• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Pelo Piauí

29 de janeiro de 2019

Governadora pede reforço no monitoramento das barragens do Piauí

Governadora pede reforço no monitoramento das barragens do Piauí

As onze barragens de responsabilidade do Governo do Estado passam por monitoramento regularmente. A informação é do presidente do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi), Geraldo Magela, que na tarde desta segunda (28) participou de audiência com a governadora em exercício, Regina Sousa.

A orientação da governadora é de diligência das instituições públicas para o período chuvoso. “O ocorrido em Brumadinho foi um alerta que Minas Gerais nos deu. Por conta do período chuvoso, em dezembro já iniciamos as visitas às represas. Agora toda a atenção para as barragens vai ser dada nesse momento”, garante.

“Já fazíamos o controle permanente das barragens, com atenção especial para Bezerros, em José de Freitas; e Emparedado, em Campo Maior”, explica o presidente do Idepi, enfatizando que nestas duas, o controle e monitoramento é mais frequente. “Neste domingo, o diretor de Engenharia do Idepi esteve em José de Freitas, vistoriando a barragem do Bezerros e nesta segunda, a vistoria foi realizada na barragem do Emparedado, em Campo Maior”, diz.

Magela informa ainda que já está na fase final, o processo licitatório para contratação da empresa que fará as obras de recuperação das duas barragens. “Até a próxima semana será divulgado o resultado dos dois certames”, diz.

Em José de Freitas serão investidos cerca de RS 16 milhões. “Será feita a total recuperação da parede, do sangradouro e de toda área da bacia hidrográfica que alimenta a barragem, além da iluminação da parece”, ressalta, explicando ainda que na barragem do Emparedado serão aplicados R$ 4 milhões.

Geraldo Magela esclarece que a barragem do Bezerro, na situação atual, não apresenta risco devido o trabalho realizado em 2018 pelo Idepi, que fez o rebaixamento do sangradouro. “Portanto, não vai atingir a cota máxima”, explica, enfatizando que o Idepi está trabalhando na construção das barragens de Atalaia, em Corrente; e Ciro Nogueira, localizada no município de Brasileira.

Barragem do Caldeirão

De responsabilidade do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), a Barragem do Caldeirão, em Piripiri, também está sendo monitorara pelos órgãos públicos. O reservatório funciona em conjunto com a PI-237, rodovia importante da região. Identificados em visita técnica ainda em dezembro de 2018, desgastes estruturais por conta do período chuvoso já foram reparados e uma obra de drenagem lateral deverá ser feita em parceria com o Departamento de Estradas e Rodagens, órgão estadual responsável pela rodovia.

O coordenador Nacional do Dnocs, Djalma Policarpo, assegura a segurança da estrutura. “O DER fará a drenagem do coroamento das ombreiras da barragem. Houve um problema na crista e o DER fará as drenagens transversais. O Dnocs tem R$ 1 milhão em obras civil e hidromecânicas. A população de Piripiri pode ficar tranqüila porque as medidas estão sendo tomadas para manter a segurança do reservatório e da população que vive ao entorno da obra”, garantiu.

Tráfego de carretas

O Dnocs e o DER orientam para que seja evitado o tráfego intenso de carretas e cargas pesadas com destino a Lagoa do São Francisco pela parede da barragem do Caldeirão, como forma de preservar a estrutura da barragem.

24 de janeiro de 2019

Encontro reunirá 400 jovens de dez estados brasileiros em Picos

Evento é uma realização do FIDA, através do programa Semear Internacional

A cidade de Picos, no interior do Piauí, será sede da segunda edição do “Encontro de jovens rurais do semiárido brasileiro”, que deverá reunir cerca de 400 jovens de comunidades atendidas por projetos apoiados pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), Banco Mundial, sociedade civil e movimentos ligados à juventude de dez estados do Brasil. O evento ocorrerá entre os dias 05 e 07 de abril e poderão participar jovens entre 15 e 32 anos. As inscrições iniciarão no próximo mês de fevereiro, e se estenderão até fim do mês de março.

Entre os destaques da programação, está uma palestra do sociólogo Leonardo Boff, além de oficinas e plenárias que abordarão temas como gênero e transgênero, mercado de trabalho, identidade cultural, agroecologia, ecogastronomia, meio ambiente, educomunicação e comunicação. Uma feira de talentos locais será realizada paralela à programação do Encontro, com a comercialização de produtos da culinária e artesanato de cada estado participante.

Para a abertura do evento, estão previstas as participações do governador do estado do Piauí, Wellington Dias, o diretor País para o Brasil do FIDA, Claus Reiner, o oficial de programas do FIDA para o Brasil, Leonardo Bichara, autoridades locais, e representantes de todas as entidades envolvidas na coordenação do evento, a exemplo do programa Semear Internacional.

“Será de extrema importância para o estado do Piauí e para o projeto Viva o Semiárido receberem estes jovens e proporcionar discussões e aprendizado que só um evento com este Encontro é capaz de trazer”, disse o coordenador do projeto Viva o Semiárido, Francisco das Chagas.

O evento é uma realização do FIDA, Programa Semear Internacional, Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Governo do Estado do Piauí, através da secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Coordenadoria da Juventude do Piauí, Projeto Viva o Semiárido, Instituto Federal de Educação Tecnológica do Piauí (IFPI), além dos projetos apoiados pelo FIDA na Bahia (Pro-Semiárido), Ceará (Paulo Freire), Paraíba (Procase), Sergipe (Dom Távora) e Piauí (Viva o Semiárido) que estarão envolvidos na mobilização dos jovens. O projeto Dom Hélder Câmara, presente em vários estados, também faz parte desta equipe.

Todas as informações sobre como se inscrever, quantidade de vagas e mais detalhes da programação estarão disponíveis, em breve, no site do evento que será lançado na primeira quinzena de fevereiro. Em caso de dúvidas, os interessados poderão entrar em contato com a coordenação do Encontro através do e-mail [email protected]

21 de janeiro de 2019

Médicos tomam posse e vão atuar na rede hospitalar estadual

Aqueles que ainda não apresentaram a documentação têm até segunda-feira (21)

A governadora em exercício Regina Sousa e o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, deram posse nesta sexta-feira (18), a 42 concursados aptos a atuarem como médico na rede hospitalar do Estado. Os médicos  atuarão nas especialidades anestesiologia, neonatologia, cirurgia pediátrica, neurocirurgia, neurofisiologia clínica, neuroradiologia e urologia, nas regiões Planície Litorânea: Parnaíba e Piripiri; Meio-Norte: Campo Maior e Teresina; Semiárido: Valença do Piauí, Picos e Oeiras; Cerrados: São Raimundo Nonato, Floriano, Uruçuí e Bom Jesus. 

Os profissionais começam a trabalhar a partir de segunda-feira (21). A governadora em exercício, Regina Sousa, deu boas-vidas aos profissionais que ingressam agora no serviço público. “Espero que vocês possam trabalhar para nossa sociedade, atuando como bons profissionais que são e melhorando a qualidade de vida dos piauienses”, disse. 

Dos 92 convocados, até o momento, 42 profissionais estavam aptos a assumirem os cargos, vez que apresentaram toda a documentação necessária para a posse. Aqueles que ainda não apresentaram a documentação têm até segunda-feira (21), para tornarem-se aptos a assumir. Outros concursados estão com a documentação submetida à Procuradoria Geral do Estado para análise. 

“O concurso é a  forma adequada e legal de selecionarmos, pelo mérito, a força de trabalho para o o estado e com estes médicos teremos mais servidores efetivos e especializados nos hospitais. Esperamos que estes profissionais possam atender da melhor forma os nossos usuários do Sistema Único de Saúde”, disse Florentino Neto. 

O médico Rogério Medeiros assumirá o cargo de cirurgião pediátrico no Hospital Infantil e para ele “nosso papel é servir à sociedade e pretendemos contribuir para quem realmente precisa”.

A convocação para o ingresso no serviço público de 92 profissionais médicos concursados é referente ao edital de nº 001/2017 e o decreto de nomeação publicado no Diário Oficial do Estado de n° 236, de 19 de dezembro de 2018.

17 de janeiro de 2019

Seduc oferece mais de 150 mil vagas em todo o estado para EJA

As matrículas estão abertas para cerca de 400 escolas

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) está com matrículas abertas para a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Para cursar o  Ensino Fundamental é necessário ter a partir de 15 anos, já para o Ensino Médio, é preciso ter,  no mínimo, 18 anos. Uma oportunidade para retornar à escola no ano de 2019.

A Seduc está oferecendo mais de 150 mil vagas em todo o estado do Piauí em cerca de 400 escolas e 28 centros exclusivo para a oferta dessa modalidade. 

Estão sendo ofertadas vagas em todas as etapas da EJA: Ensino Fundamental e Médio; Alfabetização de adultos, Encceja - Certificado do ensino fundamental e médio, para maiores de 18 anos.

De acordo com a diretora da Unidade de Educação de Jovens e Adultos da Seduc, Conceição Andrade, os cursos da EJA são oferecidos nos turnos manhã, tarde e noite. "Estamos com muita procura, é importante que as pessoas não percam tempo e realizem a matrícula na escola mais próxima", explica a diretora.

Segundo Conceição Andrade, o Piauí está em constante aumento na oferta de vagas para educação de jovens e adultos e aquelas pessoas que estão sem estudar há bastante tempo e pensam em retomar os estudos, este é o momento. 

A novidade para este ano é que em Teresina, no bairro Jacinta Andrade, a Seduc vai entregar à população um novo centro destinado à Educação de Jovens e Adultos.

Clique aqui e confira os endereços das escolas.

16 de janeiro de 2019

Fibra ótica será implantada em Teresina e municípios do norte

Primeiro trecho da rede de fibra ótica será implantado em Teresina e municípios do norte do Piauí

O governador Wellington Dias visitou, nesta segunda-feira (14), as instalações da sede Piauí Conectado, localizado no bairro Basiliar, para averiguar o processo de implantação da rede de fibra ótica no estado. Inicialmente, cerca de 500 km de fibra chegarão a Teresina e aos municípios da região norte.

O projeto é realizado por meio de Parceria Público Privada e viabilizará a oferta de internet de maior qualidade aos órgãos da administração pública estadual, aumentando a capacidade de atendimento às demandas dos cidadãos e prestando serviços com mais eficiência e celeridade.

Ao todo, serão 5 mil quilômetros de fibra ótica no estado. "O que tiver de melhor no Canadá, Estados Unidos e China, teremos nesse projeto do Piauí. Estamos falando de investimentos que vão gerar emprego e renda e colocar o Piauí como um estado moderno na área de comunicação. É um passo muito importante, pois não existe estado desenvolvido sem uma boa e eficiente comunicação", disse o governador Wellington Dias.

Para a implantação da rede em quase todo o Piauí, estão sendo investido recursos de R$ 214 milhões. "Estamos esperando apenas que a ordem de serviço seja assinada para que a rede comece a ser construida no Piauí. O projeto se somará ao que temos hoje.  Mais um cabeamento de fibra será estendido, para atender, prioritariamente, as unidades administrativas do Governo do Estado. São hospitais, escolas, delegacias, postos policias que precisam de concetividade com alta velocidade para prestar serviços de forma eficaz", destacou o diretor da Agência de Tecnologia, Avelino Lopes.

Programa de Certificação Profissional é lançado no Piauí

Governo lança Programa de Certificação Profissional do Piauí

Com a proposta de reconhecer o profissional por meio da experiência adquirida ao longo da vida, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), lançou, nessa segunda-feira (14), a Certificação Profissional do Piauí (Certific-PI). O evento ocorreu no Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) Prefeito João Mendes Olímpio de Melo, na Vila Operária, zona norte da capital.

O projeto genuinamente piauiense vai dar oportunidade a jovens, a partir de 18 anos, inseridos ou não no mercado de trabalho, que buscam reconhecimento das habilidades adquiridas na área em que atuam. Assim, aquele trabalhador que exerce uma função, sem um curso ou certificado específico, com o Certific-PI vai poder adquirir formalmente o certificado.

O evento contou com a presença do governador Wellington Dias; da deputada federal Rejane Dias; do secretário da Educação, Hélder Jacobina; representantes das empresas Claro, Oi e Vickstar; dentre outras autoridades, além de trabalhadores e comunidade em geral.

"O Certific é uma novidade no Brasil, o Piauí sai mais uma vez na frente com um excelente projeto. Nós vamos dar oportunidade para um grande público, pessoas que possuem uma profissão, mas não têm o devido reconhecimento, o diploma, e o objetivo desse programa é garantir a valorização dos saberes naturais. O pedreiro, o eletricista, o mecânico, que trabalham há anos em suas respectivas áreas e não têm a diplomação, poderão adquiri-la com o Certific", destacou, o governador Wellington Dias.

Os interessados poderão se inscrever para certificação nas áreas: Cabista de Sistema de Telecomunicações; Instalador e Reparador de Equipamentos de Transmissão em Telefonia; Instalador e Reparador de Linhas de Telecomunicação; Instalador e Reparador de Linhas e Sistemas de Telefonia e Instalador e Reparador de Redes, Cabos e Equipamentos Telefônicos.

De acordo com a diretora da Uetep, Adriana Moura, o Certific é uma demanda já necessária dentro da realidade do estado. "Nós temos na rede profissional pessoas dentro do mercado de trabalho sem a certificação. Então, vamos dar oportunidade para que esses profissionais tenham um diploma que comprove suas habilidades", afirma Adriana.

Outra novidade é que o programa será ampliado no próximo semestre, com a oferta de certificação nas áreas de mestre de obras, eletricista e técnico em informática. Além de inseridos no mercado, os beneficiados com o programa também poderão concluir concomitantemente os estudos pela Educação de Jovens e Adultos (EJA).

"Fico feliz pelo caminho que o Piauí vem percorrendo na área da educação, e hoje foi dado mais um passo com o lançamento da Rede Estadual de Certificação Profissional do Piauí (Certific-PI). Com este programa criado pelo Governo do Estado, por meio da Seduc, onde batalhamos pela sua criação, quando secretária", afirmou a deputada Rejane Dias. 

De acordo com o secretário da Educação, Helder Jacobina, o Piauí já começa a colher os frutos do Certific. "Já recebemos ligações de outros estados procurando conhecer o programa. Temos um número vasto de pessoas que precisam tanto da escolaridade quanto da qualificação, e o Certific vem com essa missão, então queremos colaborar com vocês e precisamos que vocês também colaborem conosco. Agradeço a participação das empresas privadas aqui presentes e queremos envolver mais instituições para assim podermos incluir outras atividades", destacou o gestor.

Para o representante da Claro no Brasil, Reginaldo Silva, essa ideia do governo é bastante significativa e tem uma grande representatividade para os cidadãos. "Isso vai refletir em uma qualidade melhor e até superior no mercado de trabalho, pois existem muitos profissionais que estão por aí afora sem o devido reconhecimento e fora das oportunidades", disse Reginaldo.

Inscrições

As inscrições para o processo de Reconhecimento de Saberes Profissionais, uma espécie de triagem, começam dia 15 de janeiro e se estenderão até o dia 25, presencialmente, na sede da Seduc, das 08h às 13h, na Avenida Pedro Freitas, no Centro Administrativo.

Após a inscrição, os candidatos terão suas habilidades avaliadas por etapas: entrevista com a equipe multidisciplinar e avaliação do desempenho profissional, para então serem encaminhados aos respectivos cursos e, assim, no fim da etapa serem certificados.

Tags: 

PROGRAMAS DE RADIO

CONHEÇA O PIAUÍ

Projeto Rondon realiza operação em 15 municípios do Piauí

Projeto Rondon realiza operação em 15 municípios do Piauí

Pela sexta vez, o Projeto Rondon realiza uma operação no estado do Piauí. A Operação “Parnaíba”, batizada em homenagem ao curso d’água que divide os estados do Maranhão e do Piauí, será realizada no período de 18 de janeiro a 3 de fevereiro.

A ação pretende impactar as lideranças comunitárias, os agentes multiplicadores, os difusores e os replicadores, os professores, os agentes de saúde, os servidores públicos e a comunidade em geral, capacitando-os nas seguintes áreas de conhecimento: saúde, educação, direitos humanos e justiça, cultura, trabalho, meio ambiente, tecnologia e produção, comunicação e comunicação social.

O Projeto Rondon, nesta operação, contará com o apoio do 25º Batalhão de Caçadores, que proporcionará o suporte logístico e a segurança necessários às atividades.

A cerimônia de abertura da Operação “Parnaíba” será realizada no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil, às 11h do dia 19 de janeiro, em Teresina.

A operação

O estado do Piauí receberá 312 rondonistas, dentre professores e alunos universitários, que atuarão em 15 municípios do estado e terá como centro regional a cidade de Teresina.

Ainda participará da Operação uma equipe de Comunicação Social da Universidade do Vale de Itajaí (Univali), com o objetivo de produzir conteúdo e realizar a cobertura jornalística das atividades desenvolvidas pelas demais equipes, dando maior visibilidade às ações sociais realizadas pelos rondonistas e divulgando o Projeto Rondon como ferramenta de integração nacional.

Dentre os municípios selecionados, alguns já receberam o Projeto Rondon nas outras quatro edições. Boqueirão do Piauí e Nossa Senhora de Nazaré receberão as intervenções sociais do projeto pela terceira vez. Outros 11 municípios receberão pela segunda vez e dois farão sua estreia nas operações, sendo elas, Jatobá do Piauí e Novo Santo Antônio.

Dos 224 municípios do Piauí, os rondonistas já desenvolveram ações que trouxeram benefícios permanentes para as comunidades de 56 cidades, principalmente relacionados à melhoria do bem-estar social e à capacitação da gestão pública.

As IESs do Piauí selecionadas para participarem da Operação “Parnaíba” são o Centro Universitário Santo Agostinho (Unifsa) e a Universidade Federal do Piauí (UFPI).

O Projeto Rondon

Em julho de 1967, foi realizada a Operação Piloto, ou Operação Zero, que contou com a participação de 30 alunos e 02 professores universitários da Universidade do Estado da Guanabara, hoje Universidade do Estado do Rio de Janeiro; da Universidade Federal Fluminense e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Durante 28 dias, os rondonistas realizaram trabalhos de levantamento, pesquisa e assistência médica no território de Rondônia.

No entanto, o Projeto Rondon teve as atividades encerradas no ano de 1989, retornando somente em janeiro de 2005, na cidade de Tabatinga, no Amazonas.

O projeto é uma ação coordenada pelo Ministério da Defesa que, em parceria com instituições de ensino superior, visa a somar esforços com as autoridades municipais e as lideranças comunitárias, a fim de contribuir com o desenvolvimento local sustentável e na construção e promoção da cidadania.

A iniciativa, orientada pelos princípios da democracia, da responsabilidade social e da defesa dos interesses nacionais, tem como escopo de atuação dois grandes objetivos: a formação do jovem universitário como cidadão e o desenvolvimento sustentável nas comunidades carentes.

14 de janeiro de 2019

Tecnologia garante internet móvel em qualquer lugar do Piauí

Tecnologia garante internet móvel em qualquer lugar do Piauí

O Estado do Piauí conta agora com tecnologia de aproximadamente 25 quilos que possibilita o acesso a Internet em qualquer lugar do Piauí. A ferramenta é uma aquisição do programa Piauí Conectado e pode ser usada em ações de serviços de órgãos estaduais em zonas onde não há acesso público à rede mundial de computadores.

As antenas leves foram adquiridas em conjunto com os demais equipamentos fixos de solução via satélite que estão sendo instaladas em escolas, hospitais e assentamentos em todo o estado. O investimento total no sistema de comunicação via satélite do Piauí Conectado já investiu mais de R$ 4,5 milhões.

A tecnologia deve beneficiar diretamente a área de segurança nos territórios do interior e de fronteira. “Permite a PM montar uma blitz na divisa de qualquer município e estado onde não há conexão, possibilitando que a Secretaria de Segurança acesse sistemas nacionais de identificação criminal, base de dados para extrair informações de pessoas que têm mandado de prisão, que têm ficha criminal”, explica o diretor da Agência de Tecnologia da Informação (ATI), Avelyno Medeiros.

As antenas também poderão ser usadas por órgãos de fiscalização e conscientização como a Secretaria de Fazenda e o Batalhão Estadual de Trânsito e o próprio Detran. Os serviços de Saúde itinerante e outras finalidades de conexão com a internet também são alvo da tecnologia.

O estado conta no momento com três unidades da ferramenta. A aquisição pode ser ampliada e adquirida por outros órgãos de acordo com a demanda. Segundo o diretor da ATI, além de leves as antenas são de fácil manuseio. “Qualquer pessoa com conhecimentos básicos de informática consegue montá-las porque elas (antenas) têm um sistema simples”, explicou Medeiros.

Governo do Piauí promoverá capacitação para mil artesãos

Curso terá duração de um ano e será finalizado com feira de artesanato

O Governo do Estado, por meio da Superintendência de Desenvolvimento do Artesanato Piauiense (Sudarpi) promoverá um curso de capacitação para artesãos do Piauí. A iniciativa deve capacitar mil artesãos em cerca de 30 municípios com a maior potencialidade de desenvolvimento de produtos artesanais. 

De acordo com o superintendente de Desenvolvimento do Artesanato Piauiense, Jordão Costa, a capacitação funcionará de duas maneiras: na primeira, o artesão será impulsionado a gerir seu próprio negócio e a ter uma visão empreendedora para o artesanato; na segunda, serão unidos mestres artesãos e designers, tendo como objetivo a criação de novas coleções.

“Nós vamos dar um passo a frente para que os artesãos possam ter novas peças. Isso vai representar um melhoramento nas peças do rico artesanato do Estado. Para nós, é motivo de grande alegria e satisfação iniciar esse tão sonhado projeto”, afirma Jordão Costa.

“Dentro de 90 dias nós vamos iniciar o maior curso de capacitação para artesãos da história do estado do Piauí. Esse curso vai ter a duração de 12 meses e vai culminar com a grande feira de artesanato aqui em Teresina reunindo todos esses artesãos que fizerem essa capacitação”, acrescenta o superintendente.

Os recursos para a promoção desta capacitação vêm de uma emenda do deputado federal Assis Carvalho, no valor de R$ 330 mil reais.

11 de janeiro de 2019

Obras do Polo Têxtil de Piripiri serão aceleradas

Obras do Polo Têxtil de Piripiri serão aceleradas

As obras do Polo Têxtil de Piripiri (PI) seguirão a todo vapor nos próximos meses. O assunto foi tratado durante uma reunião entre o Governo do Estado do Piauí e a Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet), nessa quarta-feira (09), no Palácio de Karnak. O projeto tem o objetivo de alavancar a economia do município e gerar empregos diretos e indiretos, por meio da comercialização da mercadoria local.

De acordo com o gestor da Sedet, Igor Neri, o Polo Têxtil de Piripiri, é um espaço de valorização do comércio e integração entre a comunidade. “O município já se destaca como segundo maior polo têxtil do Piauí. Nada mais justo que incentivar o comércio e produtos da região, com o incentivo de uma boa estrutura”, destaca o secretário.

O Polo Têxtil de Piripiri impulsionará o forte potencial criativo da região. As pessoas consomem de uma maneira diferente a cada período, por isso vem a necessidade de inovar e, mais que isso, proporcionar uma experiência de venda e compra diferenciada para a cidade.

O Governo do Estado do Piauí investiu cerca de um milhão e meio de reais. O espaço é de 1300 m², com 27 pontos comerciais, sendo que 4 lojas serão concedidas à cidade de Pedro II. “A preciosidade da opala e o artesanato de Pedro II merecem ser valorizados no polo, movimentando a economia da região”, avalia Igor Neri.

A ideia é levar aos comerciantes e produtores uma infraestrutura que incluirá lojas, restaurante, banheiros, wifi, estacionamento, tudo de forma acessível. A projeção é que a cidade de Piripiri torne-se uma referência de produção têxtil na região Nordeste, acarretando na melhoria das condições de vida da população, em geral.

04 de janeiro de 2019

Cerca de 120 mil pessoas foram atendidos com o transporte eletivo em 2018

Somente pacientes, foram mais de 84 mil que puderam vir à capital, para atendimento.

O Sistema Estadual de Transporte Eletivo, apenas neste ano de 2018, trouxe cerca de 120 mil passageiros de diversos municípios, dentre pacientes e acompanhantes, para tratamento ambulatorial na capital. Essa é uma ação da Secretaria de Estado da Saúde, em parceria com o Banco Mundial, que permite o transporte de pacientes de forma segura, com acessibilidade e sem nenhum custo ao usuário. 

Pelo Transporte Eletivo, o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS), que tem agendamento para algum procedimento ambulatorial em Teresina, é garantido o traslado, gratuito e diário, nos 29 municípios que integram a região Entre Rios. Somente pacientes, foram mais de 84 mil que puderam vir à capital, para atendimento.

“O serviço garante deslocamento de usuários do SUS de municípios do Piauí para darem continuidade aos seus tratamentos na capital, de forma segura e confortável”, pontua Cristiane Moura Fé, diretora da Unidade de Vigilância e Atenção à Saúde.  

Para ter acesso ao transporte, a pessoa deve solicitar o agendamento na Secretaria da Saúde do seu município, com direito a passagem de ida e volta e acompanhante, no caso de crianças, idosos e pessoas com deficiência.

O sistema dispõe de 22 micro-ônibus com ar-condicionado, adaptados para pessoas com deficiência e capacidade para 26 usuários. O serviço é executado em parceria com a Associação Piauiense de Municípios (APPM), e administrado pela Associação Reabilitar, entidade social sem fins lucrativos.

28 de novembro de 2018

Piauí tem 100% das vagas preenchidas em edital do Mais Médicos

Os 199 médicos irão atender demandas em 100 municípios

O Piauí deve receber, até o dia 14 de dezembro, os 199 médicos brasileiros inscritos no novo edital do programa Mais Médicos. Os profissionais vão atuar em 100 municípios, assumindo as vagas dos médicos cubanos, que desde o último dia 24, começaram a deixar o estado. A informação foi confirmada hoje, 27, pela Secretaria de Estado da Saúde. 

De acordo com Idvani Braga, coordenadora Estadual do Programa, todas as vagas disponibilizadas pelo edital foram preenchidas. “Com 100% de profissionais inscritos para os municípios disponíveis. A gente espera que os profissionais se aloquem nos municípios tal qual ele escolheram, cumprindo ainda a carga horária, que corresponde ao cumprimento de 32 horas de serviço, na Atenção Básica, e mais 8 horas de estudo".

Os gestores municipais só deverão receber, validar e homologar a vaga do profissional mediante o cumprimento da disponibilidade de horário informado no edital. “O programa Mais Médico tem carga horária igual, tanto faz ser médico cooperado ou médico brasileiro. Se não houver essa disponibilidade, a vaga é liberada”, explica a coordenadora.

Ela explica ainda que os médicos têm prazo até o dia 14 de dezembro para se apresentarem nos municípios, levando documentação para que os gestores possam validar, homologar no sistema e a partir daí, o médico começa a trabalhar imediatamente.

Municípios que receberão médicos do novo edital:

Uma vaga
Alagoinha do Piauí – Alegrete do Piauí - Bertolínia - Bonfim do Piauí - Brasileira - Cajueiro da Praia - Caldeirão Grande do Piauí – Campo Alegre do Fidalgo – Campo Largo do Piauí – Canavieira - Capitão Gervásio Oliveira – Caracol – Caraúbas do Piauí - Colônia do Gurgueia –Conceição do Canindé - Curimatá – Demerval Lobão - Eliseu Martins – Francinópolis - Hugo Napoleão – Ilha Grande - Inhuma - Itainópolis – Jacobina do Piauí - Jardim do Mulato – Jerumenha – João Costa – Joca Marques - Lagoa de São Francisco – Lagoa do Barro do Piauí – Luzilândia – Madeiro – Manoel Emídio – Marcos Parente – Massapé do Piauí – Milton Brandão - Nossa Senhora de Nazaré – Passagem Franca do Piauí – Patos – Prata do Piauí – Redenção do Gurgueia – Riacho Frio – Rio Grande do Piauí – Santa Rosa do Piauí –– São Gonçalo do Gurgueia – São José do Divino – São José do Peixe – São Julião – São Luís do Piauí – Sebastião Barros - Simplício Mendes – Tamboril do Piauí – União – Vila Nova do Piauí 

Duas vagas
Amarante - Anísio de Abreu - Antônio Almeida - Barreiras do Piauí - Batalha - Betânia do Piauí - Capitão de Campos - Cristalância do Piauí - Dom Inocêncio – Guaribas - Júlio Borges - Monsenhor Hipólito – Monte Alegre do Piauí – Morro Cabeça no Tempo – Oeiras – Parnaguá – Pavussu – Pedro II – Pimenteiras – Ribeiro Gonçalves – São Francisco de Assis do Piauí - Santa Filomena – Uruçuí

Três vagas
Altos - Avelino Lopes - Baixa Grande do Ribeiro – Barras – Gilbués – Monsenhor Gil  

Quatro vagas
Buriti dos Lopes - Cocal - Jaicós – José de Freitas - Luís Correia - Matias Olímpio – Miguel Alves – Pio IX – Porto – Regeneração – São João do Piauí – Sigefredo Pacheco 

Cinco vagas
Picos 

Seis vagas
Corrente – São Raimundo Nonato

Oito vagas
Campo Maior 
Esperantina 

23 de novembro de 2018

Semar inicia dia 26 cadastramento de usuários de água na região sul

Semar inicia dia 26 cadastramento de usuários de água na região sul do Piauí

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente, por meio de sua Diretoria de Recursos Hídricos, é o órgão responsável pela gestão dos recursos hídricos no Estado do Piauí e está trabalhando, em parceria com a Agência Nacional de Águas – ANA, no sentido de regularizar os usuários e os respectivos usos de recursos hídricos no Estado. Para isso, equipe técnicas já estão na região sul do Estado, nos municípios de Pio IX e Picos, realizando o cadastramento de usuários de água, bem como, promovendo campanha de conscientização e preservação ambiental.

A Política Estadual de Recursos Hídricos e Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos, Lei nº 5.165, de 17 de agosto de 2000, instituiu o Sistema Estadual de Recursos Hídricos e trata especificamente das águas subterrâneas, bem como o Decreto nº 11.341, de 22 de março de 2004, que regulamenta a Outorga de Direito de Uso. Além destes, a Lei nº 6.474, de 23 de dezembro de 2013, institui o Cadastro Estadual de Fontes e Usuários de Recursos Hídricos do Estado do Piauí e dá outras providências.

Os princípios básicos para funcionamento do SEIRH estão pautados na: descentralização da obtenção e produção de dados e informações; na coordenação unificada do Sistema e na disponibilização dos dados e informações à sociedade.  E Para facilitar o processo de regularização, a Semar em parceria com a ANA disponibiliza o Cadastro Nacional de Usuários de Recursos Hídricos – CNARH, visando à unificação dos cadastros de usuários de águas de domínio da União e dos Estados.

De acordo com o secretário Robério Barros, o cadastro possibilitará a realização de um planejamento mais detalhado e poderá melhorar significativamente a gestão dos recursos hídricos a curto, médio e longo prazos, minimizando os conflitos de usos e os problemas ambientais gerados pelas atividades humanas, garantindo à atual e futuras gerações a disponibilidade de água em quantidade e qualidade adequadas aos seus usos. “A água é um recurso natural finito, necessário a quase todas as atividades do ser humano, sua poluição e escassez são, atualmente, preocupações mundiais. Neste contexto, com o objetivo de garantir a conservação e o uso igualitário dos recursos hídricos, a Semar está realizando o cadastro de todos os usuários de água nas bacias hidrográficas do Estado do Piauí. Contudo, precisamos do apoio dos usuários, que procurem os locais de cadastramento, nas cidades de Picos e Pio IX”, ressalta o secretário.

O cadastro será realizado na cidade de Picos no período de 26 a 28 de novembro, das 8h às 17h, na sede da Câmara Municipal, localizada na rua Marcos Parente, 155, Centro. Já no município de Pio IX, o cadastramento estará sendo realizado nos dias 29 e 30 de Novembro, das 8h às 17h, na sede da Câmara Municipal, localizada na Rua Josias Antão de Carvalho,36, centro.

Quem deve se regularizar? 

Todos os prestadores de serviços de saneamento urbano, as indústrias, as mineradoras, os aquicultores e demais usos rurais, que captam água ou lançam efluentes nos rios, reservatórios e lagos de domínio do Estado.

Por que se regularizar?

A regularização é importante para conhecer e organizar os diversos usos e para tornar mais eficiente a gestão dos recursos hídricos nas bacias hidrográficas.

A campanha tem como objetivo conscientizar toda população dos municípios de Alagoinha do Piauí, Francisco Santos, Monsenhor Hipólito, Alegrete do Piauí, Pio IX, Santo Antônio de Lisboa e São Julião, cujo os moradores fazem captação de água para consumo, irrigação, agricultura, poços, piscicultura, produção e/ou qualquer outro uso.

Para o cadastro serão necessários documentos de identificação, CPF, sendo pessoa física e CNPJ, para pessoa jurídica, comprovante de residência e dados da localização do poço ou reservatório. 

Mais informações: (86) 99403-8880

21 de novembro de 2018

Municípios já podem aderir à nova etapa do Saúde na Escola

Municípios já podem aderir à nova etapa do Saúde na Escola

Gestores municipais de saúde e educação têm até o dia 15 de fevereiro para indicarem as escolas públicas que integrarão a nova fase do programa Saúde na Escola. A política do governo federal destina recursos para que os municípios realizem ações de prevenção e promoção da saúde no ambiente escolar.

As unidades inscritas no programa devem realizar doze ações com foco no cuidado da saúde dos estudantes, como incentivo à prática de atividades físicas, à alimentação saudável, prevenção de acidentes, bem como do uso de álcool e drogas. As linhas de atuação estão previstas na portaria de criação da política.

Novidades

O novo ciclo do programa prevê o investimento anual de R$ 89 milhões nos próximos dois anos. O valor é 2,5 vezes maior que o executado nos anos anteriores e passou a ser pago em parcela única, para facilitar a realização das ações e o cumprimento das metas propostas.

A partir de agora, os gestores municipais deverão indicar as escolas e não mais o nível de ensino envolvido. Assim, com o apoio dos profissionais de atenção básica da saúde, as escolas desenvolvem as atividades previstas no momento de adesão à política.

Processo de inscrição

As inscrições no programa devem ser feitas no site e-Gestor Atenção Básica, espaço de informação e acesso ao sistema da área. Para entrar na plataforma, é necessário informar o CPF e senha do perfil cadastrado como “gestor municipal” vinculado ao “módulo PSE”. Caso o gestor não tenha entrada habilitada ou perfil no módulo PSE, deve-se informar o CNPJ e a senha do Fundo Municipal de Saúde.

Atualmente, a iniciativa investe em 90% dos municípios brasileiros, com mais de 20 milhões de estudantes de 85.706 escolas beneficiados e mais de 36 mil equipes da atenção básica do SUS envolvidas nos projetos.

Mais de 95% dos municípios piauienses descumprem lei que rege o SUS

Senatepi exige a criação do PCCR em todo o estado e ameaça paralisações no interior

O Senatepi - Sindicato dos Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Piauí fez uma denúncia ao Ministério Público de Contas e ao Tribunal de Contas da União sobre o descumprimento, por parte dos municípios piauienses, quanto a situação de profissionais da categoria. 

De acordo com o sindicato, apenas 10 dos 224 municípios do estado cumprem a Lei Federal Complementar 8.142, que regulamenta o Sistema Único de Saúde – SUS, e obriga a criação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) para todos os servidores da saúde.

“A criação do PCCR dos profissionais da saúde é obrigatória e requisito para que os municípios recebam os repasses da União por meio do Sistema Único de Saúde”, afirma o diretor jurídico da instituição, Francisco Alex.

A denúncia aos órgãos competentes foi feita por meio da diretoria executiva do Senatepi, sob o comando do enfermeiro Luciano Castro. Ele destaca que uma das consequências graves do descumprimento da lei por parte dos gestores municipais é o corte nos repasses federais. “Isso significa que a população pode deixar de ser beneficiada com serviços básicos oferecidos pelo SUS”, diz.

A Associação Piauiense de Municípios – APPM já foi notificada pelo Ministério Público de Contas para que as prefeituras se manifestem e cumpram a lei.

O Senatepi afirma que vai acompanhar o cumprimento da lei e notificar todos os municípios que descumprirem a determinação judicial, não descartando movimentos grevistas e ações judiciais.

“Os profissionais de enfermagem iniciam sua carreira ganhando uma determina quantia e se aposentam sem nenhuma progressão salarial. O que acontece é que, atualmente, sem a existência do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração, o trabalhador da saúde trabalha sem ter nenhuma expectativa de crescimento. E isso é frustrante”, ressalta Alex.

19 de novembro de 2018

Piauí envia veterinários para combate da peste suína no Ceará

Profissionais atuarão em um primeiro momento no município de Sobral

O Governo do Estado, através da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (ADAPI), envia, nesta segunda-feira (19), médicos veterinários para atuarem no combate a focos de peste suína clássica no estado do Ceará, onde onze focos já foram confirmados em dez municípios. A parceria visa contribuir para o controle e combate à disseminação da doença para outras regiões.

Segundo o Gerente de Defesa Sanitária Animal da ADAPI, Idílio Moura, em um primeiro momento serão enviados profissionais para o município de Sobral. “Vamos auxiliar e dar apoio ao Ceará para tentar erradicar no menor espaço de tempo possível a peste suína. Vamos fazer investigação em propriedades, coleta de animais, barreiras sanitárias e eliminação de animais positivos”, explica o gerente.

No próximo dia 26 de novembro será realizado um treinamento para 30 médicos da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí, afim de preparar os profissionais em caso de registro da enfermidade em território piauiense. “Ao passo que ajudamos um estado vizinho, nós também aproveitamos para nos preparar para um possível foco da peste, que infelizmente já causa estado de emergência sanitária no Ceará”.

A doença

A peste suína clássica é uma doença viral, altamente contagiosa que acomete os suídeos, podendo o animal apresentar, em sua fase aguda, febre, lesões hemorrágicas (avermelhadas) na pele e extremidades (orelhas, membros, focinho e cauda), falta de apetite, fraqueza, conjuntivite (inflamação nos olhos), alta morbidade e mortalidade (podendo ocorrer em 5 a 14 dias após o início da doença).

Já na fase crônica, os animais podem apresentar apetite irregular, febre, diarreia; recuperação aparente, com recaída posterior, e morte; problemas reprodutivos (aborto, natimorto e repetição de cio); nascimento de leitões fracos e debilitados, além de retardo no crescimento e morte. Os suínos e os javalis são os únicos reservatórios naturais do vírus da PSC.

12 de novembro de 2018

Governo investe na construção de casas em seis municípios

Governo investe quase R$ 5 milhões na construção de casas na zona rural em seis municípios

A Agência de Desenvolvimento Habitacional (ADH) iniciou esta semana a construção de mais 145 unidades habitacionais na zona rural de municípios do Piauí. As casas são do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) e estão localizadas nas cidades de  Agricolândia (12 casas), Barras (31), Joaquim Pires (18), União (62 unidades) - divididas em 02 projetos, Lagoa de Dentro (08), Chapadinha (08) e Assentamento Flora Isabel (06), os dois últimos projetos estão localizados na zona rural de Teresina.

A diretora-geral da ADH, Gilvana Gayoso, destacou os investimentos que estão sendo feitos nessas obras de habitação rural. “Hoje, está sendo feito um investimento na ordem de R$ 4.959,000, ou seja, quase 5 milhões na construção de casas na zona rural.  São obras necessárias porque as famílias beneficiadas estão vivendo em moradias precárias”, declara a gestora. Os recursos são oriundos do Orçamento Geral da União (OGU).

Segundo Gilvana Gayoso, o  objetivo da ADH é oferecer moradia digna para as famílias piauienses,  “Não é apenas a construção de casas, estamos também promovendo a geração de emprego, com a contratação - pela empresa responsável pela obra - dos trabalhadores nos próprios municípios beneficiados”, ressaltou a diretora.

A ADH e a Caixa Econômica Federal promoveram a assinatura dos contratos do PNHR no primeiro semestre de 2018,  o programa é voltado exclusivamente para trabalhadores rurais e pequenos agricultores rurais.

Gestores se reúnem dias 19 e 20 em busca de avanços

O movimento municipalista reconhece os avanços obtidos este ano pelos municípios

O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, convoca todos os gestores municipais para participarem da última Mobilização Municipalista do ano de 2018. O movimento municipalista reconhece os avanços obtidos este ano pelos municípios, entretanto, entende que algumas pautas ainda podem ser definidas nesta legislatura. O evento terá início na sede da CNM, em Brasília, nos dias 19 e 20 de novembro.

A expectativa da entidade é que os municípios possam dialogar com os três poderes nos dois dias de mobilização. Para o dia 19, às 13h30, está previsto o encontro com o presidente da República, Michel Temer. É importante ressaltar que neste dia as vagas serão limitadas, sendo necessária inscrição prévia. “Vamos receber no dia 19 o presidente Temer na sede da nossa Confederação e, para tanto, precisamos que cada um faça a sua inscrição antecipadamente no site da CNM”, explica o presidente Aroldi.

Com o Executivo, os municípios devem solicitar o andamento de pautas apresentadas durante a XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, em maio. Entre elas estão: Encontro de Contas; RPPS – alíquota suplementar/Pasep; Precatórios; UPAs e outras.

Já no dia 20, a previsão é de que os municipalistas se reúnam no Supremo Tribunal Federal (STF), às 10h, e no Congresso Nacional às 14h. No Judiciário, a pauta será o pedido de julgamento dos royalties – pauta travada pela Suprema Corte há 6 anos. Na ocasião, os gestores entregarão as mais de 80 mil assinaturas já coletadas pelo movimento municipalistas. Para somar forças à ação acesse aqui e participe do abaixo-assinado.

Junto aos parlamentares, os gestores devem solicitar avanços de pautas como: Imposto Sobre Serviços (ISS); Nova Lei de Licitações; Lei Kandir; 1% para setembro; RPPS; Piso do Magistério; MP Saneamento; Conselho de Gestão Fiscal; e outras.

05 de novembro de 2018

Gestores Piauienses participaram de reunião da bancada federal

Gestores Piauienses participam de reunião da bancada federal

A bancada federal do Piauí aprovou, na noite desta terça-feira (30), seis indicações de emendas impositivas para a Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2019.

O presidente da APPM, Gil Carlos, acompanhado de comitiva de gestores piauienses, participaram, em Brasília, da reunião. O encontro teve como propósito definir a destinação das emendas de bancada.

“Em nome dos prefeitos e prefeitas solicitamos a destinação de emenda impositiva da saúde para o custeio da saúde em todos os municípios piauienses. Esta metodologia se mostrou eficiente e contribui muito para ampliação e qualificação do atendimento primário à saúde em cada cidade de nosso Estado”, conclui o presidente da instituição municipalista.

De acordo com a deputada federal Rejane Dias, de um total de R$ 170 milhões em emendas, foram divididas para várias áreas como: Segurança Pública, Saúde e Educação. Para a Saúde serão destinados R$ 92 milhões para atendimento básico dos municípios, na Segurança será investido um montante de R$ 10 milhões e para a Educação serão R$ 15 milhões para a reestruturação da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e R$ 13 milhões para a compra de ônibus escolares.

O senador Ciro Nogueira também falou da reunião e avaliou como positiva.

“Nosso estado tem muitas necessidades, por isso com seriedade e reflexão, buscamos destinar benefícios que tragam melhorias na vida dos piauienses nas mais diversas áreas como Saúde, Educação, Segurança e Infraestrutura”, explicou o senador.

Padre Marcos vai sediar encontro regional de prefeitos do Vale do Itaim

O evento acontecerá no dia 30 de novembro, uma sexta-feira, a partir das 15h

O prefeito de Caridade do Piauí, Antoniel de Sousa Silva, o Toninho, que é presidente da Associação dos Municípios do Vale do Itaim (AMVI), anunciou que o próximo encontro regional de prefeitos será realizado na cidade de Padre Marcos.

O evento acontecerá no dia 30 de novembro, uma sexta-feira, a partir das 15h, no auditório da Câmara Municipal.

O presidente da AMVI antecipou que pelo menos quatro temas importantes para o municipalismo serão discutidos no encontro. “Nós estamos anunciando a cidade que vai sediar o sexto encontro da Associação, e em breve estaremos divulgando a pauta, que vai tratar de assuntos relevantes para os municípios”, disse.

Toninho informou que na próxima semana irá a Brasília. “Na próxima semana estarei indo a Brasília resolver algumas coisas referentes a esse encontro e de interesses dos municípios do Vale do Itaim”, pontuou.

Padre Marcos será a sexta cidade a receber a caravana da Associação dos Municípios do Vale do Itaim. O último encontro aconteceu no mês de julho deste ano, em Marcolândia. Outras cidades que também sediaram encontros foram Caridade, Picos, Jaicós e Jacobina do Piauí.

Os encontros organizados pela AMVI têm se destacado pela participação, reunindo gestores municipais e até deputados, senadores e o governador Wellington Dias, como também, por promover a troca de experiência, obtenção de novos conhecimentos e a busca de alternativas para o desenvolvimento dos municípios da região.