• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Após conquistar 7 ouros em Pan, Luís Carlos pensa em Mundial

O piauiense está de mala pronta para Hungria, onde disputa o Mundial da modalidade que vale classificatória para as Olimpíadas de Tóquio 2020.

11/07/2019 09:49h

O paratleta Luís Carlos Cardoso viveu nos últimos dias uma verdadeira maratona de competições. O piauiense disputou o Pan-Americano e Sul-Americano de paracanoagem, em São Paulo, e subiu ao pódio sete vezes, com direito a 100% de aproveitamento, foram sete medalhas de ouro. O piauiense está de mala pronta para Hungria, onde disputa o Mundial da modalidade que vale classificatória para as Olimpíadas de Tóquio 2020.

“O pódio eu sempre busco, né? Tentar chegar e conquistar medalhas, mas eu não esperava pódio em todas as sete provas porque foi uma atrás da outra, teve prova que eu nem sai da água, tanto no caiaque como na canoa, como no revezamento, foi muito bom”, relembra Luís Carlos Cardoso.


Luís Carlos agora se prepara para o maior desafio na temporada 2019, que é o Mundial - Foto: Arquivo O Dia

Foram três medalhas no caiaque: 200 metros KL1 (44" 58), 500m KL1 (2' 25" 09) e na prova de revezamento, competindo com os atletas Uilian Ferreira Mendes(KL2), Caio Ribeiro de Carvalho(KL3) e Igor Alex Tofalini(VL2). Na canoa, Luís Carlos foi campeão 200m VL2 (54" 95) e 500m VL2 (2' 33" 22). As provas de 200m e 500m na categoria Kl2 também valeram pontos no Sul e Pan-Americano e por isso o piauiense medalhou e chegou aos sete ouros.

Feliz com seus resultados, Luís Carlos agora se prepara para o maior desafio na temporada 2019, que é o Mundial. “Já viajo para Hungria na próxima semana para a aclimatação e no começo de agosto acontece o Mundial, em que eu preciso chegar pelo menos em sexto lugar para garantir essa vaga em Tóquio 2020”, conta.

O Mundial de Paracanoagem acontece nos dias 3 e 4 de agosto, na cidade de Segeti, na Hungria. (Pamella Maranhão)

Por: Pâmella Maranhão - Jornal O Dia

Deixe seu comentário