• BSL NE
  • VIP TAXI teresina
  • bbrock
  • assinatura jornal

Notícias Tecnologia

01 de novembro de 2015

Superaquecimento e explosão de bateria é raro, mas um perigo real

Para evitar uma situação como essa, é preciso evitar, por exemplo, o uso de carregadores piratas e deixar o celular longe do calor.

O celular se tornou, nos últimos anos, um item indispensável na vida de muitos brasileiros. Algumas pessoas passam a maior parte do dia conectadas às redes sociais, através da internet. Por conta dessa maior utilização, alguns problemas podem acontecer, e os proprietários precisam ficar atentos.

O celular, como a maioria dos dispositivos eletrônicos, oferece riscos aos usuários em algumas situações. Explosões e vazamentos de material químico na bateria podem acontecer, isso se o celular não for utilizado da maneira adequada.

O técnico em manutenção de celulares, Francisco Júnior, explica que apesar de incomum, as explosões de celulares são provocadas, na maioria dos casos, pelo descuido do proprietário. “A explosão acontece quando há um superaquecimento da bateria. Os aparelhos são projetados para suportar um limite de temperatura. Quando esse limite é ultrapassado, ocorre o superaquecimento”, explica.

Para evitar esse tipo de transtorno, alguns cuidados devem ser tomados por quem passa grande parte do dia conectado ao celular. O mais importante deles, segundo Francisco Júnior, é utilizar somente acessórios originais. “Um carregador pirata, por exemplo, não passa pelos testes de segurança, por isso não são confiáveis.

Além do risco de explosão, esse tipo de carregador pode diminuir a vida útil da bateria”, destaca. Outra recomendação é não expor o aparelho a condições desfavoráveis de temperatura. “É importante evitar deixar o aparelho exposto ao sol, ou perto de objetos que transmitam calor, como fogão, por exemplo”, pontua.

Na hora de fazer a recarga da bateria é importante ficar atento ao tempo em que o carregador fica conectado na tomada. “O correto é desconectar o celular da tomada assim que aparecer na tela o aviso de bateria carregada. Deixar o aparelho ligado à corrente além do tempo necessário pode diminuir a vida útil, e gerar outros defeitos”, orienta.

Foto: Divulgação