• Natal
  • Policlinica
  • Motociclista
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Garrincha

Campeonato piauiense inicia em 17 de janeiro

Confira o texto publicado na coluna Prego na Chuteira no Jornal O Dia.

14/11/2019 09:42h

Saiu o regulamento

Para tapar a boca de quem dizia que nesta não ia ter nem campeonato, o presidente Brown divulga tabela e regulamento, tudo junto, porque onde a vaca vai o boi vai atrás e certame sem regulamento é como um cearense sem jumento, advogado sem documento e trabalhador sem o seu devido aumento. Pois o ilustre filho de Barras de Francy Monte, Brouw Carcará Pega Mata e Come, mostrou o regulamento do campeonato de futebol profissional, pronto e revisado no ponto de ser usado. Vai começar no dia 17 de janeiro que é uma sexta-feira, lá nos Picos. O certame piauiense vai começar nos Picos, não é na capital não. Inovação da mentora. Um prestígio para a cidade de Miolinho. Uma inovação carcareana. O time picoense vai enfrentar nada mais nada menos do que o Galo Carijó,aque-le que faz cocorocó, tanto aqui como em Campo Maior. No estádio Helvídeo Nunes, meu parente afastado porque de Aracati para Picos é muito longe. Mas saiu o regulamento e tabelas. A tabela do campeonato e a dos preços dos ingressos porque o futebol de graça foi só naquele tempo dos “Trapalhões” do Didi Mocó, Dedé e Zacarias. E o certame começa a 17 de janeiro com jogo em Picos. Como se vê, o certame começa “quente”. E deve ir aquela caravana da federação para abertura do certame, o povo de lá fica esperando o povo de cá, tem aquele lance de hospitalidade no melhor hotel da cidade, mordomias caboclas, onde às vezes, os visitantes levam até os copos dos hotéis. Dizendo que “de lembranças”, justificando um mal costume que vem de casa. Mas a bola rola, este escriba não enrola e merenda boa é pasteis de Maria Divina com Coca-cola. Mas saiu a tabela do campeonato e agora me deu saudade do “Cabeça de Pato”, aque-le que quando ouviu o eco de seu apelido, respondia: “É a mãe!”. E o Galo River Carijó no intuito de fazer uma boa viagem contrata volante porque toda boa viagem depende do condutor.E às vezes do trocador. Porque até trocador deve ser competente. Como trocador de barriga por uma dor de cabeça. Mas Brown Carcará, presidente da  federação botou seu jamegão no regulamento do campeonato do certame piauiense e bola para a frente para não fazer gol contra. Esperamos uma competição muito movimentada porque agora está meio parada e é preciso tirar o torcedor do celular, dando para engordar.

Uma dupla forte

Nas camisas (Ciro-JVC), um time preparado para vencer, dupla pesada. Time do Blumenau de nosso subúrbio. E o mascote com a camisa da dupla “tome-voto”. Ciro e JVC. O garotinho mascote com a camisa do Flamengo. Um inocente eleitoral...

Nos braços de Jesus

O Flamengo carioca se deu muito bem com o treinador lusitano Jesus, desmentindo aquela conversa de que português é bicho burro. Ele está dando show de bola com o rubro-negro e a torcida só vive dizendo “ai Jesus...” e hoje ele é um ídolo, um santo. Eis aí, o time mais popular desta nação com um técnico europeu dando lições de bola e eu não duvido nada se ele for indicado para ser o treinador da seleção brasileira de futebol, mesmo porque este país foi descoberto por um português, aquele que foi o inventor do prego grande e fundador daquele bairro de Teresina. O Cabral.

E o nosso ?

Gentes boas, eu quero saber é do nosso futebol, nosso jogo de bola argentina como é que vão as coisas porque segundo o filósofo William Bogea, O Véi, “futebol é coisa séria”, nem que seja nos “biliquindins dos infernos” como diz o mestre C.Said que num dia destes engoliu um palito de dentes confiando que era o Magro de Aço. Foi  hospitalizado e entre seus visitantes estava o confrade Pedro Mendes Ribeiro, comentarista da Rádio Pioneira e o pai do Cordel. O Said cotucou o Pequeno Polegar e indagou:_Essssscuuuta Diidiimo, o Pedro está de cueca?


Deixe seu comentário