• Unimed
  • assinatura jornal

Notícias Colônia do Gurguéia

27 de maio de 2015

03 de novembro de 2014

Vitória dos professores na câmara de vereadores

Direitos garantidos

 

Diante de uma grande plateia de professores, a câmara municipal de vereadores de Colônia do Gurguéia-PI, aprovou hoje (3), o projeto de lei nº 08/2014 que altera o Plano de Carreira dos profissionais da educação.

O tema do projeto já vinha sendo discutido pelo Sindicato dos Servidores Públicos do município â Sindicolônia e vereadores há muito tempo, mas como dependia do poder executivo para encaminhá-lo a corte legislativa, os servidores estavam sendo injustiçados em muitos pontos, vejam alguns:

Com a aprovação das alterações, hoje os profissionais da educação que precisar fazer tratamento de saúde terá esse direito concedido com base em atestado médico sem nenhum prejuízo na sua remuneração. Ants se o profissional passasse 15 dias em tratamento teria de pagar alguém para ficar em seu lugar ou repor depois.

A hora-aula ficou estabelecida em 50 minutos para a jornada diurna e 45 minutos para a jornada noturna.

Para o professor de 40 horas semanais ficou estabelecido o limite máximo de 26 aulas de 50 minutos ou 45 minutos a depender do horário de trabalho, para interação com educandos, com base na lei 11.738/2008, e o restante do tempo para atividades extraclasse.

Para o professore de 20 horas semanais ficou estabelecido o limite máximo de 13 aulas de 50 minutos ou 45 minutos a depender do horário de trabalho também com base na lei 11.738/2008.

Na questão da hora-aula, o Sindicolônia vinha travando um grande luta com a gestão municipal que queria aumentar a hora-aula para 60 minutos. Em entrevista, a presidente do Sindicolônia, a professora Vanderlucia Araújo, nos disse: âessa votação é uma grande vitória do Sindicolônia com todos que juntos, reivindicaram, nós estamos reivindicando desde o inicio do ano e a gestão anterior, muito arbitraria, ela não abria espaço para o diálogo, pra ouvir o servidor, então com essa nova gestão o novo prefeito interino, o Sr. José Luiz, fez essa abertura democrática e hoje temos uma vitória muito grande de todos os servidoresâ, disse a presidenta.

Os vereadores Natan Rosal, Elival Alves, Antonio Carlos, Carlos Teodoro, Cleiton Junior e Benedito Almeida votaram a favor, ou seja, recebeu votação unanime dos vereadores presentes que foram aplaudidos pela plateia de professores. 

O projeto segue agora para sanção do prefeito municipal

Outra grande conquista do Sindicolônia foi o desconte de 1% do servidor para as obrigações sindicais que foi autorizado pelo prefeito José Luiz.


21 de setembro de 2014

Ideb de Colônia do Gurguéia não alcançou a meta

A educação deixa a desejar, o Ideb comprova os números.

 

Enquanto outros municípios comemoram os bons índices alcançados no Ibeb para 2013, Colônia do Gurguéia lamenta por não ter chegado nem perto da meta para esse ano. Os números estão no site: http://ideb.inep.gov.br/resultado/resultado/resultado.seam?cid=160885. O Ãndice de Desenvolvimento da Educação Básica do Município de Colônia do Gurguéia-PI, não atingiu a meta estipulada para o ano de 2013. Vejam os números.

A meta para a 4º serie, hoje 5º ano para 2013 era de 3.8 e nota foi 2.9, conforme os print salvos do site do INEP.

A 8º serie chamada hoje de 9º ano, a meta para 2013 era de 4.8, a nota obtida foi 3.6.

Confira pessoalmente no site do inep:

http://ideb.inep.gov.br/


02 de setembro de 2014

Na hora do tiroteio, a mão de Deus estava sobre Colônia do Gurguéia

A Cidade foi protegida por Deus

 

âNão temas, ó terra: regozija-te e alegra-te; porque o Senhor fez grandes coisasâ (Joel 2:21). De fato, o Senhor faz grandes coisas e quem mora em Colônia do Gurguéia-PI, ou estava na cidade ontem, 01 de setembro, a tarde, sabe que outra explicação não há, se não a mão de Deus estendida sobre a cidade para que nenhuma pessoa fosse alvejada por bala perdida. Talvez quem está lendo esse texto, possa imaginar que estou exagerando nas palavras, mas o que aconteceu ontem em Colônia do Gurguéia foi algo parecido como o filme o exterminador do futuro, principalmente, naquele momento em que o exterminador aparece na sacada de um prédio com uma metralhadora giratória na mão e faz aquela seria de disparos ininterruptos, a nossa cidade viveu uma cena parecida ontem. Quem estava trancado dentro de casa como eu, não imaginava outra coisa, se não na quantidade de pessoas que poderiam estar feridas pelas nossas ruas, mas quando tudo voltou ao normal, percebemos que não havia um só ferido na cidade. A única pessoa ferida que vi, foi um amigo que falou que estava vindo do Canto do Buriti e na ladeira entre Eliseu Martins e Canto do Burito, encontrou os bandidos trocando tiro com a policia, essa pessoa nadava numa Amarok, ele levou 2 tiros, o primeiro pegou por cima do capuz do carro e ficou alojada no motor, a outra varou o vidro do lado do motorista, e atravessou o carro de um lado para o outro, mas ele teve apenas alguns arranhões dos fragmentos do projétil. No dia 01 de setembro de 2014, vimos uma Colônia do Gurguéia assustada, assombrada, onde os olhares perdidos das pessoas, demonstravam medo, pavor e a sensação de não saber a quem recorrer, mas Deus estava lá.

01 de setembro de 2014

Tarde de terror em Colônia do Gurguéia

A cidade ficou assombrada

 

Eu estava na minha residência na cidade de Colônia do Gurguéia por volta das 15 horas e alguma coisa, quando de repente comecei a ouvir os primeiros disparos, pensei que fosse alguma criança brincado com bombinhas, mas os tiras em direção ao posto colonial foram se intensificando e eu comecei a ligar para alguns amigos que também não sabiam o que estava acontecendo. Eu ouvia direitinho as balas passarem em cima do meu telhado. Recebi inúmeras ligações de familiares e amigos que ouviam os tiros na direção do posto e até o momento não sabiam ainda o que de fato aconteceu na nossa Colônia do Gurguéia. Nunca estive numa guerra, mas parecia um cenário de guerra, amigos desesperados trancados em banheiros me ligaram para saber o que estava acontecendo. Depois de quase uma hora de intenso tiroteio, veio a calma, mas as pessoas estava assustadas, foi ai que fiquei sabendo que era um grupo de bandidos fortemente armadas que perseguia um carro forte que ia abastecer a cidade, na tentativa de fugir dos bandidos, o carro buscou refugio próximo ao posto Colônial onde foi acuado e bombardeado de tiros de tudo quanto é tipo de calibre, foi a tarde mais triste da história de Colônia do Gurguéia. Pelo que se sabe, o bando teria lavado quase todo o dinheiro que estava sendo transportado. Na hora que acalmou o tiroteio, as pessoas correram para ver de perto o que tinha acontecido e populares afirmam que ainda tinha ficado dinheiro no carro e que pessoas da localidade pegaram, se aproveitando da ocasião. Na fuga, os bandidos queimaram um carro na BR 135.