• assinatura jornal

Autópsia aponta consumo de álcool e maconha por ex-Patriots

Exame indica que sangue de Terry Glenn tinha mais que o dobro do teor alcoólico permitido.

06/01/2018 12:11h

Pouco mais de um mês depois da morte de Terry Glenn, a Polícia de Irving revelou detalhes da autópsia do corpo do ex-wide receiver do New England Patriots. Os exames apontaram que o ex-jogador de 43 anos tinha consumido bebidas alcoólicas e maconha antes do acidente de carro fatal do dia 20 de novembro de 2017, no Texas. Segundo informações do "TMZ Sports", o sangue de Gleen estava com teor alcoólico mais que o dobro do permitido quando ele perdeu o controle do seu carro e foi lançado para fora do veículo.

Em 12 anos de carreira na NFL, Glenn teve quatro temporadas acima de mil jardas. Draftado pela franquia da NFL em 1996, jogou na equipe até 2002, quando foi para o Green Bay Packers e participou do lance do primeiro touchdown da carreira da lenda Tom Brady, na quinta semana da temporada de 2001, quando o quarterback lançou uma bola para 21 jardas e Terry a recebeu com maestria para correr até a end zone.

 Terry Glenn. (Foto: Reprodução/Getty Images)

Fonte: Globo Esporte

Deixe seu comentário