• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Garrincha

Timon vem quente para o Piauiense Série B

Confira o texto publicado na coluna Prego na Chuteira no Jornal O Dia.

28/08/2019 08:14h - Atualizado em 28/08/2019 15:57h

Timon vem quente!

Meus amigos, o campeonato de futebol piauiense profissional, série B de bola, terá um participante maranhense e  quando  os cearenses souberem disso  vão dizer  “só no Piauí mesmo...” Mas o que se pode fazer se Piauí e Maranhão é o pé e a mão, a faca e o facão ? O rio Parnaíba faz esta União que é a terra do Valdimir Mota e do Cambão. Nossa vizinha Timon City é a convidada de honra para o certame profissional piauiense  e atuará aqui a exemplo de seus  inúmeros filhos  que trabalham  em Teresina e vão só dormir lá e alguns nem vão, ficam nas casas das raparigas aqui mesmo na Quentecap. Desta vez, será para valer, o campeonato piauiense  com uma equipe maranhense porque já estamos cansados de aguentar  cearenses. E Timon vem quente com apoio de seus barões, entre os quais  desponta o Paulo Guimarães, filho do Napoleão, um riverino fanático dos tempos do Lindolfo Monteiro. E o campeonato nosso de cada dia  terá esta novidade para os caras de outros estados  dizerem: “Só no Piauí mesmo...” E falta uma semana para que o certame “híbrido”comece. Um campeonato do Piauí com um time do Maranhão. Aonde é que nenhum estado teria esta coragem ? Vê se  no certame  cearense tem algum time de Mossoró, RN? Tem não, “Vei”, só nós aqui que somos democráticos demais e depois  o pago que recebemos é dizerem que só aqui é que o sapo faz xixi. Estamos dando esta colher de chá para o Maranhão e vamos esperar a reação. Eu não digo nada, direi como o companheiro de jornada esportiva, Carlos Said, diz: - Vamos aguardar os acontecimentos e  ai e uí! Eu sei que Timon vem quente e ousada e se derem buraco ela entra. Que os piauienses se cuidem porque  o time vizinho pode ganhar o campeonato mafrense e a gozação será nacional. “ O Piauí é tão bom que o campeão de lá é do Maranhão.” Mas  a bola rola, este escriba não enrola e samba não se aprende na escola. E treinador bom era o  seu Vicente  Feola.

Segura o tchan!

Numa apresentação de escola, a linda garota, desinibida que só, mostra como é que se dança o tal de “tchan" e as outras crianças ficam  só admirando a performance da dançarina mirim .Parque da Cidadania, Cidade da Criança. Teresina.

O Buda

Nossa solidariedade ao jovem lutador Buda que vinha numa boa na sua especialidade que é luta tipo MMA e perdeu para o Gavião Malvado que é gaúcho e deu no nosso menino. Nocauteou o Buda  que  vinha muito bem, com dez  lutas sem perder  nem sono. Mas é assim mesmo, um dia dá, noutro apanha e  neste metier tem que  ter a manha. Bota a cara, tira a cara, faz que vai mas não vai e acaba “fondo” porque o próprio nome da luta  já traduz tudo. “MMA= mamãe apanha.” Que nosso piauiense Buda não se  esmoreça porque em “toda façanha, quando um perde,o  outro ganha” diz o compositor popular e vamos prá frente e socar, socar, com força e devagar. E sempre.

Os meninos

Nossa delegação era de vinte entre meninos e meninas. Trouxemos só oito medalhas, no “Atletismo sub16”, entre os dois sexos e a competição de atletismo foi em Fortaleza e nós ficamos em quarto lugar. Os nossos  atletas se distinguiram mais nos saltos com varas e isto deve ser porque nossa meninada gosta de pular cerca para tirar caju, goiaba, siriguela, sapoti, pitomba e até mamão dos sítios. Deles ou dos outros. O resultado foi considerado bom e serviu  de aprendizado para  futuras competições. A falta de material para o treinamento adequados foi enfatizada pelo Venção e não é invenção dele não em dizer que  aqui a gente  treina com bambu. Que nem rima...


Deixe seu comentário