• SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Lesionado, Daniel Sousa faz vaquinha online para pagar cirurgia

O jogador é uma promessa do futebol piauiense revelado nas categorias de base do Piauí.

21/08/2019 16:21h - Atualizado em 22/08/2019 07:29h

Com uma lesão no joelho esquerdo que vai tirá-lo de combate por pelo menos seis meses, o meio-campo Daniel Sousa, de 17 anos, aguarda por dias melhores sem perder a esperança de voltar a ser um craque no futebol. O jogador é uma promessa do futebol piauiense revelado nas categorias de base do Piauí Esporte Clube.

Daniel sofreu uma ruptura nos ligamentos do joelho esquerdo durante uma partida pelo Sabiá Futebol Clube, na cidade de Caixas, no Maranhão. Agora, o sonho do garoto de voltar aos gramados vai depender de uma cirurgia que custa em torno de R$ 10 mil. O atleta também recorreu à fila de espera do Sistema Único de Saúde (SUS), mas a previsão, é que procedimento cirúrgico seja iniciado somente em 2021.

Sem dinheiro para bancar os gastos da operação, Daniel teve que apelar para uma vaquinha virtual na expectativa de obter a quantia necessária para dar início ao tratamento. Preste a vestir a camisa do River-PI para atuar na base tricolor, Daniel teve o contrato suspenso após o descobrimento da lesão.

Daniel Sousa ficará fora dos gramados por pelo menos seis meses. Foto: Jailson Soares.

“Minha mãe ganha um salário mínimo e o meu pai também, infelizmente a gente não pode tirar da comida para cirurgia. Fiz essa vaquinha na internet e espero com ajuda de vocês da mídia, meus amigos e meus familiares a gente consiga arrecadar esse dinheiro e eu volte a jogar futebol”, disse.

A vaquinha foi aberta pelo atleta no dia 14 deste mês e já arrecadou pouco mais de R$ 80. Mesmo com as adversidades, Daniel projeta o retorno o quanto antes aos gramados, já que pode perder oportunidades de seguir na carreira e ser revelado por um time grande.

“Quando eu senti a lesão eu pensei: perdi a Copinha e a Copa do Nordeste. Eu chorei bastante porque são portas que foram fechadas. Eu só quero voltar a jogar para ajudar a minha família, dar uma vida melhor para eles, que tanto estiveram comigo”, completou.

Daniel começou a sua história aos seis anos jogando futsal. O atleta já defendeu o São Paulo e já jogou em estados como Belo Horizonte e Santa Catarina. No ano passado, foi destaque no Campeonato Piauiense Sub-17 e subiu para o time profissional neste ano.

Edição: Adriana Magalhães
Por: Jorge Machado

Deixe seu comentário