• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • Clínica Shirley Holanda
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Garrincha

O celular hoje é um engordurante. Mexa-se!

Quando for praticar sua caminhada não leve o celular porque ele vai tomar para você parar. E engordar.

19/03/2019 06:18h

Reação

Meus amigos, estou convocando todos os desportistas deste nosso Piauí terra querida para uma reação a este estado de inanição que vem tomando conta de nossos desportistas, todos rendidos ao celular. Esta acomodação física, que vai desde o menino ao idoso, este sentar e dedilhar, e se esquecer do mundo vasto mundo se eu me chamasse Raimundo morava em Piripiri e seria chamado de doutor Raimundo Pão. Porque o esporte é vida, é ação e reação, movimentação. Temos várias modalidades esportivas e dentre elas, o pebol é a mais usada porque somos “o pais do futebol”, condição reconhecida por gregos e baianos. Mas estou sentindo que o nosso povo, nossa guapa juventude, principalmente, está se descuidando desta atenção que tem ao esporte bretão e em consequência disto vem o engorduramento, porque o corpo tem que se exercitar, queimar calorias, tudo se resume no “mexa-se”. Até no ato de dançar, você pode suar e os franceses já nos aconselhavam: “É bom suar”. Mas estamos no tempo do celular e este aparelho veio para deixar todo mundo gordo. Porque ninguém corre nem para dar recado. Basta teclar no bichinho e ele  diz tudo no ouvido da outra pessoa e pode ser até o doutor Pessoa que entende tudo bem direitinho. Rapaz, é o progresso, você concorda? E estamos numa fase de engorda. Nosso povo nem caminhando está mais. As presenças na margens dos rios, ruas e praças, de pessoas se exercitando estão cada dia menores. E na maioria das vezes, elas vão andando e teclando e nem se importam com quem vai passando ou deixa de passar. Porque já dizem por aí e isto veio do Ceará: o melhor amigo do homem é o telefone celular. E entre as suas inúmeras vantagens e desvantagens no ato de usar vem o modo mais rápido de  engordar. Porque com ele ao seu alcance nem o mais ativo repórter corre, literalmente, atrás da notícia. Ela vem limpa, leve e solta pelo celular e é só você pegar.Escutar. E assim sendo, seu Rosendo, o celular hoje é um engordurante. Mexa-se! Quando for praticar sua caminhada não leve o celular porque ele vai tomar para você parar. E engordar.

Professor  Zaqueu

Neste tempo não tinha celular e os meninos gostavam de jogar. Olhem aí os meninos do professor Zaqueu, do Colégio Sinopse. A foto foi da Foco Studio Produções.

Sara machucou-se

Rapaz, a nossa menina de ouro, a Sarah com agá, não se deu bem desta vez, lá pela Rússia. Lutou, lutou, deu mas também apanhou, e acabou sendo desclassificada neste torneio deste esporte de agarrado que eu não gosto. Briga feia. E ainda tem uns gritos pelo meio para poder assustar a pessoa. Mas a vida é mesma assim e “algum tem que perder para outro entrar no jogo”, diz a canção popular. E Sarinha machucou-se e caiu fora da competição. Fazer o quê? Agora é levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima, como diz a canção popular. Porque a vida é um perde e ganha. Tanto aqui como na Alemanha.

Prá Brasília

O presidente da Federação de futebol do Piauí foi pra Brasília, me informa o Beto Loyola, que é do Alto Longá. Brauw Carcará. Deve ter ido atrás de recurso, diz o cronista social. De fato, o nosso pebol está precisando mesmo, e já de muitos recursos, porque a maré não está para mandin nem pacunaré. O futebol piauiense precisa urgentemente de uma repaginação, de uma mudança  radical porque  senão a vaca  vai para o Brejo, ali no Maranhão. O mar  não está para peixe por isso ninguém quer mais pescar.  Mas todo mundo é apaixonado pelo telefone celular. Vamos aguardar o que  nos trará o Carcará.


Deixe seu comentário