• BSL NE
  • VIP TAXI teresina
  • bbrock
  • assinatura jornal

Notícias Esporte

25 de junho de 2017

Luís Henrique rescinde com Furacão, e Botafogo vai definir futuro do atacante

No fim do ano passado, o Botafogo perdeu Luís Henrique, que estava no fim de seu contrato, de graça para o Atlético-PR.

Sem espaço no Atlético-PR, Luís Henrique rescindiu nessa sexta-feira seu contrato com o Atlético-PR. O atacante de 19 anos, revelado pelo Botafogo, pode voltar ao clube carioca, equipe que deixou no fim do ano passado para acertar com o Rubro-Negro.

Luis Henrique chegou no começo do ano ao Atlético-PR e foi pouco utilizado (Foto: Divulgação)

Parece complicado, e é. No fim do ano passado, o Botafogo perdeu Luís Henrique, que estava no fim de seu contrato, de graça para o Atlético-PR. Não houve, na época, acerto pela renovação, em novela que se arrastou por meses.

No entanto, na ocasião, para não criar empecilho, o Atlético-PR fez um acordo com o Botafogo, que manteve 35% dos direitos econômicos do atleta. Luís Henrique, em janeiro de 2017, foi apresentado no clube paranaense e assinou até o fim de 2018.

Devido ao grande número de atacantes no elenco - 10 ao todo , Luís Henrique foi pouco utilizado na temporada e optou por sair do Atlético-PR. A comissão técnica preferir trabalhar com centroavantes mais experientes, como Grafite e Eduardo da Silva. Luís Henrique chegou a marcar um gol no clássico contra o Coritiba, mas o árbitro não assinalou para ele na súmula. O jovem não entrou em campo pelo Brasileiro. Desde 23 de abril, na semifinal da Paranaense, está sem jogar. Na Libertadores, participou somente de um jogo, contra o Deportivo Capiatá.

Por contrato, ele volta ao Botafogo. O clube carioca, a princípio, não pretende contar com o atacante e estuda o que fará. O Alvinegro tem 72 horas para decidir o que fazer. Se não ficar com Luís Henrique, o jovem fica livre no mercado. Ele teria, inclusive, sondagens do futebol europeu.

24 de junho de 2017

Na reabertura do Felipão, Altos tenta selar classificação para segunda fase

Partida, válida pela última rodada da fase de classifcação, acontece no domingo, às 18h, em Altos

O Altos entra em campo neste domingo (25) para seu último desafio pela fase de grupos do Campeonato Brasileiro Série D. O Jacaré recebe o Tocantins, às 18h, no Estádio Felipão, em cidade Altos. A partida marca a reabertura do estádio ao público. Para o jogo, a baixa será o meia Wagner, o atacante André Tavares, ambos no departamento médico, e o volante Nonato, gripado. 

Jacaré terá mudanças diante do Tocantins (Foto: Elias Fontenele/ O Dia)
A derrota diante Cordino complicou a vida do Jacaré na competição. Agora o time de Paulinho Kobayashi tem a obrigação de vencer para não depender de outros resultados. O Altos enfrenta o lanterna e já desclassificado Tocantins, mas para o treinador isso não é um ponto positivo. "Eles não tem o que perder. Vão jogar soltos e despreocupados então acredito que isso chega a ser um ponto negativo para a gente. E nós, sim, entramos com a obrigação de buscar uma vitória", explica Paulinho Kobayashi. 

Apesar de ter apenas sete pontos somados em cinco jogos, a situação do Altos não é tão preocupante. Vencendo o time chega aos 10 pontos e na pior das hipóteses se classifica entre os melhores segundos colocados. O Santos, do Amapá, líder do grupo com dez pontos pode chegar a treze e se isolar na liderança, um empate também segue líder e em caso de derrota o Altos precisa tirar uma diferença em saldo de gol. 

Entre os jogadores, o pensando é de vencer para não precisar fazer contas. “É um jogo que vale muito. Ou na segunda-feira estamos comemorando uma classificação ou está todo mundo arrumando as malas para ir embora. É um jogo importante que marca a reabertura do estádio e sabemos que vamos contar com o apoio maciço do nosso torcedor e eles quem ver um time aguerrido, que vai buscar o gol e a vitória”, disse Esquerdinha. 

Por opção do treinador e por ter algumas peças no departamento médico, o Altos deve vir com uma formação diferente. No setor defensivo, Dida deve voltar a ter oportunidade no lugar de Rodrigo e na Vitor Bafana volta, formando a dupla de zaga ao lado de Marcelo. Com a saída de Eduardo e Marcone do departamento médico os dois atletas também voltam ao time titular. 

A partida entre Altos e Tocantins acontece no domingo (25), às 18h, no estádio Felipão. Os ingressos para o jogo são encontrados no local da partida com o valor de R$ 30 inteira e R$ 15 a meia entrada para estudantes. O árbitro da partida será Zandick Gondim, do Rio Grande do Norte que será auxiliado por Rogério de Oliveira e Mauro Cezar Evangelista, ambos do Piauí. E vai ter Diego da Silva como quarto arbitro

23 de junho de 2017

Chelsea e Arsenal se unem para ajudar vítimas de incêndio em Londres

Equipes esperam arrecadar mais de R$ 5 milhões na decisão da Supercopa da Inglaterra, e doar o valor.

No dia 6 de agosto, Arsenal e Chelsea se enfrentam na decisão da Supercopa da Inglaterra. Apesar de estarem em lados opostos, os campeões da Copa da Inglaterra e do Campeonato Inglês, respectivamente, estarão unidos em uma boa causa em comum: os clubes decidiram que parte do valor arrecadado na partida será revertido para ajudar as vítimas do incêndio na Grenfell Tower, que matou 79 pessoas na última segunda-feira (19), em Londres.

Segundo comunicado emitido pela Federação Inglesa (FA), espera-se arrecadar 1,25 milhão de libras esterlinas (cerca de R$ 5,3 milhões) na partida que será realizada no estádio de Wembley.

- Assim como o resto do país, estamos todos profundamente tristes. Embora seja apenas uma partida de futebol, nós esperamos que, de alguma forma, a Supercopa da Inglaterra possa ajudar. São dois grandes clubes de Londres que vão se juntar para jogar no estádio mais famoso da cidade, a poucos quilômetros de Kensington (onde ocorreu o incêndio). Eles estarão unidos na paixão pelo futebol, tristes por essa trágica perda e ajudando a nossa comunidade - disse Greg Clarke, presidente da FA.

Em maio, Manchester United e Manchester City também se uniram para ajudar as vítimas de um ataque terrorista ocorrido na cidade. Na ocasião, os clubes doaram 1 milhão de libras esterlinas (cerca de R$ 4,25 milhões) para um fundo de emergência criado pela Cruz Vermelha Britânica.

Bruno Paulista só deve ficar pronto para jogo contra o Coritiba

Mesmo sem ser anunciado, Bruno treina há algumas semanas com o elenco cruz-maltino. Ele será emprestado pelo Sporting, de Portugal, até dezembro.

A janela de transferências abriu, mas o Vasco ainda não anunciou oficialmente a contratação do volante Bruno Paulista. O clube ainda resolve pendências com o Bahia antes de regularizar o jogador, que, mesmo se aparecesse no Boletim Informativo Diário da CBF a tempo, dificilmente teria condições de jogar no domingo, contra o Atlético-GO.

Bruno Paulista durante treino no Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

Explica-se: Bruno passa por um trabalho especial no Caprres para atingir bom nível físico. Ele tem treinado em período integral, e a expectativa é de que só esteja pronto para jogar na próxima semana - o duelo com o Coritiba, no outro domingo, dia 2 de julho, seria uma boa possibilidade para sua estreia.

Há ainda a preocupação com o ritmo de jogo de Bruno. Ele não entra em campo desde 17 de setembro de 2016, quando defendeu a equipe B do Sporting contra o Gil Vicente. Neste período, chegou a ficar um tempo sem treinar, esperando a definição de seu empréstimo para o Vasco.

Mesmo sem ser anunciado, Bruno treina há algumas semanas com o elenco cruz-maltino. Ele será emprestado pelo Sporting, de Portugal, até dezembro, com opção de renovação até junho de 2018.

Entretanto, como ainda tem contrato com o Bahia - numa engenharia que envolve ainda o Recreativo Caála, de Angola -, Bruno precisa que o clube baiano repasse a documentação para o Vasco.

Procuradoria da Espanha considera trocar pena de prisão de Messi por multa

Promotoria acataria pedido dos advogados, considerando argumento de que o craque e seu pai não têm antecedentes criminais.

A Procuradoria de Barcelona não se opõe a que a pena de 21 meses de prisão contra Lionel Messi por fraude fiscal seja substituída por uma multa de € 400 (R$ 1,5 mil) diários durante o período, anunciou uma porta-voz. A defesa do craque do Barcelona propôs a opção para evitar a prisão do jogador e de seu pai Jorge Horacio, condenados a 21 e 15 meses de prisão por uma fraude de € 4,1 milhões (R$ 15 milhões) à Fazenda, procedentes dos direitos de imagem do atleta.

A decisão final está nas mãos da Audiência Provincial de Barcelona, que julgou e condenou no ano passado o camisa 10 do Barça e da seleção argentina. Na Espanha, as penas de prisão inferiores a dois anos podem ser suspensas e substituídas por multas se o condenado é réu primário e assumiu a responsabilidade civil por seu crime.

O argentino Lionel Messi em atuação pela Seleção Argentina (Foto: Divulgação)

O pagamento exigido pela Procuradoria é de quase € 255 mil (R$ 950 mil) para Messi e de € 182,5 mil (R$ 680 mil) para seu pai, considerado um personagem necessário para montar o esquema de empresas por meio do qual foi ocultado do fisco espanhol o que o jogador recebia por direitos de imagem.

Caso a Audiência não aceite a opção, a Procuradoria também pode aceitar suspender durante três anos a pena, que seria cancelada ao final do prazo. Mas, com esta segunda opção, Messi correria o risco de ser preso em caso de reincidência em um delito similar durante o período.

Messi foi um dos primeiros atletas investigados no que parece uma ofensiva da justiça espanhola contra a fraude no mundo do futebol. Seu grande rival nos gramados, o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, foi convocado para prestar depoimento em 31 de julho pela acusação de uma fraude fiscal de € 14,7 milhões (R$ 55 milhões).

Namorada de Cristiano Ronaldo está grávida de uma menina, diz jornal

A publicação divulgou fotos recentes da namorada do jogador em um aeroporto, ao lado de um dos amigos do camisa 7 português.

A possibilidade de Cristiano Ronaldo ter mais filhos é tema constante de notícias na Europa. Após a imprensa portuguesa afirmar que ele é pai de gêmeos de uma mãe de aluguel, agora, a grávida é a atual namorada do jogador do Real Madrid.Segundo o jornal “Correio da Manhã”, a espanhola Georgina Rodríguez teria confirmado a amigos que está grávida de quatro meses e que o primeiro filho do casal será uma menina.

A publicação divulgou fotos recentes da namorada do jogador em um aeroporto, ao lado de um dos amigos do camisa 7 português. Nas imagens, é possível notar uma barriguinha mais saliente.

Cristiano Ronaldo com a namorada Georgina Rodríguez
Cristiano Ronaldo com a namorada Georgina Rodríguez (Foto: Reprodução / Instagram)

Há um mês, a revista italiana "Chi" publicou fotos do casal em uma praia de Córsega, na França, e Georgina aparecia com a barriga já saliente. Dias antes, Cristiano Ronaldo tinha postado uma foto dele com a mão na barriga da namorada. Muitos fãs, depois dessa postagem, passaram a especular uma possível gravidez.

O primogênito de CR7, Cristiano Ronaldo Jr., completou sete anos no dia 17 de junho. A mãe do menino é desconhecida - o craque contratou uma barriga de aluguel. Não se sabe nem mesmo a nacionalidade da mulher. O menino vive com o pai em Madri e é criado ao lado da avó, Dolores Aveiro.

CR7 apareceu pela primeira vez publicamente com Georgina em janeiro deste ano, quando ele recebeu o prêmio de melhor jogador da Fifa pela quarta vez. O craque posou no tapete verde com Georgina e o filho dele.

Sem Viola, River faz últimos ajustes para partida decisiva contra o Guarany

Clube pode ter até oito desfalques para jogo fora de casa. Galo busca a classificação para segunda fase

A equipe do River encerra a semana de treinamentos pensando no jogo decisivo que faz contra o Guarany de Sobral no domingo (25). O Galo precisa vencer para não depender de outros resultados na rodada e assim se classificar para a próxima fase na Série D do Campeonato Brasileiro. Mas, além de vencer o adversário, o Galo tem que superar os desfalques. 

O departamento médico do River vem chamando atenção. Atualmente são oito jogadores lesionados e entre esses poucos deverão ser opção para o jogo de domingo. Os volantes Amorim e Osmar, os meias Fabiano e Keninha, o lateral- -direito Gilberto Matuto e o atacante Sharles não devem ser opção. E na tarde de ontem o goleiro Leandro e o atacante Viola, titulares absolutos na temporada, não participaram das atividades por precaução. Os dois atletas estão sentindo dores musculares. 

De olho na classificação, River tenta superar os desfalques antes de entrar em campo pela última rodada da fase de grupos (Foto: Elias Fontenele/ O Dia)
O treinador Lucas Andrade confessa a preocupação com a quantidade de lesões que os atletas vem passando. “Mais uma semana que a gente entra esperando a definição dos atletas que estão no departamento médico. Esperamos definições do DM e também o julgamento do Humberto que a gente tem esperança de contar com ele também”, disse Lucas Andrade. 

O meia Humberto pegou quatro jogos de gancho após ser punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O atleta tem dois jogos cumpridos e o River está recorrendo do resultado e pode conseguir um efeito suspensivo hoje (23). Com isso, o Galo deve entrar em campo com alterações. O lateral-direito Ceará e o atacante Maranhão, por exemplo, pode estrear na partida de domingo (25). Os dois nomes foram regularizados esta semana e são opção para o técnico. 

“Essas questão de cartão e lesão é normal no futebol, mas acredito que quem entrar e vestir a camisa vai estar bem preparado e com o objetivo que é buscar essa classificação", disse.

22 de junho de 2017

Após provocar tumulto, Oscar é suspenso por oito jogos na Superliga chinesa

Punição ao jogador brasileiro também prevê multa de cerca de R$ 19,4 mil por confusão em partida.

onfusão no domingo passado custou caro para o meia Oscar. Nesta quinta-feira, a Associação de Futebol da China (CFA) anunciou a sua suspensão por oito partidas depois da briga que causou no empate entre Shanghai SIPG e Guangzhou R&F por 1 a 1, pela Superliga Chinesa. O brasileiro também foi multado em 40 mil yuanes (cerca de R$ 19,4 mil), e outros três envolvidos no tumulto foram punidos, mas com sanções um pouco menores.

Quase no fim do primeiro tempo, o ex-jogador do Chelsea chutou duas vezes a bola contra adversários do Guangzhou R&F. Um dos rivais, o ex-corintiano Zhizhao, empurrou o brasileiro ao chão, o que deu origem a uma grande briga. Oscar não reagiu ou se machucou na confusão, tampouco recebeu cartão. Mas sua atitude foi considerada antiética no julgamento, ao qual não compareceu, e a punição foi aplicada para dar exemplo.

- A falta imoral de Oscar, que criou uma grande confusão no campo, teve um grande impacto negativo nas ligas de futebol profissional da China. A Federação Chinesa sempre dá grande importância às questões disciplinares, agindo energicamente para punir faltas violentas e outros comportamentos antidesportivos - diz o comunicado oficial relativo à punição.

Oscar no gramado, caído, durante a briga generalizada na Superliga Chinesa (Foto: Reprodução / Sina.com)

A previsão é que Oscar fique impedido de jogar até o meio de agosto. Zhizhao foi suspenso por sete partidas, Fu Huan, do Shanghai, pegou seis, e Li Tixiang, do Guangzhou R&F, cinco.

Na segunda-feira passada, Oscar se justificou, dizendo que o lance era uma jogada normal.

- Isso não existe. Eu sou um jogador dedicado e tenho grande respeito pelo espírito do esporte. Quem joga futebol sabe que é uma ação normal – disse o meia, em entrevista ao site Sina.com

No Instagram, o brasileiro postou uma foto ao lado dos companheiros brasileiros do time, o atacante Elkeson e Hulk, e o português Ricardo Carvalho. Em sua camisa, a mensagem em inglês: "Nada para fazer, nada a dizer".

Oscar ao lado de Elkeson, Hulk e Ricardo Carvalho no Shanghai SIPG (Foto: Reprodução de Instagram)

O meia foi contratado em dezembro passado por 52 milhões de libras (cerca de R$ 218 milhões). Na época, o jornal inglês "The Times" noticiou que seu salário anual seria de cerca de 20 milhões de libras (R$ 84 milhões), menos apenas do que Cristiano Ronaldo e Messi, quatro vezes o que ganhava no Chelsea.

Técnico do Altos espera ter todos os atletas à disposição para jogo decisivo

Três titulares correm contra o tempo para estar em campo contra o Tocantins na última rodada

Depois do começo de campeonato com vitorias elásticas, a equipe do Altos vive um momento bem diferente. O time comandado por Paulinho Kobayashi sofreu uma derrota na última rodada da Série D do Campeonato Brasileiro e chega na última rodada da fase de grupos com a obrigação de vencer o Tocantins para buscar a classificação. 
Se vencer o Tocantins, vai aos 10 pontos e se manter pelo menos na segunda colocação do Grupo A. Mas, para carimbar a classificação, o time precisa de uma combinação de resultados. A partida entre Altos e Tocantins acontece no domingo (25), às 18h, no estádio Felipão, em Altos. 

Kobayashi vê partida de domingo como uma decisão (Foto: Divulgação)
A partida marca também a reabertura do estádio Felipão depois de quase um ano fechado para reformas. Mas, segundo o treinador Paulinho Kobayashi, a festa fica para o torcedor que volta a assistir o time de perto. “O grupo tem que encarar o jogo com seriedade e como se fosse a final do Campeonato Piauiense. Deixa a festa para o torcedor”, disse Paulinho. 

Em cinco jogos na fase de grupos, o Altos tem duas vitorias, duas derrotas e um empate. Nas últimas três rodadas, derrota, empate e derrota. Com isso, a situação do time se complicou um pouco, pois a equipe que brigava por uma classificação antecipada agora se vê na obrigação de vencer o último compromisso. Um dos problemas é o departamento médico bastante movimentado, principalmente com atletas do time titular. 
O atacante Eduardo, o volante Marconi e o goleiro Rodrigo, titulares absolutos de Paulinho, estiveram fora na rodada anterior por conta de lesão. “Estamos em contato direto com departamento médico para saber a situação dos jogadores e ver a recuperação deles, tentar recuperar o máximo possível para que a gente possa usar esses atletas. Sabemos que atrapalha um pouco pela sequência, mas não podemos deixar de dar os méritos aqueles que entram”, frisou Kobayashi. 
Essa semana toda o time está treinando no estádio Felipão, que será o palco da partida de domingo. A baixa confirmada será do meia Wagner, que recebeu três cartões amarelos e vai cumprir suspensão. Fora isso, alguns jogadores seguem em avaliação do departamento médico. O jogo entre Altos e Tocantins acontece no domingo (25), às 18h, no estádio Felipão. A partida é válida pela 6ª e última rodada da fase de grupos

21 de junho de 2017

Presidente da CBB anuncia fim de suspensão da Fiba ao basquete brasileiro

Informação foi divulgada por Guy Peixoto, presidente da entidade nacional, que publicou carta e falou sobre próximos passos. Nota foi deletada do site oficial da entidade minutos depois

O presidente Guy Peixoto anunciou nesta quarta-feira o fim da suspensão imposta pela Federação Internacional de Basquete à Confederação Brasileira de Basquete em novembro de 2016, ainda durante a gestão Carlos Nunes. O novo mandatário, que foi eleito em março deste ano, publicou uma carta no site oficial da CBB onde divulgou a informação. Minutos depois, contudo, ela foi retirada do ar. A Fiba, por sua vez, que faz uma reunião em seu quartel-general na Suíça nesta quarta, ainda não confirmou nada oficialmente.


Seleção brasileira volta a poder competir em torneios internacionais (Foto: Gaspar Nóbrega/Bradesco/Inovafoto)

O GloboEsporte.com apurou que o fim da suspensão está condicionado ao cumprimento de alguns tópicos até o dia 21 julho. O fim da suspensão significa que todas as seleções, de base e adultas, e clubes do país estão liberados para participar de competições internacionais. A principal, por exemplo, tem um desafio no calendário em breve. Trata-se da Copa América, que acontece entre os dias 25 de agosto e 3 de setembro em três países, Argentina, Colômbia e Uruguai. Como o sorteio foi realizado em Medellín no dia 20 de abril, quando a suspensão à confederação ainda estava vigente, o Grupo A, que tinha Porto Rico, México e Colômbia, aparecia com um espaço em branco. Na época, caso a punição do Brasil não fosse retirada, o Paraguai, sexto colocado no último Campeonato Sul-Americano de basquete, entraria em seu lugar.

No comunicado, o presidente afirma que "trata-se de um dia a ser comemorado, pois recoloca o Brasil em evidência positiva" e "dá a chance de fazer ainda mais ações em prol do crescimento e desenvolvimento do esporte". Guy Peixoto, eleito presidente em março de 2017 sob a chapa chamada "Transparência", tocou em alguns pontos importantes na carta.

O mandatário afirma que os próximos passos são: definição e contrato dos novos treinadores das várias seleções; retorno das verbas do COB, já pré-definidas pela Lei Agnelo Piva; negociação com patrocinadores, a começar pelo máster, seguida dos demais; reapresentação dos projetos para comissão da Lei de Incentivo ao Esporte; lançamento de um novo site, com novo visual; plano de utilização do CT tanto na parte esportiva quanto na comercial; e andamento do projeto do futuro CT de Jundiaí.

Confira, na íntegra, a carta do presidente da CBB, Guy Peixoto

"CARTA AOS AMANTES DO BASQUETE BRASILEIRO

Enfim, o dia 21 junho de 2017 chegou e todos nós, amantes do basquete brasileiro, tivemos a notícia mais aguardada e a primeira grande meta alcançada pelo time Transparência, ou seja, a Federação Internacional de Basketball (FIFA) anunciou o fim da suspensão aplicada, devido a falhas administrativas gestão anterior, a Confederação Brasileira de Basketball (CBB). Trata-se de um dia a ser comemorado, pois recoloca o Brasil em evidencia positiva e nos dá a chance de fazer ainda mais ações em prol do crescimento e desenvolvimento do esporte que tanto amamos.

Mesmo em meio à suspensão e na situação que encontramos administrativamente e financeiramente a CBB, nos primeiros 90 dias de gestão, a nossa diretoria realizou algumas ações imprescindíveis e alguns feitos importantes foram alcançados, tais como:

- contratação de uma empresa de auditoria interna
- reunião na FIBA, em Genebra (Suíça), que apontou três diretrizes de trabalho: governança, financeiro e competição
- contratação de um consultor de mercado – Marcus Vinícius Freire, medalhista olímpico de vôlei e diretor executivo do Comitê Olímpico Brasileiro (COB)
- contratação de empresa especializada em marketing para pesquisa de valoração das propriedades da CBB e apresentação de um plano executivo para atuais patrocinadores e futuros
- contratação de empresas para captação de parceiros/patrocinadores
- visita aos agentes esportivos – Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Ministério do Esporte e patrocinadores atuais (Nike e Eletrobrás)
- reunião com representante da LNB, da LBF e da NBA (com o compromisso de, acabada a atual temporada, revisão de contrato e conversa sobre planejamento)
- visita do representante da FIBA ao Brasil para acompanhar as ações da CBB
- LNB encaminha carta ao Ministério do Esporte abrindo mão de competições das categorias de base
- discussão com Liga de Basquete Feminino (LBF) sobre organização das futuras competições
- um dos maiores patrocinadores esportivos do mercado nacional entrega carta de intenção de patrocínio em mãos ao representante da FIBA, aguardando que suspensão seja revogada para investir na seleção 
- liberação da Certidão Negativa de Débito (CND)
- assinatura de convênio para utilização do Centro de Treinamento do Clube Concórdia, em Campinas (SP)
- aquisição de um ônibus Mercedes-Benz personalizado para atender aos selecionados nacionais
- realização das copas regionais, que são as etapas classificatórias a Supercopa Brasil de Clubes
- planejamento das competições interclubes de base, que serão realizadas no segundo semestre deste ano
- abertura das portas da CBB para todos os amantes do basquete
- ações que geraram um significativo corte de gastos aos cofres da CBB

E, com o fim da sanção, a expectativa é que outras coisas positivas e conquistas aconteçam em curto, médio e longo prazo, abrindo o caminho para o acerto com parceiros e patrocinadores. O mais importante é que seguiremos trabalhando para elevar o basquete nacional, contando com o indispensável apoio das federações estaduais, que são determinantes para o desenvolvimento da modalidade, especificamente na descoberta e lançamento dos novos valores.

Os próximos passos da nossa gestão são estes: retorno das verbas do COB, já pré-definidas pela Lei Agnelo Piva; negociação com patrocinadores, a começar pelo máster, seguida dos demais; reapresentação dos projetos para comissão da Lei de Incentivo ao Esporte; definição e contrato dos novos treinadores das várias seleções; lançamento de um novo site, com novo visual; plano de utilização do CT tanto na parte esportiva quanto na comercial; e andamento do projeto do futuro CT de Jundiaí.

Enfim, a Transparência seguirá como a nossa maior bandeira ao longo desta administração e vamos seguir contando com o apoio irrestrito dos AMANTES DO BASQUETE BRASILEIRO para que, livre da punição, possamos caminhar e alcançar patamares cada vez mais superiores, para: reconquistar o lugar de direito do basquetebol brasileiro.

Atenciosamente,
Guy Peixoto Jr
Presidente da CBB"

Após doping reincidente, George Sullivan é suspenso por um ano

O lutador teve seu "grau de culpabilidade" reduzido por conta da recomendação de um médico, e, portanto, teve sua punição reduzida.

O peso-meio-médio George Sullivan recebeu nesta terça-feira a punição por seu exame antidoping positivo do dia 14 de janeiro, que o tirou de uma luta no UFC 208 de fevereiro passado. Apesar de ser o segundo resultado positivo de Sullivan desde que o Ultimate instituiu sua nova política antidoping em 2015 - foi suspenso em 2016 por um ano por "uso declarado de substância proibida" - o lutador americano pegou apenas um ano de gancho, metade do máximo que enfrentava.
O peso-meio-médio George Sullivan (Foto: Divulgação)

Segundo a USADA (sigla em inglês para Agência Antidoping dos EUA), responsável pelo controle de substâncias no UFC, Sullivan foi flagrado com clomifeno, mas comprovou que a fonte do resultado foi o medicamento citrato de clomifeno, usado em doses terapêuticas em um tratamento prescrito por seu médico. O lutador teve seu "grau de culpabilidade" reduzido por conta da recomendação de um médico, e, portanto, teve sua punição reduzida. Seu período de afastamento começou em 14 de janeiro de 2017, data do seu exame.

MAKDESSI SUBSTITUI PUELLES CONTRA NORTHCUTT

Sage Northcutt tem novo adversário para o UFC 214, dia 29 de julho em Anaheim (EUA). Claudio Puelles, seu oponente original, sofreu uma lesão, e vai dar lugar ao canadense John Makdessi. Northcutt, 21, busca recuperação após sofrer derrota para Mickey Gall em sua luta mais recente, em dezembro do ano passado. Makdessi, 32, também vem de revés, contra Lando Vanatta, também em dezembro de 2016. Confira o cartel atualizado:

UFC 214

29 de julho, em Anaheim (EUA)

CARD DO EVENTO (até o momento):

Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Jon Jones

Peso-pena: Cris Cyborg x Megan Anderson

Peso-galo: Renan Barão x Aljamain Sterling

Peso-meio-pesado: Jimi Manuwa x Volkan Oezdemir

Peso-pena: Ricardo Lamas x Jason Knight

Peso-pena: Andre Fili x Adversário a ser definido

Peso-leve: Sage Northcutt x John Makdessi

peso-palha: Kailin Curran x Aleksandra Albu

Peso-leve: Josh Burkman x Drew Dober

Peso-mosca: Jarred Brooks x Eric Shelton

Peso-pesado: Dmitri Smoliakov x Adam Wieczorec

Peso-pena: Brian Ortega x Renato Moicano


TECIA TORRES SUBSTITUI AMANDA RIBAS CONTRA JU THAI

Depois de Amanda Ribas ser flagrada em exame antidoping e ter frustrado o sonho de sua estreia no Ultimate, a organização agiu para encontrar uma substituta para o confronto contra Juliana Lima, no dia 7 de julho, em Las Vegas (EUA), no TUF 25 Finale. A escolhida foi Tecia Torres, conforme anunciado pelo "Las Vegas Review-Journal".

Torres tem oito vitórias e uma derrota na carreira e vem de resultado positivo contra Bec Rawlings, em fevereiro deste ano, por decisão unânime. Ju Thai tem nove triunfos e três reveses no cartel e bateu JJ Aldrich em seu último compromisso.

TUF 25 Finale

7 de julho, em Las Vegas (EUA)

CARD DO EVENTO (até o momento):

Peso-leve: Michael Johnson x Justin Gaethje

Peso-meio-médio: Finalista 1 do TUF 25 x Finalista 2 do TUF 25

Peso-leve: Marc Diakiese x Drakkar Klose

Peso-meio-pesado: Jared Cannonier x Steve Bossé

Peso-médio: Brad Tavares x Elias Theodorou

Peso-meio-pesado: Jordan Johnson x Marcel Fortuna

CARD PRELIMINAR (até o momento):

Peso-palha: Angela Hill x Ashley Yoder

Peso-médio: Ed Herman x CB Dollaway

Peso-galo: Jessica Eye x Aspen Ladd

Peso-pena: Gray Maynard x Teruto Ishihara

Peso-palha: Juliana Lima x Tecia Torres

Após prata no México, Sarah Menezes sobe quinze posições no ranking Mundial

Apesar de estar entre as 20 melhores da categoria meio leve, piauiense pode fcar fora do Mundial de Judô em agosto

O primeiro pódio na categoria meio-leve (até 52kg) rendeu à judoca Sarah Menezes 15 posições no ranking da Federação Internacional de Judô. No último final de semana, a piauiense foi medalha de prata no Grand Prix de Cancun, no México, e passa a ocupar agora a 20ª colocação na categoria. 
Sarah Menezes entrou nas quartas de finais e fez três lutas na competição. Na disputa pelo ouro Sarah enfrentou a mexicana Luz Olvera e acabou sendo derrotada após receber três faltas. A prata foi comemorada pela judoca. 

Sarah Menezes e a mexicana Luz Olvera durante a disputa pelo ouro no Grand Prix no último fnal de semana (Foto: IJF)

“Foi uma competição muito boa para mim. Eu gostei bastante das minhas lutas e percebi uma evolução, lutei contra atletas melhores ranqueadas e também contra outras que não estão tão bem então foi interessante”, frisou Sarah Menezes. Entre as atletas que enfrentou no Grand Prix, estava a italiana Odette Giuffrida, vice-campeão nos Jogos Olímpicos do Rio 2016. A piauiense venceu a europeia nas semifinais. 

Apesar da prata e dos 1136 pontos no ranking, Sarah deve ficar fora do Mundial de Judô, que acontece no mês de agosto em Budapeste. Isso porque, baseado nos critérios utilizados pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ) para a convocação da seleção, somente as duas melhores atletas de cada categoria são convocadas. Erika Miranda e Jessica Pereira estão à frente de Sarah. 
“Ganhei alguns pontos e subi no ranking, mas ainda não é o suficiente para o Mundial, acredito eu”, afirmou a judoca, que está apenas dez pontos atrás de Jessica Pereira. 
Sarah Menezes está em Teresina e deve ficar na cidade pelos próximos quinze dias. Depois disso, participa de treinamentos de campo junto com a Seleção Brasileira

20 de junho de 2017

Geuvânio treina, se esconde e espera só documento para fechar com Fla

Atacante de 25 anos está no Rio desde a última quarta, mas tem passado quase todo o tempo "confinado" em um hotel na Barra da Tijuca.

Você já viu alguma foto do Geuvânio fora do hotel onde está hospedado no Rio de Janeiro? Você já encontrou Geuvânio nas ruas do Rio de Janeiro? Afinal, o jogador está na cidade desde a última quarta-feira, aguardando um desfecho de sua negociação com o Flamengo, e seria comum ver o registro de algum rubro-negro ansioso com o atleta. Mas apostamos que você não viu o atacante por aí, curtindo a praia, andando por um shopping... E não é por acaso.

Geuvânio chegou ao Rio de Janeiro há seis dias e está "trancado" a sete chaves em um hotel na Barra da Tijuca. A ideia do Flamengo é preservar o atacante, que seria assediado por torcedores se saísse nas ruas. O próprio jogador tem sido bem discreto: tirou a possibilidade, por exemplo, de pessoas que não segue no Instagram mandarem mensagem direta a ele. O assédio estava sendo grande.

Geuvânio teve apenas três aparições no Rio de Janeiro, todas nas redes sociais. A última delas, inclusive, foi vestindo a camisa do Flamengo - a foto vazou na web no último domingo. As outras duas foram registradas pelo próprio atleta, no quarto do hotel, com sua esposa.

Vazam fotos de Geuvânio com a camisa do Flamengo (Foto: Reprodução)

Como ainda não está certo com o Flamengo, Geuvânio não utiliza a estrutura do Ninho do Urubu para treinar, mas está mantendo o condicionamento físico no próprio hotel - ele estava atuando normalmente na China. A rotina do atacante, basicamente, é: ficar com a esposa, que está grávida, treinar e aguardar um desfecho do negócio com o Rubro-Negro.

Mas o que falta?

Falta só um documento do Tianjin Quanjian, clube com o qual Geuvânio tem contrato até dezembro de 2019, liberando a transferência do jogador - procedimento comum. Para poder anunciar o reforço, o Flamengo precisa ter essa documentação em mãos, garantindo que está livre para contar com ele.

Os chineses e o Geuvânio já aceitaram a proposta do Rubro-Negro. O jogador ficará emprestado por 18 meses no Rubro-Negro, que deve anunciá-lo ainda nesta terça-feira.

E o Santos?

O time que revelou Geuvânio para o futebol tem exclusividade no retorno do atacante ao Brasil, enquanto o contrato com o Tianjin Quanjian for válido. O presidente santista, Modesto Roma, garantiu que o clube vai até o fim para impedir o acerto do jogador com o Flamengo. O Rubro-Negro, porém, entende que a cláusula é inválida e seguiu com as negociações.

São Paulo deve aceitar proposta de R$ 25,7 milhões do Galatasaray por Maicon

Contratado em definitivo no meio do ano passado, ele caiu de rendimento após grande destaque em empréstimo.

O São Paulo deve aceitar proposta do Galatasaray por Maicon. O clube turco oferece € 7 milhões (R$ 25,7 milhões) pelos direitos do zagueiro de 28 anos, mais € 1 milhão (R$ 3,6 milhões) em bônus por metas alcançadas. A negociação está bem encaminhada.

Maicon chegou ao São Paulo por empréstimo em fevereiro do ano passado. Tinha vínculo apenas até o dia 30 de junho. A partir do momento que ganhou uma chance no time titular comandado por Edgardo Bauza, não saiu mais. Com atuações seguras, rapidamente se tornou o destaque do sistema defensivo, ofuscando até mesmo Lugano, que havia retornado ao clube do Morumbi.

Maicon está muito perto de deixar o São Paulo (Foto: Divulgação)

Diante de seu ótimo rendimento e do receio de ficar sem o capitão da equipe na semifinal da Libertadores, o Tricolor o comprou em definitivo junto ao Porto por € 12 milhões, sendo € 6 milhões em dinheiro (R$ 22 milhões) e 50% dos direitos de mais dois jogadores, o lateral-esquerdo Inácio e o volante Luizão, avaliados em € 3 milhões cada um.

O São Paulo ainda nem acabou de pagar o Porto. Quando efetou a compra, o Tricolor desembolsou € 1 milhão (R$ 3,6 milhões), e pagaria o restante em outras cinco parcelas semestrais do mesmo valor. Com isso, só terminaria de quitar o negócio em 2019.

Em razão das perdas no setor, o clube se movimenta para fazer contratações. O zagueiro Arboleda, que atua na Universidad Católica de Quito, está muito perto. O clube do Morumbi vai pagar R$ 6,6 milhões pelo jogador. Outro beque que interessa é Aderlan Santos, do Valencia. O clube fez uma proposta para ter o atleta por empréstimo de um ano, com opção de compra de uma temporada.

Flu tem sondagens de Barça e outros gigantes por Wendel

Revelação do Fluminense atrai interesses de clubes de Espanha, França e Itália.

O Fluminense terá que se preparar para o assédio aos seus jovens na próxima janela de transferências. Um dos destaques do time de Abel Braga, Wendel desponta como o principal alvo de cobiça dos europeus. O volante de 19 anos atrai o interesse de clubes como o Barcelona, conforme informação veiculada pelo "Mundo Deportivo" e confirmada pelo GloboEsporte.com. Além da equipe catalã, outros gigantes como Sporting e Milan sondaram o jogador. Até agora, entretanto, o clube e seus representantes não receberam propostas oficiais.

Wendel é a grande revelação do Fluminense em 2017 (Foto: Nelson Perez / Divulgação)

O Flu já definiu o preço mínimo para vender Wendel: 15 milhões de euros (cerca de R$ 55 milhões). A janela de transferências do Brasil abre nesta terça-feira, mas para vendas, depende de cada país. Na Inglaterra e na França, ela já está aberta desde 09/06. Já alemães, espanhóis e portugueses abrem as suas no dia 01/07, e o período de transações vai até o fim de agosto. Até lá, espera-se que o Tricolor e os representantes da joia recebam propostas oficiais.

Clubes franceses monitoram Wendel desde sua ascensão ao profissional. O Sporting chegou a acenar extraoficialmente com valores aquém do esperado pelo Fluminense. Uma contra-proposta foi prometida para após a abertura das transferências no país. Recentemente, o futebol italiano surgiu como outra opção para o jogador. Representantes de clubes italianos, inclusive, estiveram no Maracanã para assistir algumas partidas da joia.

Em abril, a diretoria tricolor anunciou a renovação do contrato de Wendel até dezembro de 2020. Os valores não foram divulgados, como de praxe no clube. O vínculo anterior ia até outubro de 2019, mas a diretoria tricolor se antecipou por uma prorrogação assim que a revelação começou a brilhar entre os profissionais. O Fluminense agora detém 90% do passe do volante, de acordo com informações do balanço de 2016. Em 2015, o clube possuía 70%. O presidente Pedro Abad, desde o início de seu mandato, não nega que o Tricolor precisará negociar jogadores para fechar as contas de 2017.

19 de junho de 2017

Chateado, Bruno Silva critica recepção de torcida da Chapecoense: "Ingratos"

Hoje no Botafogo, volante foi vaiado por torcedores do ex-clube, e afirmou que faltou respeito, especialmente por história na equipe e por ter perdido amigos em tragédia

A importância de Bruno Silva para a equipe do Botafogo é quase unanimidade entre a torcida do Alvinegro. Artilheiro da equipe no Brasileiro até aqui, com quatro gols marcados, o volante teve mais uma boa atuação na vitória de 2 a 0 contra a Chapecoense, com uma assistência. Apesar disso, o jogador também teve motivos para ficar chateado. Durante a partida, o jogador recebeu vaias dos torcedores da Chapecoense, clube onde teve destaque. Em entrevista no fim do jogo, Bruno disse que faltou respeito em sua recepção e classificou o episódio como "ingratidão" 

"Ingratidão. Pelo o que eu vivi aqui, e aconteceu essa tragédia ainda, os meus amigos que estavam aqui foram embora, infelizmente. Acho que tem que ter respeito, é a primeira vez que eu estou voltando aqui, acho que estão sendo ingratos demais", disse.

O volante teve passagens pela Chapecoense entre 2014 e 2015. No total, foram 53 jogos pela equipe catarinense, com cinco gols marcados. Números que ajudaram a Chape a se manter na Série A nas temporadas de estreia. Em 2016, acertou com o Botafogo e, desde então, vem se afirmando como um dos principais nomes do elenco.

Durante o "Troca de Passes", o antes jogador e agora comentarista Roger Flores se solidarizou com o pensamento de Bruno Silva. Para ele, há uma cultura no futebol brasileiro de desvalorizar os jogadores que enfrentam um ex-clube. A primeira ação do torcedor, portanto, é vaiar o atleta, fato que não deveria acontecer na opinião do analista.

- Em relação aos ídolos que passam por alguns times, quando é recepcionado e está vestindo a camisa de outro time, a gente não tem essa cultura de receber bem. A primeira ação do torcedor é vaiar o jogador que já vestiu a camisa quando ele é adversário. Mas eu discordo, acho que tem que ser aplaudido, reverenciado - avaliou.

Atualmente, o Botafogo vem embalado no Brasileiro e acumula três partidas sem perder. Com o bom resultado diante da Chapecoense, alcançou o sétimo lugar na classificação, com 12 pontos. A próxima partida do Bota é o clássico contra o Vasco, que acontece na próxima quarta-feira, ás 21h, no Estádio Nilton Santos.


Foto: Marcio Cunha/Estadão Conteúdo

México celebra empate com Portugal: "No papel, parte mais complicada"

Autores dos gols mexicanos no empate em 2 a 2 com lusos, Chicharito e Héctor Moreno se mostram satisfeitos com ponto conquistado na estreia na Copa das Confederações

Depois de ficar duas vezes atrás no placar e conseguir o empate nos minutos finais do primeiro e do segundo tempo, o México saiu do confronto com Portugal com a sensação de que o empate foi um bom resultado. O 2 a 2 na Arena Kazan não chegou a ser motivo de comemoração pelos atletas da seleção da América do Norte, mas deixou o elenco feliz por ter parado os atuais campeões europeus.

Autor do primeiro gol da partida e maior referência do futebol mexicano atualmente, o atacante Chicharito deixou claro que sua equipe deixou o estádio em Kazan "feliz" e com confiança na classificação.

- No futebol não há merecimento. O mais importante é que conseguimos o empate no último minuto, fizemos um bom jogo e conseguimos um empate com o campeão da Europa, que nos vale muito. O empate eu não sei se foi o mais justo, mas foi o resultado que aconteceu. Estamos contentes, muito felizes. Agora é pensar no próximo jogo - disse o astro do Bayer Leverkusen.

Autor do gol que garantiu um ponto já nos acréscimos do segundo tempo, Héctor Moreno também apontou que o empate foi satisfatório para sua equipe. E não fugiu quando foi questionado se Portugal seria o adversário mais difícil da fase de grupos.


Chicharito mostrou felicidade por empate com Portugal (Foto: AFP)

- De nome sim, porque é campeão da Euro, que acho a competição mais forte do mundo. Tem grandes jogadores, todo seu plantel, um por um, está em grandíssimos times. Mas também há grandes seleções, como a Rússia. Tivemos, no papel, a parte mais complicada, mas teremos jogos muito importantes ainda.

Chicharito, porém, discorda quando questionado se o México já havia passado pela prova mais dura da primeira fase.

- Todos os times (são difíceis). Temos que jogar todos os jogos, não há rival fácil. Não pensamos nisso, estamos focados em rivais como Rússia e Nova Zelândia e vamos tentar nos classificar.

México e Portugal dividem a segunda colocação do grupo A da Copa das Confederações, com um ponto, estando atrás da líder Rússia, que tem três pontos. Na próxima rodada, os mexicanos pegam a Nova Zelândia, na quarta-feira, e encerram a fase de grupos contra os russos. Os dois primeiros colocados avançam para as semifinais.

Luxa faz testes para achar posição ideal para Diego Souza no Sport

Técnico garantiu o jogador como titular e prometeu fazer o máximo de testes para contar com ele em campo.

Além de fazer o Sport jogar bem coletivamente, o técnico Vanderlei Luxemburgo revelou ter outra situação importante para resolver na Ilha do Retiro. No último domingo, contra o Vitória, ele teve o meia Diego Souza à disposição depois que o jogador serviu à seleção brasileira. E não se mostrou convencido de onde o camisa 87 rende melhor na equipe.

Ao ressaltar a importância de Diego Souza, que inclusive fez um gol, na derrota por 3 a 1, Luxa garantiu o jogador como titular e prometeu fazer o máximo de testes para contar com ele em campo.

O jogador Diego Souza (Foto: Reprodução / Facebook)

- Estou descobrindo. Osvaldo chegou agora, Thomás, Patric e Sander chegaram agora, e estou descobrindo o que é melhor. Não posso mandar Diego embora. Tenho que aproveitar o melhor dele com os novos jogadores. Tenho que arranjar um jeito.

O jogo contra o Vitória foi o segundo de Diego Souza sob o comando de Vanderlei Luxemburgo. Ele foi escalado no primeiro tempo como um ponta esquerdo, bem aberto e com poucas aparições pelo meio do campo. O camisa 87 também esteve por alguns minutos da primeira etapa aberto pela direita e, no segundo tempo, fez a função no meio de campo.

Antes de se apresentar para defender a seleção brasileira, Diego atuou sob o comando de Luxa, contra o Botafogo. Na ocasião, jogou como meia.

River derrota o MAC e fica perto da classificação no Brasileiro Série D

Com a vitória, o Galo Carijó chegou aos nove pontos na competição e ocupa agora a segunda colocação no Grupo A5

Foi sofrido, com emoção e de virada, mas o River conseguiu sua terceira vitória na Série D do Brasileiro. O time comandado por Lucas Andrade venceu o Maranhão por 2 a 1, de virada, com gols de Tiaguinho e André Luiz para o Galo. Elenilson marcou para os visitantes. O Galo Carijó chegou aos nove pontos na competição e ocupa agora a segunda colocação no Grupo A5. O próximo compromisso do River será no domingo (25) contra o líder do grupo, o Guarany de Sobral, às 18h, no estádio Junco, em Sobral. 

Um primeiro tempo morno e sem reais chances de gols. Assim se resume os primeiros 45 minutos da partida. Jogando em casa, o River tentava se impor em campo e encontrar logo o caminho até as redes, mas o setor de criação pouco funciona. A primeira chance surgiu para o MAC, aos seis minutos em batida de fora da área de Rômulo. O River teve a oportunidade somente aos 27, com o artilheiro Viola, que recebe um passe rasteiro de Tety e, sozinho dentro da pequena área, desperdiça e chuta a bola em cima do goleiro Rodrigo Ramos. 

Ainda na etapa inicial, o treinador Lucas precisa fazer sua primeira substituição, pois Fabiano sente dores na coxa dando lugar a André Luiz, que ao entrar em campo mal sabia que seria uma das estrelas da noite. Aos sete minutos, Gilberto Matuto bate falta em direção ao gol e mais uma vez Rodrigo Ramos faz boa defesa. Mas quem abre o placar no Albertão é o Maranhão com gol de cabeça marcado por Alenilson. 

Aos 47 minutos, em escanteio batido por Negueba e cabeçada de André que o River vira a partida (Foto: Elias Fontenele/ O Dia)

Depois disso, o River se ver pressionado em campo. Com a derrota, o time estava sendo eliminado do Brasileiro. Isso porque o Maranhão chegava aos 10 pontos e, no outro jogo do grupo, o Guarany também chegava aos 10 pontos vencendo o Potiguar, de Mossoró. O sistema de som alertava para a eliminação e alguns torcedores já se retiravam do estádio Lindolfo Monteiro quando aos 37 minutos o River começa sua reação no jogo. Graças a um chute cruzado de Tiaguinho, no contra pé do goleiro Rodrigo Ramos, o River chega ao empate para delírio dos que permaneceram no estádio. 

Com o empate no placar, o River incendeia em campo. Busca a virada de toda forma para chegar brigando pela liderança do grupo na última partida. Aos 40, Zé Neto arrisca um chute de fora da área e força o Camisa 1 do Maranhão a trabalhar. Mas foi aos 47, em escanteio batido por Negueba e cabeçada de André Luiz que o River chegou a virada e a terceira vitória consecutiva na competição. Após o apito final, o jogador Amarildo passou mal e foi retirado do estádio de ambulância. A falta de açúcar no sangue e o excesso de ácido lático foi a justificativa dos médicos, mas o quadro do jogador foi estabilizado. Com o resultado, o River agora ocupa o 2ª lugar do Grupo A5 com nove pontos. O time volta a campo no próximo domingo (25) quando encara o líder Guarany de Sobral, às 18h, no estádio Junco, em Sobral. 

Outros Resultados 

Fora de casa, o Altos sofreu sua segunda derrota na competição ao perder para o Cordino, do Maranhão, por 2 a 1. O gol do Jacaré foi marcado por Manoel. A equipe decide sua classifcação no próximo domingo (25) em jogo contra o Tocantins. A partida marca também a reabertura do estádio Felipão, casa do Altos. Já o Parnahyba fez o dever de casa e venceu o América, de Pernambuco, por 2 a 0, com gols de Fabinho e Tininho chegando aos noves pontos e segue líder do seu grupo na disputa da Série D. O próximo compromisso será contra o Guarani de Juazeiro fora de casa

18 de junho de 2017

Chile vence Camarões e lidera grupo na Copa das Confederações

Seleção sul-americana fez 2 a 0 nos africanos, em jogo realizado em Moscou.

O Chile iniciou bem sua participação na Copa das Confederações. Em Moscou, a equipe sul-americana bateu Camarões por 2 a 0, gols de Arturo Vidal e Vargas, e saiu na frente no Grupo B da competição. A partida contou ainda com o uso da tecnologia em dois lances de Vargas. No primeiro, o árbitro anulou, em decisão polêmica. No fim do jogo, o atacante pôde comemorar.

Agora, os chilenos têm três pontos no Grupo B, contra zero de Camarões. Nesta segunda-feira, Austrália e Alemanha fecham a primeira rodada do Grupo B. 

A seleção do Chile começou em cima e, em menos de um minuto, já havia assustado o goleiro Ondoa, quando Vargas mandou na trave. A pressão dos sul-americanos era intensa e Fuenzalida quase fez aos três, mas o goleiro camaronês salvou. 

Camarões estava acuado, vendo o Chile trocar passes e arriscar jogadas ofensivas. Os africanos esperavam um lance errado do rival para sair no contra-ataque. Aos 11, Jara errou passe, Aboubakar entrou pela esquerda e obrigou Herrera a grande defesa. Do outro lado, Ondoa era o principal nome e salvou novamente sua seleção em finalização de Isla. 

Jogadores do Chile comemoram gol em partida contra o Camarões (Foto: Reprodução / Facebook oficial da Seleção Chilena)

Os africanos tiveram um gol bem anulado de Ngadjui, após falta de Aboubakar em Vidal. Camarões saiu um pouco de seu casulo e passou a incomodar mais os chilenos.

No fim do primeiro tempo, reclamação geral. Vidal recebeu na intermediária atrás dos volantes e lançou Vargas, que tocou na saída do goleiro e marcou. No entanto, o árbitro consultou o auxiliar de vídeo e acabou anulando a jogada por impedimento, para desespero dos chilenos. Apesar do uso da tecnologia, o atacante aparentava estar na mesma linha do zagueiro. 

A seleção de Camarões iniciou a etapa final mais à frente, trocando passes no campo do Chile. Vendo a sua equipe sem empolgar, o técnico Juan Pizzi lançou Alexis Sánchez, que ficou no banco de reservas por não estar 100% por conta de uma lesão no tornozelo.

Apesar de estar mais presente no ataque, Camarões não teve criatividade para criar bons lances de gol. Melhor para o Chile, que voltou a aparecer com perigo. 

E Sánchez provou que é titular absoluto da equipe. Em lance pela esquerda, ele cruzou na medida para Vidal cabecear, sem chances para Ondoa. 

No fim, o Chile chegou ao segundo gol. Sánchez foi lançado cara a cara com Ondoa. O atacante driblou o goleiro e chutou, mas a zaga cortou em cima da linha. A bola voltou nos pés de Vargas, que empurrou para o fundo da rede. Novamente, o árbitro consultou o auxiliar de vídeo, mas dessa vez validou o lance.

Corinthians fica no empate com o Coritiba e tem liderança ameaçada

Partida das 11 horas no Couto Pereira, marcada por uma briga entre as torcidas antes da bola rolar, terminou sem gols.

O Corinthians viu sua série de vitórias ser interrompida no Campeonato Brasileiro. No jogo que abriu a rodada de futebol no domingo, às 11 horas, o líder da competição visitou o Coritiba, no Couto Pereira, ficou no empate sem gols e deixou de ganhar uma partida após 6 vitórias seguidas. O corintiano Jô até chegou a balançar as redes, já nos minutos finais, mas a arbitragem marcou impedimento e anulou o gol.

Jogo entre Coritiba e Corinthians aconteceu na manhã deste domingo, no Estádio Couto Pereira, válido pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017 (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

O destaque da partida foi negativo. A bonita festa entre as duas torcidas, que compareceram em bom número ao estádio, ficou marcada por uma briga do lado de fora. Um torcedor corintiano, Dionathan José Gomes Souza da Silva, de 29 anos, foi declarado como morto. Ele foi reanimado e segue internado no Hospital do Trabalhador em estado grave.

A equipe do técnico Fábio Carille manteve a invencibilidade no Brasileirão (agora são seis vitórias e dois empates em oito jogos) e também estendeu ainda mais um tabu contra os paranaenses: desde 2011, o time paulista não perde para o rival em jogos do Campeonato. A última derrota aconteceu em setembro de 2011.

Com 20 pontos, o Corinthians pode perder a liderança ao final da rodada. O Grêmio visita o Cruzeiro na segunda-feira e, em caso de vitória, chega aos 21 pontos. O Coritiba continua surpreendendo e é o terceiro colocado, com 18 pontos.

16 de junho de 2017

No Lindolfo Monteiro, River enfrenta o Maranhão neste domingo pelo Brasileiro

River deve se apresentar com poucas alterações em comparação ao time que venceu o Potiguar na última rodada

O River entra em campo neste domingo (18) para mais um confronto pelo Brasileiro Série D. O Galo recebe o Maranhão, às 17h, no Lindolfo Monteiro, em Teresina. Jogo válido pela 5ª rodada da fase de grupos da Série D. O River atualmente ocupa a terceira colocação em seu grupo com seis pontos. Para a partida, o time não conta com o meia Humberto, que foi punido pelo STJD-PI com quatro jogos de gancho, isso porque foi relatado na súmula que o jogador teria xingado o quarto árbitro.

Em compensação, o time conta com o reforço do zagueiro Luís Gustavo, que se apresentou a equipe na quarta-feira (14) e já está regularizado para a partida e pode ser utilizado pelo técnico Lucas Andrade. O River não conta também com o zagueiro Allan Miguel, expulso no último jogo.


Técnico Lucas Andrade conta com o reforço do zagueiro Luís Gustavo, que se apresentou a equipe quarta  (Foto: Victor Costa/River)

O River deve se apresentar com poucas alterações em comparação com o time que venceu o Potiguar na última rodada. A intenção do elenco é manter a reação na competição e brigar pela liderança do grupo A5, já que atualmente o time está em terceiro, mas somente um ponto atrás do primeiro colocado, que é a equipe do Maranhão. “Confronto direto pela liderança. Esperamos continuar acertando nas partidas e conseguir os bons resultados”, disse Amarildo.

No primeiro confronto, em São Luís, o River pagou pelos gols perdidos e saiu de campo com uma derrota por 3 a 0. A equipe maranhense conseguiu o resultado apostando em contra-ataques rápidos e na velocidade da dupla de ataque formada por jogadores pouco experientes, mas bem jovens.

A partida vai ter como árbitro central Michael Santos, de Sergipe. Ele será auxiliado por Rogério de Oliveira e Mauro Cezar Evangelista, ambos do Piauí. O quarto árbitro será José Steiffel, do Piauí. O jogo entre River e Maranhão acontece no domingo (18), às 17h, no Lindolfo Monteiro. A partida é válida pela 5ª rodada da Série D.

Apesar de derrota, Abel elogia Flu e retorno de Richarlison

'Foi excepcional', disse o técnico. O atacante do Flu virou alvo de polêmica, e até recebeu críticas da torcida, ao pedir para não enfrentar o Palmeiras.

Apesar da derrota por 2 a 0 para o Grêmio, no Maracanã, o técnico Abel Braga teve elogios para o time do Fluminense. E guardou considerações especiais para o atacante Richarlison, que quase deixou o clube, rumo ao Palmeiras, na última semana. O jogador chegou a ficar de fora da rodada anterior, justamente no confronto contra o time paulista.

“Ele foi excepcional, fez aquilo que a gente sempre espera dele. Lutou, no primeiro tempo tirou o Edílson da posição, chegou a fazer um gol”, disse o treinador, referindo-se ao lateral do Grêmio. Richarlison chegou a balançar as redes, mas a arbitragem anulou o lance.

O atacante do Flu virou alvo de polêmica, e até recebeu críticas da torcida, ao pedir para não enfrentar o Palmeiras. Ele admitiu ter recebido “proposta irrecusável” do rival, mas a diretoria vetou a negociação por considerar inadequada a abordagem do Palmeiras ao fazer a oferta.


Técnico Abel Braga comanda o treino do Fluminense, no CTPA da Barra. Foto: Nelson Perez / Fluminense F.C.

O jogador, contudo, voltou ao time tricolor na noite desta quinta-feira, no Maracanã, e até foi titular. Uma transferência para o Palmeiras, contudo, ainda não foi descartada. Como ficou de fora de um jogo do Flu neste Brasileirão, ele ainda não disputou a sétima partida pelo Flu no campeonato, o que permite uma eventual mudança de clube.

Quanto ao desempenho geral da equipe, Abel Braga elogiou o esforço do desfalcado time do Fluminense. “No fundo, esse é o terceiro time. O primeiro tinha Renato Chaves na zaga, Orejuela, Douglas e Sornoza. Com a perda do Dourado e depois do Douglas, ainda mantemos uma equipe forte com Richarlison, Scarpa e Wendel. É complicado, não dá para lamentar que não tem plantel, lamentar ausência”, comentou.

“Não vou julgar nem ser covarde. Vou fazer meus jogadores acreditarem sempre. Vamos tentar fazer bons jogos, ganhar jogos, não foi possível hoje, vamos tentar domingo. É um grupo que eu confio. Nada melhor que a daqui a três dias, um clássico para tentar reverter”, afirmou o técnico, já projetando o clássico com o Fluminense, domingo, no Maracanã.

15 de junho de 2017

Gabriel Jesus avisa que não precisará operar o rosto

Atacante brasileiro também revelou que deve retornar às atividades em três semanas

Gabriel Jesus tranquilizou os fãs, os torcedores do Manchester City e da Seleção Brasileira na noite da última quarta-feira. Através das redes sociais, o camisa 33 afirmou que não será necessária uma cirurgia no rosto, que sofreu uma pequena fratura na órbita esquerda.

"Fala, galera! Ontem passei por uma ressonância no rosto e uma bateria de exames e as notícias são BOAS! Minha recuperação está indo muito bem e não vou precisar operar!!!! Serei reavaliado em 15 dias, mas tudo indica que em 3 semanas eu já estarei de volta aos gramados! Muito obrigado a todos que enviaram mensagens, torceram, mandaram energias positivas e oraram por mim! Obrigado também aos doutores Jorge Pagura, Claudio Lotemberg e Sergio Miranda pelo tratamento e atenção!" Postou o jogador, emendando com as hashtags #alômãe #gratidão e #Brasil em seu twitter.

Titular de Tite, Gabriel Jesus sofreu a fratura durante o amistoso entre Brasil e Argentina, vencido pelos hermanos por 1 a 0, na última sexta-feira. Na ocasião, o atacante levou uma cotovelada na face em disputa de bola com o zagueiro Otamendi, seu companheiro de equipe nos Citizens. 

Cabe ressaltar que o jogador revelado pelo Palmeiras, em entrevista ao canal "SporTV", defendeu Otamendi, afirmando que o defensor não teve maldade no lance. Torcedores do City, no entanto, criticaram bastante o argentino.

 Postagem do jogador em seu instagram. Fonte: reprodução 

Na etapa de Fiji, Matt Wilkinson bate Connor O'Leary e vira líder do ranking

Dono da camiseta amarela em Fiji, John John Florence agora aparece em segundo no ranking, com 26.500 pontos, 250 a menos que Matt Wilkinson.

A etapa de Fiji era tudo o que o australiano Matt Wilkinson precisava para entrar de vez na briga pelo título da temporada. Quinto lugar no ranking antes do início da competição, Wilko aproveitou o tropeço dos quatro primeiros colocados - todos caíram na terceira fase - para assumir a liderança do Circuito Mundial. A camiseta amarela veio graças ao título em Fiji, o qual havia lhe escapado por pouco em 2016. Vice-campeão do evento no ano passado, quando perdeu a final para Gabriel Medina, o australiano se livrou do trauma ao derrotar o compatriota Connor O'Leary por 16.60 a 15.70 nesta quarta-feira, em Cloudbreak.

Dono da camiseta amarela em Fiji, John John Florence agora aparece em segundo no ranking, com 26.500 pontos, 250 a menos que Matt Wilkinson. Melhor brasileiro na temporada, Adriano de Souza caiu para terceiro, empatado com o australiano Owen Wright e o sul-africano Jordy Smith, todos com 26.150. A próxima etapa do Circuito Mundial acontece de 12 a 13 de julho, em Jefferys Bay, na África do Sul.

Final tem emoção do início ao fim

Matt Wilkinson, que eliminara o perigoso taitiano Michel Bourez na semifinal, saiu na frente com uma onda de 4.00. Connor respondeu com um esquerda de longo alcance, com direito a rasgadas. A nota foi um 8.33, que deixou o rookie na frente. Com dez minutos corridos, O’Leary foi para a sua segunda onda, mas caiu de mau jeito, recebendo 6.00 dos juízes.

Com dores no joelho, o novato voltou para a bateria lentamente. Enquanto isso, Matt Wilkinson achava a sua primeira boa onda, um 8.57. Com 12.57 de somatório, Wilko passou a precisar de 6.26. Motivado, o camiseta vermelha foi buscar uma onda de 6.93, que lhe deu a liderança.

Matt Wilkinson conseguiu a virada no fim da decisão (Foto: Kelly Cestari/WSL)

A bateria seguiu imprevisível até o fim. O’Leary virou novamente graças a um 7.37. Só que, a dois minutos do fim, Wiko achou um 8.03, deixando o rival a um 8.28 da virada. Mesmo lutando muito, O’Leary não conseguiu achar a onda da virada e acabou amargando o vice-campeonato.

Quartas de final:

Bateria 1: Matt Wilkinson (AUS) 17.00 x Julian Wilson (AUS) 16.30

Bateria 2: Michel Bourez (TAH) 17.80 x Leonardo Fioravanti (ITA) 13.57

Bateria 3: Connor O'Leary (AUS) 11.16 x Joan Duru (FRA) 10.70

Bateria 4: Bede Durbidge (AUS) 11.23 x Joel Parkinson (AUS) 13.67


Semifinal:

Bateria 1: Matt Wilkinson (AUS) 14.23 x Michel Bourez (TAH) 14.00

Bateria 2: Connor O'Leary (AUS) 15.40 x Joel Parkinson (AUS) 8.36


Final:

Bateria 1: Matt Wilkinson (AUS) 16.60 x Connor O'Leary (AUS) 15.70

14 de junho de 2017

À procura de regularidade, Inter sofre para se manter no G-4 da Série B

Time só esteve entre os quatro melhores da competição em três das sete rodadas disputadas até o momento

Se você, torcedor colorado, esperava uma Série B tranquila, esqueça. O começo do Inter é decepcionante. O time não engrena e sequer consegue firmar-se entre os quatro primeiros da competição que garantem vaga à elite do futebol brasileiro em 2018.

Após a sétima rodada, o Colorado ocupa o quinto lugar com 12 pontos e um aproveitamento de 57%. Está cinco pontos atrás do líder Juventude, o que o impede de tomar a ponta na próxima rodada, mesmo que vença o Santa Cruz e o time de Gilmar Dal Pozzo perca para o Paysandu.

No entanto, o que mais preocupa é a dificuldade para deslanchar. A equipe só venceu três partidas até o momento. De quebra, frequentou o G-4 em três rodadas, ou 42,85% do tempo. Com um detalhe: na abertura, aplicou 3 a 0 no Londrina fora de casa e assumiu a liderança nada mais que simbólica.

O início claudicante custou o emprego de Antônio Carlos Zago, que deixou o clube após a derrota por 1 a 0 para o Paysandu, na terceira rodada. A direção espera uma evolução com o trabalho de Guto Ferreira. E, enquanto acredita no crescimento, admite que os empates em casa com ABC e Juventude (ambos por 1 a 1) cobram o preço da oscilação.


Edenílson passou a atuar na lateral direita com Guto Ferreira (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)

– Gostaríamos de estar liderando, mas o campeonato está no início. Nosso aproveitamento fora é bom. Só temos uma derrota. Devemos nos dois jogos em casa. Deixamos de vencer. Desejamos melhorar. É um campeonato de regularidade, longo – pondera o vice de futebol Roberto Melo.

D'Alessandro compartilha do pensamento do dirigente. O capitão colorado valoriza o rendimento como visitante (duas vitórias, um empate e uma derrota), de 58,33%. E, apesar do empate em 1 a 1 com o América-MG na noite de terça-feira, acredita que o time já apresenta uma melhora.

– A regularidade, aos poucos, encontraremos. Nos últimos três jogos, ganhamos dois e empatamos um. Não perder fora é importante. Lamentamos pontos perdidos em casa. O Juventude faz uma campanha muito boa. O ABC poderíamos ganhar, mas tomamos o gol – comentou o argentino.

Em busca de uma vitória, o Inter ainda sofrerá com desfalques. Diante do Santa Cruz, Guto Ferreira não contará com William Pottker, com uma lesão muscular na coxa esquerda, Fabinho e o próprio D'Alessandro, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

Caso supere a adversidade, no entanto, o Inter retornará ao G-4. Afinal, o Santa Cruz fecha o seleto grupo, com os mesmos 12 pontos, mas vantagem no número de vitórias. A partida com os pernambucanos ocorrerá às 16h30 deste sábado, no Arruda.

Brasil quer disputar amistoso contra a Rússia no país da Copa do Mundo

Até que Tite anuncie os 23 convocados para o Mundial, o Brasil terá mais oito jogos a disputar: quatro pelas eliminatórias, entre agosto e outubro deste ano.

A CBF tem uma meta para os próximos meses: colocar a seleção brasileira em campo na Rússia, país da próxima Copa do Mundo, contra a anfitriã. O amistoso está nos planos da comissão técnica como um dos itens de preparação a serem cumpridos antes da apresentação para o torneio, prevista para a segunda quinzena de maio de 2018.

Até que Tite anuncie os 23 convocados para o Mundial, o Brasil terá mais oito jogos a disputar: quatro pelas eliminatórias, entre agosto e outubro deste ano. Os outros serão amistosos, dois em novembro e outros dois em março do ano que vem.

Diego Souza em lance no jogo amistoso entre Brasil e Austrália, em Melbourne (Foto : Lucas Figueiredo / CBF)

O único adversário definido até agora é a Alemanha, no dia 27 de março, em Berlim. Em reuniões, o coordenador Edu Gaspar pediu à Pitch, agência que organiza os amistosos da Seleção, empenho total em marcar uma partida diante da Rússia. Pode ser em novembro ou março, mas é enorme a vontade da comissão em atuar no país da Copa.

Por se tratar de um local muito peculiar no que diz respeito a clima, público, idioma e tamanho, Edu, Tite e companhia não querem ter o primeiro contato com essa cultura apenas na apresentação para o Mundial, prioridade óbvia de todas as seleções.

Os 8 jogos do Brasil antes da convocação para a Copa do Mundo:

31/8: Equador, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre - Eliminatórias

5/9: Colômbia, em Barranquilla - Eliminatórias

5/10: Bolívia, em La Paz - Eliminatórias

10/10: Chile, ainda sem local definido (a comissão técnica deseja o Maracanã) - Eliminatórias

entre 6 e 14/11: dois amistosos sem adversários e locais definidos. Um deles deve ser em Londres

entre 19 e 27/3/2018: dois amistosos. O segundo será contra a Alemanha, no dia 27 de março, em Berlim

A Rússia chegou a convidar a seleção brasileira para inaugurar o Luzkniki, estádio de Moscou que receberá a final da competição, mas seria neste mês de junho, em que não havia como reverter o compromisso firmado, ainda quando Dunga era o técnico, para atuar na Austrália contra os donos da casa e a Argentina.

Em novembro, é enorme a possibilidade de a Seleção disputar pelo menos um de seus amistosos em Londres. No momento, o departamento técnico e a agência responsável pelos jogos debatem datas. Tite quer ter sempre quatro dias entre as duas partidas. Como ocorre nas eliminatórias, por exemplo, quando o time entra em campo quinta-feira, e depois terça.

Na Austrália, esse hiato foi menor. Os amistosos foram realizados sexta e terça, mas como a enorme distância e a longa viagem retardaram a chegada de alguns jogadores, esse dia a mais no início da preparação foi tido como trunfo.

Os jogos de novembro terão de ocorrer entre os dias 6 e 14, período da data Fifa.

Luxemburgo defende torcida do Sport e rebate atacante do São Paulo

Gilberto afirmou que conhecia a torcida do clube pernambucano e que os rubro-negros costumavam pegar no pé dos jogadores da própria equipe quando o momento não era bom.

Ex-jogador do Sport, o atacante Gilberto, atualmente no São Paulo, foi rebatido pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, do Leão. Na última segunda-feira, Gilberto afirmou que conhecia a torcida do clube pernambucano e que os rubro-negros costumavam pegar no pé dos jogadores da própria equipe quando o momento não era bom. De acordo com o atacante, o Tricolor paulista poderia usar isso ao seu favor. Em vídeo divulgado pelo Sport, Luxa respondeu ao atacante.

- Gilberto, que jogou aqui pelo Norte e Nordeste, que jogou aqui no Sport e no Santa Cruz, também, disse que a nossa torcida vai se voltar contra nós porque tivemos um resultado negativo contra o Vasco. Muito pelo contrário. Tenho certeza que esse centroavante (o torcedor) vai entrar em campo amanhã (nesta quarta), vai dar aquela força que precisamos, porque a equipe tem demonstrado coragem, luta e determinação -disse o treinador.

O treinador Vanderlei Luxemburgo (Foto: Reprodução / Facebook)

O comandante aproveitou a oportunidade para convocar o torcedor a ir para a Ilha do Retiro.

- Conto com você amanhã (nesta quarta), centroavante da equipe, para poder mostrar que o torcedor do Sport vai estar sempre com o seu time e nunca com o adversário - disse.

Atualmente no São Paulo, o atacante foi formado na base do Santa Cruz, rival do Sport, e teve passagem pelo próprio Leão, em 2012, numa campanha que acabou em rebaixamento à Série B.

Inter sofre para se manter no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro

Time só esteve entre os quatro melhores da competição em três das sete rodadas disputadas até o momento.

Se você, torcedor colorado, esperava uma Série B tranquila, esqueça. O começo do Inter é decepcionante. O time não engrena e sequer consegue firmar-se entre os quatro primeiros da competição que garantem vaga à elite do futebol brasileiro em 2018.

Após a sétima rodada, o Colorado ocupa o quinto lugar com 12 pontos e um aproveitamento de 57%. Está cinco pontos atrás do líder Juventude, o que o impede de tomar a ponta na próxima rodada, mesmo que vença o Santa Cruz e o time de Gilmar Dal Pozzo perca para o Paysandu.

No entanto, o que mais preocupa é a dificuldade para deslanchar. A equipe só venceu três partidas até o momento. De quebra, frequentou o G-4 em três rodadas, ou 42,85% do tempo. Com um detalhe: na abertura, aplicou 3 a 0 no Londrina fora de casa e assumiu a liderança nada mais que simbólica.

Edenílson passou a atuar na lateral direita com Guto Ferreira (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)

O início claudicante custou o emprego de Antônio Carlos Zago, que deixou o clube após a derrota por 1 a 0 para o Paysandu, na terceira rodada. A direção espera uma evolução com o trabalho de Guto Ferreira. E, enquanto acredita no crescimento, admite que os empates em casa com ABC e Juventude (ambos por 1 a 1) cobram o preço da oscilação.

– Gostaríamos de estar liderando, mas o campeonato está no início. Nosso aproveitamento fora é bom. Só temos uma derrota. Devemos nos dois jogos em casa. Deixamos de vencer. Desejamos melhorar. É um campeonato de regularidade, longo – pondera o vice de futebol Roberto Melo.

D'Alessandro compartilha do pensamento do dirigente. O capitão colorado valoriza o rendimento como visitante (duas vitórias, um empate e uma derrota), de 58,33%. E, apesar do empate em 1 a 1 com o América-MG na noite de terça-feira, acredita que o time já apresenta uma melhora.

– A regularidade, aos poucos, encontraremos. Nos últimos três jogos, ganhamos dois e empatamos um. Não perder fora é importante. Lamentamos pontos perdidos em casa. O Juventude faz uma campanha muito boa. O ABC poderíamos ganhar, mas tomamos o gol – comentou o argentino.

Em busca de uma vitória, o Inter ainda sofrerá com desfalques. Diante do Santa Cruz, Guto Ferreira não contará com William Pottker, com uma lesão muscular na coxa esquerda, Fabinho e o próprio D'Alessandro, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

Caso supere a adversidade, no entanto, o Inter retornará ao G-4. Afinal, o Santa Cruz fecha o seleto grupo, com os mesmos 12 pontos, mas vantagem no número de vitórias. A partida com os pernambucanos ocorrerá às 16h30 deste sábado, no Arruda.

Buffon aprova goleiro polonês para sucedê-lo na Juventus

De acordo com a Gazzetta dello Sport, Szczesny será o reserva de Buffon na próxima temporada, de forma que possa se preparar para assumir a titularidade.

Com provavelmente apenas mais uma temporada pela frente, Gianluigi Buffon já conhece seu substituto na Juventus. De acordo com a imprensa italiana, será o polonês Wojciech Szczesny, do Arsenal. E o lendário goleiro italiano aprovou a escolha. Em entrevista ao canal Sky Sports, ele teceu elogios ao seu substituto na Velha Senhora.

— Acho que é um casamento inteligente. Ele tomou a melhor decisão possível. É provavelmente o melhor goleiro em termos de consistência e defesas — disse Buffon.

O goleiro Gianluigi Buffon (Foto: Reprodução / Facebook)

De acordo com a Gazzetta dello Sport, Szczesny será o reserva de Buffon na próxima temporada, de forma que possa se preparar para assumir a titularidade em 2018/2019. Como ele passou um ano emprestado ao rival Roma, Buffon não perdeu a chance de dar uma alfinetada em forma de conselho.

— Quando vem para a Juventus, especialmente se vem de clubes que não estão habituados a ganhar, sente a diferença.

O acerto entre os dois clubes já é dado como garantido. Ainda segundo a Gazzetta dello Sport, o salário de Szczesny será de 5 milhões de euros anuais (R$ 18,5 milhões) e o contrato terá duração de quatro anos.

Por sua vez, Buffon, com 39 anos, já está em clima de aposentadoria. O goleiro italiano anunciou que pendurará as chuteiras após a Copa de 2018. A única possibilidade de isso não ocorrer é caso a Juventus vença a próxima Liga dos Campeões, o que o faria permanecer por mais um ano para disputar o Mundial de Clubes.

13 de junho de 2017

Mídia europeia revela que Zeca foi oferecido a clubes do exterior

Benfica, Valencia e Liverpool foram citas como interessadas na contratação.

A passagem de Zeca com a camisa santista parece estar próxima do final. Na manhã desta terça-feira, alguns jornais europeus revelaram que o nome do lateral esquerdo foi oferecido a diversas equipes internacionais. Benfica, Valencia e Liverpool foram citas como interessadas na contratação.

O jornal português O Jogo noticiou, que o ala foi oferecido ao Benfica, que analisa as condições para contratar o jogador. Segundo o periódico, o Santos nomeou o empresário Marcelo Nieto como o responsável por tentar a negociar o jovem de 23 anos com os encarnados, que demonstram um interesse inicial pela contratação.


Zeca pode estar de saída do Santos (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

“Eles já possuem um grande conhecimento tudo sobre o jogador e revelaram interesse. Agora esperamos mais contatos para saber se irão avançar no negócio”, esclareceu. Nieto ainda revelou que a pedida inicial santista pelo lateral, que apesar de ser utilizado na esquerda na equipe paulista pode atuar em ambos os lados, é de 13 milhões de euros (cerca de R$ 48 milhões).

Na Espanha, o jornal AS publicou uma nota informando que o atleta também teria sido oferecido ao Valencia e ao Liverpool, e ambos,assim como os portugueses, teriam demostrado interesse em contar com o jogador.

O atual vínculo do atleta com o Peixe tem validade até o final de 2020 e possui uma multa rescisória estipulada em 50 milhões de euros (R$ 185,9 milhões). No entanto, os paulistas estariam dispostos a negociar por um valor bem abaixo do previsto no contrato.

Zeca foi titular na campanha que rendeu a primeira medalha de ouro à Seleção Brasileira nos Jogos de 2016. No Alvinegro Praiano, o ala assumiu a titularidade na metade de 2014 e desde então atuou em 122 partidas com quatro gols e conquistou dois títulos paulistas (2015 e 2016).

Júnior Tavares confirma proposta do Ajax, mas se diz focado no São Paulo

Promovido ao profissional no início de 2017, o atleta de 20 anos é titular absoluto no time treinado por Rogério Ceni,

No começo de junho, o São Paulo negociou Luiz Araújo com o Lille-FRA, por R$ 31 milhões, chegando à sua terceira venda no ano entre atletas do profissional – David Neres (R$ 50 milhões) e Lyanco (R$ 20 milhões) foram para o Ajax-HOL e Torino-ITA antes. Frequentemente assediado pelo futebol europeu, o Tricolor recebeu uma proposta do clube holandês por Júnior Tavares, confirmada pelo próprio jogador, que garantiu estar focado no time do Morumbi.

“Isso chegou para o meu empresário, ele passou para o clube, mas sempre estive focado no São Paulo, dando meu melhor no clube que me acolheu”, assegurou o lateral esquerdo, em entrevista coletiva, nesta terça-feira, no CCT da Barra Funda.

Com as três vendas, o São Paulo chegou a R$ 101 milhões arrecadados, ultrapassando com folga a meta dos R$ 60 milhões estipulada pela diretoria no planejamento para este ano. Por isso, o clube entende que a venda de Tavares neste momento não é necessária, levando-se em conta também as poucas opções do elenco no setor – Edimar é o outro lateral esquerdo.

Promovido ao profissional no início de 2017, o atleta de 20 anos é titular absoluto no time treinado por Rogério Ceni, além de ser líder de assistências na temporada, com cinco passes decisivos, dois deles na derrota para o Corinthians, por 3 a 2, no domingo.


Júnior Tavares recebeu proposta do futebol holandês, mas São Paulo o seguro até agora (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

É ainda o jogador mais constante do elenco, participando de 30 dos 32 jogos que o São Paulo disputou desde janeiro. “Sou muito grato ao clube, só penso em ajudar o São Paulo. Sempre que entrar em campo vou estar com o pensamento aqui”, ressaltou.

Sobre o constante assédio que o clube do Morumbi sofre de equipes do exterior, Júnior Tavares atribui tal condição à forma com que o Tricolor atua sob o comando de Ceni. Recentemente, foi o atacante Lucas Pratto quem recebeu proposta – do futebol mexicano -, mas o argentino teve a permanência garantida pelo São Paulo.

“No começo da temporada o nosso time chamou bastante atenção. Era o melhor ataque do Brasil, vínhamos muito bem no Paulistão. Acho que foi aí que os clubes de fora olharam para nós e acabaram levando alguns jogadores”, explicou.

Focado no Tricolor, Júnior Tavares será titular novamente nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), contra o Sport, na Ilha do Retiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, do qual o São Paulo é o nono colocado, com nove pontos. “Agora é pensar no São Paulo e disputar esse Brasileirão porque temos grandes chances de ser campeão”, concluiu.

Cricúma e Flu voltam a negociar por Marlon, e Dudu pode ser incluído em troca

Lateral-esquerdo, após perder titularidade com Luiz Carlos Winck, terá reunião na quarta para definir futuro. Depois de deixar o Náutico, meia desperta interesse de outros dois clubes

Criciúma e Fluminense voltaram a negociar pelo lateral-esquerdo Marlon. As tratativas, iniciadas no começo do ano, têm um fator novo que aumentou as chances de desfecho positivo: o jogador perdeu titularidade com o treinador Luiz Carlos Winck. Uma reunião na quarta-feira, em Santa Catarina, deve definir a questão. A tendência é de empréstimo (com opção de compra) por um ano ao Tricolor, que cederia outro atleta temporariamente. Dudu, após retornar do Náutico, é uma possibilidade.

A falta de acordo em pagar pelo empréstimo, nas conversas anteriores, impediu o acerto entre os times catarinens e carioca. Agora, a inclusão de um atleta resolveria a pendência. Dudu interessa ao Tigre. Ele havia sido emprestado ao Náutico até dezembro, porém, sem receber salários há três meses, retornou ao Flu no último fim de semana. Juventude e Ceará também manifestaram desejo em contratá-lo.


Marlon desperta interesse do Fluminense desde o começo do ano (Foto: Fernando Ribeiro/Criciúma EC)

- Sabemos que haverá essa reunião do Marlon com o clube na quarta-feira. Vamos aguardar o desfecho e ver a possibilidade da negociação - disse o vice de futebol do Flu, Fernando Veiga.

Marlon, 20 anos, com passagem pela seleção sub-20, era titular com Deivid. Tem 24 jogos no ano. No final de maio, Winck assumiu o clube. O lateral foi banco nos dois últimos compromissos, com Juventude e CRB.

- Sempre existiu interesse do Fluminense. Tem de outros times, mas o Fluminense quer ele desde o início do ano. Não tem nada fechado. Voltamos a nos falar. Ele ficou de fora do jogo por outras questões. Na quarta-feira, teremos uma posição melhor - explicou Jaime Dal Farra, presidente do Criciúma.

Sem reencontro: com desconforto, Sheik desfalca Ponte contra o Flamengo

Após atuar o tempo todo na Chapecoense, atacante apresenta desgaste e será preservado nesta quarta-feira; Macaca terá até três novidades na Ilha do Urubu

Não será nesta quarta-feira o reencontro entre Emerson Sheik e Flamengo, de onde o atacante teve uma saída conturbada no fim do ano passado. Com desconforto muscular, ele foi vetado pelo departamento médico da Ponte Preta e está fora do duelo na Ilha do Urubu, a partir das 21h, pela sétima rodada do Brasileirão.

Após atuar o tempo todo na vitória por 3 a 2 sobre a Chapecoense, no último domingo, quando foi o destaque da Ponte, Sheik apresentou desgaste físico por período que ficou inativo e será preservado para não correr o risco de um problema mais grave.

Até a semana passada, quando estreou pela Macaca diante do São Paulo, ele não atuava oficialmente desde o começo de novembro do ano passado, justamente pelo Flamengo. A partir daí, não foi mais aproveitado por Zé Ricardo.

Em recuperação, Sheik sequer participou do treino da manha desta terça, no CT do Jardim Eulina, e ficará em Campinas de olho na partida com o Santos, sábado, no Pacaembu.

Outro desfalque alvinegro por questão física é o zagueiro Rodrigo, com dores no músculo posterior da coxa esquerda. Kadu, na zaga, e Negueba, na frente, são os favoritos para assumir as vagas, tanto que falaram em entrevista coletiva após o treino desta terça.


Emerson Sheik, atacante Ponte Preta (Foto: Fabio Leoni/ PontePress)

Por outro lado, Elton, livre de suspensão, volta a ficar à disposição. A tendência é que ele retorne no lugar de Wendel. Dessa maneira, a Ponte deve entrar em campo com três mudanças em relação à vitória sobre a Chape. A provável Macaca para enfrentar o Fla tem Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Kadu e João Lucas; Naldo, Elton, Léo Artur e Renato Cajá; Negueba e Lucca.

Além de Elton, Kleina ganha os reforços de Fernando Bob e Kadu, liberados pelo departamento médico. Pelo ritmo de jogo, uma vez que não entra em campo desde a segunda rodada, na derrota por 2 a 0 para o Botafogo, em 21 de maio. Já Kadu não ficou tanto tempo parado e, por isso, é a principal opção para substituir Rodrigo, apesar de Luan Peres estar na disputa.

Como Gilson Kleina não concedeu entrevista nesta terça, a Ponte viaja sem uma confirmação do time, mas, diante do cenário, não há muitas dúvidas sobre as escolhas do treinador.

Após encerrar a preparação com um recreativo, o elenco da Macaca embarca para o Rio de Janeiro no fim da tarde. Com dez pontos, os campineiros buscam a primeira vitória fora de casa para embalar de vez e seguir entre os primeiros do Brasileirão.

Com dois gols de Diego Souza, Brasil vence Austrália por 4 a 0

Thiago Silva e Taison também marcaram pela Seleção Brasileira em jogo que aconteceu no Melbourne Cricket Ground.

A Seleção Brasileira voltou a vencer sob o comando do técnico Tite nesta terça-feira no Melbourne Cricket Ground. Enfrentando a Austrália, o time canarinho teve dificuldades no primeiro tempo para criar chances de gol, mas conseguiu ser melhor na etapa complementar para superar os rivais por 4 a 0, gols de Diego Souza, que abriu e fechou o placar, Thiago Silva e Taison.

Diego Souza marcou aos 10 segundos e aos 47 minutos do segundo tempo (Foto: Divulgação / CBF)

Aproveitando o amistoso em Melbourne para analisar novos convocados, Tite viu sua equipe sofrer com a falta de entrosamento, no entanto, ainda assim manteve um bom nível de jogo e não passou sufoco na defesa. David Luiz como volante foi muito bem, assim como Diego Souza, autor do gol relâmpago aos dez segundos do primeiro tempo.

Encerrado o período de amistosos na Austrália, a Seleção Brasileira volta a entrar em ação no próximo dia 31 de agosto, quando recebe o Equador na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Quatro dias depois o time viaja até a Colômbia para encarar James Rodríguez, Falcao Garcia e companhia.

O jogo - Quem pensou que a Seleção Brasileira teria dificuldades para sair na frente contra os donos da casa, se enganou. Logo aos dez segundos de jogo Giuliano, atuando na ponta direita, aproveitou passe errado da defesa australiana para ficar com a bola e acionar Diego Souza, que não desperdiçou a chance relâmpago e mandou para o fundo das redes.

Embora tenha ficado mais à vontade em campo com a vantagem no marcador, a Seleção Brasileira enfrentou dificuldades após balançar as redes. Tentando explorar os espaços deixados pela defesa rival, o time de Tite esbarrava na disciplina tática dos adversários, ainda que esses ainda tenham permitido outras chegadas de perigo do Brasil.

Aos 23 minutos Diego Souza ganhou disputa de bola na direita, invadiu a área e cruzou meia altura para Douglas Costa, que não conseguiu completar para o gol. Dez minutos depois foi a vez de Paulinho ficar muito próximo de ampliar o placar. Em ótima trama pela esquerda Alex Sandro cruzou rasteiro, Douglas Costa deixou passar, mas o volante não pegou em cheio na bola.

No segundo tempo o Brasil voltou com uma postura mais agressiva e ciente de que precisava render mais contra a Austrália. Aos 16 minutos, em cobrança de escanteio, David Luiz cabeceou na trave. No rebote Rodrigo Caio passou para Thiago Silva, que de cabeça ampliou o placar.

Criando mais oportunidades e trabalhando a bola de maneira mais rápida, a Seleção Brasileira conseguiu encontrar muito mais espaços e assustar o goleiro Langerak. Mais tranquilos no jogo, não demorou muito para os comandados do Tite fazerem o terceiro gol. Aos 29 minutos foi a vez de Taison receber de calcanhar de Paulinho na área e bater no cantinho.

Diego Souza abriu os trabalhos e fechou os trabalhos. Nos acréscimos o jogador do Sport transformou a vitória em goleada ao aproveitar cobrança de escanteio de Willian para cabecear sem chances para Langerak.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 4 X 0 AUSTRÁLIA

Local: Melbourne Cricket Groud, em Melbourne, Austrália

Data: 13 de junho de 2017, terça-feira

Horário: 7h05 (Brasília)

GOLS: Diego Souza, dez segundos do 1ºT e 47 minutos do 2ºT, Thiago Silva, 16 minutos do 2ºT, e Taison, aos 29 minutos do 2ºT

BRASIL: Diego Alves; Rafinha, Thiago Silva (Jemerson), Rodrigo Caio e Alex Sandro; David Luiz (Fernandinho), Paulinho (Renato Augusto) e Philippe Coutinho (Willian); Douglas Costa (Taison), Giuliano (Rodriguinho) e Diego Souza

Técnico: Tite

AUSTRÁLIA: Langerak; Siansubry (Irvine), Degenek e Wright (McGowan); Milligan, Luongo (Mooy), Leckie (Hrustic), Troisi (Rogic), Behic e Kruse; Tim Cahill (Maclaren)

Técnico: Ange Postecoglou

MP da Espanha acusa Cristiano Ronaldo de ter sonegado R$ 52 milhões

A queixa afirma que o jogador tenha escondido do fisco espanhol receitas obtidas pelos direitos de imagem entre 2011 e 2014.

O Ministério Público da Espanha acusa Cristiano Ronaldo de ter fraudado € 14,7 milhões (R$ 52 milhões) em impostos, informa a imprensa do país. A queixa enquadra o melhor jogador do mundo em "quatro delitos" e o acusa de tenha escondido do fisco do país receitas obtidas pelos direitos de imagem entre 2011 e 2014. A agência "Reuters" tentou contato com representantes do português, mas não teve sucesso.

Em comunicado, a Procuradoria disse que o craque usou com conhecimento próprio uma "estrutura de negócios" criada em 2010 para esconder seus ganhos na Espanha com direitos de imagem. A denúncia tem como base um relatório enviado aos procuradores pela agência espanhola de arrecadação fiscal, segundo os procuradores.

O jogador Cristiano Ronaldo (Foto: Divulgação)

A acusação considera que, na perspectiva de um contrato com o Real Madrid, que acabou sendo assinado em junho de 2009, Cristiano "simulou ceder seus direitos de imagem a uma empresa" com sede "nas Ilhas Virgens Britânicas e da qual era o único sócio". Por sua vez, esta mesma empresa cedeu os direitos a outra empresa "com sede na Irlanda e com nome de Multisports&Image Management LTD que, de fato, se dedicou à gestão e exploração dos direitos de imagem" do jogador, completou a nota.

A procuradoria espanhola considera que a primeira cessão "tinha como única finalidade a interposição de uma tela para ocultar" da Receita espanhola "a totalidade das receitas obtidas pelo denunciado pela exploração de sua imagem". Diante desses fatos, a procuradoria decidiu apresentar a denúncia, citando como jurisprudência o caso do argentino Lionel Messi, do Barcelona, condenado a 21 meses de prisão por sonegar € 4,16 milhões em direitos de imagem, entre 2007 e 2009, por um esquema corporativo semelhante.

Corpo de Jonas Pessalli é levado para Bento Gonçalves, onde será sepultado

Jonas tinha 26 anos e morreu após bater o carro em um poste numa rua do bairro Pinheirinho, em Curitiba.

O corpo do jogador do Paraná Clube Jonas Pessalli, que morreu em um acidente de carro na madrugada de segunda-feira, em Curitiba, foi levado nesta terça-feira para a cidade de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, onde mora a família. O velório está previsto para começar às 12h no Cemitério Municipal, e o sepultamento está previsto para quarta-feira, no mesmo cemitério. As informações são do G1/PR.

Jonas tinha 26 anos e morreu após bater o carro em um poste numa rua do bairro Pinheirinho. Segundo o Corpo de Bombeiros, um passageiro do veículo teve ferimentos leves e recusou atendimento médico. O jogador morreu na hora.

Formado na base do Grêmio, o jogador atuou no futebol francês defendendo Angers e o VLF Luçon. Pessalli chegou ao Paraná Clube em janeiro deste ano, disputou oito jogos e marcou um gol. Ele tinha sido dispensado no último dia 5, mas, segundo o clube, permanecia no grupo.

Jonas Pessalli chegou ao Paraná no início do ano (Foto: Reprodução/Instagram)

Em nota, o presidente do Paraná Clube Leonardo do Oliveira decretou luto oficial de três dias. Veja a íntegra do texto.

"É com pesar que o Paraná Clube comunica o falecimento do atleta Jonas Henrique Pessalli. O jogador, vítima de um acidente automobilístico nesta segunda-feira (12), deixa esposa e três filhos.

A diretoria do Paraná Clube se solidariza com a família do atleta e está prestando toda a assistência possível neste momento de profunda tristeza.

O presidente Leonardo do Oliveira decreta luto oficial de três dias. Aos familiares e amigos, os nossos mais sinceros sentimentos".

Carro do jogador bateu na madrugada desta segunda, em Curitiba. Jogador morreu na hora (Foto: Reprodução / RPC)

CBF confirma Brasil x Equador na Arena do Grêmio, pelas eliminatórias

Classificado por antecipação, o Brasil lidera com folga. Somando 33 pontos, está nove à frente do segundo lugar.

A Seleção tem destino confirmado depois dos amistosos na Austrália. Nesta terça-feira, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) confirmou a Arena do Grêmio como sede do próximo jogo, pelas eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo de 2018, dia 31 de agosto, quinta-feira. A equipe se apresentou pela última vez em Porto Alegre em 9 de junho de 2013, quando venceu a França por 3 a 0, em amistoso sob o comando de Luiz Felipe Scolari.

Classificado por antecipação, o Brasil lidera com folga. Somando 33 pontos, está nove à frente do segundo lugar, a Colômbia. A seleção cefetera, aliías, é a adversária na rodada seguinte, a 16ª, antepenúltima, no dia 5 de setembro.

Depois desses dois jogos, a Seleção encerra sua campanha com mais uma dupla de confrontos em outubro. No dia 5 de outubro, quinta-feira também, enfrenta a penúltima colocada Bolívia, fora de casa. Na terça seguinte, dia 10, recebe o Chile, provavelmente no Maracanã, no Rio de Janeiro.

O estádio carioca não recebe partidas da Seleção há quase quatro anos: a última foi no dia 30 de junho de 2013, na final da Copa das Confederações, quando o Brasil derrotou a Espanha por 3 a 0. Em agosto de 2016, o Maracanã foi palco da conquista inédita da equipe olímpica treinada por Rogério Micale sobre a Alemanha na disputa de pênaltis, depois de empate por 1 a 1.

Pelas eliminatórias, o período é ainda maior. A última partida da Seleção no Maracanã ocorreu em 15 de outubro de 2008, quando empatou por 0 a 0 com a Colômbia.

Mineirinho cai para Kennedy e perde chance de chegar ao topo; Ian e Italo vencem

Em bateria equilibrada, brasileiro surfa onda tubular nos segundos finais, mas acaba sendo eliminado da etapa de Fiji com 14.33 contra 14.83 do rival.

O dia parecia conspirar para Adriano de Souza. Mais cedo, o líder do ranking John John Florence perdeu para o novato Leonardo Fioravanti e se despediu de Fiji na 13ª colocação. Pouco depois, foi a vez de Jordy Smith cair diante do francês Joan Duru e também ser eliminado na terceira fase. Empatado com o sul-africano na vice-liderança, Mineirinho precisava vencer o australiano Stuart Kennedy para garantir o primeiro lugar do ranking ao fim da quinta etapa. Em bateria muito disputada, o brasileiro surfou uma onda tubular nos segundos finais, mas a nota o deixou a 0.50 do rival, que acabou desbancando-o por 14.83 a 14.33.

Assim como Mineirinho, Wigolly Dantas, Gabriel Medina e Miguel Pupo também foram eliminados na terceira fase. Com isso, o país será representado no quarto round apenas por Ian Gouveia e Italo Ferreira. A chamada para a quarta fase acontece às 16h desta terça-feira. O SporTV.com transmite ao vivo todas as baterias da competição, cuja janela vai até a próxima quinta-feira.

Duelo equilibrado do início ao fim

A bateria de Mineirinho começou movimentada. Adriano entrou numa primeira onda com menos de um minuto, mas caiu e levou apenas 2.67. Segundos depois, Stuart Kennedy surfou para um 3.33, passando à frente na bateria. Concentrado, Mineirinho achou uma onda de 6.17, assumindo a dianteira. Só que a alegria do brasileiro durou pouco. Aproveitando bem as esquerdas, o australiano conseguiu um 5.33 e um 8.00, voltando a liderar.

A oito minutos do fim, Kennedy trocou de nota ao surfar um 6.83, deixando Mineirinho a um 8.66 da virada. Adriano não se abateu e foi buscar um 7.33 a seis minutos do fim. Precisando de 7.51 para virar, o brasileiro achou uma esquerda tubular nos segundos finais, deixando o mar sem saber se virou a bateria. A nota, no entanto, foi um 7.00, insuficiente para a virada.

Wiggolly Dantas também cai na terceira fase

Wiggolly Dantas foi outro brasileiro a competir nesta segunda-feira, em Fiji. O paulista de Ubatuba enfrentou o havaiano Sebatian Zietz e acabou eliminado por 12.93 a 12.80. Wiggolly começou melhor largando na frente com um 5.17. Zietz respondeu com um 7.30, seguido de um 3.00, assumindo a liderança. Em desvantagem, o paulista conseguiu um 4.43 no meio da bateria, passando a precisar de 5.17 para virar.

Mordido, Zietz tratou de surfar para um 7.33, voltando a liderar com folga. A trégua, porém, não durou muito tempo, pois Wiggolly achou uma onda de 7.63, ficando a um 5.30 da virada. No entanto, a onda salvadora não surgiu, e o brasileiro acabou eliminado.

- O mar estava muito difícil, peguei uma onda boa de 7.63, mas faltou conseguir a virada. Eu amo esteve lugar, essas ondas, é um prazer surfar aqui. Espero ir melhor em Jefferys-Bay e me divertir lá também – disse Wiggolly.

Wiggolly Dantas se despediu da etapa de Fiji (Foto: @WSL / Ed Sloane)

Round 3:

Bateria 1: Owen Wright (AUS) 15.26 x Ian Gouveia (BRA) 15.66

Bateria 2: Julian Wilson (AUS) 15.06 x Frederico Morais (PRT) 10.20

Bateria 3: Matt Wilkinson (AUS) 16.84 x Miguel Pupo (BRA) 5.67

Bateria 4: Gabriel Medina (BRA) 15.47 x Italo Ferreira (BRA) 15.83

Bateria 5: Mick Fanning (AUS) 11.20 x Michel Bourez (TAH) 13.53

Bateria 6: John John Florence (HAV) 13.33 x Leonardo Fioravanti (ITA) 16.83

Bateria 7: Jordy Smith (AFS) 11.73 x Joan Duru (FRA) 17.60

Bateria 8: Kelly Slater (EUA) 10.34 x Connor O'Leary (AUS) 10.74

Bateria 9: Joel Parkinson (AUS) 15.30 x Jeremy Flores (FRA) 13.84

Bateria 10: Kolohe Andino (USA) 11.90 x Bede Durbidge (AUS) 16.10

Bateria 11: Sebastian Zeitz (HAV) 12.93 x Wiggolly Dantas (BRA) 12.80

Bateria 12: Adriano de Souza (BRA) 14.33 x Stuart Kennedy (AUS) 14.83


Round 4: 

Bateria 1: Ian Gouveia (BRA) x Julian Wilson (AUS) x Matt Wilkinson (AUS)

Bateria 2: Italo Ferreira (BRA) x Michel Bourez (TAH) x Leonardo Fioravanti (ITA)

Bateria 3: Joan Duru (FRA) x Connor O'Leary (AUS) x Joel Parkinson (AUS)

Bateria 4: Bede Durbidge (AUS) x Sebastian Zeitz (HAV) x Stuart Kennedy (AUS)

Grávida de sete meses faz crossfit de barrigão e fala sobre benefícios

Alane Natasha diz que descobriu a gravidez treinando. Ela pratica crossft há quase um ano e é atleta desde Adolescência.

Praticante de crossfit há quase um ano e atleta desde a adolescência, a personal trainer Alane Natasha, grávida de sete meses, fez questão de manter a rotina de exercícios físicos quando engravidou. Ela espera sua primeira filha e teve que readequar, com ajuda dos médicos, treinador e nutricionista, os exercícios para continuar praticando a modalidade de forma que não coloque sua gravidez em risco. 

“Descobri que estava grávida treinando. Um dia fazendo um exercício que sempre fiz acabei sentindo algumas tonturas e depois dos exames foi confirmado. Daí em diante eu fiz questão de fazer todo o acompanhamento com médicos e perguntar se havia riscos, adequei alguns movimentos, a parte de peso e estou aqui treinando. Pretendo treinar até o último mês”, conta Alane. 
O esporte sempre fez parte da vida de Alane Natasha. Ainda jovem conheceu o ballet através da Escola Estadual de Dança Lenir Argento. Depois disso, passou algum tempo se dedicando ao mundo do fisiculturismo, atividade física que exige disciplina e dedicação ao máximo do atleta, pois o corpo precisa estar próximo da perfeição. 
Há 10 meses Alane começou a treinar crossfit e quando descobriu a gravidez nem cogitou a possibilidade de parar a atividade. Mas desde então o cuidado e as precauções são muitas. Alguns exercícios foram limitados, pesos diminuídos, cuidados com amplitude dos movimentos. Alane Natasha ainda ressalta que ter continuado a praticar exercícios físicos, mais especificamente o crossfit, trouxe muitos ganhos à sua gravidez. 

Alane, grávida de 7 meses, fez questão de manter rotina de exercícios (Foto: Elias Fontenele/ O Dia)

“A parte de peso está bem controlada. Eu só tive benefícios mantendo a atividade física, apesar de muita gente criticar e achar um risco, mas faço tudo correto. Então, não atrapalha em nada. Na verdade passei uns quinze dias sem treinar e senti muito enjoo, além do peso que aumentou um pouco mais rápido”, explica Alane Natasha. 
Os médicos indicam que as mulheres que já eram ativas e praticavam atividades físicas antes da gravidez não só podem como devem continuar. Assim como qualquer modalidade, o crossfit pode ser adaptado às limitações de cada pessoa.

Cristiano Ronaldo é denunciado por fraude fiscal na Espanha

Atacante do Real Madrid é acusado de usar empresa nas Ilhas Virgens Britânicas para sonegar 14,7 milhões de euros

A Promotoria de Madri apresentou nesta terça-feira uma denúncia contra Cristiano Ronaldo por criar uma estrutura de empresas que serviriam para fraudar 14,7 milhões de euros (54,3 milhões de reais) da Receita do país. O Ministério Público acusa o jogador do Real Madrid por quatro crimes contra a Fazenda Pública, que teriam sido cometidos durante quatro anos. Os valores ocultados por ano são de 1,39 milhões de euros em 2011, 1,66 milhões em 2012, 3,20 milhões em 2013 e de 8,50 milhões em 2014.

Segundo a denúncia, Cristiano tem se aproveitado de uma estrutura de empresas criada em 2010, para não declarar as quantias que recebe a título de direitos de imagem, algo que representa descumprimento “voluntário” e “consciente” das obrigações fiscais na Espanha.

No texto em que acusa o jogador português, o Ministério Público cita o processo contra o argentino Lionel Messi, do Barcelona, condenado a 21 meses de prisão por crimes semelhantes, após ter sido acusado de ocultar o recebimento de 4,1 milhões de euros em direitos de imagem. Assim como Messi, mesmo se condenado, Cristiano deve cumprir pena em liberdade.

A denúncia é baseada no relatório da Agência Estatal de Administração Tributária da Espanha, enviado à Promotoria. A acusação ainda aponta que, em 2008, Cristiano deu poder ao empresário para assinar contrato de trabalho com o Real Madrid até 2015.

Cristiano Ronaldo optou em 11 de novembro de 2011 pela aplicação do regime fiscal espanhol, aplicável aos trabalhadores estrangeiros que atuam no país. Por causa disso, teria que ser taxado em 24% naquele ano e em 24,75% nos posteriores, por ganhos recebidos.

O Ministério Público aponta, no entanto, que o jogador simulou ceder os direitos de imagem a uma empresa chamada Tollin Associates LTD, sediada nas Ilhas Virgens Britânicas, de que era o único sócio. A firma, por sua vez, repassou a exploração para a “Multisports & Image Management LTD”, sociedade registrada na Irlanda.

Segundo a Promotoria, a primeira cessão foi “completamente desnecessária”, já que a empresa não desenvolveu qualquer atividade relacionada ao jogador, servindo apenas para compôr a rede de ocultação de valores.

A denúncia ainda revela que Cristiano Ronaldo declarou, entre 2011 e 2014, ter recebido 11,5 milhões de euros em cada ano, quando, o montante real foi de 43 milhões de euros anuais. O atacante ainda teria feito manobra para reduzir os tributos a pagar.

Por fim, o craque do Real Madrid não incluiu “voluntariamente”, segundo o MP, investimentos que a Receita estima em 28, 4 milhões de euros, por direitos de imagem cedidos à outra empresa, chamada Adifore Finance LTD, entre 2015 e 2020. Questionado recentemente sobre o caso, Cristiano negou irregularidades e disse “dormir tranquilo.”

12 de junho de 2017

Felipe Melo desfalca Palmeiras por 6 semanas, após lesões no fim de semana

Substituído na vitória por 3 a 1 sobre o Fluminense, volante vai passar por cirurgia na mão esquerda.

O volante Felipe Melo vai desfalcar o Palmeiras por até seis semanas. Com uma pequena fratura na mão esquerda e uma lesão no músculo posterior da coxa direita, sofridas na vitória por 3 a 1 sobre o Fluminense, sábado passado, ele vai ficar fora de combate por longo período.

Felipe Melo passará por cirurgia na mão nos próximos dias. Além disso, fará tratamento da lesão na coxa, que lhe tirou de campo aos 21 minutos do segundo tempo – foi substituído por Fabiano.

Felipe Melo deixa o jogo contra o Flu com lesão na coxa. Além disso, ele fraturou a mão (Foto: Divulgação / Facebook)

O ato final do jogador na partida aconteceu em disputa com Wendel no meio-campo. Depois de correr em direção à bola, ele acusou a dor imediatamente após a "freada". Caiu com a perna direita esticada e não voltou mais. Saiu de campo andando, mas mancando bastante. No banco, já teve início o tratamento com gelo. Veja no vídeo abaixo os dois momentos: quando ele leva a mão à coxa e já fora do jogo, visivelmente chateado.

Felipe Melo deixa o jogo no segundo tempo e recebe tratamento ainda no banco de reservas

No primeiro tempo, o jogador já havia necessitado de atendimento médico. Aos 14 minutos, após dar um carrinho em lance com Marquinho, ele machucou a mão esquerda. Tentou continuar jogando, mas acabou pedindo ao árbitro para ser atendido.

Em fevereiro, o volante ficou fora de um jogo por conta de corte profundo no supercílio, quando levou 20 pontos cirúrgicos. Desde então, havia sido desfalque somente por suspensão – ele tem a cumprir mais quatro partidas do gancho aplicado pela Conmebol em razão da briga ao final do duelo com o Peñarol, em Montevidéu.

Sem Felipe Melo, o meio-campo palmeirense se torna um dos setores do elenco mais desfalcados, já que Arouca e Moisés se recuperam de cirurgia. Os únicos volantes à disposição do técnico Cuca passam a ser Thiago Santos (pendurado no Brasileiro com dois cartões amarelos) e Tchê Tchê, além de Jean, que tem atuado menos na lateral direita.

Não só por isso, mas também, a diretoria já havia ido ao mercado para se reforçar. O nome da vez é o do ex-corintiano Bruno Henrique, que defende atualmente o Palermo, da Itália.

O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Santos, às 21h45 (horário de Brasília), na Vila Belmiro.

Estudo põe Neymar com o maior valor estimado de transferência

Brasileiro aparece no topo de ranking, com € 210 milhões, cerca de R$ 777 milhões, bem mais custoso do que Messi e Cristiano Ronaldo, quarto e 11º, respectivamente

CIES Football Observatory divulgou nesta segunda-feira seu 16º ranking de valor estimado de transferência dos jogadores das cinco principais ligas nacionais europeias com o brasileiro Neymar no topo. Aos 25 anos, vinculado ao Barcelona sob contrato até 2021, o atacante está cotado em € 210,7 milhões (cerca de R$ 777,4 milhões). Bem à frente de Messi, quarto da lista, com € 151,7 milhões (R$ 559,7 milhões), e Cristiano Ronaldo, 11º com € 112,4 milhões (R$ 414,7 milhões).

O estudo científico é feito desde 2013 por uma equipe de acadêmicos do CIES Football Observatory, órgão independente criado em 2005, na Suíça. Foram analisadas 2 mil multas rescisórias. O ranking leva em conta a performance dos jogadores e seus clubes, o status internacional, tempo de contrato, idade e posição.


Foto: Divulgação/CBF

Os jogadores da Premier League são os mais valorizados no geral. O 10º da liga está avaliado em € 85 milhões. La Liga, da Espanha, é a segunda dessa lista, com € 73 milhões, seguida pela Serie A da Itália, com € 51 milhões, a Bundesliga da alemanha, com € 47 milhões, e a Ligue 1, da França, com € 40 milhões.

O mais novo do ranking do CIES, e aparentemente mais desejado na janela de mercado europeu, é o atacante francês Mbappé, do Monaco, avaliado em € 93 milhões. Enquanto isso, Cristiano Ronaldo, atual melhor do mundo e provável próximo ganhador do prêmio da Fifa, é o mais velho, aos 32 anos.

Déficit de velocidade da McLaren em retas preocupa Alonso

Diferença da velocidade final entre a Ferrari de Vettel e a McLaren do espanhol chegou a 35km/h nas retas. Piloto acabou abandonando após motor quebrar mais uma vez

São circuitos como o do GP do Canadá, com retas gigantescas, que escancaram o grande déficit de potência do motor Honda para os demais. Para se ter ideia da diferença, durante a corrida deste domingo o piloto mais veloz a cruzar o radar foi Sebastian Vettel, com 340km/h. Em comparação, a melhor marca de Fernando Alonso foi de 315km/h. Apesar de o espanhol ter ocupado a quinta posição durante um tempo, antes de parar nos boxes, acabou sendo constantemente ultrapassado pelos rivais na grande reta antes da linha de chegada até seu motor quebrar faltando poucas voltas para o fim. Diante da gigante falta de potência em relação a outros carros, o bicampeão afirmou que em determinados momentos a situação chegava a ser perigosa.

- A corrida já foi difícil o bastante em função da falta de potência. Estávamos sendo ultrapassados no meio das retas e algumas vezes chegava a ser perigoso, tamanha a diferença de velocidade – revela.


E se o momento parece difícil para o espanhol, a tendência é que fique ainda pior. Isso porque a McLaren já ultrapassou o limite de unidades de potência disponíveis para toda a temporada. Ao substituir Alonso no GP de Mônaco, o próprio Jenson Button já havia sido punido, que é o que deverá acontecer com Fernando na próxima etapa, no Azerbaijão.

- Não é apenas perder um ponto e a corrida hoje, em Baku largaremos em último porque Jenson mudou a unidade de potência em Mônaco e também começou em último. Aqui aconteceu de novo e no Azerbaijão largarei em último. Definitivamente a situação não é boa.

Depois que o seu carro o deixou na mão, não restou muito o que fazer para Alonso e, talvez, com saudade da Indy 500, o espanhol quebrou o protocolo e foi para a galera, distribuiu as luvas e fez a felicidade do público presente no GP do Canadá.

River vence Potiguar e segue em reação na Série D

Com o resultado do jogo, o Galo chega aos seis pontos, fcando dentro do Grupo A5

Na noite de ontem (11) a equipe do River venceu o Potiguar, do Rio Grande do Norte, por 2 a 1 com gols de Viola e Gabriel para o Galo. Dedé diminuiu para o Poti. Com o resultado o River somou mais três pontos e chegando aos seis, dentro do Grupo A5 do Brasileiro Série D. O time permanece na terceira colocação, atrás do Maranhão com sete pontos e do Guarani de Sobral também com sete pontos, em segundo lugar do grupo. 
O Jogo 
O River segue em arrancada na Série D do Brasileiro. O time comandado por Lucas Andrade venceu seu segundo jogo na fase de grupos o segundo em cima do Potiguar, do Rio Grande do Norte. Jogando dentro de casa, o River fez valer o mando de campo e conseguiu se impor em campo. A partida também marcou o reencontro do artilheiro do Tricolor, Viola com as redes. Viola foi o autor do primeiro gol do River no jogo, aos 11 minutos.

O time de Lucas Andrade segue em arrancada por mais vitórias (Foto: Assis Fernandes/ O Dia)
Após roubada de bola de Amarildo pela esquerda, o volante cruza para Viola em chute certeiro deixar a bola morrer no fundo do gol de Milton. 

O adversário apostava em contra-ataques, e agora precisando correr atrás do placar, se arrisca mais à frente. Aos 16 minutos do primeiro tempo, o Potiguar chega ao empate com o atacante Dedé. O jogador recebe a bola em cruzamento na linha de fundo e completa com chute rasteiro. Ainda no primeiro tempo o River responde com o zagueiro Gabriel, que aproveita cobrança de falta de Gilberto Matuto, sobe mais alto que todo mundo e coloca a bola para dentro. 
Início de segundo tempo sem mudanças. O River permanece com domínio de jogo, maior posse de bola e mais oportunidades de ampliar o placar. Com 12 minutos, Lucas Andrade começa a mexer na equipe entra Allan para saída de Fabiano. Mais uma vez, o zagueiro Allan Miguel entra improvisado como um terceiro volante. Aos 20, Keninha entra para saída de Testinha pelo lado do Galo. O técnico do Poti também começa a mexer em sua equipe buscando pelo menos um empate e coloca Gustavo e Guilherme em campo, promovendo a saída de Dedé e Luan. 
O Potiguar assusta aos 27 minutos com Léo, mas o Camisa 1 do Galo, Leandro, defende sem dificuldades. Com 31, foi a vez de Rafael Potiguar tentar de cabeça e Leandro aparecer novamente. O River ainda perdeu um jogador aos 45 minutos da etapa complementar ao ter o zagueiro Allan Miguel expulso. 
Com o resultado o River chegou aos seis pontos no Grupo A5. O time ocupa a terceira colocação, mas apenas um ponto do primeiro colocado. O próximo compromisso do Galo será no domingo (18) contra o MAC, do Maranhão, o jogo acontece em Teresina. A reapresentação do River acontece na terça-feira (13), no CT Afrânio Nunes. 
Outros resultados 
Fora de casa o Altos ficou no empate por 1 a 1 diante o Santos, do Amapá. A equipe de Macapá marcou primeiro logo aos 50 segundos de jogo com Fabinho. O Jacaré chegou ao empate somente na etapa complementar com o atacante Manoel, que marcou aos 18 minutos. O Altos segue líder do seu grupo agora com sete pontos. Em Parnaíba, o Tubarão voltou a vencer pela Série D após dois jogos. Com gols de Fabinho, que marcou duas vezes. Com o resultado o Parnahyba assumiu a liderança do seu grupo, com seis pontos.

Tite faz mudanças e quer competitividade contra Austrália

Tite comanda treino da Seleção Brasileira como preparação para o amistoso contra a Austrália, nesta terça-feira

Deixando o resultado de lado, o técnico Tite confirmou nesta segunda-feira que irá a campo contra a Austrália com uma formação bem diferente da usada diante da Argentina, na última sexta. Conforme previsto, o comandante da Seleção Brasileira aproveitará o segundo amistoso em Melbourne para testar novos atletas que foram convocados e analisar possíveis variações.

Em relação à derrota por 1 a 0 para a Argentina, o Brasil deve iniciar o duelo contra os australianos com oito jogadores diferentes. Para Tite, é essencial que esses atletas tenham uma oportunidade para mostrarem seu trabalho, fazendo prevalecer o senso de justiça.

Dos 11 titulares no primeiro amistoso, apenas Thiago Silva, Paulinho e Philippe Coutinho irão começar jogando novamente. Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Alex Sandro, David Luiz, Giuliano, Douglas Costa e Diego Souza completarão a equipe.

"Se eu for para casa e não der a eles a oportunidade de jogar, qual sentimento enquanto técnico terei? Eu seria muito egoísta se colocasse o resultado acima de tudo. Não posso ser egoísta, pensar em mim, pensar em quebrar recorde de vitórias. Não pode ser assim. Organiza a equipe, os trabalhos táticos, dá confiança e coloca para jogar, porque assim terei bastante experiências, momentos para julgar e errar menos. Vou errar, mas vou ter mais condições de acertar", disse Tite.

De olho nos jogos que terá pela frente até o início da Copa do Mundo, Tite quer testar o máximo possível para dar versatilidade ao seu time. Serão oito compromissos até a Rússia, quatro partidas pelas Eliminatórias e outros quatro amistosos, pouco para quem sempre coordenou seus atletas todo fim de semana.

"Nós temos nove jogos. Quem está acostumado com trabalho em clubes pensa 'só tenho nove jogos? '. Esse também foi um fator predominante para botar [novos atletas] para jogar. Bota na arena e vamos embora! O atleta que tem capacidade de jogar um amistoso mentalmente fortalecido, em alto nível, como se fosse um jogo decisivo, ganha pontos. E eu consigo perceber quem tem", afirmou o técnico brasileiro.

O Brasil encerra seu período de amistosos na Austrália contra seleção local nesta terça-feira, às 7h05 (de Brasília), no Melbourne Cricket Ground, em Melbourne. Depois, o time canarinho terá pela frente Equador, Colômbia, Bolívia e Chile nas Eliminatórias Sul-Americanas, além de quatro amistosos - o único definido é contra a Alemanha, no dia 27 de março do ano que vem, no Estádio Olímpico de Berlim.

Tite faz mudanças e quer competitividade contra Austrália

Tite comanda treino da Seleção Brasileira como preparação para o amistoso contra a Austrália, nesta terça-feira

Deixando o resultado de lado, o técnico Tite confirmou nesta segunda-feira que irá a campo contra a Austrália com uma formação bem diferente da usada diante da Argentina, na última sexta. Conforme previsto, o comandante da Seleção Brasileira aproveitará o segundo amistoso em Melbourne para testar novos atletas que foram convocados e analisar possíveis variações.

Em relação à derrota por 1 a 0 para a Argentina, o Brasil deve iniciar o duelo contra os australianos com oito jogadores diferentes. Para Tite, é essencial que esses atletas tenham uma oportunidade para mostrarem seu trabalho, fazendo prevalecer o senso de justiça.

Dos 11 titulares no primeiro amistoso, apenas Thiago Silva, Paulinho e Philippe Coutinho irão começar jogando novamente. Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Alex Sandro, David Luiz, Giuliano, Douglas Costa e Diego Souza completarão a equipe.

"Se eu for para casa e não der a eles a oportunidade de jogar, qual sentimento enquanto técnico terei? Eu seria muito egoísta se colocasse o resultado acima de tudo. Não posso ser egoísta, pensar em mim, pensar em quebrar recorde de vitórias. Não pode ser assim. Organiza a equipe, os trabalhos táticos, dá confiança e coloca para jogar, porque assim terei bastante experiências, momentos para julgar e errar menos. Vou errar, mas vou ter mais condições de acertar", disse Tite.

De olho nos jogos que terá pela frente até o início da Copa do Mundo, Tite quer testar o máximo possível para dar versatilidade ao seu time. Serão oito compromissos até a Rússia, quatro partidas pelas Eliminatórias e outros quatro amistosos, pouco para quem sempre coordenou seus atletas todo fim de semana.

"Nós temos nove jogos. Quem está acostumado com trabalho em clubes pensa 'só tenho nove jogos? '. Esse também foi um fator predominante para botar [novos atletas] para jogar. Bota na arena e vamos embora! O atleta que tem capacidade de jogar um amistoso mentalmente fortalecido, em alto nível, como se fosse um jogo decisivo, ganha pontos. E eu consigo perceber quem tem", afirmou o técnico brasileiro.

O Brasil encerra seu período de amistosos na Austrália contra seleção local nesta terça-feira, às 7h05 (de Brasília), no Melbourne Cricket Ground, em Melbourne. Depois, o time canarinho terá pela frente Equador, Colômbia, Bolívia e Chile nas Eliminatórias Sul-Americanas, além de quatro amistosos - o único definido é contra a Alemanha, no dia 27 de março do ano que vem, no Estádio Olímpico de Berlim.

10 de junho de 2017

Tenista nascida no dia do 1º prêmio de Guga é campeã de Roland Garros

Jelena Ostapenko, da Letônia, desbanca favorita Simona Halep, e assim como Gustavo Kuerten em 1997 conquista seu primeiro título profissional no saibro francês

Ela nasceu no mesmo dia em que Gustavo Kuerten conquistou o primeiro título de Roland Garros, no dia 8 de junho de 1997. Vinte anos e dois dias depois, a letã Jelena Ostapenko supreendeu a favorita Simona Halep, e assim como Guga conquistou seu primeiro título profissional no saibro francês ao vencer por 2 sets a 1, parciais de 4/6, 6/4 e 6/3 em 1h59.

Número 47 do mundo, Ostapenko tornou-se a primeira campeã de Roland Garros não cabeça de chave desde 1933. Ela teve pela frente a romena terceira favorita e número quatro do mundo, que já havia perdido a decisão do Aberto da França em 2014 para Maria Sharapova. Para Halep também estava em jogo o número 1 do ranking mundial, que alcançaria se chegasse ao título.

- Não posso acreditar que com apenas 20 anos sou campeã de Roland Garros! Amo jogar neste lugar! - disse a letã depois do jogo, antes de levantar o troféu meio desajeitada.

O jogo

Nova estrela do tênis, Ostapenko manteve o seu jogo agressivo. Alcançou 54 winners contra 8 de Halep. Como arriscou mais, cometeu muito mais erros não forçados: 54 contra 10 da romena, que teve que jogar na defensiva. Em um começo fulminante, a letã quebrou de 0 o saque da adversária. A romena explorou os erros da jovem para devolver a quebra na sequência. A letã chegou à nova quebra no quinto game caprichando nos winners, mas assim como no início do set teve a quebra devolvida pela romena logo em seguida, com Halep vencendo pontos mais longos. Ostapenko ficou perto de uma nova quebra, mas foi contida pela adversária. Bem na devolução, a romena chegou à vitória no set quebrando novamente a letã.

No início do segundo set, Halep saiu de um 0-40, forçou o saque, viu a adversária errar e evitou a desvantagem. Mais sólida e agressiva, a romena abriu 3/0. A letã ficou perto de perder mais um game, mas começou a reagir. Também agressiva, forçou o erro da adversária e subindo à rede virou o jogo para 4/3. Quando sacava para ampliar a vantagem, a letã errou mais e foi novamente quebrada. Ostapenko não desanimou. Pressionou a devolução da romena, quebrou o serviço e serviu para o set empatando o jogo com um winner de foreheand.

Halep devolveu bem o saque de Ostapenko e aproveitou os erros da adversária para quebrar o serviço e abrir 3/1 no terceiro set. A letã respondeu logo em seguida, caprichando no foreheand, buscando o empate. A sorte estava do lado de Ostapenko. Ela virou o placar para 4/3 com nova quebra em devolução que ia para fora, bateu na fita e caiu caprichosamente na quadra da romena. Ostapenko suportou bem a pressão na hora decisiva, voltou a devolver bem o saque da advesária e chegou ao título com nova quebra, para fechar em 6/3.

A campanha de Jelena Ostapenko em Roland Garros:

Primeira rodada: 4/6, 6/3 e 6/2 sobre Louisa Chirico (EUA, 128ª) 

Segunda rodada: 6/3 e 6/2 em Monica Puig (PUR, 41ª)

Terceira rodada: 6/1 e 6/4 sobre Lesia Tsurenko (UCR, 42ª)

Quarta rodada: 2/6, 6/2 e 6/4 sobre Samantha Stosur (AUS, 22ª)

Quartas de final: 4/6, 6/2 e 6/2 sobre Caroline Wozniacki (DIN, 12ª)

Semifinal: 7/6 (4), 3/6 e 6/3 sobre Timea Bacsinszky (SUI, 31ª)

Final: 4/6, 6/4 e 6/3 sobre Simona Halep (ROM, 4ª)

Cerca de 2 mil atletas criticam mudanças em leis e querem diálogo com Temer

Jogadores de todas as divisões do Brasil, junto com a Fenapaf, fazem abaixo-assinado com posicionamento contrário a modificações na Lei Pelé que afetam a categoria

Cerca de 2 mil jogadores de clubes de todas as divisões do Brasil assinaram um documento contra projetos de lei que tramitam em Brasília para modificar a Lei Pelé e afetam diretamente a categoria. No abaixo-assinado, o grupo pede intercedência da presidência da república na questão. A articulação dos atletas foi feita por um grupo de capitães e líderes de elencos de clubes das Séries A, B, C e D, junto com a Fenapaf (Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol).

O documento deverá ser entregue ao presidente Michel Temer nas próximas semanas. O governo foi comunicado oficialmente sobre o movimento, mas o abaixo-assinado ainda não foi enviado. O grupo de atletas entende que há propostas pertinentes sobre maneiras de usar verbas mal destinadas que poderiam servir para aposentadoria dos atletas. Eles também acreditam que os investimentos existem, mas são mal direcionados e teriam de ser realocados.

Antes do início do Campeonato Brasileiro houve uma tentativa frustrada de diálogo entre jogadores e a presidência da república. Na ocasião, os representantes dos jogadores foram orientados a procurar o Ministério do Esporte, de quem aguardam uma posição. Contrariados, os jogadores usaram faixas pretas sobre os uniformes na primeira rodada do brasileiro.


Atletas, como Pratto, usaram faixas pretas no braço em protesto durente a primeira rodada do Brasileiro (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Posteriormente a categoria se articulou para voltar a pressionar o governo. Mas escândalos recentes envolvendo o governo suspenderam a discussão por algumas semanas. As delações premiadas abriram investigação ao presidente Michel Temer, alvo de inquérito pedido pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Com o governo voltado para estancar a crise causada pelas divulgação dos áudios, no dia 18 de maio, o assunto ficou em segundo plano. Mas a ideia é retomar o diálogo agora.

A luta dos jogadores é contra a Lei Geral do Futebol, em trâmite na Câmara dos Deputados, e a Lei Geral do Desporto, no Senado, que modificam a Lei Pelé. Segundo a Fenapaf, a mudança que mais afeta os jogadores é o fim do direito de Arena. Há outros pontos das reformas – como a possibilidade de fatiar as férias em até três períodos ao longo de um ano e regras mais flexíveis para rescisão de contratos – que desagradam a categoria.

Por enquanto, não está programado nenhum protesto para a sexta rodada do Brasileirão, marcada para esse fim de semana. A ideia do movimento é conscientizar a classe dos atletas em uma espécie de continuação do movimento Bom Senso FC. Nesse caso, porém, os líderes da Fenapaf criaram um grupo de diálogo com os capitães dos clubes para discutir temas referentes aos direitos dos jogadores. A mudança da Lei Pelé é um ponto central de todas essas discussões.

A mensagem dos atletas com o primeiro protesto da faixa no uniforme é mostrar que a categoria está se organizando e discutindo assuntos importantes. Ainda que os motivos sejam considerados justos pelos jogadores, há a consciência de que esse tipo de atitude gera represálias e inibe os atletas mais novos.

Juan sai em defesa dos atletas após protesto tenso no Ninho do Urubu

O principal alvo dos protestos foi o goleiro Muralha. O arqueiro rubro-negro falhou na última derrota da equipe e não foi perdoado pelos torcedores

O clima não foi nada amistoso na reapresentação do Flamengo, nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro. O CT Ninho do Urubu foi local de protesto de torcedores do clube, que criticaram diversos jogadores, em especial o goleiro Muralha.

A derrota para o Sport, na última quarta-feira, não caiu nada bem para parte da torcida do Flamengo. A entrada do CT teve dezenas de torcedores e tumulto na entrada dos carros dos jogadores.

Faixas e cartazes criticando jogadores específicos foram punhadas pelos manifestantes. O principal alvo dos protestos foi o goleiro Muralha. O arqueiro rubro-negro falhou na última derrota da equipe e não foi perdoado pelos torcedores.


Juan saiu em defesa do elenco do Flamengo em meio a má fase (Marcelo Cortes/ Fotoarena)

Na entrevista coletiva, o experiente zagueiro Juan foi o escolhido para colocar “panos quentes”. O jogador admitiu que os atletas já esperavam uma forte cobrança. “A gente já esperava este tipo de coisa. Com as redes sociais, as coisas correm muito mais rápido. Convivo mais tempo no Flamengo e sei que é uma coisa que frequentemente acontece. A torcida é muito exigente, está no seu direito de protestar. Se veem o time jogando mal, sempre de forma pacífica, tem o direito de protestar. Se descambar para outro lado, os responsáveis têm que ser punidos”, afirmou.

O técnico Zé Ricardo também teve seu nome criticado. O comandante vem sendo vaiado nos jogos e parte da torcida flamenguista já pede a saída do treinador, eliminado com o Mengão na primeira fase da Copa Libertadores. No desembarque do clube no Rio de Janeiro, o comandante já havia sido hostilizado.

Dentro do CT flamenguista, a novidade foi a presença de Everton Ribeiro. O meio-campista, contratado no início da semana, realizou seu primeiro treino com os companheiros.

Com seis pontos conquistados em cinco partidas, o Flamengo ocupa a 14ª posição do Campeonato Brasileiro e é o clube carioca pior colocado na competição. Para tentar melhorar a situação e espantar o clima ruim, o Mengão enfrenta o Avaí no próximo domingo, no estádio Ressacada, às 16h00 (de Brasília).