• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
Altos

Ministério Público e Prefeitura lançam projeto “Queremos Paz”

Ministério Público e Prefeitura lançam projeto “Queremos Paz” em Altos

08/04/2019 16:43h - Atualizado em 08/04/2019 16:48h

O Centro de Apoio Operacional de Defesa da Educação e da Cidadania (CAODEC), do Ministério Público do Piauí, lançou, nessa quarta-feira (3), o projeto Queremos Paz para instituições do município de Altos. O evento contou com a presença da prefeita Patrícia Leal e do promotor de Justiça da comarca de Altos, Paulo Rubens Parente Rebouças.

As atividades realizadas pelo projeto “Queremos Paz!” vêm sendo desenvolvidas há quase três anos em diversas escolas do Estado, com o objetivo de fomentar a cultura da paz, a prática do diálogo e da tolerância, e o conhecimento dos líderes pacificadores mundiais, como formas positivas de enfrentamento à violência escolar. Além de já ter atingido diretamente milhares de estudantes de diversas faixas etárias em todo o Piauí, o projeto inclui também atividades de capacitação de professores e famílias, para manejo de situações de bullying, drogadição e indisciplina. O “Queremos Paz” também já foi tema de concurso cultural e de jogos escolares.

A prefeita de Altos, Patrícia Leal, afirma que a iniciativa irá colaborar para a formação de jovens mais tolerantes. "Esse projeto só tem a engrandecer nossa educação. Sempre falo que o processo educacional é uma parceria entre família, escola e outras instituições. O apoio do Ministério Público nos ajudará a orientar as escolas sobre como proceder diante dos casos de indisciplina e atos infracionais, além de trabalhar a valorização de princípios básicos como a tolerância e o respeito. O MP pode contar com nosso apoio para plantar a cultura de paz nas escolas altoenses", destaca.

Flávia Gomes Cordeiro, coordenadora do projeto, elogiou a mobilização da rede de proteção à criança e ao adolescente. "Consideramos que a iniciativa já é um sucesso, pois as instituições envolvidas conseguiram mobilizar toda a rede de proteção à criança e ao adolescente. Para construir a paz, primeiro, temos que enxergar o ambiente e contexto em que vivemos e, aqui, vocês estão muito conscientes da importância do desenvolvimento desse projeto", frisa a coordenadora.


Deixe seu comentário

Tags: altos, ação,