• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Boas e novas

De um amor tão intenso e puro

Para ser bem didático, Deus compara seu amor ao de uma mãe. Afinal, alguém conhece sentimento mais intenso e puro?

11/05/2018 13:54h - Atualizado em 11/05/2018 14:19h

A Bíblia é repleta de textos que falam do amor de Deus pelos seus filhos. Um dos mais conhecidos está em João 3.16:

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho Unigênito para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

Em outra ocasião, para ser bem didático, Deus compara seu amor ao de uma mãe. Afinal, alguém conhece sentimento mais intenso e puro? Pois Ele afirma:

“Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti” (Isaías 49.15).

Estas duas passagens me fazem lembrar de uma mulher da Bíblia que tinha o desejo de ser mãe. O nome dela é Ana. Ela andava tão triste, que seu esposo, amoroso e cuidadoso, perguntou a ela: “Por que você chora? E por que está triste? Será que eu não sou melhor para você do que dez filhos?”. A Bíblia não nos diz qual foi a resposta, mas imagino que Ana se sentia realizada como esposa, mas precisava sentir um amor ainda mais especial. E Deus concedeu a ela este desejo, após ela fazer uma das orações mais lindas registradas na Palavra:

"Ó Senhor dos Exércitos, se tu deres atenção à humilhação de tua serva, te lembrares de mim e não te esqueceres de tua serva, mas lhe deres um filho, então eu o dedicarei ao Senhor por todos os dias de sua vida”.

Antes mesmo de carregar seu filho no ventre ou nos braças, Ana o amou tanto ao ponto de entregá-lo totalmente ao Senhor. E é este o exemplo que me inspira neste Dia das Mães. Eu quero dar a maior prova de amor ao filho, Emanuel, dedicando todos os dias da vida dele a Deus. Quero que ele seja feliz, tenha uma profissão, seja inteligente. Mas, antes e acima de tudo, quero que Ele conheça o Deus da Bíblia, o Deus verdadeiro, que tem por Ele um amor maior que o meu.

A todas as mamães, desejo um Feliz Dia das Mães, cheio desse amor tão intenso e puro, que só pode ter sido criado por Alguém Perfeito. 

Edição: Pollyana Rocha

Deixe seu comentário