• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia
Flávio Ricco

Equipe de “Se Joga” já trabalha como se o programa estivesse no ar

Confira o texto publicado na coluna Canal 1 no Jornal O Dia.

10/09/2019 11:52h

Equipe de “Se Joga” já trabalha como se o programa estivesse no ar 

Para o “Se Joga” não ter qualquer surpresa ou correr qualquer risco, a partir da sua estreia no dia 30 deste mês, a Globo trabalha como se o programa já estivesse no ar. Uma rotina que a sua produção e apresentadores, Érico Brás e Fabiana Karla, ao lado de Fernanda Gentil, já tem estabelecida para afinar todos os detalhes possíveis e tentar evitar problemas de última hora. Segundo o seu pessoal, há toda uma preocupação, inclusive com os mínimos detalhes. Daí os tantos ensaios e as gravações dos pilotos, para se chegar ao entrosamento desejado. Fazer tudo funcionar da melhor maneira possível. Mesmo em se tratando de Globo, que dá audiência até com color bars (barras de cor), há sempre uma pressão natural, inclusive a de entrar no horário que o “Vídeo Show” fez história e tentar frear os resultados da concorrência, especialmente Record, no horário. A expectativa é que essa receita, de puro entretenimento, possa alcançar os resultados esperados. De qualquer forma, a vinda do “Se Joga” faz crescer a expectativa de uma competição que promete ser das mais saudáveis.

Decisão 

A quinta temporada do “Dancing Brasil”, na Record, chega ao fim nesta quarta-feira. Bia Feres, Dany Hypolito e Vinicius D´black são os finalistas do programa. Um deles levará o prêmio de R$ 500 mil, além do troféu de campeão. O bailarino profissional com quem faz par ganhará um carro zero km.

E depois 

Após o encerramento do “Dancing Brasil”, Xuxa deve seguir com a turnê do seu show, provavelmente usando um nome diferente. Em vez de “Xou Xuxa”, como foi até agora, será “Xou da Xuxa”. TV, na Record, além de um especial em dezembro, só voltará com temporadas normais no ano que vem. 

Registro 

Além do filme e da série na Globo, a história de Hebe Camargo também será contada em um documentário. E assim como o longa-metragem, a Loma Filmes em parceria com a Paris Filmes, se encarregará da sua produção.

A propósito 

Por falar em cinema, Renato Aragão começa a preparar um novo filme. Vem aí “Didi Babá e os 40 Ladrões”, com produção da Mixer Rio.

Programa do Porchat 

Welder Rodrigues, ator do “Zorra”, será uma das atrações do “Que História é Essa, Porchat?”, nesta terça-feira no GNT. Silvero Pereira e Preta Gil são outros convidados do programa.

Jornalismo 

Inspirada na minissérie “Olhos que condenam”, da Netflix, com 16 indicações ao Emmy, o “Jornal da Cultura” vai estrear a série “Olhos que Condenam o Brasil”. No ar, a partir do dia 16, irá mostrar casos de inocentes colocados na prisão pelo sistema judicial brasileiro. 

Muito comentado 

A chamada “Rodada de Fogo” vai até a próxima terça-feira, 17, no “The Voice Brasil”. Na sequência, os shows ao vivo, com a participação do público. Em tempo: o início da “Rodada de Fogo”, quinta passada, fez com que os comentários do reality nas redes sociais aumentassem em 122% em comparação com a semana anterior, enquanto a hashtag #thevoicebrasil permaneceu por cinco horas nos Trending Topics Mundo.

Personagens 

Esta série de reportagens, em cinco episódios, vai revelar alguns desses casos. Entre eles, há o de Marcelo que trabalhava em uma ONG em São Paulo e ficou preso injustamente durante cinco meses acusado de tráfico de drogas. O Wlaedson, preso por usar uma camiseta rosa, semelhante à de um assaltante. No Rio, Rodrigo, sem antecedentes criminais, acusado de praticar mais de dez crimes depois que já estava prisão.

Reforços 1 

A Record vai mesmo reforçar seu quadro de autores, garante o número 1 da área comercial da emissora, Walter Zagari. Segundo ele, já existe um trabalho em curso na direção de Teledramaturgia do Rio visando encontrar esses profissionais.  

Reforços 2 

Essa iniciativa tem tudo a ver com o atual momento da Record, novamente investindo em dois horários inéditos. O executivo declarou ainda que as novelas bíblicas, lançadas a pedido de Edir Macedo, desde “Os Dez Mandamentos”, continuam normalmente na grade. 


Deixe seu comentário