• Piauí Férias de Norte a Sul
  • SOS Unimed
  • Ecotur 2019
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Esporte

15 de julho de 2019

I Etapa de Beach Tennis conhece seus campeões

I Etapa de Beach Tennis conhece seus campeões

A dupla formada por Mario Celso e Geovane Silva venceu por 2 sets a 0 Sávio Amorim e Marconi Junior.

A I Etapa do Campeonato Piauiense de Beach Tennis conheceu seus campeões nesse domingo (14), na Radical Tênis. A dupla formada por Mario Celso e Geovane Silva venceu por 2 sets a 0 (6 a 1/6 a 0) o dupla de Sávio Amorim e Marconi Junior. A competição também teve disputas nas duplas mistas. Essa foi a primeira de três etapas que irão acontecer até dezembro. 

“A modalidade é nova e por aqui fazia algum tempo que estávamos praticando, mas agora estamos incrementando mais, realizando torneios e é uma boa iniciativa. O beach tennis é um caminho mais rápido para aqueles que não praticam o tênis, pois você tem oportunidade de aprender com maior facilidade”, afirma Mario Celso campeão da I Etapa. 


A areia e o sol forte foram os primeiros adversários dos atletas na prática do esporte que está se expandindo no estado - Foto: Jailson Soares/O Dia

O beach tennis é uma modalidade que vem crescendo em todo o país e, aos poucos, começa a ser praticada no Piauí. Apesar de ser oriunda do tênis, a modalidade pede do atleta habilidades diferentes. “Eu joguei somente duas vezes antes do torneio, estamos iniciando, conhecendo ainda. É muito toque. No tênis, a gente tem uma movimentação, bate mais forte na bola e aqui é mais toque e habilidade, mas quem pratica o tênis consegue se adaptar e jogar”, conta Sávio Amorim. 

fA areia e o sol forte são os primeiros adversários dos atletas na prática do beach tennis, mas a modalidade se mostra democrática e na 1ª etapa do Piauiense teve homens, mulheres e crianças na disputa, que, ao todo, teve 40 atletas inscritos. 

Paralelo ao Beach Tennis, a federação realiza as disputas do Circuito Piauiense de Tênis, com seis etapas distribuídas ao longo do ano, três delas já aconteceram. A intenção é que o beach seja uma opção a mais para os praticantes da modalidade no Estado.

Com gol de Vagner Love, Corinthians vence o CSA

Com gol de Vagner Love, Corinthians vence o CSA

o time paulistano chega a 15 pontos e passa a ocupar o 8º lugar no campeonato, acima do São Paulo, que também tem 15 pontos.

De volta ao Campeonato Brasileiro, depois da pausa para a Copa América, o Corinthians venceu o CSA em casa neste domingo (14) por 1 a 0 e avançou duas colocações na tabela.

Com gol marcado por Vagner Love, que foi substituído por Gabriel logo depois do lance, o time paulistano chega a 15 pontos e passa a ocupar o 8º lugar no campeonato, acima do São Paulo, que também tem 15 pontos.

O jogo marcou a volta do zagueiro Gil, 32, ao clube. Ele foi campeão brasileiro com o time em 2015 e estava no Shandong Luneng, da China. O jogador chegou a marcar, em rebote após chute de Sornoza que foi defendido pelo goleiro Jordi, mas estava impedido e o gol foi anulado.


Wagner Love foi o autor do gol que deu a vitória ao Corinthians - Foto: Divulgação/Corinthians FC

O CSA continua na penúltima posição, com seis pontos e apenas uma vitória em dez partidas.

O time de Fábio Carille buscou o ataque desde o início do confronto. A maior parte das jogadas era pelo lado direito, com Fagner. O repertório corintiano também teve lances em alta velocidade, com Pedrinho, e chutes de fora da área, com Ralf e Sornoza. O time alagoano adotou uma postura defensiva e apostou apenas nos contragolpes. A equipe ainda conseguiu segurar o ataque corintiano no primeiro tempo.

Na volta do intervalo, a pressão deu resultado e Vagner Love mandou um chute forte de perna direita e marcou o único gol da partida. Logo após o Corinthians abrir o placar, Carille promoveu a entrada do volante Gabriel, e deu tranquilidade ao meio de campo, que passou a se preocupar mais com a marcação. O CSA tentou reverter o resultado, mas sem sucesso.

14 de julho de 2019

Hamilton vence GP da Grã-Bretanha pela sexta vez e amplia vantagem

Hamilton vence GP da Grã-Bretanha pela sexta vez e amplia vantagem

A corrida ainda ficou marcada pela disputa entre Max Verstappen e Charles Leclerc e por um acidente entre o holandês da Red Bull e Sebastian Vettel

O britânico Lewis Hamilton fez a festa da torcida local ao vencer neste domingo (14) pela sexta vez o GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1. Aproveitando a entrada do safety-car, o líder do Mundial de Piloto passou o companheiro de Mercedes Valtteri Bottas no momento das paradas nos boxes para garantir uma nova vitória em casa.

A corrida ainda ficou marcada pela disputa entre Max Verstappen e Charles Leclerc e por um acidente entre o holandês da Red Bull e Sebastian Vettel. Bottas ficou em segundo e Leclerc em terceiro.

O GP da Grã-Bretanha esquentou logo na quarta volta, quando Hamilton e Bottas protagonizaram uma intensa disputa pela liderança. O finlandês primeiro levou o X de Hamilton, mas deu o troco para manter a primeira posição que já sustentava desde a largada.

A disputa teve seu momento decisivo cortado pela geradora de imagens, o que gerou reclamações de fãs da categoria em todo o mundo. O narrador da "Rede Globo" Galvão Bueno também se irritou com o vacilo da transmissão oficial da Fórmula 1.

A entrada do safety-car na 20ª volta depois que o Giovinazzi parou na área de brita mudou o curso da corrida. Bottas tinha acabado de voltar dos boxes, e Hamilton aproveitou o momento para fazer a parada e voltar à frente do companheiro de Mercedes.
Para piorar, Bottas foi o único entre os pilotos que brigavam pelas primeiras colocações a voltar com os pneus médios, com todos os outros rivais mudando de estratégia com a entrada de safety-car e colocando pneus duros.
Charles Leclerc e Max Verstappen reativaram a rivalidade que esquentou no último GP neste domingo em Silverstone. Os pilotos da Ferrari e da Red Bull, respectivamente, protagonizaram por diversos momentos da corrida disputas por posição. Até mesmo nos boxes eles ficaram lado a lado.
No GP da Áustria, há duas semanas, Verstappen obteve a vitória em cima de Leclerc com uma manobra que causou polêmica, mas que escapou de punições da direção da prova. O mesmo aconteceu hoje, com a organização deixando a disputa sem interferências mesmo com toques de lado a lado.
Apesar da disputa intensa com Leclerc ao longo da corrida, foi com o outro piloto da Ferrari que Verstappen teve seu momento mais delicado na carrida.
Na 38ª volta, o holandês fez a ultrapassagem em cima de Vettel pela terceira colocação, mas o alemão acabou batendo na sua traseira na sequência. A direção da prova avaliou que Vettel errou o ponto de frenagem e aplicou punição de 10 segundos.
Uma das provas mais tradicionais da Fórmula 1, Silverstone recebeu diversas personalidades nos paddocks neste domingo. Entre elas, se destacam a do técnico do Tottenham, Mauricio Pochettino, e o ator Daniel Craig.

Imprensa francesa critica Neymar e vê declaração de guerra ao PSG

Imprensa francesa critica Neymar e vê declaração de guerra ao PSG

A revista "France Football" publicou em seu site que a frase é como "um novo terremoto"

A declaração de Neymar elegendo a goleada do Barcelona sobre o PSG como o melhor momento de sua carreira teve grande repercussão na França, com os principais jornais do país criticando a postura do atacante em meio à indefinição de sua situação no time parisiense.

A revista "France Football", por exemplo, publicou em seu site que a frase é como "um novo terremoto" e diz ser impossível imaginar que ela não tenha sido calculada. Por isso, a revista fala em "uma nova declaração de guerra em um conflito em que ele (Neymar) parece cada vez mais decidido a sair".

(Foto: Onipress/Folhapress)

A polêmica frase teve como origem uma entrevista de Neymar ao site "Oh My Goal" após o torneio organizado pelo seu instituto na Praia Grande (SP). "Quando marcamos o sexto gol contra o PSG, eu nunca experimentei nada parecido, foi espetacular", disse, referindo-se à vitória por 6 a 1 do Barcelona pelas oitavas de final da Liga dos Campeões de 2016/2017 depois de derrota por 4 a 0 na ida em Paris.

Na ocasião, Neymar atuava pelo Barcelona e marcou dois gols. Ao final da temporada, ele transferiu-se ao PSG, clube com o qual ainda tem contrato. Porém, o jogador já avisou ao time parisiense que quer sair, deu indicações de quer retornar ao Barcelona e viu a relação com o atual clube se complicar desde que não se reapresentou na semana passada. Ele é esperado hoje em Paris.

O jornal "Le Parisien" destaca que, com a declaração na qual se refere a "uma das maiores humilhações de seu próprio clube", Neymar não esconde mais o desejo de sair. "Não há nenhuma dúvida de que essa partida foi absolutamente memorável para o Barcelona, mas daí para 'trollar' publicamente o PSG...", destacou o jornal.

O "Le Figaro", por sua vez, usa a declaração para dizer que o "divórcio com o PSG parece ter se iniciado". O jornal ainda acredita que a frase soa como uma provocação e um pouco de "falta de classe" do brasileiro. Para o "Le Figaro", Neymar está fazendo "um jogo perigoso", já que não há nenhuma certeza sobre a sua saída do PSG.

Daniel Alves avisa

Daniel Alves avisa "quem me contratar, terá um campeão"

O jogador também falou sobre a conquista da Copa América com a seleção brasileira

Depois de anunciar que não ficará no PSG na próxima temporada, Daniel Alves ainda não sabe qual clube defenderá, mas avisou que deseja um trabalho desafiador e competitivo. Em entrevista ao Esporte Espetacular de hoje (14), o jogador falou de futuro e seleção brasileira.

Questionado para onde irá na próxima temporada, Daniel Alves ressaltou sua motivação. "A única coisa que tenho que falar é que as pessoas que me contratar, vão contratar um campeão. Eu estou livre e onde for mais desafiador é onde vou estar", disse.

l

O jogador também falou sobre a conquista da Copa América com a seleção brasileira. "O filme que passou naquele momento é que fazia um ano que havia me lesionado, a primeira lesão de gravidade que me tirou da Copa do Mundo e não me permitiu fazer o que mais amo que é jogar futebol. Depois você estar ali recebendo um prêmio tão desejado por uma equipe, por uma nação", comentou.
Aos 36 anos, o lateral não descarta a Copa de 2022, mas sabe que precisará de foco e preparação para isso. "Tem um sonho que tem que construir até lá. Não vale colocar um pé no Qatar se não colocar corpo e alma. Vamos ver até onde nos leva", ressaltou.
Por fim, Daniel Alves falou sobre o futuro do amigo Neymar, que também pode sair do PSG. "Neymar é grandinho para saber o que faz da vida dele. As pessoas deveriam deixar que ele conduza a própria vida dele".

13 de julho de 2019

Clássico paulista marca a volta do Brasileirão neste sábado

Clássico paulista marca a volta do Brasileirão neste sábado

Outras nove partidas retomam a competição neste fim de semana pela 10ª rodada.

Depois de um mês vendo as seleções masculinas e femininas desfilando pelos gramados, chegou a hora de matar a saudade do nosso bom e velho Brasileirão.

Nove partidas retomam a competição neste fim de semana pela 10ª rodada. E nada melhor que recomeçar com clássico. No sábado (13), o São Paulo joga contra o rival Palmeiras, líder e ainda invicto nesta edição. Para o tricolor, a partida é a chance de quebrar o incômodo jejum de ainda não ter vencido clássicos no ano. A tarefa é difícil, já que o Verdão não leva um gol há 13 jogos, contando todas as competições. Se vencer, o Palmeiras pode abrir oito ponto de vantagem na liderança.

Quem não quer que isso aconteça de jeito nenhum é o Santos. Na segunda posição, o Peixe comandado por Jorge Sampaoli viaja até o Nordeste para medir forças com o Bahia, que no meio de semana complicou as coisas para o Grêmio na Copa do Brasil.

Por falar em Grêmio, o Tricolor Gaúcho recebe o Vasco em casa. Apenas um ponto separam as duas equipes, que ocupam a décima primeira e a décima quinta posição, respectivamente.

No Castelão, o Fortaleza, de Rogério Ceni, quer subir na tabela e enfrenta o Avaí, único time que ainda não venceu no campeonato.

Mais quatro jogos no domingo completam a rodada. Na partida das onze da manhã, o Flamengo encara o Goiás no Maracanã, a primeira partida do Rubro-Negro em casa sob o comando de Jorge Jesus. Mais de 50 mil torcedores são esperados no Maracanã. Mais tarde, o Cruzeiro tenta se reabilitar na competição em jogo diante do Botafogo.

Depois de uma série de amistosos com resultados abaixo do esperado durante a parada para a Copa América, o Corinthians quer se reerguer e vai ter a chance jogando em casa contra o CSA.

O Athletico Paranaense tenta quebrar a sequência ruim, mas para isso terá que vencer o Internacional, quarto colocado. Fechando a rodada, Chapecoense e Atlético Mineiro jogam na Arena Condá.

12 de julho de 2019

Barcelona anuncia contratação de Griezmann por R$ 505 milhões

Barcelona anuncia contratação de Griezmann por R$ 505 milhões

O clube pagou o valor de 120 milhões de euros (R$ 505 mi) ao Atlético de Madri pelo atacante, que assina até junho de 2024.

O Barcelona anunciou nesta sexta (12) a chegada de um reforço de peso: Antoine Griezmann, 28. O clube pagou 120 milhões de euros (R$ 505 milhões) ao Atlético de Madri pelo atacante francês e assinou com ele um contrato válido até junho de 2024.

Os valores foram revelados em nota pela equipe catalã, que também divulgou que a multa rescisória do campeão do mundo com a França em 2018 será de 800 milhões de euros, mais de R$ 3,3 bilhões.

O Atlético de Madri, porém, contesta a transação e considera que a quantia depositada é insuficiente, segundo comunicado feito pouco depois do anúncio do Barcelona.

De acordo com o clube da capital, o contrato entre Griezmann e seu novo time teria sido firmado antes do dia em que o Atlético e o jogador diminuíram sua multa rescisória de 200 milhões de euros (R$ 841 milhões) para 120 milhões. Faltariam, portanto, 80 milhões de euros (R$ 336 milhões) a serem pagos.

Em maio, Griezmann já havia anunciado que deixaria o Atlético de Madri, em um vídeo postado nas redes sociais de seu antigo clube, no qual ele agradeceu à torcida e aos companheiros.

O anúncio se dá em meio a especulações de que o brasileiro Neymar poderia voltar ao Barcelona após não se reapresentar no Paris Saint-Germain na data requisitada pelos franceses.

Recentemente, o ex-jogador Leonardo, diretor de futebol do PSG, confirmou que houve contatos entre as partes, mas não propostas pelo brasileiro. Já o vice-presidente do Barcelona, Jordi Cardoner, disse dias antes que não houve procura pelo brasileiro.

A contratação do francês, se de fato confirmada, pode dificultar a possível volta de Neymar ao clube espanhol. Griezmann se juntaria a outros nomes para o ataque no elenco catalão, como Lionel Messi, Luis Suárez, Ousmane Dembélé e Malcom.

Além disso, o investimento que seria necessário para trazer Neymar poderia extrapolar o limite estipulado pelo fair-play financeiro da Uefa, que diz que um time não pode gastar mais do que arrecada.

O francês ainda não teve a data de sua apresentação anunciada. Se o valor anunciado pelo Barcelona se confirmar, ele se tornará a sexta transação mais cara da história do futebol, segundo o site especializado em transações Transfermarkt.

A lista continua liderada pela ida de Neymar ao PSG em 2017, por 222 milhões de euros (R$ 824 milhões em valores da época).



Champions League de Teresina inicia neste sábado

Champions League de Teresina inicia neste sábado

Projeto visa arrecadar uma tonelada de alimento com o torneio, que acontece até o dia 20 de julho, na Santa Maria da Codipi.

Intitulado Fanáticos Champions League (FCL), o projeto esportivo dos jovens da Santa Maria da Codipi reproduz o maior torneio de futebol da Europa, a Champions League. Com 32 jogos, que iniciam amanhã (13) e finalizam no próximo sábado (20), os organizadores esperam arrecadar uma tonelada de alimentos não perecíveis para ajudar famílias carentes da região.

O campeonato é realizado em formato de futsal e acontece a partir das 17h no Ginásio Poliesportivo da Escola Marista Champagnat, localizado no bairro Parque Wall Ferraz, que faz parte da grande Santa Maria da Codipi. A entrada para o público que deseja assistir aos jogos é apenas 1kg de alimento não perecível, doados ao fim do torneio.

Serão 16 times disputando o FCL em busca do título de campeão, que leva para casa uma réplica da taça Champions League. Entre os clubes estão: Barcelona, Liverpool, Atlético de Madrid, Paris Saint-German, Manchester City, Shakhtar Donetsk, Ajax, Porto, Juventus, Milan, Borussia Dortmund, Inter de Milão, Real Madrid, Chelsea e Bayern Munchen.


Foto: Divulgação

Os três primeiros colocados ganham medalhas personalizadas e ainda há premiação de troféu e brindes para os destaques do campeonato, melhor jogador, goleiro e artilheiro. Cada equipe conta com 11 jogadores, o que totaliza 176 atletas participando diretamente do evento.

Na abertura do FCL (13) oito times buscarão a classificação. Chelsea iniciará jogando com Real Madrid, Inter de Milão disputará com Bayern Munchen, Manchester City contra Barcelona e Shakhtar Donetsk com Ajax. 

Esta será a segunda edição do evento, que em 2018 arrecadou 700kg de alimentos com um público de aproximadamente 1000 pessoas e ajudou cerca de 50 famílias.


Foto: Divulgação

Ao todo, 22 jovens participam da comissão organizadora do campeonato, que é todo desenvolvido conforme as características técnicas do torneio de futebol da Europa, desde os uniformes aos materiais esportivos, como bola, medalhas, troféu, banners de cada time, etc. O estudante Weslley Ramon Santos, de 22 anos, é um dos organizadores e fala sobre as expectativas para este ano.

"Esperamos um público ainda maior e, consequentemente, muitos alimentos para ajudar ainda mais famílias. Estamos muito felizes com a proporção que a Fanáticos Champions League ganhou e daremos o nosso melhor a cada edição. Afinal, incentivar o futsal junto ao público jovem cumpre uma importante função de inclusão social, especialmente no nosso bairro, que é tão à margem da sociedade" frisa ele.


Foto: Divulgação

O início de tudo

O projeto surgiu no fim de 2017, com o nome de Copa Fanáticos Luxúria. Fizeram duas edições e, com oito equipes, contaram com um público inicial de 600 pessoas, incluindo os atletas e organizadores. Desde o início, o evento tem o teor beneficente e nos primeiros campeonatos, arrecadavam cerca de 70kg de alimentos. Decidiram então, no fim de dezembro de 2018, realizar um evento maior, dessa vez, alusivo à Champions League, da Europa.

Com isso, saíram do amadorismo e se aproximaram do profissional com a ajuda de patrocinadores. Assim, conseguiram chegar cada vez mais perto do cenário esportivo europeu. A Fanáticos Champions League 2018 superou as expectativas, movimentou todo o bairro e contou até com transmissão ao vivo pelas Redes Sociais, registrando a emoção dos gols, dribles desconcertantes, "frangos" e belos lances que ficaram gravados na memória e nos corações dos amantes do futsal.

Lívio Ribeiro divide conhecimento e experiência nos EUA  com colegas

Lívio Ribeiro divide conhecimento e experiência nos EUA com colegas

Após meses focado apenas no jiu-jitsu, o atleta retorna ao Projeto Social QG da Luta.

Foram quase quatro meses fora de casa, longe dos amigos, namorada e de toda a família. De volta à Teresina, após a temporada nos Estados Unidos, Lívio Ribeiro conta sobre o período fora em que teve a oportunidade de viver apenas o jiu-jitsu 24h por dia. Atleta do Projeto Social QG da Luta, Lívio ‘Galinho’ é o principal nome do estado quando o assunto é a arte suave e atualmente se preocupa em competir em alto nível e abrir portas aos seus companheiros de projeto fora do país.

“Cada vez que a gente vai temos um aprendizado maior. Essa foi a quarta vez que fiquei um tempo longo por lá, mas teve uma diferença maior, pois competição sempre é o foco, mas dessa vez eu competi bem mais e agora estou na faixa preta onde tudo se inicia novamente. A cada ano mais atletas do projeto estão indo para fora e pouco a pouco estamos conseguindo chegar mais longe. Aqui em Teresina é muito complicado para todos nós, lá a gente consegue trabalho em funções que vão acrescentar ainda mais no nosso jiu-jitsu”, conta Galinho.


Lívio foi o primeiro do projeto que saiu do país - Foto: Jailson Soares/O Dia

Lívio Ribeiro foi o primeiro do projeto a ter oportunidade de sair do país, mas além de competir, Lívio abriu portas e hoje em dia outros nomes representam o Piauí nos EUA. “Foi uma experiência muito boa, principalmente comparando aqui com o Brasil em que a viver do esporte é muito difícil, lá o jiu-jitsu é um polo e as oportunidades surgem, para quem quer viver como atleta o lugar é lá”, conta Danilo Moreira. O atleta ainda acrescenta a experiência de competir pela primeira vez na faixa preta. “Foi meu primeiro Mundial e cheguei até a final, infelizmente não fui campeão, mas me senti realizado”, acrescentou o atleta que voltou com medalha de prata.

Em Teresina, Lívio vive um ritmo de vida intenso. Além de treinar, atualmente ministra os treinos no Projeto Social QG da Luta, núcleo do Marquês. Nós próximos tem Mundial CBJJ entre os dias 25 e 28 de julho, em São Paulo e depois disso o Vitória Open nos dias 2,3 e 4 de agosto. “Serão três competições seguidas, eu vou competir duas delas, mas temos um grupo de competidores que é uma turma incrível e que traz sempre resultados expressivos seja dentro ou fora do estado”, afirmo Lívio Galinho.

O Mundial da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJ) acontece entre os dias 25 e 28 de Julho, em São Paulo.

Timon “corre atrás” de prejuízo e acelera a montagem para Série B

Timon “corre atrás” de prejuízo e acelera a montagem para Série B

Ao longo dessa semana o time anunciou o volante João Paulo e o meia Paulinho Mossoró, ex-Central de Caruaru.

A equipe do Timon foi à última a definir sua participação no Campeonato Piauiense Série B e por isso tenta correr atrás do prejuízo, no caso, do tempo perdido na montagem do elenco que irá disputar a competição. O primeiro passo foi à contratação do técnico Paolo Rossi. Ao longo dessa semana o time anunciou o volante João Paulo e o meia Paulinho Mossoró, ex-Central de Caruaru.

“Fomos o time que começou mais atrasado a preparação, mas antes de confirmar nossa participação eu já tinha negociado verbalmente com alguns atletas e até com o próprio Paolo Rossi, agora estamos buscando montar uma equipe forte para não bater na trave dessa vez”, brinca o presidente do Timon, Leal Filho.


Leal Filho, presidente do Esporte Clube Timon - Foto: Jailson Soares/O Dia

Durante esses dias o presidente corre para negociar o seu Camisa 10 e o camisa 9. “Estamos contratando com mais cuidado e atenção o camisa 10 e o nosso homem gol, estamos conversando com dois nomes que podem dar um ganho a mais na formação do elenco”, acrescentou Leal.

Entre os nomes confirmados para defender a camisa do Timon estão o zagueiro Índio, o volante Amorim e o lateral Jorginho, os três disputaram o Piauiense pelo Piauí Esporte Clube. O goleiro Jailson, com passagens pelo Santa Cruz (PE) e que este ano vestiu a camisa do 4 de Julho e o goleiro Ítalo, por empréstimo do Altos.

A equipe do Timon faz sua estreia no Campeonato Piauiense Série B no dia 7 de setembro, quando visita o Picos, às 20h, no estádio Helvídio Nunes, em Picos. O Piauiense Série B terá cinco equipes brigando por acesso: Picos, Timon, Oeirense, Cori-Sabbá e Comercial. 

Cruzeiro segura empolgação após 3 a 0 sobre o Atlético-MG

Cruzeiro segura empolgação após 3 a 0 sobre o Atlético-MG

"Vitória importante, sabíamos das dificuldades, fizemos um bom placar, mas é só o primeiro jogo", disse o capitão Henrique.

O Cruzeiro venceu o Atlético-MG por 3 a 0 e deu um grande passo para seguir adiante na Copa do Brasil. Após a vitória com propriedade no Mineirão, jogadores adotaram um mesmo discurso e buscaram frear a empolgação e manter o equilíbrio para fazer outra boa partida também no duelo da volta, marcado para a próxima quarta-feira, no estádio Independência.

"Vitória importante, sabíamos das dificuldades, fizemos um bom placar, mas é só o primeiro jogo. Encontraremos dificuldades lá (no Independência) também, temos que ter os pés no chão, saber que não acabou. Não podemos sentar em cima dessa vantagem", comentou o volante e capitão Henrique.


Foto: Divulgação/Cruzeiro FC

Outro grande líder do elenco celeste é o zagueiro Léo. O defensor utilizou a mesma linha de pensamento que Henrique, e falou em ter cabeça feita para continuar fazendo bem o trabalho no próximo clássico.

"Fizemos um jogo excelente, colocamos em prática o que treinamos. Mas a gente sabe que é um jogo de 180 minutos. O próximo jogo será muito difícil, é preciso ter cabeça feita. Vamos continuar buscando melhorar para alcançar o objetivo lá (no Independência) também", disse o zagueiro.

Por fim, o meia Thiago Neves também comentou sobre a importância da vitória e ainda citou o momento ruim que a equipe vive fora de campo, com a instituição passando por uma crise. "Tivemos entrega, disciplina tática, motivação. Mas está todo mundo unido nesse momento. Esperamos que a comemoração fique para a semana que vem", falou o camisa 10.

Renato pede, e Grêmio evita entrevistas de Everton Cebolinha

Renato pede, e Grêmio evita entrevistas de Everton Cebolinha

A ideia é manter o camisa 11 focado nos treinos e jogos, pelo menos até o surgimento de oferta e consequente transferência.

O Grêmio vai tirar Everton dos holofotes nos próximos dias. Depois de receber o atacante da seleção brasileira como nome badalado e visado pelo mercado da bola, o clube gaúcho aceitou a sugestão dada por Renato Gaúcho e decidiu controlar a exposição do jogador fora de campo. Com isso, as entrevistas serão raras. 

A ideia é manter o camisa 11 focado nos treinos e jogos, pelo menos até o surgimento de oferta e consequente transferência. Aos 23 anos, Everton é artilheiro do time pela segunda temporada consecutiva. 

No intervalo do jogo contra o Bahia, Everton foi perguntado e respondeu que soube de sondagens. O atacante definiu as conversas como "consultas", mas afirmou que quer sair pela porta da frente e aguarda contato dos interessados com o Grêmio. 

A ideia é manter o camisa 11 focado nos treinos e jogos - Foto: Divulgação

"Ah, o Everton vai sair?. Quem está falando isso? Eu pedi para tirar ele do foco, tirar das entrevistas. Ele tem que se preocupar só em trabalhar e jogar. As coisas vão acontecer naturalmente. Propostas podem chegar. Cheguem com a proposta que é boa para o clube, e aí acredito que o clube vai conversar. Está chegando? Vai chegar? Não é assim que se faz futebol. Enquanto não vier, é só talvez. Nessas horas, muita gente quer aparecer. O Everton vai sair um pouco do foco, treinar e jogar. E quando chegar uma proposta que seja muito boa para o clube?", disse Renato Gaúcho 

O Grêmio detém 50% dos direitos econômicos de Everton e planeja negociar essa fatia por 40 milhões de euros. O valor é considerado elevado no mercado, mas clubes europeus já fizeram sondagens nos últimos dias. A diretoria do clube gaúcho garante que não recebeu contatos efetivos, mas admite que a transferência pode ocorrer pela valorização do jogador. 

"Tirar do foco não é tirar do jogo. Jogar ele tem que jogar. Pela minha experiência, a melhor coisa a se fazer é tirar ele do foco de vocês [imprensa]. Deixa ele focado no trabalho, no bom sentido. Vocês vão fazer 50 perguntas a ele e duvido que uma seja diferente do assunto da saída dele. Hoje, o Everton é o melhor jogador do futebol no Brasil. Vai sair do foco das entrevistas, mas vai jogar", completou Renato. Everton tem contrato com o Grêmio até o final de 2022. Ele chegou ao clube em 2013 e passou a ganhar protagonismo três anos depois. O lugar no time titular apareceu em 2018.

11 de julho de 2019

Flamengo anuncia a contratação do zagueiro espanhol Pablo Marí

Flamengo anuncia a contratação do zagueiro espanhol Pablo Marí

Ele assinou um contrato até dezembro de 2022.

O Flamengo anunciou a contratação do zagueiro Pablo Marí, que estava no Deportivo La Coruña, da Espanha, e tinha os direitos ligados ao Manchester City, da Inglaterra. Ele assinou um contrato até dezembro de 2022. A contratação do jogador foi publicada, primeiramente, pelo blog do Mauro Cezar no UOL Esporte.

Marí foi uma indicação do técnico Jorge Jesus e chega para um setor que o Flamengo considerava carente desde o início da temporada. Atualmente, o elenco tem à disposição Rodrigo Caio, Léo Duarte, Rhodolfo, Thuler, Matheus Dantas e Rafael Santos.

Por uma rede social, Pablo celebrou o acertou com o Flamengo, afirmando ser uma alegria defender o clube carioca e repetindo uma frase que ficou conhecida quando usada por Ronaldinho Gaúcho: "Agora, sou Mengão".

"Extremamente feliz e pronto para esta nova etapa da minha carreira no Flamengo. É um orgulho e alegria poder defender esse clube gigantesco. Eu darei tudo para estar à altura e assim fazer feliz a esta enorme torcida. É hora de novos desafios. ¡Agora sou mengão!", disse o zagueiro.

Marí foi o sétimo reforço para 2019 e o segundo nesta janela de transferência, que contou também com a chegada do lateral-direito Rafinha, ex-Bayern de Munique, da Alemanha. Neste ano, o clube da Gávea já anunciou, além dos já citados, o zagueiro Rodrigo Caio, o lateral-direito João Lucas, o meia Arrascaeta e os atacantes Bruno Henrique e Gabigol.

Há ainda a expectativa de acerto com o meia Gerson, cria do Fluminense e atualmente na Roma, da Itália, conversas pelo lateral-esquerdo Filipe Luis e a busca por um centroavante - recentemente, foi feita uma proposta por Pedro, do Fluminense, mas prontamente negada.

Vale lembrar que o prazo para inscrição da Copa do Brasil se encerrou na noite da última terça-feira. Sendo assim, apenas Rafinha poderá integrar o elenco rubro-negro na competição. Ele, inclusive, foi relacionado para a partida contra o Athletico-PR, na quarta (10), pelas quartas de final, mas não entrou.

Apenas para ressaltar que o setor defensivo pode ainda ter uma baixa. O Athletico-PR demonstrou interesse no zagueiro Rhodolfo, que não foi utilizado no jogo-treino com o Madureira e nem contra o contra o time paranaense.

Oeirense encorpa elenco para 2ª divisão e anuncia meia Mossoró

Oeirense encorpa elenco para 2ª divisão e anuncia meia Mossoró

O time de Oeiras estreia no dia 8 de setembro contra o Comercial, às 16h, no estádio Gerson Campos.

O Oeirense confirmou o nome de Paulinho Mossoró como reforço para disputa do Campeonato Piauiense Série B. O camisa 10, estava no Central de Caruaru (PE), na disputa da Série D do Brasileiro. Além dele, o volante João Paulo, que vem por empréstimo do River e iria vestir a camisa do Fluminense, mas com a desistência o Oeirense entrou na negociação. O time da cidade de Oeiras estreia na Série B no dia 8 de setembro contra o Comercial, às 16h, no estádio Gerson Campos.

“Já era interesse do clube levar o João Paulo e com essa desistência do Fluminense entramos em contato com ele e avançamos rápido na negociação. Devemos manter essa parceria com o River e trazer mais peças que vestiram a camisa do clube, assim como Mondragon e o volante Kaio já confirmados no nosso plantel”, disse Fabiano Alex diretor do Oeirense.


Próximo mês Paulinho Mossoró chega ao time e deverá começar de forma integral o trabalho  - Foto: Reprodução

De acordo com o representante da equipe o plantel está totalmente fechado, mas por conta da situação de contratos a lista com o nome de todo o elenco será divulgada somente na sexta-feira (12). Atualmente, o goleiro Mondragon, o atacante Rhuann, os volantes Juliano, Kaio e João Paulo, todos vestiram a camisa do Tricolor Piauiense no primeiro semestre de 2019 irão vestir a camisa do clube novato no futebol piauiense na Série B. Além deles, o meia Paulinho Mossoró, ex-Central de Caruaru, o atacante Felipinho e o meia-atacante Rodolfo Potiguar, ex-Fluminense de Feira (BA).

“Estou muito feliz em poder vestir a camisa desse clube e é com prazer que chego para ajudar nesse trabalho que pretendo encerrar com título e com o acesso até a primeira divisão. Próximo mês chego até aí (Oeiras) e começamos de forma integral o trabalho”, declarou Paulinho.

“Estamos nos esforçando muito para formar um time forte e brigar por titulo. Outro nome que queremos trazer é o Caio Cezar, atleta natural de Oeiras, que saiu muito cedo e não chegou a defender clubes do estado”, acrescentou Fabiano Alex. Caio Cezar, 23 anos, atualmente veste a camisa da Portuguesa (RJ).

A primeira rodada da Série B do Piauiense acontece no dia 6 de setembro. O Picos recebe o Timon, às 20h, no estádio Helvídio Nunes. No dia 8 de setembro o Oeirense recebe o Comercial, às 16h, no Gerson Santos, em Oeiras e o Timon folga na rodada.

Após conquistar 7 ouros em Pan, Luís Carlos pensa em Mundial

Após conquistar 7 ouros em Pan, Luís Carlos pensa em Mundial

O piauiense está de mala pronta para Hungria, onde disputa o Mundial da modalidade que vale classificatória para as Olimpíadas de Tóquio 2020.

O paratleta Luís Carlos Cardoso viveu nos últimos dias uma verdadeira maratona de competições. O piauiense disputou o Pan-Americano e Sul-Americano de paracanoagem, em São Paulo, e subiu ao pódio sete vezes, com direito a 100% de aproveitamento, foram sete medalhas de ouro. O piauiense está de mala pronta para Hungria, onde disputa o Mundial da modalidade que vale classificatória para as Olimpíadas de Tóquio 2020.

“O pódio eu sempre busco, né? Tentar chegar e conquistar medalhas, mas eu não esperava pódio em todas as sete provas porque foi uma atrás da outra, teve prova que eu nem sai da água, tanto no caiaque como na canoa, como no revezamento, foi muito bom”, relembra Luís Carlos Cardoso.


Luís Carlos agora se prepara para o maior desafio na temporada 2019, que é o Mundial - Foto: Arquivo O Dia

Foram três medalhas no caiaque: 200 metros KL1 (44" 58), 500m KL1 (2' 25" 09) e na prova de revezamento, competindo com os atletas Uilian Ferreira Mendes(KL2), Caio Ribeiro de Carvalho(KL3) e Igor Alex Tofalini(VL2). Na canoa, Luís Carlos foi campeão 200m VL2 (54" 95) e 500m VL2 (2' 33" 22). As provas de 200m e 500m na categoria Kl2 também valeram pontos no Sul e Pan-Americano e por isso o piauiense medalhou e chegou aos sete ouros.

Feliz com seus resultados, Luís Carlos agora se prepara para o maior desafio na temporada 2019, que é o Mundial. “Já viajo para Hungria na próxima semana para a aclimatação e no começo de agosto acontece o Mundial, em que eu preciso chegar pelo menos em sexto lugar para garantir essa vaga em Tóquio 2020”, conta.

O Mundial de Paracanoagem acontece nos dias 3 e 4 de agosto, na cidade de Segeti, na Hungria. (Pamella Maranhão)

Chefe da Mercedes pede fim de críticas: F-1 está se autossabotando

Chefe da Mercedes pede fim de críticas: F-1 está se autossabotando

Houve uma chuva de críticas da própria categoria após a vitória fácil de Lewis Hamilton.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, aproveitou o contraste entre as duas últimas etapas da Fórmula 1 para pedir que os próprios membros do esporte parem de se sabotar. Isso porque uma chuva de críticas partiu de dentro da própria categoria após a vitória fácil de Lewis Hamilton em um pouco movimentado GP da França. Uma semana depois, contudo, em uma prova indefinida até as voltas finais, Max Verstappen, da Red Bull, fez seis ultrapassagens e venceu uma disputa na pista com Charles Leclerc, da Ferrari.

"Acho que todos que fizeram as piores críticas deveriam lembrar [da corrida da Áustria] na próxima vez que reclamarem. Não podemos fazer igual o Ratner", disse o austríaco, referindo-se a Gerald Ratner, diretor-executivo da empresa que levava seu sobrenome e que criticou a qualidade das joias que fabricava, causando queda nas ações. "Acho que devemos abaixar a cabeça, ver uma corrida após a outra, e perceber que o esporte está mais do que vivo. Foi espetacular, com casa cheia, controvérsia na pista e disputas fantásticas."

Líder do campeonato, Hamilton seguiu na mesma linha do chefe. "Acho que a corrida da Áustria mostra que não podemos focar só em um final de semana e reclamar. Uma corrida não é boa e todo mundo fala que 'a F-1 está chata'. Daí você tem uma corrida assim e tudo mundo diz 'ah, que emocionante!'. Então decidam-se e relaxem."


Wolff apontou que circuitos têm mostrado cenários distintos - Foto: Folhapress

As críticas na França surgiram não apenas devido à falta de ação da corrida de Paul Ricard em si, mas também pelo fato daquela ter sido a oitava vitória da Mercedes em oito provas disputadas no ano. Entretanto, Wolff apontou que circuitos diferentes têm apresentados cenários distintos e, muitas vezes, os competidores estão mais próximos do que os resultados indicam.

"As pessoas criticaram o fato de a Mercedes estar com muita vantagem. Acho que, na Áustria, vimos um cenário diferente e veremos nas próximas provas se os rivais diminuíram ou não a diferença."

Wolff acredita, por exemplo, que a "Ferrari teve muito azar em três oportunidades", referindo-se à falha no motor de Charles Leclerc quando o monegasco dominava a prova do Bahrein, à punição sofrida por Sebastian Vettel quando ele também liderava, no Canadá, e à corrida da Áustria, em que Leclerc estava em primeiro até duas voltas para o fim. Outra oportunidade em que a Scuderia poderia ter vencido foi em Mônaco, quando novamente Leclerc tinha sido o mais rápido no treino que antecedeu a classificação, mas não passou da primeira fase da definição do grid devido a um erro do time.

Após briga de Trump com capitã, seleção presenteia Obama com camisa

Após briga de Trump com capitã, seleção presenteia Obama com camisa

A capitã do time, a atacante Megan Rapinoe, chegou a dizer em entrevista que não iria "à porra da Casa Branca" caso levasse o título.

Ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama divulgou nas redes sociais ontem (10) ter recebido da seleção feminina de futebol de seu país, que se sagrou tetracampeã mundial no último domingo (7), uma camisa oficial personalizada de presente.

"Orgulhoso de representar o melhor time da América! Parabéns, seleção feminina dos Estados Unidos e obrigado por ser uma forte inspiração para as mulheres e meninas, e também para todos no país", escreveu Obama na publicação.

O democrata recebeu o mimo pouco depois de o atual presidente norte-americano, Donald Trump, do Partido Republicano, ter protagonizado discussão com a capitã da equipe, a atacante Megan Rapinoe, que afirmou em entrevista que não iria "à porra da Casa Branca" caso levassem o título.

O ex-presidente Barack anunciou que recebeu camisa do time - Foto: Folhapress

Na ocasião, Trump reagiu dizendo que ainda não havia convidado a jogadora ou a seleção para sua residência oficial e que Rapinoe precisava "vencer antes de falar." Após a vitória sobre a Holanda na decisão da Copa do Mundo, Trump parabenizou o time pelo Twitter.

"Parabéns à seleção feminina dos EUA por vencer a Copa do Mundo! Jogo ótimo e emocionante. A América está orgulhosa de todas vocês!", publicou o presidente na rede social cerca de duas horas após o final da partida.

10 de julho de 2019

Polícia cumpre mandados de busca e apreensão no Cruzeiro

Polícia cumpre mandados de busca e apreensão no Cruzeiro

Polícia abiu investigação após denúncias de lavagem de dinheiro, falsidade de documentos e falsidade ideológica.

A Polícia Civil de Minas Gerais cumpriu mandados de busca e apreensão nas dependências do Cruzeiro Esporte Clube e nas residências de dirigentes e agentes ligados à cúpula da agremiação nesta terça-feira (9).

Os agentes foram à sede administrativa do clube, aos dois centros de treinamento (Toca da Raposa I e Toca da Raposa II), à sede da Máfia Azul (torcida organizada cruzeirense) e às sedes de empresas ligadas ao vice de futebol, Itair Machado e ao diretor-geral, Sergio Nonato dos Reis.

Também foram alvos dos mandados de busca e apreensão as residências do presidente do clube, Wagner Pires de Sá, de Machado e Nonato dos Reis, além das dos agentes Carlinhos Sabiá e Ângelo Pimentel e do empresário Cristiano Richard, responsável por emprestar R$ 2 milhões aos mineiros em março do ano passado.

Em 26 de maio de 2019, foi divulgado pelo programa Fantástico –e depois confirmado pelo jornal Folha de S.Paulo– que a polícia havia aberto investigação após denúncias de lavagem de dinheiro, falsidade de documentos e falsidade ideológica.


Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro/divulgação

As autoridades investigam uma denúncia de que o clube cedeu percentuais de dez jovens –menores de 18 anos– das categorias de base para quitar uma dívida de quase R$ 2 milhões com um empresário. Além de ser considerado crime negociar o trabalho de um menor de idade, o repasse de direitos econômicos de atletas é proibido pela Fifa.

Em abril, o jornal Folha de S.Paulo noticiou que o Cruzeiro é o clube que mais acumulou débitos com a União, mesmo depois de o governo federal perdoar dívidas milionárias de entidades esportivas pelo Profut (Programa de Modernização da Gestão de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro).

Em nota, a diretoria do Cruzeiro declarou apoiar as investigações e afirmou que entregou às autoridades toda a documentação solicitada para a apuração do caso.

"Lamentamos apenas que esse fato esteja acontecendo exatamente às vésperas de uma decisão importante na Copa do Brasil", disse o clube.

Na quinta-feira (11), a equipe enfrenta o Atlético-MG pelo jogo de ida das quartas de final da competição.

Palmeiras x Inter: destaques da Copa América se enfrentam no jogo

Palmeiras x Inter: destaques da Copa América se enfrentam no jogo

O encontro entre as equipes será às 21h30 no Allianz Parque, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Palmeiras e Internacional voltam às competições oficiais hoje (10) após um mês de recesso por causa da disputa da Copa América, e devem colocar frente a frente dois jogadores que tiveram participações de destaque no torneio de seleções.

O paraguaio Gustavo Gómez, do lado alviverde, e o peruano Paolo Guerrero, pelos colorados, prometem um duelo à parte no encontro entre as equipes às 21h30 no Allianz Parque, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Tanto Gómez quanto Guerreiro, aliás, tiveram altos e baixos contra a seleção brasileira na competição. O zagueiro do Paraguai foi um dos mais elogiados no embate com o time de Tite nas quartas de final e ganhou praticamente todas as disputas com os atacantes, mas viu a atuação terminar de forma negativa ao desperdiçar um pênalti na disputa decisiva que colocou o Brasil na semifinal.

Já Guerrero encarou o Brasil duas vezes na Copa América. Na fase de grupos, o Peru foi goleado por 5 a 0. Já na final, após um processo de organização da equipe do técnico Ricardo Gareca, ele marcou, de pênalti, o único gol sofrido pela seleção brasileira no torneio, mas não evitou a derrota por 3 a 1. Além disso, foi figura importante na frente e preocupou a zaga de Tite. Ele terminou a competição com três gols, empatado na artilharia com Everton Cebolinha.


Gómez teve altos e baixos contra a seleção brasileira na competição - Foto: Folhapress

Figura crucial da zaga palmeirense, a menos vazada do país na temporada 2019, Gómez levou a melhor sobre Guerrero no último encontro entre os dois. No primeiro turno do Brasileiro, em maio, o clube paulista venceu o Internacional, por 1 a 0, no Allianz Parque, em mais uma atuação sólida do paraguaio. Ao lado de Luan, ele foi essencial para anular Guerrero e o ataque colorado no duelo.

O Internacional quer utilizar Guerrero contra o Palmeiras, mas ainda depende de uma avaliação física. O jogador disputou a Copa América até o fim, com a surpreendente campanha do vice-campeonato do Peru, e apenas após uma conversa com a comissão técnica que se definirá a presença dele no Allianz Parque.

O centroavante esteve com o grupo colorado nesta terça (9) e deve viajar para São Paulo. Seu jogo tem sido fundamental para o Inter: além da qualidade para preparar jogadas, ele é o artilheiro do time na temporada, com nove gols em 13 jogos. Caso o peruano não reúna condições, Rafael Sobis pinta como substituto.

Já no Palmeiras, Gustavo Gómez é presença garantida. Com empréstimo renovado junto ao Milan (ITA) por um gatilho automático presente no contrato inicial feito com o Palmeiras, o camisa 15 é tido como um dos principais pilares da equipe de Luiz Felipe Scolari, ao lado de nomes como Bruno Henrique, Felipe Melo e Dudu. Com ele ao lado de Luan, o clube alviverde não sofre gols há mais de 1.000 minutos consecutivos na temporada. 

Grêmio planeja maior venda de sua história com Everton Cebolinha

Grêmio planeja maior venda de sua história com Everton Cebolinha

O destaque no time de Tite colocou o atacante ainda mais em evidência no mercado internacional.

Esqueça Luan, Tardelli, Geromel ou Kannemann. A estrela do Grêmio pós-Copa América é Everton Cebolinha.

O destaque no time de Tite colocou o atacante ainda mais em evidência no mercado internacional. Nos corredores da Arena, já se sabe que haverá propostas pelo jogador e que sua saída é muito provável.

Alas dentro do clube tratam o adeus como iminente, uma questão de dias. O presidente do clube, Romildo Bolzan, já sonha com a venda, inclusive.

"Meu desejo é que (Everton) fique. Mas eu nunca vivi um momento como esse. Porque a torcida do Grêmio já está acostumada com a ideia de vendê-lo. Sabe qual é o grande debate desse negócio? Quanto o Grêmio vai ganhar. Eu vou botar o dedo na moleira do comprador e vou fazer o maior negócio do Grêmio de todos os tempos", disse o cartola, durante um evento em cidade do interior do Rio Grande do Sul, sendo gravado em vídeo que se espalhou na internet.

A saída, contudo, não é tão simples. Everton completou 23 anos em março, e o Grêmio detém 50% dos direitos econômicos -a outra metade está dividida entre Fortaleza e empresários.


Everton Cebolinha - Foto: Reprodução/Instagram

A ideia do clube gaúcho é obter 40 milhões de euros pela sua fatia. O valor da operação, portanto, precisa ser maior e é visto como raro no mercado, pela idade de Everton e pela disposição das peças no tabuleiro de transferências -quadro que pode mudar com a situação de Neymar no Paris Saint-Germain.

Clubes da Inglaterra, França e Itália observam Everton há tempos. O Manchester City já admitiu ter relatório do jogador, mas nunca acenou com ofertas.

No leste europeu, times da Rússia e Ucrânia possuem fôlego financeiro para apresentar proposta. Mas a operação não interessa ao estafe do jogador, que prefere aguardar oportunidade em ligas maiores.

Até que alguém apareça com o dinheiro, Everton segue no Grêmio. E o clube gaúcho conta com ele para abrir vantagem diante do Bahia, nesta quarta-feira (10), pela Copa do Brasil. E onde mais for possível.

“É um faz de conta”, diz JVC sobre situação do Piauiense Série B

“É um faz de conta”, diz JVC sobre situação do Piauiense Série B

A equipe do Fluminense do Piauí pediu desistência da competição Estadual. O Senador elencou inúmeras criticas aos moldes.

O ex-senador e Presidente do Fluminense do Piauí, João Vicente Claudino não poupou criticas ao formato de disputa e situação da Série B do Campeonato Piauiense nos últimos dias. Na segunda-feira (8) a diretoria definiu que o clube não irá disputar a segunda divisão que dá ao campeão e vice-campeão acesso até a divisão principal no futebol do estado, através de uma carta a desistência foi comunicada a Federação de Futebol do Piauí (FFP).

“Eu sempre deixei claro que queria que a federação tratasse a segunda divisão nos moldes da primeira divisão, por ser segunda divisão não pode ser de segunda qualidade ou categoria de clube, tem que ter organização e tem que ter planejamento e a federação não cumpriu com esse requisito. Você fazer um campeonato profissional onde se tem uma tabela hoje, mas não se tem autorização ou mesmo licença do corpo de bombeiros para que haja jogos, não existe vistoria mínima onde se colocam jogos para acontecer a noite e não se sabe se tem condições de receber essas partidas e um campeonato que se resume a cinco partidas, pois é turno único. Então nos decidimos refluir dessa decisão”, disse João Vicente Claudino.

O artigo número 53 do regulamente afirma que haverá punição em suspensão de competição ou mesmo multa financeira caso algum clube desista, mas o presidente do Flu afirma não crer em punição. “A competição sequer começou. Tem vários clubes que tem time profissional e nunca disputaram uma competição de base e vários outros que nunca disputara competição profissional, ao meu ver não existe essa obrigatoriedade de disputar a Série B e então não existe punição”, acrescentou JVC.


Para João Vicente, o evento não é um campeonato, e sim um torneio de futebol - Foto: Elias Fontinele/O Dia

Na tarde da segunda-feira (8) a movimentação na sede da FFP foi intensa e o presidente Robert Brown, lamentou a saída do Flu, mas deixou claro que o desligamento da equipe da Série B não muda as decisões em torno da competição. “O pedido de afastamento foi protocolado ainda na sexta-feira e a gente vê com tristeza, mas resolveu sair e os motivos não diz respeito a Federação. Estamos fazendo uma resolução para que a competição continue com cinco equipes. Eu acho que criticas sempre existem, mas não concordo. Estamos trabalhando desde junho e essa questão de laudos existe um prazo, que é até 1º de agosto para ser entregue”, explicou Brown.

Piauiense Série B deve iniciar no dia 6 de setembro 

João Vicente aqueceu suas críticas quanto ao que, segundo ele não é campeonato e sim torneio de futebol e chegou a dizer que tem clubes sem condições de disputar a Série B.

“Muita água ainda vai rolar debaixo dessa ponte. Me surpreendi negativamente com essa situação na federação. Tenho buscado na minha memória desde quando o Coronel Jouffre foi presidente da federação não aconteceu um campeonato em turno único e a Série B que aconteceu a dois anos atrás também não aconteceu em turno único então me pareceu algo improvisado, com mando de campo e mando de jogos definidos em sorteio então o time que não tivesse com sorte não iria se dar bem nessa tabela, coisa estranha, fato novo e nos achamos que é faz de conta”, criticou João Vicente Claudino.

O Piauiense Série B deve iniciar no dia 6 de setembro e com a saída do Fluminense restam cinco equipes: Timon, Comercial, Caiçara, Cori-Sabbá e Picos.

09 de julho de 2019

Dez jogos, polêmicas e indefinição do futuro marcam ano de Neymar

Dez jogos, polêmicas e indefinição do futuro marcam ano de Neymar

Neste mesmo período, o PSG entrou em campo 30 vezes e a seleção brasileira, 10.

Enquanto seu companheiro de Paris Saint-Germain (PSG), Kylian Mbappé, fez 30 partidas em 2019 (cinco pela seleção da França), Neymar terminou o primeiro semestre com apenas dez jogos (um pelo Brasil).

Neste mesmo período, o PSG entrou em campo 30 vezes e a seleção brasileira, 10. Roberto Firmino, atacante do Liverpool e da seleção, também fez 30 jogos neste ano, nove sob o comando de Tite.

O número baixo se deve à lesão sofrida por Neymar em janeiro, uma fratura no mesmo quinto metatarso que o deixou fora de parte da temporada 2017/18. Ambas as lesões o tiraram das eliminações da Liga dos Campeões, primeiro para o Real Madrid e depois para o Manchester United.

O jogador, que não se reapresentou ao PSG na data marcada pelo clube, tem especulado seu retorno ao Barcelona. O atacante, por meio de sua assessoria, diz que informou os franceses sobre os compromissos comerciais que atrasariam sua volta a Paris.


LEMBRE O CONTURBADO 2019 DE NEYMAR

Lesão

Em janeiro , na partida com o Strasbourg pela Copa da França, Neymar deixa o campo no segundo tempo. Exames constatam lesão no quinto metatarso, o mesmo que ele havia fraturado em 2018.

Soco

Ele retorna após 94 dias. Na última partida do PSG na temporada, a derrota na final da Copa da França para o Rennes, quando os jogadores subiam as arquibancadas para receber a medalha de prata, Neymar agride um torcedor.  

Acusação

Em meio à preparação para a Copa América, é divulgada a notícia de que uma mulher, Najila Trindade, acusa Neymar de estupro  em Paris. O crime teria acontecido na noite de 15 de maio, no hotel de Najila. As investigações ainda estão em andamento e recentemente a delegada Juliana Lopes Bussacos pediu à Justiça mais tempo para concluir o inquérito.

Corte

Na única partida que disputou pela seleção no ano, o amistoso contra o Qatar, ficou em campo 16 minutos até sair machucado. Após exames, o atacante foi cortado do elenco que venceu a Copa América. 

Juninho Paulista substitui Edu Gaspar na coordenação da seleção

Juninho Paulista substitui Edu Gaspar na coordenação da seleção

Ele assume o cargo com a saída de Edu Gaspar, que vai trabalhar no inglês Arsenal.

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou que Juninho Paulista será o novo coordenador da seleção brasileira. Ele assume o cargo com a saída de Edu Gaspar, que vai trabalhar no inglês Arsenal.

Juninho já estava na CBF, como diretor de desenvolvimento do futebol. Antes, o ex-jogador foi presidente do Ituano por 10 anos. Ele deixou o clube em abril deste ano para assumir seu cargo na Confederação.

Formado nas categorias de base da equipe do Ituano, ele atuou por São Paulo, Palmeiras, Flamengo e Vasco, além de times da Europa como Alético de Madri. Também foi campeão do Mundo em 2002 com o Brasil. 

Já Edu Gaspar, que chegou à seleção com o técnico Tite em junho de 2016, teve sua saída confirmada pela CBF. Ele vai assumir um cargo na diretoria do Arsenal. A CBF abriu mão da multa rescisória de R$ 8 milhões.

A dupla Edu e Tite já havia trabalhado junta no Corinthians, onde foi campeã da Libertadores e do Mundial de Clubes, em 2012, e do Campeonato Brasileiro de 2015.

Edu é o terceiro ligado a Tite que deixou o cargo recentemente. Antes, saíram o analista de desempenho Fernando Lázaro e o auxiliar Sylvinho, que vai treinar o francês Lyon

Os anúncios oficiais, como já era esperado, acontecem após o fim da Copa América disputada no Brasil e que rendeu a Tite seu primeiro título com a seleção. Também foi o primeiro torneio de Rogério Caboclo oficialmente como presidente da CBF.

Ele foi eleito em abril de 2018, mas só tomou posse um ano depois. Na Copa América, ele aproveitou para estreitar laços nos bastidores do governo Bolsonaro e com cartolas do mundo do futebol.

Picos Pro Race: garoto de 6 anos é exemplo de amor ao esporte

Picos Pro Race: garoto de 6 anos é exemplo de amor ao esporte

Apaixonado pelas bikes, o miniatleta competiu na categoria Kids e foi campeão.

“Vou dar na cabeça de todo mundo”, a maioria das pessoas pode entender a frase como um ato de violência, mas na cabeça do garoto Arthur Bezerra, 6 anos, significa vencer provas. Arthur chamou atenção na Picos Pro Race, evento de ciclismo que aconteceu no último domingo (7), na Cidade do Mel. O mini-atleta competiu na categoria Kids e foi campeão, mas o que chamou atenção foi seu amor pelo pedal, amor que inclusive vem de berço, pois os pais também são ciclistas. 

A Picos Pro Race é uma das maiores provas de ciclismo da região Norte-Nordeste. Esse ano a competição chamou atenção e proporcionou momentos de puro encanto com a prova dedicada a categoria Kids, com crianças de 3 aos 8 anos se divertindo em cima da bike.

Antes da prova, como todo bom competidor Arthur se mostrava ansioso e principalmente focado. Competitivo, o garoto deixou bem claro que o objetivo era ser campeão. “Eu vou dar na cabeça de todo mundo, papai! Vou ganhar”, diz. Após conquistar o lugar mais alto do pódio, com troféu e medalha a empolgação aumentou. “A prova foi muito legal, foi muito massa. Ano que vem vou vir de novo”, afirmou Arthur.

Competitivo, o garoto deixou bem claro antes da prova que o objetivo era ser campeão - Foto: Divulgação/Picos Pro Race

O pai de Arthur, Leonardo Bezerra é ciclista e ao lado da mãe Milena, o garoto encontra incentivo para praticar o esporte e principalmente inspirações. “Eu já fui gordinho e o ciclismo entrou na minha vida como forma de melhorar isso, tem pouco mais de três anos que pratico ciclismo, antes praticava outros esportes, mas já sou apaixonado e acabou passando. Nós sempre viajamos os três e o Arthur desde os dois anos de idade sobe na bike e dá suas primeiras pedaladas”, narra.

No último fim de semana, os três estavam na cidade de Picos. Leonardo competiu na categoria máster A2 e concluiu a prova em 5h09 minutos (17º). A mãe de Arthur, Milena, também é ciclista, mas não competiu na prova e fala da felicidade do garoto com a PPR Kids. “Ele assistiu o vídeo dele competindo varias e varias vezes. Até disse que estavam todos torcendo por ele, Arthur adora competir, a gente até tenta controlar esse lado dele”, brinca a Milena.

Além de pedalar e encantar, Arthur ainda deixa lições. Questionado sobre o motivo de gostar tanto do ciclismo, o garoto é direto: “Eu gosto porque faz bem para saúde”, finaliza.

Joabe Carvalho conquista três medalhas em Interfederativo

Joabe Carvalho conquista três medalhas em Interfederativo

Aos 15 anos, Joabe é dono de resultados expressivos e esse ano conquistou uma prata em Lima, no Peru, junto a seleção de base e quebrou vários recordes que duravam décadas na natação do Piauí.

O final de semana foi de conquistas nas piscinas para o Piauiense Joabe Carvalho, de 15 anos, atleta da Aquaticatri. O Campeonato Interfederativo Norte Nordeste de Natação, em Belém, do Pará, rendeu três medalhas ao piauiense; um ouro e dois bronzes. A competição encerrou o primeiro semestre da modalidade. 

“A equipe evoluiu bastante esse ano. Agora queremos deixar esses atletas bem preparados para poder representar bem o estado no segundo semestre que está recheado de competições. Ele se sobressaiu em suas provas no final de semana, competiu seis provas e esteve no pódio em três, que são as três de nado peito, sua especialidade”, disse o técnico Paulo Vitor. 

Em 2019, Joabe criou uma intimidade grande com o pódio e bons resultados. No começo do ano esteve em Lima, no Peru, onde conquistou medalha de prata junto com a seleção brasileira na categoria sub17. Depois disso, quebrou inúmeros recordes piauienses e agora foram três medalhas no interfederativo.

Com apenas 15 anos, Joabe conquistou prata em Lima, no Peru - Foto: Jailson Soares/O Dia

“Realmente o ano até está sendo de excelentes resulta dos e isso tudo é resposta a todo um trabalho com psicólogo, fisioterapeuta e também aqui com o Paulo Vitor. A competição em Belém teve sua dificuldade, mas consegui me sair bem e voltar com bons resultados. Agora começamos a pensar no segundo semestre que tem Brasileiro Juvenil e Jogos Escolares, duas grandes competições”, explica Joabe. 

Aos 15 anos, Joabe é dono de resultados expressivos e esse ano conquistou uma prata em Lima, no Peru, junto a seleção de base e quebrou vários recordes que duravam décadas na natação do Piauí. Com ritmo de treinos intensos, o garoto agora planeja o segundo semestre e fala em manter crescente. “Quero continuar com esses resultados, então é treino físico e mental diário para poder evoluir”, acrescentou. ´

A próxima competição será nos dias 27 e 28 de julho, em Recife, no Pernambuco. Quatro atletas da AquaticaTri irão competir, incluindo Joabe.

Neymar pai diz que PSG sabia sobre ausência em reapresentação

Neymar pai diz que PSG sabia sobre ausência em reapresentação

PSG classificou como "deplorável" a atitude do jogador em um comunidade oficial.

O pai de Neymar afirmou que o Paris Saint-Germain sabia sobre a ausência do jogador na reapresentação do clube francês. Nesta segunda (8), o PSG publicou um comunicado para falar que o brasileiro não se reapresentou na hora e local combinados.

"Tínhamos agendas comerciais e institucionais, há cinco anos o instituto faz essas ações e sempre precisamos dessas ações todos os anos. O PSG, na presença do presidente Nasser, inclusive participou dessas ações. Não entendo o porquê da arbitrariedade. Ficamos chateados, mas o PSG estava ciente dessa situação", disse Neymar pai ao Fox Sports. Ainda de acordo com a emissora, o pai do jogador afirmou que o camisa 10 irá se apresentar no dia 15 de julho.

A assessoria de Neymar divulgou uma nota oficial dizendo que o atleta tem compromissos comerciais e institucionais, e que o PSG sabia da agenda.


Neymar não se apresentou ao PSG - Foto: Team Pics/PSG

O UOL Esporte apurou que o brasileiro avisou o PSG que não quer mais jogar pelo clube. O anúncio foi feito em uma reunião telefônica com o novo diretor do clube, o brasileiro Leonardo. Na conversa, o dirigente apresentou o projeto que criou para o PSG. Neymar, então, elogiou as ideias, mas reforçou que seu desejo é sair.

O camisa 10 esteve no domingo (7) na decisão da Copa América e assistiu ao jogo entre Brasil e Peru, que terminou com o título brasileiro. Ele marcou presença no Maracanã ao lado do filho, Davi Lucca, e ficou em um camarote.

Parte do elenco do PSG se reapresentou hoje para realizar exames em um hospital francês. Enquanto isso, outra parte dos jogadores se reuniu com o técnico Thomas Tuchel.

CRU e Fred obtêm liminar que suspende multa de R$ 10 mi

CRU e Fred obtêm liminar que suspende multa de R$ 10 mi

Por ser solidário ao atacante no caso, o Cruzeiro é quem traça a estratégia de defesa neste caso

Cruzeiro e Fred obtiveram uma liminar para suspender a multa de R$ 10 milhões que o jogador teria que pagar ao Atlético-MG por conta do acordo com o arquirrival em dezembro de 2017.

O alvinegro pode recorrer da decisão. A informação foi divulgada inicialmente pelo Globoesporte.com e confirmada pelo UOL.

Por ser solidário ao atacante no caso, o Cruzeiro é quem traça a estratégia de defesa neste caso. Na manhã desta segunda-feira (8), a 13ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte concedeu antecipação de tutela para suspender o processo arbitral que obrigava o atleta a desembolsar a quantia para o ex-clube.

Os advogados do camisa 9 questionam a ida do caso para a CNRD (Câmara Nacional de Resolução de Disputas) da CBF. O órgão foi escolhido como o competente para julgar a situação quando Fred e Galo fizeram o distrato, no fim de 2017.


Fred - Foto: Reprodução/Instagram

"A Camara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) não tem competência trabalhista para determinar a execução de dívida e mandar compensar crédito de natureza alimentar", informou Mauricio Corrêa da Veiga, advogado de Fred.

O juiz do trabalho Marcos Soriano Lopes foi quem expediu a decisão na manhã desta segunda. Ele suspende liminarmente o Processo Arbitral CNRD 2018/TRF/094.

Ao deixar a Cidade do Galo em dezembro de 2017, Fred e Atlético acordaram que o jogador teria que pagar uma multa de R$ 10 milhões em caso de acordo com o arquirrival Cruzeiro até 31 de dezembro de 2018, quando se encerraria o vínculo rescindido com o time alvinegro.

Como Fred acertou a ida para a Toca da Raposa II antes da data estipulada, o Atlético acionou a CNRD da CBF para solicitar o pagamento da multa. O caso prosseguiu e foi vencido pelo clube mineiro. O órgão vinculado à CBF decidiu que a multa deveria ser paga pelo atleta. A situação, no entanto, cabe recurso. O centroavante tem até hoje (8 de julho) para recorrer na CBMA (Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem). Esta será a última instância.

08 de julho de 2019

Neymar pai diz que PSG sabia sobre ausência em reapresentação

Neymar pai diz que PSG sabia sobre ausência em reapresentação

O incidente ocorre em meio a especulações sobre sua saída do PSG.

O pai de Neymar afirmou que o Paris Saint-Germain sabia sobre a ausência do jogador na reapresentação do clube francês. Nesta segunda (8), o PSG publicou um comunicado para falar que o brasileiro não se reapresentou na hora e local combinados.

"Tínhamos agendas comerciais e institucionais, há cinco anos o instituto faz essas ações e sempre precisamos dessas ações todos os anos. O PSG, na presença do presidente Nasser, inclusive participou dessas ações. Não entendo o porquê da arbitrariedade. Ficamos chateados, mas o PSG estava ciente dessa situação", disse Neymar pai ao Fox Sports. Ainda de acordo com a emissora, o pai do jogador afirmou que o camisa 10 irá se apresentar no dia 15 de julho.

A assessoria de Neymar divulgou uma nota oficial dizendo que o atleta tem compromissos comerciais e institucionais, e que o PSG sabia da agenda.

O UOL Esporte apurou que o brasileiro avisou o PSG que não quer mais jogar pelo clube. O anúncio foi feito em uma reunião telefônica com o novo diretor do clube, o brasileiro Leonardo. Na conversa, o dirigente apresentou o projeto que criou para o PSG. Neymar, então, elogiou as ideias, mas reforçou que seu desejo é sair.

O camisa 10 esteve no domingo (7) na decisão da Copa América e assistiu ao jogo entre Brasil e Peru, que terminou com o título brasileiro. Ele marcou presença no Maracanã ao lado do filho, Davi Lucca, e ficou em um camarote.

Parte do elenco do PSG se reapresentou hoje para realizar exames em um hospital francês. Enquanto isso, outra parte dos jogadores se reuniu com o técnico Thomas Tuchel.


Entenda o caso

O Paris Saint-Germain  (PSG) divulgou uma nota nesta segunda-feira (8) em que afirma que o atacante brasileiro Neymar não se reapresentou ao clube após viajar ao Brasil para assistir à final da Copa América entre Brasil e Peru, no domingo (7).

"O Paris Saint-Germain constatou que o jogador Neymar Jr. não apareceu na hora e no local combinados, sem ter sido previamente autorizado pelo clube. O Paris Saint-Germain deplora esta situação e tomará as medidas apropriadas resultantes dela", diz o comunicado da equipe.

Neymar informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que ele cumpre compromissos comerciais e que se apresentará ao clube francês no dia 15 de julho. Segundo o estafe do jogador, esses eventos estavam agendados há meses e o clube foi comunicado com antecedência.

O compromisso citado pelo jogador é o Neymar Jr's Five, um torneio de futebol cinco,organizado pela Red Bull, patrocinadora do atacante. O evento acontece no próximo dia 13 de junho.

"O Instituto [Neymar] realiza esse evento há 5 anos e todos sabem dessas datas. Dia 10 temos programado a gravação das chamadas para o evento de final de ano do Instituto Neymar Jr. Dia 13/07, ele tem Neymar Jr's Five. Após essas datas ele se apresentará normalmente", disse a assessoria.

Em entrevista ao canal Fox Sports, o pai do jogador se queixou da nota do clube.

"Não entendo o porquê da arbitrariedade. Ficamos chateados, mas o PSG estava ciente dessa situação", disse ele.

O incidente ocorre em meio a especulações sobre a saída do brasileiro do PSG. Em entrevista à revista France Football, no início de junho, Nasser al-Khelaifi,  presidente do clube, disse que iria se encontrar e conversar com "aqueles que não querem ou não entendem [o projeto do clube]."

"Quero jogadores que deem tudo para defender a honra da camisa e se associar ao projeto do clube. Claro que há contratos a serem respeitados, mas a prioridade é a total associação ao nosso projeto. Ninguém forçou [Neymar] a assinar aqui. Ninguém o empurrou. Ele veio sabendo que se juntaria a um projeto", afirmou o dirigente.

A imprensa da Espanha informou que o Barcelona negocia a volta do jogador. O clube, porém, não confirma o interesse em contratá-lo. "Não estamos recrutando ninguém no momento, especialmente esse jogador, com quem não tivemos contato", afirmou o vice-presidente do clube catalão, Jordi Cardoner.

Após quatro anos no Barça, Neymar chegou ao PSG em 2017, negociado por 222 milhões de euros (R$ 966,2 milhões em valores atuais). É a maior transação da história do futebol. Com contrato até 2022, sua missão seria levar o time francês ao inédito título da Liga dos Campeões.

O brasileiro, porém, vem enfrentando seguidas contusões e questionamentos sobre seu comportamento.

Na edição 2017/18 do torneio europeu, a primeira de Neymar na França, ele lesionou o quinto metatarso do pé direito antes da da partida de volta das oitavas de final, contra o Real Madrid, na qual o PSG acabou eliminado.

Em janeiro de 2019, Neymar teve nova lesão no mesmo local e novamente desfalcou a equipe na Liga dos Campeões --o PSG acabou eliminado para o Machester United, de novo nas oitavas.

Neste ano, ele soma 10 partidas disputadas (uma delas pela seleção brasileira), enquanto o PSG participou de 30 jogos e a seleção, 10.

Seu companheiro de clube Kylian Mbappé entrou em campo 30 vezes neste mesmo período (5 pela França), mesmo número de Roberto Firmino, da seleção brasileira.

Após 94 dias afastado, Neymar retornou ao futebol, em abril, na final da Copa da França, contra o Rennes. A equipe foi derrotada e, quando os jogadores subiam as escadas para receber a medalha de prata, o atacante agrediu um torcedor.

O ato levou o técnico da seleção brasileira, Tite, a retirar a braçadeira de capitão do seu camisa 10 e passá-la para o lateral-direito Daniel Alves.

A única partida de Neymar pelo Brasil em 2019 foi o amistoso contra o Qatar. Ainda no primeiro tempo, o atacante deixou o campo machucado.

Após exames constatarem lesão no ligamento tornozelo direito, ele foi cortado do elenco que disputou e venceu a Copa América.

Fora do futebol, o 2019 do camisa 10 também tem sido conturbado para o camisa 10.

No dia 31 de maio, foi acusado de agredir e estuprar a modelo Najila Trindade, em um hotel em Paris. Quando o caso se tornou público, ele estava concentrado com a seleção brasileira na Granja Comary, que chegou a receber agentes da Polícia Civil que buscavam mais informações sobre o jogador.

Convocado pela Justiça, prestou depoimento em 13 de junho em São Paulo e, dias antes, no Rio de Janeiro.

Neymar é alvo de duas investigações: na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher da capital paulista pela acusação de estupro e, no Rio, por ter divulgado fotos íntimas de Najila em um vídeo que ele mesmo postou nas redes sociais para se defender.

Durante a fase de grupos da Copa América, o atacante chegou a visitar a concentração da seleção brasileira em São Paulo. Ele também esteve presente alguns jogos do Brasil na competição, inclusive na final, mas nas tribunas.

Na partida do Maracanã contra o Peru, junto com seu filho David Lucca, ele assistiu o jogo no mesmo camarote que o presidente da CBF, Rogério Caboclo, e o presidente da República, Jair Bolsonaro. Lá também estavam ministros do governo, como Sergio Moro (Justiça), e cartolas do futebol, como Alejandro Domínguez (presidente da Conmebol).

Antes, na semifinal contra a Argentina, o atacante já havia se encontrado com Bolsonaro nos corredores do Mineirão.




Tite se recusa a falar sobre Bolsonaro e cobra de Messi respeito

Tite se recusa a falar sobre Bolsonaro e cobra de Messi respeito

Tite ão demonstrou a mesma alegria ao ser questionado sobre a presença do presidente Jair Bolsonaro (PSL)

Depois de fazer sua festa com os jogadores da seleção brasileira pelo título da Copa América , Tite apareceu para conceder entrevista com o neto Lucca no colo no domingo (7). Ele chegou a se emocionar ao falar da família, mas não demonstrou a mesma alegria ao ser questionado sobre a presença do presidente Jair Bolsonaro (PSL) na celebração ou sobre as palavras de Messi sobre a competição.

O treinador não quis responder a respeito do político no gramado. Ele recebeu a sua medalha de campeão do próprio presidente da República, mas rapidamente se desvencilhou dele, indo ao encontro do presidente da CBF, Rogério Caboclo, a quem se entregou em um efusivo abraço.

Depois, o político do PSL se juntou ao elenco que posava com o troféu para tirar fotos ainda no gramado e ouviu gritos de "mito". Tite não aparece nas imagens.

"Eu fico tão envolvido no futebol, tão envolvido nas situações... Sei que elas acontecem, mas minha educação e meu foco são naquilo que eu tenho de essência, que é o futebol, dentro de campo, minha ética. As outras situações são à parte", disse o técnico, respondendo a uma pergunta feita em inglês que lhe foi traduzida.

O questionamento chegou a ser interrompido pelo profissional da Conmebol que conduz as entrevistas coletivas, selecionando os repórteres que podem fazer as indagações. Tite acabou aceitando respondê-lo, mas apenas dizendo que seu foco é o futebol.

Terminada a entrevista, os jornalistas que não puderam questionar o treinador sobre a questão se aproximaram. "Só bola, só bola. Não quero entrar", disse o comandante, que deu a mesma resposta diante da insistência. "A resposta é: eu não quero entrar", concluiu.

Tite já se manifestou contrário à associação entre política e futebol. No ano passado, após a participação do próprio Jair Bolsonaro da festa do título brasileiro do Palmeiras, disse que não aceitaria situação semelhante e, citando "valores éticos, morais e competitivos", resumiu: "Minha atividade não se mistura".

Desta vez, o gaúcho preferiu o silêncio sobre o assunto. Algo que ele não fez a respeito das declarações de Messi. Irritado com a arbitragem na derrota por 2 a 0 da Argentina para o Brasil na semifinal e expulso na disputa pelo terceiro lugar, o craque falou em "corrupção" e disse que o torneio estava, "lamentavelmente, armado para o Brasil".

"Aquele que eu coloquei como um jogador extraordinário, como um extraterrestre, tem que ter um pouquinho mais de respeito. E tem que entender e aceitar quando é vencido. Fomos prejudicados em uma série de jogos. Ele botou uma pressão muito grande pela grandeza que tem", afirmou Tite, apontando que a seleção jogou "de forma limpa" contra ele.

"Quero entender isso como um momento. E posso falar que ele foi expulso de maneira injusta contra o Chile. Não merecia. Quem merecia era o Medel. Para ele, no máximo, amarelo. Mas cuidado para transferir situações. Nós tivemos que passar por cima da arbitragem hoje. Fizemos um gol legal contra a Venezuela. Hoje, não foi pênalti do Thiago! Calma, cuidado, respeito", acrescentou.

Sobre sua permanência na equipe verde-amarela, colocada em dúvida nos últimos dias, Tite manteve a posição da véspera, dizendo ter contrato até a Copa do Mundo de 2022. Ele sinalizou que deverá ficar, mas espera conversar com a CBF sobre o preenchimento das vagas abertas na comissão técnica antes de confirmar isso.

O diretor da seleção, Edu Gaspar, está de saída. O auxiliar técnico Sylvinho já partiu, a caminho do Lyon, e o analista de desempenho Fernando Lázaro, que trabalhou até a decisão da Copa América, vai segui-lo. Como os postos serão ocupados é uma questão que tem causado tensão entre o treinador e os dirigentes da CBF.


Leia também

Copa América vê 'falta de respeito' em acusação de Messi 

Picos Pro Race: Mineiro vence e Karine Frota é campeã feminina

Picos Pro Race: Mineiro vence e Karine Frota é campeã feminina

A 7ª edição da prova aconteceu neste domingo (7) e reuniu quase 400 ciclistas em Picos, de 16 estados do país.

A sétima edição da Picos Pro Race aconteceu neste domingo (7) e mais uma vez teve a Cidade do Mel como palco para grandes histórias e muita competitividade. A prova com 94km de percurso passou Picos, Santana e São José do Piauí e sagrou na categoria elite masculina o mineiro Daniel Carneiro Zoia (3h41min) campeão e a piauiense Karine Frota (4h54min) foi a primeira mulher a cruzar a linha de chegada no feminino. Ao total, 382 ciclistas de 16 estados do país se testaram na competição.

“Como sempre não dá para falar em facilidade na Picos Pro Race. Consegui meu bicampeonato na prova e com o titulo desse ano e a palavra que resume esse momento é alegria mesmo. Fico impressionada como Daniel (idealizador da prova) consegue todo ano achar mais ladeiras e ampliar o nível de dificuldades para nos e assim aumentar esse sofrimento, sofrimento que a gente adora”, disse Karine Frota ao cruzar a linha de chegada.

O mineiro Daniel Zoia foi para trilha como favorito e ao longo da prova e fez valer esse favoritismo. Daniel foi campeão, e de quebra ditou o ritmo da prova. No final, conquistou seu terceiro titulo na PPR. Em 2018, o ciclista não competiu, mas veio com a missão de defender os títulos 2015 e 2017. Figura carimbada nas provas do estado do Piauí, o ciclista da Audax/Corinthians atualmente é um dos principais nomes do Brasil quando o assunto é ciclismo Mountain Bike.


Foto: Divulgação

“Me surpreendeu a parte da chuva, pois deixou a prova tão dura quanto se estivesse no sol. O chão molhado fez com que a gente tivesse que aplicar mais força na bike, mas mesmo assim a gente conseguiu fazer uma prova rápida e fechar em 3h41min. A Picos Pro Race tem uma altimetria muito boa, além de algumas boas passagens técnica que eles selecionaram muito bem”, explicou Daniel Zoia.

A Picos Pro Race (PPR) 2019 trouxe aos atletas um cenário diferente do habitual, pois o sol escaldante deu uma trégua e a largada da prova foi sob chuva, temperatura de 25 graus. A temperatura alta que é a principal característica aliados ao percurso muito técnico, deu lugar a subidas, seis ao total, que exigiram a parte física e também alguns trechos com lama por conta da chuva.

A prova teve 13 categorias oficiais e contou novidades: categoria Kids, que deu oportunidade a mais de 50 crianças de ter contato com o ciclismo e a categoria PNE, para portadores de necessidades especiais. A 8ª edição da Picos Pro Race acontece entre os dias 3 e 5 de julho de 2020, serão dois dias de prova na Cidade do Mel.

Brasil vence Peru e conquista Copa América no Maracanã

Brasil vence Peru e conquista Copa América no Maracanã

Seleção bate peruanos por 3 a 1 no Maracanã e volta a levantar a taça após 12 anos

A dúvida sobre como Neymar se sairia na Copa América em meio a uma acusação de estupro deu lugar a outra pergunta antes mesmo de a bola rolar: como a seleção se viraria sem seu principal jogador, cortado por lesão. Entre altos e baixos, o time conseguiu avançar à decisão e vencer o Peru por 3 a 1, ainda rodeado de incertezas: há um dirigente de saída, um técnico que chegou à final sem assegurar que ficaria e jogadores com idade que tornam difícil sua permanência até a Copa do Mundo de 2022.

Na decisão de ontem (7), no Maracanã, essas interrogações não ficaram no caminho da taça. Observada mais uma vez pelo presidente Jair Bolsonaro, que procurou atrelar sua figura ao time nacional desde a preparação, a equipe precisou suar para triunfar pela quinta vez em cinco edições do torneio disputadas no país.

Principal responsável pela vantagem de um gol no placar, construída no primeiro tempo, Gabriel Jesus foi expulso aos 25 minutos da etapa final, após disputa por espaço no alto. Aí, os comandados de Tite se seguraram com um jogador a menos e acabaram fechando o marcador no finalzinho, em batida de pênalti de Richarlison.


Time comemora o gol de Everton, do Brasil na partida com o Peru - Foto: Folhapress

Campeão como anfitrião também em 1919, 1922, 1949 e 1989 e como visitante em 1997, 1999, 2004 e 2007, o Brasil manteve o aproveitamento total em casa e chegou à sua nona conquista sul-americana. Houve vaias pelo caminho e a necessidade de sobreviver a uma disputa de pênaltis contra o Paraguai, nas quartas de final, mas a disputa terminou com festa no Rio de Janeiro.

Finalizada a celebração, será hora de resolver algumas questões e definir o caminho para a Copa do Mundo de 2022. O diretor Edu Gaspar está de saída e terá de ser substituído. Tite, o treinador, até a véspera da decisão da Copa América, limitava-se a dizer que tinha contrato até o Mundial do Qatar, sem assegurar que o compromisso seria cumprido.

Mesmo permanecendo, o gaúcho tem decisões a tomar, especialmente no que diz respeito aos veteranos da seleção. Seu capitão Daniel Alves fez grande torneio, mas tem 36 anos e chegará à Copa com 39. Thiago Silva, um dos responsáveis por uma defesa que só tomou um gol no campeonato sul-americano, terá 38.

Há ainda a situação de Neymar, que terá de ser reintegrado a um grupo que acabou se virando na sua ausência. Ontem, ele apenas assistiu a uma apresentação na qual o Brasil encontrou mais dificuldades do que no embate com o próprio Peru na primeira fase, vencido por 5 a 0 pelos donos da casa. (Folhapress)

Copa América vê 'falta de respeito' em acusação de Messi

Copa América vê 'falta de respeito' em acusação de Messi

"A corrupção e os juízes não deixaram as pessoas aproveitarem, e o futebol foi arruinado. Lamentavelmente, acho que está armado para o Brasil", afirmou o jogador.

Em nota oficial, a organização da Copa América rebateu as críticas de Lionel Messi direcionadas à arbitragem da competição. O argentino falou em corrupção e citou um suposto complô para que o Brasil seja campeão. As declarações do jogador foram vistas como falta de respeito pela entidade.

"A Conmebol Copa América Brasil 2019 recebeu todas as 12 seleções com o mesmo profissionalismo e respeito. Para todas as equipes, foram oferecidas condições igualitárias de jogo e estrutura, com o objetivo único de ver atletas e torcedores celebrando o futebol, com paixão e fair play. Colocar a integridade da competição em xeque é faltar ao respeito com todos os participantes e com os profissionais e as instituições que trabalharam muito nos últimos 18 meses para a realização desta edição do mais antigo torneio de futebol do mundo", diz o comunicado da organização da competição.

Foto: Alan Morici/CA2019

Messi foi expulso ainda no primeiro tempo da vitória da Argentina por 2 a 1 sobre o Chile, após desentendimento com o zagueiro chileno Medel. O craque do Barcelona boicotou a premiação e disparou contra a competição.

"A corrupção e os juízes não deixaram as pessoas aproveitarem, e o futebol foi arruinado. Lamentavelmente, acho que está armado para o Brasil", afirmou o jogador.

"Muita bronca, muita bronca, porque creio que não merecia este cartão. Eu estava fazendo um bom jogo, estávamos em vantagem. Lamentavelmente, há muita corrupção, tivemos estas questões com os árbitros, ficamos com a sensação de que não nos deixaram ir jogar a final. Hoje e contra o Brasil foram nossos melhores jogos e nos atrapalharam. Digo as coisas como tem que ser, venho aqui para ser sincero", completou.

EUA batem Holanda e ampliam supremacia na Copa feminina

EUA batem Holanda e ampliam supremacia na Copa feminina

Em sete duelos, a supremacia americana só foi posta em dúvida (e momentaneamente) nas oitavas, diante da Espanha (vitória por 2 a 1), e na semi, contra uma Inglaterra que teve gol anulado.

As norte-americanas confirmaram ontem (7), após a vitória por 2 a 0 sobre a Holanda, a sua hegemonia no futebol feminino e foram campeãs pela quarta vez de uma Copa do Mundo. A conquista em Lyon (França) dá aos EUA 50% dos títulos de Mundial disputados até hoje.

Na final, o time de Morgan e Rapinoe (que dividiram a artilharia da competição com a inglesa White) teve na Holanda, apenas em sua segunda Copa, um adversário aguerrido, mas de nível técnico francamente inferior.

Em sete duelos, a supremacia americana só foi posta em dúvida (e momentaneamente) nas oitavas, diante da Espanha (vitória por 2 a 1), e na semi, contra uma Inglaterra que teve gol anulado (justamente) e perdeu um pênalti nos minutos finais.

A campanha dos EUA incluiu uma goleada por 13 a 0 sobre a Tailândia, a maior da história dos Mundiais -ao todo, o time marcou 26 vezes na França.

Diante de 58 mil espectadores, no domingo, a equipe número 1 do mundo partiu para cima desde o começo do jogo, mas, pela primeira vez na França, não conseguiu repetir o feito de abrir o placar antes dos 12 minutos.


EUA batem Holanda e ampliam supremacia na Copa feminina - Foto: Folhapress

O segundo tempo foi outra história. Aos 12, após um cruzamento, Van der Gragt tocou com o pé o obro de Morgan, e a juíza marcou pênalti, convertido por Rapinoe -a goleira Van Veenendaal nem saiu do lugar.

O gol desestabilizou as holandesas, que vinham conseguindo, se não fazer um jogo parelho, segurar as investidas americanas.

Aos 24, o segundo gol dos EUA, de Lavelle, expôs a fragilidade da zaga neerlandesa e acabou de desmontar a fortaleza laranja.

Os minutos finais viram um show solo americano. As estrelas da Holanda, Martens e Miedema, pouco fizeram no plano ofensivo.

No primeiro tempo, as holandesas conseguiram conter o poderio ofensivo adversário, sobretudo graças à atuação inspirada de Van Veenendaal.

Apesar de dominarem o jogo desde os minutos iniciais, os EUA demoraram a conseguir levar perigo real ao gol adversário.

Os lances mais importantes se concentraram na segunda metade dessa etapa: um chute à queima-roupa de Ertz, um desvio de Morgan após cruzamento de Rapinoe (com direito a bola na trave), uma cabeceada de Mewis e um golpe fortíssimo de fora da área de Morgan.

Em todos eles, a goleira Van Veenendaal conseguiu in extremis segurar o ímpeto americano. Foi ela o grande nome da primeira etapa.

07 de julho de 2019

Tite evita falar de permanência e diz que tem contrato até 2022

Tite evita falar de permanência e diz que tem contrato até 2022

A CBF já manifestou a confiança em seu trabalho e assegurou que, no que depender da entidade, o treinador será mantido até a Copa.

Tite começou sua entrevista neste sábado (6), na véspera da final da Copa América, usando o número 13, pedindo a sorte do ex-jogador e ex-treinador Zagallo. Outro número, 2022, não o deixou tão sorridente.

Diante das especulações de que deixará o comando da seleção brasileira e não permanecerá até a Copa do Mundo no Qatar, o técnico deu apenas uma resposta curta. Limitou-se a falar sobre a duração de seu contrato, que tem término previsto justamente após o próximo Mundial.

"É 2022 o contrato que a gente manteve com a CBF, com o Rogério [Caboclo, presidente]", afirmou o treinador. Ao ouvir nova pergunta sobre o tema, disse: "Eu já respondi essa parte."

A CBF já manifestou a confiança em seu trabalho e assegurou que, no que depender da entidade, o treinador será mantido até a Copa. E no que depender de você, Tite? "Não vou responder. Já respondi duas vezes. Está claro. Quero pensar no jogo", declarou, irritado.

Antes disso, ele havia aberto um largo sorriso ao receber um "boa sorte" do capitão Daniel Alves, que o acompanhou na entrevista concedida no Maracanã, palco da decisão de domingo (7), contra o Peru. Questionado sobre o que significava essa sorte, citou Zagallo, tetracampeão do mundo com a seleção brasileira (como jogador, em 1958 e em 1962, como técnico, em 1970, e como auxiliar técnico, em 1994).


Foto: Lucas Figueiredo/CBF/Fotos Públicas

"Oito mais cinco: treze", disse Tite, recordando o número da sorte de Zagallo. "Tenho 58 anos. Tomara que eu tenha a sorte dele. Mestre, exemplo, história, retidão, qualificação. Tomara que eu tenha um pouquinho da luz dele. Esse é o sentimento."

Ainda no campo dos números, o treinador recordou a vitória por 5 a 0 sobre o Peru, na primeira fase da Copa América. Como já vinham fazendo seus jogadores, ele afirmou que não espera outra goleada e que o cenário do confronto realizado no mês passado mudou completamente até a decisão.

"É muito diferente. Chegam equipes que mereceram, com grandes virtudes. O placar daquele jogo foi excessivamente elástico, não traduziu bem a situação. O Peru sentiu aquele jogo e retomou sua caminhada, cresceu. São duas equipes que chegam fortalecidas à final, que chegam por merecimento. Agora, vai vencer quem merecer mais dentro de campo", afirmou.

Tite preferiu não divulgar quem será o dono da lateral esquerda, embora seja provável a manutenção de Alex Sandro, com o ex-titular Filipe Luís no banco. Seja qual for a escolha, assegurou o capitão Daniel Alves, a equipe estará bem preparada pelo chefe para levantar o troféu no Maracanã.

"A gente está muito tranquilo porque o capitão do nosso barco cuidou de todos os detalhes. Somos privilegiados por trabalhar com ele, com sua equipe, com a direção dessa orquestra. Eles afinam muito bem os instrumentos para que ninguém erre nota, para que ninguém desafine. Isso dá uma tranquilidade, e a única coisa que a gente pode prometer é o 100%", disse o lateral direito.

Na decisão contra o Peru, o maestro será Tite. A Copa de 2022, ao menos para o treinador, é assunto para outro momento.

Aposta de gols, Raniel é o 10º centroavante do SP em três anos

Aposta de gols, Raniel é o 10º centroavante do SP em três anos

A prioridade da diretoria são-paulina por um camisa 9 passa muito pela falta de gols da equipe neste ano.

O São Paulo anunciou nesta sexta-feira (5) a contratação do atacante Raniel, ex-Cruzeiro. O jovem de 23 anos é o décimo centroavante do clube tricolor desde a saída de Luís Fabiano, no fim de 2015.

Desde que o 'Fabuloso' deixou o Morumbi rumo ao futebol chinês, o time paulista contratou nove nomes de referência para o ataque -Calleri, Chávez, Diego Souza, Gilberto, Kieza, Pratto, Tréllez e Ytalo.

Alguns se firmaram, mas a maioria teve desempenho de médio para ruim. Entre os nomes citados, apenas os argentinos Calleri e Pratto deixaram saudades no torcedor.

A prioridade da diretoria são-paulina por um camisa 9 passa muito pela falta de gols da equipe neste ano. O São Paulo tem apenas 25 gols na temporada, em 31 partidas oficiais disputadas -uma média de 0,8 por jogo.


Foto: Reprodução/Instagram

O baixo número de gols interfere diretamente na artilharia do clube em 2019. Pablo, com quatro gols, lidera a estatística, vale lembrar que o atleta está fora desde a metade de abril por conta de uma cirurgia na região lombar da coluna.

Os números do artilheiro do São Paulo se comparados aos rivais do estado ficam muito atrás. No Corinthians, Gustagol tem nove gols no ano; no Palmeiras, Gustavo Scarpa tem sete e no Santos, Jean Mota tem dez.

O São Paulo terá a próxima semana inteira para trabalhar para o duelo contra o Palmeiras, no próximo sábado (13), na retomada do Campeonato Brasileiro, às 19h (de Brasília), no Morumbi. O clube tricolor ocupa a nona posição do campeonato nacional, com quatorze pontos -onze atrás do líder.

Pedro, do Fluminense, explica interesse em proposta do Flamengo

Pedro, do Fluminense, explica interesse em proposta do Flamengo

'Ouvir proposta não quer dizer sair', disse o atacante nas redes sociais.

A polêmica negociação entre Flamengo e Pedro, do Fluminense, ganhou novo capítulo neste sábado (6). O centroavante utilizou as redes sociais para se explicar e admitiu que esteve, sim, interessado em ouvir a proposta do rival nos últimos dias.

O jogador, em seguida, tratou de deixar claro que isso não significa que ele obrigatoriamente deixaria o clube tricolor. "Sobre ouvir e querer conhecer qualquer projeto, é uma atitude natural de qualquer profissional. Ouvir não quer dizer sair. Que fique bem claro", disse Pedro em parte do posicionamento.

Pedro reiterou seu carinho pelo Fluminense, adquirido ao longo dos seis anos defendendo as cores do clube. O centroavante disse saber que o clima com a torcida tricolor não ficou dos melhores e afirmou que jamais teve o interesse de desrespeitar suas origens.

Pedro, do Fluminense, está sendo assediado pelo Flamengo - Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C/Fotos Públicas

''Tenho seis anos de Fluminense. Sempre defendi com orgulho e respeito a camisa tricolor. Jamais passou pela minha cabeça desrespeitar a instituição e, principalmente, os torcedores que sempre me abraçaram em meus melhores e piores momentos", afirmou.

Uma reportagem do UOL Esporte, no entanto, aponta que o interesse de Pedro não era apenas de ouvir o Flamengo. Isso porque a proposta do rival é bastante vantajosa para o atleta que receberia três vezes mais no clube da Gávea. O Fluminense também receberia 12 milhões de euros (R$ 51,4 milhões) pelos seus 50% de direitos econômicos do atleta.

"Estou ciente do momento financeiro do clube. Das trocas internas. Aproveito e ressalto que em momento algum pensei na possibilidade de uma rescisão unilateral ou qualquer processo jurídico. A educação dada pela minha família, tem como base a gratidão com as pessoas que me ajudaram a construir grandes momentos no Fluminense, clube ao qual sempre serei grato", concluiu.

Messi diz que título da Copa América está armado para o Brasil

Messi diz que título da Copa América está armado para o Brasil

"A corrupção e os juízes não deixaram as pessoas aproveitarem, e o futebol foi arruinado", disparou o craque argentino.

Lionel Messi não recebeu a medalha de bronze da Copa América, conquistada neste sábado (6) depois da vitória por 2 a 1 da Argentina sobre o Chile, na Arena Corinthians. Expulso ainda na primeira etapa da partida, o craque do Barcelona boicotou a cerimônia da Conmebol, desabafou na zona mista do estádio e disse acreditar em armação para que o Brasil vença a competição.

"A corrupção e os juízes não deixaram as pessoas aproveitarem, e o futebol foi arruinado. Lamentavelmente, acho que está armado para o Brasil", afirmou o craque, comentando ainda o lance do seu cartão vermelho, aos 38min do primeiro tempo, em que se envolveu em confusão com o chileno Gary Medel.

"Muita bronca, muita bronca, porque creio que não merecia este cartão. Eu estava fazendo um bom jogo, estávamos em vantagem. Lamentavelmente, há muita corrupção, tivemos estas questões com os árbitros, ficamos com a sensação de que não nos deixaram ir jogar a final. Hoje e contra o Brasil foram nossos melhores jogos e nos atrapalharam. Digo as coisas como tem que ser, venho aqui para ser sincero", disse.

Messi ainda alfinetou a arbitragem e continuou a atacar seleção brasileira ao comentar sobre o que pensa a respeito da final deste domingo (7), entre Brasil e Peru. Para o camisa 10, os peruanos têm uma boa equipe, mas podem ser prejudicados pela arbitragem.


Foto: William Lucas/CA2019/Fotos Públicas

"Brasil campeão? Não tenho dúvidas depois de tudo o que aconteceu [na semifinal]. Espero que o VAR e os árbitros não interfiram nisso. Espero que o Peru possa disputar, até porque tem uma boa equipe", declarou Messi.

O craque se mostrou revoltado com a Conmebol e a organização da Copa América antes mesmo da expulsão contra o Chile e do discurso após conquistar a medalha de bronze. Messi já havia reclamado da qualidade dos gramados, especialmente na Arena do Grêmio, e da arbitragem na partida contra o Brasil. A derrota diante do time da casa levou o time alviceleste a disputar o terceiro lugar.

"Cansaram de marcar besteiras nesta Copa América e hoje não foram nenhuma vez ao VAR. Fizemos um esforço muito grande. Os lances pequenos eram sempre a favor deles. Cartões para nós, e nada para eles", declarou o cinco vezes melhor do mundo, após a queda na semifinal para a equipe brasileira.

"Tiveram jogadas claras que não viram. Só viram as mãos e os pênaltis banais. Você vai se desligando da partida porque o árbitro não é justo. Inconscientemente, você sai da partida. Zambrano pediu tranquilidade, mas nos faltou com o respeito", acrescentou Messi na ocasião.

06 de julho de 2019

Sob comando de Aníbal, Flu fala em formar time com essência piauiense

Sob comando de Aníbal, Flu fala em formar time com essência piauiense

A estreia do Fluminense no campeonato será no dia 7 de setembro contra o Picos, no estádio Helvídio Nunes

A equipe do Fluminense segue a todo vapor na montagem do elenco visando a disputa do Campeonato Piauiense Série B. A competição tem inicio no dia 6 de setembro, mas a estreia do Fluminense será no dia 7 de setembro contra o Picos, no estádio Helvídio Nunes, na Cidade do Mel. Sob o comando de Aníbal Lemos, a intenção é formar um time genuinamente piauiense e valorizando os atletas prata da casa.

O projeto do Fluminense é disputar e conquistar o acesso até a divisão principal do futebol piauiense e esse projeto passa diretamente pelos atletas das categorias de base, recentemente campeões sub19. “Nós vamos ter um campeonato praticamente Sub23 e acredito que isso é como forma de renovar esse futebol piauiense”, disse Vicente Medeiros, Diretor de Futebol do Flu.

Boa parte do elenco do Flu será formado pelos garotos que irão estourar idade do Sub19. Além disso, a diretoria investe em uma boa estrutura para poder ter bom desempenho na competição. “Hoje a comissão técnica do Aníbal será a mesma do Sub19, com Carlos Alberto como auxiliar e Leandro como preparador físico”, conta Vicente.

Todos os clubes terão direito a sete transferências, sendo que cinco delas precisam ser com idade Sub23. Fora isso, os times podem contratar atletas fora da idade limite e, apesar de apostar em uma formação jovem, pretendem contratar peças experientes e que disputaram o Piauiense 2019. “Estamos conversando bastante internamente para poder acertar nessas contratações”, frisa.

O Piauiense Série B terá seis equipes brigando por título e acesso. Picos, Fluminense, Comercial, Cori-Sabbá, Oeirense e Timon irão participar da competição. O campeonato tem início dia 6 de setembro.

05 de julho de 2019

Corinthians desiste de Luciano, que ainda vive futuro incerto no Flu

Corinthians desiste de Luciano, que ainda vive futuro incerto no Flu

O nome de Luciano foi oferecido ao Corinthians nos últimos dias

O Corinthians desistiu da negociação pelo atacante Luciano depois de encontrar algumas dificuldades na conversa. O jogador, que é o artilheiro do Fluminense na temporada, tem futuro incerto nas Laranjeiras, uma vez que o Atlético-MG aparece como um forte concorrente.

O nome de Luciano foi oferecido ao Corinthians nos últimos dias e analisado de maneira positiva internamente. Porém, a diretoria encontrou dificuldades durante as tratativas e resolveu não dar prosseguimento aos contatos. O Corinthians nem sequer chegou a enviar uma proposta ao time tricolor.

Por outro lado, o Fluminense tem a concorrência do Atlético-MG. O clube mineiro, no meio do mês passado, procurou o Leganés, da Espanha, - que detém os direitos de Luciano - e iniciou uma negociação. Inicialmente, a conversa caminhou para um acordo por empréstimo. No entanto, graças à mudança de postura dos espanhóis, que passaram a exigir uma venda por 2,5 milhões de euros, o negócio esfriou, mas não foi descartado completamente.

Assim, a situação de Luciano em relação ao Fluminense é incerta. A diretoria não deseja perder o jogador, elogiado pelo técnico Fernando Diniz, e negocia a permanência. A "moral" com a comissão técnica e o fato de já estar ambientado com o elenco pesam a favor, mas a crise financeira que o clube atravessa pode causar entraves.

Vale lembrar que, logo no início da paralisação para a Copa América, membros do departamento de futebol conversaram com Luciano e, à época, em outro cenário, demonstraram otimismo em relação a um 'fico' do jogador.

"Tem muita especulação, mas proposta oficial não chegou de nenhum clube. Seguimos no mesmo modelo que vínhamos falando: tem de ser de clube para clube. Hoje pela manhã, um clube, que não vou citar o nome, começou a iniciar um contato sobre uma proposta por ele. Obviamente, vamos conversar com o atleta e analisar", disse Mario Bittencourt, em entrevista coletiva na última sexta-feira, ao ser questionado sobre o atacante.

Luciano chegou às Laranjeiras há pouco mais de um ano, por empréstimo de três temporadas. Atualmente, é o goleador da equipe, com 15 gols. Ao todo, nesta passagem pelo Fluminense, são 54 jogos disputados e 20 gols marcados.

Recentemente, o Fluminense perdeu o atacante Everaldo para o Corinthians, mas, durante a paralisação do Campeonato Brasileiro, evitou a saída de Pedro ao rejeitar uma proposta do Flamengo, afirmando que só negocia o camisa 9 com um clube brasileiro pelo valor total da multa rescisória.

A diretoria não esconde que está no mercado em busca de novos nomes para um elenco considerado enxuto. Paralelamente a isso, há um trabalho em relação à situação dos cofres do clube tricolor.

O Fluminense volta a campo oficialmente no dia 15, no Maracanã, contra o Ceará pelo Campeonato Brasileiro.

Vasco coloca quatro jogadores na lista de negociáveis

Vasco coloca quatro jogadores na lista de negociáveis

ão eles os atacantes Ribamar, Vinicius Araújo e Jairinho, além do lateral direito Claudio Winck.

Um dos objetivos do técnico Vanderlei Luxemburgo foi cumprido. Disposto a enxugar o elenco do Vasco, o treinador colocou quatro jogadores na lista de dispensáveis. São eles os atacantes Ribamar, Vinicius Araújo e Jairinho, além do lateral direito Claudio Winck.

Com isto, o elenco cruzmaltino viajou para Foz do Iguaçu (PR) na quinta-feira (4) - onde realizará a parte final de sua preparação - com 29 atletas, sendo que cinco ou seis jovens da base farão parte do plantel, mas alternarão períodos no profissional com outros na equipe sub-20 que disputa o Campeonato Brasileiro da categoria.

Além dos 22 jogadores que foram relacionados no amistoso contra o Atlético-GO na quinta-feira - vencido pelo Vasco por 1 a 0 - se juntam ao grupo os zagueiros Leandro Castan e Breno, o lateral esquerdo Ramon e os jovens da base Alexander (goleiro), Ulisses (zagueiro) e Miranda (zagueiro).

"Estou definindo a parte profissional e abrindo cinco ou seis vagas para a base. Não estão aqui porque acho que jogador da base precisa jogar. Estou contando com eles. Temos cinco ou seis jogadores já prontos. Já fazem parte do elenco profissional jogando no sub-20", avaliou Luxemburgo.

O trigésimo jogador do plantel é o tão desejado camisa 9 que a diretoria ainda não conseguiu achar em meio às dezenas de ofertas diárias e uma negociação que "bateu na trave" com o equatoriano Anangonó, da LDU (EQU), que recebeu uma proposta sedutora da China.

Veja detalhes do quarteto que integra lista de dispensáveis:

RIBAMAR

Indicado pelo ex-técnico Alberto Valentim, com quem trabalhou no Egito, Ribamar não caiu nas graças de Vanderlei Luxemburgo, não sendo aproveitado em nenhuma partida sob o comando do novo treinador. Em alguns jogos sequer foi relacionado, o que já deixava evidente que ele entraria na lista dos dispensáveis. O atacante disputou 14 jogos e fez um gol pelo clube.

CLÁUDIO WINCK

Sobrinho de Luiz Carlos Winck, que foi campeão brasileiro de 1989 com o Vasco, o jogador tornou-se a terceira opção da lateral direita após Luxemburgo recolocar Yago Pikachu nesta posição. O paraguaio Raul Cáceres virou a primeira opção no banco de reservas. Winck disputou apenas seis partidas e não fez nenhum gol.

JAIRINHO

Destaque do Bangu no Campeonato Carioca, o atacante foi contratado logo após a competição, mas teve pouquíssimas oportunidades. Apenas quatro jogos, todos entrando no segundo tempo. Nos treinos não convenceu Vanderlei Luxemburgo.

Com uma história de vida de superação, já que voltou aos gramados há pouco tempo, depois de ter desistido e trabalhado como pedreiro, ele comoveu alguns torcedores do Vasco por sua saída.

Em entrevista coletiva, Luxa justificou a decisão. "O Jairinho é bom jogador, mas eu tenho o Talles Magno, que tem 17 anos e é jogador do Vasco da Gama. É uma opção de negócio, de estratégia, de valorização de jogador, nada pessoal contra ninguém".

VINICIUS ARAÚJO

É o mais antigo no clube do quarteto. Foi contratado ano passado, mas passou mais tempo no departamento médico do que em campo. Foram apenas cinco partidas disputadas, todas em 2018. Já era carta fora do baralho há algum tempo.

VEJA QUEM VIAJOU PARA FOZ DO IGUAÇU

Logo após a vitória por 1 a 0 no amistoso com o Atlético-GO, o Vasco embarcou para Foz do Iguaçu, onde realizará a parte final de seu período de treinamentos durante a Copa América. Neste sábado (7) a equipe realiza um novo jogo-treino, desta vez contra o time que leva o mesmo nome da cidade paranaense. Veja abaixo os relacionados para a viagem:

Goleiros: Fernando Miguel, Sidão e Alexander;

Laterais: Pikachu, Raul Cáceres, Danilo Barcelos, Ramon e Henrique;

Zagueiros: Werley, Leandro Castan, Breno, Oswaldo Henríquez, Ricardo, Ulisses e Miranda;

Volantes: Raul, Richard, Marcos Júnior, Lucas Mineiro, Fellipe Bastos e Andrey;

Meias: Marquinho, Valdívia e Bruno César;

Atacantes: Rossi, Marrony, Yan Sasse, Talles Magno e Tiago Reis

'Sabemos que Neymar quer sair do PSG', diz presidente do Barça

'Sabemos que Neymar quer sair do PSG', diz presidente do Barça

Questionado sobre o atacante brasileiro, Bartomeu adotou um tom enigmático e disse apenas saber sobre o desejo de Neymar em deixar o Paris Saint-Germain.

O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (5) para falar sobre os últimos acontecimentos envolvendo o clube, como a demissão do vice-presidente, Jordi Mestre, e os rumores sobre o possível retorno de Neymar.

Questionado sobre o atacante brasileiro, Bartomeu adotou um tom enigmático e disse apenas saber sobre o desejo de Neymar em deixar o Paris Saint-Germain.

"Sabemos que ele quer sair do PSG, mas também sabemos que o PSG não quer que ele saia. Não há nada", afirmou. "Não falamos de jogadores de outros times por respeito institucional."

Bartomeu também negou que Lionel Messi pediu pessoalmente o retorno de Neymar ao Barcelona. "Isso é algo da imprensa, mas Messi não pede jogadores. Quer jogar, quer um bom time, competitivo, mas as decisões são sempre do clube", analisou.

Os rumores sobre o retorno do atacante brasileiro ao clube catalão tomaram conta da imprensa espanhola nos últimos dias. O jornal Sport chegou a dizer que a saída do vice-presidente do Barça, Jordi Mestre, estava relacionada com uma possível negociação envolvendo o camisa 10 do PSG.

Bartomeu aproveitou a entrevista coletiva para negar qualquer relação entre a saída de Mestre e uma possível volta de Neymar. "Não tem nada a ver com Neymar. Como eu disse antes, é normal uma diretoria ser discrepante em muitos temas. Ele preferiu deixar cargo", disse.


Leia mais

Jornal fala em "Barcelona dos sonhos" com Griezmann e Neymar 

Neymar quer voltar, mas Barcelona não o procurou, diz vice do clube 

Com 80% de renovação, Seleção Piauiense se prepara para torneio

Com 80% de renovação, Seleção Piauiense se prepara para torneio

O Campeonato Brasileiro acontece entre os dias 2 e 30 de setembro, em Domingos Martins, no Espírito Santo

A seleção Piauiense de Vôlei iniciou os treinos visando a disputa do Campeonato Brasileiro de Seleções 2ª divisão, que acontece entre os dias 2 e 30 de setembro, em Domingos Martins, no Espírito Santo. O torneio feminino terá oito seleções na briga pelo acesso até a divisão principal e também na busca para não ficar de fora da competição na temporada 2020. Além do Piauí, Mato Grosso, Espírito Santo, Bahia, Sergipe, Tocantins, Amapá, Roraima e Piauí.

“Temos um grupo com maioria das atletas sem experiência em competição nacional. Algumas delas são de uma categoria abaixo (sub16) e isso faz diferença, mas o momento por enquanto é de avaliação e observar como elas estão para poder começar a montar estratégias. Das 16 convocadas apenas duas estiveram em competições nacionais, nosso maior aperreio é conseguir ficar entre os cinco primeiros para poder voltar a competir em 2020”, explica o técnico Mano.

Isso porque, a competição terá oito seleções. Três delas sobem de divisão e as três piores não caem de divisão, porem ficam fora do torneio no ano seguinte, algo que segundo Mano iria praticamente parar o trabalho realizado na categoria aqui no estado. “ Nosso trabalho já é complicado e se isso acontecesse seria péssimo, pois perderíamos o principal torneio do ano na categoria (sub18)”, acrescenta.

Entre os nomes mais experientes da equipe estão a ponta Marília Gabriele e a levantadora Maria Clara. As duas participaram do Brasileiro Sub16, no Acre, em que o Piauí voltou com o 6ª lugar. “O elenco nunca jogou junto, mas a gente se conhece e eu vejo isso como algo bom”. Marília tem quatro anos treinando voleibol, todo esse tempo com técnico Mano e algumas competições na conta, mas frisa o frio na barriga e responsabilidade de manter o Piauí na 2ª divisão do torneio, mas sem deixar de citar o sonho de um acesso. “Seria muito incrível, para o estado e para todas nós. Estamos trabalhando pensando em tudo e nos preocupando até mesmo com frio para não cair nosso rendimento na competição, treinar muito para chegar confiante e colocar em quadra tudo que sabemos”, afirmou.

O Campeonato Brasileiro Feminino de Seleções será entre os dias 25 a 30 de setembro, em Domingos Martins, no Espírito Santo. Oito equipes irão disputar a competição.

Bubka nega acusações de Cabral, e Popov diz que não votou no Rio

Bubka nega acusações de Cabral, e Popov diz que não votou no Rio

Ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (MDB) disse que ex-atletas receberam propina para votar pelo Rio de Janeiro na eleição que escolheu a cidade como sede da Olimpíada de 2016

Os ex-atletas Alexander Popov, da Rússia, e Sergei Bubka, da Ucrânia, negaram as acusações feitas pelo ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (MDB), de que receberam propina para votar pelo Rio de Janeiro na eleição que escolheu a cidade como sede da Olimpíada de 2016.
Cabral depôs na quinta-feira (4) ao juiz Marcelo Bretas no processo em que é acusado de ter pago US$ 2 milhões ao senegalês Lamine Diack, ex-presidente da federação internacional de atletismo, para influenciar na escolha da cidade como sede dos Jogos. Também são réus no processo o ex-presidente do COB (Comitê Olímpico do Brasil) Carlos Arthur Nuzman e o ex-diretor da Rio-16 Leonardo Gryner.
"Eu nem votei no Rio de Janeiro", disse Popov à agência russa RIA Novosti.
Bubka se defendeu através de suas redes sociais. "Eu rejeito completamente todas as falsas alegações feitas pelo ex-governador do estado do Rio, que atualmente está cumprindo uma longa pena de prisão por corrupção", escreveu ele.
Em nota, o COI (Comitê Olímpico internacional) afirmou que deu seguimento ao caso após o depoimento de Cabral, que está cobrando esclarecimentos de seus membros e que adotou novas práticas "em relação à boa governança e, em particular, ao procedimento de eleição de cidade-sede."
"O COI está totalmente empenhado em lidar com quaisquer questões, incluindo aquelas que tenham ocorrido antes das profundas reformas da Agenda Olímpica 2020", diz a nota.
Desde o início do ano, o ex-governador vem confessando os crimes que lhe são atribuídos. O objetivo é tentar reduzir suas penas, que já somam 198,5 anos em nove condenações. Ele é réu em outras 20 ações penais na Justiça Federal e três na estadual.

Botafogo conta com R$ 35 milhões em vendas para evitar novas dívidas

Botafogo conta com R$ 35 milhões em vendas para evitar novas dívidas

No planejamento da diretoria, o clube terá que realizar a venda de dois jogadores, Gatito é o principal nome

Em crise financeira, o Botafogo tenta levantar um mínimo de dinheiro para fechar o ano sem criar novas dívidas. No planejamento da diretoria, o clube terá que realizar a venda de dois jogadores para alcançar a quantia de R$ 35 milhões -evidentemente que o valor pode ser alcançado com apenas uma negociação, mas dependeria de um grande negócio.
Gatito é o principal nome. O goleiro está muito valorizado após se destacar na Copa América com o prêmio de melhor jogador em campo em todos os jogos que disputou. O Porto é o maior interessado e iniciou conversas com o estafe do goleiro para levá-lo a Portugal. O paraguaio não esconde a felicidade de ter a chance de voltar à Europa, mas depende de uma boa oferta para o Botafogo, que precisa de dinheiro.
Apesar da grande qualidade de Gatito, a posição não está entre as que mais rende dinheiro no futebol. Além disso, os 31 anos do atleta fazem com que o valor da negociação não seja suficiente para alcançar os R$ 35 milhões desejados pela diretoria para fechar o ano com tudo em dia.
Além de Gatito, o Botafogo tem outros jogadores que podem render um reforço aos cofres do clube: Luiz Fernando, Alex Santana e Ezequiel. O primeiro não vive seu melhor momento, mas tem grande potencial de venda. Já o segundo teve grande primeiro semestre e pode ser negociado.
Por fim, Ezequiel é quem mais agita o mercado. Ele tem apenas 21 anos, idade limite desejada pelos europeus com o objetivo de desenvolver os jogadores. Ele tem se destacado no Sport, com grande número de assistências na temporada, e pode nem mesmo voltar ao Botafogo.
Vale ressaltar que o Botafogo tem encontrado dificuldade de vender atletas no mercado da bola. As últimas negociações ocorreram no mercado interno, para Palmeiras e Atlético-MG, com Matheus Fernandes e Igor Rabello, respectivamente.

04 de julho de 2019

Jornal fala em

Jornal fala em "Barcelona dos sonhos" com Griezmann e Neymar

Ainda segundo o jornal, o Barcelona pretende montar times recheados de estrelas em todos os esportes.

A edição de hoje do jornal "Mundo Deportivo" exibe em sua capa Antoine Griezmann e Neymar entre os "jogadores excepcionais" que o Barcelona aposta para cumprir um projeto de ter supertimes em todas as modalidades.

Com o título de "Dream Barça", o que no contexto ganha o significado próximo de "Barcelona dos sonhos", a publicação diz que o clube tem uma "aposta clara de contratar jogadores excepcionais para reinar na Europa em todas as modalidades".

No futebol, a publicação cita o já contratado meia De Jong e os atacantes Griezmann e Neymar como parte deste plano do Barcelona. No caso do francês, que já anunciou a saída do Atlético de Madri, o anúncio por parte do time catalão é considerado questão de tempo pela imprensa espanhola. Já em relação a Neymar, a possibilidade de transferência é mais complicada. A imprensa espanhola tem noticiado que existe o interesse mútuo na transferência, mas publicamente nenhuma das partes confirma a negociação. Nos bastidores, o clube catalão vê com cautela a volta do jogador vendido ao PSG por 222 milhões de euros há dois anos.

Apesar de Neymar manter o prestígio e amizades no vestiário do clube catalão, há precaução em uma investida por causa do valor que precisaria ser desembolsado com a transferência e os salários do jogador, que hoje ultrapassam os patamares praticados na Espanha. Existe ainda uma dívida de 26 milhões de euros entre Barcelona e o brasileiro, referentes a um prêmio por renovação de contrato em 2016, que é motivo de disputa judicial.

Ainda segundo o jornal, o Barcelona pretende montar times recheados de estrelas em todos os esportes. No basquete, o jornal cita Mirotic, Abrines e Higgins. Ainda são lembrados Nunes (hóquei em patins), Daniel (futsal), Cindric (handebol) e Jenni Hermoso (futebol feminino).

Everton 'autoriza' Tite a chamá-lo de Cebolinha e brinca com apelido

Everton 'autoriza' Tite a chamá-lo de Cebolinha e brinca com apelido

Everton ganhou a vaga no ataque que era de Neymar, cortado por contusão, e conquistou os torcedores

Quando a torcida da seleção brasileira quer exaltar Everton, o grito é "Cebolinha". Quase todos chamam pelo apelido o atacante, sensação da equipe verde-amarela na Copa América.

Até um constrangido técnico Tite ganhou autorização para se juntar à turma dos que ignoram o nome escrito na camisa do atleta de 23 anos.

"Ele perguntou se poderia me chamar de Cebolinha. Falei que estranho seria se ele me chamasse de Everton. Porque todo o mundo me chama de Cebolinha", disse o jogador, colocando até sua mulher na lista. "Ela fala também. Mas, quando está com raiva, chama de Everton. Aí, já sei que algo está errado."

Já na seleção, está tudo certo. Everton ganhou a vaga no ataque que era de Neymar, cortado por contusão, e conquistou os torcedores. Ele tem sido o mais celebrado no momento em que se divulga a escalação e vem marcando seu nome e seu apelido -dado por Pará, ex-companheiro de Grêmio, pelo cabelo espetado como o do personagem da Turma da Mônica.

Vivendo o que chamou de "momento especial da carreira", o cearense se valorizou bastante durante a Copa América, o que provavelmente o tirará do clube gaúcho. Porém, algo que ele repete a cada entrevista, a preocupação agora é dar o passo final e conquistar a competição continental antes de pensar no futuro.

O adversário na decisão de domingo (7), no Maracanã, será o Peru, rival já enfrentado na primeira fase. Na ocasião, o Brasil atropelou no estádio de Itaquera, venceu por 5 a 0 e teve em Everton seu principal jogador. O Cebolinha levou ampla vantagem sobre a marcação do lateral direito Advíncula, algo que tentará repetir no Rio de Janeiro.

"Ele é um jogador de muita força e rápido também. Em duas jogadas, eu joguei a bola na frente e ele conseguiu se recuperar. Eu vi que ia ser bem difícil e procurei dar dribles curtos, percebi que poderia levar alguma vantagem. Acabou dando certo. Espero estar em uma tarde feliz na final para que eu possa levar vantagem de novo", concluiu o atacante.

Peru vence Chile e faz final da Copa América com Brasil

Peru vence Chile e faz final da Copa América com Brasil

O Brasil busca seu nono título na competição (a última conquista foi em 2007). Já a seleção do Peru busca seu terceiro título, após as conquistas de 1939 e 1975.

A seleção do Peru venceu hoje a equipe do Chile por 3 a 0 e disputará a decisão da Copa América com o Brasil no próximo domingo no estádio do Maracanã. Esta será uma final inédita da competição.

Com a classificação de hoje, o Peru retorna a uma final de Copa América após um hiato de 44 anos. A última vez em que jogou uma decisão do torneio foi em 1975, quando ficou com o título.

O jogo

O jogo realizado nesta quarta-feira (3) na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, começou muito movimentado. A seleção peruana se posiciona no campo do adversário e realiza marcação sob pressão.

Essa pressão dá resultado logo com 2 minutos, quando o Peru tem uma chance clara de abrir o placar. Carrillo toca em profundidade para Guerrero, que se livra de Medel e toca para Cueva, que, da entrada da área, chuta com perigo.

Mas a equipe do Chile aproveita os espaços dados pela defesa peruana para chegar com perigo ao contra-ataque. Aos 6 minutos, Alexis Sánchez recebe na ponta esquerda e toca para o lateral Beausejour, que cruza para o volante Aránguiz chutar, por pouco, para fora.

Porém, quem consegue fazer o 1 a 0 é o Peru. Aos 20 minutos, Cueva recebe na ponta direita, cruza para a área, Carrillo escora de cabeça para Flores, que chuta cruzado para vencer o goleiro Arias.

Com a vantagem no placar, a seleção peruana adota uma postura mais conservadora, com a defesa mais recuada e com menos pressão na marcação. Isso permite ao Chile crescer um pouco no jogo.

Mas, aos 37 minutos, a defesa do Chile sofre um apagão e permite que o Peru marque o segundo gol. Carrillo recebe lançamento livre na ponta direita. O goleiro Arias sai da grande área para tentar cortar a bola. Mas o meia peruano dribla o goleiro chileno e cruza para o meio da área. Yotún mata no peito e chuta para o gol vazio.

A partir de então o Chile parte com tudo para o ataque. E aos 43 minutos tem ótima chance de descontar. Aránguiz cobra escanteio e Fuenzalida pega de primeira para boa defesa do goleiro Gallese. Mas o placar não sofre mais alteração até o intervalo.


Foto:Reprodução

Gallese brilha

O Chile começa o segundo tempo pressionando muito. Logo aos 5 minutos consegue uma boa chance. Aránguiz cobra falta e Alexis Sánchez finaliza de cabeça, mas a bola bate na trave do gol de Gallese.

Por outro lado, o Peru aproveita os espaços para contra-atacar com perigo. Aos 14 minutos Carrillo avança em velocidade e toca para Guerrero, que encontra Cueva. O meia deixa Yotún na cara do gol. Mas ele chuta muito mal, perdendo uma ótima oportunidade.

Aos 22 minutos são os chilenos que chegam com perigo. Beausejour recebe lançamento na ponta esquerda e bate de primeira. A bola vai com muito perigo, mas Gallese espalma para fora.

Aos 29 minutos o goleiro peruano volta a brilhar. O Peru perde a bola no campo de ataque e permite contra-ataque rápido do Chile. Com isso Eduardo Vargas recebe lançamento e fica livre para finalizar. Mas Gallese sai bem do gol e consegue espalmar a bola para fora.

Aos 36, surge nova chance do Chile. A bola sobra na entrada da grande área e Alexis Sánchez chuta com força e colocado para ótima defesa do goleiro peruano.

Se por um lado o Chile não conseguia marcar, o Peru não desperdiça as poucas oportunidades que tem. Assim, aos 45 minutos, Guerrero marca o seu. Ele recebe passe em profundidade de Tapia na entrada da área, dribla Arias e toca para o gol vazio.

Com este gol, Guerrero se torna o maior artilheiro em atividade da história da Copa América, com 13 gols.

Aos 48 minutos Abram derruba Aránguiz dentro da área e, com o auxílio do VAR (árbitro de vídeo), o juiz colombiano Wilmar Roldán assinala pênalti. Eduardo Vargas cobra com uma cavadinha, mas perde a oportunidade de marcar o gol de honra de sua equipe ao ver Gallese pegar seu pênalti. Partida espetacular do goleiro peruano e vitória de 3 a 0 do Peru.

Final

A final da Copa América será no próximo domingo (7), no Maracanã, a partir das 17h (horário de Brasília).

O Brasil busca seu nono título na competição (a última conquista foi em 2007). Já a seleção do Peru busca seu terceiro título, após as conquistas de 1939 e 1975.

As seleções do  Brasil e Peru já se enfrentaram nesta edição da Copa América, com vitória de 5 a 0 da equipe brasileira em jogo válido pela terceira rodada da fase de grupos da competição.

Ficha técnica:

CHILE 0 X 3 PERU

Competição: Copa América (semifinal).

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre.

Juiz: Wilmar Roldán (Colômbia).

Chile: Arias; Isla, Medel, Maripán (Castillo) e Beausejour; Pulgar, Aránguiz e Vidal; Fuenzalida (Sagal), Eduardo Vargas e Alexis Sánchez. Técnico: Reinaldo Rueda.

Peru: Gallese; Advincula, Abram, Zambrano e Trauco; Yotún, Tapia, Carrillo (Polo), Cueva (Ballón) e Flores (Gonzáles); Paolo Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca.

Gols: No primeiro tempo: Flores (20) e Yotún (37). No segundo tempo: Guerrero (45).

Lesão muscular na coxa tira Willian da decisão da Copa América

Lesão muscular na coxa tira Willian da decisão da Copa América

Apesar do problema físico, Willian continuará com o grupo verde-amarelo enquanto inicia seu tratamento.

Tite tem uma opção a menos para a decisão da Copa América. O atacante Willian sofreu uma lesão muscular na vitória da seleção brasileira sobre a Argentina , na última terça-feira (2), em Belo Horizonte, e não terá condições de atuar na final do torneio, no domingo (7), no Rio de Janeiro.

O atleta sentiu dores na região de trás da coxa direita no clássico, mas, como a equipe já tinha feito as três substituições permitidas, continuou em campo até o apito final. As dores persistiram nesta quarta (3), e o jogador passou por exames de imagem que confirmaram a lesão.

Apesar do problema físico, Willian continuará com o grupo verde-amarelo enquanto inicia seu tratamento.

Há treinamentos programados para quinta (4), sexta (5) e sábado (6) na Granja Comary, em Teresópolis, antes do confronto decisivo da competição continental.

Inicialmente fora dos planos para o torneio, o paulista de Ribeirão Pires foi chamado para substituir outro contundido, Neymar, cortado ainda durante a preparação. Ele recuperou a confiança do chefe e se tornou um dos principais reservas, sempre acionado.

Tite não terá essa alternativa para a final. As opções de ataque do banco de reservas, não havendo novas lesões, serão David Neres e Richarlison. O trio ofensivo titular será novamente formado por Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Everton.

Já a defesa deverá estar completa. O zagueiro Marquinhos também teve problemas físicos contra a Argentina e precisou ser substituído por estar se sentindo mal, em decorrência de uma virose, mas vem apresentando boa recuperação.

03 de julho de 2019

Tite aprende com eliminação na Copa e adapta seleção a rival

Tite aprende com eliminação na Copa e adapta seleção a rival

O técnico ajustou seu time para encarar a Argentina de Messi e avançou à final da Copa América com um triunfo por 2 a 0.

O Brasil e Bélgica da última Copa do Mundo teve um treinador que procurou manter o padrão tático de sua equipe e um que reorganizou suas peças para surpreender o adversário desde o início. Quando o primeiro percebeu o que tinha acontecido, o segundo já celebrava uma vantagem que o colocaria nas semifinais.

Tite aprendeu com aquela derrota por 2 a 1 e com a sacada do técnico da Bélgica, Roberto Martínez. Um ano depois, deixou um pouco de lado a diretriz que vinha seguindo na seleção. Em vez de se apegar a um modelo sem maiores variáveis de acordo com o adversário, ajustou seu time para encarar a Argentina de Messi e avançou à final da Copa América com um triunfo por 2 a 0.

O amplo domínio da posse de bola nas partidas anteriores deu lugar a um jogo de muitos contra-ataques. De acordo com estatísticas da comissão técnica da seleção, a posse ficou em 50% a 50% no clássico da última terça-feira (2), no Mineirão. Claro, porque a Argentina era um rival mais qualificado do que os enfrentados antes, mas também por uma estratégia.

"Adaptação às características que o jogo te impõe", resumiu Tite.

Houve dois principais ajustes promovidos pelo técnico. Um deles foi a mudança no posicionamento de alguns jogadores para que Messi ficasse encaixotado no meio-campo. O outro foi o uso dos pontas como armas de contragolpe, não propriamente de construção de jogadas nos moldes habituais da equipe.

Para frear o "extraterrestre", como se referiu ao craque argentino, o técnico mexeu até na posição do próprio centroavante. Roberto Firmino passou a marcar recuado, mais perto de Philippe Coutinho, na tentativa de espremer o camisa 10 rival entre os volantes. Como Messi gosta de flutuar entre o centro e o lado direito, o lateral Alex Sandro também ganhou a incumbência de ajudar a apertá-lo.

"O centro do campo, com Firmino, Coutinho, Arthur, Casemiro, era essencial para não deixar o extraterrestre jogar", disse o treinador, antes de explicar por que Alex Sandro se segurou na defesa e o Brasil atacou pouco pelo lado esquerdo -o direito do adversário.

"Se vocês olharem o mapa de calor do Messi, onde ele transita, vão ver que é sempre entre meio e ponta direita. E a gente teve ali um jogador que dava consistência para diminuir as ações dele", disse o técnico. 

Criar empecilhos ao principal atleta alviceleste era só parte do plano. O camisa 10, diga-se, conseguiu se livrar do cerco em várias situações. A outra parte era "ter flechas dos lados", jogadores prontos para aproveitar as brechas abertas pela marcação agressiva que a Argentina executava no campo de ataque.

"Tem que saber jogar construindo, tem que saber jogar em pressão média e tem que saber jogar em contra-ataque. Nessa partida, a exposição do adversário pelo tipo de marcação que fazia proporcionava muitas jogadas de velocidade. O segundo gol foi uma jogada de velocidade, de imposição, do Gabriel Jesus", celebrou o técnico.

A história da partida poderia ter sido diferente. Os argentinos acertaram duas bolas na trave e reclamam muito do que consideram um pênalti não marcado em seu favor na origem da jogada do gol de Jesus. De qualquer maneira, Tite mostrou uma disposição de adaptação nem sempre presente em seu trabalho na seleção e agora pode conquistar seu primeiro título.

Jogadores da Argentina fazem duras críticas ao árbitro de vídeo

Jogadores da Argentina fazem duras críticas ao árbitro de vídeo

A maior queixa foi o árbitro ter negado à seleção um pênalti em jogada que, na sequência, aconteceu o segundo gol brasileiro, marcado por Roberto Firmino.

Após Messi fazer duras críticas ao árbitro de vídeo (VAR) na derrota por 2 a 0 para o Brasil, na semifinal da Copa América, agora foi a vez da AFA (Associação de Futebol da Argentina) chancelar a reclamação dos atletas.

Por meio de sua conta oficial no Twitter, nesta quarta-feira (3), a entidade máxima do futebol argentino postou uma foto com o símbolo do árbitro de vídeo e a frase "vimos o mesmo que vocês", seguida de "obrigado a nossos jogadores pela dedicação incondicional".

A principal reclamação é de um pênalti em Sergio Aguero na origem do lance que terminou com o segundo gol da seleção brasileira. Pela regra, o VAR pode analisar qualquer lance de suposta penalidade.

O árbitro de vídeo também foi tema de jornais argentinos. O maior veículo esportivo do país, o Olé, escreveu na capa de sua edição de quarta o trocadilho "sem VARgonhas".

Já após a partida contra a seleção brasileira, Lionel Messi deu forte declaração aos jornalistas. "Todas as idiotices foram marcadas a favor deles. Houve pênaltis bobos durante toda a Copa América e hoje não marcaram um em Otamendi. Nem sequer consultaram o VAR. É para analisar. Oxalá a Conmebol faça algo porque nós fizemos um sacrifício enorme", disse o atacante, reclamando também de uma suposta influência do Brasil na entidade que comanda o futebol sul-americano.


Messi reclama de arbitragem e VAR em sua 9ª eliminação com a Argentina

Lionel Messi não saiu calado, como aconteceu em outras eliminações argentinas. Ele reclamou da arbitragem na derrota por 2 a 0 para o Brasil, nesta terça (2), pela semifinal da Copa América. A maior queixa foi o árbitro ter negado à seleção um pênalti em jogada que, na sequência, aconteceu o segundo gol brasileiro, marcado por Roberto Firmino.

"Todas as idiotices foram marcadas a favor deles. Houve pênaltis bobos durante toda a Copa América e hoje não marcaram um em Otamendi. Nem sequer consultaram o VAR. É para analisar. Oxalá a Conmebol faça algo porque nós fizemos um sacrifício enorme", disse o atacante, reclamando também de uma suposta influência do Brasil na Conmebol.

O vice-presidente da entidade sul-americana é Claudio Tapia, presidente da AFA (Associação de Futebol Argentino).

A verborragia de Messi foi algo diferente do que foi visto em derrotas da Argentina em torneios anteriores. Nas concentrações de jornalistas na área de imprensa do Mineirão, onde aconteceu a partida contra o Brasil, ele parou quatro vezes para falar. Não repetiu a cena da última Copa América, em 2016, quando depois de errar na disputa de pênaltis e ver a equipe ser derrotada na final, disse que abandonaria a seleção.

Nesta terça, disse que vai continuar. Segue em sua busca pelo primeiro título pela seleção argentina. A próxima tentativa será em 2020, quando a Copa América será dividida por Argentina e Colômbia.

"Vou estar ao lado dessa equipe. Se necessitarem da minha ajuda, estarei presente", garantiu.

Foi a nona eliminação de Lionel Messi com a camisa da Argentina em fases de mata-mata. Aconteceu cinco vezes na Copa América e quatro na Copa do Mundo.

Em quatro delas chegou à decisão e perdeu. Por isso sua geração ficou conhecida como aquela que chegou perto, mas não venceu. Caiu diante da Alemanha na final do Mundial de 2014, para o Brasil na Copa América de 2007 e contra o Chile nos torneios continentais de 2015 e 2016.

Também foi eliminado pela Alemanha duas vezes nas quartas de final da Copa do Mundo (em 2006 e 2010). Perdeu nos pênaltis para o Uruguai nas quartas da Copa América de 2011, em casa. No ano passado, foi derrotado pela França nas oitavas de final do Mundial na Rússia.

Aos 32 anos, Messi sabe que as oportunidades estão se esgotando para ser campeão com a sua seleção e dar um fim às cobranças.

"Jogamos bem [contra o Brasil] e não merecíamos perder. Eles fizeram o primeiro gol quando éramos melhores em campo. Tivemos bola na trave, desperdiçamos chances... Mas é um novo time e um novo ciclo que está começando", comentou.

A primeira questão a ser resolvida será o futuro do técnico Lionel Scaloni. O camisa dez deixou subentendido apoiar a continuidade da atual comissão técnica e na AFA atual, a oposição do principal jogador tem peso.

Veja abaixo as eliminações da Argentina com Lionel Messi

30.jun.2006 - Alemanha 1-1 Argentina (Copa do Mundo)

Messi era reserva, mas fez o seu primeiro gol em Copa do Mundo na goleada sobre a Sérvia. Argentina caiu diante dos alemães nos pênaltis.

15.jul.2007 - Brasil 3-0 Argentina (Copa América)

O atacante ainda não era o principal jogador da seleção, mas fez parte da equipe que perdeu a final para a seleção brasileira.

3.jul.2010 - Alemanha 4-0 Argentina (Copa do Mundo)

Já como melhor jogador do mundo e comandado por Maradona, Messi teve Mundial apagado e não evitou a queda nas quartas de final.

16.jul.2011 - Argentina 1-1 Uruguai (Copa América)

Com a Copa América disputada na Argentina, Messi era visto como o jogador que levaria a seleção ao título. Mas a eliminação aconteceu nos pênaltis, nas quartas de final.

13.jul.2014 - Alemanha 1-0 Argentina (Copa do Mundo)

A derrota mais dolorosa da carreira de Messi foi na final do Mundial, no Maracanã.

3.jul.2015 - Chile 0-0 Argentina (Copa América)

Argentina perdeu a segunda final em dois anos, mas foi batida apenas nos pênaltis pelo Chile.

26.jun.2016 - Argentina 0-0 Chile (Copa América)

Mesmo torneio e mesmo fim: queda nos pênaltis na decisão. Messi errou uma cobrança e disse que abandonaria a seleção. Não cumpriu.

30.jun.2018 - França 4-3 Argentina (Copa do Mundo)

A eliminação mais precoce da Argentina com Messi aconteceu nas oitavas de final do Mundial contra a equipe que semanas depois seria campeã da Copa na Rússia.

Diferenças de circuitos levou F-1 da monotonia à empolgação

Diferenças de circuitos levou F-1 da monotonia à empolgação

O motivo principal são as diferenças entre os circuitos de Paul Ricard e de Spielberg.

 A Fórmula 1 mudou da água para o vinho em apenas sete dias, indo do domínio absoluto de Lewis Hamilton e da Mercedes no GP da França para uma corrida indefinida até duas voltas para o final, quando Max Verstappen, da Red Bull, ultrapassou Charles Leclerc, da Ferrari. Como é possível explicar o fato de as corridas terem sido tão diferentes?

O motivo principal são as diferenças entre os circuitos de Paul Ricard e de Spielberg. O primeiro é uma pista muito usada para testes por ser bem equilibrada entre curvas de alta e baixa velocidade e retas. Com isso, a pista mostrou toda a vantagem da Mercedes nas curvas, já que é um carro mais "grudado" ao chão, que gera mais pressão aerodinâmica. Esse é, por outro lado, o grande ponto fraco da Ferrari, que não conseguiu se aproximar na França. Junte-se a isso o fato de Hamilton ter conseguido um acerto melhor para o carro do que Bottas. E o domínio do inglês é explicado.

Não por acaso, Hamilton chegou esbanjando confiança no circuito Red Bull Ring, apenas alguns dias depois da vitória na França, que deixou até os próprios pilotos cobrando mudanças na categoria, mas acabou saindo só com um quinto lugar. A combinação da altitude com o forte calor na Áustria prejudicou mais a Mercedes do que os rivais, e o inglês ainda cometeu dois erros durante o final de semana.

O primeiro foi na classificação, quando atrapalhou Kimi Raikkonen e foi punido com a perda de três posições no grid. Largando em quarto, Hamilton vinha com um ritmo ruim quando escapou da pista e danificou sua asa dianteira em uma zebra, perdendo tempo para trocá-la e saindo da disputa pelo pódio.

Seu companheiro, Valtteri Bottas, que foi o terceiro na Áustria, explicou que a Mercedes estava de mãos atadas. "Em nenhum momento eu pude usar toda a potência do motor e o tempo todo estava tirando o pé do acelerador antes das curvas para poupar o equipamento. Senão tinha superaquecimento."

A Mercedes sofreu mais do que a Ferrari e a Red Bull porque a traseira de seu carro é mais compacta, e também porque o traçado da Áustria tem apenas 10 curvas, fazendo com que a velocidade de reta ferrarista desse uma vantagem maior, como também tinha acontecido no Canadá. Já a Red Bull levou atualizações para o carro, que funcionaram bem, e conseguiu cuidar melhor dos pneus do que os rivais, ainda que nem eles mesmos tenham conseguido entender por que seu carro estava tão rápido.

Na próxima etapa, em Silverstone e com curvas ainda mais velozes do que em Paul Ricard, a tendência é a Mercedes voltar a andar bem, mas os problemas que os alemães tiveram com o calor preocupa o time para as corridas seguintes, da Alemanha e da Hungria.

Pelo menos as duras críticas que a F-1 recebeu após a França, quando muitos temiam que a Mercedes venceria todas as 21 etapas do ano, viraram empolgação por uma prova disputada.

"Acho que isso mostra que não dá para julgar só por uma corrida e reclamar. Vocês precisam se decidir se acham a F-1 chata ou emocionante. As corridas são assim", afirmou Hamilton após a prova do último domingo (30).

Gabriel Jesus se incomoda com fala de Casagrande sobre jejum de gols

Gabriel Jesus se incomoda com fala de Casagrande sobre jejum de gols

O atleta foi questionado sobre a situação em transmissão ao vivo do SporTV após o duelo com a Argentina na terça (2).

O atacante Gabriel Jesus revelou incômodo com o comentarista Walter Casagrande, da Rede Globo, que, em encontro entre os dois no hotel em que a seleção brasileira estava hospedada em Belo Horizonte, teria cobrado o jogador pela falta de gols com a camisa amarela.

O atleta foi questionado sobre a situação em transmissão ao vivo do SporTV após o duelo com a Argentina na terça (2). Ao levantar o assunto, o repórter Eric Faria sugeriu que o tom de Casagrande tivesse sido cordial, em apoio ao camisa 9, o que Gabriel Jesus negou.

"Ele não falou assim, não [que o gol sairia], mas tudo bem. Alguns dos meninos que estavam no elevador até me zoaram e tal, que eu não respondi. Fui muito educado com ele, porque eu tive educação da minha mãe. É óbvio que ele brincou, não foi com essas palavras, não gostei, é óbvio, porém, acho que minha mãe educou seus filhos muito bem para responder educadamente", afirmou o jogador.

Gabriel Jesus abriu o placar na vitória sobre a Argentina, por 2 a 0, com seu primeiro gol na Copa América, e deu assistência para Firmino ampliar. O atleta do Manchester City (ING) não marcava há nove partidas oficiais pela seleção —a última vez que o fez em competições foi em 2017, contra o Chile.

A jornalistas da emissora, Casagrande disse não ter entendido os comentários do jogador. "Falei para ele que centroavante é assim mesmo, eu fiquei sem fazer gol um tempão e o gol sempre sai no melhor jogo. O importante foi que ele fez o gol e uma puta jogada no segundo gol."

O Brasil está classificado para a final do torneio continental, que será disputada no próximo domingo (7), no Maracanã, às 17h.

Piauiense série B começa em setembro e terá seis equipes

Piauiense série B começa em setembro e terá seis equipes

O campeão e o vice-campeão da Série B conquistam acesso para a Série A em 2020.

Foram quase três horas de reunião até a definição do formato do campeonato Piauiense Série B. A competição terá Picos, Oeirense, Cori-Sabbá, Timon, Fluminense e Comercial na briga pelo acesso. Dois sobem para disputar a primeira divisão em 2020. A competição está programada para começar no dia 6 de setembro e tem previsão para encerrar no final de outubro. O torneio terá jogos de ida na primeira fase e na fase decisiva contará com a realização de semifinal e final, com jogos de ida e volta.

“Foi um arbitral de excelentes resultados e definições, acredito que todos os presidentes saíram satisfeitos e nós vamos ter um torneio competitivo e organizado”, disse o presidente FFP, Robert Brown.

Os clubes terão direito a inscrever 30 jogadores. Serão transferências livres, sendo sete livre de idade e cinco obrigatoriamente sub23. O formato dividiu opiniões. “A gente lamenta que competição seja nesse formado, pois os jogadores da região, pai de família ficam desempregados e isso aumenta o nível da competição, mas agora é reorganizar o planejamento, pois tenho seis pré-contrato de atleta acima dos 23 anos e vou ter que repensar nisso”, citou Anderson Kamar, presidente do Cori.

Oeiras e Caiçara não participam da competição - Foto: Elias Fontinele/O Dia

“Era exatamente como o Fluminense gostaria das disputas. Agora é seguir somente com o planejamento e engatar nas contratações dos atletas”, explicou Vicente Medeiros.

Não agradou

Duas equipes saíram da sede da FFP na tarde de ontem (2) bastante insatisfeitas. Caso do Oeiras, que teve Alex Amorim como representante e do presidente do Caiçara, Francisco Ispo. As duas equipes buscavam se inscrever e disputar a 2ª divisão do Piauiense, mas foram barradas pela federação, que alegou uma série de irregularidades. “O Caiçara tem um documento de que a diretoria que está lá é irregular, eles têm débitos e existem normas. O Oeiras não disputa uma competição desde 2017, tem débito e está desfiliado o caso o Oeiras é mais complicado, pois eles teriam que se filiar novamente”, explica Brown.

“Estão dificultando a inscrição do Oeiras. Eu protocolei no dia 25 essa inscrição e não tive retorno. Primeiro alegaram que o time estava sem diretoria e realmente estava, mas a eleição aconteceu em janeiro desse ano. Eles falam em débitos, mas eu quero que eles comprovem esses débitos absurdos que segundo eles chegam a R$ 300 milhões. Nós puxamos a documentação na CBF e o debito é apenas R$ 11 mil e não temos como pagar, mas vamos buscar nossos direitos na esfera jurídica”, explica Alex Amorim, diretor de futebol do Oeiras.

Primeira fase

6 de setembro

Cori-Sabbá X Fluminense 

Estágio Tibério Nunes (Floriano), às 20h

7 de setembro

Picos X Timon

Estádio Helvídio Nunes (Picos), às 20h

Oeirense X Comercial

Estádio Gerson Campos (Oeiras), às 16h

Tite celebra sucesso diante do 'extraterrestre' Lionel Messi

Tite celebra sucesso diante do 'extraterrestre' Lionel Messi

Após a vitória por 2 a 0 do Brasil sobre a Argentina, na noite de terça-feira (2), o treinador se permitiu tratar o craque rival com maior reverência.

Na entrevista anterior à semifinal da Copa América, Tite foi contido nos elogios ao argentino Lionel Messi, colocando-o em uma lista de atletas de qualidade que incluía nomes como o de David Neres. Após a vitória por 2 a 0 do Brasil sobre a Argentina, na noite de terça-feira (2), o treinador se permitiu tratar o craque rival com maior reverência.

"O Messi é extraterrestre. O Messi é excepcional. Nas ações com bola e também nas sem bola.", afirmou o gaúcho, que admitiu ter mexido na estrutura defensiva da seleção para cercar o camisa 10. "O Firmino deu um passo para trás. O pessoal da área central, Firmino, Coutinho, Arthur, Casemiro, foi essencial para não deixar o extraterrestre jogar."

Ainda assim, o jogador teve seus momentos. Entre esses momentos, cruzou para Aguero acertar o travessão e ele próprio parou no poste direito de Alisson. Lances que contribuíram para que Tite julgasse alto o nível do confronto que definiu o primeiro finalista da competição sul-americana.


Foto: Lucas Figueiredo/CBF

"Foi um grande jogo. Um jogo com duas equipes de recursos técnicos impressionantes. Falei sobre isso com o [Lionel] Scaloni", disse o comandante verde-amarelo, referindo-se ao papo que teve com o treinador alviceleste ao fim do clássico.

O currículo de Tite, 58, já era bem mais extenso do que o de Scaloni, 41. Mas ainda não tinha um jogo pela seleção brasileira no Maracanã. Ele terá a chance de comandar o time verde-amarelo no estádio carioca no domingo (7), na decisão, contra o vencedor de Chile x Peru.

"Parafraseando a publicidade: o primeiro a gente não esquece", disse, recordando famoso comercial de sutiã de 1987. "Vou me tornar verdadeiramente técnico da seleção brasileira. A boleirada fala: 'Jogou bola? Onde? Então, não jogou'. Com o técnico, é: 'Treinou no Maracanã?'. E vou treinar lá pela primeira vez como técnico da seleção", sorriu.

Santos anuncia contratação do meia Evandro, do Hull City

Santos anuncia contratação do meia Evandro, do Hull City

Evandro é mais ofensivo do que defensivo e chega para reforçar o setor central do gramado.

O Santos anunciou a contratação do meia Evandro, ex-Hull City da Inglaterra e com passagens por Athletico-PR, Palmeiras e Atlético-MG. O jogador chegou ao clube alvinegro sem custos após o término de seu vínculo com o clube da segunda divisão inglesa. Evandro assinou um contrato de um ano com o Santos, até o fim de junho de 2020, mas há no contrato uma cláusula para que o vínculo seja renovado automaticamente até o fim do ano. O detalhe era a última coisa que faltava no negócio, como o UOL Esporte publicou mais cedo. 

A contratação do meia foi aprovada pelo técnico Jorge Sampaoli. Evandro é mais ofensivo do que defensivo e chega para reforçar o setor central do gramado, que hoje conta com Jean Mota e Cueva como principais opções. Esse foi o 11º reforço do Santos para a temporada. 

Antes de Evandro, o Santos já havia fechado com o goleiro Everson, os laterais Jorge e Felipe Jonatan, o za gueiro Felipe Aguilar, os volantes Jobson e Jean Lucas, o meia Cueva e os atacantes Soteldo, Marinho e Uribe. 

O jogador assinou contrato com o Peixe até julho de 2020 - Foto: Ivan Stori/Santos

Kaique rocha 

O Santos recusou uma proposta da Sampdoria, da Itália, pelo zagueiro Kaique Rocha. O defensor de 18 anos tem contrato com o clube apenas até fevereiro do ano que vem e, assim, estaria livre para assinar um pré-contrato e deixar o clube paulista de graça a partir do dia 29 de agosto. 

Os italianos ofereceram 1 milhão de euros, quase R$ 4,5 milhões, para contratar o atleta. O jogador, seu pai e os empresários viajaram até Gênova, na Itália, no fim da última semana para nego ciar, mas a negativa do presidente José Carlos Peres fez com que a Sampdoria desistisse do negócio. 

O Santos está em litígio com o jovem zagueiro pela renovação do contrato e, neste momento, é pouco provável que o clube consiga renovar o vínculo. Kaique é tido como um dos principais valores defensivos das categorias de base e já faz parte do elenco profissional desde o ano passado, apesar de nunca ter estreado. 

Além do defensor, o Santos também teve problemas com a renovação de outros zagueiros com potencial formados pelo clube: Matheus Guedes e Robson Bambu. Ambos deixaram o clube.

02 de julho de 2019

Brasileiras apitam semifinal entre Inglaterra e EUA na Copa do Mundo

Brasileiras apitam semifinal entre Inglaterra e EUA na Copa do Mundo

Edina Alves, Neuza Back e Tatiane Sacilotti formam o trio de arbitragem que vai apitar o jogo Inglaterra x Estados Unidos. Essa é mais uma visibilidade que a Copa do Mundo oferece para mostrar a dedicação e o talento das mulheres no futebol.

Se engana quem pensa que o Brasil está fora da semifinal da Copa do Mundo de Futebol Feminino.

É verdade, a seleção brasileira foi eliminada nas oitavas de final pela França na prorrogação. Mas o que poucos sabem é que no estádio de Lyon, nesta terça-feira(2), três brasileiras entrarão em campo com uma missão tão importante quanto a das seleções que disputam o Mundial.

Edina Alves, Neuza Back e Tatiane Sacilotti formam o trio de arbitragem que vai apitar o jogo Inglaterra x Estados Unidos. Essa é mais uma visibilidade que a Copa do Mundo oferece para mostrar a dedicação e o talento das mulheres no futebol. 

Semifinal: Inglaterra x Estados Unidos

As duas seleções se encontraram apenas uma vez em Copas do Mundo. Em 2007, na China, as americanas eliminaram as inglesas nas quartas de final com o placar de 3 x 0. 

O encontro mais recente das duas equipes foi em março deste ano na Copa She Believes, realizada nos Estados Unidos. As inglesas empataram com as americanas, mas venceram o torneio preparatório para o Mundial. 

Estados Unidos

São a potência do futebol feminino. Participaram de todas as edições do Mundial. Disputaram quatro das sete finais de Copas do Mundo. Perderam apenas um vez, em uma disputa acirrada nos pênaltis para o Japão em 2011. A revanche veio na Copa seguinte, quando conquistaram o tricampeonato. 

A campanha das americanas na Copa da França segue impecável. Eliminaram a Espanha nas oitavas de final; e a França, nas quartas de final. 

Inglaterra

O melhor resultado alcançado em Copas do Mundo foi o terceiro lugar em 2015. O sonho de conquistar o título inédito foi interrompido na semifinal, quando foi derrotada pelo Japão por 2 a 1. 

A caminhada da Inglaterra neste Mundial melhora a cada etapa. Passou com facilidade nas fases eliminatórias. Mandou Camarões mais cedo pra casa nas oitavas de final; e Noruega nas quartas de final. 

Semifinal: Holanda x Suécia

O outro jogo da semifinal da Copa do Mundo de Futebol feminino - Holanda x Suécia - está marcado para quarta-feira(3), às 16h, no estádio de Lyon. 

O vencedor do jogo Inglaterra x Estados Unidos disputará a final contra o vencedor de Holanda x Suécia no domingo(7), no estádio de Lyon, às 12h. 

Já os perdedores jogam no sábado(6), às 12h, no estádio de Nice, para definir o terceiro colocado. 

Brasil e Argentina decidem hoje quem vai à final da Copa América

Brasil e Argentina decidem hoje quem vai à final da Copa América

O jogo desta noite, às 21h30, é o sexto entre o Brasil e a Argentina, no estádio do Mineirão, com ampla vantagem brasileira. São quatro vitórias e um empate.

O Brasil e a Argentina abrem na noite de hoje (2) a rodada semifinal da Copa América, que será concluída amanhã (3) entre Chile e Peru. Ao falar sobre a partida, o treinador Tite preferiu manter segredo sobre a escalação da seleção brasileira, não confirmando a presença do lateral esquerdo Felipe Luís. O jogador se recupera de dores musculares na coxa direita. O técnico preferiu elogiar o comportamento da torcida mineira em relação à seleção.

“Vai ser um grande espetáculo. Se a torcida puder trazer todo esse carinho que estamos recebendo desde que a gente chegou aqui em Belo Horizonte para dentro do estádio, nós seremos muito gratos. O Mineirão foi o lugar onde nós recebemos mais carinho do torcedor”, disse Tite ao lembrar a vitória do Brasil sobre a Argentina por 3 a 0 nas Eliminatórias para a Copa do Mundo, em 2016.

O jogo desta noite, às 21h30, é o sexto entre o Brasil e a Argentina, no estádio do Mineirão, com ampla vantagem brasileira. São quatro vitórias e um empate.

O primeiro confronto entre as duas seleções, no Mineirão, foi em jogo amistoso em 1968. O time brasileiro foi formado por atletas que atuavam em Minas Gerais. O Brasil derrotou a Argentina por 3 a 2. Os gols brasileiros foram marcados por Evaldo, Rodrigues e Dirceu Lopes, todos jogadores do Cruzeiro.

Sete anos depois, as duas equipes voltaram a se enfrentar, mas em uma partida oficial, na Copa América de 1975, com jogos de ida e volta. Mais uma vez com uma convocação baseada no futebol mineiro, o Brasil voltou a derrotar a Argentina no Mineirão por 2 a 1, com dois gols do cruzeirense Nelinho.

Após esse jogo, o Mineirão passaria 29 anos sem receber jogos das duas seleções. Esse jejum acabou em 2004, quando Brasil e Argentina se enfrentaram pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, com vitória brasileira por 3 a 1. O grande destaque do jogo foi o então cruzeirense Ronaldo. Ele marcou três gols de pênalti.

Depois dessa partida, a seleção canarinha disputou mais dois jogos pelas Eliminatórias no Mineirão. Em 2008, o time brasileiro empatou em 0 a 0. Já em 2016, a história foi diferente. A O Brasil não tomou conhecimento da Argentina e venceu por 3 a 0, em uma das melhores atuações do time já sob o comando do técnico Tite. Os gols da partida foram marcados por Philippe Coutinho, Paulinho e Neymar.

Para a partida de hoje, a seleção acredita no seu crescimento coletivo e na sua forte defesa, que nesta Copa América ainda não sofreu gol. A Argentina, com uma equipe renovada, aposta no seu principal jogador: Leonel Messi.

“Tenho confiança na minha equipe. Convicção que vamos entrar e fazer um grande jogo. Cada partida tem a sua história. Conto muito com o nosso coletivo. Temos crescido mesmo no sentido de ser um time. É muito difícil de se criar isso numa seleção. Será uma partida que não tem chance para erro”, disse o goleiro Alisson, durante entrevista à imprensa no começo da noite dessa segunda-feira (1º).

Série B: 6 clubes confirmam participação; Competição inicia em setembro

Série B: 6 clubes confirmam participação; Competição inicia em setembro

Picos, Fluminense, Oeirense, Timon, Cori-Sabbá e Comercial vão brigar pelo título e acesso até a 1ª divisão.

(Foto: Samila Milhomen)

As inscrições para o Campeonato Piauiense Série B se encerraram na tarde da última segunda-feira (1º).  A competição terá seis equipes brigando por titulo e por consequência pelo acesso até a divisão principal. Picos, Fluminense, Oeirense, Timon, Cori-Sabbá e Comercial. Com seis times a competição que não acontece desde 2016 terá a mesma quantidade de equipes da 1ª divisão.

Quem ficou de fora foi a equipe do Ferroviário, do Litoral, por conta da falta de patrocínios. O principal objetivo da segunda divisão é inserir duas equipes no Piauiense 1ª divisão e assim a competição principal do futebol do estado voltar a ter oito times em 2020.

A previsão é que a Série B do Piauiense inicie no mês de setembro. O formato da competição e regulamento serão definidos na tarde de hoje (2) em arbitral com os dirigentes e presidente da FFP (Federação de Futebol do Piauí) Robert Brown.

Raphael Freiras irá vestir camisa do Picos na Série B (FOTO: Luís Junior)

Nas últimas semanas as equipes que confirmaram participação também já demonstraram estar adiantadas quanto a formação dos elencos. O Fluminense terá Anibal Lemos como técnico. O Picos será comandado por Adelmo Soares e o atacante Raphael Freitas, ex-Altos, será o principal nome do elenco. 

01 de julho de 2019

Ala direita do Vasco pode ser trunfo no segundo semestre

Ala direita do Vasco pode ser trunfo no segundo semestre

Dos cinco gols feitos nos compromissos até aqui três aconteceram após jogadas construídas pelo setor.

O período de treinamentos do Vasco tem exposto algo que pode ser um diferencial neste segundo semestre: o bom entrosamento que a equipe mostra pelo lado direito. Dos cinco gols feitos nos compromissos até aqui - jogo-treino contra Madureira e amistoso com Rio Branco, do Espírito Santos - três aconteceram após jogadas construídas pelo setor. E pode-se dizer que tal alteração tem o dedo do técnico Vanderlei Luxemburgo.

Logo que chegou a São Januário, o treinador recuou Pikachu, que vinha atuando como atacante, e colocou Rossi como titular. Até o momento, a dupla vem se entendendo e, com boa movimentação, criando opções.

Um ponto que vem sendo bastante explorado é a velocidade de ambos, tanto ofensiva quanto defensivamente. Tal característica faz também com que o lado direito possa ser uma "válvula de escape", além do aumento do volume de jogadas em profundidade - Rossi é o oitavo jogador no Brasileiro que mais realiza cruzamentos.

Há, porém, um problema ainda a ser resolvido pela diretoria. Neste estilo de jogo, enxerga-se a necessidade de um camisa 9, algo que a cúpula busca no mercado, mas, até o momento, não conseguiu entregar a Luxemburgo, que vem usando o jovem Tiago Reis e fazendo testes com Valdívia.

"É importante. Sabíamos que, apesar de ser um amistoso, tínhamos um compromisso. Tivemos um amistoso já, e sabíamos que tínhamos que movimentar o grupo", disse Pikachu, após vitória por 2 a 0 sobre o Rio Branco. Luxemburgo tem mantido a formação 4-3-3, fazendo também uma aproximação das peças do meio de campo para trocas de passes - nas duas partidas, Marcos Júnior fez esse papel.

Chegada de Biro Biro ao Botafogo acirra disputa interna

Chegada de Biro Biro ao Botafogo acirra disputa interna

Com a chegada de Biro Biro, o treinador ganha mais opções para uma função que é importante para o estilo de jogo adotado.

O Botafogo tem negociações avançadas para contar com o atacante Biro Biro, que estava no São Paulo, e o anúncio pode acontecer ainda nesta semana. A chegada do jogador acirra a disputa por uma vaga em um setor do time em que o encaixe ideal vem sendo buscado desde o início da temporada, mas com o lado esquerdo ainda indefinido.

Depois de um bom 2018, Luiz Fernando caiu de rendimento e, ainda sob o comando do técnico Zé Ricardo, perdeu a vaga para Pimpão. O camisa 17, porém, alternou bons e maus momentos. Já com Barroca à beira do gramado, Luiz Fernando voltou a ter oportunidade, agradou e retomou espaço na equipe.

Na direita, por outro lado, Erik, que caiu nas graças da torcida no ano passado, tem sido absoluto e nome importante no elenco. A princípio, não parece ameaçado. Agora, com a chegada de Biro Biro, o treinador ganha mais opções para uma função que é importante para o estilo de jogo adotado. Com um time que tem mais a posse de bola, Barroca tem explorado bastante os pontas, não à toa Erik, Pimpão e Luiz Fernando têm boas estatísticas no Campeonato Brasileiro.

O reforço pode também auxiliar como mais uma opção em uma formação que visa explorar a versatilidade de Diego Souza, que chegou para ser centroavante, mas, com o atual treinador, ganhou liberdade de jogar "chegando de trás". Apesar da iminente chegada do reforço, o Botafogo ainda está no mercado e, agora, foca em um camisa 10 - Marlone, ex-Vasco e Fluminense está no radar da diretoria.

Corinthians aposta em preparação especial para condicionar Jadson

Corinthians aposta em preparação especial para condicionar Jadson

Segundo apurou a reportagem, o departamento de futebol corintiano tem um cuidado especial com o meio campista de 35 anos.

Na derrota para o Botafogo-SP por 2 a 1, em amistoso no último sábado, ficou claro que o Corinthians tem dificuldade para criar oportunidades. Por isso, muitos torcedores perguntaram qual motivo fez Fábio Carille não escalar Jadson. Principal articulador da equipe alvinegra, o meia ainda está em processo de fortalecimento muscular durante esta intertemporada e, talvez, atue nos próximos confrontos preparativos - contra o Vila Nova e o Londrina - antes do retorno ao Campeonato Brasileiro.

Segundo apurou a reportagem, o departamento de futebol corintiano tem um cuidado especial com o meio campista de 35 anos. Tal fato tem algumas explicações. Por ele ser veterano, a resposta na preparação física pode ser um pouco mais lenta, principalmente em casos de lesão. Desta maneira, a ideia é prevenir ao máximo as contusões. Outro ponto é a falta de um jogador com as mesmas características e qualidades do que ele no elenco.

"Temos que ter um olhar especial para ele, mas ele tem correspondido para nós aqui dentro, tem conduzido bem. Espero que neste retorno ele tenha uma condição ainda melhor do que teve. Para ser o meia que ele é: que chega, cria chances e faz gols", disse o preparador físico Walmir Cruz.

"É um caso específico, pela idade dele. É preciso saber o que fazer neste aspecto físico. Ele tem feito um pré-treino e se dedica bastante. Conversei com ele e expliquei que um atleta de uma determinada idade ganha mais tempo quando muda a alimentação. Ele não está abaixo dos outros em nenhum aspecto. Para quem não conhece ele pode parecer abaixo", completou Walmir.

O time alvinegro volta a jogar no Nacional no domingo, dia 14 de julho, na Arena, contra o CSA. O time da capital soma 12 pontos (três vitórias, três empates e duas derrotas) na décima posição na tabela de classificação.

Estratégia de Neymar ao vazar fotos pode isentá-lo de crime virtual

Estratégia de Neymar ao vazar fotos pode isentá-lo de crime virtual

Neymar é investigado em inquérito policial no Rio de Janeiro pelo vazamento de fotos de Najila Trindade e pode ser indiciado por crime virtual.

No entanto, as estratégias usadas pelo jogador ao publicar o vídeo em seu Instagram para se defender podem acabar isentando o atleta, segundo especialistas ouvidos pelo UOL Esporte.

Em seu depoimento na Delegacia de Repressão de Crimes de Informática (DRCI), no Rio de Janeiro, ao qual a reportagem teve acesso, o jogador afirma que não foi o responsável por publicar o vídeo em seu Instagram . Ele diz que encaminhou o vídeo gravado e as conversas do aplicativo para o seu pai para que fossem enviadas à equipe de comunicação, que teria sido a responsável pela divulgação. Também em depoimento, o assessor Alex Bernardo assumiu a autoria do fato.

Na visão do professor de direito digital no MBA da FGV, Luis Augusto D'Urso, quem deve ser responsabilizado é quem praticou a ação, ainda que Neymar tenha tido ciência da publicação posteriormente em sua rede social. "Se eventualmente, o Ministério Público entender que houve o crime do 218C do Código Penal consumado nessa publicação feita supostamente pelo assessor do Neymar, o processo crime deveria ser contra ele, pois quem cometeu o suposto fato criminoso seria o assessor. O autor que causa é o responsável pelo crime. E o Neymar, ao solicitar a postagem, diz que desejava exclusivamente esclarecer os fatos. Portanto, não teria contribuído para o fato supostamente criminoso", analisou.

O inquérito apura se Neymar deveria ser enquadrado no artigo 218C do Código Penal, que fala em distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio "fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha (...), sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia".

Outro fato que pode pesar a favor de Neymar é a intenção da publicação. Em seu depoimento, ele ressaltou que "deu determinações expressas à sua equipe para que em momento algum fosse exposto o nome, o rosto ou partes íntimas da mulher, pois não era sua intenção de forma alguma. Tanto assim que no vídeo que gravou não expôs o nome dela nenhuma vez", diz trecho do depoimento.

O jogador afirmou ainda que não teve a intenção de lesionar a vítima  e que seu único objetivo foi "se defender de uma falsa acusação de um crime extremamente grave. (...) Que a única forma de se defender da acusação que estava sofrendo, pela qual estava sendo massacrado publicamente, seria esclarecendo os fatos e a verdade sem cortes", disse em depoimento.

O assessor de Neymar, Alex Bernardo, corroborou o discurso do atleta. Ele admitiu que fez a postagem, mas não a edição do vídeo. Em seu depoimento, disse que publicou no Instagram após receber o arquivo do técnico em informática contratado pelo serviço. Afirmou que não enviou o vídeo editado para Neymar antes da postagem e que "conversou com Neymar por áudio e vídeo e ele solicitou que o nome dela fosse apagado e as fotos de nudez fossem borradas de modo a não identificá-la", segundo o documento.

D'Urso considera que, se Neymar, de fato, deu ordens para que Najila Trindade fosse preservada, não poderia ser considerado o mandante de um suposto crime. Isso também reforçaria a ideia de que a publicação do vídeo teria o intuito de proteger o atleta, e não de expor a modelo.

"Na minha opinião o Neymar não comete crime ao postar as fotos, segundo o artigo 218C, pois ele desfocou as fotos de nudez e pornografia. A ordem não é vazar fotos de nudez, é divulgar desfocando inclusive o nome. Dessa forma, o Neymar não demonstra vontade de cometer o crime, não seria nem o mandante". "Com relação a algumas fotos em que é possível identificar uma parte íntima ou outra, é possível notar que não houve vontade de quem postou em divulgar conteúdo íntimo, e sim, em explicar os fatos. O que por falta de dolo, também afastaria o crime de vazamento", afirma D'Urso.

Vanessa Souza, especialista em leis de tecnologia e crimes na internet, tem entendimento parecido em alguns pontos. Ela esclarece que o fato de a publicação ter sido feita no Instagram pessoal do atleta não quer dizer que necessariamente ele deva ser responsabilizado por ação ou omissão.

"Se ele não for o responsável pela divulgação, se encaminhou para a equipe e deu determinações para que em momento algum fosse exposto nome, partes íntimas, ele pode não ser responsabilizado por não incorrer conduta delitiva. Se ele falou para não divulgar, mas um terceiro divulgou, vai caber ao Ministério Público investigar a relação de causalidade dos fatos", explica ela.

"E também não houve intenção, tanto na modalidade de ação ou omissão, de lesionar a moça, nem de enfraquecer a acusação da vítima, mas apenas de se proteger de uma eventual acusação indevida. Haja vista que, mesmo que seja absolvido, danos serão irreparáveis e terá sido prejudicado".

Tite vê atuação de reservas mudarem cara do jogo da seleção

Tite vê atuação de reservas mudarem cara do jogo da seleção

A possibilidade de mudar a cara do jogo com os homens do banco tem deixado Tite satisfeito.

Na estreia da seleção brasileira na Copa América, Tite creditou boa parte da melhora no intervalo e da vitória por 3 a 0 sobre a Bolívia à entrada de Fernandinho. O placar foi definido em um bonito gol de Everton, outro que saiu do banco. 

O tropeço não foi evitado no jogo seguinte, mas Everton se saiu tão bem no empate por 0 a 0 com a Venezuela que ganhou a posição, o mesmo ocorrendo com Gabriel Jesus. 

O padrão se manteve na vitória por 5 a 0 sobre o Peru: já estava fácil, mas Wilian deixou a área dos suplentes para anotar um gol de categoria e ganhar a confiança do chefe. Tite vê atuação de reservas mudarem cara do jogo da seleção brasileira.

Na partida subsequente, voltou a ser acionado e ter boa participação: parou na trave no tempo normal do empate por 0 a 0 com o Paraguai, mas abriu a disputa por pênaltis vencida por 4 a 3. 

Essa possibilidade de mudar a cara do jogo com os homens do banco tem deixado o treinador satisfeito. Enfrentando geralmente adversários muito bem preparados para frear suas principais jogadas de ataque, o Brasil precisa de alternativas, e a produção dessas opções de se gundo tempo vem sendo aprovada. 


Foto: Folhapress

"A entrada de todos tem feito uma diferença grande. Às vezes, é difícil para o cara ficar fora. Mas, quando aparece a oportunidade, o pessoal está correspondendo. O grupo tem uma capacidade muito forte", afirmou o treinador. 

Dos 23 jogadores inscritos pelo Brasil na Copa América, já entraram em campo 18. Só não foram utilizados os goleiros Cássio e Ederson, o lateral direito Fagner e os zagueiros Militão e Miranda. Do meio para a frente, todos tiveram oportunidade, mesmo que por alguns minutos. 

Tite conta novamente com essa força na fase aguda da competição. As opções de banco podem ser necessárias no confronto com a Argentina, na próxima terça-feira (2), no Mineirão, em Belo Horizonte. 

Se tudo correr como espera o comandante, a seleção voltará a jogar no domingo (7), no Maracanã, no Rio de Janeiro, na decisão da Copa América

Aposta de Cuca deixa Santos com apenas um gol em dez meses

Aposta de Cuca deixa Santos com apenas um gol em dez meses

Felippe Cardoso foi emprestado ao Ceará até dezembro para ganhar mais experiência.

Com contrato na Vila Belmiro até o fim de 2023, Felippe Cardoso não seguirá no Santos nesta temporada. O atacante de apenas 20 anos foi emprestado ao Ceará até dezembro deste ano para ganhar experiência e, principalmente, esfriar uma relação que não vinha sendo das mais saudáveis com o clube paulista, especialmente com as comissões técnicas dos times principal e sub-23. 

Felippe Cardoso já não entrava em campo pelo Santos desde 20 de março, na distante derrota por 4 a 0 para o Botafogo-SP, pelo Campeonato Paulista. Portanto, há mais de três meses. 

Indicado pelo técnico Cuca, o atacante chegou ao clube no início de setembro do ano passado após se destacar pela Ponte Preta. Estreou no empate contra o São Paulo, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, entrando no segundo tempo e atuando por apenas 20 minutos. 


Felippe Cardoso - Foto: Reprodução/Instagram

Depois disso, voltou a sofrer com uma pubalgia, lesão que o perseguia desde a Ponte Preta, e começou a tratar a lesão em tempo integral. Melhorou, e conseguiu voltar a jogar nas três últimas rodadas do Brasileiro, contra Botafogo, Atlético-MG e Sport, os três jogos como titular - contra o time mineiro, marcou seu único gol com a camisa do Santos até aqui. Com o fim do ano e a troca de Cuca por Sampaoli, Felippe Cardoso perdeu espaço. Até começou 2019 como titular, nas partidas contra Ferroviária e São Bento, mas não aproveitou as chances e virou reserva. Depois disso, só foi a campo mais cinco vezes, sendo a última delas marcada por uma das piores derrotas do Santos na temporada: 4 a 0 contra o Botafogo-SP, pelo Paulista. 

Sem espaço, Felippe Cardoso deixou a sua situação no Santos ainda pior quando se recusou a jogar pelo com o time sub-23 no Campeonato Brasileiro de Aspirantes. O atacante ligou para o técnico Leandro Mehlich na véspera do jogo contra o Coritiba, no estádio Ulrico Mursa, e avisou que não iria atuar, irritando não só o treinador da categoria, mas também a comissão de Sampaoli. 

O Santos via no sub-23 uma oportunidade de Felippe Cardoso ganhar mais experiência, uma vez que, até aqui na carreira, só defendeu o modesto Osvaldo Cruz-SP e a Ponte Preta, por menos de seis meses. Mas a recusa para atuar no time de baixo irritou comissões técnicas e diretoria e fez o jogador até passar a treinar separado do restante do elenco santista. 

Sem clima para continuar, Felippe Cardoso chamou a atenção do Ceará, que acertou a contratação do jogador por empréstimo, até o fim do ano. No novo clube, o atacante tem a chance de ganhar experiência, mostrar serviço e esfriar a relação turbulenta que vinha tendo dentro da Vila Belmiro. Agora, resta esperar para ver como será sua passagem na equipe comandada pelo ex-santista Enderson Moreira.

Verstappen vence GP da Áustria em final emocionante

Verstappen vence GP da Áustria em final emocionante

Após largar mal, o piloto da Red Bull se recuperou de forma espetacular, ultrapassou Charles Leclerc nas últimas voltas e cruzou a linha de chegada na liderança.

Max Verstappen brilhou no domingo (30) e conquistou o Grande Prêmio da Áustria de Fórmula 1 para delírio da "invasão laranja" presente em Spielberg. Após largar mal, o piloto da Red Bull se recuperou de forma espetacular, ultrapassou Charles Leclerc nas últimas voltas e cruzou a linha de chegada na liderança. 

Agora, os pilotos retornam à pista para o Grande Prêmio da Grã-Bretanha. A corrida será no dia 14 de julho, às 11h10, no circuito de Silverstone. 

O Grande Prêmio da Áustria começou agitado, com as Mercedes arrasando. Após largar em quarto, Lewis Hamilton disputou roda a roda com Lando Norris e conseguiu ganhar uma posição. Max Verstappen levou a pior e Valterri Bottas roubou o segundo lugar. 

Em contrapartida, o pole position Charles Leclerc teve uma largada tranquila e chegou a abrir a vantagem de 2.2s sobre Bottas nas primeiras voltas da corrida. 


O piloto se recuperou de forma espetacular nas últimas voltas - Foto: Folhapress

Após largar mal, Verstappen perdeu a segunda colocação e foi parar em sétimo. Apesar disso, o piloto da Red Bull começou a se recuperar logo no início da corrida. 

Ele ultrapassou Lando Norris e foi para cima de Raikkonen até conseguir chegar na quinta posição. 

Após sofrer problemas com seu carro no treino classificatório, Vettel largou da décima colocação, mas conseguiu ir para a quarta posição. Apesar disso, a Ferrari errou no pit stop do piloto, o alemão perdeu tempo e foi parar na oitava colocação. 

A briga pelo terceiro lugar foi acirrada. 

Verstappen começou a perseguir Vettel e foi ganhando tempo, até que ficou a menos de um segundo do alemão. O piloto da Red Bull abriu a asa e foi para cima do adversário por fora, que se manteve firme na terceira posição. Verstappen insistiu e, com a asa aberta, ultrapassou Vettel para delírio da torcida presente em Spielberg. 

Após ultrapassar Vettel, Verstappen partiu para cima de Bottas pelo segundo lugar. Em pouco tempo, o holandês se aproximou do piloto da Mercedes e conseguiu fazer a ultrapassagem com tranquilidade. 

Max Verstappen seguiu voando na pista e foi para a briga pelo lugar mais alto do pódio. Em disputa de tirar o fôlego, o piloto holandês ficou roda a roda com o monegasco e conseguiu a ultrapassagem.

Thiago chama Messi de

Thiago chama Messi de "maior da história" e pede marcação dobrada

Em sua ode ao argentino, o zagueiro apontou que o que o diferencia é a imprevisibilidade, ainda que o veterano de 32 anos tenha a preferência de cortar da direita para a esquerda.

Thiago Silva chamou Lionel Messi de "melhor jogador do mundo" algumas vezes durante a entrevista que concedeu após o treino da seleção brasileira na região metropolitana de Belo Horizonte. Houve momentos em que os elogios se tornaram ainda maiores ao atacante da Argentina, adversário do time verde-amarelo nas semifinais da Copa América. 

"Para mim, é o maior jogador da história. É o maior jogador que vi jogar. É um privilégio enfrentá-lo, mas agora é Brasil contra Argentina. Vamos enfrentá-lo e deixar para admirá-lo mais para a frente", disse o beque de 34 anos, que foi então questionado se colocava o rival da próxima terça-feira (2) como um jogador superior a Pelé. 

"Dos que eu vi jogar, é o maior. Não vi Pelé, não vi Zico, não vi jogadores de que se fala muito, como o Maradona. O único que vi jogar dessa maneira foi o Messi, diferente de todos os outros, embora eu tenha visto outros muito bons. Vi Ronaldinho, Ronaldo Fenômeno, Adriano, joguei com Seedorf, mas ao Messi acho que não tem igual", esclareceu Thiago. 


Thiago Silva enalteceu Messi - Foto: Rafael Ribeiro / CBF / Fotos Públicas

Em sua ode ao argentino, o zagueiro apontou que o que o diferencia é a imprevisibilidade, ainda que o veterano de 32 anos tenha a preferência de cortar da direita para a esquerda. Ele lembrou que Boateng, do Bayern de Munique, em um lance marcante de 2015, literalmente caiu nessa, sendo entortado em um golaço do craque do Barcelona, com drible para a direita. ]Segundo Thiago Silva, que já enfrentou o atacante em jogos de clubes e de seleções, o melhor remédio é resistir à tentação de tentar o desarme, que pode ser fatal. E não ter o pudor de contar a ajuda de ao menos um companheiro. 

"Quando ele tiver o domínio, que não se busque roubar a bola, mas dobrar a marcação em cima dele", receitou. "Antes disso, a gente precisa neutralizar as jogadas do time para que a bola não chegue tão limpa a ele. Que chegue em uma situação de dividida", acrescentou. 

Pode ajudar nessa tarefa algo que tem sido um problema na Copa América: a qualidade dos campos. Está difícil para Messi receber a bola rolando nos terrenos irregulares, motivo de reclamação do próprio craque. Mas esse eventual auxílio não é visto por bons olhos por Thiago Silva, mais um cheio de ressalvas à organização da Copa América. 

"Todos vocês sabem a qualidade dos gramados como está. Não somos só nós que estamos reclamando. Vários jogadores já reclamaram. Era o mínimo que tinha que ser feito por uma qualidade maior nos jogos", disse o atleta do Paris Saint-Germain, listando também outros problemas. 

Brasil e Argentina medirão forças na amanhã (2) - Foto: Folhapress

"Para um público maior, poderia ter um ingresso mais barato. E a logística dos hotéis em dia de jogo está sendo muito difícil. Em São Paulo, levamos uma hora para chegar a um treino. Que nas próximas vezes encontrem uma solução melhor. Mas o primordial de tudo é ter um bom gramado", concluiu o defensor. 

Em Belo Horizonte, no campo do Mineirão, menos criticado do que outros, Brasil e Argentina medirão forças na próxima terça-feira (2), a partir das 21h30 (de Brasília). Quem sobreviver ao clássico jogará a final da competição no domingo (7), no Maracanã, no Rio de Janeiro, contra o vencedor do duelo entre Chile e Peru.