• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Esplanada

31 de julho de 2019

Cautela no mercado

Confira o texto publicado na coluna Esplanada na edição desta quarta-feira (31) no Jornal O Dia.

Cautela no mercado

Com a economia brasileira patinando, segue em baixa a atratividade para investidores estrangeiros. Para tentar conquistar empresários de outros países, o Governo reduziu o prazo – de 45 para apenas três dias – para a abertura de uma filial no Brasil. A mudança, por enquanto, não surtiu efeito. À Coluna, o Ministério da Economia e a Receita Federal informaram que este ano só nove multinacionais foram abertas. A Receita aponta ainda não ter informação de quantos pedidos foram feitos. Recentemente, o Banco Central informou que o País recebeu US$ 2,19 bilhões em investimento estrangeiro direto em junho, queda de 68,4% em relação ao mesmo mês do ano passado.

A conferir

As evidências investigadas pela Polícia Federal apontam para crime passional no assassinato do cacique Emyra Wajãpi, no Amapá. Não houve contato com garimpeiros.  

Alô? Alô!?

A Oi, que cuida dos aparelhos no DF, desinstalou os orelhões dos principais shoppings de Brasília. Quem fica sem bateria de celular, ou é assaltado, não tem opção de contato.

Sinais

Um trecho forjado no Planalto sobre o saque do FGTS dá sinais de que, num cenário favorável, o Governo vai extinguir o fundo. Na MP 889, o texto o classifica como “encargo trabalhista, que onera o emprego formal e desestimula novas contratações”

Criptografados 1

O presidente Jair Bolsonaro e ministros palacianos – assim como outros importantes membros civis e militares do Governo – correrão perigo por conta própria se insistirem em utilizar contas de e-mail de provedores estrangeiros ou aparelhos celulares para conversas mais reservadas e de segurança nacional. O alerta já foi dado desde janeiro.

Criptografados 2

Fato é que a Agência Brasileira de Inteligência desenvolveu, no Governo Dilma Rousseff, o Cripto-Gov, e o C-Gov. São softwares de alta complexidade que blindam as mensagens de computador e os telefones entregues pela Abin ao grupo. Se o presidente e ministros confiam ou não nos agentes, é outra história. Mas o serviço funciona.

Da janela

Ninguém no Planalto ainda mensurou o tamanho do estrago da verborragia espontânea de Bolsonaro nas últimas semanas (“governadores paraíbas”, “beneficiar meu filho, sim”, “como seu pai morreu” etc.). O que se tem certeza é que os movimentos de apoio nas ruas estão sumindo. O MBL já se calou, para sobrevivência do deputado federal Kim Kataguiri, seu líder. E o Vem pra rua ainda não saiu dos quartos.

Dois tempos

O tempo da Justiça foi cruel com Lula da Silva mas tem sido generoso com o empresário milionário Eduardo Queiroz. Condenado à prisão pela Justiça Federal em janeiro de 2018, por gestão fraudulenta décadas atrás em banco de fomento estatal, o processo não chegou às mesas dos desembargadores do TRF de Pernambuco. E lá se vão 19 meses.

Sem memória

Outra peça surreal do Brasil sem memória: Há um ano moradores da pacata São Bento do Sapucaí (SP) veem o malfeito público com o saudoso filho mais ilustre. Em duas canetadas, o prefeito Ronaldo Rivelino excluiu o nome de Plínio Salgado de uma praça, e extinguiu a semana cultural em homenagem ao jornalista e ex-deputado. 

Bem perto

O cineasta Dado Galvão, que há anos, sob suas lentes, realiza uma incansável busca pela verdade sobre a decadência da Venezuela, vestiu-se de padre para entrar na Venezuela e filmar as mazelas do povo. Virá a Brasília, a convite do deputado Leur Lomanto (DEM-BA), para narrar sua saga na fase mais recente de sua ‘Missão Ushuaia’

TáxiGov

O Ministério da Economia concluiu o pregão eletrônico para contratação de serviço de transporte de servidores no Rio de Janeiro e região metropolitana. A Cooparioca venceu licitação com o preço de R$ 2,89 por quilômetro rodado, 10% inferior ao máximo estimado de R$ 3,21.  O serviço já é utilizado no Distrito Federal e será implementado em São Paulo nos próximos meses. A pasta quer economizar 48% dos gastos atuais.

Pra esquecer

Erra Felipe Santa Cruz, da OAB, em acusar Sérgio Moro de ser chefe de quadrilha. Numa posição pessoal, não da Ordem. Erra o presidente Bolsonaro, na vendeta, ao insinuar sobre morte do pai do advogado, no regime militar. Baixam muito o nível do debate. Ambos maus exemplos nestes episódios.

30 de julho de 2019

Pente-fino do INSS

Confira o texto publicado na coluna Esplanada na edição desta terça-feira (30) no Jornal O Dia.

Pente-fino do INSS

Cerca de 275 mil aposentadorias por invalidez e mais de 452 mil auxílios-doença foram suspensos, até agora, pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). Os dados, repassados à Coluna, são da Subsecretaria da Perícia Médica Federal, e integram o balanço da primeira etapa do pente-fino nos benefícios para combater fraudes. O INSS notificou, no primeiro semestre, segurados com benefícios considerados suspeitos. As irregularidades mais comuns são acúmulo indevido de benefícios, pagamento pós-óbito e obtenção de benefícios de forma criminosa, com a apresentação de documentos falsos ao INSS.  

Recurso

Os segurados incluídos no pente-fino são comunicados por carta e caixas eletrônicos da rede bancária. O trabalhador urbano tem 30 dias para apresentar recurso; o rural, 60. Caso o INSS não aceite o argumento do segurado, o pagamento é cancelado.

Hackers

Causa estranheza a demora das operadoras de telefonia móvel e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em anunciar medidas de segurança para combater a atuação  de hackers após a revelação da invasão de aparelhos de inúmeras autoridades.

Sigilo

As investigações da Polícia Federal que levaram à prisão da quadrilha cibernética identificaram falhas e brechas que facilitaram a atuação dos criminosos. A PF, inclusive, enviou ofício à Anatel, mas o assunto é mantido sob sigilo pela agência.

Previdência

O Planalto vai turbinar a campanha publicitária da reforma da Previdência, já aprovada em primeiro turno na Câmara e passará por votação – também em dois turnos – no Senado. Os valores ainda estão sendo fechados, mas o plano, bancado com recursos público, é ampliar os comerciais de televisão e postagens em redes sociais. 

R$ 51 mi

À Coluna, a Secretaria de Comunicação da Presidência posiciona que, para o segundo semestre, ainda “não há dados consolidados a informar”. Informa ainda que, até agora, para as ações de divulgação da Nova Previdência, “foram alocados os valores de R$ 51.050.000,00 para a execução de serviços especializados em publicidade e mídia”.  

Língua insana

Jair Bolsonaro se complica com a língua insana. Falar em beneficiar filho, em tratar com mineradoras e atacar o presidente da OAB citando seu pai, num troco sobre o ataque de Santa Cruz a Moro, só contribui para perder mais apoio popular.

Opinião

Não à toa, por essas e por outras, Bolsonaro ostenta, nas recentes pesquisas de opinião, o pior resultado em primeiro mandato desde Fernando Collor de Mello, em 1990.

Mais um

O general Oswaldo de Jesus Ferreira é um dos cotados para assumir a presidência da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Sebastião Barbosa, ex-presidente da empresa, foi exonerado há duas semanas.

Na mesma

Dois anos e sete meses depois da crise dos presídios, quando mais de 130 detentos foram mortos, o sistema carcerário brasileiro permanece o mesmo: caótico e ineficiente. O Plano Nacional de Segurança, anunciado à época pelo então presidente Temer, não vingou e, no Governo Bolsonaro, os presídios não figuram entre as prioridades.

Carnificina

Resultado da leniência da União e dos estados: mais uma carnificina – com 50 mortos -, em Atamira, Pará. Estado que, de acordo com recente auditoria do TCU, não aplicou recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) para a criação de novas vagas em presídios.  

Fake

Um vídeo que circula nas redes sociais sugere que a presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), fora vítima de latas arremessadas durante o Fortal, carnaval fora de época de Fortaleza. O partido diz que é fake; a deputada não estava em Fortaleza na data da festa.

Hepatites

As cúpulas do Senado e da Câmara estão iluminadas de amarelo para marcar a campanha contra as hepatites virais. O Ministério da Saúde estima que 1,7 milhão de brasileiros sejam portadores do vírus da hepatite C e 756 mil portadores do vírus da hepatite B. 

29 de julho de 2019

Duto duvidoso

Confira o texto publicado na coluna Esplanada na edição desta segunda-feira (29) no Jornal O Dia.

Duto duvidoso

Um tanque cheio para o Tribunal de Contas da União (TCU) mergulhar a fundo, e os futuros acionistas questionarem: a BR Distribuidora, em processo de privatização pelo Governo, cobre perto de 40% de uma rubrica milionária, e sigilosa, utilizada pela Plural (antiga Sindicom), a Associação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Lubrificantes, Logística e Conveniência. A BR é associada com Shell, Ipiranga e outras empresas. Uma Ata da associação indicou que ano passado foram gastos R$ 36,9 milhões, e houve aprovação de mais R$ 45 milhões, cujos investimentos não são detalhados. A BR – que paga quase metade disso – é uma empresa de capital misto, com a União como principal acionista. 

Pluralidade 

Como empresa da União, embora de capital aberto, a BR é passível de investigação do TCU, que poderá averiguar para que duto escorre esta dinheirama pública. 

Privatização 

O Governo vai vender 30% de ações na BR, aprovadas em assembléia. Ganhará mais de R$ 9,5 bilhões direto no Tesouro, e ainda manterá 37,5% da empresa de capital misto.

Como é?

Em nota, a Plural informa que “os recursos e investimentos da Associação são decididos entre e exclusivamente os seus associados”. Mas evita explicar a participação da BR.

Pra gringo.. 

Vai de mal a pior a transparência no Governo federal. A Lei de Acesso à Informação não é obedecida em alguns casos, já públicos, em ministérios e estatais. Recentemente, o Ministério da Justiça se negou a citar os nomes dos integrantes de grupo de trabalho, vinculado à Secretaria Nacional do Consumidor, que estuda... a redução da carga tributária dos cigarros – algo que não compete ao MJ, e sim à Economia. 

..ver 

A Comissão de Ética Pública da Presidência não tem divulgado suas atas, algo de praxe nos governos anteriores. Até o Poder Legislativo entrou na onda. No Senado Federal, o presidente Davi Alcolumbre barra divulgação das verbas indenizatórias dos gabinetes, e o portal na internet não divulga detalhes – como citamos há semanas.

Subindo 

Willian Douglas, o juiz federal no Rio de Janeiro, também evangélico e um dos cotados para o STF, deve ser promovido a desembargador federal, por antiguidade, no TRF 2.

Manuela, a ponte

Começou nas redes sociais a campanha #apoiomanueladavila. Não há crime da ex-deputada do PCdoB em ser a ponte entre uma fonte e o jornalista Glenn Greenwald, do The Intercept. Mas ficou feio para ela, e o Ministério Público pode questionar. 

Manuela quieta

O que se comenta entre procuradores: 1) Se o alvo do hacker fosse o aliado ex-presidente Lula, ela teria contatado Glenn ou denunciado o criminoso à PF? 2) Também é questionado o fato de Manuela se calar desde o início das denúncias, e mantido críticas à Lava Jato e Moro nas redes sociais, mas só se revelar após o hacker a entregar.

Triste isso

Pegou muito mal em Brasília a fala do presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, insinuando que o ministro Sérgio Moro age como ‘chefe de quadrilha’. Atinge a História da Ordem e põe sua gestão em descrédito, em razão da ligação de Santa Cruz com o PT, pelo qual foi candidato a vereador há muitos anos. O partido é investigado na Lava Jato. Não há nos registros da OAB tamanho ataque a um ministro da Justiça. 

Cidadania urgente

Alagoanos organizaram três pontos de coletas em Maceió para doações de alimentos a dezenas de funcionários da Usina Utinga Leão. Muitos passam necessidades. A empresa é de Eduardo Queiroz, já condenado em 1ª instância pela Justiça Federal por fraude em gestão pública décadas atrás. Um acordo de R$ 7 milhões do Ministério Público do Trabalho com  a usina patina na lama da lavoura.

No chão

Aterrissou de vez uma parceria consolidada no Governo de Lula da Silva. A Linhas Aéreas de Angola anunciou a suspensão dos voos Luanda-Rio-Luanda.

25 de julho de 2019

Proposta de regulamentação do uso das redes sociais

Confira o texto publicado na coluna Esplanada na edição desta quinta-feira (25) no Jornal O Dia.

Redes sociais

Magistrados da Justiça do Trabalho contestam a proposta de regulamentação do uso de redes sociais que está em discussão no Conselho Nacional de Justiça. Em nota técnica enviada ao colegiado responsável por fiscalizar o Poder Judiciário, a presidente da associação que reúne os juízes (Anamatra), Noemia Porto, assinala que a eventual edição do ato normativo representa um grave retrocesso ao direito da livre expressão do magistrado. Elaborada por um grupo de trabalho coordenado pelo ministro e conselheiro Aloysio Corrêa da Veiga, a proposta de resolução recomenda aos juízes, entre outros pontos, “evitar manifestações que busquem autopromoção ou que evidenciem superexposição, populismo judiciário ou anseio de corresponder à opinião pública”.

Conduta

Na avaliação da presidente da Anamatra, é desnecessária qualquer regulamentação que tenha por objetivo disciplinar os limites de utilização das mídias sociais, “uma vez que os dispositivos constitucionais, legais e regulamentares hoje existentes tratam da conduta dos juízes e permitem o enquadramento de eventuais faltas por eles cometidas”.

Forense

A discussão sobre o ato normativo será retomada pelo Conselho Nacional de Justiça após o recesso forense, em agosto.

Hackers

Os desdobramentos da prisão dos acusados de hackear o celular do ministro Sergio Moro reforçam a suspeita, suscitada pela Coluna em junho, de que eles queriam lucrar com as informações. Atualmente, não há no Código Penal tipificação de crime para receptação de material obtido de forma ilícita.

Penas

A desarticulação da quadrilha cibernética também deve acelerar as discussões no Governo e no Congresso sobre mudanças no Código Penal para endurecer penas contra crimes de invasão de aplicativos de celular e divulgação. A lei está defasada.

Capitalização

Além da inclusão de estados e municípios, senadores alinhados ao Palácio do Planalto discutem a possibilidade de ressuscitar a capitalização da Previdência no texto da reforma que será discutido e votado no segundo semestre.

Poupança

“Obsessão” do ministro da Economia, Paulo Guedes, a capitalização - espécie de poupança que o trabalhador faz para garantir a aposentadoria no futuro – foi retirada das discussões sobre a reforma já aprovada em primeiro turno na Câmara dos Deputados. Em paralelo ao movimento dos governistas no Senado, a equipe econômica e ministros palacianos também cogitam o envio de um novo projeto ao Congresso Nacional para incluir o regime na Previdência.

Honorários

Chegou à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o projeto (PL 3.787/19) da deputada e ex-procuradora do DF, Bia Kicis (PSL), que prevê a punição de advogados em casos de recebimentos de honorários tendo conhecimento da origem ilícita dos recursos.

Rol de clientes

Na justificativa da proposta, a parlamentar diz haver um extenso rol de clientes, predominantemente réus em ações penais, que não possuem recursos oriundos de fontes lícitas para custear “vultosos honorários advocatícios”.

Varig

A Justiça do DF suspendeu o pagamento de R$ 6 bilhões à massa falida da Varig. A companhia moveu ação contra a União com pedido de indenização pelo congelamento de tarifas durante o Plano Cruzado, entre 1985 e 1992.

Mérito

A 17ª Vara Federal do Distrito Federal suspendeu o pagamento à Varig até que o mérito da impugnação à execução seja apreciado. A ação se arrasta na Justiça há mais de 20 anos.

Decretos

Em resposta a um pedido de informações da bancada do Psol na Câmara, a Consultoria Jurídica do Ministério da Justiça admite que “não produziu, recebeu, tramitou ou participou da elaboração” dos decretos presidenciais sobre armas.

Intercâmbio

Uma delegação com representantes de nove embaixadas vai visitar, nas próximas semanas, propriedades rurais e agroindústrias na Bahia. A visita faz parte do programa de intercâmbio da Confederação da Agricultura (CNA) que aproxima produtores rurais brasileiros e representantes dos mercados internacionais parceiros do Brasil. 

24 de julho de 2019

Tabagismo: AGU cobra ressarcimento ao SUS

Confira o texto publicado na coluna Esplanada na edição desta quarta-feira (24) no Jornal O Dia.

Tabagismo

A Justiça Federal determinou a citação das fabricantes de cigarro Souza Cruz LTDA,  Philip Morris Brasil Indústria e Comércio LTDA e Philip Morris Brasil S/A, bem como das controladoras estrangeiras (British American Tobacco PLC e Philip Morris International) para que apresentem defesa na ação ajuizada pela Advocacia-Geral da União para cobrar o ressarcimento dos gastos federais do Sistema Público de Saúde (SUS) com o tratamento de doenças causadas pelo tabagismo. A ação foi protocolada pela AGU em maio na Justiça Federal do Rio Grande do Sul.

Despacho

No despacho, a juíza Graziela Cristine Bündchen concedeu 30 dias úteis para que as empresas contestem a ação.

Tratamento

O pedido feito pela AGU abrange os gastos da União nos últimos cinco anos com o tratamento de pacientes com 26 doenças cuja relação com o consumo ou simples contato com a fumaça dos cigarros é “cientificamente comprovada”.

Danos

A ação também solicita a reparação proporcional dos custos que a rede pública de saúde terá nos próximos anos com os tratamentos e o pagamento de indenização por danos morais coletivos.

Imóvei$

O Tribunal de Contas da União (TCU) emitiu uma série de recomendações ao Ministério da Economia após realizar auditorias que constataram várias falhas nas locações de imóveis realizadas pela Administração Pública Federal (APF).

Gastança

Somente o Poder Executivo Federal, gastou, nos últimos anos, mais de R$ 1 bilhão com locações de imóveis de terceiros, de acordo com o tribunal. Entre os problemas detectados, está a “ausência de métricas que demonstrem que o modelo de locação escolhido seria o de maior economicidade”.

Previdência

“Traído” por oito deputados que contrariaram a recomendação da Executiva Nacional e votaram a favor da reforma da Previdência, o PDT vai insistir na tentativa de alterar o texto aprovado em primeiro turno no plenário da Câmara.

Substitutivo

A bancada do partido elaborou um “substitutivo global” à PEC 06 (Previdência) para, segundo deputados, acabar com privilégios “sem retirar direitos daqueles que estão na base da pirâmide”.

Boleto

O senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ) pretende proibir desconto em folha da contribuição sindical. No texto do Projeto de Lei 4026/2019, o parlamentar detalha: do total de servidores públicos, 40% encontra-se filiado a alguma dessas entidades representativas de classe e lhes repassam, anualmente, via desconto em folha de pagamento, custeado pelo Poder Público, cerca de R$ 579 milhões.

Transparência

O parlamentar pontua que o projeto possibilitará maior transparência e clareza para os servidores a respeito das suas contribuições, o valor arrecadado e qual a utilização dos recursos.  

Bate-rebate

Provocado e xingado em uma rede social por um internauta que elogiara o governo de Wilson Witzel (PSC), o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), rebateu com ironia: “Você tem a opção de se mudar para lá”.   

Construção

O setor de materiais de construção aposta na melhoria do ambiente econômico nos próximos meses. No primeiro semestre, foi registrada alta de 2,6%. Quanto às vagas de emprego no setor, o resultado observado em 2019 segue estável e positivo, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). 

23 de julho de 2019

Calvário da inveja: o mercado publicitário do Rio de Janeiro

Com intenções nada cristãs, diretores da Shell do Brasil investem pesado na tentativa de tirar da Refit o patrocínio oficial ao Cristo Redentor, no Corcovado.

Calvário da inveja

Não se fala em outra coisa no mercado publicitário do Rio de Janeiro. A inveja, o quinto pecado capital está em alta na praça, e bate à porta - insistentemente - da Arquidiocese do Rio de Janeiro. Com intenções nada cristãs, diretores da Shell do Brasil investem pesado na tentativa de tirar da Refit o patrocínio oficial ao Cristo Redentor, no Corcovado, recém-anunciado e com validade até final de 2020. A refinaria privada tomou a inédita iniciativa há pouco menos de um mês, e as concorrentes não perdoam ter perdido o cartão postal do Brasil.

Ofertas

Na sacristia, o que se diz é que a Shell já fez duas grandes ofertas. Quem ouve lamúrias no "confessionário" é o padre Jonas, administrador do Corcovado. O mercado aguarda a reza para ver se ele vai resistir às tentaçõe$ e manter o combinado.

Outro lado

À Coluna, a Shell Brasil diz que a informação não procede e que “congratula a Refit pela assinatura desta parceria”.

Preconceito

Presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira diz repudiar recentes comentários do presidente Jair Bolsonaro (PSL): “Demostraram não apenas desapreço pelo povo nordestino, mas especialmente uma sorte de preconceito que beira o racismo”.

Basquete 1

A despeito da polêmica em Brasília e da chiadeira dos times adversários, o BRB garante que o patrocínio para o Flamengo, o time de Brasília e as seleções brasileiras masculina e feminina de basquete - conforme antecipado pela Coluna - vão garantir retorno para o banco - a iniciativa obedece ao estatuto - e para a capital e os brasilienses. Garante o presidente da instituição, Paulo Henrique Costa.

Basquete 2

O Flamengo passará a jogar mais na capital, onde tem, proporcionalmente, mais torcedores que o Rio de Janeiro. Haverá mais centros de treinamentos nas escolas públicas e um retorno financeiro para toda a cadeia turística da Capital e Entorno. O BRB, segundo Paulo Henrique, também terá prioridade em negócios envolvendo os clubes e a Confederação Brasileira. Até passes e negócios de imagens envolvendo jogadores entram no acordo.

Agrotóxicos

O Ministério da Agricultura mantém acelerado o ritmo de aprovações de agrotóxicos. Liberou mais 51, totalizando 290 desde o começo deste ano - além de 21 novos pedidos de registro.

Restrições

A pasta garante que seis novos produtos, que contêm o ingrediente ativo sulfoxaflor, terão restrições de uso estabelecidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). 

Investimento$

A França assumiu a liderança no ranking de projetos de Investimento Estrangeiro Direto (IED) no Brasil no segundo trimestre. Foram mais de US$ 8,6 bilhões de investimentos confirmados, de acordo com a Câmara de Comércio Exterior (Camex).

Itália & Japão

Em sequência está a Itália, com US$ 4,2 bilhões, e o Japão, com US$ 2,0 bilhões. Os investimentos diretos estrangeiros nos dois primeiros trimestres de 2019 somaram aproximadamente US$ 26 bilhões, dos quais aproximadamente US$ 15 bilhões no segundo trimestre.

Privilégio

Senador Fabiano Contarato (Rede-ES) que acabar com a prisão especial para quem tem diploma de ensino superior. Delegado, o parlamentar justifica que seu projeto (PL 3945/2019) visa “eliminar privilégios”.

Bienal

A escritora japonesa Kanae Minato é uma das convidadas internacionais da XIX Bienal do Livro Rio, em agosto. Premiada, ela já recebeu prêmios como o de Novos Escritores de Suspense e teve suas publicações na lista dos dez melhores do The Wall Street Journal.

ESPLANADEIRA

# A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) promove, no dia 2 de agosto, em Brasília, o debate “Resíduos Sólidos - Alternativas De Financiamento”. # A Câmara dos Deputados sedia nesta semana a 14ª edição do Politeia, projeto de extensão promovido pela Universidade de Brasília (UnB) por meio do Instituto de Ciência Política (Ipol). Nesta edição, 234 estudantes universitários de todo o País participam do projeto. 

Calvário da inveja: o mercado publicitário do Rio de Janeiro

Com intenções nada cristãs, diretores da Shell do Brasil investem pesado na tentativa de tirar da Refit o patrocínio oficial ao Cristo Redentor, no Corcovado.

Calvário da inveja

Não se fala em outra coisa no mercado publicitário do Rio de Janeiro. A inveja, o quinto pecado capital está em alta na praça, e bate à porta - insistentemente - da Arquidiocese do Rio de Janeiro. Com intenções nada cristãs, diretores da Shell do Brasil investem pesado na tentativa de tirar da Refit o patrocínio oficial ao Cristo Redentor, no Corcovado, recém-anunciado e com validade até final de 2020. A refinaria privada tomou a inédita iniciativa há pouco menos de um mês, e as concorrentes não perdoam ter perdido o cartão postal do Brasil.

Ofertas

Na sacristia, o que se diz é que a Shell já fez duas grandes ofertas. Quem ouve lamúrias no "confessionário" é o padre Omar, administrador do Corcovado. O mercado aguarda a reza para ver se ele vai resistir às tentaçõe$ e manter o combinado.

Outro lado

À Coluna, a Shell Brasil diz que a informação não procede e que “congratula a Refit pela assinatura desta parceria”.

Embora a Shell negue a intenção, na igreja a história é confirmada por quem acompanha o caso. Amém.

Preconceito

Presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira diz repudiar recentes comentários do presidente Jair Bolsonaro (PSL): “Demostraram não apenas desapreço pelo povo nordestino, mas especialmente uma sorte de preconceito que beira o racismo”.

Basquete 1

A despeito da polêmica em Brasília e da chiadeira dos times adversários, o BRB garante que o patrocínio para o Flamengo, o time de Brasília e as seleções brasileiras masculina e feminina de basquete - conforme antecipado pela Coluna - vão garantir retorno para o banco - a iniciativa obedece ao estatuto - e para a capital e os brasilienses. Garante o presidente da instituição, Paulo Henrique Costa.

Basquete 2

O Flamengo passará a jogar mais na capital, onde tem, proporcionalmente, mais torcedores que o Rio de Janeiro. Haverá mais centros de treinamentos nas escolas públicas e um retorno financeiro para toda a cadeia turística da Capital e Entorno. O BRB, segundo Paulo Henrique, também terá prioridade em negócios envolvendo os clubes e a Confederação Brasileira. Até passes e negócios de imagens envolvendo jogadores entram no acordo.

Agrotóxicos

O Ministério da Agricultura mantém acelerado o ritmo de aprovações de agrotóxicos. Liberou mais 51, totalizando 290 desde o começo deste ano - além de 21 novos pedidos de registro.

Restrições

A pasta garante que seis novos produtos, que contêm o ingrediente ativo sulfoxaflor, terão restrições de uso estabelecidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). 

Investimento$

A França assumiu a liderança no ranking de projetos de Investimento Estrangeiro Direto (IED) no Brasil no segundo trimestre. Foram mais de US$ 8,6 bilhões de investimentos confirmados, de acordo com a Câmara de Comércio Exterior (Camex).

Itália & Japão

Em sequência está a Itália, com US$ 4,2 bilhões, e o Japão, com US$ 2,0 bilhões. Os investimentos diretos estrangeiros nos dois primeiros trimestres de 2019 somaram aproximadamente US$ 26 bilhões, dos quais aproximadamente US$ 15 bilhões no segundo trimestre.

Privilégio

Senador Fabiano Contarato (Rede-ES) que acabar com a prisão especial para quem tem diploma de ensino superior. Delegado, o parlamentar justifica que seu projeto (PL 3945/2019) visa “eliminar privilégios”.

Bienal

A escritora japonesa Kanae Minato é uma das convidadas internacionais da XIX Bienal do Livro Rio, em agosto. Premiada, ela já recebeu prêmios como o de Novos Escritores de Suspense e teve suas publicações na lista dos dez melhores do The Wall Street Journal.

ESPLANADEIRA

# A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) promove, no dia 2 de agosto, em Brasília, o debate “Resíduos Sólidos - Alternativas De Financiamento”. # A Câmara dos Deputados sedia nesta semana a 14ª edição do Politeia, projeto de extensão promovido pela Universidade de Brasília (UnB) por meio do Instituto de Ciência Política (Ipol). Nesta edição, 234 estudantes universitários de todo o País participam do projeto. 

22 de julho de 2019

Servidores expulsos

Cento e dezenove servidores foram expulsos do funcionalismo público nos últimos sete meses pela prática de atos relacionados à corrupção

Servidores expulsos

Cento e dezenove servidores foram expulsos do funcionalismo público nos últimos sete meses pela prática de atos relacionados à corrupção. Além desses, de acordo com a Controladoria-Geral da União, outros 111 agentes públicos foram punidos por abandono, negligência, inassiduidade, acumulação de cargos e participação em gerência ou administração de sociedade privada. As sanções incluem cassações de aposentadorias e destituições de ocupantes de cargos em comissão. Desde 2003, mais de sete mil pessoas foram expulsas do serviço público.

Carne Fraca

Entre os demitidos, estão dois servidores envolvidos nas investigações da Operação Carne Fraca, deflagrada pela PF em 2017: Daniel Gonçalves Filho, ex-superintendente federal de Agricultura do Paraná e Maria do Rocio Nascimento, ex-chefe do Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Animal.

Propina

As investigações revelaram diversos recebimentos de vantagens indevidas provenientes de frigoríficos sujeitos à fiscalização pelo Ministério da Agricultura no Paraná. Os servidores demitidos estão proibidos de voltar a exercer qualquer cargo público federal.

É cesta!

O Banco de Brasília (BRB) inicia hoje um programa inédito e audacioso. O presidente Paulo Henrique Costa vai anunciar o patrocínio oficial da instituição para as seleções brasileiras de Basquete masculina e feminina, além do Flamengo e da seleção de Brasília.

É 3 pontos!

E mais, as seleções vão transferir seu centro de treinamento para a capital federal. "Por isso estamos chamando de Projeto Brasília Capital do Basquete Brasileiro", revela Paulo Henrique à Coluna. "O patrocínio da seleção envolve todas as modalidades, inclusive de base e olímpica".

Nota 10

O BRB pretende estimular a prática da modalidade nas escolas públicas da capital com vistas também a ser um celeiro de talentos no esporte para os Jogos de Tóquio de 2020 e nas próximas Olimpíadas.

FGTS

Deputado Paulo Teixeira (PT-SP) classifica como “medida de curto fôlego” a liberação das contas do FGTS. O correto, diz o petista, seria pegar os recursos do FGTS e investir em moradia popular e em saneamento básico “para criar empregos para os 13 milhões e 400 mil desempregados”.

Ativos

A Secretaria de Governança do Patrimônio da União (SPU), órgão vinculado ao Ministério da Economia, finaliza um plano para a venda de imóveis da União até 2022. A pasta irá adotar modelo baseado em experiências internacionais na venda de ativos imobiliários públicos. A União tem atualmente mais de 750 mil imóveis.

Turismo

O senador e líder de Bolsonaro, Fernando Bezerra Coelho, está tentando fazer do deputado federal Felipe Carreras (PSB-PE) o novo ministro do Turismo em substituição ao atual Marcelo Álvaro, enrolado no laranjal do PSL.

Prefeitura

Bezerra quer levá-lo para o MDB de Pernambuco para disputar a prefeitura do Recife. O partido está em alta no Estado depois da indicação de Antônio Campos para a presidência da Fundação Joaquim Nabuco, nomeação que ninguém entendeu, pois se esperava alguém do PSL ligado a Luciano Bivar.

Palestra

Carlos Lupi, presidente do PDT, dá palestra hoje, na sede do partido em São Paulo, sobre "ser agente político" no curso Escola de Candidatos.

Estamos aí

É o título da biografia que a produtora e cantora Amanda Bravo, diretora de o Beco das Garrafas e filha de Durval Ferreira (1935-2007), começou a escrever sobre seu pai, em parceria com a fotógrafa Nildé Ferreira, viúva do músico.

ESPLANADEIRA

# A Academia Brasileira de Letras comemorou seus 122 anos de fundação no dia 18 de julho. Na solenidade, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos lançou o Selo Comemorativo em homenagem aos acadêmicos Machado de Assis e Joaquim Nabuco. # O Museu Nacional da República recebe em sua área externa a exposição “Brasília: da edificação ao cotidiano”, promovida pela Embaixada da França, Arquivo Público do Distrito Federal (ArPDF), Aliança Francesa de Brasília e a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD).

21 de julho de 2019

Em dez anos, o Brasil registrou a formalização de mais de R$ 8,5 MEIs

De acordo com dados do Portal do Empreendedor, os estados com o maior número de inscritos são: São Paulo (2,288 milhões), seguido por Rio de Janeiro (992,7 mil) e Paraná (527,8 mil).

Previdência x Juros 

O avanço de reformas estruturais, como a previdenciária, poderá ajudar a abrir novas possibilidades de atuação da política econômica, potencializando, inclusive, os efeitos dos juros mais baixos. A previsão consta no atual Relatório de Acompanhamento Fiscal produzido pelo Instituto Fiscal Independente (IFI), vinculado ao Senado Federal. O estudo constata que as despesas previdenciárias cresceram bem acima dos investimentos e inversões financeiras em um horizonte de 12 anos, “indicando que os pagamentos de aposentadorias e pensões tenderão a pressionar cada vez mais o orçamento público em caso de não aprovação de uma reforma”. 

Cenário 

Além da aprovação da reforma da Previdência, segundo o IFI, a possibilidade de cortes de juros nos Estados Unidos configuraria situação propícia para o Banco Central promover a redução dos juros. 

Desemprego 

Sobre a geração de empregos, o relatório indica pessimismo: “A fragilidade deverá persistir por mais algum tempo, tendo em vista que o mercado de trabalho reage com bastante defasagem aos movimentos na atividade econômica”. 

Fake

A Secretaria de Previdência emitiu comunicado de alerta sobre áudios e textos disseminados por aplicativos. Uma das mensagens diz que a reforma da Previdência acabaria com o seguro-desemprego. 

Mínimo

“É falsa”, aponta a Secretaria, “já que a Nova Previdência não faz nenhuma alteração nesse direito”. Há ainda áudio anunciando que os aposentados poderão receber abaixo do salário mínimo. No texto da nova Previdência, nenhuma aposentadoria terá valor menor que o de um salário mínimo, posiciona o órgão vinculado ao Ministério da Economia. 

HC

Cento e oitenta e sete deputados apoiam uma proposta para que investigados e réus sejam obrigados a comparecer às Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs).Um deles é o presidente da CPI de Brumadinho, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), que, recente, não pôde ouvir o depoimento do presidente afastado da Vale, Fábio Schvartsman, pois o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, concedeu habeas corpus para que ele não comparecesse à comissão. 

Legítimas 

Presidente da CPI do BNDES, Vanderlei Macris (PSDB-SP), também assina a PEC 115/2019 e frisa que “as convocações são legítimas, praticadas nos termos da lei e não contrariam os direitos fundamentais”.

Mudanças 

O Senado Federal iniciou mudanças administrativas. Ângela Brandão, que comandava a Diretoria de Comunicação, foi exonerada do cargo na última semana. 

Nomeação 

O novo diretor, que não é do quadro de servidores efetivos do Senado Federal, será nomeado nos próximos dias pelo presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP). Haverá mudanças em outros setores. 

MEI

Em dez anos, o Brasil registrou a formalização de mais de R$ 8,5 microempreendedores individuais que atuam em diversas atividades. De acordo com dados do Portal do Empreendedor, os estados com o maior número de inscritos são: São Paulo (2,288 milhões), seguido por Rio de Janeiro (992,7 mil) e Paraná (527,8 mil).

Autônomos 

Após a sanção da lei, em 2009, autônomos, que antes eram informais, passaram a ter acesso a direitos e benefícios, como auxílio-doença, salário-maternidade e pensão por morte para a família. O chamado MEI é o tipo mais simples de Micro e Pequena Empresa para os empreendedores que faturam até R$ 81 mil por ano.

Refinarias 

A Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) entrou na Justiça Federal com quatro ações populares com pedido de liminar de suspensão da venda de refinarias. Entidade alega a ilegalidade do processo, “pois a direção da Petrobrás busca realizar as vendas sem qualquer licitação, o que contraria o Artigo 37 da Constituição Federal.”

Países árabes 

Senador Jean Paul Prates (PT-RN) apresentou projeto de resolução que institui o Grupo Parlamentar Brasil-Países árabes. Segundo o parlamentar, o objetivo é fortalecer o desenvolvimento das relações bilaterais dos países, nas mais diversas áreas. 

ESPLANADEIRA

# A Capital Airlines, companhia aérea de Pequim (China), fará roadshow e seleção para comandantes de A330 e A320, em setembro, na sede do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), em São Paulo. 

# Foi publicada a lei que regulamenta a elaboração de queijos artesanais (Lei 13860/19), uma antiga reivindicação dos produtores brasileiros.

20 de julho de 2019

O ex-presidente da Argentina Eduardo Duhalde visitou Lula

O sociólog Emir Sader também visitou o ex-presidente e levou jornais e livros argentinos para o líder petista.

Lava Jato intensifica denúncias 

A força-tarefa do MPF dedicada à Lava Jato em Curitiba, coordenada pelo procurador Deltan Dallagnol, aumentou o número de denúncias apresentadas no 1º semestre de 2019 com relação aos anos anteriores. Foram 17 denúncias até agora, contra 14 durante os 12 meses de 2017 e também 14 em 2018. A estimativa da força-tarefa é de que outras 40 ações de improbidade sejam propostas em 2019. Advogados de réus condenados têm prometido, nos bastidores, usar as mensagens atribuídas a Dallagnol para questionar a Lava Jato e tentar anular sentenças. 

Vidraça 

Dallagnol tem reafirmado que não reconhece as mensagens, que foi alvo de um ataque hacker e que pessoas ricas e poderosas atingidas ou que podem ser pegas pela Lava Jato têm interesse em divulgar as supostas conversas para anular sentenças. 

Votos 

O Governo tem votos no Senado para aprovar a eventual indicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para comandar a embaixada do Brasil nos Estados Unidos. Esta é a garantia de líderes governistas, repassada ao Planalto desde que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou a intenção de nomear o filho para o posto. 

Derrota

Apesar do cenário otimista traçado por senadores aliados, o Governou já sofreu derrotas no plenário do Senado. Em junho, 47 senadores derrubaram os decretos do presidente Jair Bolsonaro que facilitaram o porte de armas. 

Inidônea

Investigada na Operação Lava Jato por desvios de recursos públicos da Petrobrás, a UTC Engenharia S.A. foi declarada inidônea para participar, por um ano, de licitação na administração pública federal. 

Acórdão 

No acórdão da decisão, o ministro Benjamin Zymler, do Tribunal de Contas da União (TCU), cita que a UTC participava de ação conjunta das empresas, “com união de vontades para a realização da fraude às licitações da Petrobras”. Ao considerar a colaboração da empresa com o Poder Público, o plenário do TCU decidiu pela declaração de inidoneidade por um ano, ao invés de cinco que seria a pena máxima.

Ação penal 

Em parecer encaminhado ao ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o subprocurador-geral da República, Nívio de Freitas, se manifesta contra o pedido de anulação de ação penal (caso Triplex do Guarujá) feito pela defesa do ex-presidente Lula. 

Interceptações 

No documento, Nívio aponta o “caráter ilegal das interceptações telemáticas” divulgadas que demonstrariam suposta imparcialidade do então juiz titular da 13ª Vara Federal do Paraná à época, Sérgio Moro. 

Réu aos 90

Alvo de processos na Justiça, o ex-governador do Tocantins Siqueira Campos (DEM) assume cadeira no Senado no lugar do senador Eduardo Gomes (MDB), nomeado secretário no Governo do Estado. Aos 90 anos, Campos figura como réu em três ações civis sobre improbidade administrativa em obras.

Fake News 

A Refit nega rumores ventilados na imprensa de que irá aderir a um possível programa de reparcelamento de dívidas com o governo do Rio de Janeiro, fruto de um projeto de lei em discussão na Assembleia Legislativa do estado. 

Ilegalidades 

Em mensagem ao governo, protocolada nesta semana, a Refit afirma que o referido projeto está “eivado de ilegalidades”, principalmente por não prever a aprovação do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) para que produza efeitos. 

Visita

O ex-presidente da Argentina Eduardo Duhalde visitou Lula, junto com o sociólogo  Emir Sader, e levou jornais e livros argentinos para o líder petista. 

Zen 

Lula contou a amigos que tem aproveitado a prisão em Curitiba para ler, também, livros sobre meditação. 

ESPLANADEIRA

# Exposição sobre a Bauhaus, escola de arte alemã, está em cartaz no Sesc, em Brasília, até o dia 26 de julho.  # O programa de visitação ao Congresso Nacional funcionará todos os dias até 31 de julho, período em que não haverá votações no Senado e na Câmara dos Deputados. 

19 de julho de 2019

Senado deve aprovar a indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada

Até hoje, apenas uma indicação foi rejeitada pelos senadores.

Tentativa de coalizão

Após a aprovação com folga da Reforma da Previdência em primeiro turno, o presidente Jair Bolsonaro, o novo articulador político do Planalto, general Luiz Eduardo Ramos, e o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, vão tentar iniciar agosto com a base aliada consolidada na Câmara. O general Ramos tem aberto o gabinete para líderes do Centrão (PSD, SD, PRB, PL, Progressistas, DEM). Onyx também mira os deputados do bloco que garantiu os votos para a aprovação. Somados os deputados de legendas que podem se alinhar, a base deverá contar com mais de 320 parlamentares. O que, nesta conta, garante ao Planalto pequena vantagem para aprovar PEC.

Saldo devedor

As conversas no primeiro semestre não avançaram. Quem salvou o Governo, angariando os mais de 100 votos do Centrão, foi Rodrigo Maia, presidente da Casa.

Bateu asas

Para evitar a humilhação que Aécio Neves vive, a esposa do ex-governador Beto Richa, do Paraná, Fernanda Richa se desfiliou do PSDB. Também já foi presa junto ao marido.

É grave

O Estado do Rio de Janeiro registra uma média de 500 desaparecidos por mês. São João do Meriti lidera o triste ranking, seguido pela capital. 

Lobby amargo

Veja como membros do Governo andam melindrados em público – e alinhados ao discurso do chefe. Um executivo da Petrobras, convidado para almoço com italianos e diretor da Termogás, do grupo Suarez, se recusou a sentar à mesa no Lakes Restaurante, na quarta-feira. Alegou regras de compliance porque a térmica é cliente da petroleira.

Mesa pra dois

O encontro foi marcado pelo secretário de Projetos Especiais do Governo do DF, Everardo Gueiros, que passou um signore constrangimento. O chefe da casa Civil do GDF, Valdetário Monteiro, agiu rápido, e puxou o executivo da Petrobras para outra mesa ao lado. O almoço seguiu, mas desceu amargo para todos.

Fundo Lava Jato 

A oposição na Câmara aguarda, há mais de mês, resposta da Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, sobre o pedido de apuração de eventuais crimes cometidos pela força-tarefa da Lava Jato para a gestão de um fundo de R$ 6,8 bilhões oriundos de acordo de delação feito com a empreiteira Odebrecht. Ao PT, Dodge posicionou que a questão do fundo de R$ 2,5 bilhões estava sendo analisada pelo STF. 

Sabatina 

Apesar da resistência de alguns senadores, a indicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para assumir a embaixada do Brasil nos Estados Unidos tem poucas chances de sofrer revés na Comissão de Relações Exteriores e no plenário do Senado. Até hoje, apenas uma indicação foi rejeitada pelos senadores.

Memória

Foi em 2015. O plenário derrubou a indicação do embaixador Guilherme Patriota para a representação do Brasil na Organização dos Estados Americanos (OEA), feita pela então presidente Dilma Rousseff – cujo Governo já estava em derrocada.

Férias..

Pais, empresas de ônibus e comissários de voo têm passado maus momentos com viagens de filhos desacompanhados nessas férias. O portal do Conselho Nacional de Justiça tem matéria regulada (131/11) sobre autorização judicial para menores viajarem sem os pais, mas a falta de um padrão no documento confunde até juízes nas Varas de Infância. E não há demanda, por ora, sobre isso no CNJ.

..frustradas 

O conselheiro Humerto Martins, do CNJ, explica à Coluna que a regulação não foi revista “após modificações introduzidas pela Lei 13.812/19, cujo principal foco está na instituição de Política Nacional de Busca de Pessoas Desaparecidas” e temas envolvendo o ECA. A lei estabeleceu que nenhum menor até 16 anos poderá viajar para fora da Comarca de sua residência sem autorização judicial. 

Cadê você?

O ministro Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura, desdenha dos pedidos de audiência do deputado Wladimir Garotinho (PSD-RJ). O parlamentar pretende ajudar a destravar empreendimentos logísticos do Porto do Açu e complexo industrial de Barra do Furado. 

13 bi!

Já foram investidos R$ 13 bilhões de dinheiro privado e serão mais R$ 8,5 bilhões até 2023 na região. Mas falta a contrapartida do governo federal na ferrovia Açu-Vitória.

ESPLANADEIRA

# Monja Coen faz palestra motivacional “Aprenda a viver o agora”, em Brasília, dia 13 de agosto, no Centro de Convenções Ulisses Guimarães. 

# O empresário português e colecionador de arte Joe Berardo visitou a exposição sobre o Rio , em cartaz na Casa de Laranjeiras da Sergio Castro Imóveis.   

#  O Rio recebe neste fim de semana o “Arte de Portas Abertas”, em Santa Teresa, com participação de mais 40 artistas visuais. 

# A cantora Hanna, amiga do saudoso mestre, que o visitou dias antes de ele morrer, marcou para o dia 10 de agosto show em homenagem a João Gilberto, na Casa de Julieta Serpa. 


18 de julho de 2019

Pacto federativo: governadores irão cobrar pautas prioritárias

O Governo já acenou positivamente para demandas dos governadores, como discussão do pacto federativo e a divisão de recursos provenientes da exploração do petróleo pré-sal.

Pacto federativo

Em paralelo à tentativa de inclusão de Estados e municípios no texto da Reforma da Previdência no Senado no segundo semestre, governadores vão cobrar do Congresso e da equipe econômica do Governo pautas consideradas prioritárias que foram discutidas nos últimos meses, mas não avançaram. Ainda sem base no Senado, o Planalto precisa de votos e do apoio dos governadores para aprovar a PEC da Previdência – após a aprovação da mesma, espera-se, dia 6 de agosto na Câmara em segundo turno. O Governo já acenou positivamente para demandas dos governadores, como discussão do pacto federativo e a divisão de recursos provenientes da exploração do petróleo pré-sal.

Porém

A pauta do grupo é extensa, o que pode dificultar as negociações por votos. Inclui alterações na chamada “Lei Mansueto”, que organiza um plano de socorro aos Estados;

Do caixa

Há também a demanda pela reestruturação do Fundeb e uma Proposta de Emenda Constitucional de redistribuição do fundo de participação estadual.

Foi recado

A decisão do presidente do STF, Dias Toffoli, que parou investigações envolvendo dados do Coaf é um duro recado ao Ministério Público: existem apenas três Poderes.

Tribunal de alianças

O clima do Tribunal de Contas da União (TCU) não poderia ser pior. A gestão do presidente José Múcio é tida como confusa e conturbada. No centro da crise da semana está a cessão de dois servidores do TCU para o BNDES.

É guerra 1

A nova diretoria do BNDES contém dois servidores do TCU: Adalberto Vasconcelos, ligado aos Ministros Benjamin Zymler, Walton Alencar, Bruno Dantas e Vital do Rego (do grupo que atualmente dita abertamente os rumos do Tribunal), e o servidor Alexandre Marques, indicado pelos filhos do presidente Bolsonaro, com os amigos José Múcio e Paulo Guedes como padrinhos.

É guerra 2

O grupo de ministros que lidera o Tribunal, comandado por Walton Alencar, vetou o nome de Alexandre Marques, ligado aos filhos de Bolsonaro. José Múcio deu o troco: foi até Paulo Guedes, na noite de segunda-feira, e articulou a retirada do nome de Adalberto Vasconcelos. Este é um técnico respeitado no TCU, mas Múcio não economiza nas palavras: enquanto for ministro, Adalberto não irá a lugar algum.

Vai ficar

Se depender dos votos da bancada federal e dos integrantes da Executiva do PSB, o deputado Felipe Carreras, que votou a favor da Reforma da Previdência contrariando o partido, jamais será expulso do partido. Ele tem o apoio do colega João Campos, filho e herdeiro político do saudoso Eduardo Campos.

Dois lados

A possível nomeação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para embaixador do Brasil nos Estados Unidos provocou reações distintas na Câmara e no Senado. Enquanto aliados coletam assinaturas para emplacar propostas que preveem a manutenção dos mandatos de parlamentares que assumam postos diplomáticos, no Senado, outra PEC, contra o nepotismo, poderá começar a tramitar no segundo semestre.

Resistência

O senador Styvenson Valentim (Pode-RN) espera conseguir as 27 assinaturas de apoio à proposta. Sustenta que o texto vai alterar os artigos 37 e 87 da Constituição para extinguir o nepotismo no País: “Se existe alguma brecha, se existe alguma possibilidade, é extrair toda e qualquer oportunidade para que isso aconteça”.

Mínimo 1

Embora mantida no parecer do relator do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2020, deputado Cacá Leão (PP-BA), a nova regra de reajuste do salário mínimo poderá ser alterada na Comissão Mista de Orçamento. A proposta do Planalto, que segue sem alterações no texto de Leão, prevê reajuste para R$ 1.040 no próximo ano, sem ganho real (acima da inflação).

Mínimo 2

Com relação ao valor atual, o de R$ 998, o aumento nominal será de 4,2%, variação prevista para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor. Para os dois anos seguintes, a proposta sugere apenas a variação do INPC. Apesar das emendas, principalmente de deputados da oposição, que defendem alteração na regra, o relator diz apostar no “consenso”. A discussão da LDO será retomada em agosto pela CMO.

Sem papelão

Os auditores fiscais agropecuários escrevem para lembrar que não houve comprovação de papelão na carne, conforme suspeitas, na esteira da Operação Carne Fraca, da PF.

ECAD

Os valores mensais recebidos pelos artistas, pagos pelo ECAD, estão disponíveis no site da instituição, afirma a assessoria. E informa que cobra taxas do comércio respaldado em lei.

17 de julho de 2019

Vem mais aí: Lava Jato irá fechar cerco em torno de políticos sem foro

A perspectiva é a de que, nas próximas fases da operação, o cerco se feche em torno dos políticos acusados que perderam o foro privilegiado.

Vem mais aí

A Força Tarefa da Operação Lava Jato trabalha atualmente com calhamaços da acusação de 429 réus, cuida de 754 pedidos de cooperação internacional e de (acredite) 180 colaborações premiadas. Vem muito mais giroflex da Polícia Federal nas ruas. Prova de que o ano tem sido movimentado em Curitiba, enquanto os holofotes denuncistas miram dois personagens principais que enquadraram bandidos de colarinho branco. A perspectiva é a de que, nas próximas fases da operação, o cerco se feche em torno dos políticos acusados que perderam o foro privilegiado.

Mina de ouro 1

O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD) deve faturar mais de R$ 1,1 bilhão (sim!, bilhão!) este ano com o cerco a restaurantes, bares e hotéis na cobrança. Mas não divulga como paga (e quanto) aos artistas por direitos autorais de suas músicas.

Mina de ouro 2

Para este ano, a previsão é de faturar R$ 45 milhões apenas no setor hoteleiro. A Lei de Direitos Autorais (9.610/98) define os hotéis como locais de frequência coletiva. Os dados são do próprio ECAD para nossa reportagem.

Ou seja..

..É obrigatório o pagamento de direitos autorais na operação de hotéis. Mesmo que não haja música ambiente nos apartamentos. E mesmo que estejam sem uso.

Colisão burocrática

Um relatório de 41 páginas assinado por sete servidores do Tribunal de Contas do Paraná derruba a falácia da Infosolo de que é vítima de perseguição na praça. O documento, ao qual a Coluna teve acesso, aponta que foi montada espécie de máfia para dirigir o edital do DETRAN e direcionar o contrato para a Infosolo. A empresa cobra alto – mais que outros Estados – para registro de financiamento de veículos.

Da garagem

O relatório aponta que há “materialidade das irregularidades” em quatro anexos do calhamaço entregue à direção do TCE e ao Governo do Paraná. As falhas estão no Edital de Credenciamento n.º 001/2018 (protocolo n° 15.191.750-03) elaborado pelo DETRAN ano passado, que deu ganho à Infosolo.  

Êpa, êpa

Uma das irregularidades – e gritante! – indicadas é a celeridade da tramitação de avaliação dos documentos da Infosolo antes do prazo de 15 dias de expiração para a concorrência, enquanto outras empresas ainda se credenciavam.

Derrapagem

Um personagem chamou a atenção dos técnicos do TCE. Emerson Gomes, que presidiu a comissão de licitação, já fora citado como preposto da Dismaf – dos mesmos donos da Infosolo – que chegou a ser investigada pela Polícia Federal no Mensalão do PT. Os técnicos aconselharam o TCE a cercar o grupo da licitação com multas e penalidades.

Fiscalização rural

Auditores fiscais agropecuários apontam que a Instrução Normativa nº 12/19 do Ministério da Agricultura, que transfere atribuições da fiscalização para carreiras que não exigem ensino superior, pode comprometer a segurança agropecuária e expor consumidores a produtos sem uma avaliação correta de qualidade e sanidade. Lembram do papelão na carne descoberto pela PF? É algo nesse sentido.

Som da História

Outra prova de que o País não cuida da sua História. Uma decana caixinha de música em madeira nobre, com as iniciais de seu nome cravadas em prata, que o presidente Getúlio Vargas usava no gabinete no Palácio do Catete, foi arrematada por R$ 1.030 num leilão na internet. O lance inicial não chegava a R$ 100.

Preservada

Antes do arremate, o objeto foi oferecido para o PTB, partido que Getúlio fundou, que a desdenhou. A preferência nestes casos é da União, que também deu de ombros. O comprador informa que vai guardá-la numa caixa de vidros em local seguro.

Respeito e segurança

O lutador de MMA Vítor Belfort vai gravar amanhã no Rio de Janeiro um vídeo alertando para o sério problema das pessoas desaparecidas. Sua mãe, Jovita Belfort, é coordenadora de Desaparecidos da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Governo. Há um drama familiar conhecido nacionalmente. Até hoje, autoridades não encontraram sua irmã, Priscila Belfort, desaparecida há 15 anos.

Correção

Citamos que foi José Serra, então ministro da Saúde, quem deu o pontapé ao cerco à indústria do cigarro no País. Ele ajudou. Mas o trabalho se iniciou no Governo Sarney, com o então ministro da Saúde, Borges da Silveira, leitor da Coluna que nos escreveu para lembrar que iniciou a regulamentação da propaganda do cigarro.

16 de julho de 2019

A conta da Previdência aumenta ano após ano

Em média, os gastos com todo o sistema previdenciário consomem quase metade do Orçamento Federal por ano.

Conta da Previdência

Maior despesa do orçamento da União, a Previdência Social consumiu nos últimos quatro anos mais de R$ 2,4 trilhões e, para 2019, de acordo com o Portal da Transparência, prevê gastos superiores aos R$ 722 bilhões. A conta da Previdência aumenta ano após ano: R$ 531 bi, em 2015; R$ 584 bi, em 2016; R$ 643 bi, em 2017; R$ 673 bi, em 2018. Além de aposentadorias e pensões, os recursos bancam benefícios assistenciais pagos pelo Regime Geral de Previdência Social. Em média, os gastos com todo o sistema previdenciário consomem quase metade do Orçamento Federal por ano.

Saldo do ano

Do total de R$ 722,43 bilhões previstos para este ano, 331,36 bilhões já foram executados no primeiro semestre.

Festa na colheita

Os produtores de algodão estão animados. Dados da Conab indicam que as exportações da pluma este ano alcançarão 1,5 milhão de tonelada – 60% a mais que ano passado.

Mundo animal

Veterinários do Conselho Regional da Bahia já salvou e tratou, voluntariamente, mais de 300 animais vítimas do rompimento da barragem em Pedro Alexandre.

Mirou na LJ..

O Judiciário está numa sinuca de bico. Para eventualmente punir o procurador Deltan Dallagnol por causa de suas palestras cobradas, o Conselho Nacional do Ministério Público teria que mudar entendimento de 2017, quando decidiu que todo procurador pode ser remunerado por cursos e palestras. E são centenas no País.

..Acertou no STF

A eventual alteração do CNMP deve forçar mudança de entendimento também no Conselho Nacional da Justiça, que hoje permite que magistrados cobrem para palestrar. No STF e no STJ, o cachê cobrado  por um ministro passa de R$ 50 mil.

Bolso do Suplente

Caso se confirme a nomeação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para embaixador do Brasil nos Estados Unidos, a vaga na Câmara será ocupada pelo suplente Vinícius Tadeu Sattin Rodrigues, também do PSL de São Paulo. Ele bancou R$ 110 mil do bolso dos R$ 129 mil gastos na sua campanha. O PSL só repassou R$ 16 mil.

Davi e Tasso

Além do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), cotado para relator da reforma da Previdência, tem se reunido com consultores para estudar os impactos da inclusão de Estados e municípios. O tucano tende a encampar a mudança na proposta.

Vai mal

Tasso comanda a comissão especial que foi instalada em março para acompanhar a tramitação da reforma na Câmara. Estudo da Instituição Fiscal Independente, entregue a ele, aponta que, com o provável agravamento do quadro nos Estados, a PEC da Previdência (6/2019) “é possivelmente o único modo de equilibrar ou ao menos reduzir os desequilíbrios atuais em prazo razoável de tempo”.

 Seu nome é Enéas!

Exemplo de como o Brasil, até no Congresso, esquece a importância de muitos que partem. O PL 2238/2019, de autoria de Dr. Frederico (Patriota), declara o falecido Enéas Carneiro o Patrono da Eletrocardiografia no Brasil. Em dois meses, dois relatores – Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e Alexandre Padilha (PT-SP) – devolveram a proposta sem manifestação na Comissão de Cultura. A nova relatora é Luizianne Lins (PT-CE).

Gás 1

A equipe econômica do Governo estuda série de medidas para reduzir o preço final do gás de cozinha. A ideia é ampliar o número de empresas que participem tanto do mercado de produção quanto no da distribuição. Atualmente, a Petrobras responde pela quase totalidade da produção e importação do GLP enquanto cinco empresas detêm mais de 90% do mercado de distribuição.

Gás 2

A possibilidade de venda fracionada de gás de cozinha é uma das medidas em estudo. Se implementada, a mudança dará ao consumidor a opção de compra de gás por quilo nos postos de revenda. O governo pretende, com a medida, atender à demanda de pessoas mais pobres que não têm condições de comprar os 13 kg do botijão.

CULTURA

Doc do Barril

O cineasta Heitor Dhalia viajou 10 mil km, degustou, bebeu, pesquisou, e lança hoje o documentário “Em busca da cerveja perfeita”, apresentado pela Ambev, maior fabricante do mundo. A estreia nos cinemas é nesta quinta. 

15 de julho de 2019

Os Município$

Prefeitos vão intensificar o corpo-a-corpo com senadores para tentar emplacar emenda no texto da reforma da Previdência

Os Município$

Derrotados na Câmara Federal pelo lobby dos governadores do Nordeste, da oposição ao Governo, que derrubaram a entrada de Estados e municípios na reforma da Previdência, os prefeitos vão intensificar o corpo-a-corpo com senadores para tentar emplacar emenda no texto a ser votado no Senado até outubro. A Confederação Nacional de Municípios orientou os alcaides e entidades a se reunirem com parlamentares durante este recesso parlamentar para pedir apoio à proposta. De acordo com a CNM, se a mudança for acatada pelo Congresso, os 2.108 municípios com Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) se juntariam aos 3.460 que seguem o Regime Geral na adoção das novas regras para aposentadorias. E o caixa melhora.

A conta

A medida reduzirá custos previdenciários em até R$ 41 bilhões em 4 anos, e R$ 170 bilhões em uma década, prevê a entidade.

Apostas

Senadores, entre eles o presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP), já sinalizaram que vão incluir Estados e municípios quando o texto chegar para discussão e aprovação na Casa.

Leilões

Enquanto Sérgio Cabral Filho, preso e condenado, vai perdendo bens para a Justiça, outro leilão passou despercebido na web. Um cidadão pagou R$ 12 por ventarola de carnaval com propaganda da candidatura dele à Prefeitura do Rio, pelo PSDB, em 1990.

Contas do juiz

Marlon Reis, o juiz idealizador da Ficha Limpa, teve as contas da campanha para o Governo do Tocantins (2018) rejeitadas pelo TRE. O candidato do Rede se diz tranquilo para corrigir dentro do prazo indicado pelo tribunal.

Há tempo

Em tempo, são erros normativos, considerados bobos, mas falhas. Como diferença de saldo na conta apresentado ao TRE, e não indicação de cronograma de pagamentos do saldo devedor de mais de R$ 750 mil a fornecedores. O Rede assumiu esta conta.

Cadastro liberado

O Projeto de Lei 3953/2019, de autoria do senador Ciro Nogueira (Progressistas-PI) determina, além da gratuidade da pesquisa da consulta sobre nome no SPC ou Serasa, que os dados do consumidor sejam disponibilizados para acesso online permanente. O PL será analisado em agosto na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Sem via sacra

O projeto vem a bom tempo para o cidadão, se aprovado. Diante do Cadastro Positivo em vigor, e o cerco maior na praça ao consumidor, a indústria do cadastro negativo, que cobra a consulta, leva um golpe. E o leitor não precisa sair do computador para pegar uma fila gigantesca num posto de atendimento.

Fortuna$

Deputados vão tentar mudar o texto da reforma Tributária (PEC 45/2019), que tramita em comissão especial, e incluir a previsão de taxação das grandes fortunas e dos lucros e dividendos. A emenda para alterar a proposta será apresentada pela bancada do PT no colegiado, composta por oito deputados, e liderada por Afonso Florence (PT-BA).

IBS na fila

A admissibilidade da PEC já foi aprovada na CCJC. O texto propõe o fim de três tributos federais, o IPI, Cofins e PIS, além do ICMS, que é estadual, e do ISS, municipal, e reúne todos eles em novo tributo, o Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS).

Mau desempenho

Avançou no Senado a proposta que determina a demissão de servidores concursados por insuficiência de desempenho. Aprovado na Comissão de Assuntos Sociais, o PLS 116/17 passará por mais duas comissões, mas um requerimento pode levá-lo direto ao plenário. O texto propõe uma avaliação anual de desempenho por comissão formada pela chefia imediata, um servidor do RH e um colega lotado na mesma unidade.

Barrado na praia

Uma prova de como o mundo está de olho no Governo Bolsonaro. Paraty e Ilha Grande entraram para a Lista de Patrimônio Histórico da Humanidade semanas depois de o presidente insinuar que pretende fazer da região um Caribe brasileiro para o turismo.

ESPLANADEIRA

# O PDT promove hoje, no Rio, seminário sobre a reforma da Previdência, com Chico Ângelo e Paulo Ramos.

Os Município$: prefeitos tentam emplacar emenda na reforma

Os prefeitos vão intensificar o corpo-a-corpo com senadores para tentar emplacar emenda no texto a ser votado no Senado até outubro.

Os Município$

Derrotados na Câmara Federal pelo lobby dos governadores do Nordeste, da oposição ao Governo, que derrubaram a entrada de Estados e municípios na reforma da Previdência, os prefeitos vão intensificar o corpo-a-corpo com senadores para tentar emplacar emenda no texto a ser votado no Senado até outubro. A Confederação Nacional de Municípios orientou os alcaides e entidades a se reunirem com parlamentares durante este recesso parlamentar para pedir apoio à proposta. De acordo com a CNM, se a mudança for acatada pelo Congresso, os 2.108 municípios com Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) se juntariam aos 3.460 que seguem o Regime Geral na adoção das novas regras para aposentadorias. E o caixa melhora.

A conta

A medida reduzirá custos previdenciários em até R$ 41 bilhões em 4 anos, e R$ 170 bilhões em uma década, prevê a entidade.

Apostas

Senadores, entre eles o presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP), já sinalizaram que vão incluir Estados e municípios quando o texto chegar para discussão e aprovação na Casa.

Leilões

Enquanto Sérgio Cabral Filho, preso e condenado, vai perdendo bens para a Justiça, outro leilão passou despercebido na web. Um cidadão pagou R$ 12 por ventarola de carnaval com propaganda da candidatura dele à Prefeitura do Rio, pelo PSDB, em 1990.

Contas do juiz

Marlon Reis, o juiz idealizador da Ficha Limpa, teve as contas da campanha para o Governo do Tocantins (2018) rejeitadas pelo TRE. O candidato do Rede se diz tranquilo para corrigir dentro do prazo indicado pelo tribunal.

Há tempo

Em tempo, são erros normativos, considerados bobos, mas falhas. Como diferença de saldo na conta apresentado ao TRE, e não indicação de cronograma de pagamentos do saldo devedor de mais de R$ 750 mil a fornecedores. O Rede assumiu esta conta.

Cadastro liberado

O Projeto de Lei 3953/2019, de autoria do senador Ciro Nogueira (Progressistas-PI) determina, além da gratuidade da pesquisa da consulta sobre nome no SPC ou Serasa, que os dados do consumidor sejam disponibilizados para acesso online permanente. O PL será analisado em agosto na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Sem via sacra

O projeto vem a bom tempo para o cidadão, se aprovado. Diante do Cadastro Positivo em vigor, e o cerco maior na praça ao consumidor, a indústria do cadastro negativo, que cobra a consulta, leva um golpe. E o leitor não precisa sair do computador para pegar uma fila gigantesca num posto de atendimento.

Fortuna$

Deputados vão tentar mudar o texto da reforma Tributária (PEC 45/2019), que tramita em comissão especial, e incluir a previsão de taxação das grandes fortunas e dos lucros e dividendos. A emenda para alterar a proposta será apresentada pela bancada do PT no colegiado, composta por oito deputados, e liderada por Afonso Florence (PT-BA).

IBS na fila

A admissibilidade da PEC já foi aprovada na CCJC. O texto propõe o fim de três tributos federais, o IPI, Cofins e PIS, além do ICMS, que é estadual, e do ISS, municipal, e reúne todos eles em novo tributo, o Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS).

Mau desempenho

Avançou no Senado a proposta que determina a demissão de servidores concursados por insuficiência de desempenho. Aprovado na Comissão de Assuntos Sociais, o PLS 116/17 passará por mais duas comissões, mas um requerimento pode levá-lo direto ao plenário. O texto propõe uma avaliação anual de desempenho por comissão formada pela chefia imediata, um servidor do RH e um colega lotado na mesma unidade.

Barrado na praia

Uma prova de como o mundo está de olho no Governo Bolsonaro. Paraty e Ilha Grande entraram para a Lista de Patrimônio Histórico da Humanidade semanas depois de o presidente insinuar que pretende fazer da região um Caribe brasileiro para o turismo.

ESPLANADEIRA

# O PDT promove hoje, no Rio, seminário sobre a reforma da Previdência, com Chico Ângelo e Paulo Ramos.

Esplanadeira é a seção da Coluna para divulgação de informações variadas da política, esporte, cultura, mercado, ações sociais. Mande e-mail para [email protected]

12 de julho de 2019

Os evangélicos: três possíveis nomes para a vaga no Supremo

O Advogado-Geral da União, André Mendonça, o juiz federal William Douglas Resinente e o procurador regional da República Guilherme Schelb.

Os evangélicos

Três nomes orbitam os corredores do terceiro andar do Palácio do Planalto, onde fica o gabinete do presidente Jair Bolsonaro, quando o assunto é a futura indicação de um “terrivelmente evangélico” para uma das vagas do Supremo Tribunal Federal que será aberta durante o mandato do chefe da nação: O Advogado-Geral da União, André Mendonça, o juiz federal William Douglas Resinente, do Rio de Janeiro, e – corre por fora – o procurador regional da República Guilherme Schelb.

Amém

O AGU André Mendonça só falta andar com a Bíblia debaixo do braço quando visita o Planalto, dizem fontes. Já Schelb pode surgir como azarão nessa corrida.

Ex-padrinho

O juiz William Douglas, com vasto currículo, é conhecido de Bolsonaro. Visitava muito o Senado, em especial o gabinete de Magno Malta. o quase-ministro do presidente, que se afastou..

Poeira baixa

Os ventos do Planalto sopram que o ministro da Justiça, Sérgio Moro, teria um plano B: deixar o Governo em alguns meses, ir dar aulas nos EUA e voltar indicado ao STF.

Trump aprova

Essa dica do presidente Bolsonaro de que o filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), pode ser indicado embaixador do Brasil nos Estados Unidos, tem aval de Donald Trump. Foi o presidente americano, aliás, quem barrou o chanceler Ernesto Araújo na reunião na Casa Branca, e pediu que Eduardo representasse o Brasil.

Ôh, de casa

Eduardo tornou-se amigo de Trump ainda na campanha de 2018, quando o marqueteiro do presidente americano os apresentou. Em março  deste ano, como a Coluna revelou, o deputado federal jantou por mais de 3 horas com Trump em Mar-a-Lago, na Flórida, a residência de passeio do presidente nos Estados Unidos.

Veterano balança

Quem pode dançar nessa história é o veterano embaixador Sérgio Amaral, benquisto no Itamaraty e também no círculo americano, que hoje ocupa o cargo em Washington. Amaral não tem reclamações do MRE e do Governo. Mas pesa contra ele, nos bastidores, ser muito amigo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso – que não bate com Bolsonaro, e vice-versa.

Quem te viu..

Quando era deputado federal, o hoje presidente Bolsonaro se posicionava como um dos parlamentares mais críticos da Câmara às emendas liberadas às vésperas da votação de matérias de interesse do Planalto. Agora, pela aprovação da Reforma da Previdência, o seu Governo agraciou os parlamentares com mais de R$ 2,5 bilhões em emendas.

..quem te vê

Foram priorizados parlamentares do Centrão (PL, SD, DEM, PRB, Progressistas, Podemos etc). Em 2011, quando concorreu à presidência da Câmara, ainda pelo PP, o então deputado Bolsonaro bradou que “o Governo só libera as emendas individuais caso os parlamentares votem algo que não é muito republicano”. E pregava: “Vamos tirar da escravidão que nós vivemos no Executivo”.

João Gilberto

João Marcelo Gilberto, filho do Papa da Bossa Nova com a cantora Astrud Gilberto, criticou o presidente Bolsonaro por não ter decretado luto oficial pela morte do pai.

Paulo Henrique

O jornalista Paulo Henrique Amorim deixou em seus arquivos, em casa, entrevistas inéditas com o ex-presidente Lula da Silva e José Dirceu, que serão reveladas em breve pela família. Lula mandou mensagem de pêsames para Geórgia, a viúva do jornalista.

Rio respira

Uma prova de que o Rio de Janeiro, em tempos de crise, é ainda foco de investidores. O55 Rio Copacabana Hotel, na praia, foi todo reformado e tornou-se referência para estrangeiros. É do mesmo grupo que administrou e deu um up no 55 Rio Lapa – que passou para as mãos de um grupo israelense a peso de ouro.

ESPLANADEIRA

#“Ê, lasquera!”. Encerra-se hoje o "Maior treinamento jurídico de imersão do agro", no Rio. “Dimais da conta!”. “Óia só”, o Presidente da comissão de Direito do Agro da OAB/MG, Manuel Barros, usa essas e outras expressões do seu Dicionário Mineirês para a imersão.  # A violoncelista  Aleska Chediak e o violinista Humberto Mirabelli fazem homenagem amanhã a João Gilberto no Alegretti, no Copacabana Rio Hotel. 

Esplanadeira é a seção da Coluna para divulgação de informações variadas da política, esporte, cultura, mercado, ações sociais. Mande e-mail para [email protected]