• Jovens escritores 2018
  • Patrimônio 30/04
  • banner marcas
  • Marcas Inesquecíveis 2018 26/03

Fifa irá pagar R$ 800 milhões para clubes que cederem atletas

A entidade máxima do futebol mundial deve arcar com um valor de 7 mil euros diários para cada atleta que disputará o torneio

04/01/2018 11:51h - Atualizado em 04/01/2018 11:56h

Sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2018. Putin com o presidente da FIFA, Gianni Infantino. (Foto: RIA Novosti)

A Fifa já sabe quanto pagará para cada clube que ceder um jogador para a disputa da Copa do Mundo de 2018, que acontece na Rússia. Segundo informações divulgadas pelo jornal AS, a entidade máxima do futebol mundial deve arcar com um valor de 7 mil euros (R$ 27,7 mil) diários para cada atleta que disputará o torneio. O montante seria retirado de uma quantia total de 209 milhões (R$ 816 milhões) separados para este fim.

O valor para esta edição representa um aumento de 149 milhões de euros (R$ 580 milhões) em relação à Copa ocorrida no Brasil á quatro anos atrás, quando a Fifa direcionou 60 milhões de euros (R$ R$ 234,5 milhões, na cotação atual), para arcar os clubes.

Ainda segundo a publicação, os clube que quiserem ter o direito de receber em caso de jogadores convocados precisam preencher um formulário em que afirmam concordar com as diretrizes da entidade. O documento deve ser entregue a Fifa até o próximo dia 10 de janeiro.

Os clubes devem começar a receber este dinheiro cerca de duas semanas antes da abertura do torneio, marcada para o dia 14 de junho. O benefício para o clube será entregue até um dia depois da eliminação de seu atleta da competição.

Caso o jogador seja negociado durante este período, o valo automaticamente começará a ser entregue ao novo clube do atleta, assim que o seu contrato seja registrado pela entidade. A Fifa promete ainda analisar individualmente os casos em que gerarem alguma discussão.


Deixe seu comentário