• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • Clínica Shirley Holanda
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Ceará vira contra o Bahia no fim e deixa Cruzeiro na zona da degola

O resultado representou um alívio para os alvinegros na tabela de classificação e devolveu o Cruzeiro à zona de rebaixamento.

22/10/2019 11:32h

O Ceará derrotou o Bahia por 2 a 1, nesta segunda-feira (21), no estádio Pituaçu, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado representou um alívio para os alvinegros na tabela de classificação e devolveu o Cruzeiro à zona de rebaixamento.


Leia também:

A vitória deixou o Ceará com 29 pontos, na 15ª colocação. Ainda fora da zona de rebaixamento, o Fluminense tem a mesma pontuação. Logo atrás, abrindo o grupo dos últimos quatro colocados, está o Cruzeiro, com 28.

Com o tropeço, o Bahia perdeu a chance de alcançar a zona da Libertadores. A equipe de Roger Machado permaneceu na oitava colocação, com 41 pontos, mesmo número do Grêmio, que está uma posição à frente. Fechando o G-6, está o Inter, com 42.

O primeiro tempo do time do Ceará, que luta contra o rebaixamento, foi bom. O time conseguiu neutralizar os principais jogadores do Bahia, mas teve dificuldade no ataque, faltou velocidade na criação das jogadas. O Ceará teve chances claras de gol, teve dificuldades de marcar, mas encontrou dois gols no final do jogo com o zagueiro Luiz Ótávio, que deixou a partida muito emocionado pelo feito.

O time do Bahia não fez uma grande partida antes do intervalo. Lutando para conquistar uma vaga na Libertadores, o time baiano não finalizou bem e errou passes e cruzamentos. Faltou articulação na criação ofensiva e presença de área. Com as substituições do técnico Roger Machado, o time do Bahia melhorou e foi em busca do resultado, mas não conseguiu parar o time do Ceará, que cresceu e venceu o jogo.

O jogo começou com chances dos dois lados do campo. Bem equilibrado nos primeiros minutos da partida, o Bahia teve uma chance clara de gol com cruzamento com Gilberto, que caiu na área e reclamou de pênalti.

O primeiro tempo da partida acabou empatado em 0 a 0. Tiveram poucas chances claras de gol, mas muitos erros de finalização. A marcação do Ceará conseguiu parar o ataque do Bahia, liderado por Gilberto, que não criou muito para o time e foi substituído no segundo tempo. O Ceará também não aproveitou as poucas chances que teve, pois a marcação do Bahia estava ligada.

Após a falta do jogador Élber do Bahia, o Ceará fez uma bela cobrança com João Lucas, mas o goleiro fez uma ótima defesa de mão trocada.

No começo do segundo tempo o time do Ceará se destacou mais no jogo, com boas chances para abrir o placar. O time cresceu diante de um Bahia melhor posicionado na tabela e obrigou o goleiro Douglas a fazer defesas difíceis.

Na metade do segundo tempo, com substituições dos dois lados, o Bahia tentou buscar o resultado, enquanto o Ceará continuava lutando para abrir o placar.

Arthur Caike aos 23 minutos do segundo recebeu um lançamento na cara do gol e chutou na saída do goleiro Diogo, que fez uma ótima defesa com uma das pernas. O Bahia quase abriu o placar.

Após uma falta marcada para o Bahia aos 31 minutos do segundo tempo, Marco Antônio cobrou na primeira trave e Artur desviou de cabeça, sem chance para o goleiro Diogo.

Aos 40 minutos do segundo tempo, o zagueiro do Ceará Luiz Otávio subiu e empatou de cabeça, iniciando a reação alvinegra. Aos 49 minutos, de novo, o zagueiro conseguiu a importante virada para o time do Ceará em um cabeceio após cobrança de escanteio da esquerda.

Fonte: FolhaPress

Deixe seu comentário