• assinatura jornal
Miguel Alves

Agricultura Familiar movimenta o comércio em Miguel Alves

Agricultura Familiar movimenta o comércio em Miguel Alves

08/08/2016 09:12h - Atualizado em 08/08/2016 09:21h

O município de Miguel Alves recebe nesta sexta-feira (5) e sábado (6), a 4ª Feira da Agricultura Familiar. A atividade faz parte do calendário de feiras do Território Entre Rios e visa promover a comercialização, gerando renda e fortalecendo a agricultura familiar. Excluindo assim o papel do atravessador na comercialização do que é produzido pelo agricultor familiar, que chega a comprar a mercadoria por um preço muito abaixo.

Feira da Agricultura Familiar em Miguel Alves( Foto: Divulgação Emater)

O evento é promovido pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Miguel Alves em parceria com o Emater e outras instituições. 

Durante estes dois dias serão oferecidos os serviços de expedição de documentos, corte de cabelo e serviços em gerais de beleza, recreação, desfile e shows.  No entanto, o foco maior é trazer os agricultores familiares, aproximando eles mais ainda da comunidade. Para tanto, mais de 70 agricultores expõem e comercializam seus produtos diretamente com a comunidade, com preços bem convidativos e com uma grande variedade.

A primeira feira realizada não aconteceu só no intuito de promover a comercialização, embora essa parte seja importante, mas foi por uma questão política, para mostrar a potencialidade do município e do agricultor local.

“Nota-se que ele precisa de um apoio, e da boa vontade de quem detém força para incentivar o homem do campo. Às vezes, falta suporte, semente e faltam subsídios básicos para a produção. A feira também é uma maneira de mostrar que precisamos de apoio para a implementação de políticas públicas para o meio rural”, disse a presidente do sindicato de Miguel Alves, Kátia Lima.

Inicialmente, o município comercializava apenas através do meio Institucional com apenas nove agricultores fornecendo seus produtos para escolas por meio do Pnae, e hoje 39 agricultores  fazem parte deste mercado. “Tudo isto foi conquistado aqui, no espaço da feira, num espaço de empoderamento”, completou Kátia Lima.

Feira da Agricultura Familiar em Miguel Alves( Foto: Divulgação Emater)

Os agricultores locais somam várias vitórias em virtude da realização da feira e uma delas está numa produção orgânica, pois a cada dia a procura se torna cada vez maior por alimentos saudáveis. E a Presidente do Sindicato afirma que estes produtos só são encontrados com facilidade neste espaço.

É oportuno dizer também  que se favorece o conhecimento e a troca de experiências, pois durante os dois dias de feira são realizadas palestras e diversas atividades que visam promover a integração e o lazer  dos feirantes.

Ressalta-se que a  feira  de União e Miguel Alves são as duas maiores do Território Entre Rios em termo de participação dos agricultores. O diretor geral do Emater, Marcos Vinicius, destacou a importância de se trabalhar a organização da agricultura familiar, pois esta ação faz com que desde o plantio até a comercialização se possa ter momentos como este, que se reflete na participação massiva de quem produz e de quem consome, e completou: “ Mesmo diante dos desafios  e dificuldades, o Emater nunca deixou de contribuir com a agricultura familiar e tem-se feito, buscando as parcerias para que se possa dar o melhor”, afirmou Marcos Vinicius.

Na ocasião foram entregues certificados de participação  do curso de fabricação de pães e bolos para as mais de 20 agricultoras familiares dos assentamentos da região.

São parceiros da 4ª Feira da Agricultura Familiar de Miguel Alves, o Emater, Secretaria de Segurança Pública do Piauí, Sasc, Secult, Seduc, Fetag, Nedet, Senar, Delegacia do MDA e os Sindicatos do Território Entre Rios.

Fonte: Ccom

Deixe seu comentário