• assinatura jornal

Notícias Campo Maior

19 de abril de 2017

TRE nega pedido de João Félix e inocenta prefeito Ribinha de Campo Maior

O candidato foi derrotado por Ribinha em 2016, por mais de 2 mil votos de maioria, João Félix recorreu da decisão do TRE.

O juiz-relator Agrimar Rodrigues de Araújo, do Tribunal Regional Eleitoral, (TER-PI) , negou o seguimento do recurso do candidato derrotado a prefeito de Campo Maior, João Félix, que pedia a cassação do prefeito eleito Professor Ribinha, por abuso de poder político e econômico, ou seja, confirma a decisão da Justiça Eleitoral de Campo Maior, que também negou o andamento da ação do ex-prefeito. Essa é a segunda derrota judicial consecutiva de João Félix, que tenta mudar o resultado das eleições de outubro de 2016. 
joaofelix

João Félix entrou com uma ação na 96ª Zona Eleitoral de Campo Maior, mas o juiz Leandro Emídio Lima decidiu negar a Ação de Investigação Judicial Eleitoral ainda em dezembro de 2016.  A Justiça Eleitoral de Campo Maior negou a ação do candidato João Félix porque o magistrado entendeu que os fatos narrados na ação movida pela coligação Renasce de Novo Campo Maior não apresentam magnitude para configurar abuso de poder político e econômico.
joao 3

Candidato derrotado por Ribinha em 2016, por mais de 2 mil votos de maioria, João Félix recorreu da decisão do TRE. O recurso foi julgado no dia 11 de abril de 2017, em 2ª instância, e também negado. A decisão do juiz Agrimar Rodrigues, ou seja do TRE, foi publicada nessa segunda-feira, 17.04, no Diário Oficial.

Na denúncia apresentada pelo candidato havia a alegação de que no dia 06 de setembro de 2016 houve, pelo SAAE, a distribuição 1 mil litros de água mineral com fins eleitoreiros, mas a Justiça Eleitoral entendeu que, na verdade, foi uma prestação de serviço do SAAE, uma vez que nessa data estava sendo realizado, pela Prefeitura de Campo Maior, o desfile cívico de 7 de setembro, (Independência do Brasil).
joao 2joao 1Cópia de joao 3

03 de abril de 2017

Prefeitura deflagra mutirão de limpeza na cidade por causa das chuvas

Prefeitura deflagra mutirão de limpeza na cidade por causa das chuvas

Nesse período chuvoso em Campo Maior os problemas se multiplicam e a Prefeitura Municipal, através  das Secretarias de Limpeza e a de Infraestrutura,  está realizando um mutirão de limpeza na cidade, onde estão sendo feito o trabalho de capina, roso, recolhimento de entulhos, poda de arvores e troca de lâmpadas queimadas na rede de iluminação pública.

O mutirão começou nos Bairros São João, São Luís e Parque Recreio. Nesse ultimo, o trabalho foi acompanhado pelo prefeito Professor Ribinha, que determinou um verdadeiro pente fino nas ruas de Campo Maior. “A ordem é não deixar sujeira nas ruas, que também deverão ficar bem iluminadas após a passagem do mutirão”, explica o prefeito.

O secretário Antônio Lustosa, que também está realizando o trabalho, disse que estão sendo utilizados 50 homens, oito caminhões e dois tratores. “Estamos dividindo o trabalho em três frentes: O trabalho de capina, roço e poda; o trabalho de recolhimento de entulhos e ainda o trabalho de iluminação”, detalha Lustosa.

O secretário de Infraestutura, Fausto Filho, disse que o trabalho pesado fica por conta dos tratores que fazem o arruamento e retiram o lixo pesado das ruas.

A dona de casa Maria das Dores, que mora há três anos no Parque Recreio, disse que o trabalho de limpeza das ruas, além de deixar a cidade mais bonita, evita o aumento de doenças em áreas mais pobres da cidade. “Evita que mosquitos e outros insetos fiquem adoecendo os moradores daqui”,  completa.    

Feira da Agricultura Familiar Solidaria e Sustentável acontece dia 12 de abril

Feira da Agricultura Familiar Solidaria e Sustentável acontece dia 12 de abril

Campo Maior vai receber no dia 12 de abril a Feira da Agricultura Familiar Economia Solidária e Sustentável. O evento visa expor e comercializar produtos orgânicos vindos da agricultura familiar, ou seja; direto do homem do campo e sem agrotóxicos. A feira terá ainda oficinas, venda de produtos artesanais, legumes,hortaliças, aves, peixe, palestras, serviços de saúde, degustação de produtos, apresentações culturais, capacitação para os agricultores e muito mais.

O gerente da Secretaria de Desenvolvimento Social, Marcos Roberto, representou a Secretária Nilzana Gomes. Segundo ele, Nilzana informou que é prioridade de sua gestão alavancar a economia das famílias carentes de Campo Maior, principalmente da zona rural.

“Estamos fomentando através de políticas de combate a vulnerabilidade social por meio da inclusão produtiva, e a realização da Feira da Economia Solidária e Sustentável da condição para as famílias da zona rural terem uma renda a mais através da comercialização de seus produtos direto com o consumidor” pontuou Marcos.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Campo Maior, Francisco das Chagas “Chaguinha” disse que a data escolhida pela organização do evento ficou bem próxima da Semana Santa, período em que a população consome mais legumes, aves e peixe.

“Vamos aproveitar a Semana Santa para mostrar que os produtos do homem do campo possibilitam uma alimentação saudável por que não possuem agrotóxicos, são produtos orgânicos que levam mais sabor e segurança para a mesa da população” enfatizou Chaguinha.

O Gerente de Eventos da Prefeitura Municipal, Ulisses Raulino, apresentou o local que será realizado o evento para organização envolvida. Segundo Ulisses, o prefeito professor Ribinha garantiu apoio e estrutura necessária para realização do evento.

A feira irá acontecer no Complexo de Eventos a partir das 05h da manhã. O evento é uma parceria da Secretaria de Desenvolvimento Social e Economia Solidária (SEMDES), Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, Adapi e Secretaria de Saúde (SMS).

30 de março de 2017

Feira da Agricultura Familiar acontece dia 12 de abril em Campo Maior

Essa edição da feira servirá também como aula de campo para alunos da rede pública de ensino. O evento acontecerá no Complexo de Eventos a partir das 05h da manhã.

Campo Maior vai receber no dia 12 de abril a Feira da Agricultura Familiar Economia Solidária e Sustentável. O evento visa expor e comercializar produtos orgânicos vindos da agricultura familiar, ou seja; direto do homem do campo e sem agrotóxicos. A feira terá ainda oficinas, venda de produtos artesanais, legumes, hortaliças, aves, peixe, palestras, serviços de saúde, degustação de produtos, apresentações culturais, capacitação para os agricultores e muito mais.

O gerente da Secretaria de Desenvolvimento Social, Marcos Roberto, representou a Secretária Nilzana Gomes. Segundo ele, Nilzana informou que é prioridade de sua gestão alavancar a economia das famílias carentes de Campo Maior, principalmente da zona rural.

“Estamos fomentando através de políticas de combate a vulnerabilidade social por meio da inclusão produtiva, e a realização da Feira da Economia Solidária e Sustentável da condição para as famílias da zona rural terem uma renda a mais através da comercialização de seus produtos direto com o consumidor” pontuou Marcos.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Campo Maior, Francisco das Chagas, “Chaguinha” disse que a data escolhida pela organização do evento ficou bem próxima da Semana Santa, período em que a população consome mais legumes, aves e peixe.

“Vamos aproveitar a Semana Santa para mostrar que os produtos do homem do campo possibilitam uma alimentação saudável por que não possuem agrotóxicos, são produtos orgânicos que levam mais sabor e segurança para a mesa da população” enfatizou Chaguinha.

O Gerente de Eventos da Prefeitura Municipal, Ulisses Raulino, apresentou o local que será realizado o evento para organização envolvida. Segundo Ulisses, o prefeito professor Ribinha garantiu apoio e estrutura necessária para realização do evento.

A feira irá acontecer no Complexo de Eventos a partir das 05h da manhã. O evento é uma parceria da Secretaria de Desenvolvimento Social e Economia Solidária (SEMDES), Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, Adapi e Secretaria de Saúde (SMS).

17 de março de 2017

Comissão discute lançamento dos Festejos de Santo Antônio de Campo Maior

Os Festejos de Santo Antonio é considerado o maior do nordeste, o evento acontece de 30 maio a 13 de junho em Campo Maior-PI.

A Comissão Organizadora dos Festejos de Santo Antônio se reuniu nessa quinta-feira (16), para discutir a programação religiosa, cultural, social e os detalhes para o lançamento dos festejos. Entidades como: Prefeitura Municipal, Igreja Católica, Polícia Militar, Lions Clube, Exército, 5° GRE, SEMDES entre outras; debateram temas relacionados ao evento que acontece de 31 de maio a 13 de junho em Campo Maior.

O representante da Prefeitura Municipal, Ulisses Raulino, destaca que a novidade desse ano é que poderá ter um sorteio de um carro no encerramento das festividades.

“Vamos ainda discutir apresentação religiosa com monsenhor Paulo Mateus e a comissão organizadora. A programação cultural, festiva e outros detalhes ainda serão discutidos com o prefeito prof. Ribinha. A novidade é que estamos trabalhando para fazer um sorteio de um carro no encerramento dos festejos” destaca Ulisses.  

O major Paz, representante da Polícia Militar, informou aos presentes, que o comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar (5ºBPM), Major Etevaldo, já estava preparando com sua equipe o plano de segurança para o evento.

“O major Etevaldo que não pôde está presente, já garantiu reforço policial da cavalaria, BOPE, e trânsito. Estamos montando um plano de segurança para garantir que os turistas que vier para os festejos do nosso padroeiro Santo Antônio, assim como os campo-maiorenses, possam desfrutar das festividades com total segurança” disse major Paz.   

A reunião foi comandada pelo padre monsenhor Paulo Matheus, padre Benedito (auxiliar da catedral) e Ulisses Raulino da Gerência de Eventos da Prefeitura Municipal. 

Prefeitura licita iluminação de LED para economizar R$ 100 mil por mês

Prefeitura realiza licitação para instalar iluminação de LED e economizar R$ 100 mil por mês

A Prefeitura de Campo Maior, através da sua Comissão de Licitações, iniciou, nessa quinta-feira, 16.03, oprocesso licitatório para formar uma parceria Público-Privada para garantir a implantação o sistema de iluminação de led na rede pública de Campo Maior. Nessa primeira fase do certame foram apresentadas as propostas.

Agora o processo entra na fase de analise das propostas entregues nesse primeiro dia de certame pelos concorrentes. O presidente da Comissão de Licitações, Eduardo Alves, informou que por se tratar de uma licitação que envolve aspectos técnicos complexos, torna-se necessário que toda a documentação apresentada pelos concorrentes seja analisada com o mais absoluto rigor, sem prejudicar o andamento do processo. 

.“Esse processo de licitação é demorado, nossa comissão avalia passo a passo todas as propostas das empresas concorrentes. A próxima sessão será para analisar as propostas técnicas e qualificação, tudo é feito dentro do que manda a lei” frisou Eduardo.

Com relação ao TCE, (Tribunal de Contas do Estado), Eduardo Alves esclarecer que esse tribunal é o legítimo órgão de fiscalização de todas as licitações e outros procedimentos da gestão pública no Estado do Piauí, então se torna absolutamente normal que os seus auditores acompanhem também mais esse processo em Campo Maior.

A Parceria Público-Privada (PPP) é uma modalidade de concessão administrativa para prestação de serviços de iluminação pública no município. A parceria prevê a substituição de todas as lâmpadas da iluminação pública por de LED (Diodo Emissor de Luz), o município passará a ter uma redução no consumo mensal de energia em 65,8% e uma economia de R$ 100 mil mensais na conta de iluminação pública.

O valor previsto na substituição das lâmpadas será oriundo da taxa de iluminação paga pelos usuários. As lâmpadas de LED deixarão as ruas mais iluminadas, a população de Campo Maior terá uma energia de qualidade, pois a mudança vai diminuir a sobrecarga no sistema.

09 de março de 2017

13 DE MARÇO: Campo Maior recebe o 2º Circuito da Cidadania e Cultural

A população campo-maiorense terá durante todo o dia acesso à prestação de vários serviços gratuitos que serão oferecidos no local do evento.

A Prefeitura de Campo Maior em parceria com a TV Antena 10 filiada à Rede Record realiza na próxima segunda-feira (13 de Março), o 2° Circuito da Cidadania e Cultural em comemoração aos 194 Anos da Batalha do Jenipapo. Durante todo o dia a população terá acesso à prestação de serviços como: emissão de documentos, saúde, beleza, informações do SEBRAE e orientação jurídica.

A programação inteira da TV Antena 10 como: Balanço Geral Manhã, Balanço Geral Meio Dia e Cidade Alerta será realizada direto do Complexo de Eventos e Cultura. A organização está preparando uma grande estrutura para acomodar a população que poderá acompanhar tudo ao vivo, e ainda interagir com os apresentadores.  

O Governo do Estado confirmou atendimentos pela Secretaria Estadual de Saúde (SESAPI), informações sobre emprego através da Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (SETRE) através do Sistema Nacional de Emprego (SINE/PI), Secretaria de Educação, Secretaria de Segurança com emissão de carteira de identidade e outros documentos e o Caminhão da Cidadania por meio da Secretaria da Assistência Social e Cidadania (SASC/PI).

A Prefeitura Municipal irá oferecer também vários serviços através das secretarias municipais: Secretaria de Desenvolvimento e Transferência de Renda e Economia Solidária (SEMDES), Secretaria de Saúde com testes rápidos para HIV, Sífilis, Hepatite B e C, distribuição de preservativos e gel lubrificante. A Secretaria de Educação também estará realizando palestras com profissionais da educação.