• COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI 2019 - 2020
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Da Arquibancada

Júlia Beatriz faz balanço do ano e fala em busca por vaga na Seleção

Em Teresina, Júlia fala sobre experiência no Iranduba (AM) e também na Seleção Brasileira Sub20, com treinador Jonas Urias.

06/12/2019 12:26h - Atualizado em 06/12/2019 12:48h

A piauiense Júlia Beatriz está de volta à terrinha, após a temporada vestindo camisa do Iranduba, do Amazonas. Em Teresina, ela reencontrou a família, amigos e aos poucos começa planejar sua temporada 2020. Júlia Beatriz ainda não sabe se retorna ao time amazonense, mas o objetivo, assim como nesta temporada é chegar até a seleção brasileira sub20 no próximo ano.

Júlia Beatriz ao lado de Nathy acompanham treino do Tiradentes (FOTO: Jailson Soares)

Esse ano Júlia foi convocada pelo técnico Jonas Urias, que atualmente comanda a seleção sub20 e tem como auxiliar técnica  a ex-jogadora Jéssica Lima. A garota foi convocada duas vezes, mas acabou sendo cortada da lista por conta de uma lesão no joelho em jogo pelo Campeonato Amazonense. “O ano que vem começa de agora, pois estou me preparando principalmente fisicamente para poder corresponder em campo e por consequência através do trabalho ser convocada novamente”, conta Júlia.

Júlia Beatriz em título com a Seleção (FOTO: Arquivo Pessoal)

O futebol feminino tem o ano de 2019 como um divisor de águas. A Copa do Mundo, a chegada da sueca Pia Sundhage até a seleção principal e o reinicio dos trabalhos nas categorias de base (sub17 e sub20) que estavam parados a um ano dão esperanças de mudanças significativas dentro da modalidade e a piauiense Júlia teve oportunidade de acompanhar um pouco dessas mudanças.

“É um trabalho muito diferente os deles. Faz gosto demais você correr por eles (Jonas e Jéssica), pois tem um estilo muito bacana, são muito inteligentes e tudo que sai da boca deles acrescenta para cada uma de nos que está lá. Espero ter oportunidade de conviver mais com eles ano que vem”, afirmou Júlia Beatriz.

Júlia reecontrou as amigas de Tiradentes (FOTO: Jailson Soares)

O destino na temporada 2020 ainda não foi definido, mas a jogadora não fecha as portas para um possível retorno ao Iranduba. Júlia Beatriz começou sua caminhada no futebol feminino através do Tiradentes, assim como muitas outras garotas que ganharam o Brasil e o mundo hoje em dia. 

Por: Pâmella Maranhão - Jornal ODia

Deixe seu comentário