• Unimed
  • assinatura jornal

Latam terá vendas de lanche a bordo no Brasil

Empresa deverá apresentar nesta terça-feira o Mercado Latam, sua loja a bordo; iniciativa é parte de estratégia de segmentar serviço, que inclui também cobrança de bagagem despachada.

13/06/2017 08:35h

A companhia aérea Latam vai começar a vender produtos em seus voos no Brasil. A companhia já apresentou neste ano sua loja a bordo, batizada de Mercado Latam, no Chile, Peru, Colômbia e Argentina. A Latam vai apresentar o produto nesta terça-feira (13) de manhã à imprensa brasileira.

A venda a bordo é parte de uma estratégia da Latam de segmentação de serviços anunciada em novembro do ano passado. A visão da empresa é de que os passageiros têm necessidades diferentes durante o voo e que a melhor forma de atendê-los é desagregar os serviços e permitir que cada passageiro pague pelo que valoriza, como lanche a bordo ou assento marcado.

Latam diz que transformação do serviço trará redução de preço da passagem aérea (Foto: Celso Tavares/G1) Latam diz que transformação do serviço trará redução de preço da passagem aérea (Foto: Celso Tavares/G1)

Latam diz que transformação do serviço trará redução de preço da passagem aérea (Foto: Celso Tavares/G1)

Na lista de mudanças que deverão ser anunciadas gradativamente até 2020 estão também a cobrança pela bagagem despachada para passagens aéreas promocionais e o pagamento do assento marcado.

A promessa da empresa é que essa segmentação de serviços vai viabilizar a redução do preço das passagens promocionais em até 40% até 2020, quando todas as etapas forem implementadas.

Mercado Latam

Seis países da América Latina terão venda a bordo nos voos domésticos, de acordo com comunicado da Latam divulgado no Chile em abril. São eles: Brasil, Chile, Colômbia, Peru, Argentina e Equador.

Nos países em que já foi lançada, a loja da Latam tem um cardápio com mais de 50 produtos, entre sanduíches, petiscos, bebidas quentes e frias e bebidas alcoólicas. Os produtos são diferentes em cada país de acordo com os costumes locais. Por exemplo, no Peru, o menu tem Inka Kola. No Chile, vinhos nacionais e batatas fritas Tika.

Os pagamentos podem ser feitos em dinheiro ou cartão de crédito.

Fonte: G1

Deixe seu comentário