• click
  • Anuário 2017
  • Unimed
  • assinatura jornal

Avenida Cajuína: prolongamento deve ser entregue até o final do ano

Segundo a SDU da região, 96% da obra já foi executada pelas equipes.

12/10/2017 09:02h - Atualizado em 12/10/2017 09:36h

O prolongamento da Avenida Cajuína, que tem extensão 1,8km e ligará as zonas Leste, Sudeste e Sul, deve ser entregue até o final de dezembro deste ano, de acordo com o superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd, que garantiu que 96% da obra já foi executada.

Segundo ele, está sendo finalizada a instalação dos postes com a ligação da iluminação, além dos postes internos e luminárias. Também foram feitas algumas intervenções na Vila Padre Humberto, localizada próxima ao prolongamento das avenidas Cajuína e Ipê, e em breve será concluído o calçadão, que fica localizada após a Ponte Anselmo Dias, e a colocação das ciclofaixas e ciclovias.


A obra tem quase dois quilômetros de extensão e duas pistas (Foto: Jailson Soares/O Dia)

Foi investido na obra R$74 milhões, tanto para construção da Ponte Anselmo Dias quanto para o prolongamento da Avenida Cajuína, e os recursos são provenientes do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). O trecho integra o complexo da Ponte Vereador Anselmo Dias e irá facilitar o deslocamento entre as zonas Sudeste e Leste da capital.

“Esse vai ser um corredor de tráfego muito importante, principalmente com o fluxo gerado pela construção da Ponte Anselmo Dias entregue ano passado. Então será uma boa válvula de escape para a população, sejam os pedestres ou os que utilizam veículos, mas principalmente para o transporte coletivo”, disse o superintendente.

Em sua estrutura, o prolongamento da Avenida Cajuína terá quase dois quilômetros de extensão e duas pistas de rolamento de 11 metros cada, além de canteiro central e ciclovia do lado direito e calçadão com 6m de largura. A via passará sob o viaduto ferroviário, que fica paralelo à Avenida dos Ipês, e se ligará até a Ponte Anselmo Dias - que liga as avenidas José Francisco de Almeida neto (zona Sudeste) e Gil Martins (zona Sul).

Por: Isabela Lopes - Jornal O Dia

Deixe seu comentário