• ecotur 2018
  • TV O Dia - fullbanner

Notícias Pelo Piauí

02 de março de 2018

Embrapa distribui manivas livres de doenças

Embrapa distribui manivas livres de doenças

A Embrapa Meio-Norte distribuiu manivas livres das principais doenças que atacam a cultura da mandioca para os agricultores de Marcolândia e Simões - PI. Maniva é a rama da mandioca, ou parte da rama, destinada ao plantio

De acordo José Câmara, analista de Transferência de Tecnologia da Embrapa Meio-Norte (Teresina-PI), um dos principais entraves na cadeia produtiva da mandioca diz respeito a pouca oferta de material para plantio, com comprovada qualidade genética e fitossanitária, principalmente após períodos prolongados de estiagem.

As manivas distribuídas eram da variedade Preta, a mais plantada na região. Cada agricultor recebeu 500 manivas, quantidade suficiente para plantar uma unidade demonstrativa (UD) com área de aproximadamente 300 m2. A contrapartida dos agricultores será a distribuição da mesma quantidade de manivas para pelo menos um colega no próximo ano.

Os agricultores foram selecionados pelos sindicatos dos trabalhadores rurais, escritórios do Emater-PI e Secretarias Municipais de Agricultura.

Antes de receberem as manivas, os 20 agricultores selecionados receberam um treinamento sobre como plantar o material e como evitar sua contaminação com as principais doenças. O treinamento foi realizado em parceria com as prefeituras, sindicatos de trabalhadores rurais e escritórios do Emater-PI de Simões e Marcolândia, além de associações e cooperativas de produtores rurais da região.

28 de fevereiro de 2018

SDR realiza oficina de planejamento 2018 para Progere II

SDR realiza oficina de planejamento 2018 para Progere II

A Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) vai realizar, nesta quarta-feira (28), uma oficina sobre o Plano Operativo Anual do Programa de Geração de Emprego e Renda no Meio Rural (Progere II), às 8h, na Universidade Estadual do Piauí (Uespi), campus Torquato Neto. O Progere II é executado pela SDR e co-financiado pelo Banco Mundial.

Durante o encontro, vai acontecer o planejamento 2018 com base na análise do que está previsto no acordo de empréstimo e ainda na checagem das demandas recebidas pelo programa. Também serão definidos quantos planos de investimento serão financiados e implantados e ainda quais ações de capacitação serão realizadas nas comunidades.

Devem participar do evento as equipes do Progere II (SDR), dos territórios Entre Rios, Cocais e Carnaubais, além da Seplan, como entidade líder e Cepro, que desenvolveu os estudos da linha de base e vai apresentar este marco zero do programa durante a oficina.

Progere II
Este programa tem como objetivo aumentar a renda dos pequenos produtores rurais em situação de pobreza mediante a concessão de incentivos financeiros de assistência técnica para a implantação de práticas agrícolas ambiental, social e economicamente sustentáveis. Visa ainda a inclusão destes produtores nos mercados de arranjos produtivos incluindo as etapas de produção, processamento e comercialização nas áreas da cajucultura, apicultura, ovinocaprinocultura, mandiocultura, horticultura familiar (quintais produtivos) e artesanato.

22 de fevereiro de 2018

Piauí assina pacto para gestão integrada da Bacia do Rio Parnaíba

Piauí assina pacto para gestão integrada da Bacia do Rio Parnaíba

O Pacto para a Gestão Integrada da Bacia do Rio Parnaíba foi assinado nesta quarta-feira (22) pelos Estados do Piauí, Maranhão e Ceará, no Ministério do Meio Ambiente, em Brasília. A governadora em exercício, Margarete Coelho, classificou o ato como histórico e de grande relevância para a preservação dessa que é a segunda maior bacia hidrográfica do nordeste e que banha 223 municípios piauienses, unindo ainda os três estados.

O processo de criação do Comitê da Bacia do Parnaíba envolveu o Ministério do Meio Ambiente, Agência Nacional de Águas (ANA) e autoridades dos estados. O órgão consolida a descentralização da gestão, sendo constituídos por três setores da sociedade: poder público, usuários de água e entidades da sociedade civil organizada.

O comitê é considerado como instância colegiada cujos membros tomam decisões sobre questões referentes à bacia, tendo como principais competências: aprovar o Plano de Recursos Hídricos, dirimir conflitos pelo uso da água, estabelecer mecanismos e sugerir os valores da cobrança pelo uso da água, além de outras funções.

De acordo com Margarete Coelho, a criação do comitê é um sonho que vem sendo gestado há muito tempo. “Há quase 18 anos, um grupo de ambientalistas e técnicos de instituições governamentais têm promovido estudos e reuniões para chegarmos a esse momento que é a assinatura da gestão compartilhada. A água tem que ser vista com a sua importância, pelo seu valor econômico, mas principalmente pela importância de ser o principal alimento para os seres humanos e todos os seres vivos”, comentou a governadora em exercício.

“Este é um ato de responsabilidade com a natureza. Promover essa gestão compartilhada da Bacia do Rio Parnaíba, a forma como vai ser precificado, o manejo da água, a forma como essa bacia vai ser preservada é muito importante para os três estados. É muito importante para o Brasil”, enfatizou Margarete.

O senador Elmano Ferrer, o deputado federal Átila Lira e o superintende de Representação do Piauí em Brasília, Roberto Jonh, estiveram presentes no ato da assinatura do pacto.

20 de fevereiro de 2018

Sete municípios do Piauí sobem de categoria no Mapa do Turismo

Sete municípios do Piauí sobem de categoria no Mapa do Turismo

O Ministério do Turismo atualizou a categorização dos municípios que compõem o Mapa do Turismo Brasileiro. Esse instrumento é importante para acompanhar o desempenho da economia do turismo e balizar políticas públicas, além de orientar o repasse de verbas federais. De acordo com a nova categorização, sete cidades do Piauí registraram crescimento pelo setor - Avelino Lopes, Cajueiro da Praia, Francinópolis, Ilha Grande, Miguel Leão, Pedro II e São Raimundo Nonato -, seja por terem aumentado o número de empregos por meio do turismo, ampliado os estabelecimentos formais de hospedagem ou o fluxo de visitantes domésticos e internacionais.

“A melhoria de destinos a exemplo de Cajueiro da Praia, que dá acesso à famosa Praia de Barra Grande, ideal para a prática de kitesurf, e Ilha Grande, porta de entrada para as belezas do Delta do Parnaíba, mostra que as cidades têm trabalhado para fortalecer a atividade turística. No que diz respeito ao Ministério do Turismo, estamos atentos às demandas do setor, como melhoria de infraestrutura, legalização e qualificação dos serviços”, frisa o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Por outro lado, três cidades piauienses tiveram redução em suas categorias: Campo Maior, Corrente e Lagoa do Barro do Piauí. Importante ressaltar que a categorização é um processo dinâmico e perene que, assim como o Mapa do Turismo Brasileiro, deverá ser atualizado e aperfeiçoado periodicamente. Assim, se um município teve seu fluxo turístico e seus estabelecimentos formais de hospedagem ampliados, provavelmente, na próxima categorização, quando dados serão novamente avaliados, ele poderá mudar de posição.

Apoio do MTur

Com o objetivo de melhorar a infraestrutura das cidades e recuperar posições na categorização, o MTur já destinou, desde 2003, aproximadamente R$ 4,3 milhões a Campo Maior e Corrente para obras de pavimentação e construção de praças, entre outras iniciativas.

Segundo a portaria 39/2017 do MTur, somente municípios classificados entre ‘A’ e ‘D’ podem pleitear apoio a eventos geradores de fluxo turístico. De acordo com a nova categorização, as cidades de Avelino Lopes, Francinópolis, Ilha Grande e Miguel Leão, agora na categoria ‘D’, passam a poder contar com até R$ 150 mil por ano do governo federal para a realização de festejos. Já Cajueiro da Praia, Pedro II e São Raimundo Nonato, classificadas como ‘C’, têm direito a um limite de R$ 400 mil.

Todos os municípios - de A a E - estão aptos a pleitear recursos de infraestrutura, como construção de estradas e rodovias de interesse turístico; orlas e terminais fluviais, lacustres ou marítimos; reforma de terminais rodoviários intermunicipais e interestaduais, de aeroportos, ferrovias e estações férreas de interesse turístico; sinalização turística, entre outros.

O Piauí conta com 77 cidades no Mapa do Turismo Brasileiro, classificadas da seguinte maneira: A (01), B (01), C (07), D (36) e E (32).

15 de fevereiro de 2018

Projeto Rondon retoma ações no Piauí em 2019

Projeto Rondon retoma ações no Piauí em 2019

O projeto Rondon deve voltar às atividades no Piauí em 2019. Em reunião, nesta quinta-feira (15), na Residência Oficial, o governador Wellington Dias, acompanhado da secretária de Estado da Educação, Rejane Dias, tratou da retomada do projeto com o comandante do 25º BC, coronel Nixon Lopes.

O projeto Rondon é desenvolvido pelo Ministério da Defesa, que deve enviar representantes ao Piauí no mês de março. “Aqui acertamos de receber a representação da coordenação do programa, do projeto Rondon. Estamos agendando para a participação deles também na fase da Cidade Inteligente, uma programação que está sendo feita por volta do dia 14 de março, na qual o Estado vai participar na área de segurança”, explicou o governador.

Estudantes que estão na fase final da universidade em áreas diversas como saúde, meio ambiente, ciências agrárias, informática, educação e outras áreas sociais, poderão participar do projeto que propicia a atuação nas regiões mais necessitadas do país. “Atualmente o projeto Rondon possui diversas iniciativas em andamento, com destaque no estado do Mato Grosso. O Piauí já participou do projeto e a ideia é que preparemos em 2018 e definamos quais as cidades deverão participar”, informou o coronel Nixon.

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) deverá integrar a educação básica com as universidades. “Vamos colocar as nossas escolas públicas, nossos professores e alunos, à disposição, de forma que a gente possa integrar. É um projeto muito interessante que está sendo resgatado no sentido de universitários poderem atuar nos municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), levar médicos, levar enfermeiros, pessoas da área de informática para os municípios. Quem ganha é a população mais carente”, destacou Rejane Dias.

Projeto Rondon

Desenvolvido desde a década de 60 pelo Ministério da Defesa, em parceria com governos estaduais, municipais e Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e privadas, o Projeto Rondon contribui para a formação do jovem universitário como cidadão e para o desenvolvimento sustentável nas comunidades carentes.

Para saber mais acesse www.projetorondon.defesa.gov.br/portal/

24 de janeiro de 2018

Semar divulga relatório de outorgas de uso de água subterrânea no Piauí

Semar divulga relatório de outorgas de uso de água subterrânea no Piauí

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar) realizou um levantamento sobre a quantidade de outorgas concedidas para uso de águas subterrâneas entre os anos de 2016 e 2017, identificando os principais usuários e os municípios com maior demanda. Pelo estudo, constatou-se que grande parte deste volume foi para ser utilizada em irrigação, seguido do uso industrial e o consumo humano (poço privado, geralmente pedido por pessoas físicas para atender aos usos domésticos).

“Nos últimos dois anos foram feitos 747 cadastros de usuários, 355 em 2016 e 392 em 2017. Vale ressaltar que desse total, apenas 3% referem-se à outorga para águas superficiais, sendo que 2017 foram emitidas o dobro de outorgas que em 2016 para essa fonte. Com relação ao número de outorgas emitidas, os municípios de Canto do Buriti e Teresina foram os campeões em 2016 e 2017 respectivamente. O primeiro com 48 outorgas emitidas e o segundo com 52. Com relação ao volume outorgado, mudam-se os municípios, tendo Teresina ocupando o primeiro lugar em 2016, e Baixa Grande do Ribeiro, em 2017”, informa o superintendente de Recursos Hídricos da Semar, Romildo Mafra.

“Em 2016, os municípios de Teresina, Canto do Buriti e Redenção do Gurgueia foram responsáveis por mais de 77,0% do volume outorgado naquele ano. Já para 2017, Baixa Grande do Ribeiro foi responsável sozinho por 73,0% do volume outorgado. Quando considerado os outros dois municípios (Monte Alegre do Piauí e Redenção do Gurguéia), esse percentual sobre para 87,0%, sendo a irrigação o principal uso nos três municípios do sul do Piauí”, afirma Pedro Carreiro, gerente de Projetos da Semar e responsável pelo levantamento das informações.

No Piauí, existem dois tipos de outorgas estabelecidos na legislação de recursos hídricos: a outorga preventiva e a outorga de direito de uso. A primeira, apenas reserva uma vazão requisitada pelo usuário passível de ser outorgado, sem garantia nem expectativa de uso. A permissão para o uso dos recursos hídricos só é concedida com a emissão da outorga de direito de uso. Ainda pode ser considerado um terceiro tipo, que se refere aos usos insignificantes. A esses, a legislação dispensa a outorga, mas obriga o usuário a se cadastrar e informar ao órgão gestor qual a vazão utilizada.

O levantamento sobre as outorgas de águas subterrâneas no Piauí nos anos de 2016 e 2017 pode ser conferido neste link.

22 de janeiro de 2018

Piauí Praia Acessível já realizou mais de 3 mil atendimentos

Piauí Praia Acessível já realizou mais de 3 mil atendimentos

O litoral piauiense é repleto de belas praias. A de Atalaia, por exemplo, além da beleza conta com um projeto de turismo acessível e pioneiro no país: o Piauí Praia Acessível. O projeto proporciona para as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida momentos de lazer na praia, com um banho de mar com segurança, dignidade e autonomia.

A ação é desenvolvida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), em parceria com a Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e a Faculdade Maurício de Nassau. O Piauí Praia Acessível, desde a sua inauguração em julho de 2016, já realizou mais de três mil atendimentos. Muitos deles para pessoas com deficiência que tiveram a oportunidade de tomar um banho de mar com toda acessibilidade. Turistas de outras cidades como São Paulo e Brasília, também têm procurado o serviço.

De acordo com o secretário para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo, o projeto é um dos mais importantes que a Seid já desenvolveu. “Todas as pessoas têm direito ao lazer, a momentos de alegria e diversão. O Piauí Praia Acessível foi pensado e executado para promover a inclusão. Para uma pessoa dita normal, por exemplo, ir à praia e tomar um banho de mar é mais fácil. Mas para uma pessoa com deficiência não. Esse projeto torna possível o acesso ao mar com toda segurança e dignidade. E a procura por esse serviço cresce cada vez mais entre os piauenses e turistas de outros estados”, destaca o gestor.

Estrutura

O local possui uma rampa de acesso ao mar com 70 metros, banheiros adaptados e um espaço para guardar objetos. Para o banho de mar assistido são disponibilizadas cadeiras de rodas “anfíbias”, que são produzidas em material mais leve e resistente à maresia e à água salgada do mar.

Como ter acesso ao Projeto?

Os serviços do Piauí Praia Acessível são oferecidos nos períodos de alta temporada, eventualmente em feriados prolongados e por agendamento em qualquer período para grupos de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Os interessados em agendar devem entrar em contato com a coordenação do projeto por meio dos telefones (86) 3222-3408/ (86) 99414-5805 ou por email [email protected] Nesse mês de férias, o projeto funcionará diariamente a partir das 8 horas.  As pessoas com deficiência que quiserem usufruir do serviço devem se dirigir à sede do projeto, localizada na orla da Praia de Atalaia, no município de Luís Correia, com documento de identificação com foto e CPF e solicitar as cadeiras.

18 de janeiro de 2018

Governo busca retomada de investimentos na produção de celulose

Governo busca retomada de investimentos na produção de celulose no Piauí

O governador Wellington Dias se reuniu, nessa quarta-feira (18), em Brasília, com o presidente executivo da Altri Brasil, José Fernandes, e o senador Ciro Nogueira. Na pauta, foi discutida a implantação de uma empresa de industrialização para produção de celulose na região do Médio Parnaíba.

A empresa portuguesa pretende reaproveitar o volume de áreas plantadas pela empresa Suzano, que não concluiu os investimentos no estado. Áreas de plantação de eucalipto na região de Palmeirais, Nazária, Monsenhor Gil e Regeneração estão sendo analisadas.

O interesse surge como prioridade para o governo que espera gerar quatro mil novos empregos no estado. “É um investimento de aproximadamente R$ 2,5 bilhões, portanto, de grande monta. Apresentaremos até a próxima semana mais um conjunto de informações sobre a região mais adequada, sobre os estudos que foram feitos apontando a ligação desses empreendimentos com a proximidade da ferrovia que liga Teresina ao Porto de Itaqui e ao Porto de Pecém”, explicou Dias.

Viagem à Europa

Até o início de fevereiro, a Altri deve enviar uma equipe técnica para visitar o Piauí. No fim do memso mês, o governador deve fazer uma viagem a Portugal onde se reunirá com a equipe executiva da empresa. Na Europa, Dias ainda trata de agenda de ativos verdes com o governo português, que demonstra interesse em comprar certificação de ativos verdes do Piauí na linha do programa de contenção dos efeitos das mudanças climáticas.

Na agenda internacional, o governador do Piauí apresentará a investidores europeus o portfólio de investimentos do estado junto a outros cinco chefes de executivo estadual, dentre eles os governadores de São Paulo e Minas Gerais. O evento será realizado na Inglaterra e vai reunir os seis estados brasileiros com maior destaque na área de investimentos de Parceria Público-Privada (PPP).

Deputado Mainha

Na agenda em Brasília, o governador ainda se reuniu com o deputado Mainha. “Ele manifestou toda prioridade para uma emenda que destinou junto à Secretaria de Estado da Saúde voltada para equipamentos que beneficiam os municípios. Tratei com o secretário Florentino Neto. Parte dos equipamentos já chegaram e vai acertar o cronograma de entrega para os municípios”, informou Dias

A conversa também tratou sobre a estrada que liga a BR-407, na região de Picos a Itainópolis. O governador garantiu que as obras serão retomadas no fim de janeiro, logo após o período de férias coletivas da empresa contratada.

17 de janeiro de 2018

Detran divulga calendário de provas práticas no interior do Estado

Detran divulga calendário de provas práticas no interior do Estado

O Detran divulgou, nesta segunda-feira (15), o calendário dos mutirões de provas práticas da banca 01 de direção veicular para a retirada da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para candidatos que residem no inteiro do Estado. O cronograma compreende os três primeiros meses de 2018. O agendamento para a realização do teste estará disponível 15 dias antes da chegada da banca examinadora nos municípios.

"O Detran inicia as aplicações de exames práticos no interior do Estado com a banca 01, por conta da grande demanda na região. Contudo, já estamos finalizando a programação da banca 02, que é definida de acordo com a quantidade de entrada de processos das cidades que possuem Centro de Formação de Condutores (CFC) ou dos municípios próximos", esclarece o diretor de habilitação, Sandro Alves.

A banca 01, que atende as cidades de Floriano, Picos, Piripiri e Parnaíba, tem capacidade para realizar 150 exames práticos duas rodas, categoria A, e 250 exames práticos quatro rodas, categoria B, C, D e E, por dia. A expectativa é que sejam realizados 6.400 exames ao final do trimestre.

O cronograma inicia no dai 25 de janeiro na cidade de Floriano e encerra no dia 23 de março, na cidade de Parnaíba. “A ida das bancas as cidades do interior do Estado é uma forma de dar vazão aos processos e comodidade aos candidatos, não precisando mais estes se deslocarem a capital para realização do exame”, pontua Alves.

De janeiro a dezembro de 2017, o Detran realizou 82 mil testes práticos de percurso e baliza em todo o Estado, sendo 35.498 no interior.

10 de janeiro de 2018

Confederação esclarece estornos e créditos do Fundeb dos Municípios

Confederação esclarece estornos e créditos nas contas do Fundeb dos Municípios

O estorno dos repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) ocorrido nesta quarta-feira, 20 de dezembro, trouxe vários questionamentos dos gestores municipais. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) esclarece que essa medida ocorreu por causa da publicação da Portaria MEC/MF 8/2017, que trata da reestimativa de receitas do Fundeb para o ano de 2017 e da retificação do Censo Escolar 2016.

A CNM entrou em contato com a coordenação do Fundeb/FNDE para esclarecer as dúvidas dos gestores em relação aos estornos e créditos nas contas municipais. A entidade foi informada que a Portaria, publicada no Diário Oficial da União (DOU) no dia 30 de novembro, trouxe a adequação nos repasses para 2017 em razão dessa retificação das matrículas do Censo Escolar de 2016.

De acordo com a orientação da Coordenação do Fundeb, foram feitos estornos referentes aos valores distribuídos com base nos coeficientes de distribuição estabelecidos por meio da Portaria MEC/MF 8/2016 desde o dia 1º de janeiro daquele ano até a data de publicação da Portaria MEC/MF 8/2017. Os créditos dos valores devidos foram repassados imediatamente conforme novos coeficientes de distribuição estabelecidos por meio da Portaria MEC/MF 8/2017 referentes ao mesmo período.

04 de janeiro de 2018

Teresina receberá última etapa da prova de bikes do Cerapió 2018

O percurso total ficou com 65km de trecho cronometrado e 79km de percurso total

Faltam poucos dias para o Cerapió 2018. A expectativa já toma de conta dos atletas inscritos para a prova de bike. Uma das etapas mais esperada é a última, que acontece em Teresina (PI), no dia 27 de janeiro. A organização do rally abriu inscrições somente para esta etapa, quando será promovido o Desafio Cerapió Audax. 

O levantamento do Circuito Teresina identificou que não haverá ganho significativo de altimetria, apenas 700m, mas que não será responsável por tornar a prova menos desafiadora dos que as demais etapas. O percurso total ficou com 65km de trecho cronometrado e 79km de percurso total, considerando a largada neutra até o inicio da trilha.

"Logo no inicio teremos uma trilha que mistura piso natural com estradinha cobertas com piçarra numa sequência de ladeiras e trilhas rápidas. Passaremos ainda pelas trilhas do famoso Araxá Bike Bike, onde haverá uma Zona de Apoio Técnico e seguiremos já no sentido de volta para Teresina, aonde chegaremos ao mesmo ponto de partida, o Teresina Shopping", adiantou Zenardo Maia, diretor da prova de bikes do Cerapió 2018. 

O diferencial desta última etapa é a realização do Desafio Cerapió Audax, pensado pela organização do rally aos interessados em participar somente de uma parte da prova e sentir de perto a emoção de largar no maior rally de Regularidade das Américas. Os atletas devem se encaixar em uma das quatro categorias Open: Feminino (19 a 35 anos), Feminino (acima de 35 anos), Masculino (19 a 35 anos) e Masculino (acima de 35 anos).  

Após finalizar a terceira etapa em Piripiri (PI) os bikers e suas equipes de apoio deverão fazer um deslocamento de 176 km até chegar a capital piauiense, conhecida por sua hospitalidade e rica culinária onde reina os melhores pratos típicos preparados com os sabores do sertão. No último dia, a prova terá largada e chegada no Teresina Shopping, onde também acontece a festa de premiação. 

As inscrições continuam abertas no site oficial (www.cerapio.com.br) até o dia 15 de janeiro. Não fique de fora desta grande aventura! 

Mais detalhes 
Após a conclusão do levantamento e últimos ajustes da prova de bike, a organização do Cerapió 2018 buscou o melhor para escolher trilhas, como já é uma marca reconhecida do rally. Informações mais detalhadas serão disponibilizadas no Mapa de Apoio que todos os atletas receberão em seu kit de prova.  

"A  estratégia de corrida aliada a força de vontade de querer ultrapassar a linha final de chegada vai fazer a diferença. As quilometragens e percursos da prova só serão alterados em casos excepcionais, onde de alguma forma a trilha original traga riscos para os atletas ou à organização", disse Zenardo Maia.  

A equipe técnica da modalidade bike tem estrutura própria e contará com mais de 40 pessoas entre, comissários, auxiliares técnicos, assessoria de imprensa, médicos, socorristas e cronometristas todos prontos apara agir com responsabilidade e respeito aos competidores. 

O Cerapió 2018 tem patrocínio da Caixa Econômica Federal, Petrobras, Governo do Estado do Piauí e Honda Consórcio; apoio da Audax e Prefeitura de Teresina; e colaboração da Michelin. 

27 de dezembro de 2017

Detran realiza ações educativas e de fiscalização no réveillon no litoral

Detran realiza ações educativas e de fiscalização no réveillon no litoral

O destino de muitos turistas neste fim de ano é o litoral do Piauí. Ciente disso, o Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI) realizará ações de orientação, educação e fiscalização de trânsito com o intuito de conscientizar e sensibilizar os condutores para os cuidados na direção.

A partir desta quarta-feira (27), uma equipe de educadores de trânsito estará em Parnaíba e Luís Correia recepcionando os turistas que chegam para curtir as praias. Será distribuído material informativo chamando a atenção para a importância dos equipamentos de segurança, sobre o excesso de velocidade nas vias, dentre outras dicas, tudo com o intuito de, assim, evitar acidentes e demais transtornos provocados pela imprudência e desrespeito às leis do trânsito.

De acordo com Jeovanna Moura, diretora da Escola Piauiense de Trânsito (EPT) do órgão, as atividades que serão desenvolvidas irão reforçar a ideia de um réveillon pacífico, preparação e comemoração de um ano que estar por vir e que não combina com acidentes ou mortes no trânsito. "Os técnicos da escola darão destaque à importância da prevenção e educação no trânsito alertando para o perigo de misturar álcool e direção principalmente entre os jovens, respeito às sinalizações, uso dos equipamentos de segurança”, pontuou.

A diretoria de Infrações do Departamento está realizando blitzen com o intuito de organizar o trânsito nas principais vias de acessos às praias, como a do Coqueiro e Barra Grande, a ação contará com o apoio do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE) e Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (CIPTran).

“Trata-se de uma época de grande fluxo de veículos no litoral, o que exige atenção especial por parte do Detran, a fim de prevenir excessos para que todos aproveitem as festas de maneira consciente e segura. Essas ações conjuntas são essenciais para os condutores se conscientizarem quanto aos perigos que o trânsito pode oferecer nesta época”, salienta Levi Gomes, diretor de Infrações.





Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado