• assinatura jornal

Notícias Pelo Piauí

20 de abril de 2017

Wellington autoriza benefícios para quatro municípios piauienses

Wellington autoriza benefícios para quatro municípios piauienses

O governador Wellington Dias autorizou, nessa quarta-feira (19), investimentos em três municípios piauienses. As intervenções abrangem as áreas de saúde, infraestrutura e abastecimento d’água. 

Madeiro, município situado na região norte do estado, será contemplado com a recuperação de 30 km de estradas vicinais, melhorando o acesso a povoados como Entre Morros e Murici. A zona urbana da cidade vai receber 3 mil m² de asfalto e 10 mil m² de calçamento. O governador se comprometeu ainda em equipar uma Unidade Básica de Saúde em Madeiro.

“A sensibilidade do governador Wellington Dias vai levar mais qualidade de vida ao povo de Madeiro”, avaliou o prefeito do município, José Neto, que apresentou os requerimentos.

Em Landri Sales, destaque para a mobilidade urbana. O Governo do Piauí concedeu ao município 5 mil m² de calçamento, além de 14 mil m² de pavimentação asfáltica para ruas do Centro. Foi autorizada ainda a reforma do Centro de Convivência dos Idosos. 

“É um prédio com mais de 20 anos. A terceira idade precisa ser lembrada e valorizada, que bom que o governador também entende assim”, ressaltou o prefeito Aurélio Sá.

Regeneração foi contemplada com a reforma do hospital municipal. O Governo do Estado também vai custear novos equipamentos para a unidade de saúde. O governador Wellington Dias autorizou ainda o roço e a recuperação de 30 km de estradas vicinais de acesso à zona rural do município. Povoados como Feitoria, Jacaré e Mata, onde as vias estão bem desgastadas por força das chuvas, serão contemplados. 

“Em um momento de crise que atravessamos, essa parceria com o Estado é fundamental para garantirmos os investimentos que Regeneração precisa”, destacou o prefeito.

O município de União deve receber em breve três novos sistemas de abastecimento d’água. A obra foi autorizada e beneficiará os povoados Gameleira, Cocal e Pedrinhas. A comunidade Liberdade vai ganhar 3.500 m² de calçamento. Os requerimentos foram apresentados pela vereadora Orcivane Coelho.

Parte das obras autorizadas pelo governador ficará sob responsabilidade da Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans). O secretário Fábio Xavier acompanhou as audiências.

19 de abril de 2017

Projeto Viva o Semiárido capacita consultores

Projeto Viva o Semiárido capacita consultores

Mais um passo importante para a implementação do Projeto Viva o Semiárido (PVSA) no Piauí ocorre de 17 a 21 de abril. Consultores em Educação contextualizada para convivência com o Semiárido participam de formação ofertada pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc). A secretária da Educação, Rejane Dias, participou do evento na manhã desta terça-feira (18).

O projeto possui três componentes e um deles é o de desenvolvimento social e humano, que abrange empreendedorismo e educação. De acordo com a coordenadora de Educação no Campo da Seduc, Miriam Medeiros, a secretaria é a co-executora de parte das ações do projeto, no subcomponente Educação Contextualizada para convivência com o Semiárido.

"Estamos recebendo os consultores para desenvolver um conjunto de ações como formação de professores, reestruturação de projetos político-pedagógicos e implementação de projetos produtivos nas escolas", afirma Miriam, enfatizando que a Seduc conseguiu dar mais significado à educação quando é feita de modo contextualizado, quando você olha a realidade em que a escola está inserida, como a vida é produzida e organizada e como se vive a cultura local", completa.

O PVSA tem como objetivo geral contribuir para a redução da pobreza e dos níveis de extrema pobreza da população rural do semiárido piauiense por meio do incremento das atividades produtivas predominantes e do fortalecimento organizacional dos produtores rurais.

A meta do projeto é formar 1.500 professores de 100 escolas, localizadas em cinco territórios do Piauí: Vale do Sambito, Vale do Rio Guaribas, Vale do Rio Canindé, Serra da Capivara e Vale do Rio Itaim.

"Nesses cinco territórios trabalhamos com 50 municípios. Fora os 1.500 professores, atingiremos cerca de 20 mil alunos. Quando a escola tem significado para a população, não há espaço para a evasão ou falta de interesse. A educação contextualizada tem esse papel de fazer o diálogo com a realidade exterior da escola, para que não haja diferença entre escola e comunidade", garante a secretária Rejane Dias.

13 de abril de 2017

"Município tem dívidas impagáveis", diz prefeito de Geminiano

Prefeito paga salários atrasados da gestão anterior e diz que Geminiano tem dívidas impagáveis

“A realidade é muito mais grave do que se imaginava. Geminiano tem dívidas impagáveis”. A afirmação é do novo prefeito do município, Erculano Carvalho (PP). Segundo ele, as dívidas deixadas pelas gestões anteriores vão comprometer o desenvolvimento do município por décadas. Nos últimos 12 anos, Geminiano foi administrado pelo grupo do ex-prefeito Tony Borges, que saiu derrotado nas últimas eleições.

A maior dívida é trabalhista. Segundo Erculano, o montante chega a 9 milhões reais. O ex-prefeito Tony Borges, na sua primeira gestão – de 2005 a 2008, anulou um concurso público e demitiu vários servidores efetivos. Após sete anos, os servidores ganharam na Justiça o direito de voltarem aos seus respectivos cargos e receberem todos os salários do período em que estiveram afastados.

Prefeito Erculano Carvalho (PP)- Foto: Cidades Na Net

Após o grupo perder as eleições, o ex-prefeito Jader Borges deixou sem pagar os salários dos servidores referente aos meses de novembro, dezembro e parte do 13º salário de 2016. A dívida, segundo Erculano, é de quase 500 mil reais. “É muita injustiça. Essas pessoas trabalharam, prestaram seus serviços ao município, à população, e não receberam por isso, como era de direito”, disse Erculano.

O prefeito informou que já iniciou o pagamento desses salários atrasados. “Nós nos planejamos, conversamos com a classe e chegamos a um acordo. Essa semana nós pagamos o mês de novembro, o 13º que faltava, e vamos parcelar o mês de novembro em oito parcelas. Ninguém vai ficar sem receber”, afirmou Erculano.

Somado ao bom funcionamento dos serviços básicos e essenciais como saúde e educação, o novo prefeito afirmou que o pagamento do funcionalismo em dia será uma marca da sua gestão. “Vamos fazer diferente e valorizar o servidor público. Eles são peças essenciais no funcionamento da máquina pública, são eles que fazem a administração, que levam os serviços públicos até a população, portanto, merecem ser valorizados e respeitados. E isso nós vamos fazer”, pontuou.

Além das dívidas com servidores, Erculano informou que existem muita outras. Com a Eletrobras, por exemplo, a dívida é de R$ 1,4 milhão. “O endividamento é o maior problema do município”, finalizou.

Programa Conecta Biblioteca oferece vagas para o Piauí

Iniciativa visa aumentar em 60% o número de novos visitantes dessas bibliotecas

Muito mais do que um lugar para empréstimo de livros, bibliotecas podem ser espaços dinâmicos de aprendizagem e acesso à tecnologia, possuindo enorme potencial para contribuir de modo mais efetivo com a transformação social do país. Apoiar a biblioteca a se posicionar como espaço vital para o desenvolvimento de comunidades, é a proposta do programa Conecta Biblioteca, uma iniciativa que reúne organizações sociais, governo e setor privado para incentivar a relevância e o impacto social das bibliotecas públicas principalmente entre o público jovem de todas as regiões do Brasil. Realização da ONG Recode e da Caravan Studios, o programa lançou edital convocatório no dia 21 de março. Mais informações estão disponíveis no site www.recode.org.br/conectabiblioteca. 

Serão selecionadas 92 bibliotecas em municípios com até 250 mil habitantes e Distrito Federal, que tenham no mínimo três computadores disponíveis para o público com conexão à Internet banda larga. Haverá preferência para cidades de baixo Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M). As inscrições devem ser feitas até 20 de abril.

A ideia é aproveitar melhor os recursos tecnológicos das bibliotecas públicas para promover conhecimento e geração de oportunidades aos jovens. O Conecta Biblioteca irá beneficiar bibliotecários e profissionais das bibliotecas participantes através de um programa de capacitação de dois anos com módulos presenciais e à distância, que inclui pesquisa da comunidade, gestão participativa, estratégias de comunicação e captação de recursos.

O programa visa aumentar em 60% o número de novos visitantes dessas bibliotecas ao final do programa, sendo pelo menos 1/3 representado por jovens entre 14 e 29 anos em situação de vulnerabilidade social, ampliando suas oportunidades de educação, informação e trabalho.

“Acreditamos que, através do Conecta Biblioteca, podemos fortalecer as políticas públicas voltadas para o desenvolvimento pessoal e profissional das comunidades envolvidas. Temos feito uma intensa articulação intersetorial para fomentar o debate sobre o uso desses espaços públicos e identificamos a necessidade de incentivar o protagonismo das lideranças para que as bibliotecas sejam percebidas como locais de inovação”, destaca Elaine Pinheiro, CEO da ONG Recode.

A Caravan Studios, parceira no programa, acredita que as comunidades devem se envolver profundamente no desenvolvimento de ferramentas para resolver os problemas que enfrentam.  Usando uma metodologia baseada em design thinking, a organização sem fins lucrativos sediada em São Francisco, Califórnia, já impulsionou a criação de cinco aplicativos focados no impacto social.

Sobre o Conecta Biblioteca

O Conecta Biblioteca tem o patrocínio da Fundação Bill & Melinda Gates, que lidera em todo o mundo a iniciativa Global Libraries, voltada ao fomento da inovação nas bibliotecas para a melhoria na qualidade de vida das comunidades. No Brasil, o programa realizado pela ONG Recode contou com uma fase inicial em 2015/2016, atendendo a 48 bibliotecas em todo o País. Esta nova etapa foi construída de forma colaborativa com os coordenadores estaduais do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP) para ampliar o número de instituições beneficiadas e consolidar articulações com governos locais para a sustentabilidade da iniciativa.

Sintonizado com as políticas públicas para o setor, o programa está orientado pelas metas estabelecidas no Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL) e também pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. O Conecta Bibliotecas conta ainda com o apoio do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP) e da Diretoria do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB), do Ministério da Cultura. 

Sobre a ONG Recode

A ONG Recode é uma organização social voltada ao empoderamento digital, que busca formar jovens autônomos, conscientes e conectados, aptos a reprogramar o sistema em que estão inseridos, por meio do uso da tecnologia. A organização atua em parceria com instituições comunitárias, bibliotecas e escolas públicas para formar multiplicadores em sua metodologia própria, que replicam seus programas para o público final. Essa grande rede promove uma nova consciência para gerar oportunidades aos jovens brasileiros. A ONG está presente em 7 países e 9 estados brasileiros e impactou até hoje mais de 1,68 milhão de vidas.

11 de abril de 2017

Jacobina: Autorizada elaboração de projeto para asfaltar estrada

Diretor do DER visita Jacobina e conversa com prefeito

Após encontrar um município sucateado, sem obras e projetos, o novo prefeito de Jacobina do Piauí, Gederlânio Rodrigues de Oliveira, o GD, tem se empenhado em organizar o município e firmar parcerias para trazer investimentos. Em três meses de governo, o prefeito já participou de audiências com o governador Wellington Dias, com o deputado Marcelo Castro, dentre outras.

Resultado de suas reivindicações, GD recebeu recentemente a visita do diretor geral do Departamento de Estradas e Rodagens do Piauí (DER-PI), Castro Neto, com quem visitou a estrada vicinal que interliga a BR 407 ao povoado Juazeiro Secundo.

O prefeito quer o asfaltamento da estrada, numa extensão de 13 km, com o objetivo de facilitar o acesso para uma das mais populosas comunidades do município, e promover o seu desenvolvimento.

Castro Neto percorreu o trecho para o qual o prefeito solicitou o asfaltamento e visitou o povoado Juazeiro Secundo, onde se reuniu com algumas pessoas na casa de uma liderança política da comunidade, Chico de Nelson. Na ocasião, o diretor do DER autorizou a elaboração do projeto da obra.

“Essa é uma das prioridades do nosso governo. É uma promessa nossa de campanha e que nós vamos trabalhar para cumprir. A estrada é um dos principais recursos para se desenvolver um lugar, e o Juazeiro Secundo necessita do asfaltamento para crescer ainda mais. Lá residem cerca de 1.400 pessoas, é uma comunidade de potencial, onde existem comércios, igreja, postos de saúde, escolas e outros serviços”, disse o prefeito GD.


05 de abril de 2017

21 de março de 2017

15 de março de 2017

Bom Jesus poderá ter uma Carteira de Crédito de Agronegócios

Bom Jesus poderá ter uma Carteira de Crédito de Agronegócios

O deputado Heráclito Fortes (PSB) solicitou ao Banco do Brasil a instalação de uma Carteira de Créditos de Agronegócios no município de Bom Jesus, na região dos cerrados do Piauí. Heráclito argumenta que a agência mais próxima do banco apta a trabalhar as políticas públicas do setor agrícola está localizada no município de Balsas, no Estado do Maranhão, a 406 km de distância da região produtiva piauiense. Além disso, destaca o deputado, o Estado do Piauí não possui, em todo o seu território, uma única agência banco com condições de favorecer o incremento do setor do agronegócio exatamente na região onde o mesmo mais cresce.

“Eu não tenho dúvidas que a instalação de uma Carteira de Créditos facilitaria, sobremaneira, a relação dos produtores locais com a instituição, favorecendo o desenvolvimento desse setor tão importante da economia brasileira que é a agricultura”, disse o deputado.

Segundo Heráclito, a região de Bom Jesus tem experimentado, desde a década de 90, um crescimento econômico substancial devido ao forte incremento do agronegócio. Hoje, destaca o deputado, a área plantada na região já supera os 430 mil hectares com forte tendência de crescimento e quebra constante de recordes de produção. “A chegada de produtores oriundos, especialmente, dos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul contribuiu para transformar aquela região na última fronteira agrícola do Brasil. Outro fator relevante é a localização privilegiada, com água em abundância, poços jorrantes e clima propício para o cultivo de grãos em grande escala”, afirmou Heráclito.

“Na ocasião em que Banco do Brasil comemora investimentos em torno de R$ 100 bilhões de sua carteira agrícola e o título de maior financiador do agronegócio brasileiro, é imperativo que a Instituição volte sua atenção para essa região que cresce e proporciona desenvolvimento ao Piauí, à região nordeste e ao País”, pontuou o deputado Heráclito Fortes.  

DIA DE CAMPO

No último final de semana, Heráclito Fortes e o vice-presidente do Banco do Brasil, Eduardo Pereira, estiveram em Bom Jesus a convite do prefeito Marcos Elvas para participar do V Dia de Campo. O evento foi organizado pela Associação de Apoio à Pesquisa, Infraestrutura e Desenvolvimento da Serra do Quilombo (AIPEQ) e contou com a participação de produtores da região.

“Não tenho dúvidas que o agronegócio é a mola propulsora do desenvolvimento e é impressionante o que aqueles produtores estão fazendo na transformação do Piauí em um Estado punjante, produtor e desenvolvido. Posso dizer que é um novo Piauí. Estive lá não só para observar, mas para, efetivamente, apoiar àqueles empreendedores através do Banco do Brasil”, disse Eduardo Pereira.

13 de março de 2017

Prefeito quer gastar quase R$ 400 mil com alugueis de carros

Prefeito de Alagoinha quer gastar quase R$ 400 mil com alugueis de carros

A Prefeitura de Alagoinha do Piauí pretende gastar um valor considerável para o porte do município com locação de veículos. A nova gestão que assumiu em 1° de janeiro tem realizado licitações com valores generosos que futuramente poderão comprometer as finanças públicas.

A administração municipal divulgou no “Diário Oficial dos Municípios” aviso de licitação para “locação de veículos através do sistema de registros de preços, para atender as necessidades do município de Alagoinha do Piauí e suas secretarias”. 

A licitação está dividida em três Lotes com valores diferentes. Lote I R$ 243.000,00; Lote II R$ 83.000,00 e por último Lote III, no valor de R$ 67.250,00; totalizando R$ 393.250,00 (Trezentos e noventa e três mil e duzentos e cinquenta reais).

Os valores que serão gastos com alugueis de veículos são suficientes para comprar 11 carros populares, no valor de R$ 33 mil, cada automóvel. Os gastos podem chegar a cifras maiores, já que neste processo licitatório não estão incluídos a contratação de carros para o transporte escolar.

Além dos veículos do PAC2, ônibus escolares e ambulâncias, a prefeitura conta atualmente com uma frota própria de três automóveis distribuídos nas Secretarias de Educação, Saúde e Administração, quantidade que até então vinha atendendo as necessidades do município.

Recursos limitados

Alagoinha do Piauí está entre os municípios 0.6 na divisão do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), grupo que recebe a menor parcela dos valores transferidos pelo Governo Federal.

09 de março de 2017

Período chuvoso anima produtores e abastece reservatórios no Semiárido

Apesar de irregular, o período chuvoso de 2017 já é melhor que o registrado em anos anteriores

As chuvas que caíram sobre o Piauí durante o mês de fevereiro floresceu não apenas a vegetação antes castigada pela seca, mas também os planos e sonhos dos agricultores piauienses. Apesar de irregular, o período chuvoso de 2017 já é melhor do que o registrado em anos anteriores.

Para os meses de março e abril, período pelo qual se estende o período chuvoso na região, a expectativa é de que a irregularidade presente durante os meses anteriores se mantenha, mas com boas perspectivas para os reservatórios do estado.

“Tendo em vista o porte dos nossos reservatórios, é provável que as chuvas que incidem sobre o estado sejam suficientes para suprir essa necessidade”, explica a meteorologista da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Sônia Feitosa.

No Norte do estado, os níveis pluviométricos devem variar de normal para ligeiramente acima da média. No Sul e Sudeste piauiense, as chuvas devem atingir níveis normais ou ligeiramente abaixo da média.

“Esse ano os níveis de chuva foram irregulares. Choveu bem em algumas regiões e em outras nem tanto, em alguns meses o nível de chuva foi acima do esperado, em outros não, e ainda falta março e abril. Mas comparado a anos anteriores, esse período chuvoso foi melhor sim”, completa Sônia.

Safra recorde de grãos

O bom momento tem reflexos diretos na produção agrícola. Segundo dados da Associação dos Produtores de Soja do Piauí (Aprosoja), a produção de soja no estado deve superar, pela primeira vez, 2 milhões de toneladas. Esses números devem gerar um faturamento recorde de R$ 2,5 bilhões, superando os R$ 2,1 bilhões alcançados em 2015.

06 de março de 2017

SDR firma parceria com Organização das Cooperativas Brasileiras

SDR firma parceria com Organização das Cooperativas Brasileiras

Reuniram-se nesta sexta-feira (03), equipes técnicas da Secretaria de Desenvolvimento Rural e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (SESCOOP – PI) para dar andamento sobre projetos relacionados a políticas de desenvolvimento da piscicultura e das buscas por capacitações para as cadeias produtivas do Estado.

Estiveram presentes na reunião a Superintendente da SDR Patrícia Vasconcelos, o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes de Freitas, o Diretor de Combate à Pobreza Rural da SDR, Francisco Ribeiro, o conselheiro do Sistema OCB/PI, Willame Carvalho, o Coordenador de Pesca e Aquicultura da SDR, Luciano Sousa.

O encontro teve como objetivo tratar estratégias para implementação do Plano de Desenvolvimento da Piscicultura do Piauí, uma determinação do Governador do Estado Wellington Dias e do Secretário de Desenvolvimento Rural Francisco Limma, buscando fortalecer a atividade em todo o Estado. O plano inclui a criação de um complexo de piscicultura formado por unidade de produção de alevino e de ração para conseguir estrutura para a demanda da atividade. Hoje, firmado o Termo de Cooperação Técnica entre a SDR e a OCB, tornando-a mais um braço direito operacional para dar continuidade ao desenvolvimento do Piauí.

O presidente da OCB, Márcio Lopes de Freitas, ressaltou que o cenário é positivo e relata que a OCB está a postos para auxiliar o governo do Estado. “O Estado está definindo suas prioridades e as cooperativas aonde vão embarcar nesses projetos estratégicos e o papel nosso dentro do cooperativismo é apoiar as iniciativas que estão sendo elaboradas aqui e buscar experiências de cooperativas em outras regiões para trazermos para cá. Nossa vinda aqui é para apontar os caminhos a serem seguidos, dando suporte ao que for decidido pelo governador do Estado e a SDR, juntamente com os outros órgãos.

Outro ponto tratado foi o programa de capacitação para técnicos e trabalhadores rurais nas principais cadeias produtivas do Piauí como ovinocaprinocultura, cajucultura, dentre outras. Essa ação conjunta com o SESCOOP – PI e o programa de capacitação organizado pelo Governo do Estado. Esse plano é coordenado pela UESPI, mas envolve outras instituições de ensino federais além de outros parceiros estaduais.  Para o diretor de Combate à Pobreza Rural da SDR, Francisco Ribeiro, esse é um passo importante para o desenvolvimento de um Piauí mais produtivo e qualificado.  “Estamos preparando cursos de especialização nessas varias áreas de atividade e cursos de extensão para estas cadeias. Nos próximos meses, serão lançados editais, definindo vagas e locais de funcionamento desses cursos.” Ressaltou o diretor.

Barragem de Caboclo e Estreito tem baixo volume de água

Barragem de Caboclo e Estreito tem baixo volume de água e preocupa prefeito de Padre Marcos

Após seis longos anos de seca no semiárido do Piauí, importantes reservatórios de água estão secando no interior do Piauí. Um dos casos é a barragem de Caboclo, no município de Padre Marcos, situado a 410 km de Teresina e a 85 km de Picos.

Antes da instalação da Companhia de Águas e Esgoto do Piauí (Agespisa) no município, o fornecimento de água era feito pela barragem de Caboclo, represa  menor que a Barragem do Estreito, que fica na divisa dos municípios de Padre Marcos e Francisco Macedo. No ano de 2015, a barragem de Caboclo, que fica entre os municípios de Padre Marcos e Belém do Piauí, secou, e com isso, o fornecimento da cidade de Padre Marcos passou a ser feito pela Barragem de Estreito.

O gestor do município de Padre Marcos, José Valdinar da Silva, acompanhado do Presidente da Defesa Civil do município, Fernando Carvalho,  esteve nos dois reservatórios na manhã deste sábado, 04 de março. O gestor fala que dias difíceis virão no reservatório da Barragem do Caboclo e Estreito, se não houver chuva para enchê-los.

“Nós estamos muito preocupados com a situação dos nossos reservatórios no município. Estamos em março, com apenas 3% da capacidade do açude de Caboclo, e mesmo assim com essas pouca capacidade, a água que temos está ficando podre, por causa de peixes que estão morrendo. Com isso nem os animais conseguem mais beber essa água. Outra alternativa é a Barragem de Estreito, que está com apenas 12% de sua capacidade.  Lá também tem outro problema, recentemente morreram 18 toneladas de peixes, e a água está com mal cheiro. Também estão esgotando de fato esses reservatórios, nós vamos ter que recorrer ao governo do estado  através  da Defesa Civil,  com  carros pipas e cavar poços artesanais na cidade. Nossa preocupação é que se não chover, dentre de 45 dias estaremos sem abastecimento d’água na cidade e também cidades vizinhas” finalizou o gestor.

03 de março de 2017

Governador atende reivindicações de prefeitos

Governador atende reivindicações de prefeitos

O governador Wellington Dias recebeu os prefeitos dos municípios de Pavussu, Boa Hora e Campo Largo, nessa quinta-feira (2), no Palácio de Karnak. Na oportunidade, acompanhados do deputado estadual José Santana, eles trataram de melhorias e projetos para a região.

As audiências com os prefeitos piauienses têm ocorrido com frequência no Palácio do Karnak. De acordo com Wellington, é uma forma de garantir, mesmo neste momento de crise, que obras prioritárias continuem sendo realizadas e que, em parceria com os municípios, as ações que beneficiem a população não fiquem paradas. "Em sua maioria são obras que envolvem asfaltamento e pavimentação poliédrica, reforma de escolas, aquisição de ambulâncias e abastecimento de água", completa Dias.

Para o município de Boa Hora, o governador garantiu a reforma de uma escola na comunidade Faveira e de duas praças; a recuperação de 22 Km da PI 321; o asfaltamento de algumas ruas do município, além da aquisição de uma ambulância e de um trator. “Estamos bastante satisfeitos com as autorizações que recebemos. O momento tem sido difícil, porque recebemos um município 

com muitos débitos e estamos dando prioridade ao pagamento dos funcionários. Essa parceria com o Governo do Estado é muito importante”, enfatizou o prefeito Francieudo Nascimento.

O município de Pavussu também receberá benefícios como a finalização da estrada que o liga ao município Rio Grande; a pavimentação poliédrica de algumas ruas; uma ambulância e a construção de um mercado público. O prefeito comemorou o posicionamento do governador em garantir que os 18 Km de asfalto que estão faltando possam ser concluídos, pois o município é um dos poucos do Piauí que ainda não tinha essa ligação asfáltica. “É um sonho do povo de Pavussu que será concretizado. Nesse período de chuva, por exemplo, chegamos a ficar ilhados por até dois dias. Esse asfaltamento, com certeza, trará o desenvolvimento”, disse Julimar Barbosa.

Já para o município de Campo Largo, Wellington Dias autorizou a reforma de um ginásio poliesportivo; pavimentação poliédrica de duas ruas da cidade; a aquisição de uma ambulância e a troca da encanação para o abastecimento de água.  “Vamos trabalhar nesse projeto de parceria para, cada vez mais, levar benefícios à população”, destacou o prefeito Rômulo Soares. 

02 de março de 2017

Mudança em creche gera revolta em pais de alunos em Monsenhor Hipólito

Mudança em creche gera revolta em pais de alunos em Monsenhor Hipólito

Os pais de alunos da creche e da pré-escola “Gisele Bezerra” estão revoltados com a decisão da secretária de educação de Monsenhor Hipólito, Gardênia Bezerra, de mudar o ensino para um prédio bastante deteriorado e distante do centro. Pelo projeto seriam transferidos para o novo local o ensino infantil, Creche e Pré-escolar I e II.

A estrutura escolhida pela nova gestão, o antigo prédio da própria creche, se encontra em péssimas condições de conservação, com sua estrutura física bastante comprometida. Sem transporte escolar, os pais também criticam a distância do prédio do centro da cidade, que dificultaria o acesso das crianças ao ensino.

A vereadora de oposição, Valtânia Rocha (PT), tem acompanhado o impasse entre os pais de alunos e a gestão municipal. Ela também é contra a transferência da creche para o antigo prédio.  “A estrutura é habitada por barbeiros (insetos transmissores da doença de Chagas) e morcegos, e frequentado por usuários de drogas”.

De acordo com a parlamentar, os pais estão bastante preocupados e se organizaram através de um abaixo assinado no sentido de sensibilizar a secretária de educação e o prefeito, Zenon de Moura Bezerra (PSB), a manterem a creche no local onde funcionou nos últimos anos ou no prédio da U. E. Municipal Judith da Silva Lima.

Valtânia Rocha informou ainda que o abaixo assinado foi entregue a secretária de educação que foi enfática ao afirmar que já estava decidido.  De acordo com a parlamentar, a gestão prometeu fazer reformas no local.

Os pais tentaram uma audiência com o Gestor Municipal, porém quando procurado por várias vezes para tratar do assunto, o prefeito não foi localizado.

Os pais estão organizando para sexta-feira, dia 3 de março, uma manifestação na Sessão Ordinária da Câmera Municipal, para pressionar todos os vereadores a apoiarem a causa. Além disso, ainda estão discutindo a possibilidade de entrar com uma denúncia junto ao Ministério Público contra a decisão da administração hipolitana.

Nossa reportagem procurou o prefeito e a secretária de educação, mas não foram localizados.