• SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia
Da Arquibancada

Presidente do Altos descarta chance de jogar no Albertão; “Sem condições"

A equipe é uma das mais interessadas na liberação do Lindolfo Monteiro, pois quer jogar a Copa do Nordeste no estádio. O primeiro jogo será no dia 27 de janeiro.

08/01/2019 15:53h

Altos não quer jogar no Albertão (FOTO: Jailson Soares)

A equipe do Altos atualmente é uma das mais interessadas na liberação do Estádio Lindolfo Monteiro, o motivo? Copa do Nordeste e Copa do Brasil. O Jacaré não pode mandar os jogos da competição nordestina em casa, no estádio Felipão e por isso precisa jogar na capital e o Lindolfinho é a casa preferida do presidente Warton Lacerda. A estreia do Altos na competição é dia 16 de janeiro diante o Moto Club, em São Luís. Em casa, somente no dia 27 de janeiro diante ABC, de Natal.

Além da Copa do Nordeste, o time também tem a Copa do Brasil pela frente. Na primeira fase, o Jacaré encara o Santos (SP) a data e o horário do jogo ainda não foram divulgados, mas deve acontecer dia 6 ou 13 de fevereiro. O presidente do clube piauiense, Warton Lacerda, afirma não ver o Gigante da Redenção como um bom palco. “O Albertão não tem condições físicas, hidráulicas ou mesmo elétricas de receber jogos. Se for para receber o Santos nessas condições eu prefiro jogar em Altos, a não ser que seja tirada essa vontade de mim na marra, Albertão não vejo com bons olhos”, frisa.

Para receber o jogo em casa a preocupação da diretoria do Altos e da Federação de Futebol do Piauí é conseguir o laudo do Corpo de Bombeiros e assim cumprir as normas estabelecidas pela CBF. “Estamos colocando barreiras antipânico, portão de saídas. Já existe um projeto aprovado pelo corpo de bombeiros e estamos fazendo apenas as adequações necessárias”, disse.

Felipão passa por adequações (FOTO: Elias Fontenele)

O Jacaré vai para sua terceira participação na Copa do Brasil. Em 2017, eliminou o CRB (AL) jogando no Lindolfo Monteiro e logo em seguida foi derrotado nos pênaltis pelo Criciúma. No ano passado, o time eliminou o Atlético (GO), no Felipão, e perdeu na 2ª fase para o Bragantino (1x0).

A Copa do Brasil atualmente é uma das principais competições nacionais e atrai pelo público, por ser vitrine, e principalmente pela parte financeira oferendo boas quantias aos clubes que avançam de fase.

Altos no Lindolfo

Sobre a Copa do Nordeste o objetivo do Altos é jogar no Lindolfo Monteiro. O time não tem a opção de mandar seus jogos no Estádio Felipão, na cidade de Altos, pois competição exige que o palco da partida tenha capacidade mínima de 5 mil torcedores. Porém o estádio administrado pela prefeitura segue em reformas e no momento recebe as duas saídas de pânico obrigatórias para que o laudo do corpo de bombeiros seja liberado. A preocupação é com o tempo, pois o local da partida deve ser comunicado e vistoriado pela CBF com 10 dias de antecedência da partida.

“Estamos acompanhando de perto a questão dos laudos, as últimas exigências foram simples e acredito que vai estar liberado para nosso jogo contra o ABC”, destacou Warton Lacerda. A estreia do Altos na Copa do Nordeste será no dia 16 de janeiro contra o Moto Club, em São Luís. Em casa, o time recebe o ABC (RN) no dia 27 de janeiro pela 2ª rodada da competição. 

Por: Pâmella Maranhão - Jornal O Dia

Deixe seu comentário