• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

Diretoria do River fala em manter técnico interino no cargo

O jogo entre River e Picos acontece nesta quarta-feira, 11, às 20h, no Lindolfo Monteiro, em Teresina.

11/03/2020 09:46h - Atualizado em 11/03/2020 18:56h

Dia de coletiva no Galo Carijó e por lá o que se repete são as lamentações. A fase é ruim: na última segunda-feira, 9, o time demitiu o segundo treinador, Marcelo Vilar, e por mais uma vez o membro fixo da comissão técnica do River, José Roberto, ficou com a missão de comandar o time. O Galo Carijó tem remotas chances de brigar pelo titulo Piauiense em 2020, e no momento não conhece vitórias há sete jogos. Nesta quarta-feira, 11, o River volta a campo pelo Estadual para enfrentar o Picos, ás 20h, no Lindolfo Monteiro. A diretoria pretende dar espaço ao trabalho do interino, José Roberto, técnico também o elenco Sub20.


Leia também: Marcelo Vilar é desligado do River; José Roberto assume interinamente 


‘Essa é a segunda vez que nos assumimos essa missão. Agora em uma condição diferente, que para tratar até com os atletas é bem mais difícil agora é um pouquinho mais trabalhosa do que a situação anterior. Tivemos um contato com os atletas na segunda feira e agora é mais uma conversa no sentido de retrospecto para que eles possam compartilhar conosco o momento que a gente está vivendo. A conversa com a diretoria é no sentido de fazer o trabalho, ainda por tempo indeterminado’, disse José Roberto técnico interino.


Diretoria do River fala em manter técnico interino por tempo indeterminado - Foto: Jailson Soares/O Dia

Na tabela de classificação o River é atual sexto colocado, com cinco pontos. Para chegar até o sonhado G2 o time não depende apenas de suas forças e precisaria de uma arrancada histórica e de tropeços dos adversários do interior. Cientes disso, o capitão do time, Cris, afirma estar com vergonha de tudo que passa o clube.

‘Nos vivemos disso aqui, é nosso pão de cada dia e como jogadores estamos envergonhados de toda situação que vivemos em campo. Quando eu cheguei sabia do tamanho do River, que iria brigar por títulos e principalmente buscar o Piauiense, estamos longe dessa realidade, mas precisamos pensar jogo a jogo’, afirmou.

Dentro desse cenário a confiança é o setor mais afetado. ‘Precisamos recuperar a confiança de cada um. O tralho hoje passa por duas coisas; confiança e pratica’ acrescentou José Roberto.

O jogo entre River e Picos acontece nesta quarta-feira, 11, às 20h, no Lindolfo Monteiro. Depois disso, o Galo embarca para Salvador onde encara o Vitória, no sábado, 14, pela Copa do Nordeste.

Por: Pâmella Maranhão, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário