• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

FIFA anuncia medidas para lidar com coronavírus e doação à OMS

Infaitno diz que espera ver a situação normalizada antes do final de abril.

18/03/2020 13:33h

A FIFA anunciou nesta terça-feira (17) algumas ações para lidar com a pandemia do novo coronavírus. Em um comunicado, o presidente Gianni Infantino anunciou uma série de ações em meio aos adiamentos e mudanças nos calendários.


"Vou me reunir amanhã com os conselheiros da FIFA e vou sugeris os seguintes próximos passos: - aceitar os adiamentos da Copa América e da Eurocopa para junho e julho de 2021; - decidir mais para frente — quando houver mais clareza da situação — para quando remarcar o Mundial de Clube da Fifa, se mais tarde em 2021, 2022 ou 2023; - discutir com a federação chinesa e o governo chinês o adiamento do Mundial de Clubes de 2021 de forma a minimizar o impacto negativo e; - discutir o impacto destas mudanças com as confederações, membros associados e outros envolvidos no calendário internacional de forma a achar soluções apropriadas para todos".

Infaitno diz que espera ver a situação normalizada antes do final de abril.

A FIFA também anunciou medidas para ajudar clubes e a OMS (Organização Mundial de Saúde). Vai doar US$ 10 milhões para o fundo solidário da OMS para a covid-19 e vai avaliar a possibilidade de estabelecer um fundo de assistência global para o futebol de forma a ajudar profissionais afetados pela crise.

"A FIFA manterá contato regular com todos os membros da comunidade do futebol durante este período difícil. Como afirmei ontem, circunstâncias desafiadoras oferecem oportunidades para as pessoas se unirem, mostrarem o que podem fazer em espírito coletivo e emergirem mais fortes e melhor preparadas para o futuro. E é isso que a FIFA pretende fazer aqui", finalizou Infantino.

Fonte: Uol/Folhapress

Deixe seu comentário