• assinatura jornal

Notícias Oeiras

22 de agosto de 2017

FestLuso começa nesta terça (22) em Oeiras com espetáculo de Moçambique

FestLuso começa nesta terça (22) em Oeiras com espetáculo de Moçambique

O Cine Teatro Oeiras recebe esta semana dois espetáculos internacionais, através do Festival de Teatro Lusófono (FestLuso), iniciativa cultural com apresentações de diferentes grupos, unidos pela língua portuguesa.

Nesta terça-feira, 22, o artista moçambicano Klemente Tsamba leva ao palco o espetáculo “Nos Tempos de Gungunhama”, produção baseada na tradição oral dos contadores de histórias africanos, em que um único elemento se desdobra em vários personagens para retratar alguns episódios mágicos paralelos à vida do célebre rei tribal moçambicano Gungunhana. Na peça, Klemente Tsamba interpreta seus personagens com a musicalidade dos ritmos tradicionais de Moçambique.

Na quarta-feira, 23, o espetáculo o FestLuso apresenta a produção “Nós não morremos”, da Companhia Sorriso Negro, que aborda o povoamento do território de São Tomé e Príncipe, destacando a eclosão de revoltas, escravidão, reconstrução e independência do país.

Os dois espetáculos têm classificação livre e entrada franca.

FestLuso no Cine Teatro Oeiras

Terça – 22/07
FestLuso – Espetáculo Nos tempos de Gungunhanha – Klement Tsamba – Moçambique
Classificação: Livre
Horário: 20h
Entrada franca

Quarta – 23/07
FestLuso – Espetáculo Nós Não Morremos – Cia. Sorriso Negro – São Tomé e Príncipe
Classificação: Livre
Horário: 20h
Entrada franca

18 de agosto de 2017

Prefeito inaugura reforma e ampliação do Mercado de Oeiras Nova

Prefeito inaugura reforma e ampliação do Mercado Municipal de Oeiras Nova

O prefeito José Raimundo inaugurou na noite desta segunda-feira, 14, a obra de reforma e ampliação do Mercado Municipal do Bairro Oeiras Nova. O prédio recebe o nome do mestre de obras Inácio Vieira da Silva (Inácio Trinta), autodidata e notável trabalhador da construção civil, que participou da edificação de diversas obras em Oeiras e outras cidades do país.

Zé Raimundo comenta que a reabertura do mercado contribui para a geração de emprego e renda e possibilita o estabelecimento de novos negócios no município. “Fico feliz em poder vivenciar junto com o povo a concretização de um sonho dos moradores de Oeiras Nova e bairros vizinhos, que vão usufruir de um bem público e, através dele, retirar seu sustento, em um ambiente higienizado, acessível e adequado para a comercialização de seus produtos”, comemora o prefeito.

Na obra, orçada em R$ 282 mil, foram realizadas melhorias como revitalização da área externa, construção de rampas e banheiros com acessibilidade, escritório e almoxarifado.

Em nome da família, a filha de Inácio Trinta, Maricleyd Vieira, agradeceu pela homenagem. “Quero agradecer, como filha de Inácio Vieira da Silva, e em nome do restante da família, pela homenagem de lembra-lo como uma pessoa que prestou serviços à cidade de Oeiras”, comenta.

A solenidade de inauguração contou com a presença de familiares de Inácio Trinta, autoridades locais, permissionários do centro comercial e membros da comunidade. Completamente restruturado, o mercado dispõe de 28 pontos de comercialização – entre eles: loja de eletroeletrônicos, salão de beleza, loja de rações, lanchonete, restaurante, pet shop, mercearia, peixaria, açougue e pontos para comercialização de confecções e hortifrúti.

A vendedora de frutas e verduras, Fabiana Moraes, aprovou o espaço. “O mercado está muito bom, limpo e organizado. E é uma oportunidade de emprego e para geração de renda para muita gente”, elogia a vendedora.

“Ficou muito bom o espaço e espero que daqui para a frente só melhore”, torce a sacoleira Solange Meneses, que comercializa roupas, acessórios e itens de perfumaria no Mercado Municipal de Oeiras Nova.

Inácio Trinta

Referência profissional na área da construção civil, Inácio Vieira da Silva, popularmente conhecido como “Inácio Trinta”, começou sua vida laboral trabalhando no Hospital Regional Deolindo Couto, em Oeiras. Logo depois, mudou-se para Brasília-DF, onde trabalhou na construção dos ministérios. Em seguida, trabalhou no 2° Batalhão de Engenharia de Construção - Exército Brasileiro, no Estado do Maranhão. Entre 1974 e 1977, atuou na construção da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, no Pará.

De volta a Oeiras, já como mestre de obras renomado, trabalhou na construção da galeria para escoamento dos esgotos, conhecida como Baixa do Cururu. Em seguida, atuou na edificação da cruz do Morro da Cruz, na drenagem do campo do Estádio Municipal Gérson Campos e em diversas construções: ginásios Santaninha e Juarezão, cemitério Campo da Esperança, igrejas Sagrada Família e São Vicente, Fazenda da Esperança e ampliação da ponte sobre o Riacho Pouca Vergonha.

Também atuou em obras no Contentamento, zona rural de Oeiras, e nos municípios de São João da Varjota, Bom Jesus e Barra D’Alcântara. As duas últimas obras conduzidas por ele foram: a reforma do Centro Diocesano Dom Expedito Lopes (Antigo Frei Jordão) e a reforma da 1ª Igreja Batista de Oeiras, entre 2011 e 2012.

17 de agosto de 2017

FestLuso traz grupos internacionais de teatro para Oeiras

FestLuso traz grupos internacionais de teatro para Oeiras

Grupos de teatro de Moçambique e São Tomé e Príncipe estarão em Oeiras participando do Festival de Teatro Lusófono (FestLuso). O festival leva a cultura do teatro às ruas, praças e casas de espetáculos, com apresentações de diferentes grupos, unidos pela mesma língua. O evento acontece dias 22 e 23 de agosto, no Cine Teatro Oeiras.

Em “Nos Tempos de Gungunhama”, que acontece dia 22, o artista moçambicano Klemente Tsamba leva ao palco uma produção baseada na tradição oral dos contadores de histórias africanos, em que um único elemento se desdobra em vários personagens para retratar alguns episódios mágicos paralelos à vida do célebre rei tribal moçambicano Gungunhana. Klemente Tsamba interpreta seus personagens com a musicalidade dos ritmos tradicionais de Moçambique.

No dia 23, o espetáculo “Nós não morremos”, da Companhia Sorriso Negro, aborda o povoamento do território de São Tomé e Príncipe, destacando a eclosão de revoltas, escravidão, reconstrução e independência do país.

Antes do FestLuso, neste sábado, dia 19, às 20h, o Cine Teatro Oeiras recebe o espetáculo “Fiéis”. Com questionamentos sobre fidelidade, a peça retrata um grande amor familiar, que ultrapassa as gerações unidas por uma única sina. A produção é do Grupo Cangaço de Teatro com texto de César Crispim e direção de Rosivaldo Oliveto.

Confira a agenda do Cine Teatro

Sábado – 19/07

Espetáculo Teatral Os Fiéis – Floriano Piauí

Classificação 16 anos

Horário: 20h

Terça – 22/07

FestLuso – Espetáculo Nos tempos de Gungunhanha – Klement Tsamba – Moçambique

Classificação: Livre

Horário: 20h

Entrada franca

Quarta – 23/07

FestLuso – Espetáculo Nós Não Morremos – Cia. Sorriso Negro - São Tomé e Príncipe

Classificação: Livre

Horário: 20h

Entrada franca

15 de agosto de 2017

Jogos Estudantis mobilizam alunos de 41 escolas em Oeiras

Jogos Estudantis mobilizam alunos de 41 escolas em Oeiras; veja placar do final de semana

Foram abertos na última sexta-feira, 11, os Jogos Estudantis de Oeiras, competição organizada pelas secretarias municipais de Esportes e Lazer, Educação e Juventude. A solenidade de abertura aconteceu no Ginásio Santaninha e contou com a participação do prefeito José Raimundo, de secretários municipais, do deputado Bessah, vereadores, e de representantes da 8ª Gerência Regional de Educação (GRE) e do Instituto Federal de Educação (IFPI).

Cerca de oito mil alunos de 41 escolas da rede pública – municipal, estadual e federal –, e da rede privada estão mobilizados nas competições de futsal, handebol, vôlei, vôlei de areia, futebol, capoeira e provas de atletismo.

O secretário municipal de Esportes e Lazer, Antônio Portela, acredita que as competições promovem o respeito e a união entre os estudantes. “Educação e esporte sempre levam a um bom lugar”, frisa Portela.

O prefeito José Raimundo diz que os Jogos Estudantis de Oeiras são um estímulo ao espírito esportivo e à difusão dos valores do esporte entre os jovens. “É um momento de confraternização entre as escolas municipais urbanas e rurais, escolas estaduais, particulares e federais. Mostramos com os Jogos Estudantis que se faz educação de qualidade promovendo o esporte”, destaca o prefeito.

Partidas de futsal e um amistoso de voleibol, disputado entre a Seleção Oeirense e o Combinado do Bairro Jureminha, marcaram o início dos jogos, que acontecem até o próximo dia 26 de agosto.

Os Jogos Estudantis de Oeiras têm apoio do SAMU, da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) e Polícia Militar.

VEJA PLACAR DO FINAL DE SEMANA:

Sexta-feira (11)

Futsal Infantil – Masculino

Francisco Quirino – 2 x 1 – Alagoinha

Futsal Juvenil – Feminino

Pedro Sá – 2 x 1 – Farmacêutico João Carvalho

Futsal Juvenil – Masculino

Rocha Neto – 2 x 1 – CEEP

Sábado (12)

Futsal Infantil Masculino

Dom Edilberto – 1 x 5 – Visconde

Sítio – 1 x 0 – Paulo Freire

Futsal Mirim Masculino

Visconde – 0 x 4 – Costa Alvarenga

Gandhi – 6 x 0 – Várzea

Futsal Juvenil Feminino

Orlando – W x O – Contentamento

Futsal Adulto Masculino

EFADE – 2 x 6 – Nogueira

Futsal Infantil Feminino

Juarez Tapety – 1 x 3 – Sítio (pênaltis)

Orlando – 1 x 2 – Gandhi (pênaltis)

11 de agosto de 2017

Educação Ambiental é tema de seminário em Oeiras

Educação Ambiental é tema de seminário em Oeiras

Educação Ambiental. Este foi o tema central de um seminário realizado nesta quinta-feira, 10, em Oeiras. Promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Secretaria Municipal da Agricultura, Recursos Hídricos e Meio Ambiente (Sema), em parceria com oInstituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o seminário foi destinado a professores, agentes de endemias e profissionais de saúde do município.

De acordo com o médico veterinário Fabiano Pessoa, analista do Ibama, a proposta é promover a utilização da educação ambiental como ferramenta de combate ao tráfico de animais silvestres e prevenção de zoonoses através da integração entre o Ibama, a rede municipal de ensino e agentes públicos.

“O Piauí é um estado rico em biodiversidade e ainda existe uma pressão cultural muito grande da sociedade de capturar esses animais silvestres, que deveriam estar em liberdade, cumprindo seu papel biológico na natureza. Mostramos para a sociedade o prejuízo ambiental de retirar esse animal silvestre da natureza, tanto para o indivíduo como para o Meio Ambiente”, explica Fabiano Pessoa.

Denominado ‘Liberdade e Saúde’, o projeto do Ibama tem o propósito de informar e conscientizar estudantes da rede pública de ensino sobre o papel que os animais silvestres exercem em seu habitat, destacando a importância deles para a manutenção do equilíbrio ambiental. “O animal silvestre é um elo importante na manutenção do equilíbrio ecológico e podem oferecer riscos ao ser humano, através da transmissão de zoonoses”, lembra o médico veterinário.

O seminário foi divido em eixos – ‘Tráfico de Animais Silvestres: histórico, causas e consequências’, mediado pelo médico veterinário, doutor em Ciência Animal e analista ambiental do Ibama, Sandovaldo Moura; ‘Zoonoses silvestres e sua relação com o tráfico de animais’, abordado pelo médico veterinário, especialista em Saúde Pública e analista ambiental do Ibama, Fabiano Pessoa, e ‘Ações de proteção ao Meio Ambiente desenvolvidas no município de Oeiras’, tema tratado pelo Departamento Municipal de Meio Ambiente e pela Secretaria Municipal de Educação.

Durante o seminário, que contou com a participação da Banda Geração Jovem, formada por alunos da Escola Municipal Juarez Tapety, foram apresentados gibis, jogos, vídeos e outros materiais didáticos idealizados e produzidos pelos analistas do Ibama. “O desafio do IBAMA foi elaborar materiais didáticos que pudessem permitir a sociedade conhecer esse problema, que o IBAMA enquanto instituição já conhecia. Queremos criar uma nova cultura nas crianças de Oeiras, do Piauí, que não queiram capturar, atirar com a baladeira, manter um animal preso dentro de casa. E com isso, acabar com a cultura de querer ter um animal silvestre preso dentro de casa”, frisa Fabiano Pessoa.

Os materiais didáticos idealizados pelos analistas ambientais foram entregues aos profissionais participantes do seminário para serem aplicados nas escolas. “Queremos formar multiplicadores, pois sabemos que na base tem o professor e o pedagogo, que com esse material vão elaborar outros materiais. Eles têm toda a didática pedagógica para inserir essa informação dentro da escola. Então, a criança vai ter essa informação trabalhada no seu universo escolar, na sua formação e, certamente, ela vai levar essa informação para dentro da sua residência”, conclui o analista do Ibama. 

10 de agosto de 2017

Projetos Seis e Meia e Sonora Brasil movimentam cena cultural em Oeiras

Projetos Seis e Meia e Sonora Brasil movimentam cena cultural em Oeiras

Os projetos Sonora Brasil e Seis e Meia movimentaram a cena cultural, este final de semana, em Oeiras. Neste domingo, 06, a cidade recebeu Fernando Mendes, cantor e compositor declássicos do cancioneiro popularbrasileiro.

Como mais de quarenta anos de carreira, Fernando Mendes brindou o público presente no Cine Teatro Oeiras com seus grandes sucessos – “A desconhecida”, “Cadeira de rodas”, “A menina da calçada” e “Sorte tem quem acredita nela”, entre outros.

Bastante aplaudido, o show aconteceu dentro do projeto Seis e Meia, realização do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Cultura, com apoio da Prefeitura de Oeiras, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.

Oeiras na pisada dos cocos

Entre quarta e sábado, 02 e 05 de agosto, Oeiras experimentou a pisada dos cocos, manifestação cultural pouco conhecida, que passeou por diversos pontos da cidade. Grupos popular de quatro estados se revezaram em apresentação no adro da Igreja do Rosário (Coco Zambê - RN e Coco de Tebei - PE), Mercado Municipal “Dona Lili” (Coco do Iguape - CE) e Praça de Eventos (Samba de Pareia da Mussuca - SE).

Ritmo típico da região Nordeste, o Coco de Roda tem influência africana e indígena e, originalmente, é envolvido por cantos e sons de pandeiro, triângulo e outros instrumentos musicais. O barulho das palmas e de sandálias feitas de madeira também agregam à dança e imitam o som do coco quando é quebrado.

A iniciativa integra o projeto nacional ‘Sonora Brasil’, do Sesc, com apoio local da Secretaria Municipal de Cultura, que promove apresentações artísticas gratuitas em todo o país. Em sua 20º edição, o projeto trouxe a Oeiras o tema ‘Na pisada dos cocos’, no intuito de revelar esta expressão artística pouco disseminada na região, através de grupos vindos de diferentes cidades do interior do nordeste brasileiro. 

‘Cidades Digitais’: Oeiras terá internet gratuita em espaços públicos

‘Cidades Digitais’: Oeiras terá internet gratuita em espaços públicos

Oeiras está entre os 36 municípios do Piauí contemplados pelo programa do governo federal "Cidades Digitais", que tem o objetivo de ampliar o acesso aos serviços públicos e promover o desenvolvimento dos municípios brasileiros, através do acesso a uma internet rápida e gratuita.

Nesta quarta-feira, dia 09, o senador Ciro Nogueira solicitou ao ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, a liberação da primeira parcela do convênio do programa para a cidade de Oeiras.

O Cidades Digitais começou a ser implantado em Oeiras, em 2015, na gestão do ex-prefeito Lukano Sá. Através dele, a cidade receberá um total de 10 Km de fibra óptica, destinado a espaços públicos como o Mercado Municipal “Dona Lili”; o Centro Histórico, com atenção voltada para a Praça das Vitórias, e o Largo do Rosário.

Por meio da conexão, outras partes da cidade também serão beneficiadas, como a Praça Zé de Helena, no Bairro Jureminha; secretarias municipais e a região do Uberaba, que tem se tornado uma referência na edificação de centros educacionais, após o estabelecimento do campus do IFPI.

De acordo com o prefeito José Raimundo, a implantação do Cidades Digitais é um marco para o município, pois fomenta o desenvolvimento econômico e social, favorecendo a inclusão digital e contribui para a redução das desigualdades sociais, promovendo a autonomia tecnológica dos oeirenses.

08 de agosto de 2017

Projetos Seis e Meia e Sonora Brasil movimentam cena cultural em Oeiras;

Projetos Seis e Meia e Sonora Brasil movimentam cena cultural em Oeiras; veja fotos!

Os projetos Sonora Brasil e Seis e Meia movimentaram a cena cultural, este final de semana, em Oeiras. Neste domingo, 06, a cidade recebeu Fernando Mendes, cantor e compositor de clássicos do cancioneiro popular brasileiro.

Como mais de quarenta anos de carreira, Fernando Mendes brindou o público presente no Cine Teatro Oeiras com seus grandes sucessos – “A desconhecida”, “Cadeira de rodas”, “A menina da calçada” e “Sorte tem quem acredita nela”, entre outros.

Bastante aplaudido, o show aconteceu dentro do projeto Seis e Meia, realização do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Cultura, com apoio da Prefeitura de Oeiras, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.

Oeiras na pisada dos cocos

Entre quarta e sábado, 02 e 05 de agosto, Oeiras experimentou a pisada dos cocos, manifestação cultural pouco conhecida, que passeou por diversos pontos da cidade. Grupos popular de quatro estados se revezaram em apresentação no adro da Igreja do Rosário (Coco Zambê – RN e Coco de Tebei – PE), Mercado Municipal “Dona Lili” (Coco do Iguape – CE) e Praça de Eventos (Samba de Pareia da Mussuca – SE).

Ritmo típico da região Nordeste, o Coco de Roda tem influência africana e indígena e, originalmente, é envolvido por cantos e sons de pandeiro, triângulo e outros instrumentos musicais. O barulho das palmas e de sandálias feitas de madeira também agregam à dança e imitam o som do coco quando é quebrado.

A iniciativa integra o projeto nacional ‘Sonora Brasil’, do Sesc, com apoio local da Secretaria Municipal de Cultura, que promove apresentações artísticas gratuitas em todo o país. Em sua 20º edição, o projeto trouxe a Oeiras o tema ‘Na pisada dos cocos’, no intuito de revelar esta expressão artística pouco disseminada na região, através de grupos vindos de diferentes cidades do interior do nordeste brasileiro.

Veja fotos:

  • Fernando Mendes no Cine Teatro

  • Na pisada dos cocos

‘Passo à Frente’ entrega equipamentos ortopédicos em Oeiras

‘Passo à Frente’ entrega equipamentos ortopédicos e beneficia pessoas com deficiência em Oeiras

Com o objetivo é descentralizar os serviços de atendimento às pessoas com deficiência, a Secretaria de Estado da Saúde, juntamente com a Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (SEID), e em parceria com a Prefeitura Municipal, realizou na manhã desta segunda-feira, 07, a entrega de equipamentos ortopédicos no Ginásio Santaninha, em Oeiras.

A entrega das peças faz parte do programa Passo à Frente, que disponibiliza cadeiras de rodas e banho, coletes, botas, palmilhas e avaliações para uso de muletas, bengalas, andadores, sapatos para pé diabético e pé congênito, além de fabricação de órteses e próteses para pessoas com deficiência.

“É um resgate da cidadania das pessoas portadoras de deficiência. É um programa que vem acontecendo, através de parceria do município com o Estado, há muitos anos. Em 2013, o projeto fez um cadastro das pessoas e levantamos as necessidades de cada um, para fazermos a entrega dos dispositivos de órtese e prótese. Em outubro de 2016, recebemos novamente a equipe do Centro Integrado de Reabilitação (CEIR) para realizar este trabalho e agora estamos culminando com a entrega do material para usuários da zona urbana e zona rural”, comenta Auridene Freitas, secretária municipal de Saúde.

Representando o governador na solenidade, a secretária estadual de Educação, Rejane Dias, destaca que as atividades do programa nos municípios evitam o deslocamento de centenas de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) para Teresina, fortalecendo o processo de descentralização e resolutividade dos atendimentos.

“O Passo à Frente veio com o objetivo de descentralizar as ações, principalmente, as oficinas de órtese e prótese da CEIR. Tanto é que já chega a quatro mil pessoas beneficiadas, desde o início do governo do Wellington Dias e aproximadamente 50 municípios já foram beneficiados”, contabiliza Rejane Dias.

O prefeito de Oeiras, José Raimundo, ressalta que a cooperação entre a Prefeitura Municipal e Governo do Estado é fundamental para o sucesso do programa. “As duas partes fazem com muito respeito e carinho ao cidadão. A Secretaria Municipal de Saúde faz esse trabalho preliminar de busca, atendimento e recepção dos usuários, que tenham a necessidade desses equipamentos. A disponibilização desses equipamentos é uma ação contínua no município, e isso acontece porque a Secretaria Municipal de Saúde tem uma equipe coesa e atuante no sentido de procurar oferecer sempre cidadania e qualidade de vida ao povo de Oeiras”, analisa o prefeito.

Necessitando de sapatos para pé diabético, Maria Paula da Silva é uma das beneficiária do Passo à Frente. “A gente não tem condição de comprar e não sabe onde encontrar. O projeto é muito bom. Evita da gente pisar num caco de vidro, numa ponta de ferro, então a gente evita de ser cortado. Com a diabetes não se brinca, ela é traiçoeira, então podendo prevenir…”, elogia Maria Paula.

Além de Oeiras, o ato contou com participação de usuários e representantes de outros municípios do Vale do Canindé – Campinas, Floresta, Santo Inácio e Simplício Mendes.

Semas inaugura salas de atendimento de programas sociais no Mercado

Semas inaugura salas de atendimento de programas sociais no Mercado Municipal de Oeiras

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) inaugurou nesta sexta-feira, 04, no Mercado Municipal Dona Lili, quatro salas para atendimento permanente a beneficiários de programas sociais.

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) inaugurou nesta sexta-feira, 04, no Mercado Municipal Dona Lili, quatro salas para atendimento permanente a beneficiários de programas sociais. A inauguração contou com a presença do prefeito José Raimundo e da secretária municipal de Assistência Social, Vanessa Reinaldo.

São duas salas para atendimento do programa Bolsa Família, uma para Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (AEPETI) e uma para as demandas do Programa Criança Feliz.

A agricultora Joana Maria de Jesus, moradora do povoado Belmonte, acredita que a novidade vai facilitar a vida dos usuários de programas sociais. “O atendimento ficou melhor no mercado, porque quando a gente chega do interior já fica aqui”, comemora a agricultora.

Na manhã desta sexta-feira, além da abertura das salas, a equipe de profissionais da Semas levou ao mercado uma série de atividades, através do projeto “CRAS + Perto de Você”.

Na ação itinerante dos CRAS I e II foram ofertados os seguintes serviços: orientação e solicitação do Benefício de Prestação Continuada (BPC); Passe Livre Intermunicipal, Cultura e Interestadual; Carteira do Idoso; Cadastro Único, encaminhamento para outras políticas públicas e oficinas de confecção de produtos de limpeza e pintura em pano de pratos. Além das atividades, a Semas realizou sorteio de cestas básicas para a comunidade.

CTA/SAE intensifica ações de prevenção e controle de hepatites virais

CTA/SAE intensifica ações de prevenção e controle de hepatites virais em Oeiras

O Centro de Testagem e Aconselhamento e Serviço de Atendimento Especializado – CTA/SAE de Oeiras desenvolveu diversas ações através da Campanha “Julho Amarelo”, realizada durante todo o mês passado com o intuito de intensificar as ações de prevenção e controle das hepatites virais no município.

Entre as atividades desenvolvidas houve testagem rápida para HIV, Sífilis, Hepatite B e C às pessoas em situação de confinamento, oficinas direcionadas aos agentes comunitários de Saúde sobre a temática visando a melhoria do atendimento à população, e em seguida aos Técnicos em Enfermagem e Saúde Bucal sobre a importância do uso dos EPI´s para prevenção das Hepatites.

Além disso, foram ofertados diversos cuidados em Saúde aos profissionais que fazem a limpeza do município, com uma atividade de prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s) e testagem rápida para as mesmas. A atividade foi uma parceria com a coordenação de Imunização, da Secretaria Municipal de Saúde, que na ocasião fez a atualização do calendário vacinal dos presentes, Hiperdia que fez avaliação e Sistema de Vigilância Alimentar Nutricional (SISVAN), que realizou avaliação nutricional de todos.

A campanha também possibilitou a descentralização das ações do CTA/SAE e levou conhecimento aos profissionais de Nível Técnico atuantes na Secretaria Municipal de Saúde do município.

Como resultado da Campanha as Coordenações do CTA/SAE, Vigilância Sanitária, Vigilância Epidemiológica, Imunização, Atenção Básica, Responsabilidade Técnica e Tuberculose e Hanseníase estão em processo de elaboração de um protocolo de Manejo em casos de Acidentes Ocupacionais, visando a garantia do cuidado aos profissionais atuantes na Secretaria Municipal de Saúde do Município mediante a ocorrência de um Acidente Ocupacional.

Oeiras realiza 3ª Conferência Municipal de Educação

Oeiras realiza 3ª Conferência Municipal de Educação

Organizada pela Secretaria Municipal de Educação, foi realizada na noite desta sexta-feira, 04, a 3ª Conferência Municipal de Educação de Oeiras, encontro que teve como propósito avaliar e monitorar o Plano Municipal de Educação e debater sobre a organização do Sistema Municipal de Educação (SME) e criação do Conselho Municipal de Educação (CME). A Conferência Municipal aconteceu no auditório do Centro Diocesano e reuniu centenas de servidores.

Ex-reitor da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e membro do Conselho Estadual de Educação, o professor doutor Carlos Alberto Pereira foi o conferencista do evento. “Este momento é um marco. Primeiro, pelo município fazer uma importante tomada de decisão, que é regularizar o sistema. No momento que isso acontece, automaticamente é criado um conselho, que vai normatizar, deliberar e fazer a consultoria com relação à formalidade educacional. Isso dá mais qualidade à educação do município, porque temos uma vigilância mais pontual no ‘chão da escola’, em cada uma das escolas, especificamente acompanhando cada um dos projetos políticos pedagógicos desenvolvidos”, argumenta Carlos Alberto.

“Com isso, a educação tem uma qualidade muito bem determinada, todo mundo pode fazer o seu papel bem feito e bem especificado. Nesse perspectiva, o profissional de educação é ainda mais valorizado, as rotinas são sistematizadas e a educação localizada pode se desenvolver melhor, dando eficiência à aplicação dos recursos públicos. Então, o município de Oeiras está de parabéns por esta tomada de decisão, pois o desenvolvimento educacional é de suma importância. Temos um organismo que está sendo criado, que é Conselho Municipal de Educação, que vai tomar todas as providências necessárias para o bem da comunidade escolar e para o povo de Oeiras”, amplia o conferencista.

Realizada a Conferência, a secretária municipal de Educação, Tiana Tapety, diz que o próximo passo é o envio à Câmara Municipal do projeto de lei que propõe a criação do Conselho Municipal de Educação. “Nosso objetivo é fazer a mobilização e prestar esclarecimentos, sobretudo, para a classe docente sobre as perspectivas que temos com a função do conselho, para que possamos organizar nosso sistema de ensino. Nosso sistema precisa ser organizado, precisamos ter uma autonomia para que possamos fluir e desenvolver todas as nossas ações. Então, o propósito desta conferência é fazermos os devidos esclarecimentos e informes para realizarmos os encaminhamentos para a Câmara, para que dentro de dois ou três meses tenhamos o conselho criado”, pontua Tiana Tapety.

03 de agosto de 2017

SEMAS lança projeto que descentraliza ações dos CRAS em Oeiras

SEMAS lança projeto que descentraliza ações dos CRAS em Oeiras

Com o intuito de descentralizar as ações e ampliar sua atividade nos bairros, a Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) está lançando o projeto “CRAS + perto de você”, em Oeiras.

De acordo com a secretária Vanessa Reinaldo, com o projeto, a equipe técnica dos Centros de Referência de Assistência Social – CRAS I e II do município poderão conhecer in loco a realidade social das famílias na área de abrangência dos territórios dos CRAS, bem como descentralizar os serviços ofertados pelas instituições.

Nas atividades itinerantes dos CRAS serão ofertados os seguintes serviços: Orientação e solicitação Benefício de Prestação Continuada (BPC); Orientação e solicitação de Passe Livre Intermunicipal, Cultura e Interestadual; Orientação e solicitação de Carteira do Idoso; Orientação e realização de Cadastro Único; Encaminhamento para outras políticas públicas; Oficina confecção de Produtos de Limpeza; Oficina de confecção Pintura em pano de pratos e Oficina de Pintura de Rosto em crianças.

Confira datas e os locais que receberão o “CRAS + perto de você”:

04/Agosto – Mercado Público Municipal

30/Agosto – Vila São José

27/Setembro – Uberaba I e II

25/Outubro – Vila Santa Teresa

22/Novembro – Várzea e Arizona

01/Dezembro – Mercado Público Municipal

31/Janeiro – Barrocão

28/ Fevereiro – Jureminha e Oeiras Nova

21/Março – Rodagem de Floriano

25/Abril – Parque Leste e Rodagem de Picos

30/Maio – Bairro Rosário

27/Junho – Lajeiro do Samba

25/julho – Bairro Canela

31 de julho de 2017

Sonora Brasil chega a Oeiras com apresentações de grupos de cultura popular

‘Sonora Brasil’ chega a Oeiras com apresentações de grupos de cultura popular; confira programação

Em agosto, mês que celebra o folclore brasileiro, Oeiras receberá grupos de cocos de quatro estados. As apresentações fazem parte do Sonora Brasil, projeto temático do Sesc, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura, que tem como objetivo levar ao público expressões musicais pouco difundidas e que integram o amplo cenário da cultura popular musical brasileira. O acesso é gratuito.

A primeira apresentação agendada é Coco de Zambê (RN), que ocorre na próxima quarta-feira (02), no Patamar da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, às 20h.  No dia seguinte (03), é a vez do Mercado Municipal “Dona Lili” receber o grupo Coco do Iguape (CE), às 9h. Na sexta-feira (04), o Patamar da Igreja do Rosário recebe o Coco de Tebei (PE). E fechando o ciclo de apresentações em Oeiras, no sábado (05), o Samba de Pareia da Mussuca (SE) mostra sua arte na Praça de Eventos, às 20h.

Em sua 20ª edição, apresenta este ano o tema “Na Pisada dos Cocos”. Coco de roda, samba de coco, coco de zambê, coco de pareia, coco furado e coco de embolada. São muitas as variantes que justificam a denominação “cocos”, gênero folclórico advindo das culturas indígena e africana. “Na Pisada dos Cocos” apresenta variantes desta expressão lítero-cênico-musical típica da região Nordeste do Brasil trazendo dois grupos que praticam cocos do litoral e dois do interior.

Com essa temática, o Sonora Brasil Sesc visa reproduzir a prática coletiva encontrada em áreas urbanas, e também nas rurais, onde a dança e a música, integradas, estão presentes nos terreiros, nas festas populares e em ritos religiosos.

Cantadores e dançadores são acompanhados ora por instrumentos de percussão ora por palmas ou pela batida dos pés que marcam o andamento, simulando a pisada que prepara o chão batido.

Confira a programação:

Data: 02 de agosto

– Coco de Zambê (RN)

Horário: 20h

Local: Patamar da Igreja do Rosário

Coco Zambê. É principalmente no município de Tibau do Sul, litoral do Rio Grande do Norte, que encontramos o Coco de Zambê, expressão cultural que, segundo pesquisadores, chegou aos engenhos de cana de açúcar e colônias pesqueiras da região através de africanos escravizados.

Dois tambores estão presentes na maioria dos grupos que praticam o Coco de Zambê: o próprio Zambê, também conhecido como pau furado ou oco de pau, que é maior e mais grave, e o Chama, ambos construídos artesanalmente com troncos de árvores da região. Além desses tambores outros instrumentos de percussão podem ser encontrados, inclusive a lata, usada no grupo do Mestre Geraldo que, na verdade, é o reaproveitamento da lata de 18 litros, utilizada no comércio de tintas.

A música se caracteriza como um canto responsorial, puxado pelo mestre e respondido pelo coro de vozes, e a dança acontece numa roda que mantém ao centro os tocadores. Os brincantes se revezam reverenciando o tambor e realizando passos livres de grande energia que lembram movimentos da capoeira e do frevo. Uma de suas principais características é o fato de ser praticado apenas por homens.

Data: 03 de agosto

– Coco do Iguape (CE)

Horário: 9h

Local: Mercado Municipal “Dona Lili”

Coco do Iguape. Aquiraz fica a 30 Km de Fortaleza, no litoral cearense, e a Praia do Iguape, localizada neste município, que foi a primeira capital do estado do Ceará, é onde moram os integrantes do grupo. Eles praticam a pesca artesanal, principal atividade econômica da região, e são liderados pelos mestres Raimundo da Costa, que desde os dez anos de idade, como ele mesmo conta, pratica o coco de embolada e Chico Caçuêra.

Segundo pesquisadores, o Coco do Iguape tem uma característica peculiar que é o andamento mais acelerado e uma dança mais “pulada”. Como outros cocos do litoral, o grupo se apresenta descalço, como os pescadores costumam andar. A vestimenta é feita artesanalmente com o mesmo tecido usado nas velas das jangadas e tingida com a tinta retirada da casca do cajueiro azedo, árvore encontrada na região.

Os instrumentos utilizados pelo grupo são o caixão (espécie de Cajon), que é feito de madeira em forma de caixa, permitindo que o tocador fique sentado sobre o instrumento, e o ganzá, espécie de chocalho feito com latas reutilizadas, ambos fabricados pelos próprios integrantes. O triângulo, pouco encontrado em grupos de coco, foi inserido a partir de influências externas.

Data: 04 de agosto

– Coco de Tebei (PE)

Horário: 20h

Local: Patamar da Igreja do Rosário

Coco de Tebei. O Coco de Tebei é cantado por mulheres e dançado por casais. Não utiliza instrumentos e a base rítmica é marcada pela pisada dos dançadores. A sonoridade que resulta do canto somado ao ritmo da pisada nos remete, de certa forma, a uma ritualística indígena, que se caracteriza pelo contraste de timbre entre o metal das vozes femininas e o som seco da pisada no chão, e pela ausência de nuances em cada um dos elementos. Também faz parte da memória do grupo a cantoria do rojão, associado ao uso da enxada na preparação da terra para o plantio.

Data: 05 de agosto

– Samba de Pareia da Mussuca (SE)

Horário: 20h

Local: Praça de Eventos

Samba de Pereia da Mussuca. O Samba de Pareia, segundo relatos, surgiu há mais de 300 anos entre os escravos que trabalhavam nos canaviais, como uma forma de ocupar o pouco tempo de descanso que tinham ao longo de sua jornada diária de trabalho. O nome viria do fato de ser dançado em pares.

Na Mussuca, o Samba de Pareia é dançado por mulheres. Os homens acompanham apenas como tocadores que sustentam o ritmo com dois tambores médio-graves, uma cuíca e um ganzá, tocado por uma das mulheres. O principal elemento rítmico é a pisada dos tamancos das dançadeiras que fazem toda a diferença na sonoridade e na harmonia.

Uma peculiaridade desta manifestação cultural é o fato de estar relacionada a um ritual de nascimento que vem dos antepassados, onde o grupo se apresenta para manifestar a alegria pela chegada de mais uma criança no povoado, dando-lhe as boas-vindas no seu décimo quinto dia de vida.

A Mussuca fica a 23 Km de Aracaju, capital sergipana. É uma comunidade de remanescentes quilombolas que se empenha para manter as tradições herdadas de seus antepassados, como a Dança de São Gonçalo e o Samba de Pareia.

27 de julho de 2017

Moradores participam de bate-papo sobre preservação patrimonial

Moradores do entorno do Horto do Pé de Deus participam de bate-papo sobre preservação patrimonial

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo promoveu na noite desta terça-feira, 25, um bate-papo com moradores do entorno do roteiro Horto do “Pé de Deus” /Casa da Pólvora. A pauta do encontro foi a preservação e conservação do espaço, que recentemente recebeu sinalização turística e placas de educação e preservação ambiental. 

O secretário Stefano Ferreira comenta que esta é terceira etapa do processo de restruturação do roteiro, que envolveu ainda a limpeza e iluminação da área. “Viemos conversar com os moradores sobre a questão do lixo e conservação do roteiro. É importante o município ter esse canal aberto de diálogo com a comunidade e envolve-la nesse processo de manutenção da limpeza”, pontua o secretário.

“Os moradores reconheceram ações, colocaram demandas e a ideia é que consigamos manter este espaço limpo para que os turistas, os visitantes e a comunidade possam usufruir desse patrimônio da melhor forma”, amplia Stefano Ferreira.

A moradora Francisca Júlia diz que também ficou contente com a limpeza e iluminação do patrimônio, que fica situado próximo à sua residência. “Estou gostando de ver. Espero que esse trabalho continue, pois é bom para todos nós”, elogia.

“Com a limpeza e iluminação, o espaço ficou ótimo. Nós da comunidade, esperamos que o lugar continue limpo e bonito”, comenta Aluísio Lemos, morador do entorno do roteiro turístico.