• Unimed
  • assinatura jornal

PTC, PCdoB, Podemos, PRB e Fábio Abreu discutem formação de chapa para 2018

O secretário Fábio Abreu, do PTB, também esteve presente no encontro, mas ressaltou que não estava representando seu partido.

12/10/2017 16:26h - Atualizado em 12/10/2017 22:15h

Lideranças de quatro partidos políticos estiveram reunidas na manhã desta quinta-feira (12) para tratar sobre uma possível formação de chapa para as eleições de 2018, quando os brasileiros vão às urnas para escolher o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais e estaduais.

Estiveram presentes na reunião o deputado estadual Evaldo Gomes (PTC), deputado federal Silas Freire (Podemos), o ex-deputado federal Osmar Júnior (PCdoB) e o deputado estadual Gessivaldo Isaías (PRB), que está licenciado para comandar a Secretaria Estadual do Trabalho e Empreendedorismo (Setre).

O secretário de Segurança Pública do Estado, Fábio Abreu, deputado federal licenciado, também participou da reunião, mas fez questão de enfatizar que não estava representando seu partido, o PTB.

Todas as legendas que estiveram representadas no encontro integram a base do Governo Wellington Dias (PT). Porém, as lideranças presentes deixaram claro que estão se movimentando para buscar uma aliança alternativa para a disputa dos cargos proporcionais, que não dependa dos rumos tomados pelo partido de Wellington em 2018.

“Nosso partido tem buscado parceiros fortes para uma possível formação de chapa. Com muita humildade e determinação, esperamos fazer um bom número de eleitos, especialmente para a Câmara Federal”, afirmou Evaldo Gomes.

As lideranças disseram considerar viável uma aliança entre suas siglas para 2018, e demonstraram um discurso otimista, acreditando que a possível coligação teria força para eleger pelo menos dois deputados federais.

Em entrevista à TV Cidade Verde, o deputado Silas Freire disse que os partidos menores não podem mais ficar em dependência das siglas maiores, como o PT e o PMDB.

Além de Evaldo Gomes, outros dois membros do PTC também participaram do encontro - o vereador Gustavo Gaioso e o coordenador estadual de Modernização do partido, Marcos Vinicius.

A Câmara Federal aprovou, no mês passado, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece o fim das coligações partidárias, mas a medida só vai valer a partir do pleito de 2020.

Por: Cícero Portela

Deixe seu comentário