• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Corinthians desiste de comprar o zagueiro Manoel

O Athletico-PR, que detém a maior parte dos direitos econômicos do atleta, exigiu um valor muito alto para a diretoria alvinegra.

29/09/2019 09:45h - Atualizado em 29/09/2019 09:54h

O zagueiro Manoel não deve permanecer no Corinthians em 2020. Segundo apurou a reportagem, o clube paulista desistiu de contratar o defensor em definitivo após o Athletico-PR, que detém maior parte dos direitos econômicos do atleta, exigir um valor considerado surreal para a diretoria alvinegra em negociação aberta recentemente.

Manoel pertence ao Cruzeiro e foi emprestado ao Timão até o fim desta temporada. No entanto, o clube paranaense possui 70% dos direitos econômicos do zagueiro, enquanto o clube mineiro só detém 20%. Os 10% restantes pertencem ao próprio jogador.


Leia também: Corinthians busca feito improvável para ir à final da Sul-Americana 


Pelos 70%, o Athletico pediu 4 milhões de euros (cerca de R$ 18 milhões). O Corinthians considera o valor abusivo por dois motivos: Manoel já tem 29 anos e chegou em baixa antes de sua transferência para o clube de Parque São Jorge.

Com este valor, a diretoria corintiana acredita que pode reforçar o setor com até dois jogadores, além de buscar zagueiros mais jovens e promissores no mercado do futebol. Vale ressaltar que o clube paulista ainda aposta bastante que Bruno Méndez, zagueiro uruguaio, deve "vingar" com a camisa alvinegra.

Manoel iniciou a sua trajetória no Corinthians bastante criticado pela torcida, quando formou dupla de zaga com Henrique no segundo semestre deste ano. No entanto, o defensor evoluiu depois que passou a atuar ao lado de Gil.


Foto: Reprodução/Instagram

O zagueiro de 29 anos até se destacou nos últimos jogos, mas falhou justamente na partida mais importante do Corinthians no ano até aqui. Manoel errou o "carrinho" e viu Sánches empatar o jogo para o Independiente del Valle na última quarta-feira, em Quito, quando o Timão estava próximo de fazer o segundo gol que precisava para levar a semifinal para os pênaltis. Por fim, o jogo terminou empatado por 2 a 2, com a desclassificação do Alvinegro.

Internamente os dirigentes corintianos alegam que a falha não influenciou no futuro de Manoel no Corinthians, pois o Athletico já havia feito o alto pedido antes do fatídico lance no Equador.

Antes de iniciar as negociações, o Corinthians já previa dificuldades para manter Manoel para a próxima temporada. Os dirigentes corintianos já alegavam internamente que é muito difícil contratar um jogador quando há necessidade de negociar com dois clubes, neste caso: Cruzeiro e Furacão.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário