• Águas de Teresina
  • assinatura jornal

Sem reencontro: com desconforto, Sheik desfalca Ponte contra o Flamengo

Após atuar o tempo todo na Chapecoense, atacante apresenta desgaste e será preservado nesta quarta-feira; Macaca terá até três novidades na Ilha do Urubu

13/06/2017 14:55h

Não será nesta quarta-feira o reencontro entre Emerson Sheik e Flamengo, de onde o atacante teve uma saída conturbada no fim do ano passado. Com desconforto muscular, ele foi vetado pelo departamento médico da Ponte Preta e está fora do duelo na Ilha do Urubu, a partir das 21h, pela sétima rodada do Brasileirão.

Após atuar o tempo todo na vitória por 3 a 2 sobre a Chapecoense, no último domingo, quando foi o destaque da Ponte, Sheik apresentou desgaste físico por período que ficou inativo e será preservado para não correr o risco de um problema mais grave.

Até a semana passada, quando estreou pela Macaca diante do São Paulo, ele não atuava oficialmente desde o começo de novembro do ano passado, justamente pelo Flamengo. A partir daí, não foi mais aproveitado por Zé Ricardo.

Em recuperação, Sheik sequer participou do treino da manha desta terça, no CT do Jardim Eulina, e ficará em Campinas de olho na partida com o Santos, sábado, no Pacaembu.

Outro desfalque alvinegro por questão física é o zagueiro Rodrigo, com dores no músculo posterior da coxa esquerda. Kadu, na zaga, e Negueba, na frente, são os favoritos para assumir as vagas, tanto que falaram em entrevista coletiva após o treino desta terça.


Emerson Sheik, atacante Ponte Preta (Foto: Fabio Leoni/ PontePress)

Por outro lado, Elton, livre de suspensão, volta a ficar à disposição. A tendência é que ele retorne no lugar de Wendel. Dessa maneira, a Ponte deve entrar em campo com três mudanças em relação à vitória sobre a Chape. A provável Macaca para enfrentar o Fla tem Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Kadu e João Lucas; Naldo, Elton, Léo Artur e Renato Cajá; Negueba e Lucca.

Além de Elton, Kleina ganha os reforços de Fernando Bob e Kadu, liberados pelo departamento médico. Pelo ritmo de jogo, uma vez que não entra em campo desde a segunda rodada, na derrota por 2 a 0 para o Botafogo, em 21 de maio. Já Kadu não ficou tanto tempo parado e, por isso, é a principal opção para substituir Rodrigo, apesar de Luan Peres estar na disputa.

Como Gilson Kleina não concedeu entrevista nesta terça, a Ponte viaja sem uma confirmação do time, mas, diante do cenário, não há muitas dúvidas sobre as escolhas do treinador.

Após encerrar a preparação com um recreativo, o elenco da Macaca embarca para o Rio de Janeiro no fim da tarde. Com dez pontos, os campineiros buscam a primeira vitória fora de casa para embalar de vez e seguir entre os primeiros do Brasileirão.

Fonte: Globo Esporte

Deixe seu comentário