• SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Neymar quis dar R$ 90 mi para ir ao Barça e manteve contato com o Real

O jogador deixou mais evidente ainda sua vontade de deixar o clube francês e ofereceu dinheiro do próprio bolso para ir para a Espanha.

03/09/2019 09:36h

Após uma negociação frustrada com o Barcelona, o atacante Neymar vai continuar no PSG -pelo menos, até 2020. Isso porque a janela de transferências da Europa fechou e futuras negociações, a partir deste mês, só serão concluídas no ano que vem.

Neste período, a insatisfação do brasileiro com o clube francês ficou evidente e chegou ao ponto de o atleta querer tirar dinheiro do próprio bolso para mudar de país.

De acordo com o jornal Mundo Deportivo, as negociações estavam caminhando após Rakitic, Dembelé e Todibo aceitarem a transferência para o PSG. Além disto, uma quantia de 150 milhões de euros foi oferecida aos franceses. Mas eles que queriam mais.

Neymar, então, resolveu agir e propôs dar 20 milhões de euros (cerca de R$ 90 milhões) de sua conta bancária para garantir a ida ao Barcelona.

Mesmo assim, o PSG foi relutante e nem quis ouvir a proposta "individual" do brasileiro, que não conseguiu deixar Paris.


Neymar durante treino da seleção brasileira em Miami - Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Conversas com o Real Madrid

O Real Madrid foi outro clube que cogitou a contratação de Neymar. Segundo o jornal Marca, a equipe da capital espanhola acompanhou de perto o imbróglio envolvendo o PSG e o Barcelona e manteve contato com o pai do jogador nas últimas semanas.

Uma proposta oficial, no entanto, não foi feita: além dos valores exorbitantes, pesou o fato de Neymar estar voltando de uma lesão e não ter entrado em campo nos últimos meses.

Para a diretoria do Real Madrid, a contratação, além de cara (o clube desembolsou uma parcela considerável da verba disponível com Hazard), seria de alto risco e poderia causar polêmica entre a torcida, já que Neymar esteve no Barcelona entre 2013 e 2017.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário