• Natal
  • Policlinica
  • Motociclista
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

50% dos jogos da Série A do Piauiense acontecerão na Capital

Levantamento do Portal O Dia mostra que pelo menos 50% dos jogos da Série A do Piauiense serão realizados em Teresina. Clubes fora da capital terão mais gastos com deslocamento.

13/11/2019 17:33h - Atualizado em 14/11/2019 10:56h

A Federação de Futebol do Piauí (FFP) divulgou a tabela das 14 rodadas da fase de classificação da Série A do Piauiense 2020  e chegou a hora das equipes colocarem no papel os gastos com deslocamentos nas viagens e custos durante o torneio. River-PI, Altos, Flamengo, Timon, Piauí, Parnahyba, 4 de Julho e Picos brigam pelo título. A competição tem início no dia 17 de janeiro.

Segundo a tabela, somente durante a fase de classificação serão realizadas 26 partidas no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, o que na prática corresponde uma média de quase dois por rodada na Capital. Como são quatro jogos por rodada, isso significa dizer que pelo menos 50% da competição será centralizada na capital piauiense e, com isso, times de fora terão mais despesas por conta do deslocamento.

Quase 50% dos jogos serão realizados em Teresina. Foto: Arquivo O Dia.

Na 1º rodada dois confrontos serão disputados no estádio Lindolfo Monteiro. O primeiro será no dia 18, um dia após os jogos da abertura da competição, Piauí e 4 de Julho medem forças, às 16h. No dia seguinte é a vez do Parnahyba que terá de percorrer 340 km para duelo contra o Flamengo, às 17h, no mesmo local. Clique aqui  e confira a tabela completa. 

Neste caso o Piauí, River, Flamengo e Timon serão os mais beneficiados por concentrarem seus jogos em Teresina, pois eles não irão pegar estrada em três confrontos quando se enfrentarem. Altos, 4 de Julho, Parnahyba e Picos farão jogos em seus respectivos estádios.

Técnico do Flamengo-PI, Paulo Moroni, se posiciona sobre a tabela do Piauiense. Foto: Arquivo O Dia.

O técnico do Flamengo-PI, Paulo Moroni, considera o fato uma vantagem natural do campeonato por concentrar mais times na capital.

“Não podemos criar raiva para os adversários. É fato que teremos menos custos de deslocamentos, pois teremos 3 viagens a menos. Mas acho normal pelo fato de termos mais clubes na capital. Acredito também se existisse, em Parnaíba, a mesma quantidade de clubes que há em Teresina seria esse mesmo desfavorecimento”, disse.

O Lindolfo não parou suas atividades desde o início do ano e recebe competições estaduais e das categorias de base. O último campeonato profissional que a praça esportiva recebeu foi o Piauiense Série B.

Picos foi campeão da Série B do Piauiense. Foto: Elias Fontenele

Segundo o presidente da FFP, Robert Brown, a praça esportiva está apta para receber a sobrecarga dos jogos durante o campeonato.

“O Lindolfo Monteiro está apto para receber os jogos na Série A. A expectativa é que seja a casa dos quatro times, mas pode ser que o Timon jogue em Timon se consegui os laudos. O estádio também será usado apenas para os jogos da Série A, mas se houve outra competição poderemos remanejar os horários pra sábado, domingo ou até mesmo segunda-feira. Não há preocupação quando a isso”, disse.

Parnahyba e Picos ligaram alerta vermelho, pois terão que viajar aos extremos para se enfrentar. Esse confronto vai acontecer duas vezes. O primeiro será realizado na 7ª rodada no dia 29 de março, em Parnaíba, e o outro acontece na 14ª rodada no dia 05 de abril, em Picos.

Presidente do Picos, Rodrigo Lima, disse que clube terá que desembolsar R$ 80 mil para cobrir desprezas. Foto: Jailson Soares.

Há duas semanas, o presidente do Picos, Rodrigo Lima, havia declarado à imprensa que em cálculos próprios o clube teria que desembolsar aproximadamente R$ 80 mil em para as despesas. 

Mesmo com o calendário divulgado pela FFP, a entidade ainda aguarda os laudos técnicos das praças esportivas para a liberação dos jogos. O prazo será até o dia 30 deste mês

Formato da competição

A FFP informou que o Campeonato será disputado em turno único, com jogos de ida e volta, no sistema de pontos corridos. Ao final das 14 rodadas, os dois clubes de melhor índice técnico avançarão para a fase final. A final será realizada em duas partidas, com a vantagem do mando de campo da equipe de melhor índice técnico da fase classificatória. Havendo empate entre as duas agremiações, o campeão será conhecido através de cobranças de penalidades.

Edição: Pâmella Maranhão - Jornal O Dia
Por: Jorge Machado, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário