Whindersson Nunes diz em livro que se afundou nas drogas após término com Luísa Sonza

De acordo com as informações do próprio humorista, seu consumo de ilícitos aumentou ainda mais após a separação

16/12/2021 15:14h - Atualizado em 16/12/2021 15:18h

Compartilhar no

O piauiense Whindersson Nunes lançou, recentemente, o livro “Vivendo Como Um Guerreiro“, que fala sobre vários momentos da sua vida, incluindo o relacionamento com Luísa Sonza, o término e também sobre o seu uso abusivo de drogas. De acordo com as informações do próprio humorista, seu consumo de ilícitos aumentou ainda mais após a separação.

Foto: Reprodução/Instagram


No livro, Whindersson deixa claro que já usava algumas substâncias antes mesmo de conhecer Luísa. No entanto, com o término, que aconteceu em 2020, logo no início do isolamento social por conta da pandemia da Covid-19, o ator perdeu um pouco o controle e se deixou levar.


Whindersson conta que não estava sóbrio quando conheceu a ex e já naquela época, em 2017, sua saúde mental não estava boa. “Eu a conheci em 2017. No dia em que eu encontrei a Luísa, eu estava virado de droga, não estava bem, estava em busca do que eu não sabia. Eu vinha de outro término, enfim, essa área da vida eu não domino mesmo, como podem perceber. Quando a vi, pela primeira vez, eu a vi no efeito da droga. Eu a vi meio que brilhando. Foi o começo de uma viagem. Uma viagem de alguém que tem um instinto de professor. Eu queria passar tudo para ela. Eu queria que ela desse certo na vida”, revela no livro.

Todas essas revelações foram feitas no último capítulo do livro, intitulado “Fim de Conversa“. Além das declarações, Whindersson também faz questão de dizer que Luísa Sonza não possui nenhuma culpa em relação ao seu vício, mas que a situação ficou mais grave. “Quando acabou com a Luísa, eu também tive o meu penhasco“, diz o influencer.

Whindersson também afirmou na obra que, apesar de todos os problemas, vai torcer pelo bem de Luísa Sonsa. No fim, ele revelou que seu relacionamento com Maria ajudou a melhorar. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações do Extra

Deixe seu comentário