• COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI 2019 - 2020
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Cruzeiro perde 4 jogadores para decisão contra o Palmeiras

Para não cair, a equipe celeste terá de vencer o Palmeiras na última rodada do Brasileiro, além de contar com derrota do Ceará, sem quatro experientes jogadores.

06/12/2019 17:56h - Atualizado em 06/12/2019 18:06h

Além da derrota, a partida contra o Grêmio na quinta-feira (5) trouxe baixas para o Cruzeiro. Para não cair, a equipe celeste terá de vencer o Palmeiras na última rodada do Brasileiro, além de contar com derrota do Ceará, sem quatro experientes jogadores.
A primeira perda para o jogo do domingo (8), às 16h, foi o lateral-direito Edílson. O veterano perdeu a condição de titular desde o meio do ano, mas havia recuperado o posto no duelo em Porto Alegre, já que Orejuela foi utilizado por Adilson Batista no meio-campo.
Edílson, no entanto, levou o terceiro cartão amarelo, mesma situação de Ariel Cabral, outro que virou titular com o novo técnico. Na lateral esquerda, Egídio foi expulso e também virou desfalque. Por fim, Robinho saiu de campo lesionado e é outra baixa importante.
Assim, Adilson deverá retornar com Orejuela para a lateral. No lado esquerdo, a expectativa fica para o retorno de Dodô, que se recupera de um trauma no pé. No meio, Jadson passa a ser uma opção para o lugar de Cabral. Mais à frente, Adilson tem como opção o retorno de Marquinhos Gabriel, que volta de suspensão.
Com todas essas baixas, se Adilson tentar repetir a base da equipe que enfrentou o Grêmio, o atacante Fred seria um dos poucos veteranos no time. Ao lado dele, a equipe ainda poderá ser formada com nomes que já fizeram história na equipe, como o goleiro Fábio, o zagueiro Léo e o volante e capitão Henrique.
Com 36 pontos, dois a menos que o Ceará, o Cruzeiro tem agora a obrigação de vencer o Palmeiras e, mesmo se isso acontecer, contar com uma vitória do Botafogo sobre o time cearense no Rio de Janeiro, já que, em caso de empate na pontuação, o clube alvinegro ainda teria vantagem no número de vitórias.
Qualquer outra combinação de resultados fará o Cruzeiro amargar a queda para a segunda divisão pela primeira vez em sua história.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário