• Unimed
  • assinatura jornal

Notícias Pelo Piauí

09 de janeiro de 2017

Marcos apresenta experiência exitosa na educação a prefeitos do extremo Sul

Marcos apresenta experiência exitosa na educação a prefeitos do extremo Sul

Os avanços na educação pública municipal de Bom Jesus são referência para todo o Piauí, em especial para a região Sul. Nesta quinta-feira (5), o prefeito Marcos Elvas (PSDB) reuniu-se com gestores de municípios do extremo Sul para apresenta a experiência da exitosa parceria entre a Prefeitura Municipal de Bom Jesus e o Instituto Alfa e Beto, responsável pela implantação do programa Alegria de Saber, voltado à alfabetização na idade certa. A reunião foi realizada no Centro de Formação Odilon Nunes, em Teresina, e contou ainda com a presença dos secretários municipais de Educação e de Planejamento de Teresina, Kleber Montezuma e Washington Bonfim.

"Sempre digo que a melhoria da educação é a maior realização de minha gestão. Boa parte desse êxito se deve ao programa Alegria de Saber. Em 2014, detectamos que 60% dos alunos do terceiro ano não eram alfabetizados. Com o programa,  alcançamos 75% de alunos alfabetizados já no primeiro ano em 2015", relatou Marcos Elvas acrescentando que a meta do programa é chegar a 100% de alunos capazes de ler e escrever no primeiro ano.

Em nome do IAB, o professor João Batista Oliveira falou sobre a metodologia utilizada pelo Instituto, que envolve a otimização de recursos humanos e materiais, foco no planejamento quinzenal padronizado e sistematizado para toda a rede de ensino, monitoramento da execução deste planejamento e avaliação de resultados. "A unidade de operação da educação é a escola. É preciso oferecer ao professor instrumentos para que ele possa atuar na sala de aula com eficiência", declarou. 

O prefeito de Cristino Castro, Manoel Júnior, recém-empossado, mostrou grande preocupação com os resultados de seu município no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). "Nosso Ideb está em queda. Ou investimos em educação ou se continuará a mal formar nossos alunos para apenas terem um diploma", comentou.

Participaram ainda da reunião os prefeitos de Curimatá, Parnaguá, Alvorada do Gurgueia, Monte Alegre, Cocal, Riacho Frio, Redenção do Gurgueia e Santa Luz, além de secretários municipais de educação

Conheça todos os membros da nova diretoria da APPM

Mais de 50 gestores fazem parte

A posse dos novos membros dos Conselhos Diretor, Fiscal e Deliberativo da Associação Piauiense de Municípios (APPM) foi prestigiada pelo governador do Piauí, Wellington Dias, seu secretariado, deputados, prefeitos e outras autoridades de todo o Estado. No evento, que aconteceu na manhã desta sexta-feira (6), o presidente eleito, prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos Modesto, comprometeu-se em empenhar-se na luta em defesa dos interesses dos municípios e de seus cidadãos.

DIRETORIA APPM-2017/2018

1º Vice-Presidente: Jonas Moura de Araújo Água Branca

2º Vice-Presidente: Valdemar dos Santos Barros São José do Peixe

3º Vice-Presidente: Domingos Bacelar de Carvalho   Porto  

Secretário Geral: Antoniel de Sousa Silva   Caridade do Piauí

1º Secretário: Hélio Rodrigues Alves Hugo Napoleão  

2º Secretário: João Messias Freitas Melo   Batalha

Tesoureiro Geral: Agenilson Teixeira Dias Patos do Piauí

1º Tesoureiro: Raimundo Renato Vicente de Araújo Sousa São Luis do Piauí

2º Tesoureiro: Davinelson Soares Rosal   Monte Alegre do Piauí

Conselho Fiscal

Presidente: Ricardo do Nascimento Martins Sales   Murici dos Portelas

Vice-Presidente: Rubens de Sousa Vieira   Cocal

Secretário: Lúcia de Fátima Barroso Moura de Abreu Sá   Colônia do Piauí

Suplentes:

1º Suplente: Gabriela Oliveira Coelho da Luz Capitão Gervásio Oliveira

2º Suplente: Oscar Barbosa da Silva   Sigefredo Pacheco

3º Suplente: Adalberto Gerardo Rocha Mascarenhas   Riacho Frio

Conselho Deliberativo 2017/2020

Presidente: Valdecir Rodrigues de Albuquer que Júnior   Curimatá

Vice-Presidente: Paulo Lopes Moreira Itainópolis

Secretario Geral: Ana Célia da Costa Silva Cocal de Telha  

1º Secretário: José de Ribamar Carvalho Campo Maior  

2º Secretário: Cidelton da Cunha Pinheiro Santa Luz

Representantes das Microrregiões

1. Microrregião 086 – Baixo Parnaíba Piauiense

Membro: Genival Bezerra da Silva   Joaquim Pires

Membro: Edisio Alves Maia   Matias Olímpio  

2. Microrregião 087 – Litoral Piauiense

Membro : Osmar de Sousa Vieira Cocal dos Alves

Membro : Raimundo Nonato Lima Percy  Júnior   Buriti dos Lopes

3. Microrregião 088 – Teresina

Membro: Antônio Francisco de Oliveira Neto Lagoa do Piauí

Membro: Osvaldo Bonfim de Carvalho Nazária

4. Micro Região 089 – Campo Maior

Membro: Luiz Cardoso de Oliveira Neto Nossa Senhora de Nazaré

Membro: José Magno Soares da Silva Castelo do Piauí

5. Microrregião 090 - Médio Parnaíba Piauiense

Membro: Hermes Teixeira Nunes Júnior Regeneração

Membro: Reginaldo Soares Veloso Júnior     Palmeirais

6. Microrregião 091 – Valença do Piauí

Membro: Antônio Tomé Soares de Carvalho Neto   Aroazes

7. Microrregião 092 – Alto Parnaíba Piauiense

Membro: Carlos Augusto de Araújo Braga Santa Filomena

Membro: Francisco Wagner Pires Coelho Uruçuí

8. Microrregião 093 – Bertolínia

Membro: Aurélio Saraiva de Sá Landri Sales

Membro: José Medeiros da Silva   Manoel Emídio

9. Micro Região 094 – Floriano

Membro: Maurício Martins Costa Silva Rio Grande do Piauí

Membro: Maria Jozeneide Fernandes Lima Guadalupe

10. Microrregião 095 – Alto Médio Gurgueia

Membro: Leonardo de Moraes Matos Gilbués   

Membro: Ângelo José Sena Santos Redenção do Gurgueia

11. Microrregião 096 – São Raimundo Nonato

Membro: Gilson Dias de Macedo Filho Caracol

Membro: Laênio Rommel Rodrigues Macedo Fartura do Piauí

12. Microrregião 097 – Chapadas do Extremo Sul

Membro: Dióstenes José Alves   Avelino Lopes

Membro: Ariano Messias Nogueira Paranaguá   Cristalândia do Piauí

13. Microrregião 098 – Picos

Membro: Francisco Barroso de Carvalho Neto   Santa Cruz do Piauí

Membro: José Santos Rego Ipiranga do Piauí

14. Microrregião 099 – Pio IX

Membro: Márcio Willian Maia Alencar   Alegrete do Piauí

Membro: Regina Coeli Viana de Andrade Silva   Pio IX

15. Microrregião 100 – Alto Médio Canindé

Membro: José Valdinar da Silva Padre Marcos

Membro: Gilson Nunes de Sousa   Lagoa do Barro do Piauí

06 de janeiro de 2017

Vereador de Sussuapara renuncia mandato quatro dias após a posse

Vereador de Sussuapara renuncia mandato quatro dias após a posse

O vereador do município de Sussuapara, Pedro Ferreira de Carvalho (PMDB), tomou na manhã de ontem, uma atitude inusitada aos parlamentares em início de mandato. Quatro dias após tomar posse, ele apresentou pedido de renúncia do mandato para o qual foi reeleito em outubro do ano passado.

A Carta de Renúncia foi endereçada ao presidente da Câmara Municipal de Sussuapara, Francisco das Chagas Moura (PP), devidamente assinada pelo vereador Pedro Ferreira de Carvalho e com selos de fé pública reconhecida em cartório. No documento, ele destaca que a decisão é “em caráter irrevogável e irretratável”, sendo que a renúncia “tem razão de cunho estritamente pessoal e para tratamento de saúde” – escreveu.

Pedro da Coca, como é mais conhecido, foi eleito em outubro de 2016 para o segundo mandato pela coligação oposicionista PMDB, PTB e PPS, obtendo nas urnas a maior votação para o cargo de vereador em Sussuapara, que foi de 433 votos, o equivalente a 8,12% dos votos válidos.

De posse do documento apresentado hoje por Pedro da Coca, o presidente da Câmara, Francisco das Chagas, o Chaguinha, já tratou dos devidos procedimentos para declarar a vacância do cargo e, posteriormente, convocar para que assuma a vereança em caráter definitivo, o primeiro suplente da coligação PMDB, PTB e PSS, que é o ex-vereador e ex-presidente da Câmara, José Pereira Neto, o Zezinho de Urbano (PPS), que obteve 232 votos na eleição de outubro.

MOVIMENTAÇÃO
A movimentação política em Sussuapara tem sido intensa desde o último domingo, dia 1º de janeiro, quando ocorreu a posse do prefeito Edvardo Rocha, o Pé Trocado (PP), do vice-prefeito Naerton Moura (PSDB) e dos nove vereadores. No momento da eleição da mesa diretora, o vereador João Batista Marcílio, o Ceará (PMDB), decidiu votar no candidato a presidente da situação, Chaguinha Moura, que obteve seis dos nove votos, frustrando as expectativas dos oposicionistas.

Além da Câmara estar sendo presidida por um aliado, o prefeito Pé Trocado também dispõe agora de maioria absoluta na bancada, o que facilita a aprovação de projetos importantes. Soma-se ainda a tudo isso a renúncia do mandato de um dos seus mais ferrenhos adversários, quatro dias após a posse.

05 de janeiro de 2017

Após encontrar prédios sucateados, prefeito decreta emergência

Decreto prevê 90 dias para início dos trabalhos

DEU NO JORNAL O DIA DESTA QUINTA-FEIRA - Página Piauí.

Passadas as eleições, a posse, é hora de encarar a responsabilidade de gerir o município, esta é a realidade dos mais de 5 mil gestores eleitos em todo o Brasil. No Piauí, vários prefeitos, em especial os que estão assumindo o poder público pela primeira vez tem reclamado da situação em que estão recebendo o município.

Contas vazias, desaparecimento de móveis, objetos, documentos e frotas sucateadas... Estas são as principais queixas dos novos gestores piauienses, que agora, precisam “colocar a casa em ordem” antes de começarem a trabalhar realmente.

No município de São Pedro do Piauí, (localizado à 106 km de Teresina) o prefeito eleito e empossado José Maria de Aquino, popularmente conhecido como Júnior Bill, se viu obrigado a decretar estado de emergência no município logo no segundo dia de gestão.

Em documento publicado no Diário Oficial dos Municípios no dia 02 deste mês, o gestor alega que é impossível gerir com a situação em que encontrou a prefeitura e demais órgãos municipais. Ele cita que todos os órgãos estariam desaparelhados, as repartições públicas estariam sem as instalações necessárias, sem falar dos prédios públicos (escolas, postos de saúde, hospital, sede da prefeitura e outros) que estariam necessitando de reformas e reparos imediatos.

Júnior Bill citou ainda no decreto o péssimo estado de conservação da frota de veículos do município, a ausência de serviços de informática e processamento de dados municipais. Com isso os gestores da administração de São Pedro estariam impossibilitados de trabalhar, uma vez que o banco de dados relativos às áreas de administração, finanças, saúde e educação municipais não existem, dificultando decisões gerenciais e o planejamento de ações administrativas. 

O gestor e toda a população ficaram atônitos com a forma que foi entregue o município. “O hospital e os postos de saúde estão sem funcionar há mais de três meses pois falta tudo, medicamentos, equipamento e até alimentação. A coleta de lixo também está parada, o que resultou em um acúmulo insuportável de lixo pelas ruas da cidade”, destaca Júnior Bill. Para o prefeito de São Pedro e sua equipe, o objetivo agora certamente é tentar, em pouco tempo organizar toda a bagunça.

Imagem da sede do Cras no município de São Pedro

O decreto assinado pelo prefeito tem o prazo de 90 dias e vale para todo o território municipal. Nossa reportagem tentou contato (via telefone) com o ex-prefeito Raimundo Ferreira para falar sobre o assunto, porém as tentativas até o fechamento desta matéria foram sem sucesso.