• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • Clínica Shirley Holanda
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Da Arquibancada

Altos em números: Como está a temporada do bicampeão Piauiense?

Em 15 jogos, o Jacaré tem uma média de 1.46 gols marcados no ano e dois gols sofridos por partida.

17/03/2019 22:15h - Atualizado em 18/03/2019 11:44h

R. Freitas é o artilheiro do time na temporada com seis gols (FOTO: Elias Fontelene/ODIA)

O Altos é o principal representante no estado do Piauí na temporada 2019, pois o time está/estava em todas as competições nacionais que o estado pode oferecer. O Jacaré é o atual bicampeão Piauiense e esse ano busca o tricampeonato e principalmente manter o bom calendário nacional, que depende do titulo. Mas em números, como está a temporada Alviverde?

No Campeonato Piauiense o time é o terceiro colocado, com 14 pontos somados em oito jogos. Ainda restam duas partidas até definir os quatro classificados para as semifinais. O próximo confronto pelo Estadual será contra o River, ás 20h, no Albertão. O jogo marca a tentativa de revanche do Alviverde, pois no primeiro encontro saíram de campo com uma derrota por 2x1, em casa. Na competição o time tem 58% de aproveitamento.

O Altos fez 15 jogos no ano. Oito pelo Campeonato Piauiense, seis pela Copa do Nordeste e um na Copa do Brasil. Em 15 jogos, o time soma quatro vitórias, quatro empates e sete derrotas.

O Jacaré marcou 23 vezes em 15 jogos (FOTO: Elias Fontenele)

Os números chamam mais atenção quando fazemos uma comparação entre defesa e ataque. O Jacaré tem 23 gols marcados na temporada em 15 jogos, uma média de 1.46 por partida, com destaque para Raphael Freitas, com seis gols e por consequência artilheiro do time na temporada e do Estadual.

A média de gols por partida seria até boa se não fosse o contra ponto defensivo, em que o time tem uma média de dois gols sofridos por jogo. Em 15 partidas, 30 gols sofridos. Nesses números vale destacar dois resultados em especifico que agravou essa média – o 7x1 diante o Santos (Copa do Brasil) e a derrota por 5x0 contra o Bahia (Copa do Nordeste/5ª rodada) nessas duas partidas foram 12 gols tomados, quase a metade do total.

O Jacaré começou a temporada sob o comando de Leandro Campos, técnico Gaúcho. Após a derrota para o River (2x1) houve a troca de comando e Maurílio Silva assumiu o elenco. Na Copa do Nordeste o time tem remotas chances de classificação, e após a nova derrota diante o Botafogo (PB) no sábado (16) a possibilidade ficou ainda mais distante. Restando duas rodadas o time piauiense tem Náutico (fora) e CSA (em casa) pelo Nordestão.

A equipe está em 3ª lugar no Piauiense (FOTO: Jailson Soares)

O Altos sempre foi conhecido pelo poder ofensivo, formações táticas com três atacantes e com nomes como: Genesis, Joelson e Manoel, que segue no elenco, mas lesionado, balançando as redes. Esse ano acontece o oposto. O elenco está enxuto e faltam peças do meio para frente. Na última semana a diretoria contratou o atacante Radsley, que se apresentou na quinta-feira (14) e jogou no sábado (16), e além dele, outros nomes devem chegar nós próximos dias, visando reta final de Copa do Nordeste e Brasileiro Série D, pois no Piauiense a fase de inscrição de atletas se encerrou faz um tempo.

10 jogadores marcaram na temporada (FOTO: Elias Fontenele)

Apesar de Raphael Freitas (seis gols) se destacar no ataque, o Altos 2019 têm gols distribuídos entre 10 jogadores do elenco: Luizão (dois), Netinho (dois), Humberto (dois), Éder Guerreiro (dois), Dos Santos (dois), Ramon Baiano (dois), Wesley (um) e Caíque (um), Thiaguinho (um) o gol que fecha os 23 do ano foi contra, de Renan, do Parnahyba.

Outro problema que cerca a equipe em 2019 é o departamento médico sempre movimentado. No momento, Ancelmo (anterior da coxa), Ademir (virilha), Jorginho (posterior da coxa), Raygol (estiramento na posterior da coxa) e Manoel, com lesão de menisco e necessidade de cirurgia estão no DM. Com isso, o técnico Maurílio tem dificuldades de formar o time titular ou mesmo poupar atletas devido à falta de opção em alguns setores. A dois meses todas as peças não estão a disposição para uma partida. 

O time volta a campo na quarta-feira (20) quando visita o River, às 20h, no estádio Albertão. No Nordestão, o compromisso será no sábado (23) contra o Náutico (PE), no estádio dos Aflitos, em Recife.

 

Maurílio Silva técnico (FOTO: Elias Fontelene)          

Por: Pâmella Maranhão - Jornal ODia

Deixe seu comentário