• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • Clínica Shirley Holanda
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Boas e novas

Nada melhor que a dor...

Um remédio pode apenas maquiar o problema. E é o que fazemos muitas vezes quando sentimos dor...

01/08/2019 13:17h - Atualizado em 02/08/2019 09:53h

Comecei a escrever esse texto às três da manhã, dias atrás. Não, eu não tenho insônia. Na verdade acordei com muita dor no dente, uma dor insuportável... Tomei um remédio e fiquei esperando o alívio chegar. Enquanto isso, meditei sobre o quanto é ruim sentir dor (quando tudo está bem com a gente, não pensamos muito sobre isso) e comecei a orar por pessoas que sentem dores por diversas causas – um câncer, enxaqueca, problemas na coluna, enfermidades na alma...

Passaram-se uns 40 minutos, e a dor foi embora. Na verdade, deu uma trégua. O remedinho era apenas um paliativo. A solução para o problema foi um canal. Eu nunca tinha me submetido a esse procedimento, e espero que tenha sido a primeira e última vez na minha vida, mas foi necessário e restaurador passar por ele.

O remédio estava apenas maquiando o problema. E é o que fazemos muitas vezes quando sentimos dor. Tentamos embrulhá-la dentro de um papel qualquer, amassamos e escondemos em algum canto secreto do nosso coração. Porque a dor é desagradável, não nos deixa dormir... Então é melhor tomar um remedinho, postar um #tbt de um lindo dia com um belo sorriso, e fingir que tudo vai bem.

O efeito, porém, é provisório, e somente a cirurgia pode solucionar o problema. Cristo é o cirurgião. Ele é especialista em encontrar a causa da dor. Ele sonda corações e conhece os pensamentos mais ocultos. Para nos curar, Ele mesmo sentiu muitas dores:

Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.
Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados
”. (Isaías 53:3-5)

Concluo esse post dizendo que a dor pode ser uma grande amiga, porque ela nos faz perceber o quanto somos pequenos e falhos, e o quanto os paliativos que usamos são incapazes de nos curar completamente. Somente o Senhor Jesus pode nos dar o alívio para nossos corpos, mente e alma.  

Cuide da sua saúde. Cuide da sua alma!

“O sofrimento é o megafone de Deus para um mundo ensurdecido”. (C.S. Lewis). 

Edição: Pollyana Rocha

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas