• SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Santos tropeça no Athletico-PR e consegue apenas um empate

Em meio à derrota, o clube santista vê o Flamengo, com quem vai duelar no próximo sábado, despontar na tabela.

09/09/2019 08:58h

Precisando de uma vitória sobre o Athletico-PR, o Santos não conseguiu e acabou empatando em 1 a 1 na partida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo aconteceu neste domingo na Vila Belmiro e quem abriu o placar foi Braian Romero, no primeiro tempo. O Santos conseguiu empatar com Carlos Sánchez, de pênalti aos 46 minutos da segunda etapa.

Brigando pela liderança do Brasileiro, o Santos vive momento de instabilidade. Após uma sequência de sete vitórias seguidas, o time de Jorge Sampaoli sofreu derrotas para São Paulo e Cruzeiro, empatou com o Fortaleza em casa após estar na frente por 3 a 0, venceu a Chapecoense e agora empata mais uma vez.

Com isso, o Flamengo, que no sábado (7) venceu o Avaí por 3 a 0, só precisa de um empate contra a equipe santista no próximo sábado (14), às 17h, no Maracanã, para conquistar o título simbólico do primeiro turno na 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Se o Santos teve domínio da posse de bola durante a maior parte da partida deste domingo, o Athletico foi mais eficiente nos poucos minutos do final do primeiro tempo em que conseguiu levar grande perigo ao gol adversário.

Foi quando obrigou Éverson a fazer uma incrível sequência de duas defesas e quando marcou o primeiro gol.


Foto: Divulgação/Santos FC

Atrás no placar, o Santos não teve opção que não se lançar ao ataque. E poderia ter empatado o jogo mais cedo não fossem pelo menos três grandes defesas do goleiro Léo, na segunda etapa do jogo.

Ele só não foi capaz de parar a cavadinha de Sánchez, em pênalti que só foi marcado após revisão do lance no monitor à beira do gramado.

A revisão, inclusive, gerou polêmica. Os técnicos Tiago Nunes e Sampaoli discutiram, ainda em campo, por conta da decisão da arbitragem.

"Acredito que o jogo teve um time buscando desde o início e outro que tentou travar o jogo. Só um time quis jogar. O outro não. O que aconteceu foi uma discussão de partida", disse o treinador argentino na coletiva após a partida.

"É uma grande vergonha. O toque claramente é fora da área", disse o diretor do Athletico-PR, Paulo André.

"Os erros da arbitragem vão continuar acontecendo, porque ela continua sendo interpretativa. Tem que investir na qualificação. O VAR é bom, uma tecnologia que veio pra ficar. Se esse é o preço para evoluir, paciência", avaliou o técnico Tiago Nunes.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário