• baile da santinha
  • monge executivo
  • e-titulo
  • TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner

Notícias Roda Viva

17 de setembro de 2018

#EleNão tem noção

Leia a coluna Roda Viva desta terça-feira.

#EleNão tem noção

O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) voltou a levantar suspeitas sobre o processo eleitoral de 2018 durante uma transmissão ao vivo feita por meio do seu perfil numa rede social. "O que está em jogo no momento é o futuro de todos vocês. Até o futuro de você que apoia o PT - você é um ser humano também", afirmou o presidenciável, para em seguida dizer que o ex-presidente Lula e seu partido teriam traçado um plano B para o pleito deste ano: "a fraude". Na tentativa de assustar a grande parcela populacional que rejeita o PT, Bolsonaro disse ainda que a primeira medida de Haddad (PT), se for eleito, será assinar o indulto de Lula. E, por fim, começou a fazer uma defesa do voto impresso, insinuando que as eleições brasileiras estão sob suspeição, numa completa ausência de responsabilidade. Mas esta não foi a primeira vez que o candidato do PSL fez esse tipo de insinuação. Agora, ao ver nas pesquisas eleitorais que seria derrotado por praticamente todos os candidatos com chances de avançar, Bolsonaro parece estar entrando em desespero. Procura uma desculpa ilógica para justificar seu possível e cada vez mais provável insucesso no processo eleitoral brasileiro, que é considerado um dos mais seguros e invioláveis do planeta. Enquanto isso, seu vice, general Hamilton Mourão, segue falando absurdos contra o estado democrático de direito, como a sua sugestão escatológica de que uma nova Constituição Federal seja feita por uma "comissão de notáveis".

Os candidatos Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) devem ser os maiores beneficiados com a carga de votos dos até agora indecisos e daqueles que pretendem dar o chamado "voto útil", ou seja, que pretendiam votar em outros nomes (como João Amoêdo e Álvaro Dias), mas vão acabar optando por candidaturas mais robustas, tudo para evitar um eventual segundo turno considerado catastrófico - com Bolsonaro (PSL) disputando a Presidência da República com um dos representantes da já testada (e reprovada) polarização PT-PSDB.

Segurança nas eleições

Na reunião realizada no TRE-PI para tratar do plano de segurança nas eleições deste ano, o tenente-coronel Francisco Nixon Lopes, comandante do 25º Batalhão de Caçadores, afirmou que apenas o efetivo escalado pelo 25º BC não dará conta de atender todos os 112 municípios piauienses (que podem chegar a 136), devendo ser necessário também que as cidades recebam homens dos outros dois batalhões do Exército no estado e até de batalhões de outras unidades federativas, como o Ceará e Pernambuco. 

Quentinhas

Na mesma reunião realizada pela Justiça Eleitoral, um magistrado relatou aos colegas e aos representantes dos órgãos de segurança que nas últimas eleições precisou ele próprio, juntamente com um promotor de Justiça, ir a um restaurante encomendar as quentinhas dos militares. Porque a pessoa que teria essa atribuição não chegou a tempo na cidade. 


O prefeito de Canto do Buriti, Marcos Nunes, o Marquinhos, reafirmou seu apoio à candidatura de Elmano Férrer (Podemos) na última semana. "Para que a gente possa melhorar cada vez mais o nosso estado, em prol do nosso povo, com melhor saúde, com melhor educação, com mais infraestrutura e com o turismo melhor desenvolvido. E para que assim o nosso estado possa sair de todo esse marasmo", afirmou o gestor, durante evento de campanha na cidade. 

15 de setembro de 2018

Propaganda irregular

Leia a coluna Roda Viva da edição deste fim de semana do jornal O DIA.

Propaganda irregular

O juiz Raimundo Holland Moura de Queiroz concedeu parcialmente medida liminar determinando que o governador Wellington Dias (PT) e sua coligação abstenham-se de utilizar material publicitário impresso contendo menção à candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República, e que promovam a retirada de circulação de peças publicitárias virtuais que também contenham menção à candidatura do ex-presidente petista, sob pena de aplicação de multa diária de mil reais, até o limite de R$ 50 mil. A remoção do material, segundo o juiz, deve ocorrer no prazo de 24 horas, a contar do recebimento da intimação. O pedido de liminar foi feito por meio de uma representação apresentada pela coligação "Mudar para cuidar da nossa gente".  A Justiça considerou que, de fato, há irregularidade no material de campanha do petista, já que Lula teve a candidatura indeferida pelo TSE.

"A utilização da imagem do Lula estava criando situações que são vedadas pela legislação eleitoral. Dessa forma, a decisão, pautada numa lei federal, determina que a coligação recolha todo o material de circulação e confeccione um novo material" - Talmy Tercio, um dos advogados da coligação autora da representação.

Percalços do Judiciário

"O Brasil vive uma crise. O Judiciário não. O Judiciário está vivendo os percalços normais de uma vida difícil. Nós temos quase 100 milhões de processos em tramitação no Brasil, para 18 mil juízes. A sociedade depende, em grande medida, dessas deliberações. Um terço dessa massa refere-se a processos fiscais . Nós temos também um embate muito grande na esfera política. Nós sofremos nesses últimos anos um esvaziamento da classe política" - o ministro Gilmar Mendes, respondendo que o Judiciário não passa por crime, mas apenas enfrenta dificuldades naturais.

Inelegibilidade de Lula

Um jornalista também questionou ao ministro do STF se a inelegibilidade do ex-presidente Lula foi um "acerto da Justiça Eleitoral". Ao que Gilmar respondeu: "Isso não foi um acerto da Justiça Eleitoral. Ela só chancelou aquilo que o legislador estabeleceu em 2010. Há até um equívoco [na pergunta]. Quem aprovou essa lei foi uma grande maioria parlamentar, incentivada pelo próprio PT, que estabeleceu a chamada Lei da Ficha Limpa, cujo núcleo básico diz que quem cometer crime contra a administração pública e for condenado em segundo grau está fora do processo eleitoral", afirmou Gilmar.

Repórter desinformado 

Se já tivesse lido a Lei da Ficha Limpa, certamente o repórter não teria feito um questionamento tão pueril a um ministro do Supremo Tribunal Federal.

Palanque

O candidato do MDB ao Senado, deputado federal Marcelo Castro, conta com um palanque de peso na região norte, que representa significativa fatia do eleitorado piauiense. Além de ter Zé Hamilton como primeiro suplente, Florentino Neto também está pedindo votos para Marcelo. Ambos são ex-prefeitos de Parnaíba e acompanham a comitiva da coligação “Vamos em Frente com a Força do Povo” nas atividades de campanha neste sábado (15) no litoral.

O engenheiro piauiense Antonio Florentino Filho foi eleito vice-presidente da Federação Nacional dos Engenheiros. Ele já era diretor financeiro e agora assume a vice de Murilo Celso Pinheiro, que foi reeleito. Florentino também é presidente do Sindicato dos Engenheiros do Piauí. 

14 de setembro de 2018

Inadimplência em alta

Leia a coluna Roda Viva desta sexta-feira.

Inadimplência em alta

O volume de consumidores com contas em atraso voltou a subir em todo o país. No último mês de agosto aumentou em 3,63% a quantidade de novos inadimplentes na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito. Trata-se do 11º crescimento consecutivo da inadimplência na comparação anual da série histórica, apesar de a alta ser mais modesta do que nos meses de junho (4,07%) e julho (4,31%). Em número absoluto, estima-se que aproximadamente 62,9 milhões de brasileiros estejam com restrições ao CPF, enfrentando dificuldades para controlar empréstimos, obter financiamentos ou realizar compras parcelas, o que representa 41% da população brasileira adulta.

"Infelizmente, o poder econômico ainda tem uma grande influência nas eleições do nosso país e, sobretudo, do nosso estado. Para mim, dinheiro não é essencial, porque eu sempre marchei com as mãos limpas. Mas este governo que está aí aposta todas as suas fichas no poder econômico. Eu queria ter pelo menos um pouquinho a mais para poder ir e vir, visitar todos os municípios do nosso estado. Mesmo assim, estou conseguindo. Já cheguei a visitar de sete a oito cidades num único dia. Deus me deu uma missão, e eu vou cumprir. Mesmo que seja com os pés descalços, eu vou cumprir" - o candidato ao Governo do Piauí Dr. Pessoa (Solidariedade), relatando que tem recebido poucos recursos do seu partido para tocar a campanha.

Baldy em Teresina

O Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, visitará Teresina nesta sexta-feira. Em solenidade marcada para as 19 horas, no salão nobre do Palácio da Cidade, o ministro irá assinar a ordem de serviço para construção de residencial com 1.022 unidades habitacionais no Parque Brasil. O residencial, orçado em R$ 117 milhões, visa atender a famílias reassentadas durante as obras do Programa Lagoas do Norte.

Plano de governo

O plano de governo 2019 - 2022 do petista Wellington Dias propõe uma gestão mais eficiente e com a garantia da participação social, com vistas a aumentar a transparência nas ações do poder público. O documento estabelece, ainda, que "os servidores serão valorizados, receberão formação e serão direcionados para áreas em que se sintam mais produtivos e proativos". Há também a ideia de criação de um "banco de talentos", com o objetivo de reconhecer os saberes e habilidades de cada servidor.


O médico Francisco Costa (PT), candidato a deputado estadual, está otimista com seu desempenho nas recentes pesquisas de intenções de voto para a Assembleia Legislativa. Mesmo com forte atuação na região centro-sul do Piauí, sua base eleitoral, o médico tem conquistado uma fatia importante em outros redutos, como o norte do estado.

13 de setembro de 2018

Caem as máscaras

Leia a coluna Roda Viva desta quinta-feira.

Caem as máscaras

Faltando menos de um mês para o primeiro turno das eleições, e com Jair Bolsonaro (PSL) consolidado na primeira colocação nas pesquisas de intenções de voto, os candidatos que se apresentam como de esquerda já começam a adotar uma estratégia mais agressiva, com vistas a conseguir a outra vaga no segundo turno. Até alguns dias atrás o PT, de Haddad, o PDT, de Ciro, e o PSol, de Boulos, conviviam numa aparente harmonia, a ponta de parecer que tentavam demonstrar aos eleitores que formariam uma verdadeira coalizão neste pleito. Mas, com a divulgação das últimas pesquisas Datafolha e Ibope, as máscaras começaram a cair e os ataques tiveram início. Ciro, por exemplo, fez duras críticas ao PT por ter confirmado Haddad somente na terça-feira, dia 11, e disse que, se for eleito, o ex-prefeito de São Paulo será "presidente por procuração do Lula". Mas os ataques não pararam por aí. Sobrou até para a ex-presidente petista, que sofreu um impeachment em 2016. Segundo Ciro, "o Brasil não aguenta outra Dilma". Prontamente, o candidato do PSol, Guilherme Boulos (que está mais para cabo eleitoral de Lula), tomou as dores dos petistas, e tratou logo de alfinetar Ciro. Em suas redes sociais, o psolista divulgou uma foto de 2010, em que sua vice, Sonia Guajajara, aparece entregando uma réplica de motosserra à senadora Kátia Abreu, vice de Ciro, representando o prêmio simbólico "Motosserra de Ouro". Para quem não sabe, a vice de Ciro destacou-se no Congresso como uma das principais defensoras de mudanças no Código Florestal, que permitiriam um avanço descontrolado do desmatamento das florestas brasileiras. 

O deputado federal e candidato à reeleição Heráclito Fortes (DEM) está reunindo em torno de si nomes fortes da região sul. Um deles é Almir Reis, grande liderança de Floriano, e a suplente de senador, Ana Cleide. Na foto, com o deputado estadual Gustavo Neiva e James Augusto.

Militância na Frei Serafim

A Avenida Frei Serafim foi palco, nesta quarta-feira (12), de dois atos promovidos por eleitores dos presidenciáveis Jair Bolsonaro (PSL) e de Ciro Gomes (PDT). Com a presença do candidato ao governo Fábio Sérvio (PSL) e do candidato a deputado federal Flávio Nogueira (PDT), os dois atos reuniram poucas pessoas na principal via da cidade, e ficaram, portanto, longe de refletir os resultados das últimas pesquisas de intenções de voto. 

Otimistas

Flávio Nogueira destaca que os pedetistas estão otimistas, diante do crescimento do ex-governador cearense nas últimas sondagens realizadas pelos institutos de pesquisa. Ao lado de Marina Silva (Rede) e Fernando Haddad (PT), Ciro está entre os candidatos que deve ser mais beneficiado com a migração de votos do ex-presidente Lula, cuja candidatura foi indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Indecisos

O deputado estadual Marden Menezes (PSDB) acredita que o segundo turno já é uma realidade nas eleições deste ano no Piauí. Segundo ele, os eleitores indecisos não votam em Wellington Dias (PT), e deverão levar um dos candidatos da oposição ao segundo turno. "Essa eleição é de dois turnos. A gente sente uma insatisfação generalizada. Há muitos eleitores indecisos e nós entendemos que estas pessoas não votam no atual governo", opina o parlamentar tucano. 

Clotilde Costa e Castro, mãe do deputado federal Marcelo Castro (MDB), faleceu nesta quarta-feira, aos 93 anos. Natural de São João do Piauí, foi esposa de Zé de Castro, com quem teve sete filhos. Clotilde contribuiu extraordinariamente para a construção do caráter de seus descendentes, com seu exemplo de vida sempre fincado nos valores cristãos de humanidade e dignidade. Ela deixou, ainda, 25 netos e 16 bisnetos. 

12 de setembro de 2018

Ciro e sua caixinha

Leia a coluna Roda Viva desta quarta-feira.

Ciro e sua caixinha

O candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) é um dos postulantes ao Palácio do Planalto com maior rejeição entre os integrantes do Ministério Público, do Judiciário e da Polícia Federal. Para quem não lembra, o cearense já afirmou abertamente em algumas ocasiões que, se eleito, pretende colocar promotores e juízes "de volta em suas caixinhas". A declaração é uma clara ameaça à autonomia dessas instituições, que, nos últimos cinco anos, por meio da Operação Lava Jato, conseguiram combater esquemas de corrupção que desviaram bilhões dos cofres públicos. Ciro já declarou, inclusive, que a Lava Jato cometeu "excessos". 


Um adjetivo que não cabe ao deputado federal Marcelo Castro (MDB), candidato ao Senado, é o de "traíra". Marcelo apoiou Lula em 2002 e 2006; apoiou Dilma em 2010 e 2014; votou contra o impeachment da ex-presidente; e agora, após manifestar apoio à pré-candidatura de Lula à Presidência (apesar de o MDB ter candidato próprio), está com Fernando Haddad, candidato ungido nesta terça-feira (11) por Lula.


O trilhão do BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social publicou o boletim "Perspectivas do Investimento", elaborado pelo Comitê de Assuntos Setoriais do BNDES, que faz um mapeamento dos planos de investimento em 20 setores da economia, sendo 12 da indústria e oito da infraestrutura. Os investimentos em perspectiva alcançam R$ 1,03 trilhão entre os anos de 2018 e 2021, o que corresponde a uma média anual de R$ 258 bilhões. 


Desertores

A pesquisa Datafolha divulgada na segunda-feira (10) assustou os apoiadores do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Embora esteja disparado na primeira posição em todas as pesquisas de intenções de voto, o deputado perde para quaisquer dos adversários que estão no páreo pelo segundo turno. Quando a disputa é contra Ciro ou Marina Silva, a derrota  do capitão é acachapante. A coluna teve acesso a relatos de que, após a divulgação do levantamento, alguns grupos de apoiadores de Bolsonaro no aplicativo Whatsapp sofreram baixas significativas, com vários soldados desertando (saindo do grupo).


Turismo

"A aliança entre o poder público e a iniciativa privada é primordial para alavancar o turismo no Piauí". É essa a ideia defendida pelo deputado estadual Flávio Nogueira Júnior (PDT), candidato a reeleição. O pedetista, que passou quase três anos à frente da Secretaria Estadual de Turismo, destaca que é preciso que a iniciativa privada desperte para o potencial turístico do Piauí, e faça mais investimentos para atrair turistas para o estado. “Sozinho, o poder público não consegue fazer tudo", frisou.


"No ajuste fiscal, nós vamos colocar um limitador emergencial de despesa, a exemplo do que fez [Angela] Merkel na Alemanha. Lá, 3% do PIB. Aqui será de 10% das despesas não lineares. Faremos o ajuste estrutural e a eliminação dos desperdícios em todas as áreas. Com a verificação desses desperdícios, conseguiremos reduzir as despesas em mais de 10%" - o senador Álvaro Dias, candidato à Presidência da República pelo Podemos, falando sobre como pretende equilibrar as contas públicas.

10 de setembro de 2018

Machismo trava Marina

Leia a coluna Roda Viva da edição do jornal O DIA desta terça-feira.

Machismo trava Marina

A candidata à Presidência pela Rede Sustentabilidade, Marina Silva, tem como maior adversário nestas eleições o machismo que ainda domina mentes e comportamentos de uma imensa parcela da população brasileira. Em 2014, a ex-ministra do Meio Ambiente chegou a liderar as pesquisas de intenções de voto, sendo a primeira opção de dezenas de milhões de eleitores que não queriam manter o PT no comando do Executivo nacional por mais quatro anos. No entanto, na última semana que antecedeu o primeiro turno, uma parcela dos eleitores de Marina caíram na jogada de marketing da campanha de Aécio Neves (PSDB), que insinuou que a candidata não teria "forças" para governar um país do tamanho do Brasil. O resultado todos sabem. No segundo turno Aécio não venceu o pleito, Dilma foi reeleita, traída pelo vice e defenestrada do Palácio do Planalto. Michel Temer (MDB) assumiu o poder, e no final das contas nem os apoiadores do legado petista nem os críticos ficaram satisfeitos. De lá para cá, descobriu-se que Aécio estava afundado até o pescoço nos escândalos de corrupção descobertos pela Operação Lava Jato, e a Procuradoria-Geral da República chegou a pedir sua prisão. O Supremo Tribunal Federal o afastou do mandato, mas seus colegas o salvaram, e o tucano foi, inclusive, defendido por petistas. Muitas pessoas, embora não explicitem esse comportamento em atitudes e palavras, ainda mantêm o machismo vivo em seu âmago. E foi o machismo que, em 2014, fez com que milhões de brasileiros trocassem na última hora a candidata Marina Silva por um político que foi acusado de corrupção passiva, obstrução da Justiça, lavagem de dinheiro, dentre outros crimes graves. Este ano, novamente, Marina vê parte de seus eleitores migrarem para outros candidatos, pelo simples fato de acreditarem que ela - por ser mulher - é "fraca".

"No Piauí, milhares de pessoas são dependentes químicas, mas, infelizmente, o estado não possui um local adequado para cuidar dessas pessoas. Eu tenho um projeto para criar esse local e vou levar ao Congresso" - a major Elizete Lima (Solidariedade), candidata a deputada federal e ex-coordenadora do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) no Piauí.

Time de Lula

A militância do candidato do MDB ao Senado, Marcelo Castro, está, como se diz popularmente, “secando os dedos” de tanto repassar para seus contatos o vídeo do voto do emedebista contra o impeachment da ex-presidente Dilma. O objetivo é mostrar quem realmente faz parte do time de Lula.

Decisão judicial

O juiz eleitoral José Gonzaga Carneiro concedeu liminar a favor do candidato ao Governo do Piauí Wellington Dias (PT), obrigando um blog de notícias a publicar direito de resposta no prazo de até 48 horas, por conta da publicação de uma matéria que seria ofensiva ao petista, no dia 28 de agosto. A decisão também determinou a retirada da matéria do ar.

Toma lá, dá cá

Por falar no governador Wellington Dias, ele segue renomeando os aliados do deputado Gessivaldo Isaías (PRB) que tinham sido exonerados assim que o partido liderado pelo parlamentar confirmou apoio à candidatura de Dr. Pessoa (Solidariedade). Sendo assim, presume-se que Gessivaldo segue orientando suas bases a votar no petista, contrariando a decisão praticamente unânime do PRB, que decidiu apoiar Pessoa. 

O candidato ao Senado Robert Rios (DEM) continua disparando artilharia pesada contra o senador Ciro Nogueira (Progressistas). Nesta segunda-feira ele questionou a legitimidade de Ciro para dizer que apoia Lula. Robert lembra que o presidente do PP foi "decisivo" para o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o que teria facilitado a prisão de Lula. "Em Brasília, apoiou o impeachment, que acabou contribuindo para a prisão do Lula. E agora, na eleição, diz que está com o Lula", questionou Robert.

13 de agosto de 2018

Promessa impossível

Relatório divulgado nesta segunda-feira (13) pela Instituição Fiscal Independente (IFI) aponta que, na melhor das hipóteses, o déficit nas contas do Governo Federal pode ser zerado em 2022.

Relatório divulgado nesta segunda-feira (13) pela Instituição Fiscal Independente (IFI) aponta que, na melhor das hipóteses, o déficit nas contas do Governo Federal pode ser zerado em 2022. O resultado está no negativo em R$ 103 bilhões (12 meses até junho) e, segundo a IFI, deve encerrar o ano em R$ 156,7 bilhões. Mesmo assim, os candidatos à Presidência Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) têm prometido zerar o rombo em apenas dois anos. Este, contudo, é um compromisso de campanha que dificilmente poderá ser cumprido pelo pedetista ou pelo tucano. Sobretudo porque, recentemente, o Governo abriu mão de receitas importantes, provenientes da arrecadação da Cide e do PIS/Cofins sobre o diesel, para atender a uma das reivindicações dos caminhoneiros. Nas campanhas eleitorais, é comum os candidatos prometerem mundos e fundos à população, tudo para conseguir votos. Por isso é importante o eleitor manter-se bem informado e ficar atento aos compromissos firmados pelos candidatos. Se o candidato anunciar medidas impossíveis (como zerar todas as dívidas dos brasileiros com o SPC), o cuidado deve ser redobrado.

Foi inaugurada nesta segunda-feira uma nova unidade básica de saúde, desta vez na comunidade Santa Teresa, zona rural de Teresina. Com quatro consultórios, farmácia e sala de vacinação, a UBS custou R$ 872 mil aos cofres públicos.

Lucro do BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) registrou lucro líquido de R$ 4,76 bilhões no primeiro semestre de 2018, um crescimento de 253,9% diante do mesmo semestre de 2017. O resultado bruto com participações societárias atingiu R$ 4,10 bilhões, e influenciou positivamente o resultado. Além disso, a inadimplência de mais de 90 dias caiu de 2,08%, em dezembro de 2017, para 1,45%, em junho de 2018, ficando abaixo da média do Sistema Financeiro Nacional (3,06%).

Ativo do BNDES

O ativo do Sistema BNDES totalizou R$ 834,46 bilhões ao final do semestre, redução de R$ 33,06 bilhões (3,8%), provocada principalmente pelo pagamento antecipado de R$ 60,14 bilhões em dívidas com o Tesouro Nacional. 

Patrimônio do BNDES

O Patrimônio Líquido do Sistema BNDES totalizou R$ 71,49 bilhões no semestre, um crescimento de R$ 8,65 bilhões (13,8%) em relação a dezembro, explicado pelo lucro líquido de R$ 4,76 bilhões apurado no semestre e pelo efeito da valorização da carteira de ações, chegando a R$ 3,13 bilhões, líquida de tributos. 

Vão emendar

O prefeito Firmino Filho (PSDB) decretou ponto facultativo para os servidores públicos do município na próxima sexta-feira (17), um dia após o aniversário de Teresina, que é comemorado em 16 de agosto. De acordo com a PMT, o decreto ressalva a manutenção nos serviços de saúde prestados pelo município.

10 de agosto de 2018

Elmano e Marina

O senador licenciado Elmano Férrer (Podemos), candidato ao Governo do Estado, deve garantir um palanque no Piauí à ex-senadora Marina Silva, da Rede Sustentabilidade, durante a campanha eleitoral deste ano.

O senador licenciado Elmano Férrer (Podemos), candidato ao Governo do Estado, deve garantir um palanque no Piauí à ex-senadora Marina Silva, da Rede Sustentabilidade, durante a campanha eleitoral deste ano. Pelo menos é nisto que está confiando os partidários da ex-ministra do Meio Ambiente. Elmano, porém, é filiado a um partido que tem candidato próprio à Presidência da República, o também senador Álvaro Dias, do Paraná. Este, contudo, aparece mal nas pesquisas de intenções de voto realizadas por quase todos os institutos, ficando abaixo dos 5%. Enquanto Marina Silva disputa com Jair Bolsonaro a liderança em vários levantamentos - nos cenários em que o ex-presidente Lula não aparece, e considerada as margens de erro. Além da Rede e do Podemos, Elmano ainda conta com o apoio de uma terceira sigla que terá candidato a presidente este ano: o Patriota, que lançou o cabo Daciolo, o candidato nervosinho que - "para a honra e glória do Senhor" - atirou para todos os lados no primeiro debate entre presidenciáveis, realizado pela Band. Mas talvez seja mais interessante para Elmano esquecer um pouco seu correligionário e se agarrar com unhas e dentes a Marina Silva. Embora Álvaro Dias apresente um desempenho impressionante nas pesquisas quando considerados apenas os eleitores dos três estados do sul do país - chegando a brigar com Bolsonaro pela liderança -, no Piauí, assim como nos demais estados nordestinos, ele ainda é bastante desconhecido. Já Marina, na sua terceira disputa presidencial seguida, possui um rosto familiar aos piauienses. Elmano pode até ficar em maus lençós com seu partido ao ceder seu palanque para Marina, mas no final das contas, os dois só têm a ganhar com essa parceria.

Carta branca

A coluna e a reportagem do Portal O DIA tentaram falar durante toda a tarde desta sexta-feira com o senador Elmano Férrer para saber como ele pretende lidar com o abacaxi que é ter que sustentar em seu palanque dois presidenciáveis. Sua assessoria de imprensa afirmou que ele tem apenas "um" candidato a presidente, que é o senador Álvaro Dias. No entanto, membros da Rede Sustentabilidade revelaram à coluna que o apoio de Elmano a Marina no Piauí já foi acertado por membros das cúpulas da Rede e do Podemos. A deputada federal Renata Abreu, presidente nacional do Pode, teria dado carta branca para o apoio de Elmano a Marina, após uma reunião com Pedro Ivo, coordenador nacional da Rede. 

Copia e cola

É bom a Justiça Eleitoral e principalmente os eleitores ficarem de olho nos planos de governo que estão sendo elaborados. O que vimos nas últimos eleições é que estes são sempre generalistas e muitos, inclusive, plagiados, feitos apenas para cumprir a legislação eleitoral que trata sobre registro de candidaturas. Se alguém quer ser governador ou presidente, ou ir para o parlamento, e não consegue sequer elaborar um plano original para ser executado, certamente não vai conseguir desenvolver um bom mandato.

Pré-campanha na rua

A movimentação de pré-candidatos ao governo é intensa. Não há quem diga que não já começou a campanha. Luciano Nunes (PSDB) e Dr. Pessoa (SD) focaram em cidades da região norte na última sexta-feira (10), Valter Alencar (PSC) esteve em Altos e em Teresina, Wellington Dias (PT) foi a Floriano, Lourdes Melo (PCO) e Luciane Santos (PSTU) ficaram na capital.

Programação

Durante o mês de aniversário de Teresina, a Prefeitura vai inaugurar pequenas obras. A programação dos 166 anos da cidade inclui a entrega de quatro Unidades Básicas de Saúde e um Centro de Especialidades odontológicas, além do lançamento de um site informativo sobre os serviços oferecidos pelo SUS em Teresina. A primeira será na próxima segunda-feira (13), às 8h, será a inauguração das novas instalações da Unidade Básica de Saúde Dr. Dirceu Mendes Arcoverde, localizada no Povoado Santa Teresa, zona rural Leste.

O deputado estadual Flávio Nogueira Júnior tem percorrido todo o Estado e recebido adesões de lideranças de diversos municípios. Ele comemorou a adesão do jovem vereador de Parnaíba, Daniel Miranda (PRB). O vereador já apoiava Flávio Nogueira para deputado federal e agora completa o time.

09 de agosto de 2018

Supersalários e a crise

Por mês, a despesa terá um acréscimo de R$ 18,7 milhões.

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão estimou em R$ 243,1 milhões por ano  - só no Poder Executivo - o impacto orçamentário do aumento salarial dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Por mês, a despesa terá um acréscimo de R$ 18,7 milhões. Mas esse montante deve ser muito maior, já que os subsídios pagos aos ministros da Suprema Corte brasileira servem como teto para as remunerações de todo o funcionalismo público do país, e, consequentemente, o reajuste de 16% deve gerar um efeito cascata. Isso sem falar nos inúmeros casos de servidores que recebem acima do teto constitucional. De acordo com o Ministério do Planejamento, são mais de 5.773 servidores com supersalários no país. A pasta ressalta que nesses casos são aplicados descontos nos contracheques, para que os vencimentos permaneçam no limite legal. Porém, como se sabe, é muito comum que essa regra seja desrespeitada. Na quarta-feira o Supremo aprovou, por 7 votos a 4, o reajuste no salário dos ministros da Corte, para o ano de 2019. Atualmente o subsídio é de R$ 33,7 mil, e passará para R$ 39,3 mil por mês, caso seja aprovado pelo Congresso Nacional.

O jornalista Arimatéia Azevedo terá um quadro no telejornal O Dia News 1ª edição, da O DIA TV (canal 23.1). O colunista diz estar entusiasmado com o novo projeto, e promete levar informações exclusivas e análises apimentadas sobre a política local. AZ, como é conhecido, assina desde 2004 uma coluna neste jornal, onde também já atuou como repórter e editor-chefe.

Corte na carne?

O vice-presidente executivo da  Associação Nacional dos Servidores Públicos da Previdência e da Seguridade Social (Anasps), Paulo César Régis de Souza, afirmou nesta quinta-feira que “o governo [Temer] foi omisso e indiferente à situação dos servidores públicos, ativos e inativos” na elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO), quando propôs que não seja concedido aumento nos vencimentos em 2019. A associação observa que, apesar do arrocho imposto aos servidores públicos, foram  mantidas emendas parlamentares que facilitam "a corrupção e o desmando administrativo".

Concurso é urgente

A associação alerta que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) teve cerca de 3.500 servidores aposentados nos últimos anos, e outros 10 mil devem se aposentar nos próximos anos. Por esta razão, a entidade afirma que a proibição de realização de novos concursos, bem como a vedação à nomeação de aprovados em concursos anteriores é uma agressão aos servidores públicos federais e aos contribuintes. 

Cem anos de APL

A Academia Piauiense de Letras realiza neste sábado, 11 de agosto, uma solenidade de lançamento das obras "Contribuições ao Desenvolvimento do Piauí e do Brasil - Volume 1", de Francisco Guedes Alcoforado Filho, e "Oeiras nas Lutas pela Independência no Norte do Brasil", de Carlos Hermes Ferreira da Cruz. O evento terá início às 10 horas, na sede da APL, que fica localizada na Avenida Miguel Rosa. Os lançamentos fazem parte da programação organizada para celebrar os cem anos da academia.

O ex-deputado federal Maia Filho, o Mainha,  esteve em audiência em Brasília com o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, para tratar sobre liberação de recursos para o município de São Miguel do Tapuio. Mainha recorda que, nos anos em que esteve na Câmara Federal (2008-2010 e 2015-2018) conseguiu destinar mais de R$ 12 milhões em emendas impositivas e de bancada para a saúde do Piauí.

08 de agosto de 2018

Desastre de Mariana

Os acertos preveem a alteração dos chamados “órgãos de governança”, entre eles o conselho da Fundação Renova e o Comitê Interfederativo, além de adotar outras medidas.

Desastre de Mariana

A Justiça Federal em Minas Gerais homologou acordos entre a mineradora Samarco e órgãos públicos no sentido de atenuar os danos decorrentes do rompimento da barragem de Fundão, na cidade de Mariana (MG). Os acertos preveem a alteração dos chamados “órgãos de governança”, entre eles o conselho da Fundação Renova e o Comitê Interfederativo, além de adotar outras medidas. O rompimento da barragem de Fundão ocorreu em novembro de 2015. O grande deslizamento de rejeitos deixou 19 mortos e 225 famílias sem casas. Além das mortes e prejuízos às famílias em Mariana, a tragédia causou grave impacto ao meio ambiente no Vale do Rio Doce, afetando grandes regiões dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Agora, a Justiça, o Ministério Público e os órgãos de defesa ambiental precisam ficar atentos para verificar se os termos do acordo serão rigorosamente cumpridos.

O ex-deputado Elizeu Aguiar, candidato ao Senado Federal, tem defendido que o Congresso Nacional aprove uma lei que crie um piso salarial para os policiais militares de todo o país, tendo como base a remuneração paga hoje aos PMs do Distrito Federal. Segundo Elizeu, isso permitiria acabar com a "gritante" falta de isonomia que atualmente é observada nas remunerações dos policiais de distintas unidades federativas. "Nós temos hoje grandes distorções salariais. Basta atravessar o rio Parnaíba. No Maranhão o policial militar já ganha muito melhor que o policial militar do Piauí. Isso sem falar nas viaturas, que estão sendo empurradas pelos PMs, por falta de combustível. Ao não valorizar a categoria, o governo faz com que esses profissionais tão importantes para a nossa segurança sejam forçados a buscar uma renda extra, fazendo bicos e colocando suas vidas em risco", afirma Elizeu Aguiar, que é do PSL, mesmo partido do presidenciável Jair Bolsonaro, capitão do Exército.

Fora do ninho!

O deputado Dr. Pessoa (SD), candidato ao Governo, gerou uma importante baixa para outro aspirante a governador pela oposição, o também deputado Luciano Nunes (PSDB). O presidente da Câmara Municipal de Teresina, vereador Jeová Alencar (PSDB) abandonou o ninho tucano para apoiar a candidatura de Pessoa, e será nada mais nada menos que o coordenador da sua campanha. 

Oposição pra quê?

Esta não é a primeira vez que Jeová decepciona seus correligionários. Em novembro do ano passado, o presidente do Legislativo municipal conseguiu, com o aval de boa parte dos vereadores, antecipar em mais de um ano a eleição para escolha dos integrantes da mesa diretora da Casa, contrariando a vontade do prefeito Firmino Filho (PSDB), que estava na Espanha. Jeová foi reeleito e, ao retornar da Europa, Firmino realizou uma minirreforma em seu secretariado, exonerando dois aliados do deputado Themístocles Filho (MDB), que teria sido o principal maquinador da manobra feita por Jeová.

Sempre juntos

O apoio de Jeová à campanha de Pessoa demonstra que sua aliança com o presidente da Assembleia Legislativa continua firme e forte. Os dois estarão no mesmo palanque nestas eleições, já que, contrariado com o governador Wellington Dias (PT), Themístocles também seguirá com Pessoa.

O prefeito Firmino Filho (PSDB) fará o lançamento da campanha do aniversário de 166 anos de Teresina nesta quinta-feira (9). Será num cinema da capital, a partir das 10 horas. Certamente o tucano será questionado sobre o que achou da atitude do colega de sigla, Jeová Alencar.

07 de agosto de 2018

Arremessadas

Todos os dias, no Brasil e nos quatro cantos do mundo, milhares de mulheres são esfaqueadas, mutiladas, baleadas, asfixiadas, atropeladas e mortas de inúmeras outras formas.

No início da noite da última segunda-feira (6), Carla Grazielle Rodrigues Zandoná, de 37 anos, foi arremessada do apartamento onde morava, na Asa Sul, região central de Brasília. Duas semanas antes, na madrugada de 22 de julho, a advogada Tatiane Spitzner, de 29 anos, havia morrido da mesma forma, arremessada do quarto andar do apartamento onde vivia, Guarapuava, na região central do Paraná. Nos dois casos, os maridos das vítimas são os principais suspeitos. Esta seria apenas uma trágica coincidência, mas infelizmente não é. Todos os dias, no Brasil e nos quatro cantos do mundo, milhares de mulheres são esfaqueadas, mutiladas, baleadas, asfixiadas, atropeladas e mortas de inúmeras outras formas - inclusive arremessadas de prédios, embora esta não maneira não seja tão comum no país (até onde se sabe). E na maioria dos casos os autores desses crimes tão bárbaros são os pais, filhos, irmãos, primos ou companheiros das vítimas. Justamente as pessoas em quem elas deveriam depositar mais confiança. É, de fato, assustador! E tão assustador quanto essa carnificina diária de mulheres, é constatar que um dos presidenciáveis com mais chances de vitória nas eleições deste ano no Brasil considera inútil a Lei Maria da Penha, que completou 12 anos nesta terça-feira.

Sancionada no dia 7 de agosto de 2006, a lei é um marco no combate ao feminicídio e a todas as formas de violência contra a mulher no país. Em seu artigo 5º, a norma indica que é violência contra a mulher "qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial". Mas a lei não se resume a este artigo. Pelo contrário. Ela enumera uma série de medidas de prevenção à violência contra as mulheres, medidas protetivas de urgência e até mesmo medidas destinadas à reeducação dos autores da violência - tudo isso com o propósito de evitar que mais mulheres sejam esfaqueadas, mutiladas, baleadas, asfixiadas [...] e arremessadas. [Na foto, a farmacêutica bioquímica Maria da Penha Maia Fernandes, 72 anos, que durante anos foi vítima da violência praticada pelo marido, chegando a ser atingida por um disparo de arma de fogo efetuado por ele, que acabou a deixando paraplégica. Maria da Penha deu nome á lei que, nos últimos 12 anos, certamente já salvou a vida de milhares de mulheres brasileiras]

R$ 231 milhões para o CNJ

Os conselheiros do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovaram, nesta terça-feira (7/8), na abertura da sua 275ª Sessão Ordinária, a proposta orçamentária para o ano de 2019 apresentada pela ministra Cármen Lúcia, presidente do CNJ. A proposta, que será encaminhada ao Congresso Nacional, é de R$ 231,178 milhões, o que representa um aumento de 4,7% em relação ao orçamento do Conselho em 2018, que é de R$ 220,770 milhões.

Poupança em alta

Segundo dados divulgados pelo Banco Central (BC), a caderneta de poupança apresentou o maior saldo para julho desde 2014, registrando uma captação líquida de R$3,748 bilhões.

Começou a baixaria

A assessoria de comunicação de um candidato ao Senado cometeu um pequeno erro ao acrescentar um "i" depois da preposição "com", de forma que a frase que deveria dar a entender que o candidato estava "na companhia de prefeitos", passou a ter significados indesejados (canibal ou pejorativo, como queiram). Pois bem. Outro candidato ao Senado - que já é conhecido por suas gaiatices - aproveitou para alfinetar o adversário, e disse que não vai fazer campanha dentro de gabinetes, "comendo prefeitos", mas sim nas ruas, com o povo. Eles têm que ter é cuidado para não serem - os dois - comidos pela porca.

Caos no sistema

A Assembleia Legislativa vai discutir no próximo dia 15, em audiência pública, a situação do sistema penitenciário do Piauí. Dentre os assuntos a serem abordados está a nomeação dos agentes penitenciários que realizaram curso de formação mas até agora não foram nomeados.

06 de agosto de 2018

Trumprizando o Brasil

Decisão proíbe entrada de venezuelanos no Brasil

Por determinação do juiz federal Helder Girão Barreto, da 1ª Vara da Federal de Roraima, está suspenso o ingresso de venezuelanos no Brasil pela fronteira com Roraima. A decisão foi tomada após a Advocacia-Geral da União (AGU), o Ministério dos Direitos Humanos e o Ministério Público Federal terem se manifestado contrários ao Decreto Estadual 25.681, que determina maior rigor da segurança pública e das forças policiais na fronteira. A AGU informou que vai recorrer da medida. Segundo a AGU, o decreto do Governo de Roraima prejudica os venezuelanos que vieram ao Brasil, além de interferir em algo que seria de competência federal. Na petição, a advogada-geral da União, Grace Mendonça, diz que o decreto assinado pela governadora Suely Campos (PP) estabelece discriminação e contraria princípios humanitários que o Brasil adota. A medida da "progressista" e a decisão do juiz federal colocam o país num abominável caminho de completa insensibilidade à dor dos irmãos que sofrem com o governo ditatorial de Nicolás Maduro. Ao proibir a entrada dos venezuelanos, o Brasil está se "trumprizando".

Deu branco! Em entrevista a uma emissora de TV nesta segunda-feira, o cantor e candidato ao Senado Frank Aguiar (PRB) não soube dizer quem serão os seus dois suplentes na eleição deste ano. Ao ser questionado, Frank disse: "Meu primeiro suplente é um indicado do PMN, e o segundo suplente é do PRB [...] A única exigência que fiz é que fossem pessoas íntegras como eu. O primeiro suplente é um jovem simples, um trabalhador, não veio pra trazer movimento e condições à campanha. Não. É um cara muito simples, um trabalhador, que ganha lá o seu salário, e que eu tenho a honra de ter como meu suplente. Que coisa linda, né?", afirmou Frank. Mas e os nomes deles, candidato?

Nova ponte sobre o Poti

Uma das obras de mobilidade urbana previstas no cronograma da Prefeitura de Teresina, a Ponte da Universidade Federal do Piauí (UFPI) está em fase de conclusão do projeto executivo e deve ser licitada ainda em 2018, com previsão do início da construção para o próximo ano. É o que garante a Secretaria Municipal de Planejamento.

Percurso reduzido

A ligação entre o bairro Água Mineral e o campus Ministro Petrônio Portela, da UFPI, faz parte do corredor Norte-Leste, interligando a zona norte com a Avenida Raul Lopes e a Avenida Ulisses Marques, que encontra-se em construção atualmente.

Investimento

A previsão inicial é de que sejam investidos R$ 49 milhões na construção da ponte e seus acessos, financiados pelo programa Pro-Transporte do Ministério das Cidades.

"Graças a mim que os servidores públicos de 80% dos municípios piauienses estão recebendo seus salários em dia" - o senador Ciro Nogueira (Progressistas), gabando-se pelos recursos federais que conseguiu trazer para cidades piauienses. A declaração foi dada durante entrevista a uma emissora de TV.

02 de agosto de 2018

Descrédito em alta

Conforme o levantamento, 59% dos brasileiros dizem não saber em quem votar ou que pretendem anular o voto - isso a pouco mais de dois meses do primeiro turno do pleito.

A pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira - Eleições 2018, divulgada nesta quinta-feira (2/8) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), e feita em parceria com o Ibope, expôs uma situação que já era conhecida por todos: o crescimento do descrédito da classe política perante a população brasileira. Conforme o levantamento, 59% dos brasileiros dizem não saber em quem votar ou que pretendem anular o voto - isso a pouco mais de dois meses do primeiro turno do pleito. O percentual é o maior das últimas cinco eleições, considerando as respostas espontâneas. Já quando os eleitores são apresentados a uma lista de candidatos, 59% apontam uma opção, mas 73% desses admitem que podem mudar de opinião até outubro, e, portanto, apenas 27% afirmam estar convictos. 

Além de ser a maior herdeira de votos do ex-presidente Lula, Marina é a candidata com maior percentual de intenção de votos entre os eleitores do Nordeste - 16% dos eleitores da região optam pela candidata, no cenário sem o ex-presidente. A intenção de voto na candidata também é mais elevada nas regiões Norte/Centro-Oeste - 17%. De cada 100 mulheres, 15 dizem que vão votar na candidata. Dos eleitores com renda familiar de até um salário mínimo, 13% votam em Marina e, dos que possuem até a quarta série do ensino fundamental, 13% escolhem a candidata.

Menor rejeição

entre os quatro candidatos melhor colocados na pesquisa, é a que apresenta menor índice de rejeição, empatada com Ciro Gomes (18%). Quando se apresenta a lista de candidatos aos eleitores que espontaneamente disseram estar indecisos, Marina é a que mais recebe votos - 15% dos indecisos disseram que optariam pela candidata. Em segundo lugar, aparece Bolsonaro, com 12%.

Mais homens com Jair

Os homens, os jovens, a população com mais anos de estudo e com renda mais elevada são os que têm maior preferência por Bolsonaro. Um em cada quatro homens brasileiros (24%) vão votar em Jair, segundo a pesquisa CNI-Ibope, no cenário da pesquisa que não considera o ex-presidente Lula como candidato. O percentual de mulheres eleitoras do candidato do PSL é de 10% da população feminina.

Por falta de opção...

De acordo com a pesquisa CNI-Ibope, o ex-governador cearense Ciro Gomes é o candidato que apresenta o maior percentual de eleitores que afirmam ter a intenção de votar nele apenas por não gostar das demais opções (21%). Entre os outros candidatos melhor colocados, o percentual varia de 15% a 19%. 

"Precisamos de uma rebelião para mudar o Piauí e o Brasil". Com esta frase, o diretório regional do PSTU convida os filiados e a sociedade piauiense em geral para a sua convenção partidária, em que serão homologadas as candidaturas do partido nas eleições deste ano. O evento acontece a partir das 18 horas do sábado, 4, no plenarinho da Assembleia Legislativa do Piauí. A professora Luciane Santos foi a escolhida para concorrer ao Governo do Estado pela sigla. Militante em defesa da classe trabalhadora, das mulheres e do direito a moradia, Luciane foi a candidata do PSTU na disputa pela Prefeitura de Teresina em 2016.

01 de agosto de 2018

O enfrentamento necessário

Os tribunais de Justiça dos estados já cumpriram 84% da Meta 8 do Poder Judiciário, que trata do fortalecimento da Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica.

Os tribunais de Justiça dos estados já cumpriram 84% da Meta 8 do Poder Judiciário, que trata do fortalecimento da Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica. De acordo com os dados parciais, coletados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), existem atualmente 3.387 unidades judiciárias com competência para receber e processar causas cíveis e criminais relativas à violência doméstica e familiar contra a mulher. O número, segundo o CNJ, reflete os 12 anos de vigência da Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006). Antes de ser sancionada, existiam apenas seis varas especializadas em violência doméstica. Conforme o Painel de Resultados das Metas Nacionais, atualizado em junho pelos tribunais, há 625 varas ou juizados no país que oferecem atendimento à vítima de violência doméstica. Além disso, há 383 unidades que atendem familiares em situação de violência, com especial atenção a crianças e adolescentes, e 266 unidades que oferecem atendimento ao agressor, com vistas à sua reeducação. Os números acendem a esperança de que, num futuro próximo, os piauienses e brasileiros não precisem mais assistir a casos como o da jovem do município de Cocal que, na última terça-feira, foi esfaqueada pelo ex-companheiro e precisou ser internada em estado gravíssimo numa UTI.

O PHS vai homologar, durante a convenção estadual, na próxima sexta-feira (3), a candidatura do jogador Eduardo a deputado estadual. Com passagens por grandes clubes do futebol nacional e internacional, o futebolista pretende levantar a bandeira do esporte na Assembleia Legislativa. 

Articulação 

A presença de Eduardo na disputa eleitoral é fruto da articulação do ex-vereador de Teresina Tiago Vasconcelos, que, em 2018,  aparece como um nome forte nas articulações políticas. Além de presidir o PHS, Tiago é um dos mentores da "chapinha" dos partidos emergentes. A intenção do grupo é eleger até quatro deputados estaduais.

Hora extra

O vereador R. Silva (PP) denunciou, na tribuna da Câmara Municipal de Teresina, que os policiais militares não estão sendo ressarcidos pelo Governo do Estado pelas horas excedentes de trabalho, que ocorrem com frequência. "A lei é bem clara, ou paga a hora extra ou compensa. Mas o Governo do Piauí não faz nem uma coisa nem outra", afirma R. Silva.

"Nenhum aluno da nossa rede vai ser prejudicado. Os dias em que houve paralisação serão cumpridos posteriormente. Ou seja, o calendário acadêmico não vai coincidir com o calendário civil. Nós vamos concluir o ano letivo em 2019" - Carlos Alberto Silva, superintendente de ensino da Secretaria de Educação do Estado (Seduc). Segundo o gestor, cerca de 70% das escolas estão funcionando normalmente, mesmo durante a greve dos professores e demais trabalhadores da educação.

31 de julho de 2018

Meu golpista favorito

. No litoral, o emedebista assinará a liberação de cerca de R$ 27 milhões em recursos para a retomada das obras no Perímetro Irrigado dos Tabuleiros Litorâneos, localizado entre as cidades de Paranaíba e Buriti dos Lopes.


O presidente Michel Temer visita o Piauí na próxima sexta-feira (3). A comitiva desembarcará em Parnaíba, onde será recepcionada pelo prefeito da cidade, Mão Santa (Solidariedade). No litoral, o emedebista assinará a liberação de cerca de R$ 27 milhões em recursos para a retomada das obras no Perímetro Irrigado dos Tabuleiros Litorâneos, localizado entre as cidades de Paranaíba e Buriti dos Lopes. A visita de Temer ao estado não deve ser prestigiada por petistas, mas sim por alguns dos principais antagonistas do governador Wellington Dias (PT) no estado, como o prefeito Mão Santa e o deputado federal Heráclito Fortes (DEM), que nas redes sociais demonstrou empolgação com as obras que serão liberadas. Mas na chapa governista, lá estão os dois juntinhos novamente - PT e MDB. Entre tapas, beijos, impeachments e eleições, sempre unidos.

O deputado Marden Menezes (PSDB) considera que a "falta de planejamento e de equilíbrio financeiro do Governo do Estado" é a principal causa para a crise na educação pública do Piauí, cujos servidores estão em greve há cerca de dois meses. Para o deputado, a situação é "angustiante", e ele promete levar a questão ao debate no plenário da Assembleia Legislativa assim que o recesso encerrar. "Como se não bastasse a humilhação imposta aos professores, o descompromisso do Governo do Estado com a categoria está na iminência de provocar a perda do ano letivo de 2018, para os alunos da rede pública estadual", lamenta o tucano.

Desde fevereiro

A greve começou em fevereiro deste ano e, após acordo com o Governo do Estado, os servidores retomaram as atividades. Porém, segundo a categoria, o acordo não foi cumprido e, em junho, os professores voltaram a cruzar os braços. Os trabalhadores exigem reajustes de 6,81% (para os docentes) e de 3,95% (para os demais servidores), mas o Governo só concedeu 2,95%, alegando que nos seis meses que antecedem o pleito eleitoral só poderia conceder um índice correspondente à inflação acumulada, conforme determina a legislação. Os servidores, porém, afirmam que os percentuais pedidos foram acordados com o Governo antes desse prazo, inclusive com a mediação do Tribunal de Justiça do Piauí, o que tornaria lícita a aprovação reajuste acima da inflação mesmo dentro do período vedado pela lei.

Enfim, pagou

O Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde e Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas do Estado do Piauí (SINDHOSPI) informou, no início da noite de ontem, que a partir desta quarta-feira (1°) serão normalizados os atendimentos do Iaspi/Plamta, visto que, enfim, foi efetuado o pagamento do mês de abril a toda a rede credenciada. No dia 20 de julho, o Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Piauí informou que havia efetuado o pagamento de abril. Mas a informação foi refutada pelo Sindhospi. 

Censo eleitoral

O perfil do eleitorado brasileiro para as eleições gerais 2018 será divulgado pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, às 11h desta quarta-feira (1º). Os dados estatísticos que serão divulgados traçam o perfil do eleitorado brasileiro apto a participar das eleições gerais de outubro. Esses dados permitem avaliar a evolução do eleitorado ao longo dos últimos anos. As informações foram obtidas a partir dos dados do cadastro eleitoral, fechado no dia 9 de maio deste ano.

"Nós vamos ter que segurar mais um pouco, porque tudo o que nós acertamos ontem, infelizmente, não foi possível a gente concretizar. Estávamos com a conversa bem avançada com o PSL e com o Pros. Esses dois partidos estavam bem afinados conosco. Até as 4 horas da manhã estava tudo certo para que esses dois partidos pudessem compor com o PTC. Por incrível que pareça, neste exato momento, em que a gente estava aqui pronto para apresentar a vocês uma estratégia que construímos com o Pros e o PSL, esses dois partidos pediram mais um tempo. Acharam que a decisão tomada ontem à noite não tinha mais como ser concretizada no dia de hoje. É uma pena, porque, por diversas vezes, em reunião conjunta entre esses três partidos, ficou o entendimento para que a gente pudesse convocar a imprensa e pudesse externar a nossa posição nessas eleições" - o deputado Evaldo Gomes, presidente do PTC Piauí, indignado com o distrato feito por Fábio Sérvio, presidente do PSL no estado, que decidiu manter sua pré-candidatura ao Governo.





Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado