• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Torturado na infância, Denis vive sonho de ser jogador de futebol

O garoto, de 10 anos, mora há quatro com a Tia Maria do Socorro, que deu oportunidade para ele conhecer o que realmente é viver.

03/10/2019 12:25h

Denis é um garoto sorridente e que tem como maior paixão o futebol. Amor que ele conheceu através do Projeto Social em seu Bairro, Nova Brasília, Zona Norte, de Teresina. O garoto, de 10 anos, mora há quatro com a Tia Maria do Socorro, que deu oportunidade para ele conhecer o que realmente é viver. Na infância, Denis foi torturado pelos pais, chegou a ser queimado, acorrentado e até usado como ‘aviãozinho’ para buscar drogas. Aos seis anos, foi entregue ao conselho tutelar e a partir daí a vida dele mudou.

“Eu fico feliz em poder ajudar pelo menos esse aqui (Denis) já que o mais velho ficou com o pai. Denis veio como um anjo na minha vida e hoje me acompanha em tudo, pois eu sou muito sozinha e meu filho é mais velho e autista. Antes de chegar aqui em casa e estar sob meus cuidados ele sofreu demais. Ficava dias em casa acorrentado como um bicho, sem comer direito. O corpo dele é cheio de marcas de cigarro que a mãe dele queimava ele, eu nem gosto de relembrar essas coisas, pois tudo isso é muito difícil para ele até hoje”, conta comovida a Maria do Socorro, Tia de Denis.

Quando foi morar com Dona Socorro, Denis pouco falava e de inicio não conseguia se desenvolver na escola. Tímido e amedrontado o garoto começou a melhorar o humor e comportamento quando conheceu a escolinha de Futebol da Nova Brasília através do professor Francisco Filho.



Denis hoje é criado pela Tia, a Sra. Maria do Socorro - Foto: Elias Fontinele/ODIA

“Infelizmente por aqui temos vários Denis, apesar da historia dele ser muito sofrida para um garoto de apenas 10 anos. Quando eu conheci o Denis ele era um garoto arredio, que vivia pelos cantos da casa como um bicho”, relata o treinador Filho.

A história do jogador mirim já lhe rende fãs. Uma delas é Leidiciane Santos, amiga de Dona Socorro da igreja e faz questão de acompanhar os treinos e jogos do garoto Denis. “Quando eu conheci o Denis eu percebi que era um garoto que precisava de carinho, atenção e quando eu soube da história de vida dele eu entendi tudo e hoje em dia eu torço para que ele consiga tudo na vida, que se torne um homem, um cidadão”, afirmou a artesã.

Wilson Denis, de 10 anos, hoje tem em campo a maior alegria no dia a dia. “Ser jogador é meu maior sonho. Treinar é a melhor parte todo dia”, conta o garoto. 

Edição: Biá Boakari
Por: Pâmella Maranhão, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário