• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Da Arquibancada

16 de janeiro de 2019

Dia de estreia: Altos enfrenta Moto Club-MA pela Copa do Nordeste

O Jacaré enfrenta o Moto (MA) hoje (16), às 20h30, no estádio Castelão, em São Luís. O jogo é válido pela 1ª rodada do Nordestão.

Altos estreia hoje (16) na Copa do Nordeste (FOTO: Elias Fontenele)

O grande dia chegou. A equipe do Altos entra em campo hoje (16), às 20h30min para a estreia na temporada e também na Copa do Nordeste 2019. O primeiro adversário é a equipe do Moto Club (MA), no estádio Castelão, em São Luís. O time piauiense embarcou praticamente sem baixas, o único desfalque será o zagueiro Leone, que cumpre suspensão da CBF. 

O Jacaré chegou a cidade na segunda-feira (14) e na manhã de ontem (15) realizou atividade no CT do Sampaio Corrêa, última antes da partida. O técnico do Altos, Leandro Campos, teve oportunidade de avaliar seu adversário antes por conta de dois amistosos realizados entre River x Moto e destacou muitas qualidades. O Moto Club é comandado por Wallace Lemos, ex- River e vice-campeão piauiense 2018. O Papão do Norte chega com moral para estreia, após vencer o River por 3x1 no último fim de semana. 

Manoel é uma das esperanças de gol do Altos (FOTO: Elias Fontenele)

“É uma equipe muito bem organizada taticamente e muito bem posicionada. É uma equipe que jogando contra o River mesmo fora de casa marcou em bloco alto e isso nos dá uma noção da forma como eles irão nos marcar”, explicou o treinador.

O Jacaré tem como time base : Goleiro Andrade, Ademir, Caíque e Ramon Baiano; Tiaguinho, Dos Santos, Humberto, Ancelmo Junior e Paraíba; Manoel e Luizão. Essa é a primeira partida oficial do Alviverde na temporada. Na fase de pré-temporada aconteceram dois testes contra equipes cearenses. O time enfrentou o Atlético Cearense e perdeu por 3x0 e ficou no empate sem gols diante o Horizonte.

O jogo entre Moto x Altos acontece hoje (16), às 20h30min, no estádio Castelão, em São Luís. No Nordestão, o Jacaré terá sua estreia diante a torcida no dia 27 de janeiro contra o ABC (RN), às 20h30min, por enquanto a partida será no Albertão, em Teresina, mas o objetivo é mandar os jogos no Lindolfo. No dia 20, o Altos estreia no Campeonato Piauiense quando enfrenta o 4 de Julho, às 17h, no Lindolfo.

15 de janeiro de 2019

River dispensa dois jogadores e anuncia Gerente de Futebol Daniel Menezes

O meia Lucas Crispim e o atacante Igor não fazem mais parte do elenco do Galo. A diretoria não descarta novas dispensas.

O River anunciou na tarde de ontem (15) o novo gerente de futebol. Daniel Menezes, estava na equipe do Moto Club (MA) ao longo da temporada 2018 e chega ao Galo com o objetivo de ajudar o time piauiense no acerto do elenco. A outra novidade, foi por conta do desligamento do meia Lucas Crispim e o atacante Igor.

“Eu já estava acompanhando o River, mas vou ver com a comissão técnica quais são as demandas para que possamos repor”, disse Daniel Menezes.

No Currículo, Daniel Menezes tem o título de atual campeão Maranhense, o que foi um dos principais destaques para que a diretoria do Galo Carijó se interesse pelo trabalho do Gerente de Futebol. Após a saída de Luciano Mancha, o time estava sem representante no cargo. Nós próximos dias o River deve anunciar também o Diretor de Futebol.

O River realizou dois amistosos como forma de se testar antes da estreia. No último sábado foi até São Luís enfrentar o Moto Club e voltou com um resultado negativo. A derrota por 3x1 ecoou dentro do elenco e a comissão decidiu fazer os primeiros desligamentos da temporada 2019 – saem Lucas Crispim e Igor. “Ao longo da semana podem ter mais novidades dentro do time quanto a essa situação de jogadores”, disse Genivaldo Campelo presidente.

A estreia no Campeonato Piauiense 2019 acontece neste domingo (20) quando o Galo visita o Parnahyba, às 17h, no estádio Pedro Alelaf, no Litoral

13 de janeiro de 2019

Canindé quer River aguerrido em estreia contra Tubarão; “sem essa tiriça”

“Por ser competição o pau vai troar e não podemos entrar com essa ‘tiriça’ que entramos hoje” disse Canindé após derrota em amistoso para o Moto.

Galo perdeu para o Moto por 3x1 em jogo amistoso (FOTO: Lucas Almeida)

Quem acompanhou o amistoso entre Moto Club (MA) e River no último sábado (12), no estádio Castelão, em São Luís, pode afirmar que assistiu três times em campo, ao invés de dois. Um River no primeiro tempo e outro no segundo. A equipe piauiense voltou para casa com a derrota por 3 a 1, com gols de Lucas Dias, Arcanjo e Evandro para o Moto. Eduardo diminuiu para o Galo. Esse foi o último teste antes da estreia no Campeonato Piauiense que acontece no dia 20 de janeiro, contra o Parnahyba, no Litoral.

“A gente não pode baixar a cabeça e devemos atentar para o que estar por vir. Sermos mais competitivos e em condições de disputar o primeiro lugar e levar a equipe do River até títulos que é o que nós queremos”, declarou o técnico Canindé.

O Galo Carijó fez um primeiro tempo apagado e se viu muito pressionado ao longo dos 45 minutos. Após o intervalo, o técnico do River, Oliveira Canindé, mexeu na formação e podemos dizer que voltou para o velho ‘feijão com arroz’, mas não foi o suficiente para virar ou mesmo empatar o jogo. No primeiro, muitos jogadores do Galo não estavam em suas funções de origem e isso nitidamente comprometeu o rendimento da equipe que se via perdida em campo e tomou gols bobos.

River estreia próximo sábado (20) (FOTO: Lucas Almeida)

“Infelizmente, nós tínhamos trabalhado muitas bolas paradas para não sermos surpreendidos, pois nós sabíamos que seriamos forçados nesse tipo de situação, pois aconteceu lá (em Teresina) e infelizmente tomamos gol em bola parada e tivemos muita dificuldade, parecia até que estávamos carregando um contêiner. Dificuldade defensiva, de mobilidade, de passe e no segundo tempo busquei uma alternativa de jogo, com mais velocidade e chegada forte à frente”, narra Canindé.

No segundo tempo, Canindé trocou quatro peças. Eduardo entrou no lugar de Rhuann, Sharli entrou no lugar Carlos Henrique. Saiu Lucas Crispim para entrada de Erivelton e Victor Hugo assumiu a lateral-esquerda para saída de Juliano.

E as mudanças surtiram efeito logo de imediato. Eduardo marcou no começo do segundo tempo, aos nove, porém a reação do River sofreu um balde de agua fria minutos depois, quando Evandro acertou um chute no contra pé do goleiro Mondragon e ampliou o placar para 3x1.

Canindé não nega que muito precisa ser corrigido, mas acredita que seu grupo terá outra postura na partida de estreia. “Eu acredito que o que estar por vir é diferente do que aconteceu até agora. Eu espero que por ser competição, valendo três pontos o pau vai troar e não podemos entrar com essa tiriça que entramos hoje, pois mesmo que repita a equipe que iniciou não pode ser como foi”, acrescentou o treinador.

O jogo entre Parnahyba e River acontece no próximo sábado (20), às 17h, no estádio Pedro Alelaf, em Parnaíba. Valido pela 1ª rodada do Piauiense.

  

10 de janeiro de 2019

Após derrota em amistoso, técnico do 4 de Julho fala em ajustes e reforços

A equipe Colorada mediu forças com o Parnahyba na noite de ontem (9) e saiu de campo com uma derrota dentro de casa por 1x0.

A equipe do 4 de Julho recebeu o Parnahyba na noite de ontem (9), na Arena Ythacoatiara, em Piripiri. O jogo amistoso, foi o primeiro teste das duas equipes e o Tubarão saiu de campo com a vitória por 1x0, gol marcado por Vitinho aos oito minutos do segundo tempo.  O jogo precisou atrasar 30 minutos por conta das fortes chuvas na região de Piripiri. As duas equipes medem forças novamente no domingo (13), às 16h, no estádio Mão Santa, em Parnaíba.

De acordo com o técnico do 4 de Julho sua equipe suportou bem e o teste foi valido, apesar do resultado negativo. “O time teve uma boa movimentação e deu para perceber que os atletas estão entendendo o nosso estilo de trabalho. O resultado negativo foi o único problema, mas acredito que deve ser o de menos, pois foi um placar magro. Agora, é utilizar esses próximos dois dias para correções”, frisou Paolo Rossi.

O time Colorado não contou com o zagueiro Leandro, que está sendo poupado pelo técnico por conta de dores musculares. O treinador disse que novos nomes devem ser apresentados no elenco nos próximos dias.

“Existe a necessidade de reforços. Dois setores em especifico e eu acredito que até a próxima segunda esses jogadores estarão em Piripiri. Sobre o Leandro nós decidimos poupar para que o atleta seja utilizado somente na estreia contra o Altos”, explicou o treinador.

A equipe do 4 de Julho e Parnahyba medem forças novamente no domingo (13), às 16h, em Parnaíba. A estreia no Campeonato Piauiense será no dia 20 de janeiro. O Parnahyba recebe o River e o 4 de Julho visita o Altos, no Felipão. 

09 de janeiro de 2019

Altos contrata zagueiro Renato dos Santos, ex-Mogi Mirim

O defensor já se apresentou as atividades no Jacaré e chega para suprir a baixa de Leone e o desligamento de Walter.


Um zagueiro e

xperiente e com rodagem em grandes clubes do país. Esse é Renato dos Santos, 31 anos, que recentemente defendeu o Democratas, clube de Minas Gerais. Antes disso, o defensor passou pelo Mogi Mirim, Bragantino e América, de Minas e mais jovem em clubes como Flamengo e Corinthians. O atleta chegou ao Jacaré nesta quarta-feira (9) e já participa das primeiras atividades.

Renato dos Santos é natural de São Bernardo do Campo, em São Paulo e começou sua carreira no futebol profissional no Corinthians, em 2006. O defensor também tem experiencia no futebol do exterior, pois vestiu a camisa do Boa Vista e do Penafiel, de Portugal.

O atleta chega para preencher a lacuna que existe no setor, pois o zagueiro Leone não poderá estar em campo nas três primeiras rodadas de competições disputadas pela CBF, pois cumpre suspensão. Além disso, o zagueiro Walter, 22 anos, por falta de espaço no elenco principal decidiu aceitar uma proposta do futebol pernambucano e se desligou do Altos.

Com a chegada de Renato dos Santos, o setor tem Ramon Baiano e Caíque, atualmente apontados como titulares da defesa do técnico Leandro Campos e Leone. Amanhã (10) o Jacaré realiza treino em Teresina, no estádio Albertão.

Com a saída de Walter, esse é o terceiro desligamento do Jacaré ainda em fase de pré-temporada. Antes do defensor, o atacante Américo aceitou uma proposta do futebol goiano. Carlos Magno, meia, foi desligado pela comissão. Até a estreia na temporada, no dia 16 de janeiro contra o Moto Club (MA), em São Luís, mas um zagueiro deve ser contratado. 

08 de janeiro de 2019

Presidente do Altos descarta chance de jogar no Albertão; “Sem condições"

A equipe é uma das mais interessadas na liberação do Lindolfo Monteiro, pois quer jogar a Copa do Nordeste no estádio. O primeiro jogo será no dia 27 de janeiro.

Altos não quer jogar no Albertão (FOTO: Jailson Soares)

A equipe do Altos atualmente é uma das mais interessadas na liberação do Estádio Lindolfo Monteiro, o motivo? Copa do Nordeste e Copa do Brasil. O Jacaré não pode mandar os jogos da competição nordestina em casa, no estádio Felipão e por isso precisa jogar na capital e o Lindolfinho é a casa preferida do presidente Warton Lacerda. A estreia do Altos na competição é dia 16 de janeiro diante o Moto Club, em São Luís. Em casa, somente no dia 27 de janeiro diante ABC, de Natal.

Além da Copa do Nordeste, o time também tem a Copa do Brasil pela frente. Na primeira fase, o Jacaré encara o Santos (SP) a data e o horário do jogo ainda não foram divulgados, mas deve acontecer dia 6 ou 13 de fevereiro. O presidente do clube piauiense, Warton Lacerda, afirma não ver o Gigante da Redenção como um bom palco. “O Albertão não tem condições físicas, hidráulicas ou mesmo elétricas de receber jogos. Se for para receber o Santos nessas condições eu prefiro jogar em Altos, a não ser que seja tirada essa vontade de mim na marra, Albertão não vejo com bons olhos”, frisa.

Para receber o jogo em casa a preocupação da diretoria do Altos e da Federação de Futebol do Piauí é conseguir o laudo do Corpo de Bombeiros e assim cumprir as normas estabelecidas pela CBF. “Estamos colocando barreiras antipânico, portão de saídas. Já existe um projeto aprovado pelo corpo de bombeiros e estamos fazendo apenas as adequações necessárias”, disse.

Felipão passa por adequações (FOTO: Elias Fontenele)

O Jacaré vai para sua terceira participação na Copa do Brasil. Em 2017, eliminou o CRB (AL) jogando no Lindolfo Monteiro e logo em seguida foi derrotado nos pênaltis pelo Criciúma. No ano passado, o time eliminou o Atlético (GO), no Felipão, e perdeu na 2ª fase para o Bragantino (1x0).

A Copa do Brasil atualmente é uma das principais competições nacionais e atrai pelo público, por ser vitrine, e principalmente pela parte financeira oferendo boas quantias aos clubes que avançam de fase.

Altos no Lindolfo

Sobre a Copa do Nordeste o objetivo do Altos é jogar no Lindolfo Monteiro. O time não tem a opção de mandar seus jogos no Estádio Felipão, na cidade de Altos, pois competição exige que o palco da partida tenha capacidade mínima de 5 mil torcedores. Porém o estádio administrado pela prefeitura segue em reformas e no momento recebe as duas saídas de pânico obrigatórias para que o laudo do corpo de bombeiros seja liberado. A preocupação é com o tempo, pois o local da partida deve ser comunicado e vistoriado pela CBF com 10 dias de antecedência da partida.

“Estamos acompanhando de perto a questão dos laudos, as últimas exigências foram simples e acredito que vai estar liberado para nosso jogo contra o ABC”, destacou Warton Lacerda. A estreia do Altos na Copa do Nordeste será no dia 16 de janeiro contra o Moto Club, em São Luís. Em casa, o time recebe o ABC (RN) no dia 27 de janeiro pela 2ª rodada da competição. 

06 de janeiro de 2019

Em primeiro amistoso, River fica no empate sem gols diante o Moto Club-MA

A partida aconteceu neste domingo (6) no Albertão e terminou em 0x0. Os times se enfrentam novamente no próximo sabado (12).

River x Moto ficam no empate sem gols (FOTO: Assis Fernandes)

 A primeira atuação do River diante o seu torcedor em 2019 não foi das melhores. Em jogo amistoso, o Galo mediu forças contra o Moto Club-MA, que irá disputar o Maranhense e Copa do Nordeste. A partida ficou no empate sem gols. O jogo foi morno e com poucas oportunidades para ambos os lados, mas com melhores chances para o time maranhense. Os dois times voltam a se enfrentar em jogo amistoso no próximo sábado (12), em São Luís.

A partida precisou ser antecipada em uma hora por conta da falta de energia elétrica no estádio Albertão. No primeiro tempo quem teve as melhores oportunidades foi Moto Club, e o goleiro do Galo, Mondragon, foi crucial com boas defesas. Aos 12 minutos, Victor Hugo perde a bola e deixa Diego na frente do Camisa 1 Tricolor, ele bate e Mondragon defende. Aso 30, nova chance do Moto, com Diego Victor, cabeceia a bola bate na trave , tenta o rebote, mas a bola para nas mais do goleiro Riverino.

Sem poder contar com Biro Biro, lateral esquerdo titular do River, o técnico Oliveira Canindé colocou o jovem Victor Hugo em campo. O River também não contou com o atacante Eduardo e Sharli esteve entre os titulares.

Oliveira Canindé técnico River (FOTO: Assis Fernandes)

No segundo tempo, o Canindé começou a mexer e mudou praticamente toda formação. Segundo o técnico os atletas sentem a pré-temporada e isso dificultou as ações do jogo. “Estamos com resquícios da pré-temporada ainda e os atletas nitidamente sentiram a perna pesada e eu precisei mudar demais, mas até o próximo jogo, falando do amistoso acredito que haverá evolução”, disse.

O segundo amistoso entre River e Moto Club-MA acontece no sábado (12), em São Luís, com horário e local ainda a serem definidos. A estreia do River oficial na temporada 2019 está marcada para o dia 20 de janeiro quando o time enfrenta o Parnahyba, no Litoral. Jogo valido pela 1ª rodada do Campeonato Piauiense.

River x Moto (FOTO: Assis Fernandes)

04 de janeiro de 2019

Ex-jogador do Altos cobra dívida em redes; Diretoria confirma débito de 8 dias

"Devo oito dias de trabalho e baixa na carteira, mas por conta do patrocínio do governo que ainda não foi pago", disse Warton.

Gideão cobrou a divida nas redes sociais (FOTO: Elias Fontenele)

O goleiro Gideão escreveu belos capítulos com a camisa do Altos ao longo da temporada 2018, mas em 2019 a situação é bastante diferente. O jogador, usou suas redes sociais para cobrar o clube piauiense que segundo ele deve direitos trabalhistas. Gideão foi uma das principais peças da equipe no último ano, mas hoje não faz mais parte do elenco Alviverde. A diretoria confirmou o dívida com o atleta e afirmou que isso deve ser resolvido nos próximos dias. 

No texto, o Camisa 1 agradece aos torcedores e cobra o clube. “Gostaria de agradecer a todos os torcedores da Associação Atlética de Altos por ter me recebido muito bem, pois venho esclarecer minha situação com o clube, pois tenho dinheiro para receber, pois nenhum dos meus direitos foram pagos e faz seis meses que a diretoria vem pedindo dias para regularizar tudo, no entanto nada foi feito. Irei acionar a justiça!”, afirmou o goleiro.

O débito com o goleiro foi confirmado pelo presidente do clube Altoense, Warton Lacerda, que esclareceu está devendo oito dias de trabalho e os direitos trabalhistas do Camisa 1, mas não somente dele. O mandatário ainda explica que está aguardando a liberação do patrocínio do governo do estado, valor de R$ 300 mil reais para quitar o débito com os atletas que vestiram a camisa do clube em 2018.  

“Eu devo oito dias de salário e a baixa na carteira e não foi pago porque o governo do estado não pagou o patrocínio ainda vai pagar talvez no final desse mês ou no outro e quando pagar a gente resolve isso aí. Não faz sentido eu pagar apenas um jogador”, esclareceu Warton. 

O Altos está em plena atividade visando a temporada 2019. O time faz sua estreia no dia 16 de janeiro quando enfrenta o Moto Club (MA) pela Copa do Nordeste, em São Luís. 





Enquete

Você já foi vítima de assédio sexual no transporte coletivo no Piauí?

ver resultado