• assinatura jornal
Picos

Nova estrutura do distrito industrial vai impulsionar economia de Picos

Nova estrutura do distrito industrial vai impulsionar economia de Picos

22/06/2017 10:40h - Atualizado em 22/06/2017 10:45h

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet) apresentou para autoridades, empresários e sociedade em geral da cidade de Picos a nova estrutura do Distrito Industrial do município, em solenidade na terça-feira (20), na Associação Comercial e Industrial da cidade.

O empresário Antônio Leopoldino, presidente da Casa Apis e um dos mais antigos empresários instalados no distrito, acredita que a nova estrutura vai facilitar e melhorar os negócios de todos os empreendedores que trabalham e geram renda para a população de Picos.

“Somos os pioneiros do distrito, implantamos nossa indústria há 10 anos atrás e agora, com esse novo projeto, que traz toda a infraestrutura necessária para o desenvolvimento da cadeia por inteiro, acredito que poderemos melhorar mais ainda os negócios e consequentemente a qualidade de vida do nosso povo. Para a Casa Apis, por exemplo, onde produzimos mel e trabalhamos a exportação, o benefício será significativo, principalmente com a questão da implantação do Redex, que facilitará esse processo de exportação, com nossos produtos já saindo daqui alfandegados. Então, são benfeitorias como essa que está motivando a classe empresarial da região”, registrou o empresário.

De acordo com o secretário da Sedet, Nerinho, a reestruturação do distrito é uma estratégia de desenvolvimento do governo em que, no momento de crise, procura se sobressair com ações que retomem o crescimento econômico do estado. “Sabemos que o Brasil passa por uma crise financeira, social e política e é nesse momento que temos que procurar alternativas para fugir desse quadro e com essa nova estrutura, não só de Picos, mas que também será uma realidade em Teresina, Floriano e Parnaíba, teremos condições de fortalecimento financeiro e estaremos prontos para o momento em que o país voltar a crescer, ou seja, já estaremos com um passo à frente”, destacou o gestor.

O gestor do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico explicou que antes, todo empresário que queria investir no estado obtinha apenas a cessão do terreno, mas agora existe um projeto em que todos esses terrenos passaram a ser administrados pela Sedet para que as pessoas que tenham interesse em investir, possam adquirir o terreno ao custo de 5% do valor real da área.

“Antes, o Governo do Estado fazia a cessão do terreno, porque ele não podia fazer a doação, mas agora mediante um projeto de lei, a Sedet administra essas terras que podem ser analisadas para compra a partir de um projeto elaborado pelo empresário que tem interesse de investir, a partir disso, esses empreendedores recebem a oportunidade de adquirir esse terreno no valor de 5% do valor real de mercado da área. Algo que auxiliará nas atividades desses empresários que poderão ir às agências de fomento e com mais chances de conseguir um empréstimo para investimento nos negócios”, relatou Nerinho, informando que a expectativa de conclusão da nova etapa do Distrito Industrial de Picos é até o fim de 2018.

Empresários instalados no distrito, que já tinham a cessão do terreno pela prefeitura, assinaram o termo de compromisso para a regularização do terreno mediante à nova lei em que a Sedet realiza esse processo de administração das áreas.

Segundo a superintendente do Desenvolvimento Econômico da Sedet, Olga Sousa, essa é a primeira etapa. A segunda será por meio de edital para empresas que tenham interesse em investir no distrito.

“Hoje, 10 das 16 empresas com processos de regularização no distrito assinaram o termo de compromisso para permanência no local. Isso configura a primeira etapa, já que esses empresários já tinham a cessão por parte da prefeitura, quando ela administrava o local. Mas para a segunda, haverá um edital de publicação para o chamamento das empresas interessadas nas vagas remanescentes”, explicou a superintendente.

Fonte: Ccom

Deixe seu comentário