• Eletrobás
  • VIP TAXI teresina
  • bbrock
  • assinatura jornal

7 marinheiros são achados mortos em destróier dos EUA que bateu em cargueiro

USS Fitzgerald se chocou com o navio ACX Crystal, de 223 m de comprimento e 29 t, segundo a 'NHK'. Destróier lança-mísseis é da classe Arleigh Burke, de maior tamanho e poder de fogo dos EUA.

18/06/2017 08:06h

Os corpos dos sete marinheiros do navio militar USS Fitzgerald, que se chocou ontem com um cargueiro filipino em águas japonesas, foram encontrados em compartimentos inundados do destróier, que ficou bastante danificado, informou a Marina americana neste domingo (17).

"Com as equipes de busca e salvamento ganhando acesso aos espaços que foram danificados durante o acidente, os marinheiros desaparecidos foram localizados", segundo comunicado da Sétima Frota dos EUA.

Os corpos dos marinheiros estão sendo levados ao Hospital Naval de Yokosuka, a sudoeste de Tóquio, para que a identificação seja feita e as identidades sejam divulgadas, segundo o comunicado.

Todos foram encontrados já sem vida, segundo a imprensa japonesa.


Dano causado ao USS Fitzgerald após o destróier colidir com um navio mercante com bandeira das Filipinas neste sábado (17) (Foto: Iori Sagisawa/Kyodo News via AP)

Outros dois tripulantes ficaram feridos na colisão - entre eles o comandante do navio militar, Bryce Benson -, que ocorreu às 2h30 de sábado (horário local, 14h30 de sexta em Brasília), a cerca de 100 km de Yokosuka e a 20 km do litoral da província de Shizuoka.

Imagens mostram danos consideráveis no lado direito do navio militar americano, que precisou ser rebocado. O USS Fitzgerald quase afundou e os danos foram significativos, segundo a Marinha americana. O cargueiro aparentemente sofreu menor avaria e seguiu viagem.

A Marinha americana e a Guarda Costeira japonesa informaram que o cargueiro envolvido na colisão é o filipino ACX Crystal. O navio tem 223 metros de comprimento e 29 toneladas, segundo a rede de televisão "NHK".

O USS Fitzgerald tem uma tripulação de cerca de 330 marinheiros e pertence à classe Arleigh Burke, de destróieres lança-mísseis. São os de maior tamanho e poder de fogo construídos pelos americanos.

Fonte: G1

Deixe seu comentário