• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Da Arquibancada

01 de outubro de 2019

As mulheres na arbitragem do Piauí: Elas são apenas 7% do quadro da FFP

As mulheres na arbitragem do Piauí: Elas são apenas 7% do quadro da FFP

Izaura Sousa, Isadora Eris e Maura Cunha atualmente são as únicas mulheres no quadro de arbitragem do estado

Elas são apenas 7% do quadro de arbitragem da FFP (FOTO: Jailson Soares) 

Arbitragem no Brasil é um assunto que por si só rende muitas discussões, mas atualmente alguns números do quadro de arbitragem do país chama atenção. A quantidade de mulheres trabalhando, seja como arbitras central ou assistentes é muito inferior ao de homens. Em estados como o de São Paulo o quadro tem 400 profissionais, mas apenas 14 mulheres. Quando fazemos o recorte para o Piauí os números também são desanimadores: São 40 árbitros no quadro da FFP (Federação de Futebol do Piauí) e somente três mulheres.


Tá na Rede também destacou a arbitragem feminina 

O Piauí nunca formou uma arbitra central, apenas arbitras assistentes. Atualmente, Izaura Sousa, Isadora Eris e Maura Cunha são as únicas mulheres do estado que se desafiam a estar em um ambiente tão masculino e que não falta no currículo delas são historias sobre a profissão ‘hobby’.

“As pessoas acham que essa é nossa profissão e que necessitamos estar ali ouvindo tudo aquilo. Eu entrei na arbitragem pelo fato de gostar de esportes, de ser uma praticante de atividade física assídua quando era mais nova, porém para as mulheres é tudo bem mais complicado, desde o teste físico até mesmo ser escalada para os torneios”, relata Maura.

Isadora Eris e Izaura Sousa são duas das três arbitras que fazem parte do quadro FFP (FOTO: Jailson Soares)

Esse ano a arbitra paranaense, Edina Alves, quebrou um hiato de quase 15 anos, após ser escalada para apitar no dia 27 de maio o jogo entre CSA e Goiás pela Série A do Brasileiro. Antes dela, a primeira mulher a apitar jogos da elite do campeonato brasileiro masculino, clássicos e competições internacionais, como a sul-americana foi Silvia Regina.

Paranense Edina Alves (FOTO: CBF)

Izaura tem uma historia com a arbitragem que passa diretamente por sua família. Nos últimos 10 anos ela chegou a estar em campo pelo Brasileiro Série B, Brasileiro de Futebol Feminino A1 e no próprio Piauiense 1ª divisão. Nesse caminho, se tornou mãe e isso dificultou mais as coisas aos olhos dela.

“A gente chega um momento que precisa decidir. Eu estava em minha melhor fase quando engravidei, porém não me arrependo. A arbitragem é um caminho duro e para nós mulheres ainda mais. Às vezes os próprios colegas se incomodam com seu crescimento, a necessidade de se blindar nos jogos para tentar ignorar as ofensas vindas das arquibancadas. Eu por inúmeras vezes passei em testes físicos e vi colegas homens não passar e mesmo assim ficava semanas, meses, sem ser escalada para jogos. Eu não via explicação e por isso decidi priorizar minha família”, conta Izaura.

Izaura é o nome mais experiente e chega a ser vista como inspiração para as meninas que estão ingressando agora neste ambiente, caso, por exemplo, da garota Isadora. Ela entrou no quadro de arbitragem da FFP há dois anos. “A Izaura é uma referencia para todas nós, pois ela já esteve em grandes jogos. Eu estou encontrando um cenário um pouco diferente do que ela encontrou, e por ter entrado por ter tios árbitros eu sinto que todos me apoiam e incentivam”, explica Isadora.  

No mês de novembro acontece curso de arbitragem com o objetivo e ampliar o quadro do estado e se vive expectativa de novas mulheres ingressarem. “Não só na arbitragem, mas em tudo na vida é preciso ter coragem para superar as dificuldades. Se você quer, tem esse sonho se esforce e as coisas vão acontecer”, disse Izaura.

A mensagem que cada uma delas deixa é de incentivo. De que é possível exercer a profissão de arbitra; mesmo que a aceitação não seja maior do que anos atrás.

30 de setembro de 2019

Copa do Nordeste Sub20 inicia dia 19 de outubro; River representa o estado

Copa do Nordeste Sub20 inicia dia 19 de outubro; River representa o estado

A competição terá 16 equipes brigando pelo título divida em quatro grupos com quatro equipes.

A Copa do Nordeste Sub20 tem data para iniciar. Dia 19 de outubro a competição de base que irá reunir as principais forças da região nordeste terá seu ponta pé inicial, e no estado do Piauí o único representante é a equipe do River. O formato de disputa: 4 grupos de 4 times. Primeira fase com jogos de ida e volta. Semifinal e final em sede única à ser definida. Datas confirmadas da primeira fase: 19/10, 26/10, 02/11, 09/11, 16/11 e 23/11.

River Sub20 se reapresenta nesta terça (1ª) (FOTO: Victor Costa/River AC)

A equipe Sub20 do Galo Carijó passou bastante tempo treinando sem data para as competições e por conta disso deu uma breve pausa nas atividades, mas a reapresentação acontece nesta terça-feira (1ª), ás 15h30min, no CT Afrânio Nunes. O técnico José Roberto, apresentando há alguns meses agora retoma o trabalho ciente de adversários e que irá engatar a disputa da Copa do Nordeste a Copa São Paulo de Futebol Júnior 2020. 

A competição tem 14 equipes confirmadas: Bahia, CSA (AL), América (RN), Confiança (SE), Porto (PE), Horizonte (CE), CSP (PB), Marília (MA), Sport (PE), Vitória (BA), Ceará, CBR (AL), Santa Cruz (PE) e River. As duas últimas vagas serão definidas em fase preliminar no dia 12 de outubro em confrontos entre: Fortaleza, Sampaio Corrêa, ABC (RN) e Botafogo (PB).

River foi vice-campeão Sub19 (FOTO: Victor Costa/RiverAC)

O Nordestão Sub20 se apresenta em novo formato. Em 2017, em outro formato, até mais curto do torneio o Galo chegou até as semifinais da competição nordestina. A estreia da competição acontece no dia 19 de outubro o adversário ainda será definido, pois os sorteios dos grupos ainda não tem data para acontecer. 

27 de setembro de 2019

River conhece adversários da Copa do Nordeste 2020

River conhece adversários da Copa do Nordeste 2020

O River está no Grupo 1 e vai enfrentar: Imperatriz (MA), Vitória (BA), Ceará, Santa Cruz (PE), Náutico (PE), CSA (AL), América (RN) e Confiança (SE).

Na noite de ontem (26) aconteceu o sorteio dos grupos da Copa do Nordeste 2020, em Aracaju, Sergipe. A competição terá 16 equipes brigando pelo titulo e assim como este ano tem um formato diferente, são oito times equipes em cada chave na primeira fase, em que terá confrontos com os times opostos. O River será o único representante do estado do Piauí e está no Grupo 1 e vai enfrentar: Imperatriz (MA), Vitória (BA), Ceará, Santa Cruz (PE), Náutico (PE), CSA (AL), América (RN) e Confiança (SE).

Grupo do River no Nordestão (FOTO: Ascom;/ River)

O River volta à competição depois de dois anos. Em 2017, o formato era outro, mas o Galo Carijó conseguiu um feito inédito que foi avançar até a segunda fase. Neste novo formato quatro equipes de cada chave avançam. O outro representante seria o Altos, eliminado na Pré-Copa pelo CSA, de Alagoas.

De acordo com o regulamento da Copa do Nordeste os quatro melhores de cada grupo avançam para as semifinais e fazem jogo único. Apenas a decisão da Copa do Nordeste terá dois confrontos. O atual campeão da ‘Lampions League’ é o Fortaleza, que venceu o Botafogo (PB) na final. O campeão da competição ganha vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Taça Copa do Nordeste (FOTO: Luis Figueiredo/CBF)

No grupo 1: River, Sport (PE), Bahia, Fortaleza (CE), CRB (AL), Botafogo (PB), ABC (RN) e Frei Paulistano.

No Grupo 2: Imperatriz (MA), Vitória (BA), Ceará, Santa Cruz (PE), Náutico (PE), CSA (AL), América (RN) e Confiança (SE). 

26 de setembro de 2019

Pista de Atletismo está fechada para uso de atletas: UFPI pede contra partida

Pista de Atletismo está fechada para uso de atletas: UFPI pede contra partida

Nas últimas semanas os alunos/atletas que faziam uso da Pista de Atletismo da UFPI se surpreenderam com a decisão da universidade de restringir o uso do espaço

Nas últimas semanas os alunos/atletas que faziam uso da Pista de Atletismo da UFPI se surpreenderam com a decisão da universidade de restringir o uso do espaço. Vivendo um momento de contingenciamento dos recursos a universidade explica que será necessário uma contra partida das equipes. Do outro lado, os desportistas afirmam que não tem condições de pagar para usar o local para aplicar treinos.


Detalhes do assunto no Tá na Rede 

“A Universidade não tinha a menor ideia de quem estava fazendo uso da pista, então por uma questão de regularização do espaço a medida foi tomada. Precisamos saber se as pessoas estão usando para beneficio próprio, arrecadação própria como assessorias ou treinar alunos e como todos sabem as universidades de todo Brasil passam por um momento delicado e manter uma pista daquele porte tem muitos custos”, explicou o membro da Pró-reitoria de Extensão e Cultura Sérgio Galan.

No momento, a pista está sendo usada exclusivamente por alunos que se inscreveram para curso com o técnico vindo de São Paulo.

A tendência é que a partir de agora equipes ou alunos para fazer uso da pista de atletismo precisem dar uma contra partida para a Universidade através de convênios ou prestação de serviços. “A energia para ligar as luzes daquela pista todos os dias é alta, limpeza do espaço, dos banheiros tudo isso são custos que até o momento a universidade nunca cobrou, mas agora não tem mais como arcar sozinha, mas até agora ninguém entrou em contato conosco”, acrescentou.

Pista de atletismo UFPI (FOTO: Jailson Soares)

O atletismo é uma das modalidades que logo de cara se viu fortemente lesada pela decisão. O técnico da equipe CT Piauí, Antônio Nilson, conta que a situação prejudica a situação dos atletas do estado, e que baseado nas exigências feitas pela universidade o espaço pode ficar subutilizado.

“As equipes do Piauí não arrecadam. Seria praticamente impossível pagar valores pedidos. No momento eu peguei meus alunos e readaptei os espaços, tem atleta meu que está treinando em Timon, na avenida, pois adequei o treino de velocidade até definir como vai ficar com isso e caso nada seja resolvido vamos buscar outros locais. A pista pelo visto pode ficar para uso exclusivo de competições, o que é pouco”, conta Nilson.

24 de setembro de 2019

Em boa fase, Eduardo descarta aposentar em 2020: “Não dá para parar”

Em boa fase, Eduardo descarta aposentar em 2020: “Não dá para parar”

O atacante tem 18 gols marcados na temporada 2019. O time que irá vestir a camisa está em aberto, mas deu certeza que estará em campo próximo ano.

Na temporada 2019, são 18 gols marcados até aqui. Desde o ano de 2017 que o atacante Eduardo, referência nos times que passa fala em ‘pendurar as chuteiras’, mas ainda em 2019 o jogador encerrou o mistério em torno do próximo ano e já afirmou que estará em campo. Eduardo foi o artilheiro do Campeonato Piauiense com oito gols. Vestindo a camisa do Treze (PB) pela Série C também é dono da artilheiria com os mesmos oito gols e agora vestindo a camisa do Timon, na Série B do Piauiense, são dois gols marcados.

Eduardo tem 18 gols marcados (FOTO: Jailson Soares)

“Depois desse ano aí está meio complicado parar agora, enquanto eu estiver jogando nesse nível vou me manter em campo, não dá para parar agora, vou jogar no próximo com certeza. Onde vou jogar ainda não sei, mas com o ano que estou fazendo surgiram algumas propostas”, disse Eduardo.

Aos 39 anos, a ‘conversa’ em torno de aposentadoria sempre foi algo dito pelo próprio jogador, mas o ano de 2019 está sendo grato e por isso um novo adiamento da aposentaria foi confirmado pelo atacante. Com os números que tem, Eduardo pode estar ao final da temporada até entre os artilheiros do país. “Aqui é tiro rápido. Campeonato Brasileiro tem jogo até novembro, mas quem sabe, né?”, frisa Eduardo.

Eduardo descartou aposentadoria (FOTO: Jailson Soares)

Eduardo recebeu propostas de alguns clubes de fora do estado. Por aqui, a expectativa do torcedor é que vista a camisa do River em 2020, mas apesar de ter renovado contrato de muitos jogadores desse ano, Eduardo ainda não renovou com o Galo.

A intenção é encerrar a carreira nos gramados em grande estilo. Com títulos e quem sabe até uma artilharia. Esse ano Eduardo foi peça fundamental no título de campeão Piauiense do River. No Treze, protagonista na campanha contra o rebaixamento e espera ajudar o Timon a conquistar o acesso até a Série A do Estadual.

“Talvez tentar um ano melhor (2020) no sentido de resultado coletivo, individual eu acho que foi um ano bom para mim, não posso me queixar, pois no Treze (Paraíba) mesmo estando na luta contra o rebaixamento fui e continuo sendo artilheiro da Série C e espero lutar pela artilharia na Série B do Piauiense”, frisa Eduardo.

A próxima oportunidade de Eduardo de balançar as redes será no dia 5 de outubro contra o Comercial-PI. O jogo é válido pela 4ª rodada do Piauiense Série B. 

ResponderEncaminhar

23 de setembro de 2019

‘O cara da Série B’: atacante Rhuann vê bom momento como oportunidade

‘O cara da Série B’: atacante Rhuann vê bom momento como oportunidade

Vestindo a camisa do Oeirense o atacante Rhuann tem quatro gols marcados em três jogos.


Tá na Rede teve um resumo da Série B do Piauiense 

O Campeonato Piauiense Série B tem como artilheiro o atacante Rhuann, com quatro gols marcados em três jogos. O atleta defende a equipe que surgiu para disputar a competição – Oeirense, mas é um nome conhecido daqueles que acompanham o futebol no Piauí. No jogo do último sábado (21) Rhuann mais uma vez foi protagonista e marcou duas vezes.

Rhuann marcou duas vezes na partida (FOTO: Jailson Soares)

O Oeirense saiu de campo na primeira etapa com uma derrota parcial por 2 a 0. No segundo tempo o time mudou de postura, as bolas chegaram ao ataque e Rhuann fez sua parte conseguindo ajudar a equipe. “Tudo é fruto do trabalho, a gente vem trabalhando forte, viemos do River com uma pré-temporada muito qualificada e graças a Deus pude me firmar na equipe e ajudar o professor Cícero”, conta o atacante.

Com o empate fora de casa diante o Timon, o Oeirense chegou aos cinco pontos e é o novo líder do Estadual. Em três jogos, são duas vitorias e um empate sem gols. Nos outros dois jogos Rhuann balançou as redes duas vezes cada e agora não nega a ambição de se manter artilheiro da competição.

Rhuann tem quatro gols na competição (FOTO: Jailson Soares)

“Eu quero ser o cara da Série B e dá Série A também, pois é muito importante estar marcando gols e sendo visto principalmente para a gente que é atacante. Continuar trabalhando para conquistar esse acesso e esse titulo para o time, pois esse é o maior objetivo, e o resto espero colher com esse trabalho”, acrescentou Rhuann.

O próximo jogo do Oeirense na Série B será contra o Cori-Sabbá, em Floriano, na próxima sexta-feira (27), às 20h, no Tibério Nunes. 

20 de setembro de 2019

Maria da Paz fala sobre nova fase na carreira: Mãe, atleta e estudante

Maria da Paz fala sobre nova fase na carreira: Mãe, atleta e estudante

A piauiense garantiu prata no Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) no lançamento de dardo.

A piauiense Maria da Paz está de volta ao atletismo e as competições. No último final de semana disputou os Jogos Universitários Brasileiros (JUBS), em Fortaleza e voltou com medalha de prata no lançamento de dardo (36m). O ano é de retorno às competições e Maria da Paz conseguiu resultados expressivos, agora ela fala em se organizar visando à temporada 2020.

Maria da Paz atleta (FOTO: Jailson Soares)

“Esse segundo lugar foi uma marca boa, importante, pois estamos falando de uma competição de nível brasileiro. Não foi minha melhor marca, pois inclusive naquela pista já tinha lançado 42 metros, mas foi um bom resultado”, conta Maria da Paz.

Aos 22 anos, Maria da Paz vive uma readaptação dentro do esporte. Agora, mãe, estudante e atleta conciliar tudo isso vem sendo uma dura missão, mas estar ao lado de Maria Heloísa motiva a atleta. “Não está sendo fácil. Eu tenho minha filha e faço tudo tentando me dedicar ao máximo a ela e eu estou conseguindo fazer isso com mais facilidade porque estou trazendo ela comigo, quando viajo levo minha irmã e minha filha”, diz a atleta.

Maria da Paz retornou ao Piauí em 2018. A piauiense estava morando em Fortaleza desde 2016, estudando e representando a UNIFOR. Infelizmente, no primeiro ano como atleta da Universidade acabou se lesionado, e o problema no pé ainda hoje persegue a lançadora.

Maria da Paz atleta (FOTO: Jailson Soares)

“Eu tenho até trauma dessa pista, pois eu me lesionei nela. Nessa competição em Fortaleza eu lancei duas vezes antes de começar realmente a prova, ambas de forma cautelosa, mas na terceira vez eu fui lançar e peguei uma queda. Quando eu soube que a prova seria lá até comecei até a me preparar psicologicamente, pois tenho muito trauma da pista de lá. Além disso, eu também não estava com o material adequado e tudo isso prejudicou um pouco”, explicou Maria da Paz.

Em 2019, Maria da Paz conquistou prata no Norte Nordeste de Atletismo Adulto e agora uma nova medalha de prata no JUBs. Sem competições até o final do ano a atleta começa a se preocupar com a temporada 2020 em que pretende estar competindo em auto nível e disputar o Troféu Brasil principal competição de atletismo do país. 

Elenco, Copa do Nordeste e base: Montagem do River 2020

Elenco, Copa do Nordeste e base: Montagem do River 2020

A diretoria está com 90% do plantel formado. O técnico pode ser anunciado ainda neste mês de setembro.

O momento é de expectativa para os torcedores do Galo Carijó. Aos poucos, a equipe do River começa a se movimentar visando à montagem do elenco para temporada 2020, em que o time terá Copa do Brasil, Copa do Nordeste, Série D do Brasileiro e o Campeonato Piauiense no calendário. Entre os nomes que estão participando diretamente dessa formação está o Gerente o Futebol, Mazinho Patrão. O objetivo da diretoria é anunciar os primeiros nomes ainda no mês de setembro.


Entrevista de Mazinho Patrão a ODIA TV - Tá Na Rede 

“Ainda falta muito tempo para iniciar esse calendário de 2020 e nesse meio tempo muita coisa pode acontecer, por isso estamos trabalhando, mas buscando manter o mínimo de sigilo quanto aos nomes. O que posso adiantar é que tem muita coisa acontecendo, muita situação adiantada, mas precisamos de mais tempo para começar a divulgar nomes e assim atender as necessidades dos torcedores que estão ávidos por noticias”, disse Mazinho.

O River renovou com boa parte do elenco que disputou competições nessa temporada. Algo visto de forma positiva pelo gerente, pois existe uma ‘espinha dorsal’ no elenco. O time renovou com nomes importantes como o goleiro Mondragon, atacante Roney, que está servindo o Sampaio (MA) e recentemente conquistou acesso até a Série B, zagueiro Anderson Alagoano e os laterais  Biro Biro e Carlos Henrique. O atacante e artilheiro do piauiense Eduardo está nos planos do clube, mas ainda não teve seu contrato renovado. 

“A gente sabe que o atleta piauiense tem muita qualidade. Temos vários nomes aqui do Piauí que são conhecidos nacionalmente. Um fato que é foi citado e é importante é são as renovações de contratos que foram feitas, pois o River parte um pouco na frente tem praticamente um time montado e eles vão dar a espinha dorsal, a sustentação para o ano seguinte. A ideia é trazer outros jogadores que possam qualificar mais esse elenco”, explicou Mazinho.

Sobre técnicos o nome de Paulinho Kobayashi foi um dos bastantes especulados, mas o gerente afirma que muitos nomes estão à frente do nome do ex-treinador do Imperatriz. “Paulinho está valorizado no mercado, pois quase subiu o Imperatriz para a Série B. Nós estamos conversando com pelo menos três nomes, ele é um nome interessante, mas não está tão dentro da nossa realidade”, explicou Mazinho Patrão.

O River disputa em 2020 a Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Série D do Brasileiro. No dia 26 de setembro a equipe irá conhecer seus adversários na Copa do Nordeste, pois acontece o sorteio das chaves, em Aracaju, Sergipe.

18 de setembro de 2019

Júlia Beatriz marca primeiro gol camisa da Seleção Brasileira sub20

Júlia Beatriz marca primeiro gol camisa da Seleção Brasileira sub20

Em vitória sobre a Bolívia por 9 a 0, Júlia marcou o segundo gol da goleada. O Brasil disputa a Liga Sul-Americana Sub19.

A seleção brasileira sub20 está disputando a Liga Sul-Americana Sub19 e na terça-feira (17) entrou em campo e venceu sem dificuldades a seleção da Bolívia por 9 a 0, o segundo gol da goleada foi marcado pela piauiense Júlia Beatriz. O Brasil volta a campo na sexta-feira (20) quando enfrenta o Chile e no domingo (22) encara as donas da casa, Argentina.


"Estamos fazendo uma campanha incrível até agora. É manter essa pegada", disse Júlia Beatriz após a partida. 

Na rodada de estreia do Brasil goleou o Uruguai por 6 a 1. Agora, acumulou uma nova vitória elástica com o placar de 9 a 0, em dois jogos são 15 gols marcados. A competição de base é importantíssima e serve como teste para o Sul-Americano da modalidade, que acontece no próximo ano. Atuando como atacante, Júlia vem sendo titular em todas as partidas.

Júlia Beatriz com camisa da seleção sub20 (FOTO: CBF)

As categorias de base passaram quase um ano sem comissão técnica e por consequência sem atividade voltada as bases, no caso, sub17 e sub20 com novos técnicos passam por um momento de renovação. Na seleção sub20 o técnico Jonas Urias e a auxiliar técnica Jéssica de Lima realizam esse trabalho que prima por formar jogadoras e assim elevar o nível do futebol feminino no Brasil.

Júlia Beatriz, de 18 anos, atualmente veste a camisa do Iranduba, de Manaus e ao longo do ano de 2017 e 2018 vestiu a camisa da seleção brasileira sub17 e disputou torneios nacionais e internacionais. Agora, a jovem atleta vive a transição para categoria sub20. 

17 de setembro de 2019

Com dificuldade, Timon vence Cori-Sabbá pela Série B do Piauiense

Com dificuldade, Timon vence Cori-Sabbá pela Série B do Piauiense

O Timon venceu o Cori na noite de ontem (16), no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina.

A equipe do Timon venceu o Cori-Sabbá por 2 a 1, com gols marcados por Eduardo (de pênalti) e Leandro. O time de Floriano diminuiu com Anderson Kamar. Com o resultado, o Timon se recupera na tabela e soma os primeiros três pontos. O Cori está sem pontos somados na competição.


Timon vence Cori (FOTO: Elias Fontenele)

A noite de segunda feira (16) foi de futebol na capital. Pela Série B do Piauiense Timon x Cori-Sabbá mediram forças no estádio Lindolfo Monteiro. Antes de começar a partida uma ação da FFP junto ao Tribunal de Justiça marcou o pré jogo:  racismo não se tolera, racismo se combate. Ação contra o racismo nos estádios.

Jogando em “casa” o Timon começou a partida impondo seu ritmo e logo aos 11 minutos quase marca com Marlon, após passe na medida de Netinho, Jorge cruza e o camisa 7 finaliza, mas bola sobe demais. Aos 14 minutos, pênalti em Eduardo. O próprio camisa nove vai para bola e não desperdiça abrindo a contagem. 1 a 0 para o Timon. O Cori responde em tentativa aos 19 minutos, com Jader batendo falta perigosa.

Eduardo marcou de pênalti para o Timon (FOTO: Elias Fontenele)

Com 26 minutos, Eduardo quase amplia a vantagem do Timon, ele chega marcar, mas o juiz da posição irregular. Aos 35, o time de Floriano chega novamente. O atacante Kamar recebe bola, gira e bate, a bola toca à trave e sai. Aos 40, mas pressão do Cori, agora com Jader soltando a perna, uma bomba, mas Jailson defende.

Início de segundo tempo o Cori mexe na formação e cresce na partida. O time chega ao empate aos 20 minutos, com Luís Henrique, que tinha acabado de entrar em campo. O Cori cresce e pressiona bastante o Timon, que sente principalmente a parte física ao longo da segunda etapa. E vê o time cair de rendimento com as substituições do auxiliar Pericles não funcionar na partida.

Forte na bola aérea com Índio e Leandro. A bola parada era uma das principais oportunidades do Timon e aos 38 minutos o time volta à frente do placar com o zagueiro Leandro. Escanteio cobrado o jogador sobe mais alto que todo mundo e marca de cabeça. Fim de jogo 2 a 1 pro Timon, que chega ao terceiro lugar na tabela. O Cori ainda não pontuou, mas tem um jogo a menos que os outros times.

O próximo jogo do Timon é contra o Oeirense. No sábado (21), às 16h, no Lindolfo. O Cori vai até Campo Maior enfrentar o Comercial, no mesmo dia.

16 de setembro de 2019

"SEP entrou em campo buscando um ponto", diz técnico do Oeirense sobre empate

Oeirense e Picos ficaram no empate sem gols no último sábado (16), com isso os dois times tem quatro pontos somados e seguem na parte de cima da tabela.

Oeirense e Picos ficaram no empate sem gols no último sábado (14), em jogo válido pela 2ª rodada do Campeonato Piauiense Série B. O jogo aconteceu na cidade de Oeiras e o empate sem gols deixou os dois times  invictos na competição e com quatro pontos somados na tabela. O Picos folga na próxima rodada. O Oeirense entra em campo novamente no próximo sábado (21), às 16h, quando enfrenta o Timon, no Lindolfo Monteiro. A partida pode ter data e horário alterados.

Time Oeirense (FOTO: Thiago Reis)

Para o técnico do Oeirense, Cícero Monteiro, o adversário entrou em campo buscando o empate. “A SEP( Sociedade Esportiva de Picos) entrou em campo buscando um ponto, eles retardaram muito a partida. Nosso objetivo era somar os seis pontos em campo, mas como infelizmente não aconteceu nossa missão agora é vencer o Timon fora casa”, afirmou.

O time se representou as atividades na manhã dessa segunda-feira (16) com treino em dois períodos: academia e técnico tático. A única baixa para o próximo jogo será o volante João Paulo, que cumpre suspensão automática. O técnico Cicero Monteiro afirmou também está de olho nos adversários e no jogo entre Timon x Cori que completa a rodada.

“Teremos pessoas nossas observando a partida. O ideal é um empate entre eles, pois assim podemos enfrentar o Timon no final de semana com possibilidade de chegar aos sete pontos e assim garantir até uma classificação antecipada até as semifinais”, explicouu Cicero Monteiro.

O Picos, do treinador Adelmo Soares terá uma folga na tabela e tempo a mais de treinos até o terceiro jogo na competição, pois não entra em campo na terceira rodada. O próximo jogo do Zangão será no dia 28 de setembro, quando recebe o Comercial, de Campo Maior.

O jogo entre Timon e Oeirense pela 3ª rodada da Série B do Piauiense está marcado para o dia 21 de setembro, próximo sábado, mas pode ser alterado a pedidos da diretoria dos clubes. 

11 de setembro de 2019

06 de setembro de 2019

Promessa do skate no Piauí, Stailly busca apoio para competir em SP

Promessa do skate no Piauí, Stailly busca apoio para competir em SP

O garoto de 16 anos é um dos principais nomes da modalidade e no momento busca apoio para conseguir disputar o Skate Jam 2019, em Suzano-SP.

Um nome forte, para uma pessoa com personalidade forte, assim podemos definir o skatista piauiense – Stailly Wallaf. O garoto, de 16 anos, é uma das promessas do skate no estado, mas assim como a maioria dos atletas amadores sofre com a falta de apoio. O bicampeão piauiense busca recursos para disputar o campeonato Skate Jam 2019, em Suzano, São Paulo.


Stailly Wallaf atleta piauiense, de 16 anos, precisa de apoio para competir fora do estado (FOTO: Elias Fontenele)

“Eu sei que um atleta do meu nível deveria estar recebendo para poder fazer o que faço, competir representando o Piauí. Eu infelizmente, não tenho apoio do governo, nem da prefeitura e meus amigos e familiares que fazem vaquinha para poder me ajudar a competir”, disse Stailly.

Stailly se dedica ao skate há cinco anos. Ele começou na modalidade por influencia do irmão mais velho e hoje tem o esporte como uma paixão e principalmente como uma oportunidade de crescer.

“Eu não vejo toda essa dificuldade com mãos olhos, eu penso que se está difícil agora é porque algo bom vai acontecer lá na frente. Além disso, faço questão de levantar a bandeira do estado e ter minhas conquistas para que no futuro outros garotos não precisem passar pela dificuldade que estou passando”, frisou.

Stailly Wallaf skatista (FOTO: Elias Fontenele)

O garoto saiu poucas vezes do estado, e até por isso busca ampliar sua experiência fora do Piauí. “Todos hoje fazem parte da comunidade do skate no Piauí me ajudam, correm por mim. Essa competição em Suzano é exatamente uma experiência a mais e espero conseguir estar prestigiando”, acrescentou Stailly.

Stailly Wallaf precisa estar em São Paulo no dia 13 de setembro. O Campeonato Skate Jam acontece na cidade de Suzano, no dia 15. A família do Stailly não tem conta bancária. As contribuições podem ser feitas no quiosque da Umana Skateshop no parque Potycabana (com Thyago Costa)Ou na conta da diretora da Federação Piauiense (identificar/informar sobre depósito).

Carla Adriana Macedo da Mata

CPF 643.067.393-68

Caixa Econômica - 104
Agência 2004
Operação 013
Poupança 752.050-5

Banco do Brasil - 001
Agência 0044-2
Conta Corrente 919.634-X

Banco Inter - 077
Agência 0001
Conta 2863.187-0

04 de setembro de 2019

Campo Largo vence e se aproxima de vaga na Taça Clubes de Futsal

Campo Largo vence e se aproxima de vaga na Taça Clubes de Futsal

A equipe piauiense tem duas vitórias e uma derrota na competição. Um empate diante do Paysandu já classifica para semifinal.

A equipe do Campo Largo segue viva em busca de vaga nas semifinais da Taça Brasil de Clubes Sub20. A competição teve inicio no último domingo (1º), em Fortaleza, Ceará e o Campo Largo é o único representante do Piauí. Na tarde de ontem (4) a equipe venceu o São Francisco, da Bahia por 5 a 2 e agora um empate garante vaga na semi. O próximo compromisso será hoje (5), às 13h, contra o Paysandu, do Pará.

Campo Largo está disputando Taça Brasil de Clubes (FOTO:Reprodução)

“Estamos fazendo uma campanha histórica até agora e muito próxima de uma classificação até as semifinais e assim seguir brigando por esse acesso até a divisão principal no ano que vem”, disse Wélio Linhares.

O Campo Largo começou tropeçando, com uma derrota diante o Magnólia, do Maranhão por 4 a 3. Depois disso, o time se recuperou no torneio e venceu os donos da casa, Pague Menos por 5 a 2 e nesta quarta-feira (4) venceram o São Francisco, da Bahia pelo mesmo placar.

“Começamos a competição perdendo, mas fizemos uma campanha de recuperação e nosso time cresceu muito nesses dois jogos seguintes. Acredito que garantindo vaga na semifinal vamos chegar muito fortes”, afirmou o capitão do time Levi.

Equipe do Campo Largo (FOTO: Ascom Campo Largo)

É a primeira vez que a equipe do Campo Largo disputa a competição. O time é o atual tricampeão piauiense e investe na categoria sub20 à somente dois anos. O estado do Piauí teve representante na Taça Clubes de Futsal a última vez há cinco anos, quando o IFPI esteve no torneio.

Os jogos da Taça Brasil acontecem no ginásio Vozão, em Fortaleza. A final será no domingo, dia 7 de setembro. 

03 de setembro de 2019

Em nova fase, Júlia Beatriz é convocada para Seleção Brasileira sub20

Em nova fase, Júlia Beatriz é convocada para Seleção Brasileira sub20

A piauiense defende o Iranduba, de Manaus, irá defender a Seleção Brasileira Feminina Sub20.

A semana não poderia ter começado melhor para a piauiense Júlia Beatriz. A jogadora que atualmente defende a equipe do Iranduba, de Manaus, está entre as convocadas para treinamentos junto à Seleção Brasileira de Futebol Feminino Sub20. A piauiense terá oportunidade de trabalhar com o novo técnico Jonas Urias e participar do momento de renovação que vive as categorias de base e por consequência o futebol feminino no Brasil.

“Eu só tenho a agradecer por essa nova oportunidade de está na seleção, na Granja (Comary)”, disse Júlia Beatriz.

Essa é a primeira convocação de Júlia para a seleção sub20, mas no ano de 2017 e 2018 a jogadora serviu a seleção brasileira sub17 e chegou a disputar torneios internacionais.

O futebol feminino vive momento de mudanças, após a chegada da técnica sueca, Pia Sundhage, que assumiu a seleção principal a cerca de um mês. Junto à chegada dela vieram também mudanças nas categorias de base, no caso, Sub17 e Su20, que estavam quase um ano sem convocações e comissão técnica fixa. Isso porque Pia deixou claro que irá acompanhar de perto o desenvolvimento dessas atletas que a longo prazo irão servir a seleção principal.

A lista de convocação oficial deve sair nos próximos dias, mas a CBF já entrou em contato com os clubes das atletas selecionadas para esse primeiro treinamento pedindo liberação. 

30 de agosto de 2019

Oeirense: Corpo de Bombeiros libera estádio Gerson Campos ao público

Oeirense: Corpo de Bombeiros libera estádio Gerson Campos ao público

A equipe do Oeirense conseguiu liberação para receber público no estádio Gerson Campos, na cidade de Oeiras.

No começo da semana a equipe do Picos conseguiu o laudo do Corpo de Bombeiros e nesta sexta-feira (30) foi a vez do Oeirense garantir a presença do seu torcedor ao longo da disputa do Piauiense Série B. O laudo que estava pendente era do Corpo de Bombeiros, com a liberação o time poderá fazer sua estreia no estádio Gerson Campos, no dia 7 de setembro com a presença da torcida.

Treino Oeirense (FOTO: ASCOM OEIRENSE)

“Foi uma situação que tirou o sono de todos nos que estamos na diretoria do Oeirense durante as ultimas semanas, finalmente está tudo resolvido e agora podemos nos voltar apenas para o time e o jogo de estreia contra o Comercial”, disse Fabiano Alex, Diretor de Futebol do Oeirense.

Com isso, os dois estádios que serão utilizados na rodada de abertura da 2ª divisão do Estadual estão liberados para receber publico. A Federação de Futebol do Piauí (FFP) agora fica aguardando os laudos do Comercial (estádio Deusdeth de Melo), Cori-Sabbá (estádio Tibério Nunes). O Timon irá jogar no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, que está com todos os laudos em dias.

A primeira rodada da Série B acontece no dia 6 de setembro com jogo entre Picos x Timon, na cidade do Mel. No dia seguinte, 7 de setembro, acontece a partida entre Oeirense x Comercial. O Cori folga na primeira rodada.