• Piauí Férias de Norte a Sul
  • SOS Unimed
  • Ecotur 2019
  • Novo app Jornal O Dia

Com gol histórico de Marta, Brasil vence Itália e avança na Copa do Mundo

Com 17º gol numa Copa do Mundo, Marta ultrapassou Klose e é a maior artilheira da história de mundiais masculinos e femininos.

18/06/2019 18:04h - Atualizado em 18/06/2019 19:11h

Com um gol de Marta, de pênalti, aos 29 minutos do segundo tempo, o Brasil venceu a Itália por 1 a 0, no Stade du Hainaut, em Valenciennes, França, e carimbou sua vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo de futebol feminino.

jogo foi disputado a partir das 16 horas desta terça-feira (horário de Brasília), e a seleção brasileira precisava pelo menos de um empate para seguir na Copa.

Com a vitória, a seleção brasileira encerrou a etapa classificatória com 6 pontos, mesma pontuação conquistada pelas italianas e pelas australianas. Nos critérios de desempate, porém, o Brasil ficou na terceira colocação, com a Itália em primeiro e a Austrália em segundo.

Jogadoras brasileiras comemoram gol da vitória sobre a Itália nesta terça-feira (Foto: Divulgação CBF)

Além das duas primeiras seleções de cada um dos seis grupos, também se classificam para as oitavas as quatro melhores terceiras colocadas.

O adversário da seleção ainda será definido, mas deve ser França ou Alemanha. 

Gol histórico

Marta fez o seu 17º gol em Copas do Mundo, ultrapassando Klose e se tornando a maior artilheira da história de mundiais masculinos e femininos.

A camisa 10 do Brasil já havia marcado três vezes na Copa de 2003, sete vezes na Copa de 2007, quatro vezes na Copa de 2011, uma vez na Copa de 2015 e e chega ao seu segundo gol nesta edição (o primeiro foi na partida contra a Austrália, na qual as brasileiras perderam de virada, por 3 a 2).

Brasil conseguiu mesma pontuação de Itália e Austrália, mas ficou em terceiro lugar nos critérios de desempate (Foto: Divulgação CBF)

O jogo

Em ritmo intenso, a seleção brasileira tentou controlar as ações. Com as linhas avançadas, o Brasil chegou a pressionar a saída de bola e sondar a área das adversárias, mas foi a Itália que criou primeira grande chance. Aos quatro minutos, Bárbara se esticou toda e espalmou o chute rasteiro de Bonansea. A seleção manteve a postura ofensiva e emplacou uma blitz com uma sequência de quatro escanteios consecutivos a partir dos 16 minutos. Na primeira cobrança de Marta, Debinha antecipou a marcação, emendou de letra e por pouco não surpreendeu a goleira Giuliani, que pegou no susto. Na segunda tentativa, Marta cobrou fechado e quase anotou um gol olímpico. Aos 39 minutos, Bárbara levou a melhor novamente para cima da atacante Bonansea e parou o contra-ataque italiano.

Marta bateu recorde de gols marcados em mundiais masculinos e femininos (Foto: Divulgação CBF)

A seleção brasileira voltou pressionando as italianas. Logo aos seis minutos, Andressinha ficou muito perto de abrir o marcador em cobrança de falta, mas a bola explodiu no travessão. Aos 10, Kethellen subiu mais alto que as adversárias e, de cabeça, assustou a goleira Giuliani, que viu a bola tirar tinta da trave. Com maior volume de jogo, o Brasil continuou em cima e chegou ao gol da vitória aos 28 minutos. Após Debinha ser derrubada na área, Marta mostrou categoria para definir a partida e entrar para a história dos Mundiais ao alcançar a marca de 17 gols na competição.

Veja mais imagens da partida entre Brasil e Itália pela Copa do Mundo de futebol feminino:


Fotos: Divulgação Fifa

Com informações da CBF

Por: Cícero Portela

Deixe seu comentário