• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Boas e novas

22 de agosto de 2013

Homens e mulheres: tão diferentes, tão indispensáveis – Parte II

Homens e mulheres: tão diferentes, tão indispensáveis – Parte II

Palavras de afirmação, toque físico, presentes... Qual é a sua linguagem do amor?

No texto anterior, mostramos algumas características que fazem com que homens e mulheres sejam tão diferentes. Por causa delas e principalmente pela falta de conhecimento sobre elas, é que casais se desentendem. Por isso é tão importante conhecer a si mesmo e procurar entender como o parceiro âfuncionaâ. A Bíblia, nosso manual completo e perfeito, nos ensina que Deus criou o homem e a mulher, e âviu que tudo era bomâ (Gn.1:31). Se Deus nos criou diferentes, então o louvemos por isso!

Nosso desafio é compreender que homens e mulheres têm responsabilidades específicas no relacionamento. O homem deve respeitar sua esposa (I Pe. 3:7), deve agradá-la (I Co 7:33), elogiá-la (Pv. 31. 28-30) e deve trabalhar e proteger a família (Gn. 2:5 e 15). A mulher, deve respeitar seu esposo (I Pe. 3:1), deve ser uma ajudadora (Gn. 2:18) e tem a responsabilidade de cuidar da casa (o esposo pode até ajudar, mas a função é da esposa, e foi dada por Deus).

Uma âobrigaçãoâ comum a homens e mulheres é amar seu cônjuge, e por isso queremos ajudar você a descobrir qual linguagem do amor o seu parceiro gosta que seja utilizada e qual é também a sua própria linguagem. Já vimos no texto anterior que, de acordo com o escritor Gary Chapman, existem cinco linguagens: Palavras de afirmação, tempo de qualidade, presentes, atos de serviço e toque físico.

Pela nomenclatura, é possível ter uma ideia do que cada uma trata e já podemos dizer que todo mundo gosta de tudo isso junto. Os casais precisam falar não apenas uma, mas as cinco linguagens do amor com seus cônjuges, mas é indispensável saber qual a linguagem principal do seu parceiro, e esta deve ser utilizada sem limites, para que o outro tenha o seu tanque do amor, como diz o autor, sempre cheio.

Se você, como eu, tem como primeira linguagem do amor as palavras de afirmação, nada lhe faz mais feliz do que ser elogiado (a). O cônjuge, portanto, deve usar a criatividade para aplicar diariamente palavras de afirmação. âVocê está lindo!â, âAmo quando você usa essa roupaâ, âAdorei o penteadoâ, âEstou com saudadesâ, âSou feliz por ter uma pessoa tão dedicada quanto vocêâ, âComo você está cheiroso (a)!â... Elogiar, elogiar, elogiar, usar palavras afirmativas. Isso deixa o tanque de amor daqueles que se encaixam na primeira linguagem do amor bem cheio.

Aos que falam a segunda linguagem, tempo de qualidade, uma conversa olho no olho, sem o celular ou a televisão tirando a atenção, vale mais que um buquê de rosas. Dedicar tempo de qualidade é quando o cônjuge deixa tudo para estar totalmente e amorosamente à disposição do outro, sem pressa, sem concorrência.

Há quem se sinta muitíssimo amado quando recebe presentes. Mas, calma, se você descobriu que esta é a linguagem do amor do seu parceiro, não precisa se desesperar, não é só de presentes caros que ele gosta. Uma flor tirada no meio da rua, uma caneta, um café da manhã na cama ou um cartão romântico em um dia qualquer fazem um efeito incrível. Comece a experimentar!

Outra forma de demonstrar amor é ajudando o cônjuge em tarefas do dia a dia â o esposo pode colocar o lixo para fora, dar banho no cachorro, lavar o carro, tirar a mesa, lavar as louças; a esposa pode ajudar a lembrar de um compromisso e pagar as contas no banco. Para quem não acha essa linguagem tão necessária, pode até parecer estranho, mas existe quem se sinta muito amado quando o companheiro utiliza esta linguagem em primeiro lugar.

Por último, tem pessoas que amam ser elogiadas, gostam de ganhar presentes e de serem ajudadas com tarefas do dia a dia, mas nada lhes faz se sentir com o tanque de amor mais cheio do que o toque físico, seja ele um carinho na cabeça, um abraço ao cruzar com o cônjuge pela casa, um beijo de surpresa e, claro, a relação sexual.

Quando aprendemos uma nova língua, precisamos exercitá-la constantemente para que nos familiarizemos mais facilmente. O mesmo vale para a linguagem do amor. Não basta saber que ela existe, é necessário a utilizarmos para demonstrar amor aos nossos cônjuges. Vale aqui um lembrete: você não deve usar a sua linguagem do amor com o cônjuge, precisa usar a dele!

Agora, é só começar a estudar e praticar as linguagens! Que Deus nos abençoe em nossos relacionamentos!

19 de agosto de 2013

Homens e mulheres: tão diferentes, tão indispensáveis – Parte I

Homens e mulheres: tão diferentes, tão indispensáveis – Parte I

A mulher faz várias coisas ao mesmo tempo, o homem se concentra em uma tarefa de cada vez, mas quem disse que os diferentes não podem se acertar?

De onde viemos? Para onde vamos? O que acontece depois da morte? Estas são questões que acompanham a humanidade e deverão acompanhar sempre, mas, sem menosprezá-las, digo que uma das maiores questões que martelam na cabeça de muita gente é: por que homens e mulheres são tão diferentes? Eu não tenho a resposta perfeita, mas aprendi a viver na prática o princípio bíblico escrito em I Tessalonicenses 5:18 - âEm tudo dai graçasâ. Por isso, tenho agradecido a Deus porque homens são diferentes das mulheres, e um precisa das habilidades do outro.

Pesquisas diversas comprovam estas desigualdades. Mulheres têm habilidades sensoriais mais aguçadas que os homens, por isso elas percebem facilmente quando uma amiga não está bem, enquanto que os homens precisam, em geral, ver lágrimas para chegar à mesma conclusão. Elas enxergam melhor no escuro, mas os olhos masculinos são mais eficientes quando se trata de um campo visual longo e estreito, dando-lhes mais segurança para dirigir à noite por exemplo (eu nem precisava das pesquisas para saber disso, nas viagens sempre dirijo durante o dia e meu esposo assume o volante quando anoitece).

No livro âPor que os homens fazem sexo e as mulheres fazem amorâ, muitas destas diferenças são apontadas. Eis um trechinho: âO cérebro feminino é configurado para tarefas múltiplas. A mulher atende um telefonema enquanto prepara uma nova receita e assiste à televisão. Ou dirige, retoca a maquiagem, ouve rádio e fala no telefone viva-voz. Se um homem estiver cozinhando e alguém lhe dirigir a palavra, ele provavelmente vai ficar uma fera, porque não consegue ler a receita e escutar ao mesmo tempo. Enquanto está se barbeando, precisa de silêncio, senão se corta. (â¦) Por usarem ambos os lados do cérebro ao mesmo tempo, muitas mulheres - mais ou menos a metade delas - têm dificuldade em apontar qual é a mão esquerda e qual é a direita sem primeiro procurar uma indicação, como um anel ou um sinal. Os homens, ao contrário, como utilizam um lado do cérebro de cada vez, acham muito mais fácil identificar esquerda e direitaâ.

Homens e mulheres são distintos, e são indispensáveis um para o outro. Tudo fica mais fácil a partir do momento em que cada um conhece a si mesmo, suas próprias deficiências e habilidades e passa a conhecer também as do outro. Quando esta âmágicaâ acontece, as cobranças dão lugar à compreensão, e tudo fica azul, ou rosa, ou a mistura das duas para não haver discordância.

Mas, esta não é a única grande questão que martela todos os dias as cabecinhas dos seres humanos. Mesmo depois de entender que eles são diferentes delas, é necessário um grande esforço para fazer com que um faça aquilo que deixa o outro nas nuvens, sentindo-se amado e feliz.

Foi pouco antes do meu casamento que li um livro fantástico e descobri que existem cinco linguagens do amor. Cada pessoa da face da Terra se sente mais amado quando o parceiro âfalaâ esta linguagem. O que complica tudo é que dificilmente conhecemos a nossa própria linguagem, e menos ainda a do cônjuge, noivo (a), namorado (a). Por isso é comum uma mulher, que gosta de ganhar coisinhas fofas, dar de presente para o namorado um bichinho de pelúcia, quando na verdade ela adoraria ganhar o que está presenteando. Assim, nem ele se sente tão feliz com a aquisição, nem ela se contenta ao ver a âinsensibilidadeâ dele.

O título do livro é âAs cinco linguagens do Amorâ, de Gary Chapman. E as linguagens são estas:

1. Palavras de afirmação

2. Tempo de qualidade

3. Presentes

4. Atos de serviço

5. Toque físico

Por hoje, vamos apenas enumerá-las. No próximo texto falaremos um pouco mais de cada uma e vamos desafiar você, casado, namorado, noivo ou mesmo solteiro, a conhecer melhor a si mesmo e ter paciência para conhecer seu parceiro (ou futuro parceiro).

Que Deus nos ajude a sermos indispensáveis uns para os outros, apesar das diferenças!

16 de agosto de 2013

Nada melhor que um mergulho em águas cristalinas

Nada melhor que um mergulho em águas cristalinas

Há quem se contente em colocar apenas os pés, mas bom mesmo é mergulhar sem pressa

Imagine um rio... Não, não este rio provavelmente poluído que passa pela sua cidade. Pense em um rio caudaloso, de águas cristalinas, temperatura amena, areias brilhantes ao fundo. Pode acrescentar peixinhos coloridos também. Deu vontade de mergulhar nessas águas? 

Costumamos correr tanto no dia a dia que às vezes não sobra tempo nem para imaginar uma paisagem como essa, menos ainda para ir a um lugar parecido e dar um bom mergulho. Mas, digamos que você esteja em frente a este rio, e eu lhe pergunto: você ficaria feliz se pudesse colocar apenas os pés na água? E se fosse possível ir um pouco adiante, mergulhando até a cintura? Já daria para se refrescar, verdade? Bom mesmo, entretanto, é mergulhar totalmente, sem nenhuma pressa ou preocupação (no caso das mulheres, com a aparência dos cabelos depois do banho).

Todos devem concordar que é difícil resistir a águas cristalinas, então por que será que há tantas pessoas que resistem em mergulhar no rio de Deus? Este ârioâ é a comunhão que temos com o Pai. Há quem se âcontenteâ, por medo, acomodação ou talvez preconceito, em molhar apenas os pés e os joelhos, acreditando que isto é suficiente, mas o que Deus tem reservado para cada um de nós são águas profundas, onde sempre é possível mergulhar um pouco mais fundo, descobrindo paisagens e experimentando novas sensações.

Quando se trata de Deus, não há fim da linha, não existe parada final. Os limites que os homens conhecem não se aplicam a Ele. Se eu e você, que somos criaturas, podemos surpreender nosso amigo mais íntimo, imagine Deus, aquele que é o Alfa e o Ãmega, o Eterno Deus, o Eu Sou...

Não se satisfaça com um relacionamento superficial com Deus, que se revela em orações sempre apressadas ou cansadas, numa desinteressada ida ao culto ou numa rotina sem alegria e empolgação. Busque um relacionamento íntimo e sincero com Ele! Melhor do que mergulhar nas mais limpas águas do melhor rio desta Terra, é mergulhar, sem medo, nos braços do Pai. Em Deus, há refrigério, há descanso, há paz! Mergulhe hoje mesmo!

Para sentir um pouco desta paz, ouça esta linda canção! Deus abençoe sua vida!



14 de agosto de 2013

Você vai desatar os nós

Você vai desatar os nós

Esquecemos que não existe um nó cego, o que nos falta é experiência e paciência

A busca de um ideal em nossa vida pode ser comparada a um longo caminho traçado por uma corda. A corda é extensa, cheia de nós e, aparentemente, é muito difícil desatá-los.

Começamos a jornada. Estamos animados, pois estamos desatando os ânozinhosâ; até agora eles não nos trouxeram dor de cabeça, entretanto, quando menos esperamos, tem um nó que está dando um trabalho...

à aí que a gente se desespera! Gritamos, esperneamos, culpamos a tudo e a todos por este âmaldito nóâ. Insistimos em dizer que fizeram um nó cego e que é impossível desatá-lo.

Esquecemos que na realidade não existe um nó cego, o que existe é falta de estratégia para desatar o nó, que nós não temos paciência e experiência para lidarmos com a situação difícil. Que falta um alicerce seguro (JESUS) que nos firma, nos acalma e nos orienta diante do tal nó. Será em vão a luta com o nó se nós não nos revestimos destas objeções.

Depois de nossa conscientização, desatar o tal nó será uma acessibilidade! Logo após que se descobre o enigma de libertação; os nós somem; e às vezes tornam-se quase inexistentes. Eles não exercem mais nenhum peso sobre nós. à só confiar.

Por ser testemunha e conhecedora deste tipo de situação eu posso afirmar: você vai desatar os nós custe o que custar.  


Autoria de Valquíria Fernandes, irmã em Cristo, pedagoga, colaboradora do Boas e Novas.

10 de agosto de 2013

Feliz dia dos quase-heróis!

Feliz dia dos quase-heróis!

Através dos próprios erros, nosso pai nos ensina que também podemos errar, sem nos acomodarmos, sempre lutando para falhar menos e acertar mais

Ser pai é carregar o pesado fardo de ser o herói dos filhos. Ele tem que ser o mais corajoso, o mais forte, o mais inteligente, o que diz as palavras certas na hora certa, o que nunca falha, nunca atrasa, está no lugar certo no tempo certo. Você tem um pai assim? Eu não. O meu pai é forte, corajoso, inteligente, nunca atrasa (isso é verdade), diz palavras certas, mas... às vezes falha, como qualquer ser humano. E é exatamente por isso que eu e meus irmãos o amamos tanto, porque ele é um grande pai apesar das imperfeições. Através dos próprios erros, ele nos ensina que também podemos errar, sem nos acomodarmos, sempre lutando para falhar menos e acertar mais. Por ser imperfeito, nosso amado pai nos mostra que precisamos da ajuda dos outros para fazer aquilo que não podemos fazer sozinhos. Meu pai é, sim, o meu herói. Ele não tem uma capa mágica, nem resolve todos os problemas do mundo, mas trabalha e batalha para resolver o que está ao alcance de suas mãos, todos os dias.

Como prova de que meu pai não é um super-homem, eis alguns exemplos: ele nunca sabe onde colocou as chaves de casa ou do carro, apesar de deixá-las bem guardadas num lugar onde ele pensa que vai lembrar; nunca deixa o celular por perto (preciso ligar para minha mãe para falar com ele); ele é chorão e sempre emociona todo mundo no natal, réveillon, dia dos pais, dia das mães, despedidas... Falando sério, todas estas âfalhasâ e as demais que não foram citadas não são nada perto de uma coisa enorme que ele carrega no coração â o seu amor pelos filhos. E por isso nós também o amamos e admiramos!

Se você tem um pai cheio de falhas, não deixe de dar um abraço bem apertado nele hoje e todos os dias, e agradecer por ele ser o melhor pai do mundo para você, o pai que Deus escolheu para ser seu!

Quanto às perfeições, estas ficam com Deus, o Pai forte e poderoso (Sl. 24:8), o Criador do Universo (Gn. 2:3), que se importa pessoalmente comigo e com você (Sl. 8:3,4), que não dorme e nem tosqueneja (Sl. 121:4), que não poupou o seu próprio filho por amor aos que lhe rejeitaram (Rm. 8:32).

Se neste dia dos pais, você não tem um pai maravilhoso como eu tenho, ainda assim se alegre, porque o Pai Perfeito tem todo o interesse de ser o Seu Pai! Basta que você o receba: âMas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos FILHOS DE DEUS, aos que creem no seu nomeâ (João 1:12).

âMas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos. E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai. Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristoâ. (Gálatas 4:4-7).

  

07 de agosto de 2013

O

O "se" nosso de cada dia

Ser abençoado em tudo é um efeito certo na vida de quem escolhe dar ouvidos à voz de Deus

Para tudo nessa vida há uma condição. Só se ganha dinheiro no final ou início de cada mês se houver trabalho (ao menos esta é a regra para a maioria); só se tem amizades quando se conquista; só se colhe quando algo foi plantado. à uma lei tão comum do dia a dia que nem nos atentamos tanto para ela. à o SE nosso de cada dia!

A Bíblia também tem vários SEs, que expõem para os leitores opções, escolhas, condições e, claro, consequências, resultados. O capítulo 28 de Deuteronômio nos mostra alguns deles:

âSe atentamente ouvires a voz do Senhor, teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que hoje te ordeno, o Senhor, teu Deus, te exaltará sobre todas as nações da terra. Se ouvires a voz do Senhor, teu Deus, virão sobre ti e te alcançarão todas estas bênçãos:â

Até o versículo 14, Deus enumera a colheita desse plantio (obedecer à voz do Senhor):

1. Serás abençoado na cidade e no campo;

2. Serás abençoado o fruto do ventre, o fruto da tua terra, o fruto dos teus animais, e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas;

3. Bendito o teu cesto e a tua amassadeira;

Quatro, cinco, seis, sete... doze são os efeitos maravilhosos que acompanharão aqueles que optam por obedecer a doce voz do Senhor. Vale a pena ler cada um dos versículos!

No versículo 15, olha quem aparece de novo: âSerá, porém, que SE não deres ouvidos à voz do Senhor, teu Deus, não cuidando em cumprir todos os seus mandamentos e os seus estatutos que hoje te ordeno, então, virão todas estas maldições sobre ti e te alcançarãoâ. E novamente são enumeradas as consequências:

1. Serás maldito na cidade e no campo;

2. Maldito o teu cesto e a tua amassadeira;

3. Maldito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas...

Quatro, cinco, seis... Vinte e nove resultados são listados, destinados aos que escolhem desobedecer a doce, sábia e maravilhosa voz de Deus.

Este texto bíblico foi destinado ao povo de Israel, que na ocasião encerrava sua peregrinação no deserto, rumo à Terra Prometida, mas também serve para homens e mulheres deste século. Ainda é uma escolha dar ouvidos ou desprezar a voz de Deus (Bíblia Sagrada). Ainda há consequências, efeitos, para cada escolha feita. São abençoados nesta Terra e serão ainda mais na eternidade, aqueles que dizem SIM para o amor do Pai, que foi tão grande ao ponto de entregar seu Filho Unigênito para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna (João 3:16). Serão, porém, amaldiçoados (que forte, hein?) aqueles que escolhem jogar a bíblia no lixo, não a amando, não a vivenciando.

Alguns podem achar tudo isso grave, injusto, cruel, mas eu defendo que se durante toda uma vida alguém escolhe viver sem Deus, Ele tem o direito de não o querer por perto na eternidade de gozo e paz que Ele tem preparado para aqueles que fazem a melhor escolha agora. E esta é a hora!

Oro para que você, leitor, escolha ser abençoado agora, e para sempre!

05 de agosto de 2013

Que Deus ME abençoe! Por que não?

Que Deus ME abençoe! Por que não?

A história de Jabez poderia ter sido bem menos ilustre se ele não tivesse usado a poderosa arma da oração

Os primeiros capítulos do Primeiro Livro das Crônicas são um desafio para qualquer leitor, porque estão repletos de genealogias, descrevendo desde a descendência de Adão (capítulo 1) até a de Benjamin (capítulo 8). Mas, os perseverantes encontram nestes textos muitas lições preciosas e podem ter surpresas no meio do caminho. Uma destas surpresas está em I Cr. 4:9 e 10, onde encontramos a oração de Jabez, muito conhecida e elogiada. Mesmo que você já a conheça, vale a pena meditar nela novamente neste início de semana.

Foi Jabez mais ilustre do que seus irmãos; sua mãe chamou-lhe Jabez, dizendo: Porque com dores o dei à luz. Jabez invocou o Deus de Israel, dizendo: Oh, tomara que me abençoes e me alargues as fronteiras, que seja comigo a tua mão e me preserves do mal, de modo que não me sobrevenha aflição! E Deus lhe concedeu o que tinha pedido. 1 Crônicas 4:9-10

Quanta riqueza podemos extrair desta pequena oração que ganhou espaço no meio das genealogias! Não sabemos muito sobre Jabez, já que ele é citado apenas nestes dois versículos em toda a Bíblia, mas concluímos que ele se destacou entre os irmãos, apesar de ter recebido um nome que não lhe dava muitas esperanças. Sabemos que o povo de Israel colocava o nome nos filhos com base no momento em que viviam, e a mãe de Jabez sentiu muitas dores quando ele nasceu e decidiu dar-lhe um nome que poderia traçar uma história de vida não muito fácil.

Jabez, porém, não se contentou com o que os outros diziam a respeito dele ou com o que o seu próprio nome dizia, ele certamente ouviu falar sobre o Deus de Israel, o Deus que muda histórias, e decidiu usar uma arma poderosíssima: a oração. Jabez fez a oração mais importante de sua vida, pedindo a Deus que o abençoasse.

O mesmo Deus que mudou a vida de Jacó (o enganador) e a vida de Saulo (o perseguidor), decidiu também mudar a trajetória de Jabez (aquele que causa sofrimento). O final do versículo 9 contém as palavras mais lindas â E Deus lhe concedeu o que tinha pedido.

Como é bom saber que o Senhor ouve a oração dos pequeninos e é misericordioso para atender nossos pedidos. Este Deus pode também transformar a minha e a sua vida. Qual é a sua maior dificuldade? Quais são as fronteiras que estão impedindo o seu crescimento? Medo? Timidez? História de fracassos na família? Desânimo? Frustrações? Traumas? Não importa o que todos têm dito ou o que você mesmo tem falado a seu respeito, a simples e sincera oração de Jabez pode ser repetida por nós hoje: Senhor, peço que me abençoes e alargues as minhas fronteiras, que a tua mão seja comigo e me livre do mal! Que Ele, pelo seu infinito amor e misericórdia, nos conceda o que temos pedido.

Quer saber mais sobre a oração de Jabez? Leia o livro de Bruce Wilkinson, A Oração de Jabez. à bem curtinho e emocionante!

Boa semana a todos! E que Deus nos abençoe!

02 de agosto de 2013

Descomplicadamente simples

Descomplicadamente simples

"Deus nos fez simples e diretos, mas nós complicamos tudo"

Normal. Elementar. Modesto. Crédulo. Puro. Ingênuo. Despretensioso. Singelo. Ãnico. Em se tratando de Jesus, tudo é assim: Simples. Busque o dicionário e encontre todas essas denotações que nos levam a compreender um dos infinitos motivos pelo qual viver Jesus é maravilhoso! Um ser supremo que habitasse além das nuvens e coordenasse o universo seria, na mais humilde das organizações, superiormente inacessível! Ele seria o representante de tudo e todos que, como bons civis e cumpridores de suas leis, viveriam em funçÄo do seu governo e mercado. 

Com sorte, você pudesse estar no mesmo lugar que o grandioso, mas não lhe diria uma palavra e mesmo "desatar suas sandálias" estaria fora de cogitação para tanta soberania. Seria assim, se o Senhor fosse qualquer ser que não Jesus. Este quis ser essencialmente simples. Amando o mundo de tal maneira, se fez como nós. Para que ambos tivéssemos, por ele, acesso ao Pai em um mesmo Espírito. (Efésios 2:18). Pregou um Evangelho puramente crédulo para que o compreendêssemos: Ensinou que o modesto servo Ä o maior (Mateus 20:26). 

Em ordenanças, orientou a simplicidade para o mal (Romanos 16:19), como as pombas (Mateus 10:16). Isso mesmo: ingênuos e sem pretensões. O sentido destas coisas é a eternidade com o Pai. Retirou o inimigo e suas emboscadas dentre os extremos, novamente tão unidos e afins. (Gálatas 2:20). Rearranjou nosso novelo de linha, antes tão embaraçado e confuso. Através da sua obra na Cruz, nos deu a chance de viver tal canta Marcela Gandara em seu álbum El mismo cielo, a canção de mesmo nome: "Por que estas conmigo empiezo a descubrir las cosas sencillas que antes no viví". Estas são as sempre boas e novas coisas que somente o Filho nos possibilita viver. âDeus nos fez simples e direitos, mas nós complicamos tudoâ, Eclesiastes 7:29 (NTLH). Sigamos, descobrindo o quanto Ele é maravilhoso e descomplicado.


Autoria de Priscila Raposo, irmã em Cristo, estudante de Medicina, colaboradora do Boas e Novas.

31 de julho de 2013

Da pressa nossa de cada dia

Da pressa nossa de cada dia

Não precisamos mais acender o fogo com lenha, mas ainda assim não temos tempo para nada e estamos sempre com pressa

Em tempos de fast food e fast tudo, aprendemos a viver com pouca paciência para esperar por qualquer coisa. Frequentemente eu me pego com pressa para tudo nessa vida. Se o semáforo fecha por mais de vinte segundos, chega a impaciência, o mesmo acontece quando o atendente de uma loja não responde à pergunta objetivamente ou quando o motorista da frente cochila por três preciosos segundos depois de o sinal ficar verde. Nessas horas, paro, respiro e procuro me corrigir, afinal, não estou interessada em cabelos brancos antes da hora.

à assim que estamos acostumados a viver, com pressa, correndo, e com pouca, bem pouquinha, paciência. Nem precisamos mais pegar água no poço ou acender o fogão com lenha, porque tudo em nossa volta tem nos ajudado a ganhar tempo, mas decidimos preencher cada milésimo de segundo que ganhamos com novas atividades.

 

 

Sem dúvidas, estamos mais apressados que nossos avós, mas quando se trata de obter respostas da parte de
Deus, somos todos iguais. Quando lemos o Antigo Testamento vemos quão impacientes eram as pessoas daquela época, que já tomavam decisões precipitadamente e agiam com as próprias mãos, quando o racional seria esperar o tempo de Deus.

Quer um exemplo? Por mais de 400 anos o povo de Israel foi escravo no Egito, até que um homem, Moisés, foi
levantado por Deus para libertação das famílias. Muita coisa aconteceu até que Faraó permitisse a saída dos escravos, mas ele logo se arrependeu e saiu com seus carros para matar o povo. Vejam que interessante: o mais difícil havia acontecido, Deus havia quebrantado o coração do rei do Egito para que deixasse o povo seguir viagem; e este mesmo Deus fez muitas promessas de liberdade e nova vida na terra que pertenceria aos judeus, que há bem pouco tempo eram escravos. Mas, não foi necessário muita coisa para o povo ficar IMPACIENTE. Olha o que eles disseram ao seu líder Moisés quando souberam que Faraó lhes perseguia: âNão havia sepulcros no Egito, para nos tirar de lá, para que morramos neste deserto? Por que nos fizeste isto, fazendo-nos sair do Egito?â (Ex. 14:11).

Este mesmo povo, escravizado há quatro séculos, não conseguiu ver que o mesmo Deus que os tirara do Egito cumpriria todas as demais promessas feitas outrora. O imediatismo é um grande inimigo da fé. Aquele quer tudo pra ontem, enquanto esta consegue balançar a rede e descansar até que chegue o tempo perfeito de Deus.

O que engana a muitos é imaginar que quando Deus promete tudo acontece sem dificuldades, mas em nenhum
momento Ele afirma isso. Sabendo que precisamos ser moldados e capacitados, Ele trabalha em nosso caráter enquanto esperamos a sua resposta.

Meditemos no que está escrito em Tiago 1:3-4:

âSabendo que a prova da vossa fé opera a paciência. Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa algumaâ.

Lendo a continuação da história do Ãxodo, vemos quão grandes maravilhas o Senhor realizou na vida daquele povo impaciente e tantas vezes incrédulo. Que possamos aprender com eles que vale a pena confiar nas promessas do Senhor e esperar o seu tempo. Seja no trânsito, no atendimento do telemarketing (é pedir demais?) ou na nossa vida com Deus, sejamos pacientes. Para que cabelos brancos antes da hora?

25 de julho de 2013

Mulher moderna e virtuosa, quem a achará?

Mulher moderna e virtuosa, quem a achará?

Você acorda quando a maioria do mundo ainda está dormindo? Saiba que você não está sozinha, e não deixa se ser especial por isso

Já li diversas vezes o capítulo 31 de Provérbios, muito conhecido por falar da mulher virtuosa e, claro, do que faz dela uma mulher de muitas virtudes. Mas há alguns dias li o texto novamente e descobri boas e novas. Vou destacar aqui alguns trechos que me fizeram entender que o perfil de mulher moderna difundido na atualidade não é muito diferente da mulher de valores destacada neste capítulo, pela mãe do rei Lemuel.

Vejamos, primeiro, algumas características da mulher do presente: é batalhadora, acorda cedo, vai para o trabalho e, mesmo que em casa conte com a ajuda do esposo ou da empregada doméstica (se puder pagar), acaba tendo que resolver aquilo que só ela pode. A mulher de Provérbios 31 não é diferente. Olha só o que diz o versículo 15: âLevanta-se, mesmo à noite, para dar de comer aos da casa, e distribuir a tarefa das servasâ. Você se vê neste texto? Acorda quando a maioria do mundo ainda está dormindo para preparar o café dos filhos e do esposo? Deixa anotado ou explica cada detalhe do que a empregada doméstica ou diarista precisa fazer durante o dia? Saiba que você não está sozinha, e não deixa se ser especial por isso.

O texto bíblico diz ainda que a mulher virtuosa "busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com suas mãos". Está vendo? Não parece tão atual o fato de mulheres trabalharem fora de casa, a diferença é que talvez a modernidade (trânsito difícil, gasolina aumentando) tenha feito com que muitas vezes ela não trabalhe de tãããão boa vontade assim.

Mais adiante, descobri que esta mulher que merece tantos elogios era uma espécie de corretora de imóveis. Olha o que diz o versículo 7: "Examina uma propriedade e a adquire; planta uma vinha com o fruto de suas mãos". Esperta, hein? Ainda deu uma valorizada no terreno com uma boa plantação.


E além de acordar cedo, alimentar sua prole, delegar tarefas e visitar terrenos, ela ainda encontra tempo para praticar exercícios físicos e, assim, cuidar da saúde. Veja só o verso 8: "Cinge os lombos de força e fortalece seus braços".
Acha pouco? A mulher virtuosa é caridosa e não está desatenta às desigualdades sociais, antes "abre sua mão ao pobre e estende as mãos ao necessitado". Nada passa despercebido aos olhos desta mulher, que "não teme a neve na sua casa, porque toda a sua família está vestida de escarlata".

à talento que não acaba mais. Nas horas livres, ela não estende sua rede, mas ocupa o tempo fazendo as próprias "cobertas de tapeçaria". Uma prova de que tem bom gosto é que "seu vestido é de seda e de púrpura". Seus dons não são desperdiçados de forma alguma, porque ela "faz panos de linho fino e os vende, entrega os cintos aos mercadores".

Uma mulher tão cheia de tudo que é bom só pode ser bastante elogiada pelos filhos e pelo marido, que diz a ela: "Muitas mulheres procedem virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente".

Viram? A mulher virtuosa de Provérbios 31 trabalha tanto quanto as da atualidade. à uma mulher moderna, que cuida da casa, do emprego, da família, da saúde, da beleza. Mas, dentre tudo, o que realmente faz dela uma mulher especial está escrito no versículo 30: "Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada". Tudo pode passar, a beleza e a formosura se vão apesar de toda a tecnologia disponível para retardar o envelhecimento, mas servir ao Senhor faz de nós, mulheres, mais do que especiais. Que cada uma das leitoras descubra, lendo Provérbios 31 e toda a Bíblia, o que é necessário para ser esta mulher que faz a diferença e não sai de moda!

22 de julho de 2013

Examinai as Escrituras!

Examinai as Escrituras!

O ser humano não pode "funcionar" bem sem antes conhecer o plano do Criador e Construtor da vida

Vamos começar a semana desafiando os leitores a conhecerem um maravilhoso livro, rico em história, geografia, astronomia; repleto de romances, poesia, aventuras, batalhas, vitórias... à uma obra preciosa, que reúne conteúdo para todos os gostos e que tem transformado a vida de milhões de pessoas em todo o planeta, não apenas por ser um livro bem escrito, mas por conter e ser a própria verdade.

Estou falando da Bíblia, o livro mais vendido do mundo. Já falei aqui que o chamo de manual do ser humano,
porque já temos visto que, assim como um brinquedo pode não funcionar bem até que leiamos o seu manual e descubramos todas as suas funções, o homem pode não âfuncionarâ como deveria sem conhecer o plano do Criador e Construtor da vida.

Martinho Lutero foi um dos que vivenciou uma reviravolta em sua trajetória após estudar e constatar as maravilhosas verdades escritas no livro de capa preta (hoje há todas as cores e formas). Desde menino, Lutero ouvia falar de Deus, mas o tinha como alguém de quem se deve manter distância e ter um respeito acompanhado de medo. Foi quando entrou para a vida monástica que encontrou na biblioteca o Livro dos livros, e não parou de ler até sentir sua alma saciada.

Esta leitura o impulsionou a iniciar a grande reforma na igreja de sua época, tão grande que nem ele mesmo poderia prever. A história deste homem é conhecida, e nós poderemos falar mais dele em outro momento, o que importa agora é saber que o mesmo livro que mudou a vida de Lutero, e de tantos outros há mais de 500 anos, está disponível para você. Felizmente, no Brasil a Bíblia não é um livro proibido, como é em muitos lugares do mundo, e talvez você tenha uma em casa. Então, não desperdice a oportunidade de conhecer todas as riquezas contidas nela, destinadas também a mim e a você.

Por causa deste livro, muitas pessoas já sacrificaram sua própria vida, algumas porque queriam dedicar todo o seu tempo no propósito de traduzi-la para todas as línguas possíveis, de forma que todos pudessem conhecê-la. Outras se arriscaram e ainda hoje se arriscam para ter um exemplar em suas mãos. Lembro agora de Corrie ten Boom, que durante a Segunda Guerra Mundial foi presa por dar abrigo a judeus em sua casa, na Holanda. Corrie pôs a própria vida em risco ao entrar na prisão nazista com uma bíblia escondida na roupa, livro que serviu de consolo para ela
e muitas companheiras durante os terríveis anos em que passou nas prisões e campos de concentração.

Lutero, Corrie, Pollyanas, Marias, Anas, Antônios, Andrés, Karolinas, Teresas, tantos já tiveram suas vidas transformadas pelo poder desta Palavra, que só podemos continuar lendo e nos alimentando dela para viver neste mundo tão cheio de tribulações. à o próprio Cristo que nos aconselha a estudá-la:

âExaminais as Escrituras, porque vós cuidas ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificamâ. (João 5:39).

Nesta semana, e para sempre, examinem as escrituras, e sejam cheios do poder transformador que há nesta
preciosa Palavra!



 

19 de julho de 2013

Mais chegados que irmãos

Mais chegados que irmãos

Ninguém tem mais amor pelos seus amigos do que aquele que dá a sua vida por eles

Existe data comemorativa para tudo nessa vida, e nós aproveitamos as que são legais para homenagear quem amamos. Eu aprendi a lembrar e gostar do Dia do Amigo com minha amigona Val, que sempre foi ligada nessas coisas e costuma mandar cartõezinhos, mensagens e coisas fofas pros miguxos. Então, quero aproveitar este dia20/07para falar desta "invenção" tão maravilhosa que é a AMIZADE. 

Se você tem bons amigos, saiba que a Bíblia diz que "quem aumenta o número de amigos é sábio" (Pv.15:30). 

Todo mundo precisa de amigos, e nem digo "amigos verdadeiros" porque defendo que a palavra amigo só combina com verdade. E é por isso que nem sempre é fácil ser um, porque implica em fazer e falar aquilo que pode ser desagradável, embora seja necessário. O bom amigo diz quando a roupa do outro não está tão legal; confessa que não concorda com um relacionamento que não faz bem; discorda, quando discordar é a melhor opção, mesmo quando tudo o que o amigo espera é uma mãozinha no ombro. E a Palavra corrobora com isso: "O amigo quer o nosso bem, mesmo quando nos fere; mas o abraço do inimigo é enganoso" (Pv. 27:6).

O nosso manual de vida aconselha a não estarmos sozinhos. Em Eclesiastes 4:9-10, está escrito: Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque se caírem, um levanta o companheiro. 

Davi tinha um grande amigo, Jônatas. Mesmo sendo filho do inimigo de Davi, o rei Saul, Jônatas provou que a amizade era maior que qualquer dificuldade e ajudou a salvar a vida de seu amigo. Mas Davi também teve amigos que falharam. No Salmo 41 ele declara: Até meu melhor amigo, em quem eu confiava, aquele que tomava refeições comigo, até ele se virou contra mim. 

Davi, porém, não foi o único na Bíblia a se entristecer com as amizades. Jó tinha três amigos, e eu creio que eram amorosos e preocupados, mas por serem humanos, falharam no momento em que Jó mais precisava de apoio. Eles julgaram, ao invés de permanecerem ao lado, consolando e orando, cumprindo o que diz Provérbios 17:17 - "O amigo ama sempre e na angústia se torna irmão". 

Eu e você também podemos falhar como amigos, mas podemos pedir perdão, perdoar e seguir em frente, embora em algumas ocasiões possa ser bem complicada a reconciliação, como nos lembra Pv. 18:19 - "à mais difícil ganhar de novo a amizade de um a amigo ofendido do que conquistar uma fortaleza; as discussões estragam as amizades". 

Sendo assim, preservemos nossas amizades, sejamos atenciosos, sinceros, cuidadosos e amorosos com aqueles que podem ser mais chegados que irmãos (Pv. 18:24). E, o principal, hoje e sempre, podemos contar com o AMIGO PERFEITO, Jesus Cristo. Este, sim, jamais falha. Ele é o melhor amigo que podemos ter. Antes mesmo de você contar os seus segredos, Ele já os conhece. 

Como diz a Palavra: "Ninguém tem mais amor pelos seus amigos do que aquele que dá a sua vida por eles (João 15:13). Neste dia do amigo, convide aquele que já deu a vida por você para ser seu melhor amigo! 

18 de julho de 2013

Em poucas palavras, tudo!

Em poucas palavras, tudo!

"Não me dês nem a pobreza, nem a riqueza, dá-me o pão que me for necessário"

Sabe quando você lê um texto e cada palavra tem um valor imensurável? E quando em poucas letras, diz-se muito? Assim é o livro inteiro de Provérbios, que deveria ser lido sempre, todos os dias, já que a sabedoria contida em cada versículo não se esgota nunca. Sem sombra de dúvidas, vez por outra teremos no Boas e Novas alguma citação deste precioso livro, e hoje escolhi os versículos 7-9 do capítulo 30: 

"Eu te peço, ó Deus, que me dês duas coisas antes de eu morrer: não me deixes mentir e não me deixes ficar nem rico nem pobre. Dá-me somente o alimento que preciso para viver. Porque, se eu tiver mais do que o necessário, poderei dizer que não preciso de ti. E, se eu ficar pobre, poderei roubar e assim envergonharei o teu nome, ó meu Deus. (Nova Tradução da Linguagem de Hoje). 

Gosto também da versão Almeida, Revista e atualizada que diz no versículo 8:

"Não me dês nem a pobreza, nem a riqueza, dá-me o pão que me for necessário".

Não é um lindo texto? à ainda uma demonstração de auto-conhecimento da própria fragilidade e da possibilidade de se afastar de Deus caso se tenha mais ou menos recursos para viver. Que fique claro que não é errado ser rico ou pobre, e em nenhum momento a Bíblia diz isso. O erro está em colocar qualquer coisa no altar do nosso coração, que deve ser ocupado apenas pelo Senhor. Se a pobreza tem tirado a sua paz e distanciado os seus pensamentos de Deus, ou a riqueza tem feito você esquecer de onde vêm todas as bênçãos, o ideal é fazer esta oração, pedindo a Deus apenas a porção necessária para viver bem, e viver bem é estar em comunhão com o melhor Pai do mundo! 

Você teria coragem de fazer esta mesma oração? Eis um desafio para mim e para você: louvar a Deus pelo que Ele tem nos dado e pedir sempre que tenhamos apenas o suficiente, no ponto de equilíbrio, para não nos afastarmos dEle! 

17 de julho de 2013

Mesmo antes do milagre, seja grato!

Mesmo antes do milagre, seja grato!

Ana foi grata por aquilo que Deus havia lhe dado, mas melhor do que isso é sermos gratos antes mesmo de receber o que pedimos

Quando comecei a cursar o terceiro ano do Ensino Médio, onze meses antes de fazer as provas  do vestibular (digo apenas que não faz muito tempo), escolhi um texto bíblico para dedicar a Deus em um culto de gratidão a Ele, que eu já havia decidido realizar quando e caso eu fosse aprovada. Felizmente ouvi meu nome no rádio duas vezes, na divulgação do resultado do Cefet (Gestão de Recursos Humanos) e da UFPI (Jornalismo).

Como havia me comprometido com o Senhor, fiz o culto na casa dos meus pais, no interior do Maranhão, e lembro como se fosse hoje (até porque não faz muito tempo, repito) que li o texto escrito em I Samuel, capítulo dois, versículos 1 ao 11. Aqui vou citar apenas os três primeiros:

"Então, orou Ana e disse: O meu coração exulta no Senhor, o meu poder está exaltado no Senhor; a minha boca se dilatou sobre os meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação. Não há santo como é o Senhor; porque não há outro fora de ti; e rocha nenhuma há como o nosso Deus. Não multipliqueis palavras de altíssimas altivezas, nem saiam coisas árduas da vossa boca; porque o Senhor é o Deus da sabedoria, e por ele são as obras pesadas na balança. (1Samuel 2:1-3)".


Se puder, leia toda a oração de Ana em sua Bíblia e veja que belas palavras saíram da boca de uma mulher que estava cheia de gratidão a Deus. Seu clamor havia sido respondido e Deus lhe dera um filho, acabando com as humilhações que ela sofria até então por ser estéril.

Ana foi grata por aquilo que Deus havia dado a ela, mas hoje quero falar da importância de sermos agradecidos mesmo antes de recebermos aquilo que pedimos ao Senhor. Primeiro, porque este é um sinal de fé, de que cremos que Ele é poderoso para fazer o que pedimos. E, segundo, porque certamente podemos refletir e ver que sempre, sempre, há motivos para sermos gratos. Se você está lendo esse texto, é porque você está vivo, está respirando, deve ter feito pelo menos uma refeição nesse dia, tem acesso à internet (não é tão rápida quanto você gostaria? Seja grato mesmo assim!), está cercado por pessoas que desejam o seu bem, e, o principal, você é a obra-prima da Criação de Deus. Por mais cheios de defeitos que sejamos, somos inexplicavelmente amados pelo Todo-poderoso! Ainda que você não creia nEle, é amado!

Mesmo antes de receber o que você tem buscado da parte de Deus, seja grato. Vamos dar mais um passo? Ainda que não receba o que está buscando, seja grato, porque não há ninguém que saiba o que é melhor para nós do que o nosso Pai celestial.

Tenha um bom dia, cheio de gratidão!


16 de julho de 2013

Manual para pais e filhos

Manual para pais e filhos

Nem precisa fazer o teste para saber que uma criança que não é educada acerca do que é certo ou errado facilmente irá escolher o erro e será motivo de vergonha para os pais

A Bíblia é um livro completo, e eu costumo dizer que ela é o manual para o ser humano, que o ensina a viver e a viver bem! Ela é rica em conselhos para homens e mulheres; crianças, jovens e adultos; maridos e esposas; políticos e sociedade; patrôes e empregdos; mães, pais e filhos...


Teremos tempo para tratar de muitos exemplos, mas hoje vamos destacar alguns versículos direcionados aos pais. Em Provérbios 29:15 e 17, está escrito: "A vara e a disciplina dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma vem a envergonhar sua mãe" e "Corrige o teu filho, e te dará descanso, dará delícias à tua alma". Na Nova Tradução na Linguagem de Hoje, os mesmos versos são escritos desta forma: "à bom corrigir e disciplinar a criança. Quando todas as suas vontades são feitas, ela acaba fazendo a sua mãe passar vergonha" e "Corrija os seus filhos, e eles serão para você motivo de orgulho e não de vergonha".

Não é necessário fazer o teste, todos sabem que se uma criança não for educada e ensinada acerca do que é certo ou errado, ela facilmente escolherá o erro e cumprirá o que diz os versículos em Provérbios: fará os pais passarem vergonha! 

Diz o conhecimento popular que é inteligente quem logo aprende com seus erros, e sábio quem aprende com os erros dos outros. Eu, quando criança, devo ter sido inteligente, pois pelo que os meus pais me contam, precisei sentir o peso da "vara" poucas vezes para saber o que devia e, principalmente, o que não devia fazer. Mas que bom que a vara não foi tão pesada ao ponto de me deixar marcas na alma, seu peso foi equilibrado, na medida certa para me educar, instruir e ainda me fazer grata por ter tido pais tão amorosos que não puderam deixar a correção de lado. 

Aqui não iremos discutir que tipo de vara é a mais eficiente, se é a palmatória, o cinturão, o cipó de goiabeira, o chinelo ou a palma da mão, mas o que o manual ensina é que a vara deve ser usada, e claro, com amor e sabedoria. Alguém deve questionar como pode haver amor se um pai bate em seu filho. Ora, se Deus, que é o Pai Perfeito, serve de referência, vamos ver o que está escrito em Hebreus 12:6 - "O Senhor corrige a quem ama e castiga (em outras versões açoita) a todo filho a quem recebe". 

Deus sabe que a correção é a melhor ferramenta que um pai tem para ensinar seu filho a se tornar o melhor possível, por mais que seja doloroso tanto para um quanto para o outro. Assim diz a Sua Palavra: "Toda disciplina, com efeito, no momento não parece ser motivo de alegria, mas de tristeza; ao depois, entretanto, produz fruto pacífico aos que têm sido por ela exercitados, frutos de justiça" (Hb. 12:11). 

Sendo assim, filhos, agradeçam aos seus pais pela boa correção aplicada no tempo certo, com amor. E, pais, amem seus filhos, como Deus, que nos ama tanto ao ponto de nos corrigir, ao invés de permitir que permaneçamos errando. 





Enquete

Você já foi vítima de assédio sexual no transporte coletivo no Piauí?

ver resultado