• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Cabeceiras

FPM de Cabeceiras aumentou, mas não se vê avanço. lamenta Zé Ozires

Zé Ozires

10/07/2015 18:20h

Em entrevista ao longah.com, o ex-prefeito de Cabeceiras, José do Ozires, lamentou a forma como a cidade está sendo administrada pelo prefeito José Joaquim. Um dos primeiros pontos que ele tocou foi a falta de uma escola de tempo integral. “Sabemos que o Governo do Estado viabiliza, facilita a implantação de escolas de tempo integral, mas em Cabeceiras não se sabe porque ainda não foi implantada”, disse.

O ex-prefeito destacou que o adversário pregava mudança em sua campanha, mas que até agora nada foi mudado. “Só se for para pior”, frisou. Ele acrescentou que apesar do valor do Fundo de Participação do Município (FPM) ter aumentado, a Prefeitura de Cabeceiras não conseguiu avançar em obras ou serviço. “A atual gestão foi beneficiado com o aumento da população e, consequentemente, o aumento do FPM. Ele saiu do coeficiente 06 para o 08, o que aumenta em média R$ 120 mensais. Se eu fosse prefeito com esse dinheiro eu faria bem mais”.

Ele destacou ainda que o atual prefeito, por ser médico, poderia ter feito mais pela Saúde. “Não vejo mudanças significativas. Na minha época, eu disponibilizava transportes para a população fazer exames de média e alta complexidade e consultas especializadas carro trazendo par em Teresina. Agora há alguns exames que são feitos lá de forma precária.  Equipamentos são carregados em fundo de carro, podendo perfeitamente apresentar diagnóstico equivocado. Seria melhor que fossem enviados para Teresina”.

POLÍTICA

“O meu nome é um dos nomes que está sendo cogitado para prefeito de Cabeceiras. Mas as conversas ainda vão avançar. Nosso grupo só cresce e estamos confiantes na vitória. Agora mesmo um vereador que obteve 320  votos aderiu ao nosso grupo”, ressaltou José Ozires.

Segundo o ex-prefeito, a cidade avançou mais em infra-estrutura em sua gestão e agora vai focar em geração de emprego e renda.

“Nos meus três mandatos e nos dois mandatos dos outros candidatos que me sucederam, eu cuidei muito da infra-estutura, estradas, calçamento da sede, sistema de abastecimento d’água, etc. Agora meu foco será emprego, renda. Quero promover situações que melhorem a qualidade de vida da população, concluiu.

Fonte: longah.com


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas