda dos direitos políticos do deputado Paulinho da Força Sindical, presidente do Solidariedade. O PGR Rodrigo Janot mandara arquivar o inquérito 2778 que o deputado respondia por improbidade administrativa. Foi o TRF da 3ª Região (desembargadora Consuela Yoshida) quem entrou no circuito e enquadrou o político.

Consolo

A comitiva de aliados para consolar o deputado Paulinho foi grande ontem à tarde. Desde office-boys e garçons, passando por parlamentares amigos até o ministro Ronaldo Nogueira, do Trabalho, pasta controlada pelo PTB e sonho de Paulinho.

Em tempo

Paulinho foi condenado por usar verba gorda do FAT, ligado ao ministério, para contratar sem licitação ONG para ministrar cursos profissionalizantes.

Anistia$  

A pedido da AGU, a Justiça Federal determinou o bloqueio de bens em R$ 5,2 milhões de quatro servidores do Ministério do Planejamento após serem constatados “fartos indícios” de ação fraudulenta e improbidade administrativa na concessão de anistias.

Do nosso

No despacho, o juiz Charles Frazão afirma que a servidora atuou em “conluio” com três outros réus para conceder ilegalmente benefícios do Programa de Anistia. Os prejuízos são de R$ 1.116.647,87.

Ficha Limpa

Com prováveis candidatos na mira da Justiça, parlamentares do Governo e da oposição deixam numa gaveta da Comissão de Constituição e Justiça do Senado o projeto que veda a candidatura de réus à Presidência da República.

Tudo em casa

A proposta, de autoria do senador José Medeiros (PSD-MT), altera a Lei Ficha Limpa e aguarda a indicação de relator no colegiado presidido pelo senador Edson Lobão (PMDB-MA), aliado do presidente Michel Temer.

O de sempre

A bancada do PT na Câmara vai entrar com ação no STF contra o que taxa de “toma lá, dá cá” e discriminação contra oposição. O líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (SP), detalha cifras ao afirmar que a base de apoio de Temer tem recebido recursos e liberação de emendas em volumes até dez vezes superiores aos destinados à oposição.

Faz sentido

Reclama o líder petista: “O governo liberou em média, nos últimos meses, aos parlamentares do PSC, R$ 2,4 milhões e, para (os deputados do) PMDB, um total de R$ 1,59 milhão. Para o PT a média da liberação de emendas obrigatórias foi de R$ 243 mil, para o PDT, R$ 255 mil e, para o PCdoB, R$ 234 mil”.

12 de junho de 2017

Vou de FAB

Poder, Política e Mercado

Vou de FAB

Apesar da proibição estabelecida pelo Decreto 8.432 de 2015, ministros do Governo de Michel Temer têm embarcado com frequência, às sextas-feiras e fins de semana, em voos da Força Aérea para suas residências. O direito a viagens em jatos da FAB é para casos de agenda oficial ou questões de segurança (em última instância), mas os ministros estão viajando para descanso – e no meio do caminho arrumam agenda rápida de trabalho. E o cidadão paga a conta.  

Padilha Air

Na sexta, 2 de junho, Eliseu Padilha (Casa Civil) seguiu para Porto Alegre (RS), onde reside. O “motivo” alegado foi “segurança”.

Mendonça Air

No mesmo dia, o ministro Mendonça Filho (Educação), passou por Caruaru e Serra Talhada antes de desembarcar no Recife. Levou 10 caroneiros “a serviço”.

Aero Lobby

O jato Learjet 45 prefixo PR-JBS de Joesley Batista serve para transportar executivos e afagar políticos com viagens-passeios. Joesley voa em outro jato seu, Gulfstream G650.

E a escuta?

Enquanto os ministros do STF suspeitam de devassa oficial na vida de Edson Fachin, até hoje a Segurança da Corte não descobriu quem instalou escuta ambiental descoberta (desativada) no gabinete de Luís Roberto Barroso, como revelou a Coluna. A suspeita é de que o alvo era Joaquim Barbosa, relator do Mensalão, que ocupava o gabinete antes.

Limado

O senador afastado Aécio Neves foi limado do posto de garoto-propaganda do PSDB nas inserções de TV do partido após as delações da JBS que alvejaram o tucano. O espaço agora é para caciques como FHC e nova geração como João Dória Jr.

Passo a passo

Fiel da balança do Governo Temer, o PSDB segue no passo “um dia após o outro” antes de decidir se pula da nau. A expressão é do governador de Goiás Marconi Perillo. “Não há como antecipar nada, pois o País vive momentos de muita apreensão”.

Suspense

O PSDB vai dar mais tempo a Temer após a reunião de hoje. Parte do partido quer sair da base, e outra (a dos governadores, de peso considerável) prefere manter a aliança.

Lá como cá

O presidente da Espanha, Mariano Rajoy, vai ao banco dos réus acusado de usar dinheiro sujo em doação de empresários ao seu partido, na campanha para o Governo.

Xadrez jurídico

Candidato à sucessão do PGR Rodrigo Janot, o vice-procurador eleitoral, Nicolao Dino, avalia o melhor caminho jurídico para recorrer da decisão da maioria do plenário do TSE, que desconsiderou o calhamaço de provas contra a chapa Dilma-Temer.

Caminho

A tendência é de que Dino opte pelos chamados embargos de declaração – questionando contradições no julgamento – em vez de um recurso extraordinário que teria que passar pelo presidente do TSE, Gilmar Mendes, antes de ser enviado ao STF. 

Desmonte da Infraero

Aeroportuários vão intensificar o “estado de greve” contra o que chamam de “programa de desmonte da Infraero”. Há semanas a direção do Sindicato da categoria pede, sem sucesso, reuniões de emergência com o presidente da empresa, Antônio Claret.

Turbulência (no chão)

O plano de privatização da Infraero prevê a transferência de cerca de 2 mil funcionários para a Aeronáutica. “A categoria está perdida, não sabe o que fazer diante das especulações”, pontua o presidente do SINA, Francisco Lemos.

Ponto Final

“A arrogância de quem acha que faz o que quer e a leviandade de quem cria uma realidade paralela para se livrar do peso do erro cometido”

Do jornalista Elio Gaspari, sobre o presidente Michel Temer 

09 de junho de 2017

Filhotes de Dória

Poder, Política e Mercado

Filhotes de Dória

Espelhados em João Dória Jr, prefeito de São Paulo, empresários decididos a entrar para a política encabeçam listas de apostas para candidaturas aos Governos de Estados. Em Goiás, o advogado Djalma Rezende, aquele do casamento de R$ 8 milhões – com o vídeo-ostentação que ‘viralizou’ no Youtube – admitiu para amigos que pretende se candidatar ao Palácio das Esmeraldas. O Movimento Brasil Livre quer lançar em São Paulo Flávio Rocha, dono da rede Riachuelo, para o Palácio Bandeirantes.

Bolso aberto

Djalma, com seu jeitão caipira, caiu no gosto do povo goiano. É generoso. Deixou um cheque de R$ 100 mil para a Igreja Universal numa visita a São Paulo.

Calma, Fraga

No DF, o deputado linha-dura Aberto Fraga (DEM) almeja o Palácio Buriti e ataca o governador com o slogan que usa contra o PT: “Rollemberg é praga, a solução é Fraga”.

Fica, Joesley..

O Ministério da Justiça negou ontem o pedido de extradição de Joesley Batista, feito pelo deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA).

Argumentos

Na nota oficial, o MJ justifica: “Não há sentença condenatória ou decretação de prisão nem ele é foragido”. Ele se mudou com a família para os Estados Unidos.  

A outra mala

Henrique Alves foi preso por suspeitas de maracutaias na Arena das Dunas e, quatro anos depois, até agora a Polícia Civil de Brasília, uma das mais preparadas do País, não sabe o que aconteceu no misterioso roubo de R$ 100 mil numa mala com o motorista do então deputado. E nem Henrique explicou direito de onde vinha e para onde ia a grana.

Fantasma.. 

Uma das vítimas em Londres teria sido abatida pela polícia e não por terroristas. É um espanhol que se levantou em meio a um tiroteio, e o caso está ocultado pelas autoridades da Grã Bretanha às vésperas da eleição para evitar impacto no pleito.

..de Jean

A informação é de um espanhol que conhecia a vítima e enviou um áudio para amigos que moram no Brasil. Se confirmado, será o segundo caso de erro grave dos policiais, após a tragédia envolvendo o brasileiro Jean Charles.

Com Gilmar ?

Um dos idealizadores da Ficha Limpa, Márlon Reis crava que a decisão sobre a chapa Dilma-Temer no TSE será por voto de minerva do presidente Gilmar Mendes.

A conferir

Márlon argumenta que o escândalo da JBS pode ter mudado a opinião dos ministros. “A tendência hoje é de 3 votos para cada lado que levaria ao desempate pelo presidente Gilmar Mendes”. Fontes da Coluna afirmam que Temer tem dois votos de vantagem.

Saudoso Enéas

Enéas Ferreira Carneiro, o Dr. Enéas, famoso personagem da política brasileira, falecido há 10 anos, volta à lembrança no espetáculo “Meu nome é Enéas – o último pronunciamento”, com o ator pernambucano Márcio Fecher, vestido a caráter.

Cerco Olímpico

O deputado Marco Antônio Cabral (PMDB-RJ) quer satisfações sobre o legado olímpico. Apresentou dois requerimentos na Comissão de Esporte. Um para que o prefeito Marcelo Crivella fale da responsabilidade do município; e outro para visita técnica ao Parque de Deodoro.

Lavoura arcaica

O presidente Michel Temer tenta, sem sucesso, passar um clima de normalidade no Governo em meio ao julgamento no TSE. Anunciou os investimentos na Safra 2017/18 as os holofotes todos foram para o pleno do tribunal.

Tô nem aí

Deputados da base pressionam o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a acelerar a tramitação das mudanças na lei de abuso de autoridade aprovadas pelo Senado. Ele resiste e sequer marcou data para instalação da comissão especial de análise.


08 de junho de 2017

Nova prioridade

Poder, Política e Mercado

Nova prioridade

Com a reforma da Previdência praticamente enterrada na Câmara Federal, o Palácio do Planalto mobiliza a combalida base para barrar o pedido de investigação contra o presidente Michel Temer que deve ser apresentado na terceira semana de junho pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Por enquanto, ministros do Governo asseguram contar com votos suficientes – cerca de 200 – para evitar que o STF transforme a denúncia em uma ação penal.

Proximidades

Carlos Zarattini, líder do PT, Orlando Silva e Aldo Rebelo, deputados do PCdoB, são frequentadores assíduos do gabinete do presidente Rodrigo Maia na Câmara.

Reapareceu

O vice-procurador-eleitoral Nicolao Dino decidira tirar férias em meio ao julgamento da chapa Dilma-Temer mas, enquadrado por colegas e pela consciência, recuou a tempo.

Enxugou

O Banco do Brasil fechou 394 agências e outras 379 viraram postos de atendimento. No plano de aposentadoria voluntária, 9.402 funcionários se desligaram do banco.

Chapa fria

O Presidente do Instituto Aço Brasil, Marco Polo Lopes, levou ao presidente Michel Temer dados que mostram o setor na chapa fria em 2017. Segmentos como automotivo, químico, máquinas e equipamentos, entre outros, não retomarão fôlego a curto prazo no mercado interno e demitiram, nos últimos dois anos, cerca de 500 mil colaboradores.

Ibama & Palácio

O Ibama pressiona o Palácio para que o presidente Temer vete mudanças previstas na MP 752, aprovada pelo Congresso em maio. Em nota, o órgão aponta que o texto abre brecha para que a União pode financiar involuntariamente, por bancos, o desmatamento.

Contrabando

Edson Vismona, do Movimento em Defesa do Mercado Legal Brasileiro, palestra para deputados na 21ª Conferência da União Nacional dos Legislativos Estaduais em Foz do Iguaçu. Assim como na fronteira, a maioria dos Estados registra contrabando crescente.

Tamanho do rombo

Vismona lembra que entre 2011 e 2016, o País deixou de arrecadar R$ 23,6 bilhões em função da venda ilegal de produtos paraguaios no Brasil, em especial sobre o cigarro.

Campeão

Na porta do camburão hoje, o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu mais de R$ 18 milhões em emendas parlamentares nos últimos dois anos.

Caso Jacob

A prisão do deputado Celso Jacob, sentenciado pelo STF, acendeu alerta entre os colegas. Prova de que o STF não é leniente com o foro privilegiado. Causou espanto o fato de que ele caiu por tão pouco: R$ 28 mil por obra sem licitação numa creche.

Histórico

Ele se baseou em parecer técnico, sob emergência, entregou para empresa que executou a obra com menor valor, que concluiu com 60% do preço declarado, e a creche está em funciomamento!, reclama um deputado aliado.

Revoada

O Planalto já tem ciência de que não poderá contar com votos da maioria dos deputados do PSDB para barrar o processo contra o presidente Temer após a apresentação da denúncia contra o peemedebista pelo PGR.

“Fichas Limpas”

Apesar de investigadas em esquemas de corrupção, as construtoras Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez e Odebrecht mantêm status de “idôneas”. O TCU aguardará até julho o desfecho dos acordos de leniência com o MP Federal para decidir se as enquadra.

Cooperação

Procuradores dos Panamá e El Salvador desembarcaram em Brasília para obter informações sobre as investigações do Propinobrecht.  Assim como no Brasil, o escândalo tem derrubado autoridades nos países vizinhos onde a empreiteira fez obras.

06 de junho de 2017

Governo segura Joesley em NY

Poder, Política e Mercado

Governo segura Joesley em NY

O Governo conota movimento político sigiloso para segurar a extradição do empresário Joesley Batista, dono da JBS, que gravou conversa comprometedora com o presidente Michel Temer e hoje vive em Nova York – e pode falar muito mais. O pedido foi protocolado no MP Federal, Ministério das Relações Exteriores e Ministério da Justiça pelo deputado José Carlos Aleluia (BA), líder do DEM, revelou a Coluna. Questionado, o Itamaraty alega que não foi notificado pelo MJ até ontem à noite.

Jogo de empurra

O Itamaraty avisa que só após ofício do ministro Torquato Jardim poderá avisar ao Governo americano. A assessoria do MJ avisou que pesquisaria sobre o assunto.  

Rendeu muito

No ofício (veja na versão online) o deputado argumenta que Joesley é alvo de investigação da CVM suspeito de especular com a moeda brasileira, para lucrar.

Fachin na mira

A AJUFE, dos juízes federais, soltou nota de apoio ao ministro Fachin, do STF. Como antecipamos, tropa de Temer quer constrangê-lo em convocação para a CCJ da Câmara.

Batalha..

Não é por acaso que em poucos dias a PGR e os Ministérios Públicos no Rio e São Paulo pediram as prisões de Aécio Neves, Anthony Garotinho e  Lula da Silva, respectivamente. Há no escopo uma discreta medição de forças com a Polícia Federal.

..Pelo inquérito

O MP quer cada vez mais protagonismo e poder de comandar inquérito (há PEC em tramitação no Congresso). A PF, através dos delegados, também cobra aprovação de PEC que dá mais autonomia à polícia e é contra mais poder aos procuradores.

Turbinado

Fortalecido como referência no combate à corrupção, o staff do MP será consideravelmente ampliado nos próximos dias. Foram nomeados 127 analistas e 102 técnicos que vão atuar em 20 Estados e no DF. Com destaque para Rio e São Paulo.

E$petáculo

Que não se engane o cidadão. A nova greve geral anunciada é muito mais grita pela manutenção do bilionário ‘imposto sindical’, que banca centrais, do que contra Temer.

#Cidadania

O vereador Renivaldo Braz (PV), de Porto Seguro, primeiro indígena eleito na terra onde o Brasil foi descoberto, conseguiu na Câmara aprovação para a prefeitura criar a Secretaria Indígena. Na região moram 7 mil pataxós.

Ficou brabo

Sob alto risco de trocar sua mansão no Lago Sul por cela na Superintendência da PF, o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) tem sido aconselhado por caciques tucanos a se desfiliar para evitar uma expulsão do PSDB antes de o Senado analisar seu processo de cassação. Ele ficou irado.

Ciumeira em casa

A Associação Nacional dos Procuradores da República é contra estender a votação da lista tríplice para a escolha do novo PGR a todos os membros do Ministério Público. “É o mesmo que imaginar um cenário em que os deputados federais votem em uma eleição do Senado”, diz o presidente da ANPR, José Robalinho.

Imposto sindical

O relator da reforma trabalhista no Senado, Ricardo Ferraço (PSDB-ES), defende com veemência o fim da contribuição sindical: “Qualquer caminho diferente de tornar a contribuição opcional ou facultativa é um retrocesso. A cobrança é absurda”.

Em dúvida

Mas diante da nova greve geral anunciada para 30 e muito em baixa na popularidade, o presidente Temer já admite a palacianos que pode vetar a extinção do imposto sindical.

Ponto Final

“Nós sabemos que todo cidadão brasileiro tem direito de ser candidato. O que nós queremos é que não inviabilizem nosso ex-presidente Lula em qualquer processo eleitoral. Não estou dizendo que é garantida a vitória, mas, sim, que é preciso garantir o direito de qualquer cidadão competir”

Da ex-presidente Dilma Rousseff.

05 de junho de 2017

Pela porta dos fundos

Poder, Política e Mercado

Pela porta dos fundos

Desde a eclosão da crise provocada pelas delações JBS, em 17 de maio, a equipe presidencial no Palácio do Planalto tem encomendado pesquisas semanais a um grande instituto para avaliar cenários políticos e econômicos do Governo e a popularidade do presidente Michel Temer. Os resultados, bancados com dinheiro público, mostram que são cada vez mais escassas as chances de Temer concluir o mandato-tampão, e sair pela porta dos fundos do Planalto.

Dois em baixa

O Brasil vai ferver nesta semana, com o camburão da PF nas portas de Aécio Neves e Lula da Silva. Delcídio do Amaral foi preso por muito menos.

Dançou

Nos bastidores da toga: a maioria dos ministros da 1ª Turma do STF vai decretar a prisão de Aécio. O placar está em 4 a 1, ou no melhor dos cenários, 3 a 2. Contra ele.

Giroflex ligado

Vem coisa grande. Mais de 100 policiais federais estão mobilizados desde a tarde de ontem.

MPF pediu

Quem conhece a paciência do juiz Sérgio Moro crava que ele não vai decretar a prisão de Lula no caso do Triplex, por falta de mais provas. Mas o sítio pode levar Lula à cela.

Impunidade yankee

Quase 11 anos após o acidente que vitimou 154 pessoas no Boeing da GOL, o piloto americano Joseph Lepore até hoje não teve qualquer punição na Justiça americana por violar regras do jato Legacy que pilotava (ele desligara o transponder). A AGU cobrou à OACI (Conselho da Organização da Aviação Civil) junto à ONU que tome providências

Lá e cá

Por aqui, controladores de voo militares foram detidos e condenados (também falharam na comunicação com os pilotos do Legacy). Mas nada aconteceu aos americanos. Foram recebidos nos EUA como heróis. E continuam a pilotar por lá. O OACI analisa a admissibilidade da denúncia do Governo do Brasil através do Itamaraty.

Loteria

No País que cambaleia para recuperar a economia, o Governo terá de botar a mão no bolso para pagar 565 funcionários do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) por desvios de função na década de 90. O caso segue no TST e o acordo coletivo está em R$ 1,1 bilhão – cada servidor vai sair com R$ 1,9 milhão no bolso.

Do seu, do nosso

Com a maioria das prefeituras com dívidas milionárias, prefeitos pagaram R$ 1.800 só de inscrição, cada, para participar da XX Marcha em Brasília. E não foram sozinhos.

Merenda

O escândalo bilionário das empresas de Marco Antônio de Luca, da Milano, preso pela PF, pega em cheio um secretário municipal do Rio se ele decidir delatar

Imagem

O BNDES busca associar a imagem a ações de combate à corrupção. A marca é parceira do 3ª Hackfest, evento da Transparência e CGU, de 9 e 11 de junho em João Pessoa.

Tem mais

O diretor de Relações Institucionais da J&F, Ricardo Saud, que vazou para os EUA, afirmou em delação premiada que o Ibope teria sido usado para “esquentar” notas para dissimular propinas à cúpula do PMDB. O instituto nega. 

Fala, Janot

Parte do trecho do pedido de prisão de Aécio feito pelo procurador-geral Rodrigo Janot que fez brilhar os olhos de alguns ministros do Supremo: “É imprescindível (a prisão) para a garantia da ordem pública e da instrução criminal, diante dos fatos gravíssimos imputados aos congressistas e do flagrante por crime inafiançável”.

Recuou

Acuado pelo mau momento, o presidente Temer confirmou a líderes sindicais que vai vetar o artigo da reforma trabalhista – já aprovada na Câmara e em tramitação no Senado – que acaba com o imposto sindical.  

Devagar

Se seguir na Presidência, Temer enviará ao Congresso uma proposta que acabe gradualmente com a contribuição compulsória. 

02 de junho de 2017

Congresso mira Fachin

Poder, Política e Mercado

Congresso mira Fachin

A tropa governista do presidente Michel Temer no Congresso já tem alvo certo: o ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato e hoje o maior algoz de Temer. Há esboço de requerimento para convocar Fachin a se explicar na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Os deputados querem saber se ele pediu ajuda à JBS para convencer congressistas a aprovarem seu nome na sabatina no Senado, quando foi indicado pela presidente Dilma Rousseff para a vaga.

Entre portas

Há informações nos gabinetes da Câmara de que Fachin pediu ao diretor da JBS, Ricardo Saud, ajuda junto a senadores para a sabatina. Saud hoje é delator na Lava Jato.

Vai, papai!

Os Bolsonaro monitoram pesquisas encomendadas por partidos. “Quanto mais nos batem, mais crescemos”, diz o filho de Jair, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP).

Afronta

Enquanto o STF dá tempo ao tucano, contrariando pedido de prisão feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) – mesmo afastado do mandato – mantém rotina de interlocutor das bancadas do partido na Câmara e no Senado. Dizem aliados que até derrubou um ministro da Justiça.

Beija-mão

Além de advogados, nos últimos dois dias e no fim de semana passaram pela mansão do senador deputados tucanos da bancada mineira, colegas do Senado e dois ministros do governo de Michel Temer.

Saidão junino

No País do Código Penal frouxo, mais essa: A Subsecretaria do Sistema Penitenciário do DF vai liberar presos para o ‘saidão junino’, entre 9 e 12, quando ocorrem festas juninas. A Secretária de Segurança informou que cumpre decisão do Tribunal de Justiça

Tá bom

A Vara de Execuções Penais esclarece que “as saídas temporárias estão previstas expressamente nos artigos 122 a 125 da Lei de Execução Penal”.

Limpeza geral

Nova pesquisa Ipsos, feita em maio e divulgada ontem, mostra que 95% dos brasileiros aprovam a continuidade da Operação Lava Jato. Dos ouvidos, 41% acham que a operação prejudica a economia e emprego, e 36% acham que vai dar em pizza.

Fala, doutor

Consultor de políticas educacionais no Governo Barack Obama, o americano Eric Bettinger, professor de Economia da Stanford School of Business, participa hoje do Fórum Anual de Docente Estácio no Rio de Janeiro.

Haja gás

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho, se reúne na segunda com o presidente da Abegás, Augusto Salomon. Vão tratar da proposta da Petrobras, IBP e Abraget, no âmbito do ‘Gás Para Crescer’, que a Abegás considera inconstitucional.

Mais gásssss

Há um projeto de lei para criar um ‘comercializador federal’ que poderia adquirir gás natural de produtores ou importadores e vendê-lo diretamente aos usuários livres, clientes hoje atendidos pelas concessionárias estaduais, e a Abegás perde tudo com isso.

A conferir

Na visão da Abegás, o PL beneficiaria apenas 261 consumidores e mais algumas refinarias e plantas de fertilizantes (Fafens), criando um desequilíbrio na tarifa.

E aí, camaradas?

O senador Aécio Neves procurou senadores que irão integrar o Conselho de Ética do Senado para pedir “voto de confiança”. A mesma estratégia usada pelo ex-líder do governo Dilma, Delcídio do Amaral, que acabou sendo cassado pelo colegiado.

Alinhados

Dos 12 senadores que irão compor o Conselho de Ética confirmados até agora – o Bloco PP/PSD ainda não indicou membros – oito pertencem a partidos alinhados com o Palácio: são do PMDB, PSDB, DEM, PR e PSC.

Que trupe

Dez dos 30 senadores que assinaram a CPI do BNDES-JBS, 10 constam na lista de políticos financiados pelo frigorífico: Benedito de Lira (PP-AL), Ana Amélia (PP-RS), Paulo Bauer (PSDB-SC), Marta Suplicy (PMDB-SP), Paulo Rocha (PT-PA), Simone Tebet (PMDB-MS), Antônio Anastasia (PSDB-MG), Davi Alcolumbre (DEM-AP), José Maranhão (PMDB-PB) e Paulo Rocha (PT-PA).

Ponto Final

“O mundo confia e sabe, o Brasil é um país de oportunidades”

Do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco. 

01 de junho de 2017

Projeto derruba-delação

Poder, Política e Mercado

Projeto derruba-delação

A base do presidente Michel Temer (inclui em especial o PSDB) iniciou o projeto derruba-delação. A Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara aprovou proposta que invalida a denúncia de Joesley Batista, da JBS, por supostas fragilidades e irregularidades na gravação do diálogo com o presidente. Agora, o objetivo é fazer que na Comissão de Constituição e Justiça a proposta seja terminativa (não vai plenário), encaminhá-la para mesma tramitação relâmpago no Senado. Uma vez aprovada, vai a sanção e Temer desce a canetada. Isso livra ele e Aécio Neves de qualquer processo.

Tudo em vão

A Coluna cantou a bola há dias sobre o plano da base. Se isso vingar, Joesley terá que topar outra delação, sem as benesses da Procuradoria Geral da República.

Sem conspiração

Uma infeliz briga de bar de fim de noite levou à morte de dois delegados de PF em Florianópolis. A PF perdeu dois experientes profissionais no Rio de Janeiro.

Curral em chamas

A segunda fase da Operação Carne Fraca deflagrada ontem pega em cheio funcionários da Agricultura com estreitas ligações com a JBS em Goiás, terra natal da gigante.

Missão (im)possível

PSDB e DEM seguem em conversações sobre seu substituto num plano B, se a situação desandar para o presidente. Caciques dos dois partidos tentam chegar a um consenso sobre nome que não pleitearia concorrer à eleição em 2018. Há dois cotados. Rodrigo Maia, pelo DEM, e o ex-presidente Fernando Henrique, pelo PSDB.

Sois rei

O desafio do PSDB é retirar FHC do trono depois. Mesmo aos 85 anos, e com um ego gigante, ele, o pai da reeleição, será capaz de tentar a cadeira em 2018 e atrapalhar os planos de grãos caciques do próprio ninho. 

Segunda leva

A PGR e a PF já tem farto material para desencadear nova etapa da operação Patmos. Uma das frentes de investigação flagrou empresários e políticos que frequentavam o escritório do advogado Willer Tomaz no Lago Sul em Brasília. Há vídeos e fotos.

Que dupla

Willer, que desfilava de BMW e Ferrari, foi preso pela PF, juntamente com o procurador da República Ângelo Goulart Vilella, cooptado para fazer informações.

‘Pause’

Advogados do presidente Temer defendem que ele preste depoimento à PF só depois de a própria polícia judiciária periciar a gravação de sua conversa com Joesley.

Digital avança

Nem tudo está perdido na gestão pública. Há anos o Ministério das Comunicações investe pesado e a tecnologia avança. Após Brasília e São Paulo, Goiânia estreou o sinal digital de TV aberta.

Vigília

Auditores e técnicos de finanças e controle comemoraram a decisão do deputado Osmar Serraglio de recusar assumir o Ministério da Transparência. Os servidores avisam que vão manter a “vigília” para evitar a nomeação de “ um político suspeito” para a pasta.

Vigília 2

“Nosso órgão não pode ser usado como instrumento para salvar autoridades envolvidas em casos de corrupção”, avisa Filipe Leão, diretor do Sindicato Nacional dos Analistas e Técnicos de Finanças e Controle (Unacon).

Plantonista

O vice-Procurador-Geral da República, José Bonifácio de Andrada, estará em plantão em Brasília nas próximas semanas para tirar dúvidas de chefes dos Ministérios Públicos dos países que conduzem investigações relacionadas à Odebrecht.

Liberou geral

A partir de hoje, as informações do esquema de corrupção serão compartilhadas com autoridades da Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México, Panamá, Peru, Portugal e Venezuela.

Ponto Final

“O Congresso aprovou terceirização, fim da CLT, diminuição de gastos com a saúde, redução da idade penal. Imagina escolher presidente”

Da deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), preocupada , sob a ótica da oposição, com a ‘lisura’ da Casa para tocar o rumo da nação.

30 de maio de 2017

Cerco a aliados

Poder, Política e Mercado

Cerco a aliados

O presidente Michel Temer mantém a agenda repleta de encontros com parlamentares da base e ministros para medir a temperatura de apoio ao Governo e evitar a fuga de aliados. Dos ministros da Saúde, Ricardo Barros (PP-PR), e do Trabalho, Ronaldo Nogueira (PTB), recebeu a informação de que os partidos mantêm-se “fechados” com o Palácio. Foi o mesmo tom da conversa de Temer com o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) que se mantém como líder “pardo” da bancada na Câmara.

Nanicos

Nesta semana, Temer dará prioridade às conversas com os líderes dos chamados “partidos nanicos” – relegados desde o início do Governo do peemedebista.

Amém

A Igreja quebrou o silêncio sobre o cenário: “Se houver eleição indireta, é preciso consenso de nome que não esteja ligado a falcatruas”, diz Dom Leonardo, da CNBB.

Pega geral

Os ex-governadores do DF foram só os primeiros presos por causa do superfaturamento, na arena de Brasília. Os portões foram abertos pelas construtoras nas delações.

Perdeu, doutora

O Governo Dilma recusou equipamento alemão de comunicação criptografada oferecido ao Palácio há dois anos. Ela preferiu investir nos sistemas C-Gov e Cripto-Gov, elaborados pela Abin, mas que só foram usados para e-mail e telefone após os vazamentos de Snowden sobre as conversas da presidente monitoradas pelos EUA.

Arma de guerra

O sistema alemão é tão poderoso que é proibido nos Estados Unidos, e se alguém tentar entrar com ele no aeroporto, deve ser declarado como arma de guerra, e o cidadão passa a ser monitorado pelo FBI e CIA.

Fone blindado

Aliás, os sistemas criados pela Abin estão em funcionamento no Palácio. Abrangem o chamado telefone vermelho do presidente, em linha segura com ministros da Esplanada.

Alerta dado

Presidente da Associação Nacional do Ministério Público de Contas, Julio Marcelo – que apontou ilegalidade nas contas de Dilma – questiona: “Onde estavam os tribunais de contas? O que faziam enquanto elefantes brancos eram erguidos para a Copa?”.

Meritocracia

O Congresso Nacional pode dar um basta às indicações políticas para o TCU, dos tribunais de Contas dos Estados e dos municípios.  Tramita na CCJ uma PEC que prevê realização de concurso público para as carreiras dos órgãos de Contas.

Sem ligações

A matéria é relatada pelo deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), que frisa: “Esse sistema tem permitido que o cargo de conselheiro dos tribunais de contas sirva para indicações que levam à troca de favores para ex-políticos e parentes de políticos”.

Cegueira

Presidente da comissão especial que culminou no impeachment da ex-presidente Dilma, o senador Raimundo Lira (PMDB-PB) procura suavizar a grave crise política deflagrada pelo escândalo JBS. “É teste para nossa democracia que está em aperfeiçoamento”.

Grita do QG

O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, reprovou, em reservado, o recuo do presidente Michel Temer ao revogar o Decreto de Lei e Ordem para reprimir protestos na Esplanada. Nos bastidores da caserna, a informação é de que Villas Bôas já teria informado ao ministro Raul Jungmann (Defesa) a intenção de deixar o posto.

Segredo do Palácio

O cotado para o posto é o general Sérgio Etchegoyen, hoje chefe do Gabinete de Segurança Institucional do Palácio.

Coach empresarial

Staff de professores brasileiros que moram há anos nos EUA, capitaneados por Jorge Bittencourt (Ibmec Rio), vai ministrar curso de 10 a 20 de julho na Flórida para os conterrâneos que querem investir na terra do tio Sam. https://www.gpsbrasil-usa.com/.

Mais segurança

A insegurança normativa e a instabilidade política afastam investidores do Brasil, apesar de o País em ‘liquidação’ com o real desvalorizado frente a moedas. Só um exemplo, nosso Código comercial é de 200 anos atrás, com pequena atualização na década de 70. 

29 de maio de 2017

Queda anunciada

Poder, Política e Mercado

Queda anunciada

Osmar Serraglio caiu do Ministério da Justiça porque perdeu poder de interlocução com a Polícia Federal, subordinada a ele. Desde a operação Carne Fraca, na qual foi flagrado num telefonema com fiscal da Agricultura intercedendo por frigorífico investigado, Serraglio não tem qualquer tratativa de importância com a cúpula da PF, missão essa que caberá agora a Torquato Jardim. O Palácio não desistiu ainda de emplacar uma delegada no lugar do atual diretor-geral da PF, delegado Leandro Daiello.   

Te cuida, LJ

O novo ministro da Justiça, Torquato Jardim, é muito crítico das prisões de ‘longa temporada’, modelo usado pelo juiz Sérgio Moro para enquadrar sacripantas.

Escoltado

O deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da reforma da Previdência, anda escoltado em Brasília e Campo Grande por dois agentes legislativos armados.

Escoltado 2

O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), temeroso de ataques homofóbicos, também circula com segurança, particular, inclusive dentro do Congresso.

Vaca no brejo

Há uma articulação político-institucional para invalidar a delação premiada de Joesley Batista com o pretexto de que a PGR foi benevolente com os empresários. Caso o plenário do STF derrube, vão para o brejo as denúncias contra Michel Temer e Aécio Neves, que se livram dos inquéritos. Os Batista teriam de topar nova delação.

Toga quente

Evidente que os ministros da Corte não participam de conluio, mas é forte a pressão e tentativa de advogados das partes no convencimento dos nobres togados.

Intocável

Apesar da pressão do Palácio e do líder do Governo, Romero Jucá (PMDB-RR), o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) mantém-se intocável na liderança da bancada. Conta com o apoio de 13 dos 21 senadores peemedebistas.

Mala chipada

Os agentes da PF perderam de vista Rocha Loures ao segui-lo por São Paulo após receber a mala com R$ 500 mil de Ricardo Saud, da JBS. Mas a mala estava ‘chipada’, com rastreador. A PF sabe onde ela foi parar. E principalmente, por onde passou.

Volta a fita

A Mesa Diretora se enrolou na resposta e corrigimos: o Senado foi notificado, sim, pelo STF, para o afastamento do senador Aécio Neves, o que foi feito no ato.

Volta às origens

O PT voltou às origens, pelo menos em Curitiba. Instalou banca para filiação na Boca Maldita, no Centro, com venda de botons e meta de 200 camisetas, além de promover bingos e rifas, divulgou o Blog do Tupan.

Tá difícil

O líder do Governo, senador Romero Jucá, crava que serão votadas as reformas trabalhista (no Senado) e da Previdência (entrará na Câmara): “Vamos insistir. Quem quiser divergir, que se faça divergência no campo das ideias, não da violência”.

Ralo da propina

Com o dinheiro da corrupção apenas da Odebrecht e a JBS, seria possível construir 1.579 creches, para atender 253 mil crianças; comprar 24,4 mil ambulâncias e 16.666 ônibus escolares, entre outros itens, levantou a ONG Contas Abertas.

Pegando peso

A 19ª edição da única feira fitness do Estado do Rio acontece de 8 a 10 de junho, no Centro de Convenções SulAmerica. É a Rio Spot Show 2017. Os organizadores apostam no reaquecimento do mercado brasileiro.

País fitness

Aliás, se os números vingarem, o Brasil tem tudo para sair do sedentarismo (metade da população não faz atividades). O País tem hoje 32 mil academias, é o quarto em alunos (8 milhões) e o décimo em faturamento (US$ 2,4 bilhões).

Te cuida, Temer

Do aliado Ronaldo Caiado, senador do DEM: “Temos que tomar decisão clara. O presidente tomou a opção errada. Ele deveria ter tido a altivez para a renúncia”.