• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

Medina lamenta adiamento no surfe e torce por Olimpíadas

Em entrevista à Globo, o atleta disse que o mundo vive um pesadelo neste momento e lamentou não poder competir.

16/03/2020 08:59h

 Um dos principais surfistas brasileiros, Gabriel Medina ficou triste com o adiamento do começo do Mundial de Surfe, que estava marcado para março. Em entrevista à Globo, o atleta disse que o mundo vive um pesadelo neste momento e lamentou não poder competir.

"Torcer para tudo isso passar logo, porque está sendo um pesadelo, a gente tá vivendo um pesadelo. ainda mais a gente que vive do esporte, não pode viajar competir, estar no ambiente que gostamos. Isso é muito triste", disse.

A Liga Mundial de Surfe (WSL) anunciou o cancelamento de todas as etapas no mês de março. A situação prejudicou a preparação dos atletas para o início da temporada.

Infelizmente cancelaram a etapa do Mundial agora na Austrália por conta do coronavírus. Muito triste para nós atletas, que nos preparamos, que temos vivido bastante essa rotina de treinamentos para estarmos prontos para esse momento e isso não acontecer", disse Medina.


Medina lamenta adiamento no surfe e torce por Olimpíadas. Reprodução

O surfista é um dos nomes brasileiros confirmados na Olimpíada de Tóquio. Focado na competição, ele espera que a pandemia não atrapalhe a realização do evento.

"O foco é nas Olimpíadas, que é em julho. Espero que aconteçam as Olimpíadas e que esse vírus passe logo. É isso, foco nos treinos, continuar nessa pegada. Torcer para tudo isso passar logo, porque está sendo um pesadelo, a gente tá vivendo um pesadelo. Ainda mais a gente que vive do esporte, não poder estar viajando, competindo no ambiente que a gente tanto gosta. Isso é muito triste, mas espero que isso vá logo e volte tudo ao normal", analisou.

Fonte: folhapress

Deixe seu comentário